ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

EDITORIAIS

Editorial

Claudio Cardoso de Castro
Rev. Bras. Cir. Plást. 1998;13(3):4

PDF Português Texto em Português Texto em Inglês

ARTIGOS

Oto-Pericondrioplastia - Atualização de Técnica

Aymar Edison Sperli
Rev. Bras. Cir. Plást. 1998;13(3):7-18

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Existem várias técnicas para correção da orelha em abano, deformidade bastante comum em nosso meio. Todas elas visam corriqir o ângulo escafo-conchal, além de diminuir o tamanho da concha, posicionando a borda livre do pavilhão auricular de maneira uniforme em relação à sua implantação no crânio. Em 1969 publicamos nossa conduta, cuja originalidade era aquela de se descolar o pericôndrio posterior da cartilagem auricular. Baseados nos princípios de Ely, McEvitt e Luckett, fazíamos 4 incisões longitudinais na cartilagem, a fim de obter 3 tiras que, uma vez superpostas, permitiam uma anti-hélix com aspecto arredondado. Fazendo-se o encurtamento do pericôndrio, conseguia-se manter o novo ângulo, já que a mola da cartilagem havia sido quebrada pelas incisões. Atualmente, com o desenvolvimento de instrumental apropriado (descoladores e raspas abrasivas especiais para pavilhão auricular) simplificamos nossa conduta, passando a abolir as tiras cartilaginosas. Utilizando-se o descolador de pavilhão, fazemos um túnel na face anterior da cartilagem, em todo o trajeto da anti-hélix que se pretende moldar. Por uma pequena incisão na cartilagem, introduz-se a raspa, fazendo manobras de desbastamento da face anterior da cartilagem, de maneira a quebrar a referida mola. Como na técnica anterior; o pericôndrio posterior da orelha foi devidamente descolado; fazendo sutura com fio absorvível, encurtamos o pericôndrio, mantendo, dessa maneira, o ortoposicionamento da anti-hélix em toda a extensão do pavilhão auricular: pólo superior, parte média e lóbulo da orelha. Os resultados são bastante naturais e a técnica ficou muito simplificada.

Palavras-chave:

 

ABSTRACT

There are many techniques that aim to correct lop ear, a very common deformity. All of them seek to correct the scapho-conchal angle and to reduce the conchal portion size, positioning the free border of the auricle uniformaly regarding its incision into the skull. Our technique was first published in 1969, and its originality consisted in the detachment of the posterior perichondrium from the ear cartilage. Based on Ely, McEvitt and Luckett's principles four meridian incisions were performed in order to obtan 3 strips that, once superposed, created a rounded shape anthelix. By shortening the perichondrium, it was possible to maintain the new angle because the cartilaginous memory had been broken by such incisions. Nowadays, advances in surgical equipment (detacher and special abrasive scratches for the auricle) the technique was simplified by the abolishment of the cartilaginous strips. Using an auricle detacher we create a tunnel in the posterior face of the cartilage along the entire stretch of the anthelix. Through a small incision in the cartilage the scratcher is introduced performing debridement maneuvers in the anterior face of the cartilage to break its memory. As in the previous technique, the posterior perichondrium of the ear was properly detached; by suturing with absorbable stitches it is possible to shorten the perichondrium maintaining the ortho-positioning of the anthelix in the entire extent of the auricle: upper pole, medium portion and lobule.

Keywords:

 

Reconstrução Mamária: Princípios Geométricos dos Retalhos Cutâneos em Duplo V

Ewaldo Bolivar De Souza Pinto, Adriane da Costa Muniz, Patrícia Erazo I, Eugênio Gonzalez Cação, Priscila Chiarello de Souza Pinto Abdalla
Rev. Bras. Cir. Plást. 1998;13(3):19-42

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Os autores descrevem os Princípios Geométricos para realização de Reconstrução Mamária com utilização dos Retalhos Cutâneos em Duplo V, associados à Implantação de Prótese de Mama, técnica desenvolvida e usada em 10 pacientes desde 1996. De fácil execução, os retalhos se caracterizam pela facilidade de transposição e rotação, boa viabilidade circulatória e por garantirem adequada forma e posicionamento da neo mama, cujo volume é garantido pelo implante mamário. Além dos bons resultados estéticos obtidos e cicatrizes dissimuladas, do ponto de vista funcional, os retalhos também oferecem maior mobilidade à região axilar outrora retraída. A técnica permite, ainda, a "adequação' da mama contralateral e a reconstrução do complexo aréolo-mamilar, em um único tempo, permitindo menor número de intervenções cirúrgicas, minimizando, desta forma, os traumas da esfera psico-emocional às pacientes portadoras de neoplasia mamária, vítimas das mutilações físico-psíquicas decorrentes das mastectomias.

Palavras-chave: reconstrução mamária; retalhos cutâneos; geometria cirúrgica; zetaplastia; implantes mamários

 

ABSTRACT

The authors describe the Geometric Principles to perform the Mammary Reconstruction utilizing Cutaneous Flaps in Double V, associated with the Implantation of Mammary Prosthesis. This technique has been developed and used in 10 patients since 1996. Easy to be executed, the flaps are characterized by the facility of transposition and rotation, good vascularization viability and by the fact that they assure an adequate shape and positioning of the breast, which volume is assured by the mammary implant. Besides the good aesthetic results and almost unseen scars, by the functional point of view, they achieve a greater mobility to the axillary area, formerly retracted. The technique allows as well the reshaping of the other side breast, nipple and areola complex, in one time surgery, lessening the psycho-emotional traumas to the patients with mammary cancer, victims of physical and psychological mutilations caused by mastectomies.

Keywords: breast reconstruction; cutaneous flaps; surgical geometry; z-plasty; mammary implant.

 

Importância do "Orgão Vômero Nasal" Humano

Santiago García Casas, Silmara Mateus, Valeria Ribeiro de Oliveira, Antonio Carlos Abramo
Rev. Bras. Cir. Plást. 1998;13(3):43-50

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Neste trabalho, avaliam-se os últimos achados sobre as caraterísticas anatômicas e funcionais do "órgão vômero nasal" humano. A freqüente incidência da identificação do "órgão vômero nasal" em pessoas normais indica que o sistema vômeronasal é uma estrutura anatômica constante da cavidade nasal. A avaliação de conexões neuronais entre este órgão e o sistema nervoso central mostra que o "órgão vômero nasal" é um sistema quimio-sensorial funcional com habilidade de modular alguns parâmetros autonômicos. A presença do "órgão vômero nasal" e seu significado clínico devem ser considerados pelos cirurgiões nas rinoseptoplastias.

Palavras-chave: rinoseptoplastia; órgão vômero nasal; feromônios

 

ABSTRACT

On this report the latest findings about the anatomical and funtional characteristics of the "vomeronasal organ" are evaluated. The high incidence of identification of the "vomeronasal organ" in nornal iudividuals indicates that the vomeronasal system is a universal feature of the adult human nasal cavity. Evaluation of the neuronal connections between this organ and the central nervous system shows that the "vomeronasal organ" is a functional chemosensory system with the ability to transduce signals that modulate certain autonomic parameters. Surgeons during nasal operations must consider the presence of the "vomeronasal organ" and its clinical significance.

Keywords: rhinoseptoplasty; vomeronasal organ; pheromones.

 

Reconstrução Condilar com Enxerto Costocondral após Osteossíntese para Fratura com Deslocamento

Luiz Carlos Manganello-Souza
Rev. Bras. Cir. Plást. 1998;13(3):51-56

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Reabsorção condilar, após fratura condilar com deslocamento, foi tratada por redução cruenta e osteossíntese em uma menina de 14 anos utilizando-se enxerto costocondral fixado com dois parafusos. Conseguiu-se um bom resultado funcional e estético com o tratamento.

Palavras-chave: fratura condilar; reconstrução condilar; enxerto costocondral

 

ABSTRACT

Condylar resorption after a fracture dislocation, treated by reduction and osteosynthesis, in a 14 year-old girl was trcated by costochondral graft fixed with two screws. Restoration of good aesthetic and normal occlusion was achieved.

Keywords: condylar fracture; condylar reconstruction; costochondral graft.

 

Tratamento da Síndrome de Apert e da Anomalia de Crouzon por Alongamento Ósseo Gradual

Cassio M. Raposo do Amaral, Luiz Antonio Athayde Cardoso, Celso Luiz Buzzo, Thomaz Rinco, Gino Di Domizio, Marco Antonio de Camargo Bueno
Rev. Bras. Cir. Plást. 1998;13(3):57-66

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Foi realizado alongamento gradual de ossos do crânio em pacientes portadores de craniossinostose (quatro Síndromes de Apert e três Anomalias de Crouzon). Três pacientes (grupo A) foram submetidos a craniectomia coronal atingindo a fissura orbital e alongamento ósseo gradual. Outros quatro pacientes (grupo B) foram submetidos a disjunção craniofacial em monobloco (Ortiz - Monasterio, 1978) e alongamento ósseo gradual. Os pacientes foram avaliados por exames clínicos e documentação radiográfica e fotográfica. Os resultados demonstraram que a disjunção craniofacial seguida de alongamento ósseo gradual produziu correção completa da exoftalmia e melhora significativa nos aspectos estéticos e funcionais do terço médio da face) sem o uso de enxertos ósseos.

Palavras-chave: craniossinostose; alongamento ósseo craniofacial; Apert; Crouzon; disjunção craniofacial

 

ABSTRACT

Seven patients with craniosynostosis (mean age 8 years, Apert syndrome, n=4, Cronzon's disease, n=3) underwent lengthening of the skull by gradual bone distraction. Three patients (group A) were treated by coronal craniectomy reaching the orbital fissure and gradual bone distraction. The other four patients (group B) underwent monobloc craniofacial disjunction and gradual bone distraction. The patients' progress was monitored clinically as well as by radiographs and photographs. The results showed that craniofacial disjunction followed by gradual bone distraction produced complete correction of exophthalmus and an improvement in the functional and aesthetic aspects of the middle third of the face without the need of bone grafts.

Keywords: craniofacial bone distraction; skull lengthening; craniosynostosis; Apert; face advance; Crouzon.

 

Patrocinadores

Indexadores