ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

EDITORIAL

Uma novidade e muitas perspectivas

Charles Goldenberg; Ricardo Baroudi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):177

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

ARTIGO ORIGINAL

Avaliação histológica e de espessura das cápsulas orgânicas formadas ao redor de expansores de tecidos de superfície lisa ou texturizada em humanos

João Medeiros Tavares Filho; Tulia Cuzzi; Diogo Franco; Ivan Demolirani; Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):179-184

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A busca por um produto que realize expansão tecidual com dano mínimo aos tecidos envolvidos, retalhos mais distensíveis e de menor espessura, e menos sintomas clínicos durante o processo de expansão tem levado as empresas a fabricar expansores com diferentes superfícies (lisa ou texturizada). A literatura é bastante controversa em relação às vantagens da utilização de um ou outro tipo. Esses aspectos motivaram os autores a pesquisar eventuais diferenças capsulares que pudessem justificar a escolha clínica. MÉTODO: Foi realizado um estudo cego, prospectivo, sem critérios de exclusão, em 38 pacientes submetidos a expansão tecidual no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, RJ, Brasil). Ao final do processo de expansão, foram coletados fragmentos da periferia, da base e da cúpula das cápsulas de 28 expansores de superfície lisa e de 14 de superfície texturizada, para estudo da espessura e de possíveis diferenças histológicas. RESULTADOS: Não houve diferenças entre os dois tipos de expansor quanto aos aspectos clínicos, ao tempo efetivo de expansão e aos planos de inclusão. Na avaliação dos parâmetros histológicos, não foram observados valores significativamente diferentes segundo a superfície do expansor. Não houve correlação entre espessura e tempo de permanência, e a diferença entre as espessuras máxima e mínima foi considerada igual para os dois tipos de superfície. CONCLUSÕES: Não há diferenças significativas do ponto de vista histológico, nem razões clínicas, que indiquem vantagens de um ou outro tipo de expansor no processo de expansão tecidual.

Palavras-chave: Expansão de tecido/métodos. Expansão de tecido/instrumentação. Dispositivos para expansão de tecidos.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: The search for an expander that can achieve tissue expansion, with minimum tissue damage, more distensible and thinner flaps, and fewer clinical side effects during the expansion process, has led to the testing of expanders with different surfaces textures (e.g., smooth vs. textured). The individual advantages of smooth and rough expanders are currently not known. This question has motivated research on capsules to determine which type of expander is best. METHODS: We conducted a double-blind, prospective study with no exclusion criteria on 38 patients already undergoing tissue expansion at Plastic Surgery Department at the Universidade Federal do Rio de Janeiro (University Hospital of the Federal University of Rio de Janeiro). At the end of the expansion process, samples were collected from the edge, base, and dome of capsules formed around 28 smooth and 14 textured expanders. Differences in capsule wall thickness and histology were examined. RESULTS: There was no difference in the clinical appearance, expansion time, or insertion planes between the two types of expanders. Additionally, no significant differences in histological characteristics were observed between the types of expander surfaces. In statistical analyses, no correlation between capsule wall thickness and expansion time or between the maximum and minimum wall thickness were observed. CONCLUSIONS: Therefore, we conclude that the two types of tissue expander surfaces are equivalent.

Keywords: Tissue expansion/methods. Tissue expansion/instrumentation. Tissue expansion devices.

 

Distribuição de queloide e cicatriz hipertrófica segundo fototipos de pele de Fitzpatrick

Bernardo Hochman; Caroline Benevides Farkas; Felipe Contoli Isoldi; Soraia Francisco Ferrara; Fabianne Furtado; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):185-189

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Queloide e cicatriz hipertrófica são cicatrizes patológicas com natureza fisiopatogênica comum, denominadas, em conjunto, cicatrizes fibroproliferativas. São mais frequentes em indivíduos de pele mais escura. Contudo, a atual miscigenação dificulta o enquadramento dos pacientes com variadas tonalidades de pele em classificações morfológicas e estáticas (branco ou caucasoide, mulato, pardo, hispânico ou latino, amarelo ou oriental ou mongoloide e negro ou negroide), e diferentes quanto à exposição solar. Sabe-se que pessoas oriundas de países de clima temperado ou frio quando residem em países tropicais aumentam a incidência dessas cicatrizes, principalmente nas áreas de maior exposição solar. Uma relação entre as cicatrizes fibroproliferativas e os fototipos de Fitzpatrick, classificação dinâmica baseada no relato do paciente quanto a sua resposta cutânea após a exposição solar, poderia contribuir para a compreensão da fisiopatologia dessas cicatrizes. Este estudo teve como objetivo investigar a distribuição das cicatrizes fibroproliferativas segundo os fototipos de Fitzpatrick. MÉTODO: Foram avaliados 146 pacientes provenientes do Ambulatório da Disciplina de Cirurgia Plástica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp, São Paulo, SP, Brasil), portadores de qualquer tipo de cicatriz fibroproliferativa, em um ou mais locais do corpo. As cicatrizes fibroproliferativas dos pacientes foram classificadas de acordo com os critérios de Muir em cicatriz tipo queloide (Long-term Evolution, LTE), cicatriz tipo hipertrófica (Short-term Evolution, STE) e cicatriz tipo mista (Intermediate Group, IG), e os tipos de pele foram classificados segundo os fototipos de Fitzpatrick. RESULTADOS: O fototipo Fitzpatrick III e a cicatriz mista foram mais frequentes entre os pacientes avaliados (P = 0,001). Houve associação (P = 0,025) entre as cicatrizes fibroproliferativas e os fototipos de Fitzpatrick, ou seja, quanto maior o fototipo maior a tendência de desenvolvimento de cicatrizes dos tipos queloide e mista. CONCLUSÕES: Os fototipos de pele segundo Fitzpatrick mostraram-se válidos como critério a ser utilizado em estudos de queloide e cicatriz hipertrófica.

Palavras-chave: Queloide. Cicatriz hipertrófica. Pigmentação da pele. Melanócitos. Raio ultravioleta.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Keloid and hypertrophic scars have a common physiopathogenic origin and are defined as fibroproliferative scars. Fibroproliferative scars are frequent in individuals with darker skin. However, mixing of "races" renders it difficult to group patients with different skin tones according to morphological and static classifications (white for Caucasians; brown for individuals of Spanish descent (Hispanic/Latino); yellow for individuals of East Asian descent; and black for individuals of African descent) according to their response to sun exposure. It is known that when individuals whose ethnic origin is in colder countries move to tropical countries, they show a higher incidence of these types of scars, which mainly affect parts of the body that are more exposed to the sun. A correlation between fibroproliferative scars and Fitzpatrick phototype, a dynamic classification based on the skin's response to sun exposure, would contribute to an understanding of the pathophysiology of these scars. The aim of this study is to investigate the distribution of fibroproliferative scars according to Fitzpatrick phototypes. METHODS: We classified patients' fibroproliferative scars according to the Muir classification as Long-Term Evolution (keloid scars), Short-Term Evolution (hypertrophic scars), and Intermediate Group (mixed scars), while their skin types were grouped according to the Fitzpatrick classification. RESULTS: Fitzpatrick phototype III and mixed scars were predominant among the patients analyzed (p = 0.001). A correlation (p = 0.025) was observed between fibroproliferative scars and Fitzpatrick phototypes; the higher the phototype, the higher the tendency to develop keloid and mixed scar tissue. CONCLUSIONS: Fitzpatrick skin phototypes proved to be an efficient method to study keloid and hypertrophic scars.

Keywords: Keloid. Cicatrix, hypertrophic. Skin pigmentation. Melanocytes. Ultraviolet rays.

 

Avaliação do nível de dor em pacientes submetidos a cirurgias plásticas estéticas ou reparadoras

Naiane Paula dos Santos; Anderson Sena Barnabé; João Victor Fornari; Renato Ribeiro Nogueira Ferraz
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):190-194

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Estudos que quantificassem as cirurgias plásticas estéticas e reparadoras e avaliassem a dor pós-cirúrgica decorrente de tais procedimentos permitiriam a criação de protocolos de humanização do atendimento a esses pacientes, possivelmente sensibilizando os profissionais que com eles convivem diariamente. O objetivo deste estudo é avaliar o nível de dor em pacientes submetidos a cirurgias plásticas estéticas ou reparadoras. MÉTODO: Avaliação de 200 prontuários de pacientes operados no Hospital São Rafael (São Paulo, SP, Brasil), observando motivo de realização da cirurgia e quadro de dor. RESULTADOS: O número de pacientes que relatou dor forte ou intensa foi bastante reduzido. Dentre esses pacientes, todos foram submetidos a lipoaspiração, associada ou não à colocação de prótese de mama. CONCLUSÕES: Os protocolos pré, intra e pós-cirúrgicos relacionados aos procedimentos de lipoaspiração devem ser reavaliados, visando à redução da forte dor relatada pelos pacientes submetidos a esse tipo de procedimento.

Palavras-chave: Cirurgia plástica. Dor. Medição da dor.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Quantifying aesthetic and reconstructive plastic surgery and assessing postoperative pain caused by these procedures would aid the creation of protocols to humanize nursing care for hospitalized patients, thus possibly making professionals who interact with such patients on a daily basis more compassionate. This study assessed the levels of pain in patients who underwent reconstructive or aesthetic plastic surgery. METHODS: The medical records of 200 patients operated at São Rafael Hospital were reviewed. The reasons for undergoing surgery and pain due to the procedure were also evaluated. RESULTS: The number of patients who reported strong or severe pain following the procedure was significantly lower; all patients who reported strong or severe pain following the procedure had undergone liposuction with or without breast prosthesis. CONCLUSIONS: Pre-, intra-, and postoperative protocols regarding liposuction should be reassessed in order to decrease the severe pain reported by patients undergoing this procedure.

Keywords: Plastic surgery. Pain. Pain measurement.

 

Alterações posturais em cirurgiões provocadas pela atividade profissional

Marcos Henrique Dall'Aglio Foss; Marielza R. Ismael Martins; Antonio Roberto Bozola
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):195-200

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Qualquer desvio da postura padrão é considerado alteração postural, o que não é necessariamente classificado como doença, embora afete consideravelmente a qualidade de vida dos profissionais cirurgiões. O objetivo deste estudo foi avaliar o alinhamento e o controle posturais de médicos cirurgiões e não-cirurgiões, a fim de identificar e quantificar o posicionamento dos segmentos corporais e averiguar comparativamente possíveis alterações posturais. MÉTODO: Participaram do estudo 30 sujeitos no grupo teste (CI), que atenderam aos seguintes critérios de inclusão: ser médico, idade entre 30 anos e 60 anos, com, no mínimo, 2 anos de prática cirúrgica e 4 cirurgias semanais com duração de 2 horas cada uma. O grupo comparativo (CL) constituiu-se de 32 sujeitos, médicos clínicos, com idade similar ao do grupo CI. O grupo controle (CO) constituiu-se de 33 sujeitos não-médicos, com a mesma faixa etária dos grupos CL e CI, que atendiam aos seguintes critérios de exclusão: presença de dor musculoesquelética crônica ou dor aguda intensa; diagnóstico ou sequela de doença ortopédica, reumatológica ou respiratória; ou utilização de prótese. RESULTADOS: Observou-se alta incidência de alterações posturais no grupo CI, como joelho varo, hiperextensão, hiperlordose lombar e pé com maior apoio em calcâneo, além de outros desalinhamentos. Os resultados indicam que as atividades dos cirurgiões podem ser consideradas de risco para o sistema musculoesquelético. Por ser eminentemente cirúrgica, a especialidade de cirurgia plástica é de risco ainda maior. CONCLUSÕES: A atividade cirúrgica provoca alterações posturais progressivas nos cirurgiões, podendo reduzir a vida útil na profissão e prejudicar a qualidade de vida.

Palavras-chave: Postura. Médicos. Carga de trabalho.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Any deviation from the standard posture is considered a postural alteration; although this is not necessarily considered a disease, it may substantially affect the quality of life of surgeons. The aim of this study was to evaluate backbone alignment and posture in surgeons and physicians in order to identify and quantify the positioning of body segments and investigate possible postural alterations. METHODS: Thirty subjects participated in the study group (CI) and corresponded to the following inclusion criteria: physician, aged 30-60 years, with at least 2 years of surgical practice and performing 4 weekly surgeries lasting 2 h each. The comparative group (CL) included 32 clinical physicians, in the same age range as the CI group. The control group (CO) included 33 non-physicians in the same age range as the CL and CI groups, who satisfied the following exclusion criteria: chronic muscle-skeletal pain or acute intense pain, diagnosis of or sequelae from orthopedic, rheumatologic, or respiratory disease, or prosthetic use. RESULTS: We observed a high incidence of postural changes in the CI group, including varus thrust, hyperextension, lumbar hyperlordosis, and more foot support in the heel, and other misalignments. The results indicate that the activities of surgeons may be considered as a risk for the musculoskeletal system. Because the specialty of plastic surgery is particularly surgical, the risk is even higher in these surgeons. CONCLUSIONS: Surgical activity provokes progressive postural changes in surgeons and may reduce useful time in the profession and hinder the quality of life.

Keywords: Posture. Physicians. Workload.

 

Novo modelo animal para treinamento de rinoplastia

Gal Moreira Dini; Hamilton Aleardo Gonella; Leandro Fregadolli; Bruno Nunes; Ricardo Gozzano
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):201-205

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A rinoplastia apresenta um conjunto único de desafios para o cirurgião plástico. Destreza cirúrgica exige longa curva de aprendizado, que pode trazer resultados, por vezes, problemáticos, especialmente para o iniciante em um procedimento tão complexo. Entender as bases anatômicas e as propriedades mecânicas dos componentes nasais é fundamental para obter resultados satisfatórios na rinoplastia. Para melhorar o treinamento do cirurgião iniciante em rinoplastia, grande variedade de modelos tem sido descrita, como nariz de porco ou coelho, cartilagem do esterno de frango, modelos de silicone e, até mesmo, modelo virtual tridimensional do nariz humano gerado por computador. Neste artigo é proposto o uso da cabeça de ovelha como modelo para reprodução dos passos técnicos da rinosseptoplastia, constituindo uma ferramenta para educação e pesquisa cirúrgica. MÉTODO: Várias cabeças de ovelha foram dissecadas de forma reprodutível e as cartilagens nasais foram modeladas em diferentes formas, tal como descrito na literatura para modelo humano. Suturas foram colocadas nas cartilagens para simular os passos da rinoplastia estruturada. RESULTADOS: O modelo de caprinos reproduziu estruturas similares, incluindo as cruras medial e lateral e os ângulos domais, além de proporcionar orientação cefálica apropriada. A cartilagem septal é abundante para simulação de enxertos e vários ossos estão disponíveis para fratura e raspagem. CONCLUSÕES: Com um número estimado de mais de um bilhão de ovelhas domésticas no mundo, esse modelo tem o potencial de melhorar os resultados na rinoplastia, proporcionando maior oportunidade de treinamento em um procedimento que requer precisão, conhecimento e arte.

Palavras-chave: Rinoplastia. Nariz/cirurgia. Cirurgia plástica. Capacitação.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Rhinoplasty poses a unique set of challenges to the plastic surgeon. Surgical dexterity is associated with a long learning curve; this sometimes causes undesirable results, especially in the case of surgeons who are beginners at performing such a complex procedure. Understanding the anatomic basis and mechanical properties of its components is fundamental for achieving satisfactory results in rhinoplasty. To enhance surgical training for those learning the principles of rhinoplasty, a wide variety of models has been described. Among these are the nose of the pig and rabbit, chicken sternal cartilage, nasal silicone models, and even a virtual computer-generated 3-dimensional model of the human nose. OBJECTIVE: The authors propose the use of a sheep head as a model to replicate the technical steps involved in rhinoseptoplasty for surgical education and research. METHODS: Several fresh domestic sheep heads were obtained from a local butcher shop, dissected according to a predetermined set of steps, and modeled in different shapes as described in the literature for human models. Sutures were placed in the cartilage to simulate the steps of a structured rhinoplasty. RESULTS: The caprine model presents anatomical structures similar to those found in humans, including the medial and lateral crura, with appropriate cephalic orientation and domal angles. Septal cartilage was sufficient to simulate several grafts, and bones were available for fracture and rasping. CONCLUSIONS: With an estimated more than 1 billion domestic sheep worldwide, this model has the potential to improve outcomes in rhinoplasty by providing wider opportunities for training in a procedure that requires knowledge, precision, and artistry.

Keywords: Rhinoplasty. Nose/surgery. Plastic surgery. Training.

 

Resultados da ressecção de hemangiomas infantis nasais em fase proliferativa: abordagem segura para os tumores centrais da face

Dov Charles Goldenberg; Thadeu Rezende Rangel Fernandes; Patricia Yuko Hiraki; Pedro Henrique de Souza Smaniotto ; Tatiana de Moura; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):206-211

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O hemangioma infantil é o tumor benigno mais comum da infância, predominando na região cervicofacial. É caracterizado por apresentar 3 fases distintas, observando-se frequentemente regressão espontânea dessas lesões. No entanto, sequelas residuais ou deformidades das estruturas anatômicas em crescimento podem ocorrer. A abordagem cirúrgica precoce e definitiva é indicada, em decorrência da localização dos hemangiomas nasais e seu potencial desfigurante, visando à obtenção de bons resultados estéticos e preservação anatômica. O objetivo do presente estudo foi analisar os resultados da abordagem cirúrgica definitiva para hemangiomas proliferativos nasais, com base em uma avaliação objetiva. MÉTODO: No período de 1997 a 2009, 20 pacientes portadores de hemangiomas nasais em fase proliferativa foram submetidos a tratamento cirúrgico. As lesões foram avaliadas segundo local de acometimento e tratamento realizado. Foram analisados índices de complicações e necessidade de procedimentos adicionais. Os resultados estéticos foram avaliados por avaliadores independentes. RESULTADOS: As lesões estavam localizadas na ponta nasal em 50% dos pacientes; no dorso, em 20%; em todas as subunidades, em 15%; nas áreas paranasais, em 10%; e na unidade alar, em 5%. A ressecção foi total em 60% dos pacientes e subtotal em 40%. O período médio de acompanhamento foi de 42,6 meses. A média de procedimentos cirúrgicos por paciente foi de 1,3 ± 0,7. Nenhuma complicação importante foi observada. Os resultados foram positivamente avaliados quanto a redução do volume da lesão e melhora do contorno facial, corroborando a conduta proposta. CONCLUSÕES: No manejo dos hemangiomas nasais, o tratamento cirúrgico definitivo pode ser considerado uma alternativa segura e eficaz, com baixas taxas de complicação.

Palavras-chave: Hemangioma. Nariz. Criança. Cirurgia plástica. Avaliação de resultados.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Infantile hemangioma is the most common benign tumor in infancy and occurs most often in the cervicofacial region. Its course can be divided into 3 phases with frequent spontaneous regression. However, residual sequelae or anatomical structure deformities can occur. An early and definitive surgical approach aiming at good aesthetic results and anatomical preservation is indicated in such cases because of the localization of the nasal hemangiomas and their capacity to disfigure. This study analyzed the results of the definitive surgical approach for proliferative nasal hemangiomas according to an objective evaluation. METHODS: From 1997 to 2009, 20 patients suffering from nasal hemangiomas in the proliferative phase were treated surgically. The lesions were analysed according to the area affected and type of treatment. Complication rates and the need for additional procedures were analyzed. The aesthetic results were evaluated by independent evaluators. RESULTS: The lesions were localized in the tip of the nose in 50% of patients, dorsal area in 20%, all subunits in 15%, paranasal areas in 10%, and alar area in 5%. Resection was total and subtotal in 60% and 40% of the patients, respectively. The mean follow-up period was 42.6 months. The mean number of surgical procedures per patient was 1.3 ± 0.7. No significant complications were observed. The results were positively evaluated with respect to the reduction of lesion volume and improved face shape, corroborating the proposed approach. CONCLUSIONS: Definitive surgical treatment is a safe and effective alternative for the management of nasal hemangiomas and has low complication rates.

Keywords: Hemangioma. Nose. Child. Plastic surgery. Outcome assessment.

 

Enxerto ósseo de olécrano para aumento do dorso nasal

Ognev Meireles Cosac; Diogo Borges Pedroso; Flavia Roberta Paes Vasconcelos; Renato Sérgio de Medeiros Souza; Giuliano Trombetta Amaral
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):212-216

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O planejamento cirúrgico nas rinoplastias para tratamento do "dorso em sela" apresentou grande avanço nas últimas décadas, em decorrência do melhor manejo de enxertos e implantes. Porém, a escolha desses materiais é tema de controvérsia e debates. As forças da cicatriz no nariz com deformidades tendem a subjugar qualquer tipo de reconstrução que não seja rígida ou semirrígida. Assim, o enxerto ósseo é uma boa opção, pois é estável, apresentando boa disponibilidade e confiabilidade nos resultados estéticos. O enxerto ósseo de olécrano é de fácil coleta, tem uma única espessura do córtex, característica importante para resistir à reabsorção, além de proporcionar resultado estético estável. Este trabalho tem como objetivo discutir as vantagens da utilização do enxerto ósseo de olécrano em rinoplastias e demonstrar a experiência com esse tipo de procedimento. MÉTODO: Estudo descritivo e retrospectivo, sendo realizada revisão dos prontuários de pacientes submetidos a enxerto ósseo de olécrano para aumento de dorso nasal, no período de janeiro de 2000 a janeiro de 2010, com acompanhamento por igual período, no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Daher Lago Sul (Brasília, DF, Brasil). O controle de possível reabsorção do enxerto foi realizado com medidas antropométricas do nariz em documentação fotográfica, além de controle radiológico do enxerto. RESULTADOS: Foram operados 9 pacientes, sendo obtidos bons resultados estéticos. Em nenhum dos métodos para controle de possível reabsorção do enxerto ficou evidenciada alguma perda de projeção ou sinais de reabsorção óssea no acompanhamento com até 6 anos de pós-operatório. CONCLUSÕES: O enxerto de olécrano demonstrou ser uma boa opção para rinoplastias primárias ou secundárias, no tratamento do "dorso em sela", não tendo sido demonstrada reabsorção a longo prazo ou morbidade da área doadora, com bons resultados estéticos, previsíveis e duradouros.

Palavras-chave: Rinoplastia. Nariz/cirurgia. Transplante ósseo. Transplante autólogo.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Rhinoplasty surgery, performed for the treatment of "saddle-back" nose, has significantly improved in the last decades due to better management of grafts and implants. However, the choice of these materials is controversial and remains a subject of discussion. Scar contracture forces in nasal deformities prevent any type of reconstruction that is not rigid or semi-rigid. Therefore, the bone graft is an appropriate choice because it is stable, available, and reliable with regard to aesthetic outcomes. The olecranon bone graft is easily harvested and has a single cortical thickness, which is essential for resisting bone resorption and for providing long-lasting cosmetic results. The aim of this study is to discuss the advantages of the olecranon bone graft in rhinoplasty and to demonstrate our experience with this procedure. METHODS: In this descriptive and retrospective study, we reviewed the medical records of patients who underwent olecranon bone grafting for nasal dorsal augmentation between January 2000 and January 2010 and were consequently followed-up for an equivalent period, at the Plastic Surgery Service of Hospital Daher Lago Sul (Daher Lago Sul Hospital, Brasília, DF, Brazil). Possible graft resorption was monitored by anthropometric measurements of the nose with photographic documentation and graft radiological control. RESULTS: Satisfactory aesthetic results were achieved for the 9 patients who underwent surgery. According to the examinations performed to monitor possible graft resorption, projection loss or signs of bone resorption were not observed for up to 6 years after surgery. CONCLUSIONS: The olecranon bone graft proved to be a suitable choice for primary or secondary rhinoplasty to treat "saddle-back" nose, with no long-term resorption or morbidity of the donor area observed up to this point. Moreover, the olecranon bone graft provides satisfactory, predictable, and long-lasting aesthetic results.

Keywords: Rhinoplasty. Nose/surgery. Bone transplantation. Transplantation, autologous.

 

Uso de retalho cutâneo para reconstrução nasal após ressecção neoplásica

Francisco Felipe Laitano; Lourenço Frigeri Teixeira; Evandro José Siqueira; Gustavo Steff en Alvarez; Pedro Djacir Escobar Martins; Milton Paulo de Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):217-222

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução nasal é sempre desafiadora para o cirurgião plástico. As perdas de substância nasal são causadas principalmente por ressecção de neoplasias de pele. Existem muitas alternativas para cobertura cutânea e os retalhos cutâneos constituem a melhor opção, tanto cosmética como funcional. O objetivo deste trabalho é relatar a experiência do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Porto Alegre, RS, Brasil) na reconstrução de perdas de substância do nariz secundárias a ressecção oncológica, descrevendo os retalhos cutâneos mais utilizados para cobertura dos defeitos segundo a subunidade anatômica. MÉTODO: Foi realizada análise de 103 retalhos cutâneos nasais utilizados para reconstrução de 102 perdas de substância secundárias a neoplasia, em 96 pacientes operados no período de dezembro de 2008 a dezembro de 2011. As perdas de substância foram mapeadas de acordo com as subunidades anatômicas descritas por Burget & Menick, sendo registrado o número de vezes em que cada opção de reconstrução foi utilizada em cada subunidade. RESULTADOS: A maioria dos pacientes era do sexo masculino (51%) e a média de idade do grupo estudado foi de 64,7 anos. Dentre os tumores cutâneos, o carcinoma basocelular foi o mais frequente (85,3%), seguido de carcinoma espinocelular (5,9%). Na asa nasal, o retalho mais utilizado foi o bilobado (44%); na região lateral, o retalho de avançamento em V-Y (72%); no dorso nasal, o retalho glabelar estendido (59,2%); na ponta, o retalho bilobado (46,2%); e no teto nasal, o retalho glabelar, utilizado em todos os casos. CONCLUSÕES: São múltiplas as opções cirúrgicas para reconstrução do nariz após cirurgia oncológica, devendo-se escolher a mais adequada para cada caso, respeitando-se os contornos e a anatomia nasal, de acordo com os princípios de Burget & Menick.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos. Nariz/cirurgia. Neoplasias nasais. Neoplasias cutâneas.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Nasal reconstruction is always a challenge for the plastic surgeon. Loss of nasal mass is mainly caused by resection of skin cancers. Among the several available alternatives for covering the skin, skin flaps are the first cosmetic and functional choice. This study has 2 objectives: (1) to report the experiences of the Plastic Surgery Service of São Lucas Hospital of the Pontifical Catholic University of Rio Grande do Sul (Porto Alegre, RS, Brazil) in the reconstruction of nasal mass losses that resulted from tumor resection and (2) to describe the most commonly used skin flaps used for defect repair according to the anatomic subunit. METHODS: This study analyzed 103 nasal skin flaps used in the reconstruction of 102 nasal mass losses that resulted from tumor resection in 96 patients who underwent surgery between December 2008 and December 2011. Mass losses were mapped according to the anatomic subunits described by Burget and Menick. Moreover, the number of times each strategy was chosen for the reconstruction of the different subunits was recorded. RESULTS: Most of the patients were men (51%), and the average age of the analyzed group was 64.7 years. Basal cell carcinoma was the most prevalent skin cancer (85.3%), followed by squamous cell carcinoma (5.9%). The bilobed flap was commonly used for nasal alar lobule reconstruction (44%); V-Y advancement for the lateral region (72%); extended glabellar for the nasal dorsum (59.2%); bilobed for the nasal tip (46.2%); and glabellar for the nasal roof as well as in the cases mentioned above. CONCLUSIONS: Several surgical procedures are used for nasal reconstruction following tumor resection. The most suitable strategy should be chosen according to the patient in order to maintain the contours and nasal anatomy, as described by Burget and Menick.

Keywords: Surgical flaps. Nose/surgery. Nose neoplasms. Skin neoplasms.

 

Idade e indicações de osteotomias para avanço frontofacial em pacientes com craniossinostoses sindrômicas

Nivaldo Alonso; Hamilton Matushita; Dov Charles Goldenberg; Endrigo Oliveira Bastos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):223-226

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Desde o início da Cirurgia Craniofacial, muitos desafios foram ultrapassados. Problemas operatórios técnicos e de infraestrutura básica de atendimento especializado foram solucionados. Agora, 25 anos após as publicações iniciais dos avanços frontofaciais, há ainda algumas dúvidas quanto às indicações precisas da idade e do tipo de cirurgia a ser realizada. O objetivo deste estudo foi avaliar a evolução de pacientes submetidos a tratamento de craniossinostoses sindrômicas operados nos últimos 10 anos em nossa instituição. MÉTODO: Todos os pacientes sindrômicos submetidos a avanço frontofacial em monobloco ou somente facial isolado foram selecionados no período de 2001 a 2011. Foram selecionados 70 pacientes, 56 submetidos a avanço frontofacial em monobloco e 14, a avanço facial após remodelagem frontorbitária prévia. Todos os dados referentes a esses pacientes foram correlacionados, avaliando a idade e o resultado final. Os pacientes foram selecionados de acordo com idade à época da cirurgia, complicações existentes e resultados finais correlacionados com os principais problemas existentes previamente. RESULTADOS: Os pacientes sindrômicos apresentaram graus variados de resultados finais, dependendo da síndrome e da idade de realização do procedimento. Os avanços frontofaciais em monobloco apresentaram baixo índice de complicações pós-operatórias imediatas, porém ficou demonstrada a necessidade de procedimentos futuros ao final do crescimento facial. Nos pacientes submetidos a cirurgias mais tardiamente, o índice de resultados positivos foi maior. CONCLUSÕES: Nos casos de craniossinostoses graves, com problemas funcionais, a indicação de avanço frontofacial em monobloco continua sendo a melhor opção terapêutica.

Palavras-chave: Craniossinostoses/cirurgia. Anormalidades craniofaciais. Avaliação de resultados.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Craniofacial surgery has overcome many challenges since its initiation into clinical practice. Several technical issues have been addressed and the basic infrastructure of the specialty has now been developed. At present, 25 years after the first publications on frontofacial advancement, questions still remain as to the appropriate age for surgery and the appropriate type of surgery that should be performed. The aim of this study was to evaluate patients surgically treated for syndromic craniosynostosis over the last 10 years at our institution. METHODS: All syndromic patients who underwent monobloc frontofacial advancement or only isolated facial advancement from 2001 to 2011were selected. Out of 70 patients in total, 56 underwent monobloc frontofacial advancement and 14 underwent facial advancement after fronto-orbital remodeling. All data concerning these patients were correlated with patient age and final result. Moreover, age at surgery, complications, and final results were correlated with the main preexisting problems. RESULTS: Final results for syndromic patients varied, depending on the syndrome and the age at which the procedure was performed. Monobloc frontofacial advancements had a low index of immediate postoperative complications, but there was a clear need for further procedures at the time of final facial growth. The index of positive outcome was higher in patients who underwent surgery at an older age. CONCLUSIONS: In cases of severe craniosynostosis with functional problems, monobloc frontofacial advancement is still the best therapeutic option.

Keywords: Craniosynostoses/surgery. Craniofacial abnormalities. Outcome assessment.

 

Reconstrução de grandes defeitos de couro cabeludo e fronte em oncologia: tática pessoal e experiência - análise de 25 casos

Cleyton Dias Souza
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):227-237

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Neoplasias malignas extensas em couro cabeludo e fronte tornam-se um desafio para o cirurgião plástico, em decorrência das particularidades anatômicas da região. Apesar da existência de muitas técnicas para o reparo dos defeitos, a reconstrução ideal depende da avaliação criteriosa de cada caso clínico e tem por finalidade alcançar o melhor resultado, tanto funcional como estético, com mínima morbidade no sítio doador. O objetivo deste estudo é avaliar uma série de pacientes submetidos a reconstrução imediata após ressecção oncológica em couro cabeludo e fronte, demonstrando tática pessoal e experiência do autor. MÉTODO: Trata-se de análise retrospectiva de 25 pacientes operados no período de junho de 2009 a junho de 2011, submetidos a reconstrução de couro cabeludo e da fronte após tratamento de câncer de pele avançado dessa região. Foram estudados os seguintes parâmetros: sexo, idade, diagnóstico, estadiamento clínico, localização e dimensão do defeito, tática de reparo, complicações e estado clínico atual. RESULTADOS: Amostra composta de 25 pacientes, sendo 60% homens, com média de idade de 64,8 anos. O estádio clínico III foi o mais frequente (88%), o diagnóstico de maior incidência foi o de carcinoma espinocelular (84%) e a região biparietal foi a localização mais atingida (20%). O tamanho dos defeitos variou de 3,8 cm x 3,5 cm a 22,9 cm x 15 cm. A técnica de reparo mais utilizada (80%) foi a confecção de retalho local. Ocorreram 2 (8%) casos de necrose parcial do retalho e 1 (4%) caso de perda parcial do enxerto. Todos os pacientes estão vivos, dos quais apenas um apresenta sinais de neoplasia maligna em atividade (recidiva tumoral e fora de possibilidade terapêutica). Quanto aos aspectos funcional e estético, tanto o autor como os pacientes consideram o resultado bom. CONCLUSÕES: Na literatura internacional, são descritas várias técnicas de reconstrução do couro cabeludo. Na maioria dos casos com grande perda de tecidos moles, os retalhos microcirúrgicos são as opções mais aceitas. A reconstrução com retalhos locais de avanço constitui opção bastante segura e apresenta resultados favoráveis, com realização técnica mais simples e taticamente ideal para aqueles casos limítrofes de operabilidade.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos. Cirurgia plástica. Couro cabeludo/cirurgia. Neoplasias de cabeça e pescoço. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: The anatomical peculiarities of extensive malignant neoplasms of the scalp and forehead remain a challenge for plastic surgeons. Although several procedures for repair of these defects have been described, the ideal reconstruction relies on careful assessment of each clinical case and aims to achieve the best functional and aesthetic outcome with minimal morbidity of the donor area. The aim of this study is to evaluate a series of patients who underwent immediate reconstruction following scalp and forehead tumor resection, in order to demonstrate the personal technique and experience of the author. METHODS: This is a retrospective analysis of 25 patients who underwent scalp and forehead reconstruction between June 2009 and June 2011 following treatment for advanced skin cancer. The following parameters were studied: gender, age, diagnosis, clinical staging, location and size of the defect, repair strategy, complications, and current clinical status. RESULTS: Of the 25 patients, 60% were men; the average age was 64.8 years. Patients most frequently presented in clinical stage III (88%). Squamous cell carcinoma was the most common tumor (84%) and the biparietal region was the most commonly affected area (20%). The size of the defects varied from 3.8 cm × 3.5 cm to 22.9 cm × 15 cm. The reconstructive procedure used most often (80%) relies on the production of a local flap. Two (8%) cases of partial flap necrosis and 1 case (4%) of partial graft loss were noted. All patients are still alive and only one shows signs of proliferative malignant neoplasm (tumor recurrence without treatment options). With regard to functional and aesthetic aspects, both the author and the patients considered the results obtained to be satisfactory. CONCLUSIONS: In the literature, a variety of procedures for scalp reconstruction have already been described. In patients with extensive loss of soft tissues, microsurgical flaps are the most commonly used option. Reconstruction with a local advancement flap is a safe technique, provides satisfactory results, and is performed with a simple technical procedure. It therefore may be ideal for borderline-operable patients.

Keywords: Surgical flaps. Plastic surgery. Scalp/surgery. Head and neck neoplasms. Reconstructive surgical procedures.

 

Redução da região frontal com incisão pré-capilar: relato de experiência e indicações

José Nava Rodrigues Neto; Diogo Borges Pedroso; Flávia Roberta Paes Vasconcelos; Ricardo Cintra Júnior; Marina de Souza Borgatto; João Pedro Pontes Câmara Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):238-242

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A testa longa pode dar uma aparência menos atraente, desproporcional e caracterizar o envelhecimento. O objetivo deste trabalho é demonstrar a experiência dos autores na redução da região frontal com incisão pré-capilar e reforçar as indicações desse procedimento. MÉTODO: Foram estudados, retrospectivamente, pacientes submetidos a redução da região frontal por incisão pré-capilar, no período de 2005 a 2011. As indicações para incisão anterior na linha do cabelo foram ptose da sobrancelha, em pacientes que possuíam cabelos frontais finos e escassos, testa longa congênita ou enrugamento amplo de testa. RESULTADOS: A incisão pré-capilar foi realizada em 31 pacientes, com acompanhamento médio de 1,5 ano. Não houve problemas relacionados à vascularização do retalho. Todos os pacientes relataram parestesia temporária, com recuperação em até 1 ano. Três pacientes apresentaram seromas no pós-operatório, tratados com punção. Todos os pacientes relataram que os benefícios da redução da linha do cabelo ultrapassaram as desvantagens de uma cicatriz possivelmente mais visível. CONCLUSÕES: O procedimento de ritidectomia frontal com incisão pré-capilar é indicado para pacientes com cabelos frontais finos e escassos, com enrugamento amplo da testa ou com testa longa congênita/senil e que desejem reduzi-la.

Palavras-chave: Testa/cirurgia. Ritidoplastia. Rejuvenescimento.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: A long forehead can give a less attractive and disproportionate appearance. It may also indicate aging. The objective of this study is to show the experience of the authors in forehead reduction using precapillary incision and to support the indications for this procedure. METHODS: Patients who underwent precapillary incision for forehead reduction between 2005 and 2011 were retrospectively analyzed. The indications for an anterior hairline incision were eyebrow ptosis in patients with thin and sparse frontal hair, congenital long forehead, or extensive forehead wrinkles. RESULTS: Precapillary incision was performed in 31 patients, who were followed up for an average of 1.5 years. No problems related to flap vascularization were detected. All patients reported temporary paresthesia, from which they recovered within 1 year. Three patients presented seromas during the postoperative period and were treated using puncturing. All patients reported that the benefits of altering the hairline were greater than the disadvantages of a possibly more visible scar. CONCLUSIONS: Frontal rhytidectomy using precapillary incision is recommended in patients who wish to correct thin and sparse frontal hair, extensive forehead wrinkles, or congenital/ senile long forehead.

Keywords: Forehead/surgery. Rhytidoplasty. Rejuvenation.

 

Reconstrução palpebral com enxerto de cartilagem autóloga de concha de orelha

José Carlos Ribeiro Resende Alves; Rebeca Paohwa Liu; Aloísio Ferreira da Silva Filho; Nárlei Amarante Pereira; Eduardo Eustáquio Salera de Carvalho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):243-248

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Neste estudo, foram avaliados os resultados alcançados com a técnica de Matsuo para reconstrução palpebral na Clínica de Cirurgia Plástica do Hospital Felício Rocho, entre dezembro de 1992 e maio de 2011. Além disso, foi realizada revisão não-sistemática de artigos publicados sobre reconstrução palpebral com cartilagem de concha de orelha. MÉTODO: Foram estudados 13 pacientes submetidos a reconstrução palpebral após ressecção de neoplasias. RESULTADOS: Em todos os pacientes, os resultados observados foram satisfatórios, com epitelização espontânea da cartilagem de concha de orelha. Na revisão não-sistemática da literatura foram encontrados 10 trabalhos, totalizando 111 pacientes, que utilizaram cartilagem da orelha para reconstrução, com bons resultados. CONCLUSÕES: A técnica de Matsuo mostra-se uma boa opção para a reconstrução palpebral.

Palavras-chave: Pálpebras/cirurgia. Neoplasias palpebrais. Transplante autólogo. Pavilhão auricular.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: In this study, we evaluated the results obtained with Matsuo's technique for eyelid reconstruction at the Clínica de Cirurgia Plástica do Hospital Felício Rocho (Plastic Surgery Clinic of the Hospital Felício Rocho) from December 1992 to May 2011. Furthermore, we performed a nonsystematic review of published articles reporting eyelid repair using conchal cartilage graft from the ear. METHODS: We studied 13 patients who were subjected to eyelid reconstructions after resection of neoplasias. RESULTS: We observed satisfactory results in all patients, with spontaneous epithelialization of the conchal cartilage. In the nonsystematic literature review, we found 10 articles, covering 111 patients, that reported the use of ear cartilage for eyelid repair with good results. CONCLUSIONS: Thus, the Matsuo technique appears to be a good option for eyelid repair.

Keywords: Eyelids/surgery. Eyelid neoplasms. Transplantation, autologous. Ear auricle.

 

Eficácia do retalho adipofascial retroauricular em otoplastia

Luis Fernando Ungarelli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):249-259

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As técnicas de otoplastia que utilizam suturas permanentes para moldar as cartilagens apresentam elevada taxa (de até 22%) de incidência de problemas granulomatosos no pós-operatório. Para controlar essas complicações, Horlock et al., em 2001, desenvolveram o retalho adipofascial retroauricular. Neste trabalho, são comparados pacientes submetidos a otoplastia com e sem o uso desse retalho, com o objetivo de identificar a incidência de complicações com suturas, avaliar a eficácia do retalho adipofascial retroauricular na prevenção dos problemas com as suturas definitivas aplicadas na cartilagem auricular, e analisar se a confecção desse retalho envolveu aumento da taxa de outras complicações de otoplastia que não as relacionadas às suturas, especialmente deiscência de suturas ou má cicatrização no pós-operatório. MÉTODO: Foram revisados os prontuários de 24 pacientes submetidos a otoplastias realizadas no período de 2007 a 2009 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (Ribeirão Preto, SP, Brasil). Os pacientes foram divididos em 2 grupos, um deles compreendendo a técnica "clássica" (grupo clássico, n = 24 orelhas) e o outro, a técnica de "retalho" (grupo retalho, n = 24 orelhas), de forma retrospectiva e com tempo pós-operatório mínimo de 24 meses. RESULTADOS: A incidência total de complicações graves de suturas foi de zero no grupo retalho e de 20,8% no grupo clássico. Edema mais acentuado nos primeiros 14 dias de pós-operatório também foi identificado no grupo retalho em 41,6% dos pacientes vs. 12,5% dos pacientes do grupo clássico. O passo técnico de confecção do retalho adipofascial retroauricular não aumentou o tempo cirúrgico. É plausível que a cobertura tecidual retroauricular mais robusta sobre as suturas e o fato de que o tecido em contato com essas suturas seja subcutâneo íntegro sejam os possíveis fatores responsáveis pela queda da incidência de problemas granulomatosos significativos nas otoplastias em que se utilizou o retalho. CONCLUSÕES: Após a introdução do retalho adipofascial retroauricular, a incidência de complicações relacionadas a granulomas caiu para zero, demonstrando a eficácia do retalho na prevenção dessas complicações. Esse benefício foi obtido sem que houvesse aumento da incidência de outras complicações ou do tempo cirúrgico. Este estudo sugere que o retalho adipofascial retroauricular pode ser uma importante adição ao armamentário técnico dispensado à otoplastia.

Palavras-chave: Orelha externa/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Procedimentos cirúrgicos otológicos.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Otoplasty techniques using permanent sutures to mold cartilage have high rates of incidence of granulomatous issues (up to 22%) during the postoperative period. In order to control these complications, Horlock et al. developed the adipofascial retroauricular flap in 2001. In the present study, we compared patients who underwent otoplasty with or without the use of this flap. We aimed to quantify the incidence of complications affecting the sutures, evaluate the efficacy of the retroauricular adipofascial flap in the prevention of problems associated with the permanent sutures applied to the auricular cartilage, and analyze if the preparation of this flap increased the rates of other types of complications not related to the sutures, particularly suture dehiscence or defective wound healing during the postoperative period. METHODS: We consulted the medical records of 24 patients who underwent otoplasties from 2007 to 2009 at the Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (Clinics Hospital of Ribeirão Preto, Faculty of Medicine of the University of São Paulo). The patients were divided into 2 groups, one where a "classic" technique was used (n = 24 ears) and another where the "flap" technique was used (n = 24 ears). Patients were reviewed in a retrospective manner and had a minimal postoperative period of 24 months. RESULTS: The total incidence of important complications related to the sutures was zero in the "flap" group and 20.8% in the "classic" group. Edema was more pronounced in the first 14 postoperative days, and was identified in 41.6% of patients in the flap group versus 12.5% of the patients in the classic group. The technical steps involved in preparing the adipofascial retroauricular flap did not increase surgical time. It is possible that the retroauricular tissue covering the sutures (which is stronger) and the tissue connecting these sutures (preserved subcutaneous tissues) were the main factors responsible for the significant decrease in granulomatous complications after otoplasties in which the flap was used. CONCLUSIONS: After the retroauricular adipofascial flap was introduced, the incidence of complications was reduced to zero, demonstrating the efficacy of this flap in the prevention of complications related to granulomas. This benefit was obtained without an increase in the incidence of other complications or surgical time. This study suggests that the retroauricular adipofascial flap may be an important addendum to the technical tools used during otoplasty.

Keywords: Ear, external/surgery. Otologic surgical procedures/methods. Surgical flaps.

 

Ritidoplastia sem cicatriz periauricular

Alfonso Riascos; Ricardo Baroudi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):260-265

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As incisões cutâneas de acesso nas ritidoplastias têm apresentado grande diversidade desde os seus primórdios, nas duas primeiras décadas do século passado, até a atualidade. Numerosas também têm sido as táticas cirúrgicas em busca de refinamentos que pudessem reduzir estigmas cicatriciais, distorções anatômicas da orelha externa e perda de cabelo. No sentido de reduzir as inconveniências das cicatrizes periauriculares e das alterações pilosas ainda frequentes, com aplicabilidade numa ampla gama de pacientes de diferentes faixas etárias, foi proposta a realização da ritidoplastia sem incisão pré e retroauricular, mediante duas vias de acesso: uma no limite piloso da região temporal e outra, submentoniana. Este estudo tem por objetivo apresentar os resultados obtidos com o emprego dessa técnica de ritidoplastia sem cicatriz periauricular. MÉTODO: No período de outubro de 2008 a fevereiro 2012, 228 pacientes, sendo 80% do sexo feminino, foram submetidos a ritidoplastia mediante uma incisão curta e sem incisão coronal, no Centro Médico Imbanaco (Cali, Colômbia). Todos os pacientes receberam tratamento cervical mediante via de acesso submentoniana com ampla dissecção seletiva e interligada com o andar médio da face, para tratamento do platisma, quando necessário, e ressecção dos excessos cutâneos. Smasplastia, lipoaspiração, enxerto de gordura e laser, além de outros procedimentos não-cirúrgicos, foram utilizados concomitante e seletivamente, no mesmo ato ou em atos operatórios distintos. A técnica foi contraindicada a pacientes após grandes perdas ponderais e excessiva flacidez de pele tanto facial como cervical. RESULTADOS: Os resultados estéticos obtidos com a técnica de ritidoplastia sem cicatriz periauricular foram considerados satisfatórios pelos pacientes e pela equipe cirúrgica na totalidade dos pacientes, com manutenção a médio e longo prazos. A incidência de complicações pós-operatórias foi pequena, sendo mais comum a presença de assimetria da região temporal e de cicatrizes não-estéticas em 2,6% e 2,2% dos pacientes, respectivamente. CONCLUSÕES: As ritidoplastias com vias de acesso submentoniana e pré-capilar na região temporal, sem cicatrizes periauriculares, têm oferecido resultados a médio e longo prazos que justificam sua indicação, pelo fato de permitirem tratamento do andar médio da face e da região cervical, evitando-se as possíveis complicações descritas na literatura.

Palavras-chave: Face/cirurgia. Ritidoplastia. Cirurgia plástica/métodos.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Surgical skin incisions in rhytidoplasty are very diverse compared to their original form approximately 100 years ago, when the operation was first performed. Many strategies have been proposed to improve this procedure so as to reduce scarring, anatomic distortion of the external ear, and hair loss. To diminish the inconveniences of periauricular scars and hair loss and in order to apply the technique to patients of different age groups, rhytidoplasty without preauricular and retroauricular incisions were performed using 2 surgical access points: the hairline on the temporal region and the submental region. The aim of this study is to report the results obtained using this rhytidoplasty technique which avoided periauricular scarring. METHODS: From October 2008 to February 2012, 228 patients (80% female) underwent rhytidoplasty performed by means of a short incision instead of a coronal incision. Patients received cervical treatment through a submental access, which facilitated an extensive selective dissection linked to the midface plane for platysma treatment and, when necessary, resection of excess skin. SMAS-plasty, liposuction, fat graft, and laser treatment, in addition to other non-surgical procedures, were selectively combined in the same procedure or an additional procedure. The procedure is contraindicated in patients who present after extensive weight loss and with excessive flaccidity of facial and cervical skin. RESULTS: Overall, the aesthetic results obtained with rhytidoplasty without periauricular scarring were considered satisfactory both by the patients and the surgical team and provided good mid-and long-term results. Few complications were observed after surgery; these included asymmetry in the temporal region and non-aesthetic scars, which were detected in 2.6% and 2.2% of the patients, respectively. CONCLUSIONS: Rhytidoplasties without periauricular scarring that were performed through submental and precapillary incisions in the temporal region provided good mid-to long-term results. This justified their use, particularly if we consider that treatment of the midface plane and cervical region might prevent the development of possible complications described in the literature.

Keywords: Face/surgery. Rhytidoplasty. Plastic surgery/methods.

 

Ritidoplastias: smasplastia cervicofacial mediante sutura de vetores

Nelson Augusto Letizio; Jaime Anger; Ricardo Baroudi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):266-271

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O tratamento do SMAS (do inglês, superficial muscular aponeurotic system) nas ritidoplastias faciais tem apresentado contínua evolução desde sua aplicação nos trabalhos pioneiros, na década de 1970. As várias publicações sobre os diferentes tipos de procedimento registram a diversidade do tempo de eficácia e dos efeitos dessa cirurgia. Neste artigo é apresentada mais uma tática cirúrgica que vem sendo aplicada ao SMAS nos últimos 5 anos, cujos resultados a médio e longo prazos têm sido satisfatórios. MÉTODO: Nos últimos 5 anos, 274 pacientes foram operados e acompanhados, sendo 41 do sexo masculino e 233 do sexo feminino, com idades variando de 35 anos a 84 anos. Em todos os pacientes, a conduta seguiu a mesma sistematização de não dissecar o SMAS, mas realizar sua sutura segundo a direção de 5 vetores, 3 na face e 2 na região cervical. RESULTADOS: A maioria dos casos tem sido avaliada clínica e fotograficamente, uma vez por ano, demonstrando melhor qualidade dos resultados em pacientes pertencentes a diferentes faixas etárias e sem necessidade de indicação de nova cirurgia. CONCLUSÕES: A sutura do SMAS segundo 5 vetores especificamente orientados na face e na região cervical tem determinado melhor qualidade dos resultados a longo prazo nas ritidoplastias em pacientes de diferentes faixas etárias, além de evitar as intercorrências e as complicações registradas na literatura.

Palavras-chave: Ritidoplastia/métodos. Face/cirurgia. Cirurgia plástica/métodos. Rejuvenescimento.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Treatment of the superficial muscular aponeurotic system (SMAS) with rhytidoplasty has been continually improving since the pioneering works of the 1970s. The procedures in current usage and described in the literature differ with regard to results as well as to what constitutes an efficient operation. This article describes a surgical procedure that has been applied for SMAS treatment for the last 5 years and which provides satisfactory mid-and long-term results. METHODS: During the past 5 years, we operated on 274 patients (age range, 35-84; 233 female and 41 male) and monitored them thereafter. In all cases, the procedure followed the same strategy, which involved suturing the SMAS according to 5 vectors, 3 in the face and 2 in the neck, instead of dissecting it. RESULTS: Most cases were clinically and photographically evaluated yearly. In all age groups, this treatment yielded better results than the traditional methods involving SMAS dissection, as no additional surgeries were required. CONCLUSIONS: SMAS suturing according to 5 specifically oriented vectors in the face and neck provides better long-lasting results in patients of various ages submitted to rhytidoplasty. Moreover, this procedure avoids the complications described in the literature.

Keywords: Rhytidoplasty/methods. Face/surgery. Plastic surgery/methods. Rejuvenation.

 

Análise dos resultados estéticos na reconstrução mamária com TRAM ipsilateral vs. contralateral

Juliana Régia Furtado Matos; Iana Silva Dias; Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):272-276

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução mamária com retalho do músculo reto abdominal (TRAM, do inglês transverse rectus abdominis myocutaneous) tem se tornado um procedimento comumente realizado desde a década de 1990. O TRAM ipsilateral vem demonstrando ser tão seguro quanto o retalho contralateral na reconstrução mamária. Entretanto, estudos avaliando o resultado estético com as duas técnicas são escassos na literatura. A proposta deste estudo é comparar os resultados cosméticos entre os retalhos pediculados ipsilateral e contralateral. MÉTODO: Foi realizada avaliação prospectiva de 29 pacientes submetidas a reconstrução imediata com TRAM ipsilateral e contralateral. Os grupos foram comparados entre si, analisando-se os resultados estéticos. RESULTADOS: O estudo incluiu 29 pacientes, com média de idade foi 43 ± 7 anos. O grupo 1 (TRAM ipsilateral) apresentou o sulco inframamário bem definido em 91,7% dos casos, comparativamente a 52,9% no grupo 2 (TRAM contralateral). Observou-se abaulamento na região xifoide em 8,3% dos pacientes do grupo 1 e em 23,5% dos pacientes do grupo 2. A diferença na forma global da mama reconstruída não foi importante, com 66,7% e 70,6% de simetria nos grupos 1 e 2, respectivamente. CONCLUSÕES: O TRAM ipsilateral demonstrou melhor manutenção do sulco inframamário e menor abaulamento na região xifoide. Entretanto, a forma global da mama e a projeção do polo inferior da mama foram similares entre os dois grupos.

Palavras-chave: Mama/cirurgia. Mamoplastia. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Retalhos cirúrgicos. Músculos abdominais.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Breast reconstruction by using the rectus abdominis muscle (transverse rectus abdominis myocutaneous, TRAM) flaps is a common procedure that has been performed since the 1990s. Ipsilateral TRAM flaps were proven to be as safe as contralateral flaps for breast reconstruction. However, studies comparing the aesthetic outcomes of the two procedures are poorly described in the literature. The aim of this study was to compare the cosmetic outcomes of ipsilateral and contralateral pedicled flaps. METHODS: We prospectively evaluated 29 cases of immediate reconstruction with ipsilateral (group 1) or contralateral (group 2) TRAM flaps. The aesthetic outcomes were analyzed and the two groups were compared. RESULTS: The average age of the patients was 43 ± 7 years. In group 1 (ipsilateral TRAM), 91.7% of the patients presented a well-defined inframammary fold, as compared to 52.9% of the patients in group 2 (contralateral TRAM). In group 1, 8.3% of patients showed xiphoid bulges, whereas they were observed in 23.5% of patients in group 2. The difference in the overall shape of the reconstructed breast was not significant; symmetry was observed in 66.7% and 70.6% of patients in groups 1 and 2, respectively. CONCLUSIONS: Ipsilateral TRAM flaps allow better preservation of the inframammary fold and cause less xiphoid bulge. However, the overall shape of the breast and the projection of its lower pole were similar between the two groups.

Keywords: Breast/surgery. Mammaplasty. Reconstructive surgical procedures. Surgical flaps. Abdominal muscles.

 

Abordagem cirúrgica para o tratamento da ginecomastia conforme sua classificação

Mário Múcio Maia de Medeiros
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):277-282

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A ginecomastia é a proliferação benigna mais comum do tecido glandular da mama masculina, causada pela alteração do equilíbrio entre as concentrações de estrógeno e andrógeno. Na maioria dos casos, o principal tratamento é a cirurgia. O objetivo deste trabalho foi demonstrar a aplicabilidade das técnicas cirúrgicas consagradas para a correção da ginecomastia, de acordo com a classificação de Simon, e apresentar uma nova contribuição. MÉTODO: Este trabalho foi realizado no período de março de 2009 a março de 2011, sendo incluídos 32 pacientes do sexo masculino, com idades entre 13 anos e 45 anos. A escolha da incisão foi relacionada à necessidade ou não de ressecção de pele. Foram utilizadas quatro técnicas da literatura e uma modificação da técnica por incisão circular com prolongamentos inferior, superior, lateral e medial, quando havia excesso de pele também no polo inferior da mama. RESULTADOS: A principal causa da ginecomastia identificada entre os pacientes foi idiopática, seguida pela obesidade e pelo uso de esteroides anabolizantes. CONCLUSÕES: A técnica mais utilizada foi a incisão periareolar inferior proposta por Webster, quando não houve necessidade de ressecção de pele. Na presença de excesso de pele, a técnica escolhida variou de acordo com a quantidade do tecido a ser ressecado. A nova técnica proposta permitiu maior remoção do tecido dermocutâneo glandular e gorduroso da mama, quando comparada às demais técnicas utilizadas na experiência do cirurgião.

Palavras-chave: Cirurgia plástica/métodos. Mama/cirurgia. Ginecomastia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Gynecomastia is the most common benign proliferation of the glandular tissue of the male breast and is caused by an alteration of the balance between estrogen and androgen concentrations. In most cases, the treatment of choice is surgery. In this study, we aimed to indicate the efficacy of established surgical procedures for the correction of gynecomastia, as evaluated according to Simon's classification, and to present a novel contribution. METHODS: This study was performed between March 2009 and March 2011. It included 32 male patients, aged between 13 and 45 years. The type of incision was chosen on the basis of the need for skin resection. We used 4 techniques described in the literature and a modified procedure of circular incision with inferior, superior, lateral, and medial extensions, which we employed when excess skin was also present in the lower pole of the breast. RESULTS: Idiopathic gynecomastia was the most common etiology among our patients, followed by obesity and by use of anabolic steroids. CONCLUSIONS: The common procedure to correct gynecomastia was based on the inferior periareolar incision proposed by Webster, which we employed in patients who did not require skin resection. In the presence of excess skin, the technique chosen varied according to the amount of tissue to be resected. In the present report, we propose a novel technique that facilitates larger dermal, glandular, and fatty breast tissue removal when compared to other procedures previously used by this surgeon.

Keywords: Plastic surgery/methods. Breast/surgery. Gynecomastia.

 

Mastopexia após perda ponderal maciça: suspensão dérmica, remodelação do parênquima e aumento com tecido autógeno

Alberto Okada; Fabio Lopes Saito; Patricia Yuko Hiraki; Simone Orpheu; Hugo Nakamoto; Rolf Gemperli; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):283-289

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Pacientes com perda ponderal significativa podem apresentar mamas com ptose acentuada, perda de projeção do polo superior e excesso de tecido na porção toracolateral. Rubin & Khachi descreveram técnica de mastopexia com suspensão dérmica e remodelação do parênquima associada a aumento com tecido autógeno, tratando a deformidade mamária e o excesso toracolateral em um só estágio. Neste trabalho, é ilustrada essa técnica cirúrgica e demonstradas sua reprodutibilidade e suas complicações. MÉTODO: Foram operadas 14 pacientes com deformidade graus 2 e 3 pela Escala de Pittsburgh, no Hospital Estadual de Sapopemba (São Paulo, SP, Brasil), no período de dezembro de 2008 a dezembro de 2009, utilizando a técnica referida. Foram analisados os seguintes dados: tipos de deformidade das mamas, translocação do complexo areolopapilar (CAP), dimensões dos retalhos, tempo cirúrgico, tempo de permanência do dreno e incidência de complicações. RESULTADOS: A média de idade das pacientes foi de 41,21 ± 7,67 anos e o índice de massa corporal médio foi de 29,30 ± 2,77. O tempo de seguimento das pacientes variou de 3 meses a 18 meses, com média de 8 meses. Dentre as 14 pacientes operadas, 4 (28,6%) apresentavam deformidade grau 3 e 10 (71,4%), grau 2. A média de translocação do CAP foi de 6,38 cm. As dimensões médias do retalho foram de 25,21 cm x 6,92 cm. O tempo cirúrgico médio foi de 188,57 minutos. Os drenos permaneceram, em média, por 6,21 dias. Foram observadas as seguintes complicações: epiteliose de CAP, deiscência na junção do T, hematoma pequeno e linfedema toracolateral. CONCLUSÕES: A mastopexia com suspensão dérmica, remodelação do parênquima e aumento com tecido autólogo é uma técnica reprodutível, rápida e com baixo índice de complicações.

Palavras-chave: Mamoplastia. Perda de peso. Complicações pós-operatórias. Mama/cirurgia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Patients who experience major weight loss may have pronounced breast ptosis, loss of projection of the higher pole, and excessive tissue in the lateral thorax. Rubin & Khachi described a mastopexy technique with dermal suspension and parenchymal remodeling associated with augmentation with autologous tissue. This technique treats the mammary deformity and the excessive tissue in the lateral thorax in a single surgery. In this study, we describe this surgical technique and demonstrate its reproducibility and the possible complications. METHODS: From December 2008 to December 2009, surgery was performed using the technique described above on 14 patients with grade 2 and 3 deformities according to the Pittsburgh scale. The following data were analyzed: type of breast deformity, translocation of the papillary-areolar complex (PAC), dimension of the flaps used, surgical time, permanence time of the drain, and the incidence of complications. RESULTS: The mean age of the patients was 41.21 ± 7.67 years and the mean body mass index was 29.30 ± 2.77. The follow-up period ranged from 3 months to 18 months, with a mean of 8 months. Among the 14 patients that underwent surgery, 4 patients (28.6%) had grade 3 deformities and 10 patients (71.4%), had grade 2 deformities. The mean translocation of the PAC was 6.38 cm, the mean dimensions of the flap were 25.21 cm × 6.92 cm, and the mean surgical time was 188.57 minutes. The drains remained for an average of 6.21 days. The following complications were observed: PAC epitheliosis, dehiscence of the T-junction, a small hematoma, and lateral thoracic lymphedema. CONCLUSIONS: Mastopexy with dermal suspension, parenchyma remodeling, and augmentation with autologous tissue is a reproducible technique that can be performed quickly and has a low complication rate.

Keywords: Mammaplasty. Weight loss. Postoperative complications. Breast/surgery.

 

Implantes complementares na reconstrução mamária

João Medeiros Tavares Filho; Manoel Belerique; Diogo Franco; Guilherme Arbex; Marcio Arnaut Junior; Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):290-293

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A depressão na parede anterior da axila pós-mastectomia gera insatisfação das pacientes ao vestirem roupas mais decotadas; além disso, pode haver dificuldade na elevação do braço quando há aderências e retrações nessa região. Nessas pacientes, utilizamos implantes complementares, que reconstituem a anatomia local de forma satisfatória, oferecendo benefícios funcionais ao remover bridas cicatriciais. Esses implantes estão disponíveis em variados tamanhos e volumes, podendo ser empregada mais de uma prótese no mesmo local, se necessário. O objetivo deste estudo é demonstrar a experiência da Disciplina de Cirurgia Plástica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, RJ, Brasil) com o emprego de implantes complementares na reconstrução mamária pós-mastectomia, buscando melhorar os aspectos estético e funcional da região axilar. MÉTODO: A inclusão de implantes de silicone complementares para reconstrução mamária pós-mastectomia foi realizada em 6 pacientes do sexo feminino, com idade entre 34 anos e 75 anos. O volume dos implantes variou de 20 ml a 120 ml. Largura, comprimento e profundidade da área da axila a ser preenchida foram mensurados, para definir volume, dimensões e número de implantes que seriam utilizados. A via de acesso utilizada para inserção dos implantes foi a cicatriz da reconstrução mamária. RESULTADOS: O seguimento pós-operatório variou de 6 meses a 8 anos, não sendo observada contratura capsular em nenhum caso. Todas as pacientes referiram melhora funcional na movimentação do braço, bem como satisfação com o resultado estético pela possibilidade de uso de roupas mais decotadas. CONCLUSÕES: A inclusão de implantes de silicone de formato semilunar no refinamento da reconstrução mamária é um método simples e de fácil realização, com resultados bastante previsíveis, necessitando apenas de uma cirurgia. Os implantes podem ser substituídos, aumentados ou removidos, se necessário.

Palavras-chave: Implante mamário. Implantes de mama. Próteses e implantes. Mamoplastia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Depression in the anterior wall of the axilla following mastectomy is distressing to patients when they wear summer clothing and may also cause difficulty in raising the arm if there are adhesions and retractions in the region. In these patients, we use supplementary implants that reconstitute the local anatomy in a satisfactory manner and which offer functional benefits by removing cicatricial adhesions. These implants are available in several sizes and volumes, and it is possible to use more than one prosthesis in the same location, if needed. The aim of this study is to report the experience of the Plastic Surgery Unit of the Federal University of Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, RJ, Brazil) with the use of supplementary implants in breast reconstruction after mastectomy to improve the aesthetic appearance and function of the axillary region. METHODS: Supplementary silicone implants were inserted for breast reconstruction following mastectomy in 6 female patients, aged 34 to 75 years. The volume of the implants ranged from 20 mL to 120 mL. The width, length, and depth of the axillary region were measured to define the volume and dimensions, as well as the number of implants to be used. The implants were inserted through the scar from the prior breast reconstruction. RESULTS: The follow-up period ranged from 6 months to 8 years, and no capsular contracture was observed. All patients reported functional improvement in arm movement, as well as satisfaction with the aesthetic result, which allowed them to wear more revealing clothing. CONCLUSIONS: The inclusion of semilunar silicone implants as a refinement in breast reconstruction is easy to perform, has predictable results, and requires only one surgical procedure. The implants may be replaced, augmented, or removed, as required.

Keywords: Breast implantation. Breast implants. Prostheses and implants. Mammaplasty.

 

Mastopexia associada a implante de silicone submuscular ou subglandular: sistematização das escolhas e dificuldades

José Carlos Daher; Jefferson Di Lamartini Galdino do Amaral; Diogo Borges Pedroso; Ricardo Cintra Júnior; Marina de Souza Borgatto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):294-300

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Ao longo dos tempos tem sido reportado o papel fundamental das mamas na feminilidade. Na mamoplastia de aumento deve-se buscar preservar a funcionalidade do órgão.As indicações do melhor plano tecidual de cobertura e a associação com a mastopexia podem tornar-se um grande desafio. O objetivo deste trabalho é avaliar uma série de casos de mastopexia associada a implantes. MÉTODO: Estudo descritivo retrospectivo de pacientes submetidas a mamoplastia de aumento e mastopexia no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Daher Lago Sul (Brasília, DF, Brasil). No período de julho de 2008 a julho de 2011, 243 pacientes foram operadas, com média de idade de 31,4 anos, sendo 149 operadas pela técnica subglandular e 94, pela submuscular. Os volumes dos implantes variaram de 150 ml a 400 ml. RESULTADOS: Houve 174 casos de procedimentos combinados. Quatro pacientes submetidas à técnica subglandular desenvolveram contratura capsular (grau II). Foram observados 7 casos de pseudoptose pela técnica submuscular e 14 de ptose mamária pela técnica subglandular. Oito pacientes apresentaram mobilidade do implante pela ação do músculo. A taxa de reoperação total foi de 6,58%. CONCLUSÕES: O tratamento da ptose mamária associado a mamoplastia de aumento exige combinações técnicas complexas e cuidadosa análise pré-operatória, para definição das melhores técnicas a serem utilizadas, diminuindo a necessidade de revisões cirúrgicas e permitindo a obtenção de resultados harmônicos, duradouros e estáveis.

Palavras-chave: Mamoplastia. Mama/cirurgia. Implante mamário.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Throughout history, the breasts are considered important to the femininity and self-esteem of women. In augmentation mammoplasty, organ function must be preserved. Indications for the best tissue plane for coverage of silicone implants and association with mastopexy can be challenging. The aim of this study was to evaluate a series of cases of mastopexy associated with silicone implants. METHODS: A retrospective descriptive study was performed in patients who underwent mastopexy at the Plastic Surgery Unit of the Hospital Daher Lago Sul (Brasília, DF, Brazil). From July 2008 to July 2011, 243 patients with a mean age of 31.4 years underwent surgery. In 149 patients, the subglandular technique was used and in 94 patients, the submuscular technique was used. Implant volume ranged from 150 mL to 400 mL. RESULTS: There were 174 cases of combined procedures. Four patients who underwent surgery using the subglandular technique developed capsular contracture (grade II). We followed up 7 cases of pseudoptosis with the submuscular technique and 14 cases of mammary ptosis with the subglandular technique. Eight patients experienced a mobile implant resulting from muscle activity. The reoperation rate was 6.58%. CONCLUSIONS: Treatment of mammary ptosis associated with augmentation mammoplasty demands a complex combination of techniques and careful preoperative analysis in order to define the best techniques to be used; this procedure lowers the need for surgical revisions and allows harmonious, stable, and long-lasting results.

Keywords: Mammaplasty. Breast/surgery. Breast implantation.

 

Lipoabdominoplastia no tratamento estético do abdome: experiência de 5 anos

Hermínio da Cunha amorim Filho; Camila Camargos Bizzotto Aamorim
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):301-308

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Na abdominoplastia, busca-se reduzir a flacidez e o excesso cutâneo-adiposo, melhorando curvas, cintura e relevo do abdome. Na busca por resultados estéticos mais satisfatórios, técnicas operatórias são associadas, como a lipoaspiração, na tentativa de atingir esses resultados. Este estudo teve por objetivo demonstrar a técnica cirúrgica de lipoabdominoplastia adotada pelo autor sênior ao longo de cinco anos e avaliar resultados e complicações em pacientes com indicação de abdominoplastia clássica. MÉTODO: Foi realizado estudo retrospectivo, por meio da revisão de prontuários, de um grupo de 162 pacientes submetidas a lipoabdominoplastia associada ou não a outros procedimentos, no período de maio de 2006 a maio de 2011, no Núcleo Hermínio Amorim - Cirurgia Plástica e Tratamentos Estéticos (Lavras, SP, Brasil). A idade das pacientes variou entre 33 anos e 62 anos. RESULTADOS: Em todos os casos foi observada redução significativa do tecido cutâneo-adiposo, com expressiva diminuição da flacidez abdominal e melhora do contorno corporal. A incidência de complicações pós-operatórias, como necroses, irregularidades do tecido adiposo infraumbilical, seromas, hematomas, epidermólises e deiscências, encontrada neste estudo é baixa e está de acordo com a literatura. CONCLUSÕES: A técnica de lipoabdominoplastia é um procedimento seguro, com baixo índice de complicações, desde que respeitados os critérios de segurança, que permite a obtenção de retalho bem vascularizado, com preservação das artérias perfurantes. A associação da técnica de lipoaspiração realizada no abdome e no contorno corporal é considerada segura e essencial na busca por melhor harmonia corporal, por melhores resultados estéticos e, consequentemente, por maior satisfação do paciente.

Palavras-chave: Abdome/cirurgia. Lipectomia. Cirurgia plástica. Parede abdominal.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Abdominoplasty aims to reduce saggy skin and excessive skin and adipose tissue, as well as to improve curves, the shape of the waist, and the volume of the abdomen. In order to enhance aesthetic results, additional operative techniques such as liposuction are associated with abdominoplasty. This study aims to demonstrate the surgical technique of lipoabdominoplasty used by the senior author during a period of 5 years, and evaluate the results and complications in patients with indication for classic abdominoplasty. METHODS: We performed a retrospective study using medical records from a group of 162 patients who underwent lipoabdominoplasty associated with other procedures or not, from May 2006 to May 2011. The age of the patients ranged from 33 to 62 years. RESULTS: In all cases, we achieved significant reduction of skin and adipose tissue, together with a decrease in amount of saggy skin and improvement in body shape. The incidence of postoperative complications such as necrosis, irregularities in the infraumbilical adipose tissue, seromas, hematomas, epidermolysis, and dehiscence in this study was low, similar to the literature findings. CONCLUSIONS: Lipoabdominoplasty is a safe procedure, and has low complication rates when the safety criteria that permit a wellvascularized flap with preservation of the perforant arteries are followed. Association of lipoabdominoplasty with liposuction in the abdominal area and body shaping is considered safe and essential when seeking better body harmonization and aesthetic results, which results in improved patient satisfaction.

Keywords: Abdomen/surgery. Lipectomy. Plastic surgery. Abdominal wall.

 

Retalho sural de fluxo reverso: 10 anos de experiência clínica e modificações

Fabiel Spani Vendramin
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):309-315

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O retalho sural de fluxo reverso tem se destacado como importante opção para reconstrução da região distal de pernas e pés. Alguns erros, porém, são comuns na fase de aprendizagem de emprego desse retalho. O objetivo deste estudo é analisar 10 anos de experiência com o emprego do retalho, comparando os primeiros 5 anos aos 5 anos subsequentes, buscando identificar se as alterações técnicas introduzidas contribuíram para obtenção de melhores resultados. Este estudo busca, ainda, alertar para os principais cuidados que os cirurgiões que estão em fase de aprendizagem da técnica devem tomar. MÉTODO: Foram estudados os resultados obtidos em 61 retalhos surais de fluxo reverso realizados no período de janeiro de 2002 a dezembro de 2011. Os pacientes foram alocados em dois grupos: grupo 1, constituído por pacientes operados de janeiro de 2002 a dezembro de 2006; e grupo 2, pacientes operados de janeiro de 2007 a dezembro de 2011. No grupo 2, foram realizadas alterações nos retalhos fasciocutâneos, como dissecção de uma borda fasciossubcutânea excedendo a porção cutânea do retalho e preservação de uma faixa de pele sobre o pedículo. RESULTADOS: No grupo 1, a incidência de necrose parcial foi de 18,5% e de necrose total, de 3,7%; no grupo 2, houve 8,8% de necrose parcial e nenhum caso de necrose total. CONCLUSÕES: O retalho sural de fluxo reverso é uma boa opção para o tratamento da região distal de pernas e pé. A experiência com a técnica e os cuidados implementados sugerem obtenção de melhores resultados.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos/métodos. Traumatismos da perna/cirurgia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: The reverse flow sural flap has been featured as a relevant option for reconstruction of the distal region of the legs and feet. However, some common mistakes are made while surgeons are learning how to employ this flap. The aim of this study was to analyze use of the flap by surgeons in with 10 years of experience by comparing the first 5 years to the last 5 years in order to identify technical alterations that contribute to better results. This study also aimed at alerting the surgeons in the learning phase regarding the most important details that should be addressed when using this technique. METHODS: We studied the results obtained for 61 reverse flow sural flaps used from January 2002 to December 2011. The patients were divided into 2 groups: group 1, patients that underwent surgery from January 2002 to December 2006 and group 2, patients that underwent surgery from January 2007 to December 2011. In group 2, we made changes to the fasciocutaneous flaps that included dissection of a fasciosubcutaneous margin exceeding the cutaneous portion of the flap and preservation of a lane of skin over the pedicle. RESULTS: In group 1, the incidences of partial necrosis and total necrosis were 18.5% and 3.7%, respectively, whereas group 2 had an 8.8% incidence of partial necrosis and no cases of total necrosis. CONCLUSIONS: The reverse flow sural flap is a good option for the treatment of the distal region of the legs and feet. Experience with this technique and the additional cautions described herein may contribute to even better results.

Keywords: Surgical flaps. Reconstructive surgical procedures/methods. Leg injuries/surgery.

 

ARTIGO DE REVISÃO

Uso de retalhos microcirúrgicos em pacientes queimados: revisão da literatura

Bruno Barros de Azevedo Coutinho; Marina Buainain Balbuena; Tatyanne Ferreira da Silva; Fábio Tacla Saad; Kleder Gomes de Almeida; Paulete Yuri Nukariya Gomes de Almeida
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):316-320

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Pacientes com queimaduras graves, em casos de acometimento articular e de exposição de estruturas nobres, necessitam de cobertura local o mais breve possível. Em ambas as situações referidas, faz-se necessária a realização de procedimentos que proporcionem cobertura adequada de tais tecidos e estruturas. Retalhos locais são a primeira escolha, em decorrência da simplicidade de sua confecção e da boa cobertura propiciada por eles. Entretanto, no universo dos pacientes queimados, as áreas contíguas à área lesionada geralmente apresentam-se queimadas ou com tecidos de baixa qualidade, em decorrência de alterações locais, principalmente na circulação. Quando não é possível o emprego de retalhos locais, utilizam-se retalhos à distância e/ou microcirúrgicos. Entretanto, retalhos à distância geralmente necessitam de reconstruções em tempos diversos e, em alguns casos, imobilização prolongada no leito. Com a introdução da técnica microcirúrgica para reparo de grandes perdas de substância em tempo único, há mais de três décadas, em nosso meio, o transplante de tecido passou a ser uma realidade no arsenal técnico do cirurgião para reparo dessas graves sequelas, proporcionando resultados funcionais e estéticos mais aceitáveis, associado ou não a outros métodos consagrados, como expansão tecidual ou enxertia cutânea. Neste trabalho, são discutidos os aspectos relativos a esse arsenal terapêutico, suas indicações e contraindicações, e os aspectos técnicos relativos a cada região.

Palavras-chave: Queimaduras. Microcirurgia. Transplante de tecidos.

 

ABSTRACT

Patients with severe burns complicated by joint involvement and exposure of noble structures require immediate local cover, which can be achieved using a variety of surgical procedures. Local flaps are the first choice due to the simplicity of their preparation and the resulting acceptable cover. However, the tissue adjacent to the burned area is often of low quality as a consequence of local changes that mainly affect blood circulation. When local flaps cannot be used, distant and/or microsurgical flaps can be applied. However, distant flaps generally require reconstructions performed in separate surgical procedures, which can prolong bed rest and immobilization of the patient. For more than 3 decades, microsurgery has been used to repair significant tissue losses in a single surgical procedure. This technique enabled the use of tissue transplantation for the repair of burn sequelae. Often in association with other established surgeries, such as skin graft or tissue expansion, these procedures provide better functional and aesthetic results. In the present study, aspects of this therapeutic strategy, as well as the indications, contraindications, and technical details of tissue transplantation are discussed.

Keywords: Burns. Microsurgery. Tissue transplantation.

 

ARTIGO ESPECIAL

A Cirurgia Plástica brasileira e o Código de Ética Médica

Dione Batista Vila-Nova Da Silva; Fabbio Xerfan Nahas; Rodolpho Alberto Bussolaro; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):321-324

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Os cirurgiões plásticos devem conhecer o Código de Ética Médica que rege sua conduta profissional, pois cresce o número de processos contra esses especialistas. Este estudo é umarevisão do Código de Ética Médica vigente no Brasil, que monitora (controla, normatiza e/ou define) a atividade profissional, associando-o a exemplos da prática cotidiana.As fontesestudadas foram: Código de Ética Médica, PubMed, SciELO, LILACS, Google Acadêmico e Jornal do Cremesp. Foram estudados todos os artigos pertinentes à legislação que diz respeito à prática médica, sendo apresentados exemplos de cada situação. O cirurgião plásticodeve estar consciente de seus deveres e obrigações, fundamentados no Código de Ética da especialidade, para evitar problemas jurídicos. Deve, ainda, aprimorar seu atendimento, detectando alterações psiquiátricas e pacientes mal-intencionados.

Palavras-chave: Ética médica. Ética profissional. Códigos de ética/legislação & jurisprudência. Cirurgia plástica.

 

ABSTRACT

The number of lawsuits against plastic surgeons is increasing, and these specialists should be aware of the Medical Code of Ethics that governs their professional conduct. This study is a review of the Medical Code of Ethics in Brazil and gives examples of how ethical guidelines apply to everyday practice. We studied the Medical Code of Ethics and searched PubMed, SciELO, LILACS, Google Scholar, and CREMESP journals for articles pertaining to medical practice legislation. The Code of Ethics for Plastic Surgery requires that plastic surgeons be aware of their duties and obligations in order to avoid legal problems. They should also enhance treatment by detecting psychiatric disorders and litigious patients.

Keywords: Ethics, medical. Ethics, professional. Codes of ethics/legislation & jurisprudence. Plastic surgery.

 

IDÉIAS E INOVAÇÕES

Modelo prático para treinamento de anastomose microvascular

Murillo Francisco Pires; Fraga Luis Fernando Perin; Alexandra Conde Green ; Rafael Zacarias; José Carlos Faes; Thiago Tenório; Américo Helene Jr.
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):325-327

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

A técnica de anastomose microcirúrgica é desafiadora e requer treinamento extenso, dedicação e tempo. Os autores descrevem um modelo de treinamento acessível, prático e fácil, que utiliza retalho abdominal proveniente de abdominoplastias. O calibre dos vasos epigástricos superficiais encontrados nos retalhos abdominais excisados variou de 1,2 mm a 2 mm, dependendo do índice de massa corporal da paciente no préoperatório. Esse retalho permitiu o treinamento de anastomoses microcirúrgicas em vasos de diferentes calibres. Esses vasos permaneciam com pequena quantidade de sangue em seu lúmen, o que permitia testar a qualidade e a patência das anastomoses. Esse modelo de treinamento em vasos abdominais humanos, quando comparado aos modelos animais ou inanimados, permite transição mais rápida e real aos pacientes. A prática de dissecção e de anastomoses terminoterminais e terminolaterais de uma maneira efetiva e prática aperfeiçoa a destreza cirúrgica.

Palavras-chave: Anastomose cirúrgica. Microcirurgia. Abdome/cirurgia. Capacitação.

 

ABSTRACT

The microsurgical anastomosis technique is practically challenging and requires extensive training, dedication, and time for inexperienced surgeons to perfect. In the present report, we describe an accessible, practical, and simple training model, which involves the use of an abdominal flap obtained from abdominoplasties. The caliber of the superficial epigastric vessels found in the excised abdominal flaps ranged from 1.2 mm to 2.0 mm, depending on the preoperative body mass index of the patient. This flap facilitated the training of microsurgical anastomosis in blood vessels with different calibers. These vessels had a small amount of remnant blood within the lumen, which enabled the testing of the quality and patency of the anastomosis. This training model involving human abdominal vessels allows for a quicker transition to actual operative situations, compared to the use of animal or inanimate models. Moreover, effective practice of dissection and endtoend and endtoside anastomoses using our model helps in the development of skill and surgical dexterity.

Keywords: Anastomosis, surgical. Microsurgery. Abdomen/surgery. Training.

 

Abdominoplastia reversa estendida

Cecin Daoud Yacoub; Ricardo Baroudi; Mariane Bernardes Yacoub
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):328-332

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

A abdominoplastia reversa estendida é um procedimento que amplia a abdominoplastia reversa, publicada pela primeira vez em 1972. A técnica original é seletiva para a ressecção dos excessos cutâneos localizados no epigástrio, que determina uma única linha cicatricial contínua ao longo do sulco inframamário, cruzando a região esternal. Ainda na técnica original, os excessos cutâneos no hipogástrio são ressecados mediante abdominoplastia tipo transversal pubiana baixa. Essa segunda manobra determina duas cicatrizes transversais, sem mobilização do umbigo. A abdominoplastia reversa estendida tem o propósito de determinar melhoria estética de toda a parede anterior do abdome, mediante ampla dissecção, que atinge o púbis, com mobilização do pedículo do umbigo. O procedimento foi utilizado em uma paciente jovem, pós-cirurgia bariátrica, apresentando flacidez associada a depósitos adiposos, com uma cicatriz vertical na linha média do epigástrio. A ampla dissecção do retalho cutâneo do abdome, com mobilização e reimplante do umbigo, determinou melhoria estética de toda a parede abdominal anterior, com uma única cicatriz transversal ao longo do sulco inframamário e eliminação da cicatriz da cirurgia bariátrica prévia. O ato operatório foi combinado com mastopexia e lipoaspiração do abdome.

Palavras-chave: Abdome/cirurgia. Cirurgia bariátrica. Perda de peso. Obesidade. Cirurgia plástica/métodos.

 

ABSTRACT

Extended reverse abdominoplasty is a procedure that widens reverse abdominoplasty and was first published in 1972. The original technique is selectively used for resection of the excessive skin located in the epigastrium, and involves a single continuous cicatricial line along the inframammary crease, which crosses the sternal region. In the original technique, excess skin in the hypogastrium is resected by using lower pubic transverse abdominoplasty. This second maneuver produces 2 transverse scars, without mobilizing the bellybutton. Extended reverse abdominoplasty aims at improving the aesthetics of the entire inner wall of the abdomen through ample dissection reaching the pubis, with mobilization of the pedicle of the bellybutton. This procedure was used in a young woman who had saggy skin associated with adipose deposits and a vertical scar in the medial line of the epigastrium after bariatric surgery. Ample dissection of the abdominal cutaneous flap with mobilization and reimplantation of the bellybutton allowed aesthetic improvement of the entire anterior abdominal wall, with a single transverse scar along the inframammary crease and elimination of the scar from previous bariatric surgery. The surgery was combined with mastopexy and liposuction in the abdomen.

Keywords: Abdomen/surgery. Bariatric surgery. Weight loss. Obesity. Plastic surgery/methods.

 

RELATOS DE CASO

Reconstrução de columela após necrose por uso de sonda nasogástrica

José Octávio Gonçalves de Freitas; Aymar Edison Sperli; Rinaldo Fischler
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):333-335

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Os autores apresentam o caso de paciente portador de sequela de sonda nasogástrica utilizada para procedimento na infância. A reconstrução foi realizada em dois tempos cirúrgicos. No primeiro tempo cirúrgico, foi realizada reconstrução da neocolumela com retalhos nasogenianos rodados de baixo para cima. No segundo tempo, foram realizados osteotomia e ortosseptoplastia.

Palavras-chave: Rinoplastia. Nariz/cirurgia. Necrose.

 

ABSTRACT

The present report describes the case of a patient with sequelae from a nasogastric tube used for a prior procedure performed during childhood. The reconstruction required 2 separate surgical procedures. The first surgery involved reconstruction of the columella with nasogenian flaps rotated upwards and the second procedure consisted of osteotomy and septoplasty.

Keywords: Rhinoplasty. Nose/surgery. Necrosis.

 

Abordagem cirúrgica de neurofibroma gigante

Iana Silva Dias; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; José everardo macedo; Débora Juaçaba Cavalcante; JúlIo César Garcia de Alencar
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):336-339

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Neurofibromatose é uma doença de origem genética autossômica dominante composta por três tipos: neurofibromatose tipo 1 (NF1), neurofibromatose tipo 2 (NF2) e schwannomatose. As principais características da NF1 são mancha café com leite, neurofibromas dérmicos e plexiformes, falsas efélides axilares ou inguinais e nódulos de Lisch. Neste trabalho é apresentado o caso de um paciente do sexo masculino, 26 anos de idade, com relato de aparecimento de pequenos nódulos cutâneos desde os 3 anos de idade e manchas café com leite disseminadas e de diferentes dimensões. Após os 13 anos de idade, o paciente apresentou crescimento acelerado de volumosa massa em dorso e abdome, impossibilitando a deambulação e causando afastamento do convívio social. O tratamento cirúrgico foi constituído de exérese do tumor em duas etapas, com intervalo de 2 meses. Não existe cura para a neurofibromatose, porém a remoção cirúrgica está indicada nos casos em que há dor, déficit neurológico, desfiguramento, comprometimento de estruturas adjacentes e suspeita de malignidade. São aceitáveis ressecções parciais, quando não houver possibilidade de exérese total. O tratamento cirúrgico realizado constituiu ótima opção para o tratamento do presente caso, uma vez que permitiu a exérese da lesão, com cicatrização satisfatória de ótimo aspecto estético e melhora da qualidade de vida do paciente.

Palavras-chave: Neurofibromatoses. Neurofibroma. Manchas cafécomleite.

 

ABSTRACT

Neurofibromatosis is a disease of genetic origin with autosomal dominant inheritance that is classified into 3 types: neurofibromatosis type I (NF1), neurofibromatosis type 2 (NF2), and schwannomatosis. The main characteristics of NF1 are caféaulait spots, dermal and plexiform neurofibromas, false dermal and plexiform neurofibromas, false axillary or inguinal ephelides, and Lisch nodules. This study describes the case of a 26year-old man who presented with small cutaneous nodules, present since he was 3 years old, and caféaulait spots of different sizes distributed diffusely. At the age of 13, the patient developed a mass in the back and abdomen that subsequently developed into a rapidly growing voluminous mass, which hindered walking and caused social isolation. The surgical treatment consisted of the excision of the tumor in 2 phases, with a 2month interval between procedures. Although a cure for neurofibromatosis has not been discovered, surgical removal is indicated in cases of neurological involvement, pain, disfigurement, possible involvement of adjacent structures, and suspicion of malignancy. Partial resection is acceptable if total removal is not possible. In the present case, surgical treatment was an excellent choice because it enabled the complete excision of the lesion, with satisfactory wound healing and aesthetic results, as well as the improvement of the quality of life of the patient.

Keywords: Neurofibromatoses. Neurofibroma. Cafeaulait spots.

 

Reconstrução de parede abdominal com tela aloplástica após infecção por micobactéria

Carols del Pino Roxo; Thyago Menezes de Carvalho; Marcelo Antonio de Borba; leizi Regina Barreto da Silva; Ana Claudia Weck Roxo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):340-343

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Os autores relatam o caso de paciente do sexo feminino, com 51 anos de idade, submetida a histerectomia por videolaparoscopia, com evolução para quadro de infecção por micobactéria. Realizado tratamento com associação de antimicrobianos, debridamento cirúrgico e reconstrução de parede abdominal com tela sintética. Na evolução pós-operatória, a paciente apresentou herniação de parede abdominal, corrigida com a substituição por nova tela aloplástica e abdominoplastia. O relato do caso alerta para a importância dos cuidados na prevenção da infecção por micobactéria e do adequado tratamento para otimização funcional e estética.

Palavras-chave: Mycobacterium. Parede abdominal/cirurgia. Telas cirúrgicas.

 

ABSTRACT

The present report is a case study of a 51-year-old woman who underwent hysterectomy by videolaparoscopy, and eventually developed a mycobacterial infection. Treatment comprised antimicrobial administration, surgical debridement, and reconstruction of the abdominal wall with a synthetic mesh. During the postoperative period, the herniation of the abdominal wall required substitution of the mesh and subsequent abdominoplasty. This case report indicates the importance of preventing mycobacterium infection and provides treatment guidelines to optimize functional and aesthetic results.

Keywords: Mycobacterium. Abdominal wall/surgery. Surgical mesh.

 

CARTAS AO EDITOR

ERRATA

CALENDÁRIO DE EVENTOS

Patrocinadores

Indexadores