ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 45 result(s)

Search for : Carcinoma; Therapy; Skin; Epidemiology; Cutaneous neoplasms

Merkel cell carcinoma: clinical presentation, prognostic factors, treatment and survival in 32 patients

Coracy Carneiro; Juliano Carlos Sbalchiero; Brasil Ramos Caiado Neto; Guilherme Bracco Graziosi; Flávio de Paiva Dumaresq
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(2):196-200 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Merkel cell carcinoma is a rare, aggressive, malignant primary cutaneous neuroendocrine tumor. The objective of this study was to evaluate the epidemiological profile of patients with Merkel cell carcinoma, the clinical characteristics of the tumor, time between manifestation of signs and symptoms and initiation of treatment, survival and causes of death. METHODS: Thirty-two patients with Merkel cell carcinoma were evaluated retrospectively. Clinical history and staging were correlated with 1 and 2-year survival. RESULTS: Most patients (69%) were female, mean age was 72 years and 93% were fair-skinned. The most commonly affected sites were the head/neck, trunk and limbs. Other malignancies were found in 6 patients. Mean time between the appearance of signs/symptoms and initiation of specialist treatment was 12.2 months, with regional lymph nodes being affected at that time in 13 (40%) cases and distant metastases being present in 4 (12%). Following specialist treatment, 1 and 2-year survival was 53% and 47%, respectively. Tumor size < 2 cm was indicative of more favorable prognosis. CONCLUSIONS: Late diagnosis contributed to high lethality due to rapid local and distant progression of the disease.

Keywords: Neuroendocrine carcinoma. Merkel cell carcinoma. Prognosis.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O carcinoma de células de Merkel é uma rara neoplasia cutânea primária neuroendócrina agressiva. O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil epidemiológico dos pacientes acometidos com carcinoma de células de Merkel, as características clínicas da neoplasia, o tempo até o início do tratamento, a sobrevida e as causas de morte. MÉTODO: Foram avaliados, retrospectivamente, 32 pacientes portadores de carcinoma de células de Merkel. A história clínica e o estadiamento dos pacientes foram correlacionados em 1 ano e 2 anos de sobrevida. RESULTADOS: A maioria dos pacientes (69%) era do sexo feminino, com média de idade de 72 anos e 93% de pele clara. A localização mais acometida era cabeça e pescoço, seguida de tronco e membros. Outras neoplasias foram encontradas em 6 pacientes. O tempo médio entre o surgimento dos sinais/sintomas e o tratamento especializado foi de 12,2 meses, com acometimento de linfonodos regionais em 13 (40%) pacientes e metástases à distância em 4 (12%). Após o tratamento especializado, observou-se sobrevida em 1 ano de 53% e em 2 anos, de 47%. Tumor < 2 cm foi indicativo de melhor prognóstico. CONCLUSÕES: O diagnóstico tardio contribuiu para a alta taxa de letalidade da doença, em decorrência da rápida progressão local e à distância.

Palavras-chave: Carcinoma neuroendócrino. Carcinoma de célula de Merkel. Prognóstico.

 

Analysis of Basal Cell Carcinoma Treatment

Eduardo Wiethorn Rodrigues; Morghana Ribeiro Moreira; Patrícia Battisti Menegazzo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(4):504-510 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Skin cancer is the most common neoplasm in the Brazilian population. It most frequently presents on the face, causing functional and aesthetic morbidity in patients. Its treatment consists in resection of the lesion while preserving the skin's function with the least possible deformity. The most common skin cancer is basal cell carcinoma (BCC), representing 70-80% of all cases. METHODS: We retrospectively evaluated 73 patients with 95 BCCs from March 2010 to May 2012. The following characteristics were analyzed: age, sex, skin color, comorbidities, sun exposure, prior dermatological consultation, lesion site, lesion size, clinical type, histological type, reconstruction type, surgical complications, surgical margins, management of compromised surgical margins, anatomical pathology after reintervention, recurrence, and appearance of another primary lesion in the same patient. RESULTS: The mean age of the patients was 60.73 years. Female patients accounted for 56.16%. Sun exposure was reported in 73.97% of patients. The mean lesion size was 0.91 cm, and the most common lesion site was the face (71.58%). A local flap was used in 54.74% of cases. Circumscribed solid BCC was the most common type. Compromised margins occurred in 8.42% of cases, demonstrating a relation between lesions >2 cm and the nose but without statistical significance. CONCLUSION: The plastic surgeon plays an important role in the treatment of BCC, aiming to perform resection following oncological principles, repair the affected area, and maintain the skin's functionality with the least possible cosmetic alterations.

Keywords: Carcinoma; Therapy; Skin; Epidemiology; Cutaneous neoplasms.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O câncer de pele na população brasileira é a neoplasia mais comum. Localiza-se com mais frequência na face, causando morbidade tanto funcional quanto estética aos pacientes. O tratamento consiste na ressecção oncológica da lesão, preservando a função com a menor deformidade possível. O câncer de pele mais comum é o carcinoma basocelular (CBC), correspondendo entre 70-80% dos casos. MÉTODO: Avaliamos retrospectivamente 73 pacientes com 95 carcinomas basocelulares no período de março de 2010 a maio de 2012. Foram analisados os seguintes critérios: idade, sexo, cor, comorbidades, exposição solar, presença de consulta prévia com dermatologia, localização da lesão, tamanho da lesão, tipo clínico, tipo histológico, tipo de reconstrução, complicações cirúrgicas, margem cirúrgicas, conduta na margem cirúrgica comprometida, anatomopatológico após reintervenção, presença de recidiva e aparecimento de outra lesão primária no mesmo paciente. RESULTADOS: A idade média foi de 60,73 anos. O sexo feminino correspondeu a 56,16%. A Exposição solar foi referida em 73,97% dos casos. O tamanho médio da lesão foi 0,91 cm. O local mais frequente foi a face (71,58%). O retalho local foi utilizado em 54,74% dos casos. O CBC sólido circunscrito foi o mais frequente. As margens comprometidas ocorreram em 8,42% dos casos, demonstrando relação com lesões maiores de 2cm e com o nariz sem significância estatística. CONCLUSÃO: No tratamento do carcinoma basocelular é importante a participação do cirurgião plástico, objetivando a ressecção sob princípios oncológicos, realizando a reparação da área afetada, a manutenção funcional e a menor alteração estética possível.

Palavras-chave: Carcinoma; Terapêutica; Pele; Epidemiologia; Neoplasias cutâneas.

 

Surgical treatment of basal and squamous cell carcinomas: experience of the Plastic Surgery Services of Hospital Ipiranga

Júlia Broetto; José Octávio Gonçalves de Freitas; Aymar Edison Sperli; Suk Won Soh; Carlos Augusto Richter; Ricardo Antonio de Toni
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(4):527-530 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: A higher incidence and prevalence of non-melanoma skin cancers has been reported in Brazil. Among them, basal cell carcinoma (BCC) is the most common, accounting for 70%-75% of all cases. Squamous cell carcinoma (SCC) constitutes 20% of non-melanoma skin cancers. The aim of this study was to examine the patients who underwent surgery for the treatment of non-melanoma skin cancer between 2005 and 2010 at the Plastic Surgery Service of Hospital Ipiranga. METHODS: The medical records of the patients who were treated for non-melanoma skin cancer at the surgical center were reviewed and classified according to age, gender, occupation, race, anatomical location, risk factors, number of lesions, and histological subtype. RESULTS: A total of 145 patients were evaluated; 15.9% exhibited multiple lesions, which resulted in a total of 168 tumors. BCC was most commonly detected (87.6% of the tumors), whereas 26.2% of tumors were SCC. Solid or nodular BCC comprised 44.1% of all skin cancers, whereas Broders I SCC accounted for 42.1% of SCC cases. The lesions were present on the face in 80.7% of the patients and on the upper limbs in 12.4%. The average patient age was 69.5 years, and 59.4% of the patients were female. The tumors were more commonly observed in Caucasians, and smoking was the major risk factor recorded in 79.3% of cases. CONCLUSIONS: The patients with cancer in this study tended to have BCC and/or were predominantly female - observations that reflect the current tendency of this tumor. The presence of a significant number of patients with multiple lesions emphasizes the importance of undergoing a periodic examination. Moreover, high smoking rates were observed among these patients.

Keywords: Basal cell carcinoma. Squamous cell carcinoma. Carcinoma/surgery.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os tumores de pele malignos não-melanoma são o tipo de câncer de maior incidência e prevalência no Brasil. Dentre eles, o carcinoma basocelular (CBC) é o mais comum, correspondendo entre 70% e 75% dos casos. O carcinoma epidermoide (CEC) responde por 20% dos casos. Este trabalho tem por objetivo analisar os casos de câncer de pele não-melanoma operados, entre os anos de 2005 e 2010, no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Ipiranga. MÉTODO: Foi realizada análise de prontuários de pacientes submetidos a exérese de carcinoma de pele não-melanoma em centro cirúrgico, avaliados quanto a idade, sexo, profissão, raça, localização anatômica, fatores de risco, número de lesões e subtipo histológico. RESULTADOS: Foram analisados 145 pacientes, dos quais 15,9% apresentavam lesões múltiplas, totalizando 168 tumores. Houve predomínio de CBC, correspondendo a 87,6% dos casos, seguido de CEC, com 26,2%. Os CBCs sólidos ou nodulares predominaram, com 44,1%, e os CECs Broders I representaram 42,1% dos CECs. Dos pacientes, 80,7% possuíam lesão em face e 12,4%, em membros superiores. A média de idade dos pacientes foi de 69,5 anos, sendo 59,4% do sexo feminino. A raça branca foi mais frequente e o tabagismo foi o principal fator de risco, presente em 79,3% dos casos. CONCLUSÕES: Observou-se predomínio de CBC e do sexo feminino nos pacientes estudados, demonstrando a tendência atual desse tumor. O número significativo de pacientes com lesões múltiplas ressalta a importância do exame periódico dessa população. A alta prevalência de tabagismo entre os pacientes não pode deixar de ser observada.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular. Carcinoma de células escamosas. Carcinoma/cirurgia.

 

Diagnosis and treatment for skin cancer in albinos: a descriptive study

Guilherme Bracco Graziosi; Juliano Carlos Sbalchiero; Brasil Ramos Caiado Neto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):71-74 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: To describe a case series involving albinos as to the form, location, treatment and monitoring of skin tumors. METHODS: A descriptive, retrospective from April to July 2011, analyzing a total of twelve charts. Seeking the histopathologic results, and descriptions of surgical procedures, collect and report specific data. RESULTS: Twelve patients had albinos and 273 injuries were studied. Eight men and 4 women, aged between 23 and 80 years, the majority being over 40 years old (92%). The most common injuries were to the head and neck being the most common histological type BCC (36.63%), followed by the CEC. Some injuries were also found tricoblástico carcinoma, high-grade sarcoma, verruca vulgaris, melanoma in situ and Bowen's disease. On average, patients were followed for 98.6 months. Among the surgical procedures the most common was the realization of primary synthesis (82.41%) and second flaps, two microsurgical (VRAM and RALC). The sizes of the lesions was divided into equal or lower than 4 cm (80.20%) and higher than 4 cm (19.80%). CONCLUSION: Using a short data aggregation was possible to describe a sample with similar data exposed in the international literature, despite the lack of them, allowing a comparison and demonstration about the relationship between albinism and skin tumors, but new series with more patients are needed to better overall evaluation. So prevention remains the best way of monitoring and follow-up of patients with albinism.

Keywords: Albinism; Therapeutics; Carcinoma Basal Cell; Carcinoma Squamous Cel.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Descrever a casuística envolvendo albinos, quanto à forma de apresentação, local, tratamento e acompanhamento dos tumores de pele. MÉTODOS: Estudo descritivo, retrospectivo, de Abril à Julho de 2011, analisando um total de doze prontuários. Buscando nos resultados histopatológicos, e nas descrições dos procedimentos cirúrgicos, reunir e reportar dados específicos. RESULTADOS: Doze pacientes albinos apresentaram 273 lesões e foram estudados. Oito homens e 4 mulheres, com idades variando entre 23 e 80 anos, sendo a maioria acima de 40 anos (92%). A localização mais comum das lesões foi na cabeça e pescoço, sendo o tipo histológico mais frequente o CBC (Carcinoma Basocelular) (36,63%), seguido do CEC. Algumas lesões também encontradas foram carcinoma tricoblástico, sarcoma de alto grau, verruga vulgar, melanoma in situ e Doença de Bowen. Em média os pacientes foram acompanhados, por 98,6 meses. Dentre os procedimentos cirúrgicos realizados o mais comum foi à realização de síntese primária (82,41%) e em segundo lugar os retalhos, sendo dois microcirúrgicos (VRAM e RALC). Os tamanhos das lesões foram divididos em menores ou iguais a 4 cm (80,20%) e maiores do que 4 cm (19,80%). CONCLUSÃO: Através de uma breve agregação de dados foi possível descrever uma casuística com dados semelhantes aos expostos na literatura internacional, apesar da escassez dos mesmos, possibilitando uma comparação e demonstração entre a relação sobre albinismo e tumores de pele, porém novas séries descritivas com mais pacientes são necessárias para melhor avaliação global. Assim a prevenção continua sendo a melhor forma de monitoramento e acompanhamento dos pacientes portadores de albinismo.

Palavras-chave: Albinismo; Terapêutica; Carcinoma Basocelular; Carcinoma de Células Escamosas.

 

Retrospective analysis of treatment approaches used for basal and squamous cell carcinoma in the head and neck

Marcelo Wulkan
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):574-585 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The incidence of skin cancer on the head and neck is increasing worldwide, and basal and squamous cell carcinomas represent the most frequent types. There is no unanimous consensus for all tumor cases, based on the histological type, size, depth, and location of the lesion. The objective is to analyzed the approach used in skin neoplasias in the head and neck, focusing on the treatments performed, recurrence, and follow-up. METHODS: Sixty-nine patients with basal or squamous cell carcinoma who were treated with surgery, cryotherapy, freezing of lesions in the intraoperative period, or 5% imiquimod were analyzed for 6 weeks. During 36 months of follow-up, the efficacy of the chosen treatment, recurrence, side effects, complications, and esthetic satisfaction of patients were observed. Statistical analysis was performed using the Fisher's exact test. RESULTS: The most frequent type of reconstruction was primary closure (71%). There were no statistically significant correlations between age, sex, Fitzpatrick classification, location/size of lesion, method of treatment, or recurrence. The main complications resulting from surgery were: a case of a frontal flap necrosis, a partial lesion of the buccinator nerve, and nasal stenosis. There was a 4% tumor recurrence in patients treated with surgery. The cryotherapy and 5% imiquimod treatments resulted in six cases of mild local reactions with a more pronounced recurrence in a patient with superficial basal cell carcinoma (BCC) (not statistically significant). CONCLUSIONS: Non-superficial BCC and squamous cell carcinomas should be treated with surgery. Superficial BCCs may be treated with cryotherapy and 5% imiquimod with fewer complications and better aesthetic results, but this results in higher tumor recurrence.

Keywords: Skin neoplasias; Basal cell carcinoma; Squamous cell carcinoma; Post-operative complications.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O câncer de pele em cabeça e pescoço tem incidência crescente no mundo, sendo o carcinoma basocelular e espinocelular os tipos mais frequentes. Não existe consenso absoluto para todas as situações tumorais conforme tipo histológico, tamanho, profundidade e localização da lesão. O objetivo é analisar a conduta abordada nessas neoplasias de pele em cabeça e pescoço, com ênfase nos tratamentos efetuados, recidivas e seguimento. MÉTODO: Foram analisados 69 pacientes com carcinoma basocelular ou de células escamosas tratados por cirurgia com congelação da lesão no intraoperatório, crioterapia ou Imiquimod 5% por 6 semanas. Com 36 meses de seguimento, observou-se a eficácia do tratamento escolhido, recidiva, intercorrências, complicações e satisfação estética do paciente. A análise estatística utilizou o teste exato de Fischer. RESULTADOS: O tipo de reconstrução mais frequente foi o fechamento primário (71%). Não existem associações estatisticamente relevantes relacionando idade, sexo, classificação de Fitzpatrick, local/ tamanho da lesão, métodos de tratamento e recidiva. As principais complicações resultaram das cirurgias: um caso de necrose de retalho frontal, lesão parcial de nervo bucinador, estenose narinária. A recidiva tumoral nos casos operados foi de 4%. A crioterapia e uso do Imiquimod 5% causaram seis casos de reações locais leves com mais recidiva descritiva no tratamento de carcinoma basocelular (CBC) superficial (não estatisticamente relevante). CONCLUSÕES: Os CBC não superficiais e carcinoma espinocelular devem ser tratados cirurgicamente. Os CBC superficiais podem ser tratados com crioterapia e uso do Imiquimod 5% com menos complicações e melhor resultado estético, mas a recidiva tumoral é maior.

Palavras-chave: Neoplasias cutâneas; Carcinoma basocelular; Carcinoma de células escamosas; Complicações pós-operatórias.

 

Second intention healing in the treatment of nasal basal cell carcinoma

Daniel Nunes; Marcelo Rosseto; Filipe Piazzi Tavares; Kamilla de Bessa Jorge; Douglas Barreto Lamante
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):209-215 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The search for better alternatives for the treatment of nasal basal cell carcinoma (BCC) has been reported by several authors. The complications associated with grafts and skin flaps include the risk of non-integration or necrosis, and the formation of scars that are often large or unaesthetic. In addition, these procedures require longer operative times, which implies the need for a surgical center. The simple removal of nasal BCC, followed by second intention healing and simple postoperative cosmetic care, has reemerged as a valid alternative for the treatment of these tumors. METHODS: In this study, the authors describe their experience with the technique, and report the advantages of the method. All patients submitted to this procedure were followed-up prospectively for a period of 4 years. RESULTS: Of 23 patients, 12 were monitored for 2 years and were included in the study. The surgical procedure was performed without difficulty in an average of 21 minutes (+6). Postoperative evolution was uncomplicated and without tumor recurrence. CONCLUSION: This technique is a simple and safe alternative, providing excellent results for the treatment of nasal BCC.

Keywords: Basal cell carcinoma; Intention; Healing; Nose; Skin neoplasms.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A busca por melhores alternativas para o tratamento do carcinoma basocelular (CBC) nasal é referida por diversos autores há anos. Os enxertos e os retalhos cutâneos apresentam problemas, como o risco de não integração ou de necroses; e ainda determinam a formação de cicatrizes que, muitas vezes, são extensas ou inestéticas. Além disso, eles demandam um tempo operatório maior, sendo realizados em centro cirúrgico. A exérese simples do CBC nasal, seguida da cicatrização por segunda intenção e de cuidados cosmiátricos simples no pós-operatório, ressurge como alternativa válida para o tratamento destes tumores. MÉTODOS: Os autores vêm apresentar sua experiência com a técnica, discutindo as vantagens do método. No período de 4 anos, todos os pacientes submetidos à técnica foram acompanhados prospectivamente. RESULTADOS: Dos 23 pacientes operados, 12 foram acompanhados por 2 anos e incluídos na avaliação. O procedimento cirúrgico teve duração média de 21 minutos (+6) e foi realizado sem dificuldades. A evolução pós-operatória se deu sem intercorrências ou recidivas tumorais. CONCLUSÃO: A técnica empregada coloca-se como uma alternativa simples, segura e com excelentes resultados para o tratamento dos CBC nasais.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular; Intenção; Cicatrização; Nariz; Neoplasias cutâneas.

 

Surgical treatment of skin cancer by the plastic surgeon

Marcelo Norio Inada
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):586-596 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Skin cancer is the most common neoplasm in Brazil and it corresponds to 25% of all diagnosed malignant tumors. The best treatment is surgical resection in early stages. The disease is treated by a plastic surgeon along with a multidisciplinary team. The objective is to assess the effectiveness of surgical procedures performed by plastic surgeons to treat skin cancer. METHODS: We analyzed medical records of 404 patients operated on between February 2009 and December 2012. Data analyzed included gender, age, diagnosis, localization and evolution. RESULTS: Patients' mean age was 62 years. A total of 53% of patients had basal cell carcinoma, 25.5% melanoma and 15.1% squamous cell carcinoma. There was a predominance of women in basal cell carcinomas (56%) and melanoma (54%) and predominance of men in squamous cell carcinomas (61%). Basal cell carcinomas (92.99%) and squamous (72.13%) were predominant in the head and neck, melanoma predominated in the trunk region (36.89%) and in lower limbs (24.27%). We performed 67 surgeries with sentinel lymph node, with positivity in 14.93%. Patients with melanoma who had metastasis accounted for 7.76% and 2.91% patients died. CONCLUSION: Plastic surgeons are one of the important professionals for skin cancer treatment. These professionals are the most skilled one to perform reconstructions after tumor resections, because during education they learn repair concepts using grafts and flaps especially focused on aesthetic appearance of patients. They can also perform surgery for sentinel lymph node and offer follow-up to patients with skin cancer.

Keywords: Cutaneous neoplasms; Skin cancer; Carcinoma, basal cell; Carcinoma, squamous cell; Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O câncer de pele é a neoplasia mais frequente no Brasil e corresponde a 25% de todos os tumores malignos. O melhor tratamento é a ressecção cirúrgica em fases iniciais. O cirurgião plástico, juntamente com uma equipe multiprofissional, participa no tratamento desta doença. O objetivo é analisar a eficácia dos procedimentos cirúrgicos realizados pelo cirurgião plástico no tratamento do câncer de pele. MÉTODO: Foram analisados 404 prontuários de pacientes operados no período de fevereiro de 2009 a dezembro de 2012 e analisados gênero, idade, diagnóstico, localização e evolução. RESULTADOS: Faixa etária com média de 62 anos. 53% de casos de carcinoma basocelular, 25,5% melanoma e 15,1% carcinoma espinocelular. Houve predomínio de mulheres nos carcinomas basocelulares (56%) e no melanoma (54%) e de homens nos carcinomas espinocelulares (61%). Os carcinomas basocelulares (92,99%) e espinocelulares (72,13%) tiveram sua predominância na região de cabeça e pescoço; enquanto o melanoma predominou em região de tronco (36,89%) e membros inferiores (24,27%). Foram realizadas 67 cirurgias com pesquisa de linfonodo sentinela, com positividade em 14,93%. 7,76% dos pacientes de melanoma apresentaram metástases e 2,91% vieram a óbito. CONCLUSÃO: O cirurgião plástico é um dos profissionais importantes para o tratamento do câncer de pele, sendo o mais apto para realizar as reconstruções após as ressecções tumorais, pois tem em sua formação os conceitos de reparação, utilizando-se de enxertos e retalhos e considerando o aspecto estético dos pacientes. Cabe-lhe também a realização da cirurgia de pesquisa de linfonodo sentinela e o seguimento dos pacientes com câncer de pele.

Palavras-chave: Neoplasias cutâneas; Câncer de pele; Carcinoma basocelular; Carcinoma de células escamosas; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Nasal reconstruction: an analysis of a series of cases

Beatriz Buzzini Moura; Fernando Luiz Signore; Thaise Erani Buzzo; Luciano Portante Watanabe; Rinaldo Fischler; José Octávio Gonçalves de Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(3):368-372 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Nasal reconstruction is challenging because of the central position and role of the nose in the face. Minor defects in this region become obvious. A retrospective analysis of 146 nasal reconstruction surgeries in the Integrated Plastic Surgery Services of the Ipiranga Hospital (SICP-HI) was performed, evaluating the incidence of nasal defects, as well as the main surgical techniques performed in accordance with each nasal region. METHODS: A retrospective descriptive study through a review of 109 medical records and photograph archives of patients treated in SICP-HI, São Paulo, SP, from January 2011 to June 2014. RESULTS: A total of 146 surgeries were performed. The mean patient age was 67 years. Regarding the type of malignant tumors found, 104 (73%) were basal cell carcinoma and 3 (2%) were squamous cell carcinoma. The remaining 36 (25%) lesions were benign. The most affected nasal regions were as follows: nasal wing, 55 (38%); the dorsum, 36 (25%); tip, 26 (18%); sidewalls, 12 (8%); unspecified, 7 (5%); total involvement of the nose, 5 (3%); and the columella, 2 (1%). There was a preference for primary closure of the defect. However, if this was infeasible, local flaps were used, in agreement with the literature. CONCLUSION: The nasal aesthetic subunits can be reconstructed using a variety of surgical techniques. The surgeon should seek an appropriate aesthetic and functional outcome.

Keywords: Nasal surgical procedures; Basal cell carcinoma; Squamous cell carcinoma; Skin cancer; Surgical flaps.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução nasal é desafiadora devido à posição central e proeminente do nariz na face. Pequenos defeitos nessa região tornam-se óbvios. Análise retrospectiva das 146 cirurgias de reconstrução nasal nos Serviços Integrados de Cirurgia Plástica do Hospital Ipiranga - SICPHI, avaliando a incidência dos defeitos nasais, assim como as principais técnicas cirúrgicas realizadas de acordo com cada região nasal. MÉTODOS: Estudo descritivo retrospectivo pela revisão de 109 prontuários e arquivos fotográficos, dos pacientes atendidos nos Serviços Integrados de Cirurgia Plástica do Hospital Ipiranga, em São Paulo, SP, no período compreendido entre janeiro de 2011 a junho de 2014. RESULTADOS: Foram realizadas 146 cirurgias. A faixa etária média foi de 67 anos. Em relação ao tipo de tumores malignos encontrados, 104 (73%) eram carcinoma basocelular e três (2%) carcinoma espinocelular. As 36 (25%) lesões restantes eram de características benignas. As regiões nasais mais acometidas foram: asa nasal, 55 (38%); dorso, 36 (25%); ponta, 26 (18%); lateral, 12 (8%); não especificada, sete (5%); comprometimento total do nariz, cinco (3%); e columela, dois (1%). Observou-se a preferência ao fechamento primário dos defeitos. No caso de impossibilidade do mesmo, realizaram-se retalhos locais, concordando com a literatura. CONCLUSÃO: As subunidades estéticas nasais podem ser reconstruídas por uma variabilidade de técnicas cirúrgicas. O cirurgião deve buscar um adequado resultado estético e funcional.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos nasais; Carcinoma basocelular; Carcinoma de células escamosas; Neoplasias cutâneas; Retalhos cirúrgicos.

 

Marjolin's ulcer in chest: a case report

Alexandre Katalinic Dutra, Flavio Quinalha Gomes, Giuliana De La Fuente Meza, Rafael Carvalho Rodrigues, Eduardo Possari, Sílvia Arroyo Rstom, Pedro Alexandre Martinez Lozano
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):131-134 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

A case report of Marjolin's ulcer, observed at the "Fundação do ABC" teaching hospital, in São Paulo city. Sixty years-old male patient. Outcome period of more than 50 years, from the scar to the squamous cell carcinoma rise, aggravation due to arsenic contact, to suppurations, and to second-intention healing. Despite the surgical treatment with extensive resection and total axillary lymphadenectomy, the patient presented metastases within a short period of time, dying due to acute respiratory failure resulting from the pulmonary and mediastinal metastases. The authors present a revision on the development of malignant tumors on cutaneous scars, especially on burning scars.

Keywords: Carcinoma, squamous cell. Cicatrix. Ulcer. Skin ulcer/etiology. Burns/complications.

 

RESUMO

Relato de caso de úlcera de Marjolin observado no Hospital de Ensino da Fundação do ABC, São Paulo. Paciente do sexo masculino, 60 anos de idade, apresenta tempo de evolução do caso superior a 50 anos, da cicatriz até surgimento do carcinoma espinocelular. A lesão agravou-se devido ao contato com o arsênico, devido às supurações, e cicatrizações por segunda intenção. Apesar do tratamento cirúrgico com ressecção ampla e linfadenectomia axilar total associada, apresentou metástases numerosas em curto espaço de tempo, levando o paciente a óbito por insuficiência respiratória decorrente de metástases pulmonares e mediastinais. Os autores apresentam uma revisão sobre o desenvolvimento de tumores malignos sobre cicatrizes cutâneas, especialmente sobre cicatrizes de queimadura.

Palavras-chave: Carcinoma de células escamosas. Cicatriz. Úlcera. Úlcera cutânea. Queimaduras/complicações.

 

Burn lesions with progression to neoplasia: Marjolin's ulcer

Thiago Maciel Valente; Mateus Pinheiro Fernandes Feitosa Arrais; Bárbara Matos De Carvalho Borges; Samy Lima Carneiro; Maressa Cavalcante Fernandes de Albuquerque; Nelson Gurgel Simas de Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(3):399-404 - Review Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Marjolin's ulcer is defined as a malignancy within scars that is usually chronic and results from several lesion types, with burn injuries being the most common. Methods: A bibliographic survey was conducted of the Virtual Health Library, PubMed, Scientific Electronic Library Online, and Cochrane databases using the inclusion criteria of studies published in the last 5 years, human studies, and published in English or Portuguese. Results: A total of 31 studies were analyzed, of which only 6 were included in the final sample. Discussion: Marjolin's ulcer is found in old burn scars and can occur anywhere, but it is more common in the upper and lower limbs. The diagnosis begins with the clinical suspicion based on lesion characteristics: chronic unhealed ulcerative lesions with high and hardened edges, an unpleasant odor, and purulent discharge. However, the diagnosis can only be made histopathologically. The latency period between injury and malignancy is 30-35 years. Although treatment should be individualized since it depends on several factors, surgical excision is considered the gold standard. Conclusion: Knowledge about this condition is essential to better patient prognosis and prevent underestimation of possible cases of malignancy, allowing for appropriate therapy to minimize recurrence and enabling prophylactic measures to prevent burn injury and reduce risk factors for malignancy.

Keywords: Burns; Skin ulcer; Carcinoma; Healing; Plastic surgery

 

RESUMO

Introduction: Marjolin's ulcer is defined as a malignancy within scars that is usually chronic and results from several lesion types, with burn injuries being the most common. Methods: A bibliographic survey was conducted of the Virtual Health Library, PubMed, Scientific Electronic Library Online, and Cochrane databases using the inclusion criteria of studies published in the last 5 years, human studies, and published in English or Portuguese.
Results: A total of 31 studies were analyzed, of which only 6 were included in the final sample.
Discussion: Marjolin's ulcer is found in old burn scars and can occur anywhere, but it is more common in the upper and lower limbs. The diagnosis begins with the clinical suspicion based on lesion characteristics: chronic unhealed ulcerative lesions with high and hardened edges, an unpleasant odor, and purulent discharge. However, the diagnosis can only be made histopathologically. The latency period between injury and malignancy is 30-35 years. Although treatment should be individualized since it depends on several factors, surgical excision is considered the gold standard.
Conclusion: Knowledge about this condition is essential to better patient prognosis and prevent underestimation of possible cases of malignancy, allowing for appropriate therapy to minimize recurrence and enabling prophylactic measures to prevent burn injury and reduce risk factors for malignancy.

Palavras-chave: Queimaduras; Úlcera cutânea; Carcinoma; Cicatrização; Cirurgia plástica

 

Impact of the Cancer Institute implantation in the treatment of skin cancer in Northwest São Paulo State Area

José Renato Barbieri Gallo, Eduardo Henrique Farias Monteiro, Rodrigo Humberto Pires Rossi, Felipe Pires Silveira Bicudo, Jorge Luiz Vanzella Seba, Gianni Mateus Zuanazzi, Rodrigo Martins Alves, Marcello Peron Rosa, Antônio Roberto Bozola
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(3):362-367 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: The growing numbers of the skin neoplasms have been appreciating the knowledge and the capacity of Plastic Surgery professionals concerning the accomplishment of therapeutic procedures that involves the surgical remove of those malignant lesions and the affected areas reconstruction. The Cancer Institute (ICA) implantation, close to the clinical compound of São José do Rio Preto - SP, promoted a complete restructuring that reached as from the reception to the postoperative monitoring of the skin cancer bearers of São Paulo northwest state area. Objective: Two years later the ICA activities beginning, it was achieved a study with the scope of define the assisted patients' epidemiological profile, to observe changes in the accomplished therapeutic conducts and postoperative continuation results obtained, trying to measure the real impact of the implantation of this service in the context of the skin cancer in our region. Methods: The research was divided in two stages: first - retrospective 93 patients' handbooks were analyzed, only in relation to the patients who had histopathological diagnosis of cutaneous cancer (non-melanoma) and who were treated before the ICA activities had started. Second - prospective protocols of consultation, conduct and following were applied to the patients leaded to the ICA Plastic Surgery Service, being 102 submitted to the analysis. Results: The results showed that the epidemiological profile is similar than the other places and that the real impact of ICA was to promote a significant decrease of incomplete resections, a rude cost reduction, follow up standardization and increase of prevention attitudes.

Keywords: Skin neoplasms. Carcinoma, basal cell. Carcinoma, squamous cell. Cancer care facilities.

 

RESUMO

Introdução: Os números crescentes das neoplasias de pele têm valorizado o conhecimento e a capacidade dos profissionais em Cirurgia Plástica acerca da realização de procedimentos terapêuticos envolvendo a retirada cirúrgica dessas lesões malignas e a reconstrução das áreas afetadas. A implantação do Instituto do Câncer (ICA), junto ao complexo ambulatorial e hospitalar de São José do Rio Preto - SP, promoveu uma reestruturação que atingiu desde a captação até o acompanhamento pós-operatório dos pacientes portadores de neoplasias de pele da região noroeste paulista. Objetivo: Dois anos após o início das atividades do ICA, foi realizado um estudo com o objetivo de definir o perfil epidemiológico dos pacientes atendidos, observar mudanças nas condutas terapêuticas realizadas e nos resultados obtidos após seguimento, procurando quantificar o real impacto da implantação deste serviço no panorama das neoplasias de pele nesta região. Método: O estudo foi dividido em duas etapas: na primeira, retrospectiva, foram analisados 93 prontuários de pacientes com diagnóstico histopatológico de câncer cutâneo não-melanoma, tratados antes do início das atividades do ICA. Na segunda, prospectiva, foram aplicados protocolos de atendimento, conduta e seguimento aos pacientes encaminhados ao Serviço de Cirurgia Plástica do ICA, sendo 102 pacientes submetidos a análise. Resultados: Os resultados demonstraram que o perfil epidemiológico é semelhante ao encontrado em outras regiões do país e que o real impacto da implantação do ICA foi promover uma queda significativa no número de ressecções incompletas, redução brutal dos custos para o SUS, padronização no seguimento pós-operatório e expressiva melhora das práticas de prevenção do câncer de pele.

Palavras-chave: Neoplasias cutâneas. Carcinoma basocelular. Carcinoma de células escamosas. Institutos de Câncer.

 

Reconstrução imediata do couro cabeludo com retalho de transposição baseado na artéria temporal superficial pós-ressecção oncológica

Diego Fernando Villagra Avila; Inara do Carmo Lucchese; Estevão José Muller Uliano; Daniel Ongaratto Barazzetti; Zulmar Antonio Accioli de Vasconcellos; Jorge Bins Ely
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):62-64 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os tumores mais comuns envolvendo o couro cabeludo incluem carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular e melanoma maligno. A ressecção desses tumores pode causar defeitos variados e complexos. Há vários algoritmos para o tratamento desses defeitos. A reconstrução ideal irá depender da avaliação criteriosa de cada caso de acordo com diversos fatores. A técnica escolhida para a reconstrução deve priorizar o melhor resultado funcional e estético possível, com mínimo de morbidade do sítio doador. MÉTODOS: Relato de caso. Foram revisados o prontuário e os registros fotográficos de um caso de reconstrução imediata com retalho local após ressecção de tumor de couro cabeludo, e realizada revisão bibliográfica. RESULTADOS: Paciente foi submetido à ressecção de tumor de couro cabeludo e à reconstrução imediata com retalho local, com evolução favorável. CONCLUSÃO: Existem diversas opções para a reconstrução do escalpo, sendo o retalho local de transposição baseado na artéria temporal superficial, seguida de enxertia da área doadora, uma excelente opção de reconstrução do couro cabeludo.

Palavras-chave: Reabilitação; Neoplasias cutâneas; Carcinoma basocelular; Couro cabeludo.

 

Bilateral facial cutaneous flaps for nose reconstruction after multiples basal cell carcinoma on dorsum of the nose

Nadia Mari Namiuchi, Miguel Cirilo Ledo-Silva, Esmail Safaddine, Erick Leonardo de Oliveira Marcelle Beringer, Antonio Carlos Abramo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(4):563-565 - Case Reports

PDF Portuguese

ABSTRACT

The authors report a case of multiples basal cell carcinoma (BCC) over the dorsum treated with criotherapy, surgery and 5-fluoracil. They were not recurrence of former tumors occurring due to the poor skin quality. It was clearly showed through the biopsy exhibiting no BCC at the margin of resection. The wound caused by excessive use of 5-fluoracil was due to chemotherapy action over the normal skin. Removal of the skin from the dorsum to the base of the nose was performed to avoid new BCC. Reconstruction using cutaneous flaps on both sides of the face restored the nose and facial contour.

Keywords: Basal cell carcinoma. Mustardé Flap. Cutaneous flap.

 

RESUMO

Os autores relatam caso de múltiplos carcinomas basocelulares no dorso nasal, tratados com crioterapia, cirurgia e uso tópico de 5-fluoracil. Os múltiplos tumores não foram recidivas de tumores anteriores, mas decorrentes da qualidade da pele do dorso nasal. Isto ficou evidente na biopsia após a ressecção cirúrgica, demonstrando ausência de comprometimento nas margens da ressecção. A ulceração por uso prolongado do 5-fluoracil ocorreu pela ação do quimioterápico sob o tecido normal. A retirada da pele do dorso até a base da pirâmide nasal foi realizada para evitar novos tumores sobre a mesma. A reconstrução por dois retalhos cutâneos de hemiface permitiu a reparação do nariz, sem comprometer o contorno facial.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular. Retalho Mustardé. Retalho cutâneo.

 

Merkel cell carcinoma: two cases report

Daniel Francisco Mello, Leandro Ricciluca Matiello Felix, Aline Rodrigues, Américo Helene Jr.
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(1):217-221 - Case Reports

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Merkel cell carcinoma (MCC) is an uncommon and aggressive cutaneous malignant tumor. It usually occurs in patients above the seventh decade of life, in chronically sun-exposed areas. Merkel cells are located in the basal layer of epidermis, are associated with the local mechanoreceptors, and have neuroendocrine function poorly understood. They integrate the neuroendocrine-imune-cutaneous system (N.I.C.S.). With new imunohistochemistry markers, there was an increase in the number of the cases reported. Nevertheless, the low incidence of this tumor difficult realization of studies with higher scientific level. The treatment of MCC comprehends surgery, radiotherapy and chemotherapy, remaining in the literature discussion about the better treatment. The prognostic isn't good, being observed high levels of local recidives and metastatic disease, in linfonodes and distant sites. Objective: This paper has the objective of two case reports of MCC treated in our institution, including the literature review. Case reports: In both cases, the MCC wasn't the first clinical suspect, based on their appearance, being confirmed after incisional biopsy, which demonstraded neuroendocrine tumor. In the first case, the lesion was located in the anterior chest, the surgical treatment has been done and the radiotherapy was indicated; this treatment has not been done because the patient died four weeks after the surgery, for no related causes. In the second, the lesion was in the pre auricular location, the patient did not return to consult after the diagnosis.

Keywords: Carcinoma, Merkel cell. Neuroendocrine tumors. Carcinoma, neuroendocrine. Immunohistochemistry.

 

RESUMO

Introdução: O carcinoma das células de Merkel (CCM) corresponde a uma forma incomum e agressiva de neoplasia maligna cutânea. Normalmente acomete pacientes acima de 60 anos em áreas cronicamente expostas ao sol. As células de Merkel se localizam na camada basal da epiderme, estão associadas aos mecanorreceptores locais e têm função neuroendócrina pouco compreendida. Integram o sistema neuroendócrino-imuno-cutâneo (N.I.C.S.). Com o uso de novos marcadores imunohistoquímicos, houve aumento no número de casos relatados. No entanto, a baixa incidência desta neoplasia dificulta a realização de estudos com maior nível de evidência científica. O tratamento do CCM envolve cirurgia, radioterapia e quimioterapia, persistindo na literatura discussões a respeito da abordagem mais efetiva. O prognóstico não é bom, sendo observados elevados índices de recidivas locais e metástases, linfonodais e à distância. Objetivo: Este trabalho tem como objetivo o relato de dois casos de CCM tratados em nosso serviço, bem como a revisão da literatura. Relato dos casos: Em ambos os casos, o CCM não foi a suspeita clínica inicial, sendo confirmado após biópsia incisional, que demonstrou neoplasia neuroendócrina. Em relação ao primeiro caso, com lesão na região anterior do tronco, foi realizado tratamento cirúrgico e indicada radioterapia complementar, a qual não foi realizada por óbito do paciente, 4 semanas após a cirurgia, por causas não relacionadas. No segundo caso, de localização pré-auricular, houve perda do seguimento ambulatorial após diagnóstico.

Palavras-chave: Carcinoma de célula de Merkel. Tumores neuroendócrinos. Carcinoma neuroendócrino. Imunohistoquímica.

 

Retalho músculo cutâneo de pálpebra superior para inferior com pedículo medial para correção de ectrópio

Dayane Raquel de Paula; Maria Cecília Closs Ono; Anne Karoline Groth; Alfredo Benjamim Duarte da Silva; Fabíola Grigoletto Lupion; Renato da Silva Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):101-103 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: O ectrópio se caracteriza por uma eversão da margem palpebral, e é mais comum na pálpebra inferior. O processo de exposição ocular associado a esse quadro pode levar a sequelas graves, como a perda ocular. Muitos retalhos foram propostos para tratar esse quadro. Contudo, a taxa de recorrência pode ser alta, e quando o defeito se localiza na porção medial da pálpebra, ele se torna muito mais desafiador. Por isso, é fundamental que o cirurgião disponha de uma variedade de estratégias cirúrgicas para tratar adequadamente esses casos, definindo, em cada circunstância, qual a melhor técnica a ser adotada, entre as possibilidades disponíveis. O objetivo é apresentar o emprego do retalho miocutâneo de pálpebra superior para inferior, pediculado medialmente, como alternativa no tratamento de três casos de ectrópio MÉTODOS: Tratamento de pálpebra inferior com retalho miocutâneo de pálpebra superior para inferior, pediculado medialmente. Três casos pós-ressecção de lesão oncológica que evoluíram com ectrópio de pálpebra inferior (um deles já recidivado) e que foram trados com retalho miocutâneo de pálpebra superior para inferior, pediculado medialmente; nenhum dos 3 casos apresentou recidiva após essa abordagem proposta. CONCLUSÃO: O retalho miocutâneo de pálpebra superior para inferior com pedículo medial demonstrou-se uma opção viável, com resultado funcional e estético satisfatório, sem trazer grande prejuízo à área doadora e apresentando pele de cor, espessura e textura adequada à reconstrução da pálpebra inferior.

Palavras-chave: Ectrópio; Retalhos cirúrgicos; Pálpebras; Carcinoma; Reabilitação.

 

Perfil dos casos de ectrópio em um centro de referência de tratamento oncológico

Dayane Raquel de Paula; Maria Cecília Closs Ono; Anne Karoline Groth; Alfredo Benjamim Duarte da Silva; William Itikawa; Renato da Silva Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):122-124 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: O ectrópio é a alteração de mal posicionamento da pálpebra mais comum. A pálpebra e a região periocular são as áreas mais comumente afetadas pelos cânceres de pele - entre 5 e 10% dos cânceres de pele ocorrem nessa topografia. O ectrópio ocorre em 2,5 a 7% dos casos de remoção de lesões da pálpebra. Frequentemente, o tratamento do ectrópio vai requerer uma intervenção cirúrgica, e, infelizmente, a taxa de recorrência pode ser alta. Objetivo: Relatar a experiência de um centro de referência no atendimento de pacientes oncológicos no tratamento de casos de ectrópio. MATERIAIS E MÉTODO: Avaliação retrospectiva dos casos de ectrópio atendidos no nosso Serviço de Cirurgia Plástica e Reparadora do Hospital Erasto Gaertner, no período entre junho de 2012 e dezembro de 2017. RESULTADOS: Quarenta e sete casos de ectrópios foram levantados nessa pesquisa. A idade média dos pacientes foi de 67,65 anos. Vinte e oito pacientes do sexo feminino e 19 do sexo masculino. O tempo médio transcorrido entre a ressecção inicial e a cirurgia de correção do ectrópio foi de 27 meses. Sobre as neoplasias, 24 casos eram carcinoma basocelular, 16 casos de carcinoma espinocelular, 4 casos de melanoma e 1 caso de carcinoma de células de Merckel. Em 14 casos, houve necessidade de radioterapia adjuvante para o tratamento da neoplasia. Houve recidiva do ectrópio em 11 casos, sendo que em 4 deles havia história de radioterapia prévia. Entre estes mesmos 11 casos de recidiva, a reconstrução imediata foi feita pela própria equipe da Oncologia Cirúrgica em 8. CONCLUSÃO: A avaliação dos casos de ectrópio em centros de tratamento oncológico tem elementos muito relevantes que devem ser levados em consideração, como a equipe que realizará a reconstrução imediata e os casos em que será necessário complementar o tratamento com radioterapia. Esses dois elementos parecem, numa primeira análise, relacionados com aumento das taxas de recidiva.

Palavras-chave: Ectrópio; Carcinoma; Recidiva; Neoplasias palpebrais; Retalhos cirúrgicos.

 

Scalp reconstruction with local flap technique + skin graft at the same surgical time: case report

CELTO PEDRO DALLA VECCHIA; ANDRÉS RICARDO QUINTERO GARCÍA; CAIO PUNDEK GARCIA; LEANDRO RAFAEL SANTIAGO CEPEDA; LUIS GUSTAVO FERREIRA DA SILVA; JORGE BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):126-127 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: The reconstruction of the scalp for different causes has several surgical options and it is a challenge for the plastic surgeon to choose the appropriate technique.
Method: Presentation of a case of scalp reconstruction after resection of a squamous cell carcinoma.
Results: We report a case of surgical correction with local flap + skin graft. Discussion: This technique has advantages over others in the treatment of limited lesions on the skin of the scalp and is easily reproducible.
Conclusions: The local flap + skin graft is an effective technique for the reconstruction of scalp lesions.

Keywords: Reconstruction; Scalp; Surgical flaps; Carcinoma

 

RESUMO

Introdução: A reconstrução do couro cabeludo por diferentes causas tem diversas opções cirúrgicas e é um desafio para o cirurgião plástico a escolha da técnica adequada.
Método: Apresentação de um caso de reconstrução de couro cabeludo após ressecção de carcinoma espinocelular.
Resultados: Relatamos um caso de correção cirúrgica com retalho local + enxerto. Discussão: A técnica conta com algumas vantagens sobre outras no tratamento de lesões limitadas na pele do crânio e é facilmente reprodutível.
Conclusão: O retalho local + enxerto é uma técnica efetiva na reconstrução de lesões do couro cabeludo.

Palavras-chave: Reconstrução; Couro vabeludo; Retalhos virúrgicos; Carcinoma

 

A técnica de Webster Bernard modificada na reconstrução quase total do lábio inferior: casos clínicos

Tania Lena; Denisse Hartwig; Nicolás Urroz; Virginia Giachero; Oscar Jacobo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):125-128 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: O carcinoma labial é o tumor maligno mais frequente da cavidade bucal. Dentro destes, 80% corresponde ao carcinoma de células escamosas, cuja topografia mais frequente é o lábio inferior. Em casos localmente avançados, a morbidade da ressecção e reconstrução é alta, sendo um desafio para a equipe cirúrgica. Existem várias técnicas para reconstrução do lábio inferior que dependem principalmente do tamanho e topografia da lesão. Uma técnica clássica para defeitos totais ou quase totais é a de Webster Bernard bilateral, que consiste em retalhos miocutâneos de avanço da bochecha, com ressecção de triângulos de Burrow e reconstrução do vermelhão com retalhos de mucosa jugal. As modificações desta técnica preservam a inervação do músculo orbicular e, portanto, reconstituem a morfologia semelhante ao lábio, preservando a função do esfíncter, com um resultado estético aceitável. MÉTODOS: São apresentados dois casos clínicos de pacientes com carcinomas de células escamosas do lábio inferior, estágio T2 de acordo com a American Joint Committee on Cancer (AJCC) 2010, tratados no ano de 2017 no Hospital Universitário de Montevidéu, Uruguai, em que a ressecção e reconstrução oncológica foram realizadas com a técnica de Webster Bernard bilateral modificada e realizado um seguimento de 10 meses. RESULTADOS: Em ambos os casos foram alcançados resultados morfologicamente aceitáveis, com boa funcionalidade do esfíncter, abertura bucal e sensibilidade, e com um resultado aceitável de cicatrizes. CONCLUSÃO: A técnica de Webster Bernard é um procedimento clássico para grandes defeitos do lábio inferior, ainda em vigor apesar das múltiplas técnicas que emergiram nos últimos anos, incluindo as microcirúrgicas. A nossa experiência, coincidindo com a bibliografia analisada, mostrou um resultado morfológico, funcional e estético aceitável.

Palavras-chave: Lábio; Reabilitação; Carcinoma de células escamosas.

 

Management of squamous cell carcinoma in a renal transplant patient with a fascial-cutaneous flap based on posterior tibial artery and use of total skin graft: case report

GUILHERME LUIZ PACHER SCHMITZ; LEANDRO RAFAEL SANTIAGO CEPEDA; CELTO PEDRO DALLA VECCHIA; CAIO PUNDEK GARCIA; LUIS GUSTAVO FERREIRA DA SILVA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):153-155 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: The squamous cell carcinoma (SCC) is a common malignant cutaneous neoplasia that frequently appears as a hardened and elevated lesion with varying degrees of ulceration and crust. These types of lesions present as characteristic an unpleasant odor caused by the macerated keratin and by necrotic tissues with bacterial infection. The general recommendation is surgical management, but there are also protocols that use radiotherapy.
Method: This is a case report based on review of medical and photographic records, besides bibliographic review.
Conclusions: A fasciocutaneuos flap based on tibial posterior artery associated with skin graft is a good option for reconstruction of the upper leg after tumor resections.

Keywords: Carcinoma; Surgical flaps; Tibial arteries

 

RESUMO

Introdução: O carcinoma de células escamosas (CEC) é uma neoplasia cutânea maligna comum que frequentemente se apresenta como uma lesão endurecida, elevada, com graus variados de ulceração e crosta. Esses tipos de lesões apresentam como caraterística um odor desagradável causado pela queratina macerada e por tecidos necróticos com infecção bacteriana. A recomendação geral é o manejo cirúrgico, mas também existem protocolos de manejo que utilizam radioterapia, de acordo com o caso.
Método: Relato de caso baseado na revisão do prontuário e registros fotográficos, além de revisão bibliográfica.
Conclusão: retalho fáscio-cutâneo baseado na artéria tibial posterior associado com enxerto de pele total é uma boa opção para reconstrução da região superior da perna após ressecções tumorais.

Palavras-chave: Carcinoma; Retalhos cirúrgicos; Artérias da tíbia

 

Anatomopathological profiles of ambulatory plastic surgeries in Santo Amaro hospital of paulista litoral

RAFAEL CORDEIRO PUHL; HERALDO CARLOS BORGES INFORZATO; CARLOS HENRIQUE DOS REIS CONTE; PEDRO ANTONIO CORDOVA ROCHA; LINDA MAR PARADA ROBERTZ MUNIZ; IGOR LUCIANO ROCHA FAILLACE
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):156-158 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Malignant neoplasms of non-melanoma skin is the most incident form and encompasses squamous cell carcinoma (SCC) and basocellular carcinoma (BCC), which is the most frequent type of cancer in the Brazilian population. This study aims to evaluate the anatomopathological profiles of outpatient plastic surgeries performed at a public hospital on the São Paulo coast. This is a retrospective study of 42 patients in the ambulatory of plastic surgery of the Hospital Santo Amaro of Guarujá from May to August of 2018 who underwent surgical resection of lesions in which material was sent for anatomopathological examination. Of the 42 patients seen at the outpatient clinic, it was possible to verify that there was a higher prevalence of SCC and BCC carcinoma in white men, according to the literature. There is a need for greater attention in primary and secondary prevention care focused on men.

Keywords: Neoplasms of appendages and cutaneous appendages; Squamous cell carcinoma; Basal cell carcinoma; Diagnosis

 

RESUMO

As neoplasias de pele não melanoma são a forma mais incidente e englobam o carcinoma espinocelular (CEC) e o basocelular (CBC) que é o tipo de câncer mais frequente na população brasileira. Este estudo tem como objetivo avaliar os perfis anatomopatológicos de cirurgias plásticas ambulatoriais realizadas em um hospital público do litoral paulista. É um estudo retrospectivo de 42 prontuários de pacientes atendidos no ambulatório de cirurgia plástica do Hospital Santo Amaro de Guarujá no período de maio a agosto de 2018 que realizaram ressecção cirúrgica de lesões, nas quais foi colhido material encaminhado para exame anatomopatológico. Dos 42 pacientes atendidos no ambulatório foi possível se constatar que houve uma maior prevalência do carcinoma CEC e CBC em homens brancos, o que está de acordo com a literatura consultada. Há a necessidade de um maior direcionamento na atenção a prevenção primária e secundária com foco em homens.

Palavras-chave: Neoplasias de anexos e de apêndices cutâneos; Carcinoma de células escamosas; Carcinoma basocelular; Diagnóstico

 

Support

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license