ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 20 de 375 resultado(s)

Busca por : Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cirurgia bariátrica; Gastroplastia; Abdominoplastia; Obesidade

Abdominoplastia convencional em paciente pós-bariátrico

Rolando Mendoza Romero; Amr Arikat; Pedro Salomão Piccinini; Miguel E. Rivera Gomez; Milton Paulo De Oliveira; Marcos Ricardo De Oliveira Jaeger
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):7-9 - Contorno Corporal

PDF Português

RESUMO

A perda significativa de peso resulta inevitavelmente em algum grau de flacidez de pele e/ou deformidades do contorno corporal. O número de paciente com perda ponderal significante em aumento, junto com a procura aos cirurgiões plásticos para reparar as deformidades. Dentro do contorno corporal, o abdome é considerado a região que sofre a maior deformidade pós-perda ponderal. Este fato gera um desafio ao cirurgião que deve, além de conhecer as diferentes técnicas, saber identificar a melhor para cada paciente. Apresentamos um relato de caso de paciente após perda importante de peso, a qual, pelo perfil, características físicas e análise pré-operatória, decidiu-se optar por abdominoplastia convencional, com resultados satisfatórios. Demostra-se, assim, que a abdominoplastia convencional quando aplicada nos casos com indicação, resolve a diástase dos músculos retos, flacidez de pele e melhora o contorno corporal de paciente ex-obesos.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Obesidade; Cirurgia bariátrica; Abdome.

 

CIRURGIA DO CONTORNO CORPORAL APÓS GRANDES PERDAS PONDERAIS

Priscila de Oliveira Gerk
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(3):143-152 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: O grande excesso de pele após o emagrecimento dos pacientes submetidos à gastroplastia redutora é desagradável e, às vezes, debilitante. A correção destas seqüelas, freqüentemente, necessita várias intervenções cirúrgicas. Método: Este trabalho apresenta uma série de onze pacientes, totalizando vinte operações para correção de seqüelas cutâneas secundárias à gastroplastia, operados no período de dezembro de 2004 a dezembro de 2006. Foram oito mulheres e três homens, com média de idade de 39,6 anos e média de perda de peso após gastroplastia de 65 kg. Com relação às operações, foram dez abdominoplastias, sendo oito em "âncora" e três clássicas, com três pacientes necessitando herniorrafia incisional associada. A média do peso do tecido abdominal retirado foi de 3,7 kg. Foram ainda realizadas três mastopexias com prótese, três lifting de braços, um lifting de tórax e dois lifting de coxas. Resultados: Ocorreram quatro pequenas complicações após os procedimentos. Conclusão: A cirurgia do contorno corporal nos pacientes com grande perda de peso que realizaram gastroplastia redutora permitiu melhora da qualidade de vida, reintegrando-os ao convívio social e laboral e restabelecendo sua auto-estima.

Palavras-chave: Obesidade mórbida, cirurgia. Gastroplastia. Cirurgia bariátrica. Cirurgia plástica. Abdome, cirurgia

 

ABSTRACT

Background: The great skin excess resultant after the weight loss of patients submitted to a surgical treatment for morbid obesity is unpleasant and most of the time debilitating. The treatment of these sequelae often needs several surgical interventions. Method: The study presents a series of 11 patients submitted to 20 operations to the correction of skin excess secondary to gastroplasty from December 2004 to December 2006. There were eight female and three male. The average age was 39.6. The mean of weight loss after bariatric surgery was 65 kg. Regarding the operations, there were ten abdominoplasties, eight being anchor and three conventional, with three patients requiring hernioplasty associated. The average of abdominal skin flap and fat was 3.7kg. Still, three mamoplasties were done with silicone prostheses, three brachial lifts, one thoracic lift and two crural lift. Results: Four minor complications have happened after the procedures. Conclusion: The body contour surgery in patients with major weight loss, who underwent gastroplasty, has provided an improvement in life quality, reintegrating them into society, into their jobs and restoring their self esteem.

Keywords: Morbid obesity, surgery. Gastroplasty. Bariatric surgery. Plastic surgery. Abdomen, surgery

 

ABDOMINOPLASTIA APÓS A CIRURGIA BARIÁTRICA: ASPECTO LABORATORIAL

Ivo Ferreira Andrade, Alexandre Alcides Mattos de Meira, Felipe Pacheco Martins Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(3):158-161 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: O aumento da freqüência da gastroplastia redutora e a crescente exigência estética da sociedade tornaram a cirurgia plástica uma importante etapa no tratamento da obesidade mórbida. Estes pacientes apresentam, além das alterações cutâneas e comorbidades, distúrbios metabólicos e nutricionais que podem interferir no per e pós-operatório. Método: Foram estudados 41 pacientes submetidos à abdominoplastia pós-gastroplastia redutora pela técnica de Fobi e Capella, no período de janeiro de 2004 a julho de 2006, sendo avaliado o perfil laboratorial pré e pós-operatório e cuidados pré, per e pós-operatórios.

Palavras-chave: Obesidade mórbida, cirurgia. Gastroplastia. Cirurgia bariátrica. Cirurgia plástica. Metabolismo

 

ABSTRACT

Background: The increase in frequency of reductive gastroplasty surgery and the increasing aesthetics demand by society, made plastic surgery an important stage in morbid obesity treatment. Beside cutaneous problems and comorbities, these patients present metabolic and nutritional disturbances, that could interfere with trans and postoperative treatment. Methods: Forty-one patients who were submitted to abdominoplasty after reductive gastroplasty were studied by the Fobi and Capella technique, during the period of January of 2004 to July of 2006, with attention to pre and postoperative laboratorial aspects and pre, trans and postoperative care.

Keywords: Morbid obesity, surgery. Gastroplasty. Bariatric surgery. Plastic surgery. Metabolism

 

Reconstrução de mama com miniabdominoplastia reversa

Osvaldo Ribeiro Saldanha Filho; Osvaldo Saldanha; Eugênio Cação; Marcos Ricardo Menegazzo; Daniel Cazeto; Andrés Cano Canchica; Francisco Felipe Góis; Leonardo Gobetti
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):505-512 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mastectomia é muito traumática para a mulher, sendo a reconstrução mamária um procedimento essencial para melhorar o bem-estar psicossocial e a qualidade de vida destas pacientes. A maioria dos cirurgiões plásticos não realiza reconstrução mamária. Sua prática requer um treinamento avançado com longa curva de aprendizado. A reconstrução mamária, utilizando o retalho excedente da abdominoplastia reversa, pode ser uma opção prática e de muita aplicabilidade em pacientes cuidadosamente selecionadas. MÉTODOS: No período de agosto de 2014 a junho de 2016, doze pacientes foram submetidas à reconstrução mamária, com a técnica de miniabdominoplastia reversa. A simetrização foi realizada em seis pacientes que fizeram reconstrução unilateral, sendo um caso reconstruído bilateralmente. Em sete pacientes, os implantes foram colocados em plano supra muscular, e em cinco, em posição sub submuscular. RESULTADOS: Uma paciente apresentou seroma, uma outra teve epiteliólise, um caso de necrose parcial da pele do retalho superficial, todos com evolução favorável. Somente uma paciente teve extrusão do implante. CONCLUSÃO: A reconstrução mamária com retalho excedente de miniabdominoplastia reversa associada à colocação de implante demonstrou ser uma boa opção de reconstrução mamária para casos selecionados, com baixa taxa de complicações. Pacientes com flacidez e lipodistrofia no abdome superior são as candidatas ideais para utilização da técnica.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Abdominoplastia; Mama; Mamoplastia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Mastectomy is very traumatic for women, and breast reconstruction is an essential procedure to improve their psychosocial well-being and quality of life. Most plastic surgeons do not perform breast reconstruction. This practice requires advanced training with a long learning curve. Breast reconstruction using excess flaps in reverse abdominoplasty can be a practical option and of great applicability in carefully selected patients. METHODS: From August 2014 to June 2016, 12 patients underwent breast reconstruction using the reverse mini abdominoplasty technique. Symmetrization was performed in six patients who underwent unilateral reconstruction, with one case reconstructed bilaterally. The implants were placed in the supra-muscular plane and in a submuscular position in seven and five patients, respectively. RESULTS: There was one case each of seroma, epitheliolysis, and partial superficial necrosis of the superficial flap, all with favorable evolution. Only one patient underwent implant extrusion. CONCLUSION: Breast reconstruction using excess flaps in reverse mini abdominoplasty associated with implant placement is a good option for breast reconstruction in selected patients with a low complication rate. Patients with flaccidity and lipodystrophy in the upper abdomen are the ideal candidates for the use of this technique.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Abdominoplasty; Breast; Mammaplasty.

 

Cirurgia pós-bariátrica: seis cirurgias em dois tempos

JOSÉ CARLOS DAHER; AMANDA COSTA CAMPOS; MARCELA CAETANO CAMMAROTA; BRUNO ESTEVES PEIXOTO; GABRIEL CAMPELO DOS-SANTOS; LEONARDO DAVID PIRES BARCELOS; RONAN CAPUTI SILVA DIAS; LEONARDO MARTINS COSTA DAHER
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(2):218-227 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Redução ponderal conseguida após cirurgia bariátrica pode resultar em deformidades de diversos segmentos corporais. Necessidade da redução das sobras de pele e da remodelação do corpo faz com que a cirurgia do contorno corporal seja procurada por pacientes para melhorar a qualidade de vida. Objetivo do estudo é apresentar a rotina de cirurgia plástica pós-bariátrica do Hospital Daher.
Métodos: Estudo observacional longitudinal retrospectivo. Como rotina, dividimos os procedimentos em duas etapas realizadas em atos operatórios distintos: princípio dos dois andares. Descrevemos a rotina dos cuidados pré, intra e pós-operatório, bem como detalhes das técnicas cirúrgicas. Imagens fotográficas foram analisadas por um avaliador externo.
Resultados: Estudo composto 13 pacientes ex-obesos, média de idade de 44 anos. Seis pacientes foram submetidos a cirurgia do andar inferior e superior e outros 6 apenas do andar inferior. Tempo médio da cirurgia do andar inferior foi de 4 horas e 54 minutos e do andar superior foi de 4 horas e 5 minutos. 92,30% dos pacientes mostraram-se satisfeitos com o resultado. Avaliação externa revelou uma taxa de 92,30% dos casos classificados como bons ou ótimos.
Conclusão: Abdominoplastia circunferencial traz grandes benefícios e as cirurgias complementares são primordiais para um resultado satisfatório. Redução do tempo cirúrgico exige grande sincronização da equipe cirúrgica, permitindo realizar procedimentos combinados por times cirúrgicos trabalhando em compartimentos corporais diferentes, em tempo simultâneo. Resultados satisfatórios obtidos e baixos índices de complicação possibilitam aplicabilidade da nossa rotina em pacientes pós-bariátricos.

Palavras-chave: Cirurgia plástica; Cirurgia bariátrica; Obesidade; Protocolos; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

ABSTRACT

Introduction: Weight reduction achieved after bariatric surgery can result in deformities of various parts of the body. The need for reduction of leftover skin and body remodeling makes patients seek body contouring surgery to improve their quality of life. The aim of the study was to present a protocol for post-bariatric plastic surgery at Daher Hospital.
Methods: This was a retrospective longitudinal observational study. As routine protocol, we divided the procedures into two steps, performed in different surgical stages, which we termed the two-level principle. Herein we describe the routine of pre, intra, and postoperative care, as well as details of the surgical techniques. Photographic images were analyzed by an external evaluator.
Results: The study included 13 ex-obese patients, with a mean age of 44 years. Of them, 6 patients underwent lower- and upper-level surgeries and another 6 underwent lower-level surgeries. The mean surgical time for the lower level was 4 hours and 54 minutes and that for the upper level was 4 hours and 5 minutes. A total of 92.30% of the patients were satisfied with the results. An external evaluator classified 92.30% of the cases as good or great.
Conclusion: Circumferential abdominoplasty has immense benefits and complementary surgeries are vital for a satisfactory result. Reduction of the surgical time requires great synchronization of the surgical team, which allows procedures to be performed simultaneously by multiple surgical teams working in different body parts. Satisfactory results and low complication rates allow the applicability of our routine in post-bariatric patients.

Keywords: Plastic surgery; Bariatric surgery; Obesity; Protocols; Reconstructive Surgical Procedures

 

Tratamento das hérnias incisionais nas abdominoplastias multifuncionais

Carlos Del Pino Roxo; Ana Claudia Weck Roxo; Luciana Labanca; Christiano Ricardo Pinto Martins
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(3):184-188 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Os pacientes que são submetidos a cirurgias bariátricas freqüentemente evoluem com hérnias de parede abdominal, sejam estas imperceptíveis ao exame físico ou mesmo grandes eventrações com perda de domicílio. Método: Neste artigo, os autores relatam suas experiências com o tratamento destas hérnias durante a abdominoplastia multifuncional, por meio do isolamento e redução do saco herniário e síntese primária da falha aponeurótica com posterior plicatura desta, sem o uso de materiais aloplásticos. Foi realizado um estudo retrospectivo abrangendo um total de 44 pacientes, num período de cinco anos e meio, onde a eficácia e segurança da técnica foram analisadas.

Palavras-chave: Hérnia ventral. Abdome/cirurgia. Cirurgia bariátrica/efeitos adversos. Gastroplastia/efeitos adversos. Obesidade mórbida/cirurgia.

 

ABSTRACT

Introduction: Abdominal wall hernias frequently occur after open bariatric surgical procedures, which may be imperceptible during physical examination or very remarkable as big eventrations with loss of domain. Methods: In this article, the authors report their experience with the treatment of these hernias during the multifunctional abdominoplasty, thru the isolation and reduction of the herniary sac, primary synthesis of the defect and plicature of the aponeurosis, without using aloplastic materials. The authors made a retrospective study with 44 patients, over five and a half year's period, where the effectiveness and safety of the technique were analized.

Keywords: Hernia, ventral. Abdomen/surgery. Bariatric surgery/adverse effects. Gastroplasty/adverse effects. Obesity, morbid/surgery.

 

Abdominoplastia após grandes perdas ponderais: análise crítica de complicações em 130 casos consecutivos

Lady Wilson Canan Junior
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):381-388 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As grandes perdas ponderais causadas pelas cirurgias bariátricas vêm aumentando consideravelmente a demanda por cirurgias plásticas, sendo a abdominoplastia o procedimento mais requisitado. Neste estudo é feita uma análise das complicações posteriores à abdominoplastia em pacientes após grandes perdas ponderais numa série consecutiva de 130 casos. MÉTODO: Foram estudados 130 pacientes submetidos a abdominoplastia, analisando-se diferenças entre gêneros, tipos de cirurgia (em âncora vs. convencional), utilização de drenos, pontos de adesão, peso perdido no emagrecimento e na abdominoplastia, além de complicações ocorridas, como seroma, hematoma e infecções. RESULTADOS: Foram operados 10 homens e 120 mulheres (média de idade de 38,3 anos). A técnica de abdominoplastia em âncora foi realizada em 99 pacientes e convencional, em 31 pacientes. Seroma foi a complicação mais prevalente no gênero masculino (P = 0,012), nos pacientes dos grupos A e B (com dreno e menos de 30 pontos de adesão) em relação aos do grupo C (sem dreno e mais de 30 pontos de adesão), com valores de P = 0,001 e 0,075, respectivamente, e nos pacientes que realizaram abdominoplastia pesando mais de 70 kg (P = 0,002). Hematoma foi mais prevalente nos homens (P = 0,003) e nos pacientes que realizaram abdominoplastia pesando mais de 70 kg (P = 0,008). Não houve diferenças significativas quanto a infecção entre os grupos testados nem entre as abdominoplastias em âncora ou convencional. CONCLUSÕES: O seroma foi a principal complicação, podendo ser evitado com uma quantidade adequada de pontos de adesão. Gênero masculino e pacientes pesando mais de 70 kg no momento da abdominoplastia tiveram mais complicações.

Palavras-chave: Cirurgia bariátrica. Obesidade. Abdominoplastia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: The massive weight losses caused by bariatric surgery have considerably increased the demand for plastic surgery, with abdominoplasty being the most requested procedure. In this study, an analysis of post-abdominoplasty complications was conducted in a consecutive series of 130 patients who experienced massive weight loss. METHODS: One hundred and thirty patients who underwent abdominoplasty were studied, and the differences between the genders, surgery types (anchor-line vs. conventional), drain usage, adhesive sutures, and lost weight during the weight loss phase and at the time of abdominoplasty as well as the occurrence of complications such as seroma, hematoma, and infection were analyzed. RESULTS: Ten men and 120 women underwent surgery (mean age, 38.3 years). The anchor-line abdominoplasty and conventional techniques were performed in 99 and 31 patients, respectively. Seroma was the most prevalent complication in men (P = 0.012) and was more frequent in group A and B patients (with drains and fewer than 30 adhesive sutures, respectively) relative to group C patients (without drains and more than 30 adhesive sutures), with respective P values of 0.001 and 0.075, and in patients who underwent abdominoplasty and weighed more than 70 kg (P = 0.002). Hematoma was more prevalent in men (P = 0.003) and in patients who underwent abdominoplasty and weighed more than 70 kg (P = 0.008). There were no significant differences with respect to the infection incidence between the tested groups or between the anchor-line and conventional abdominoplasty procedures. CONCLUSIONS: Seroma was the main complication and could be avoided by using an appropriate number of adhesive sutures. Male patients weighting more than 70 kg at the time of abdominoplasty developed more complications.

Keywords: Bariatric surgery. Obesity. Abdominoplasty.

 

Abdominoplastia em pacientes pós-bariátricos: perfil antropométrico, comorbidades e complicações

SIMONE CORRÊA ROSA; JEFFERSON LESSA SOARES DE MACEDO; FLÁVIO GONDIM FREITAS; JOÃO LUIZ DARQUES FERREIRA; LUCAS RIBEIRO CANEDO; LUIZ AUGUSTO CASULARI
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):333-342 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Os pacientes submetidos à gastroplastia apresentam importante perda de peso e a cirurgia plástica representa um importante meio de tratamento do excesso de pele.
Método: Estudo prospectivo foi realizado em pacientes submetidos à abdominoplastia pós-gastroplastia no período de janeiro de 2011 a dezembro de 2016 em hospital público. As variáveis analisadas foram: IMC (Índice de Massa Corporal) antes da gastroplastia e antes da cirurgia plástica, perda de peso, peso do retalho retirado, comorbidades e complicações.
Resultados: 107 pacientes que realizaram abdominoplastia foram incluídos. Média de idade foi 41 anos. O IMC médio antes da cirurgia plástica foi 27,6 ± 3,7 Kg/m2. Perda de peso médio foi 47,7 ± 17,3 Kg. O IMC máximo antes da gastroplastia foi 45,5 ± 7,5 Kg/m2 e o IMC foi 18,6 ± 9,3 Kg/m2. Comorbidades presentes antes da plástica foram: hipertensão arterial (11,1%), artropatia (4,6%), diabete melito (5,6%) e síndrome metabólica (5,6%). Catorze (13,1%) pacientes realizaram herniorrafia durante a abdominoplastia. A taxa de complicações foi 31,5%. O peso antes da gastroplastia, IMC antes da gastroplastia, perda de peso médio, comorbidades, peso do retalho do abdome e IMC > 20Kg/m2 foram fatores associados significativamente a complicações pós-operatórias.
Conclusões: A gastroplastia em Y de Roux foi uma terapêutica efetiva na resolução de comorbidades em obesos. Comorbidades, peso antes da gastroplastia, perda de peso médio, quantidade de tecido retirado do abdome e IMC > 20Kg/m2 levaram significativamente a mais complicações em pacientes pós-bariátricos submetidos à abdominoplastia. A cirurgia plástica é importante no cuidado integral ao paciente obeso e otimizou os resultados alcançados com a cirurgia bariátrica.

Palavras-chave: Cirurgia bariátrica; Cuidados pós-operatórios; Abdominoplastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Gastroplastia

 

ABSTRACT

Introduction: Patients who undergo vertical-banded gastroplasty- Roux-en-Y gastric bypass (VBG-RYGB) have significant weight loss, and abdominoplasty (AP) is an effective corrective surgery for removing excess skin.
Methods: A prospective study conducted from January 2011 to December 2016 in a public hospital evaluated patients who underwent AP after VBG-RYGB. The analyzed variables were body mass index (BMI) before VBG-RYGB, BMI before AP, weight loss, weight of the excised abdominal flap, comorbidities, and complications.
Results: For this study, 107 patients who underwent AP were included. The patients' mean age was 41 years; BMI before AP, 27.6 ± 3.7 kg/m2; and mean weight loss, 47.7 ± 17.3 kg. The maximum BMI before bariatric surgery was 45.5 ± 7.5 kg/m2, and the difference between the maximum BMI before VBG-RYGB and before corrective surgery was 18.6 ± 9.3 kg/m2. The comorbidities observed before VBG-RYGB were arterial hypertension (11.1%), arthropathy (4.6%), diabetes mellitus (5.6%), and metabolic syndrome (5.6%). Fourteen patients (13.1%) underwent herniorrhaphy during AP. The overall complication rate was 31.5%. Weight before VBGRYGB, BMI before VBG-RYGB, mean weight loss, comorbidities, abdominal flap weight, and BMI of >20 kg/m2 were significantly associated with postoperative complications. Conclusions: VBGRYGB was an effective approach to reduce comorbidities in obese patients. Comorbidities, weight before VBG-RYGB, mean weight loss, amount of tissue removed from the abdomen, and BMI of >20 kg/m2 significantly increased the complication rate in the gastric bypass patients who underwent AP. Furthermore, AP is fundamental for the comprehensive care of obese patients and has optimized the results achieved with VBG-RYGB.

Keywords: Bariatric surgery; Postoperative care; Abdominoplasty; Reconstructive surgical procedures; Gastroplasty

 

Desafiando os limites da cirurgia plástica: abdominoplastia em âncora como recurso para pacientes após grande perda ponderal

Claudia Mariel Herrera Gallardo; Juliana Metzker Oliveira Bergamo; Larissa Dias Silva; Wellerson Rodrigues Caspar; Clelia Maria Meireles Barbosa; Mateus Sobral Pompeu De Campos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):32-34 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

As deformidades do contorno abdominal são a principal queixa entre os pacientes com perda de peso expressiva que procuram um cirurgião plástico. A redundância de pele em parede anterior do abdome pode ter componente vertical e horizontal associados, principalmente em região epigástrica, e a correção dessa região pode ter resultado limitado com as técnicas convencionais de abdominoplastia. Este trabalho visa relatar à comunidade científica um caso de sucesso operado em nosso serviço, com a técnica de abdominoplastia em flor-de-lis, após grande emagrecimento, enfocando as complicações e a satisfação do paciente, de modo a desmitificar o conceito de risco e perda de resultado estético com a cicatriz vertical.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Obesidade abdominal; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Abdome.

 

ABSTRACT

Abdominal contour deformities are the main complaint among patients who seek a plastic surgeon after expressive weight loss. Skin redundancy on abdomen anterior wall may have associated vertical and horizontal components, mainly in epigastric region, and the correction oh that region may have limited results with conventional abdominoplasty techniques. This paper aims to report to the scientific community a successful case operated in our service, with Fleur-de-lis abdominoplasty technique, after massive weight loss, focusing on complications and patient satisfaction, in order to demystify risk concept and aesthetic result loss with the vertical scar.

Keywords: Abdominoplasty; Obesity, abdominal; Reconstructive surgical procedures; Abdomen.

 

Abdominoplastia pós cirurgia bariátrica: experiência de 315 casos

Alfredo Donnabella; Lívia Neffa; Bárbara Brandão de Barros; Fernanda Parentoni Santos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(4):510-515 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O abdome é considerado área crítica de deformidade do contorno corporal após perda ponderal significativa. Conhecer o perfil dos pacientes submetidos à abdominoplastia pós-cirurgia bariátrica facilita a escolha do tempo ideal e da técnica cirúrgica que visa restaurar este contorno com uma taxa mínima de complicações. MÉTODOS: Estudo clínico, transversal, descritivo, analítico e retrospectivo com dados de 315 prontuários de pacientes submetidos à dermolipectomia abdominal pós-cirurgia bariátrica de janeiro de 2013 a dezembro de 2014. RESULTADOS: Foram analisados 265 pacientes do gênero feminino e 50 do gênero masculino, com idade média de 39,9 anos e índice de massa corporal médio de 27,5 Kg/m2 após emagrecimento. O tempo médio de intervalo entre a cirurgia bariátrica e a dermolipectomia foi de 3 anos e 11 meses. A abdominoplastia em âncora foi utilizada em 252 pacientes e em 63 realizou-se abdominoplastia com cicatriz transversal suprapúbica. A taxa de complicações foi de 17,3%, incluindo complicações menores como hematomas, seromas e cicatrizes patológicas e um caso de embolia pulmonar. CONCLUSÃO: O perfil epidemiológico dos pacientes com deformidade de contorno abdominal pós-cirurgia bariátrica estudados assemelha-se ao apresentado na literatura atual, exceto pela alta hospitalar precoce.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cirurgia bariátrica; Gastroplastia; Abdominoplastia; Obesidade.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The abdomen is a critical region and is subjected to body contour deformity after significant weight loss. Knowing the profile of patients who undergo abdominoplasty after bariatric surgery facilitates the choice of the optimal time and surgical technique to restore abdominal contour, which is associated with a minimal rate of complications. METHODS: A cross-sectional, descriptive, analytical, and retrospective clinical study was performed on medical record data of 315 patients who underwent abdominal dermolipectomy following bariatric surgery from January 2013 to December 2014. RESULTS: A total of 265 female and 50 male patients were analyzed, with an average age of 39.9 years and an average body mass index of 27.5 kg/m2 after weight loss. The average time interval between bariatric surgery and dermolipectomy was 3 years and 11 months. Anchor abdominoplasty was used in 252 patients, while suprapubic transverse abdominoplasty was performed in 63 patients. The complication rate was 17.3%, including minor complications such as hematomas, seromas, and pathological scars, in addition to one case of pulmonary embolism. CONCLUSION: The epidemiological profile of patients with deformity of the abdominal contour after bariatric surgery was in agreement with that reported in the current literature, except for earlier hospital discharge in the group studied.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Bariatric surgery; Gastroplasty; Abdominoplasty; Obesity.

 

Galactorreia associada à mamoplastia pós-bariátrica: relato de caso

EUDEMARA FERNANDES DE HOLANDA; SALUSTIANO GOMES PINHO PESSOA; VITOR DE VASCONCELLOS MUNIZ; LUCAS MACHADO GOMES DE PINHO PESSOA; MIKAELLE PAIVA DOS SANTOS SOUZA; ALANA D'AVILA REBELO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):28-30 - Artigos

PDF Português

RESUMO

Introdução: Pacientes pós-bariátricos apresentam rápida redução de peso e melhora das comorbidades relacionadas à obesidade. As mulheres apresentam mamas flácidas, ptóticas, com polo superior vazio e plano. Apesar da mamoplastia com o uso de prótese ser considerado um procedimento comum e seguro, o mesmo não está isento de complicações. Algumas complicações são bem conhecidas, como os seromas, hematomas e abscessos, mas há ainda algumas mais incomuns como a galactocele. No presente artigo, relatamos um caso de galactocele após mamoplastia com prótese em paciente pós-bariátrica acompanhada em nosso Serviço, e discutimos sobre as possíveis causas e possibilidades terapêuticas apresentadas na literatura.
Método: Estudo retrospectivo e descritivo através da revisão de prontuário da paciente do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC-UFC).
Conclusões: A possibilidade de galactocele/galactorreia após mastopexia com prótese deve ser lembrada, tendo várias possibilidades terapêuticas, desde conduta expectante a tratamento cirúrgico e/ou farmacológico.

Palavras-chave: Mamoplastia; Cirurgia bariátrica; Galactorreia; Implante mamário; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

Correção cirúrgica de múltiplas hérnias abdominais associada à abdominoplastia: relato de caso

Leonardo Milanesi Possamai*; Mariana Zancanaro; Flávio Maciel de Freitas Neto; Eduardo Zanin; Pedro Bins Ely
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):26-27 - Contorno Corporal

PDF Português

RESUMO

O abdômen possui importância estética e funcional de extrema importância no ser humano. O reparo da hérnia abdominal muitas vezes causa cicatrizes em posições indesejadas E alterações morfológicas em região abdominal. Relato de caso de paciente submetida à abdominoplastia com posterior surgimento de hérnias abdominais. Para a correção cirúrgica, foi realizada incisão em cicatriz prévia e dissecção ampla de parede abdominal, com suturas de sacos herniários e colocação de tela de polipropileno abrangendo toda área de descolamento. Paciente evolui satisfatoriamente, com melhora da dor abdominal e com resultado estético abdominal satisfatório. Procedimentos não estéticos combinados, como quando associados com hernioplastia, carregam um risco maior do que o procedimento isolado. Nenhum caso semelhante foi encontrado na literatura.

Palavras-chave: Hérnia abdominal; Abdominoplastia; Cicatriz; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Herniorrafia incisional associada à abdominoplastia pós-gastroplastia

Fernando Sanfelice André; Bruna Jacobowski; Mariana Fernandes; Raphael Saurin Sanfelice André; Fernando Saurin Sanfelice André
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):87-91 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As hérnias incisionais decorrentes da gastroplastia são uma ocorrência frequente, exigindo planejamento, técnica cirúrgica adequada e colaboração do paciente no pós-operatório, para um adequado resultado. OBJETIVO: Demonstrar o tratamento das hérnias incisionais em conjunto com as dermolipectomias (âncora e clássica) associadas ao lifting do púbis, realizado em 62 pacientes submetidos à gastroplastia em Y de Roux por via aberta ou por videolaparoscopia. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, transversal, baseado em análise de prontuários de 382 pacientes. Neste artigo será descrito o planejamento, táticas e técnicas cirúrgicas utilizadas e os resultados obtidos. RESULTADOS: Obteve-se sucesso em todos os casos, sem nenhuma incidência de recidiva da hérnia tardiamente. CONCLUSÃO: A abordagem adotada mostrou-se eficaz, facilmente reproduzível e com baixos índices de complicações ou intercorrências.

Palavras-chave: Obesidade; Abdominoplastia; Gastroplastia; Herniorrafia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Incisional hernias resulting from gastroplasty are a frequent occurrence, requiring planning, surgical technique and patient compliance after surgery for an appropriate outcome. OBJECTIVE: To demonstrate the treatment of incisional hernias in combination with dermolipectomy (anchor or classic) and pubic lifting, performed in 62 patients undergoing Roux-Y gastroplasty by open surgery and videolaparoscopy. METHODS: This is a retrospective, cross-sectional study, based on the analysis of 382 patient records. Study plan, strategy, surgical techniques and results will be described. RESULTS: Success was obtained in all cases, with no incidence of hernia recurrence. CONCLUSION: The approach was effective, easily reproducible, with low complication rates.

Keywords: Obesity; Abdominoplasty; Gastroplasty; Herniorrhaphy.

 

Revisitando a puboplastia pós-bariátrica

Flavio Henrique Mendes; Fausto Viterbo; José Marcos Gabas; Rafael José de Castro
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(3):383-390 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O tratamento da região pubiana é parte integrante do reajuste corporal inferior nos pacientes pós-bariátricos, tendo em vista a fisiopatologia e o caráter generalizado das deformidades de contorno após grandes emagrecimentos. O objetivo é apresentar nossa experiência no tratamento de pacientes pós-bariátricos, exclusivamente pela marcação baixa da abdominoplastia com vetores adequados de mobilização tecidual, sem a necessidade de cicatrizes verticais ou oblíquas na região do púbis. MÉTODOS: Foram avaliados retrospectivamente prontuários médicos e registros fotográficos de pacientes submetidos a diferentes abordagens abdominais, com aplicação dos princípios descritos acima no tratamento associado da região pubiana. Incisão cutânea anterior baixa, descolamento cranial angulado em direção ao plano aponeurótico (bisel preservando gordura profunda superior), e manutenção um excedente gorduroso nos bordos superiores para a facilitar a fixação dos retalhos através do Sistema Fascial Superficial. Uma avaliação subjetiva da qualidade dos resultados foi caracterizada por observador único. RESULTADOS: Numa casuística de 126 pacientes consecutivos, a tática empregada possibilitou restabelecer a melhor posição, tônus e formato do púbis em 100% dos casos, cujos resultados foram subjetivamente classificados como bom (40%) ou ótimo (60%). As intercorrências mais frequentemente encontradas na evolução pós-operatória foram pequenas deiscências da sutura (23,8%) e seromas (19%), com boa evolução pelos curativos e punções seriadas. CONCLUSÃO: A tática cirúrgica apresentada, com posicionamento baixo da incisão anterior e aproximação dos retalhos por fixação no sistema fascial superficial e pele, possibilita o tratamento adequado da região pubiana durante as abdominoplastias pós-bariátricas, sem a necessidade de ressecções e cicatrizes adicionais.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cirurgia bariátrica; Obesidade mórbida; Alterações do peso corporal; Sínfise pubiana.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The treatment of the pubic region is an integral part of lower body readjustment in post-bariatric patients, considering the pathophysiology and generalized characteristics of contour deformities after a considerable weight loss. The objective is to present our experience in the treatment of post-bariatric patients, exclusively by low marking of abdominoplasty with appropriate tissue mobilization vectors, without the necessity to leave vertical or oblique scars in the pubic region. METHODS: The medical and photographic records of patients subjected to different abdominal approaches were retrospectively evaluated, applying the principles described above in the combined treatment of the pubic region. A low anterior skin incision was created, and angled cranial detachment towards the aponeurotic plane (with the bevel preserving the deep upper fat) and maintenance of excess fat on the upper edges to facilitate the fixation of the flaps through the superficial fascial system were performed. The outcomes' quality was subjectively evaluated by a single observer. RESULTS: In the case series of 126 consecutive patients, the strategy used restored the best position, tone, and shape of the pubis in 100% of the cases; the results were subjectively classified as good (40%) or very good (60%). The complications more frequently found in the post-operative period were small suture dehiscence (23.8%) and seroma formation (19%), with good evolution provided by dressings and serial punctures. CONCLUSION: The surgical strategy presented involving low positioning of the anterior incision and flap alignment in the superficial fascial system and skin by fixation allows the proper treatment of the pubic region during post-bariatric abdominoplasty procedures, without the need for additional resections and scars.

Keywords: Surgical reconstructive procedures; Bariatric surgery; Morbid obesity; Changes in body weight; Pubic symphysis.

 

Onfaloplastia: técnica Y/V

VITOR HUGO MOREIRA GUIMARÃES; VICTOR ANTUNES GUIMARÃES; FERNANDO DE AZEVEDO GONÇALVES; PAULO CÉSAR CAIRES DE CARVALHO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):355-363 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A onfaloplastia é um momento crucial durante a cirurgia de abdominoplastia. Apesar de ser considerada uma etapa de grande importância nos dias de hoje, a onfaloplastia não foi sempre utilizada nas abdominoplastias, sendo o umbigo, algumas vezes, descartado junto ao retalho gorduroso. Com a finalidade de preservar a cicatriz umbilical, várias técnicas foram utilizadas e, com o tempo, vêm sofrendo modificações que possibilitam um resultado cada vez mais natural.
Método: A técnica "Y"/"V" proposta consiste em modelar o coto umbilical de modo que este encaixe perfeitamente no mesmo local onde havia a cicatriz umbilical. A ilha umbilical, após ser modelada, é suturada, resultando em uma imagem de "Y"/"V", razão pela qual a técnica recebe este nome.
Resultados: Durante o estudo, foi evidenciado um número baixo de complicações (11,34%) ao analisar o pós-operatório. Deiscência de sutura, estenose umbilical, alterações crômicas na cicatriz e queloide foram as complicações observadas, sendo corrigidas cirurgicamente seis meses após a cirurgia.
Conclusão: A técnica proposta demonstra simples execução, com baixos índices de complicações e aspecto mais natural da cicatriz do neoumbigo. Portanto, tornam-se cada vez mais necessários estudos que a utilizem para comprovar sua eficácia perante às demais técnicas utilizadas atualmente.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Umbigo

 

ABSTRACT

Introduction: Omphaloplasty is a crucial procedure during abdominoplasty surgery. Although it is currently considered an important step, omphaloplasty was not always performed during abdominoplasties, and the umbilicus was sometimes discarded together with the fat flap. Various techniques were used to preserve the umbilicus and underwent modifications with time to allow for an increasingly natural result.
Method: The proposed "Y"/"V" technique consists of modeling the umbilical stump to perfectly fit in the same place where the umbilicus was located. The umbilical island, after being modeled, is sutured, resulting in a "Y"/ "V" image, which gives rise to the name.
Results: A low number of complications (11.34%) were observed when analyzing the postoperative follow-up data. Suture dehiscence, umbilical stenosis, color alterations in the scar, and keloid scars were the complications observed, which were surgically corrected six months postoperatively.
Conclusion: The proposed technique is simple to implement, with low rates of complications and results in a more natural aspect of the neoumbilicus scar. Further studies are required to prove its effectiveness in comparison to the other techniques that are currently in use.

Keywords: Abdominoplasty; Reconstructive surgical procedures; Umbilicus

 

Mamoplastia de aumento através da abdominoplastia: 152 pacientes operadas em 10 anos

Zulmar Antonio Accioli de Vasconcellos; João Justino Accioli de Vasconcellos; Carlo Mognon Mattiello; Daniel Ongaratto Barazzetti; Celto Dalla Vechia; Jorge Bins Ely
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):41-44 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

Introdução: A mamoplastia de aumento com implantes mamários transabdominal foi descrita pela primeira vez por Hinderer em 1975. A popularização da cirurgia plástica estética e do conceito de "makeover" resultou numa demanda de pacientes que desejam procedimentos combinados. Esforço tem sido realizado para demonstrar a segurança dessa abordagem.
Objetivo: Demonstrar os resultados obtidos com a mamoplastia de aumento pelo acesso transabdominal em pacientes que foram submetidas à abdominoplastia em uma clínica privada.
Método: Estudo transversal, retrospectivo, a partir da análise de pacientes submetidas à mamoplastia de aumento por acesso transabdominal pela incisão da abdominoplastia entre 2008 e 2018, em clínica privada.
Resultados: Obtivemos bons resultados estético-funcionais com a adequada seleção de 152 pacientes. Houve 5 casos de necrose do retalho abdominal ou da incisão, um caso de contratura capsular. Não tivemos casos de tromboembolismo ou hematomas. Complicações menores não foram contabilizadas.
Conclusão: A mamoplastia de aumento com implantes mamários pela incisão da abdominoplastia é um procedimento seguro e efetivo, minimizando as cicatrizes, com baixa incidência de complicações em pacientes bem selecionados.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Mamoplastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

Introduction: Breast augmentation technique through transabdominal approach was first described by Hinderer in 1975. The popularization of aesthetic plastic surgery and the concept of "makeover" resulted in a demand of patient who desire combined procedures. Since combined procedure arose, effort has been made to demonstrate the approach safety and effectiveness.
Objective: Demonstrate results and safety in transabdominal breast augmentation in patients with indication for abdominoplasty in a single medical center.
Methods: This is transversal, retrospective analysis of patients that have done combined procedure (abdominoplasty + transabdominal breast augmentation with implants) between 2008 and 2018 in a private medical center.
Results: We believe to have achieved good aesthetic and functional results with proper patient selection (152). We had five patients with some kind of necrosis of the abdominal flap or incision and one patient with capsular contracture. We did not report any thromboembolism or hematomas. Minor complications have not been reported.
Discussion: Results corroborate that combined procedure is safe and effective, minimizing incisions and scars, with low complication rates in well selected patients. Besides that, combined procedure allows inframammary fold repositioning through internal sutures, and avoids higher costs and potential complications of multiple trips to the operating room.
Conclusion: Breast augmentation with implants through abdominoplasty incision is a safe and effective surgery, minimizing scars, with low complications incidence in well selected patients, and should be considered in those women who desire and have indication for both procedures.

Keywords: Abdominoplasty; Mammaplasty; Reconstructive surgical procedures.

 

Rivaroxabana para profilaxia de tromboembolismo venoso em abdominoplastia após grande perda ponderal: 396 casos

GUILHERME BERTO ROÇA; BRUNA FERREIRA BERNERT; RENATO SILVA FREITAS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(2):268-273 - Artigo de Revisão

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Abdominoplastia consiste em um dos procedimentos estéticos mais populares realizados no Brasil. Pacientes pósbariátricos representam um desafio peculiar ao cirurgião plástico, uma vez que não só requerem reconstruções complexas, mas também apresentam comorbidades residuais e deficiências nutricionais. O tromboembolismo venoso (TEV) constitui uma complicação grave e potencialmente fatal da abdominoplastia. Apesar da pequena frequência desta complicação, os métodos aceitos como padrões para prevenção de TEV em pacientes após abdominoplastia, incluindo quimioprofilaxia, permanecem controversos.
Objetivo: Avaliar a experiência do autor com rivaroxabana para profilaxia de TEV em pacientes submetidos a abdominoplastia após grande perda ponderal.
Métodos: Uma série de 396 casos foi conduzida retrospectivamente. Todos os pacientes submetidos à abdominoplastia após cirurgia bariátrica que receberam rivaroxabana foram incluídos. A dose profilática foi de 10mg por dia. Dados demográficos, comorbidades, tipo de cirurgia e complicações foram registrados.
Resultados: 396 casos de pacientes pós-bariátricos (356 mulheres e 40 homens) foram submetidos à abdominoplastia e receberam rivaroxabana no pós-operatório, de julho de 2015 a julho de 2018. A média de idade dos pacientes foi de 39,1 anos. O índice de massa corporal médio no momento da abdominoplastia foi de 27,2kg/m². Houve apenas um caso de tromboembolismo venoso (0,25%). Treze pacientes apresentaram hematoma com necessidade de drenagem.
Conclusões: A quimioprofilaxia de rotina com rivaroxabana para pacientes submetidos à abdominoplastia após grande perda ponderal revela uma baixa incidência de TEV. Esta medicação oral é bem tolerada e apresenta um perfil de complicação aceitável.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Trombose venosa; Abdominoplastia; Anticoagulantes; Cirurgia bariátrica

 

ABSTRACT

Introduction: Abdominoplasty is one of the most popular aesthetic procedures performed in Brazil. Postbariatric patients present a challenge to the plastic surgeon as not only do they have complex reconstructive challenges but also they have residual medical comorbidities and nutritional deficiencies. A serious and potentially fatal complication of abdominoplasty is venous thromboembolism (VTE). Despite the frequency of this serious complication, the accepted standard methods to prevent VTE in abdominoplasty patients, including chemoprophylaxis, remain controversy.
Objective: To evaluate the author experience with rivaroxaban, for VTE prophylaxis in abdominoplasty patients after massive weight loss.
Methods: A retrospective 396 cases series were conducted. All patients who underwent abdominoplasty after bariatric surgery and received rivaroxaban were included. The prophylactic dose was 10 mg daily for 30 days, beginning 24 hours postoperatively. Patient demographics, comorbidities, type of surgery and complications were recorded.
Results: From July 2015 until July 2018, 396 post bariatric patients (356 women and 40 men) underwent abdominoplasty and received rivaroxaban postoperatively. The mean body mass index prior to their weight loss procedure was 43.8kg/m2 (range, 37.3- 61.9kg/m2) and mean BMI was 27.2kg/m² at the time of the abdominoplasty. Mean patient age was 39.1 years. Only one patient had a symptomatic PTE event. Thirteen patients had a hematoma requiring operative evacuation, and all went on to heal without sequel.
Conclusions: Routine chemoprophylaxis with rivaroxaban for abdominoplasty patients after massive weight loss has a low rate of VTE events. This oral medication is well tolerated and has an acceptable complication profile.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Venous thrombosis; Abdominoplasty; Anticoagulants; Bariatric surgery

 

Marcação dos retalhos da neo-onfaloplastia com emprego de molde padronizado na abdominoplastia em âncora

Augusto César de Melo Almeida; José Carlos Ribeiro Resende Alves; Aloísio Ferreira da Silva Filho; José Lindomar Delgado; Vitor Pereira de Aquino; Raquel Cristina Fuchs; Thiago Ferreira Delgado; Alfredo Donnabella
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(3):402-409 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As dermolipectomias abdominais têm se mostrado altamente valiosas na promoção de melhor qualidade de vida para pacientes pós-bariátricos, sendo o umbigo uma cicatriz essencial para beleza de um abdome. Várias técnicas de neo-onfaloplastia são descritas na literatura para os pacientes submetidos à abdominoplastia em âncora, porém não há registro do uso sistemático de um molde para marcação pré-operatória. O objetivo é padronizar a marcação dos retalhos para confecção da neo-onfaloplastia com emprego de um molde e demonstrar os resultados da sua aplicação clínica. MÉTODOS: Estudo prospectivo, descritivo e analítico. Entre abril de 2015 e dezembro de 2016, 50 pacientes foram submetidos à dermolipectomia abdominal em âncora com neo-onfaloplastia utilizando molde para marcação dos dois retalhos para confecção do neoumbigo. Foi utilizado um questionário para avaliar o índice de satisfação em relação ao novo umbigo. RESULTADOS: Quarenta e oito pacientes eram do gênero feminino, a idade média foi de 40,5 anos e índice de massa corporal médio de 27,9 kg/m2 antes da abdominoplastia. Os novos umbigos resultaram em uma cicatriz pequena, com formato mais ovalado, sem cicatrizes ao redor e com profundidade adequada. Ocorreu baixo índice de complicações e não houve insatisfação nos pacientes estudados. CONCLUSÃO: O uso do molde na padronização da marcação pré-operatória da neo-onfaloplastia mostra-se eficaz, com aprendizado fácil e seguro, apresenta baixo custo, é rápido, reprodutível, com baixo índice de complicações e bons resultados cirúrgicos, com excelente satisfação dos pacientes.

Palavras-chave: Umbigo; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cirurgia bariátrica; Abdominoplastia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Abdominal dermolipectomies have shown to be highly valuable in promoting a better life quality for post-bariatric patients, with the navel being an essential scar for the aesthetics of the abdomen. Several neo-omphaloplasty techniques are described in the literature in patients who undergo anchor-line abdominoplasty, but the systematic use of a mold for preoperative marking has not been reported yet. The objective of this study was to standardize the marking of the flaps for the preparation of the neo-omphaloplasty using a mold and to demonstrate the results of its clinical application. METHODS: A prospective, descriptive, and analytical study was conducted. Between April 2015 and December 2016, 50 patients underwent anchor-line abdominal dermolipectomy with neo-omphaloplasty using a mold to mark the two flaps for the neo-navel. A questionnaire was used to evaluate the satisfaction index regarding the new navel. RESULTS: Forty-eight patients were female. The mean age and body mass index of the patients before abdominoplasty was 40.5 years and 27.9 kg/m2, respectively. The new navels resulted in a smaller, more oval scar, with no scars around and with adequate depth. The rate of complications was low, and none of the patients expressed dissatisfaction. CONCLUSION: The use of the mold in the standardization of the preoperative marking in neo-omphaloplasty was effective, easy and safe to learn, low-cost, fast, and reproducible, with a low index of complications, good surgical results, and excellent patient satisfaction.

Keywords: Navel; Reconstructive surgical procedures; Bariatric surgery; Abdominoplasty.

 

Uso da terapia de pressão negativa no tratamento de deiscência em abdominoplastia de paciente pós-bariátrico: relato de caso

LÍVIA NEFFA; VALÉRIA ROCHA MAIA; CLÊNIO MARTINS DE SOUZA COELHO; IZABELLA COSTA ARAÚJO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):41-44 - Suplemento Simpósio Mineiro de Intercorrências 13º SIMPÓSIO - 2019

PDF Português

RESUMO

Introdução: As deiscências são complicações frequentes nas abordagens de contorno abdominal, e os pacientes pós-cirurgias bariátricas possuem riscos maiores de complicações. Na literatura, a grande maioria das deiscências tem conduta conservadora, aguardando uma cicatrização por segunda intenção; porém, a terapia de pressão negativa, já consagrada para tratamento de feridas complexas, pode ser uma boa alternativa para as deiscências abdominais.
Objetivo: Demonstrar o uso de terapia de pressão negativa com fechamento primário retardado como uma alternativa à cicatrização por segunda intenção na abordagem de deiscências pós-dermolipectomia abdominal.
Relato de caso: Paciente, gênero feminino, diabética, tabagista e hipertensa, 53 anos, submetida à cirurgia bariátrica com perda ponderal estável de 30 kg dois anos antes da avaliação para tratamento do contorno corporal. Submetida à dermolipectomia abdominal em âncora com a neo-onfaloplastia sem intercorrências imediatas. Com sete dias, apresentou quadro compatível com seroma de drenagem espontânea com deiscência e posterior infecção de ferida. Após insucesso do tratamento ambulatorial, foi internada e tratada com antibioticoterapia venosa e uso de terapia de pressão negativa em zona de deiscência. Apresentou melhora clínica e laboratorial com o tratamento possibilitando, inclusive, fechamento completo da deiscência apresentada pela paciente.
Discussão: Seroma, infecção e deiscência são complicações frequentes em procedimentos cirúrgicos. O uso da terapia de pressão negativa já é descrita pela literatura como opção em feridas complexas, e se encaixou com uma boa opção do caso relatado.
Conclusão: O caso relatado demonstra que a terapia de pressão negativa pode ser uma alternativa para o tratamento de deiscências pós-dermolipectomias abdominais.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cirurgia bariátrica; Gastroplastia; Abdominoplastia; Obesidade; Vácuo; Deiscência da ferida operatória; Tratamento de ferimentos com pressão negativa; Contorno corporal

 

Lifting do púbis após grande perda ponderal

Fernando Sanfelice Andre; Bruna Jacobowski; Raphael S. Sanfelice André
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(4):627-632 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O presente artigo descreve o planejamento cirúrgico, as condutas de pré e pós-operatório, e os resultados do lifting púbico em pacientes ex-obesos, submetidos ou não à Gastroplastia, que apresentavam grande flacidez cutânea e excesso adiposo do púbis. MÉTODO: Duzentos e dezoito pacientes foram submetidos à cirurgia no período de maio de 2005 a agosto de 2012. O Lifting pubiano foi realizado conjuntamente com a Abdominoplastia em âncora. O púbis foi elevado por meio de pontos posicionados 2 a 3 cm acima de sua posição original, na aponeurose dos retos abdominais. Vetores de tração foram direcionados do centro do púbis para cima e para os flancos e os retalhos abdominais foram tracionados para a linha média do abdome. Nenhuma complicação significativa foi observada que pudesse comprometer o resultado final. RESULTADOS: A elevação do púbis, a correção do formato e a ressecção, dos excessos adipocutâneos, foram alcançadas em todos os casos, trazendo satisfação aos pacientes. CONCLUSÃO: Considerando-se a deformidade pubiana após grandes perdas ponderais e os resultados obtidos, os procedimentos adotados mostraram-se seguros, facilmente reproduzíveis e estáveis a longo prazo.

Palavras-chave: Púbis/Cirurgia. Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos. Obesidade Mórbida.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: This article describes the surgical planning, conducts pre and post operatively, results in the Lifting Pubic ex-obese patients submitted to gastroplasty or not, that feature large sagging skin and excess fat from the pubis. METHOD: Two hundred and eighteen patients underwent surgery from May 2005 to August 2012. The pubic lifting was held in conjunction with the Anchor Adbominoplasty. The pubis was raised through points positioned 2-3 cm above its original position in the aponeurosis of the muscles rectus abdominis. Traction lines were directed from the center to up and the sides of the pubis and abdominal flaps were pulled to the midline of the abdomen No significant complication was observed, which could compromise the final result. RESULTS: The elevation of the pubis, the correct shape and resection of excess adipocutâneos were achieved in all cases, bringing satisfaction to patients. Conclusion: Considering the pubic deformity after massive weight loss, and the results obtained, the procedures adopted proved to be safe, easily reproducible and stable over the long term.

Keywords: Pubic Bone/Surgery. Reconstructive Surgical Procedures. Obesity, Morbid. Surgical Flaps.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons