ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 251 result(s)

Search for : Mama, patologia, cirurgia Doenças mamárias, diagnóstico Neoplasias mamárias

The Blepharochalasis syndrome and it's comparison with dermochalasis

Sergio Lessa, Roberto Sebastiá, Marcelo Nanci, Eduardo Flores, Marcos Sforza
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(2):89-96 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The blepharochalasis syndrome is an uncommon disorder, that initially appears in young patients, specially in puberty, being characterized by recurrent episodes of periorbital swelling which, over the years, conduct to alterations in the palpebral support structure, determining a group of characteristic signs and symptoms: palpebral skin redundance with progressive thinning and wrinkling, pseudoepicanthus, lateral canthal tendon desinsertion, blepharoptosis, lid bags atrophy and a peculiar bronze skin pigmentation. The palpebral alterations can be divided in two stages: initial stage (intumescent or swelling), characterized by recurrent episodes of palpebral swelling and a late stage (quiescent or chronic), where atrophy is the landmark. Surgical treatment is imposed with palpebral repositioning and, sometimes, reconstruction. In face of the numerous clinical findings and anatomic modifications of the syndrome, it's differentiation from dermochalasis - palpebral skin redundance that develops as part of the facial ageing process frequently accompanied by lid bags protrusion and pseudoptosis - becomes of great importance for the correct surgical planning and treatment of distinct pathologies. Our study evaluated 34 patients, 28 were submitted to surgical correction of blepharochalasis, between 1990 and 2005, characterizing the syndrome, differentiating it from dermochalasis adequately and proposing the proper surgical planning for this condition.

Keywords: Eyelid diseases, surgery. Blepharoptosis. Eyelids, pathology

 

RESUMO

A síndrome do blefarocalásio é uma desordem incomum, que inicialmente pode se manifestar numa faixa etária mais jovem, especialmente na puberdade, sendo caracterizada por episódios recorrentes de edema peri-orbitário. Com o passar dos anos, estes episódios recorrentes levam a alterações das estruturas de suporte palpebral, determinando uma série de sinais característicos: redundância de pele palpebral, que se torna progressivamente mais fina e enrugada; pseudo-epicanto; desinserção do tendão cantal lateral; blefaroptose; atrofia de bolsas palpebrais e uma pigmentação cutânea peculiar, com tonalidade bronze. As alterações palpebrais podem ser divididas em duas fases: fase inicial (intumescente ou de edema), caracterizada por episódios recorrentes de edema palpebral e uma fase tardia (quiescente ou crônica), onde a atrofia cutânea se destaca. O tratamento cirúrgico se impõe com necessidade de reposicionamento e, muitas vezes, reconstrução palpebral. Diante dos inúmeros achados clínicos e alterações anatômicas da síndrome, torna-se imprescindível sua diferenciação com o dermocalásio - constituído por redundância cutânea palpebral que se desenvolve como parte do processo de envelhecimento facial, freqüentemente acompanhada de protusão de bolsas de gordura que resulta em pseudoptose - para o correto planejamento cirúrgico e tratamento adequado de condições distintas. A partir da avaliação de 34 pacientes, 28 dos quais submetidos ao tratamento cirúrgico, os autores caracterizam a síndrome, diferenciam-na adequadamente do dermocalásio e sugerem a conduta cirúrgica adequada para esta condição.

Palavras-chave: Doenças palpebrais, cirurgia. Blefaroptose. Pálpebras, patologia

 

Histopathological profile of pieces from mammoplasties at the University Hospital of UFSC from 2012 to 2015

DIEGO MACHADO SILVANO; CARLO MOGNON MATTIELLO; PAULO ROBERTO DA SILVA MENDES; JORGE BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):14-16 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Mammoplasties are among the major plastic surgeries performed in Brazil. Although the patients presented preoperative imaging tests without alterations, there is the possibility of finding malignant lesions in the anatomopathological analysis of the resected part.
Objective: To analyze the results of anatomopathological examinations of patients submitted to mammoplasty, from 2012 to 2015.
Results: Of the 231 specimens, there were histopathological alterations in 200 (79.05%). The benign non-proliferative lesions were the main findings: stromal fibrosis 137 (54.1%), ductal ectasia 129 (50.9%); benign proliferative changes were uncommon, with only six cases: fibroadenoma was the main (three cases). In situ ductal carcinoma was not found.
Discussion: Malignant findings are rare, and routine histopathological analysis is at least questionable.
Conclusion: Anatomopathological evaluation of the surgical specimens of mammoplasties may be important for the detection of breast tissue changes without previous clinical manifestations, but in our series there were no cases of malignancies, and this conduct should be discussed.

Keywords: Pathology; Surgical pathology; Mammoplasty; Breast neoplasms; Fibrocystic breast disease; Breast ductal carcinoma

 

RESUMO

Introdução: As mamoplastias estão entre as principais cirurgias plásticas realizadas no Brasil. Apesar dos pacientes apresentarem exames de imagens pré-operatórios sem alterações, há a possibilidade de encontrar lesões malignas no anatomopatológico da peça ressecada.
Objetivo: Analisar os resultados dos exames anatomopatológicos das pacientes submetidas à mamoplastia no período de 2012 a 2015.
Resultados: Das 231 peças, houve alterações histopatológicas em 200 (79,05%). As lesões não proliferativas benignas foram os principais achados: fibrose estromal 137 (54,1%), ectasia ductal 129 (50,9%); alterações proliferativas benignas foram incomuns, com apenas seis casos: fibroadenoma foi o principal (três casos). O carcinoma ductal in situ não foi encontrado.
Discussão: São raros os achados malignos, sendo pelo menos discutível a realização de análise histopatológica de rotina.
Conclusão: Avaliação anatomopatológica das peças cirúrgicas das mamoplastias pode ser importante para a detecção de alterações no tecido mamário sem manifestações clínicas prévias, porém na nossa casuística não tivemos casos de malignidades, devendo essa conduta ser discutida.

Palavras-chave: Patologia cirúrgica; Patologia; Doença da mama fibrocística; Mama; Mamoplastia; Neoplasias da mama

 

Orbital fat prolapse

Giovanni André P. Viana, Midori Osaki, Ana Estela Sant'Anna, Liliam Ohkawara, Patrícia Miyasato
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(3):155-160 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Background: Orbital fat prolapse has been rarely described in the literature and is frequently confused with other conjunctival tumors, such as dermolipoma. The purpose of the present study was to describe the clinical features and treatment of ten patients with orbital fat prolapse. Method: The authors report here the findings and their experience in ten consecutive cases of orbital fat prolapse at the Federal University of São Paulo, between July 2004 and December 2005. It was verified age, gender, the presenting complaint, physical findings, associated local and systemic diseases, type of treatment and complications. Results: The majority of the patients were male (80%). The ages ranged from 44 to 86 (mean, 68 years). Six patients presented unilateral disease, and four presented bilateral disease. 90% of cases had fat prolapse occurring superotemporally and 10% had atypical superonasally fat prolapse. In one case, there was a history of trauma. All patients were underwent surgical excision of the prolapsed fat only for cosmetics. There were no complications. Conclusions: Orbital fat prolapse typically occurs superotemporally mostly in males and, is easily differentiated from others lesions, such as dermolipoma. The authors believe that surgical treatment is the best choice of management.

Keywords: Conjunctival diseases, surgery. Orbital diseases, surgery. Prolapse. Adipose tissue, pathology

 

RESUMO

Objetivo: O prolapso de gordura orbital é uma entidade pouco descrita e, muitas vezes, confundida com tumores de conjuntiva ou com prolapso de glândula lacrimal. O presente trabalho teve por objetivo descrever o quadro clínico e o tratamento de dez pacientes com prolapso de gordura orbital. Método: Os autores descrevem a experiência em dez casos consecutivos de prolapso de gordura orbital, tratados na Universidade Federal de São Paulo, entre julho de 2004 e dezembro de 2005. Verificou-se idade, sexo, queixa inicial, achados clínicos, doenças associadas, tipo de tratamento e complicações. Resultados: A grande maioria dos pacientes era do sexo masculino (80%). A idade variou entre 44 e 86 anos (média de 68 anos). Em seis casos, a lesão era unilateral e, em quatro pacientes, acometia ambos os olhos. Em todos os pacientes, a queixa foi apenas estética, não causando nenhum desconforto local. Em 90% dos casos, o prolapso estava localizado no quadrante súpero-temporal, enquanto que, em 10%, na região súpero-nasal. Houve um paciente com história de cirurgia prévia. Todos os dez pacientes foram submetidos a tratamento cirúrgico, não havendo complicação ou recidiva até o momento. Conclusão: O prolapso de gordura orbital é mais comum em homens, mais freqüente no quadrante súpero-temporal, sendo facilmente diferenciado de outras lesões como, por exemplo, o dermolipoma. Os autores acreditam que a cirurgia é a melhor forma de tratamento.

Palavras-chave: Doenças da conjuntiva, cirurgia. Doenças orbitárias, cirurgia. Prolapso. Tecido adiposo, patologia

 

An epidemiological study of the association between risk factors and skin cancer incomplete excisions

JOÃO VITOR PITHON NAPOLI; GABRIELA DUCIONI MATOS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(1):40-45 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The increasing incidence of skin cancer leads to a high number of surgical procedures worldwide. The surgical treatment of skin cancer's main objective is its complete excision, preserving the function and the best aesthetic result. Incomplete initial resection can result in recurrences and major damage. The objective is to analyze the risk factors for positive margins in the follow-up of cutaneous lesions surgically removed, for one year, in the plastic surgery department of the Royal Perth Hospital.
Methods: A survey of histopathological samples from 947 operated patients was analyzed. All patients with confirmed incomplete excision (IE) underwent a second surgery or even a third time.
Results: In total, 947 lesions were found, 6.6% of surgeries had compromised margins, with a histopathological distribution of 75% of basal cell carcinoma, 21.4% of squamous cell carcinoma, and 3.6% of other lesions. The relation of the presence of compromised surgical margins between the SCC, compared to BCC, leads to a relative risk of 2.8 and a p-value of 0.041, which suggests that the SCC is a risk factor for the presence of compromised surgical margins. For staging, the need for a second surgical approach was present in 61.29% of the patients, 20.9% were under observation, 3.2% were absent from the service, 8% went directly to chemotherapy or radiotherapy, and 6.4% rescheduled the surgery.
Conclusion: Knowledge of risk factors for positive margins is necessary for the surgeon to understand the prognosis and monitoring of each patient.

Keywords: Skin Neoplasms. Dermatology. Plastics. /pathology. Margins of Excision.

 

RESUMO

Introdução: A crescente incidência de câncer de pele leva a um alto número de procedimentos cirúrgicos em todo o mundo. O principal objetivo do tratamento cirúrgico do câncer de pele é sua excisão completa, preservando a função e o melhor resultado estético. A ressecção inicial incompleta pode resultar em recorrências e danos graves. O objetivo é analisar os fatores de risco para margens positivas no seguimento de lesões cutâneas removidas cirurgicamente, por um ano, no departamento de cirurgia plástica do Hospital Royal Perth.
Métodos: Foi analisado um levantamento de amostras histopatológicas de 947 pacientes operados. Todos os pacientes com excisão incompleta confirmada (EI) foram submetidos a uma segunda cirurgia ou até mesmo a uma terceira vez.
Resultados: No total, 947 lesões foram encontradas, 6,6% das cirurgias tiveram margens comprometidas, com distribuição histopatológica de 75% de carcinoma basocelular (CBC), 21,4% de carcinoma de células escamosas (CCE) e 3,6% de outras lesões. A relação da presença de margens cirúrgicas comprometidas entre o CCE, quando comparada ao CBC, leva a um risco relativo de 2,8 e um valor p de 0,041, sugerindo que o primeiro é um fator de risco para a presença de margens cirúrgicas comprometidas. Para o estadiamento, a necessidade de uma segunda abordagem cirúrgica esteve presente em 61,29% dos pacientes, 20,9% estavam em observação, 3,2% estavam ausentes do serviço, 8% foram diretamente à quimioterapia ou radioterapia e 6,4% remarcaram a cirurgia.
Conclusão: O conhecimento dos fatores de risco para margens positivas é necessário para que o cirurgião entenda o prognóstico e o acompanhamento de cada paciente.

Palavras-chave: Câncer de pele; Cirurgia plástica; Dermatologia; Margens de excisão; Patologia

 

Histopathological study of 1018 surgical parts from reducing mammoplasty

Luiz Humberto Garcia de Souza, Sérgio William Gomes de Oliveira Segundo, Danillo Bomfim Dalul, Carmem Maia de Morais, Daniela Espíndola Antunes, Fabiana Pirani, Edson Dias Tannus
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(3):173-175 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Background: Many articles published in the last decades have shown the incidence of histological alterations in samples of tissues proceeding from reducing mammoplasty. However, in the literature, is extremely scarce studies that correlate age and histopathological findings by a detailed way. The authors had the purpose to show and to argue the histopathological findings in accordance with the age, of the samples from the patients submitted to the reducing mammoplasty. Method: The authors had evaluated the results of histopathological examination of 1018 surgical parts proceeding from reducing mammoplasty performed in the Plastic Surgery Service of a university hospital, that had been divided in two groups: findings of patients with age under 35 years old (Group 1) and findings of patients with age at or above 35 years old (Group 2). Results: Fibrosclerosis (42.24%) and greasy infiltration (34.87%) had been the most frequent alterations. Three cases of ductal epithelial hyperplasia and atypical lobular hyperplasia, considered pre-malignant alterations, had been found. Carcinoma in situ or invader carcinoma was not found. Conclusions: The authors had concluded that can be argued with the patient and/or with the family the request of the histopathological examination in surgical parts proceeding from reducing mammoplasty in women under 35 years old (with normal clinical examination, without familiar history of breast cancer). Otherwise, it is obligate the request of this exam in the surgical parts proceeding from women with age at or above 35 years old, because this study, in concense with other literature papers, show that, in this last age band, there is a higher incidence of breast pre-malignant alterations (p< 0.05).

Keywords: Breast, pathology, surgery. Breast disease, diagnosis. Breast neoplasms

 

RESUMO

Introdução: Vários trabalhos nas últimas décadas têm demonstrado a incidência de alterações histológicas nos espécimes cirúrgicos provenientes de mamaplastia redutora. Todavia, é extremamente escasso na literatura estudo que correlacione idade e achados histopatológicos de maneira detalhada. Os autores objetivaram mostrar e discutir os achados histopatológicos, de acordo com a faixa etária, dos espécimes cirúrgicos de pacientes submetidas à mamaplastia redutora. Método: Os autores avaliaram os resultados de exames histopatológicos de 1018 peças cirúrgicas provenientes de mamaplastias redutoras realizadas no Serviço de Cirurgia Plástica de um hospital universitário, que foram divididos em dois grupos: achados de pacientes com idade inferior a 35 anos (Grupo 1) e achados de pacientes com idade igual ou superior a 35 anos (Grupo 2). Resultados: As alterações mais freqüentes foram fibroesclerose (42,24%) e infiltração gordurosa (34,87%). Houve três casos de hiperplasia epitelial ductal e lobular atípica, lesões consideradas pré-malignas, e nenhum achado de carcinoma in situ ou invasor foi diagnosticado. Conclusões: Os autores concluíram que pode ser discutida com a paciente e/ou com seus familiares a solicitação do exame histopatológico em peças cirúrgicas provenientes de mamaplastias redutoras em mulheres abaixo dos 35 anos (com exame clínico normal, sem história familiar de câncer de mama). Por outro lado, é obrigatória a solicitação deste exame nas peças cirúrgicas provenientes de mulheres com idade igual ou superior a 35 anos, uma vez que o presente estudo, em consenso com outros trabalhos da literatura, mostrou que, nesta última faixa etária, há uma incidência maior de alterações pré-malignas da mama (p< 0,05).

Palavras-chave: Mama, patologia, cirurgia. Doenças mamárias, diagnóstico. Neoplasias mamárias

 

Transconjunctival lower blepharoplasty with skin resection and preservation of the orbicularis muscle

Ingrid Paula Lückmann Bernardino
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(1):74-81 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Transconjunctival lower blepharoplasty is increasingly used by surgeons, since it is reproducible and has a low rate of complications compared to transcutaneous technique. The advantage of the transconjunctival technique is the preservation of the orbital septum, middle lamella, and orbicularis muscle innervation. This study aims to assess the results and complications of transconjunctival blepharoplasty with skin resection in the lower eyelid without detachment. METHOD: Eighteen patients who underwent this surgery with or without lateral canthopexy were analyzed. The surgical technique is described in detail. RESULTS: A total of 16 female and 2 male patients were assessed, with an average age of 52.7 years. There was improvement in all cases in the appearance of increased volume in the lower eyelid, and a decrease in skin and lateral ligament laxity. Late complications such as eyelid retraction, ectropion, unaesthetic scars, diplopia, or remnant fat bags were not observed. Surgical reintervention was not required in any cases. CONCLUSION: Transconjunctival lower blepharoplasty with skin resection without detachment and with preservation of the orbicularis muscle, with or without canthopexy, is an excellent technique, and is easily reproducible, reliable, and safe, with few postoperative complications in treatment of age-related changes in the lower eyelids.

Keywords: Blepharoplasty; Eyelids; Eyelids/Pathology; Lacrimal apparatus; Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A blefaroplastia inferior transconjuntival está cada vez sendo mais utilizada pelos cirurgiões por ser uma técnica reprodutível e com baixo índice de complicações quando comparada à via transcutânea. Esta técnica tem como vantagens em relação à transcutânea a preservação do septo orbital, da lamela média e a manutenção da inervação do músculo orbicular. Este estudo tem o objetivo de analisar os resultados e as complicações da blefaroplastia transconjuntival com ressecção de pele na pálpebra inferior sem descolamento em uma amostra de pacientes. MÉTODO: Foram avaliados 18 pacientes submetidos a esta cirurgia, associada ou não à cantopexia lateral. A técnica cirúrgica é descrita detalhadamente. RESULTADOS: Um total de 16 pacientes femininos e 2 masculinos foram avaliados, com idade média de 52,7 anos. Houve melhora do aspecto do aumento de volume da pálpebra inferior, da flacidez de pele e da flacidez ligamentar lateral em todos os casos. Não foram registradas complicações tardias como retrações palpebrais, ectrópio, cicatrizes inestéticas, diplopia ou bolsas gordurosas remanescentes. Em nenhum caso foi necessária reintervenção cirúrgica. CONCLUSÃO: A blefaroplastia inferior transconjuntival com ressecção cutânea sem descolamento e preservação do músculo orbicular, associada ou não à cantopexia, se mostrou uma excelente técnica, facilmente reprodutível, confiável, segura e com poucas complicações pós-operatórias para o tratamento das alterações senis das pálpebras inferiores.

Palavras-chave: Blefaroplastia; Pálpebras; Pálpebras/Patologia. Aparelho lacrimal; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Hand macrodactyly: a case report

Kátia Tôrres Batista, Alexandre Faleiros Cauhi, Carlos Eduardo Fagotti de Almeida, Edilberto Assumpção de Araújo, Gláucia Ângela Braz de Jesus, Hugo José de Araújo, Odésio Luiz Lunz
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):128-130 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The authors describe the progress over a ten year period of a single hand macrodactyly digital progressive case and corresponding surgical and rehabilitation procedures used. The female child was first evaluated at the hospital at the age of 10 months, with macrodactyly digital progressive at I and II fingers of the left hand. Afterwards she developed carpal tunnel syndrome, atrophy and lost of thumb opposition. The third ray was amputated at age 2. At age 6 she was realized finger shortening, physeal arrest and at age 9 a carpal tunnel release, II ray resection and proprius extensor tendon opponensplasty. Many interventions and treatment methods were required to relieve the compression symptoms of the median nerve and satisfactory final functional result. The authors recommend amputation as a surgical option and early carpal tunnel release.

Keywords: Fingers/abnormalities. Gigantism/pathology. Hand deformities, congenital/surgery. Finger phalanges/abnormalities.

 

RESUMO

Os autores descrevem a evolução de um caso de macrodactilia digital progressiva na mão ao longo de 10 anos e os programas cirúrgicos e de reabilitação utilizados. Criança do sexo feminino foi admitida no Hospital de Reabilitação aos 10 meses de idade, apresentava macrodactilia digital progressiva no II e III quirodáctilos da mão esquerda. Evoluiu com síndrome do túnel do carpo, atrofia e perda da oponência do polegar. Aos dois anos, foi submetida a amputação do III raio; aos seis anos, a encurtamento do II dedo, epifisiodese e, aos nove anos, a retinaculotomia dos flexores, amputação do II raio e restauração da oponência do polegar com a transferência do extensor próprio do índex. Foram necessários vários procedimentos e métodos de tratamento para o alívio dos sintomas de compressão do nervo mediano e resultado final funcional satisfatório. Os autores recomendam a amputação como opção cirúrgica e o tratamento precoce da síndrome do túnel do carpo.

Palavras-chave: Dedos/anormalidades. Gigantismo/patologia. Deformidades congênitas da mão/cirurgia. Falanges dos dedos da mão/anormalidades.

 

Keratoacanthoma: morphological, clinical, and surgical aspects

LÍVIA NEFFA; JOSÉ CARLOS RIBEIRO RESENDE ALVES; ERICK HORTA PORTUGAL; REBECA PAOHWA LIU DA FONSECA; JOSÉ DE SOUZA ANDRADE; NÁRLEI AMARANTE PEREIRA; RAÍSSA LEMOS FERREIRA DA SILVA; AUGUSTO CÉSAR DE MELO ALMEIDA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):382-388 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Keratoacanthoma is an epithelial neoplasm of rapid growth, more frequent in areas of sun exposure, and usually appears as a single, rounded lesion with a central depression filled with keratin. Clinical and histopathological similarities with squamous cell carcinoma often make differential diagnosis difficult. Excisional biopsy is the approach of choice, allowing diagnosis and treatment.
Method: This is an observational and retrospective study, in which data of 162 patients treated at the Hospital Felício Rocho from 2005 to 2013, in Belo Horizonte, MG, were analyzed. All patients underwent surgical excision of tumors. Data on sex, age, number of lesions, location, tumor size, and preoperative diagnosis were studied.
Results: Of the 162 patients, with a total of 173 lesions, only 154 (95.06%) had keratoacanthoma. There were 92 male (56.80%) and 70 female (43.20%) patients. The age of patients ranged from 11 to 96 years, with an average of 71.23 years. The lesions were located predominantly in the upper limbs (43.64%), face (28.48%), and lower limbs (17.58%). In the diagnostic hypotheses formulated by surgeons at the request of the pathology, the diagnosis was correct in 63.13%.
Conclusion: Keratoacanthoma is an epithelial tumor with morphological characteristics similar to those of squamous cell carcinoma, which often complicates the diagnosis. Therefore, the complete excision of the suspicious lesions is necessary for correct diagnosis and treatment.

Keywords: Surgical reconstructive procedures; Keratoacanthoma; Skin diseases; Skin neoplasms; Surgical procedures, operative; Pathology, surgical

 

RESUMO

Introdução: O ceratoacantoma é uma neoplasia epitelial de rápido crescimento, mais frequente em áreas de exposição solar. Habitualmente, apresenta-se como lesão única, arredondada, com depressão central preenchida de queratina. As semelhanças clínicas e histopatológicas com o carcinoma de células escamosas, frequentemente, dificultam o diagnóstico diferencial. A biópsia excisional é a abordagem de escolha, permitindo diagnóstico e tratamento.
Método: O presente estudo é observacional e retrospectivo, com dados de 162 pacientes tratados de 2005 a 2013, no Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte, MG. Todos os pacientes submeteram-se à excisão cirúrgica dos tumores. Foram estudados: sexo, idade, número de lesões, localização, tamanho do tumor e diagnóstico pré-operatório.
Resultados: Dos 162 pacientes, totalizando 173 lesões, 154 (95,06%) apresentavam ceratoacantoma único. Noventa e dois eram do gênero masculino (56,80%) e 70 do feminino (43,20%). A idade dos pacientes variou de 11 a 96 anos, com média de 71,23 anos. As lesões localizavam-se predominantemente nos membros superiores (43,64%), na face (28,48%) e nos membros inferiores (17,58%). Nas hipóteses diagnósticas formuladas pelos cirurgiões, no pedido do exame anatomopatológico, houve diagnóstico correto em 63,13%.
Conclusão: O ceratoacantoma é uma neoplasia epitelial de características morfológicas semelhantes ao carcinoma de células escamosas, o que, por muitas vezes, dificulta o diagnóstico. Torna-se necessária, portanto, a excisão cirúrgica completa das lesões suspeitas para diagnóstico e tratamento corretos.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Ceratoacantoma; Dermatopatias; Neoplasias cutâneas; Procedimentos cirúrgicos operatórios; Patologia cirúrgica

 

Giant intermuscular lipoma: case report

Gabriel Salum d'Alessandro; Tatiana Rego Nunes; Alan Lajner; Marina Felca Beirigo; Oscar Porto; Walter Soares Pinto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(3):226-228 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Despite the fact that lipomas are very common mesenchymal tumors, the subfascial variant is quite rare. It is subdivided into intermuscular and intramuscular. The intermuscular type is less common. Giant lipomas are also rarely found and are characterized by measuring at least 10 centimeters in one dimension or weigh at least 1000 grams. Case report: In this article, we describe the case of a patient presenting a giant intermuscular lipoma located in the thigh.

Keywords: Lipoma/surgery. Neoplasms, adipose tissue. Thigh/pathology

 

RESUMO

Introdução: Contrastando com o fato de que os lipomas são tumores mesenquimais muito comuns, a variante subfascial é bastante rara. Esta é subdividida em intermuscular e intramuscular. O tipo intermuscular é o menos comum. Os lipomas gigantes também são raramente encontrados e são caracterizados por medir, no mínimo, 10 centímetros em uma das dimensões ou pesar ao menos 1000 gramas. Relato do caso: No presente artigo, relatamos o caso de uma paciente apresentando um lipoma intermuscular gigante localizado na coxa.

Palavras-chave: Lipoma/cirurgia. Neoplasias lipomatosas. Coxas/patologia

 

Kaposiform hemangioendothelioma: radiological, surgical and anatomopathological correlation

KATIA TORRES BATISTA; HUGO JOSE DE ARAÚJO; MARIA IRENI ZAPALOWSKI GALVÃO; SILVIA YUMI MYASAKI; ANNA LUIZA GALVÃO; CAMILA FREIRE PARENTE ALVES DA SILVA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(1):91-95 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Kaposiform cutaneous hemangioendothelioma (HEK) is a rare locally aggressive vascular tumor, seen mainly in newborns and children. It has a prevalence of 0.91 cases per 100,000 children, being most common in the extremities. The treatment of choice is total resection; however, it is often not possible due to the lesion's extent and association with the Kasabach-Merritt phenomenon.
Objectives: To describe the evolution of a rare tumor in the plantar region of a child, correlating the radiological, surgical, and histopathological findings.
Methods: The authors report the case of a boy admitted at the age of five with a recurrent painful plantar skin lesion. In the magnetic resonance examination (NMR), he presented a lesion in the posterior plantar region measuring 3cmx2cm, superficial to the plantar fascia. In the biopsy examination, he revealed kaposiform hemangioendothelioma without association with the Kasabach-Merritt phenomenon. He underwent a surgical procedure for excision and presented recurrence after six months. A new broad resection, reconstruction with a plantar flap, and partial skin graft were performed, obtaining free margins, with no recurrence in the 15-year follow-up.
Conclusion: Clinical findings suggested plantar fibromatosis, NMR helped in delimiting the tumor, and histopathological examination with immunohistochemistry confirmed the diagnosis of kaposiform cutaneous hemangioendothelioma. Resection was performed up to the fascia with recurrence, requiring re-approach and resection to the periosteum with reconstruction using a plantar flap and skin graft, without recurrence after 15 years. The authors call attention to the wide resection of deep and lateral margins to control tumor growth.

Keywords: Hemangioendothelioma; Hemangioma; Plastic surgery; Surgical pathology; Neoplasms of vascular tissue

 

RESUMO

Introdução: O hemangioendotelioma cutâneo kaposiforme (HEK) é um tumor vascular raro localmente agressivo, visto principalmente em recém-nascidos e crianças. Tem prevalência de 0,91 casos por 100.000 crianças, mais comum nas extremidades. O tratamento de escolha é a ressecção total, todavia muitas vezes não é possível devido à extensão da lesão e associação ao fenômeno de Kasabach-Merritt.
Objetivos: Descrever a evolução de caso raro de tumor na região plantar de criança, correlacionando os achados radiológicos, cirúrgicos e histopatológicos.
Métodos: Os autores relatam o caso de menino admitido aos cinco anos de idade com lesão cutânea plantar dolorosa recidivada. No exame de ressonância magnética (RMN) apresentava lesão na região plantar posterior medindo 3cmx2cm, superficial à fáscia plantar, no exame de biópsia revelou hemangioendotelioma kaposiforme, sem associação com o fenômeno de Kasabach-Merritt. Foi submetido a procedimento cirúrgico para exérese, apresentou recidiva após seis meses. Foi realizada nova ressecção ampla, reconstrução com retalho plantar e enxerto de pele parcial, obtendo-se margens livres, sem recidiva no seguimento de 15 anos.
Conclusão: Os achados clínicos sugeriam fibromatose plantar, a RMN auxiliou na delimitação do tumor, o exame histopatológico com imunohistoquímica confirmaram o diagnóstico de hemangioendotelioma cutâneo kaposiforme. Realizou-se ressecção até a fáscia com recidiva, sendo necessária reabordagem e ressecção até o periósteo com a reconstrução com retalho plantar e enxerto de pele, sem recidiva no seguimento de 15 anos. Os autores chamam a atenção para a ressecção ampla de margens profundas e laterais para controle do crescimento tumoral.

Palavras-chave: Hemangioendotelioma; Hemangioma; Cirurgia plástica; Patologia cirúrgica; Neoplasias de tecido vascular

 

Impact of fractional CO2 laser treatment on hypertrophic scars and keloids: a systematic review

LUCIANA EL HALAL SCHUCH; ALESSANDRA HADDAD; MIGUEL FRANCISCHELLI; ISABEL CRIVELATTI
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):127-133 - Review Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Hypertrophic scars and keloids cause aesthetic and functional damages, and are difficult to treat. This review aimed to identify prospective studies on fractional CO2 laser to present the clinical and histological changes and the methodology used for the evaluation of scars before and after intervention.
Methods: We conducted an electronic review (LILACS, Medline, and SciELO) of studies published between January 2004 and December 2017, using the search terms "keloid/queloide," "hypertrophic scar/cicatriz hipertrófica," and "CO2 laser ," according to the PRISMA Statement. Studies that compared scars before and after isolated treatment with fractional CO2 laser were selected. Two independent reviewers analyzed the data.
Results: One hundred two articles were analyzed, of which 7 met the inclusion criteria. Of the 7 articles, all analyzed hypertrophic scars, 2 analyzed keloids in addition to hypertrophic scars, and 3 analyzed histological changes. Most studies showed a statistically significant difference in clinical scores between before and after treatment of hypertrophic scars, with improvement in symptoms, flexibility, and scar height. Between the 2 studies that analyzed keloids, 1 reported a clinical difference after treatment. The histological changes showed significant differences in the orientation and density of the collagen fibers, and in the thickness of the epidermis.
Conclusion: The use of fractional CO2 laser should be considered as a promising treatment option for pathological scars, as it improves clinical signs and symptoms such as color, thickness, and pruritus.

Keywords: Gas laser; Hypertrophic scar; Keloid; Carbon dioxide; Pathology

 

RESUMO

Introdução: Cicatrizes hipertróficas e queloides causam dano estético e funcional e são de difícil tratamento. O objetivo desta revisão foi identificar estudos prospectivos do tratamento com o laser fracionado de CO2, mostrando as alterações clínicas e histológicas e a metodologia utilizada para a avaliação das cicatrizes antes e após intervenção.
Métodos: Foi realizada uma revisão eletrônica (LILACS, Medline e SciELO) de estudos publicados entre janeiro de 2004 e dezembro de 2017, com os termos "keloid/queloide", "hypertrophic scar/cicatriz hipertrófica" e "laser CO2", de acordo com o PRISMA Statement, sendo selecionados os estudos que comparassem as cicatrizes antes e depois de tratamento isolado com laser fracionado de CO2. Os dados foram analisados por dois revisores independentes.
Resultados: Foram analisados 102 artigos, sendo que 7 cumpriam os critérios estabelecidos. Destes, os 7 analisaram cicatrizes hipertróficas, 2 deles também analisaram queloides, e 3 estudaram alterações histológicas. Houve diferença estatística entre os escores clínicos medidos antes e após tratamento de cicatrizes hipertróficas na maioria dos estudos, com melhora nos sintomas, na flexibilidade e altura da cicatriz. Entre os 2 estudos que analisaram os queloides, 1 deles demonstrou diferença clínica após tratamento. Nas alterações histológicas, houve diferença na orientação e densidade das fibras de colágeno e na espessura da epiderme.
Conclusão: O laser fracionado de CO2 deve ser considerado como opção promissora no tratamento de cicatrizes patológicas, visto que melhora os sinais e sintomas clínicos como cor, espessura e prurido.

Palavras-chave: Lasers de gás; Cicatriz hipertrófica; Queloide; Dióxido de carbono; Patologia

 

Idiopathic scrotal calcinosis: an unusual skin disorder

FERNANDO PASSOS DA-ROCHA; MAURÍCIO ANDERSON BRUM; PEDRO HENRIQUE ONGARATTO BARAZZETTI; Fernanda Salim Testa da-Rocha
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(2):295-298 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Idiopathic scrotal calcinosis is a rare benign entity. Patients affected by scrotal calcinosis usually do not have other associated symptoms. We report the case of a 30-yearold man with several calcified nodules in the scrotal sac with onset at age 15 years. A complete surgical excision of the nodules was performed, and the patient recovered well with satisfactory aesthetic and functional results.

Keywords: Scrotum; Calcinosis; Epidermal cyst; Reconstructive surgical procedures; Surgical pathology

 

RESUMO

A calcinose escrotal idiopática é uma entidade rara, benigna. Não costuma ter outros sintomas associados. O caso reportado se trata de um paciente de 30 anos com diversos nódulos calcificados em bolsa escrotal, com 15 anos de evolução. Como medida terapêutica, foi realizada excisão cirúrgica completa dos nódulos, apresentando boa evolução cirúrgica e resultados estético e funcional satisfatórios.

Palavras-chave: Escroto; Calcinose; Cisto epidérmico; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Patologia cirúrgica

 

Scrotum reconstruction after necrotizing fasciitis

Diogo Franco, Cláudio Rodrigues, João Medeiros Tavares Filho, Flávia Imoto, Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):349-354 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Background: Necrotizing fasciitis of the perineal region is one of the most serious infections. We present analysis of the treatment of patient victims of necrotizing fasciitis submitted to reconstruction of scrotum with remnants of skin and muscle. Methods: Eleven patients were submitted to the covering of the raw areas with local mio-cutaneous flaps and superomedial thigh flap. Results: The patients presented good evolution with resolution of the raw surfaces and long lasting results. Conclusions: We observe that, with an ample and careful dissection of remaining skin of the scrotum, we can cover extensive areas, providing adequate protection of the testicules. In largest areas the superomedial thigh flap comes as an excellent alternative of simple execution and good aesthetic and functional outcomes.

Keywords: Fournier gangrene/rehabilitation. Fournier gangrene/surgery. Scrotum/surgery. Scrotum/pathology.

 

RESUMO

Introdução: Fascite necrosante está entre as mais graves infecções. Apresentamos análise do tratamento de pacientes vítimas de fascite necrosante da região perineal, submetidos à reconstrução do escroto com retalhos de pele e músculo remanescentes e retalho súpero-medial da coxa. Método: Foram analisados, de forma retrospectiva, 11 pacientes submetidos à cobertura das áreas cruentas com retalhos miocutâneos locais ou retalho súpero-medial da coxa. Resultados: Os pacientes apresentaram boa evolução com resolução da área cruenta, resultados duradouros e reproduzíveis. Conclusões: Observamos que, com dissecção ampla e cuidadosa da pele remanescente do escroto, podemos cobrir extensas áreas cruentas, proporcionando proteção adequada aos testículos. Como alternativa para a cobertura de lesões maiores, o retalho súpero-medial da coxa demonstrou boa aplicabilidade e simplicidade na sua execução.

Palavras-chave: Gangrena de Fournier/reabilitação. Gangrena de Fournier/cirurgia. Escroto/cirurgia. Escroto/patologia.

 

The Gorlin-Goltz Syndrome: diagnosis of a case associated with heart disease and type 2 diabetes mellitus

João Paulo Nunes Drumond; Bruna Bianca Allegro; Wilson Roberto Sendyk; Fabiana Martins e Martins de Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(4):578-582 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The Gorlin-Goltz syndrome (GGS) is a hereditary, autosomal dominant condition, with high penetrance and variable expressivity, resulting from mutations in the genes PTCH1, PTCH2, or SUFU. The diagnosis is based on the presence of 2 major criteria or a major criterion associated with 2 minor criteria, including multiple basal cell carcinomas, keratocystic odontogenic tumor (KOT), and bifid rib. Other endocrine, neurological, ophthalmologic, genital, respiratory, and cardiovascular alterations are found in the literature, but with variable manifestations. This study reports the case of a patient diagnosed with GGS associated with diastolic congestive heart failure and type 2 diabetes mellitus, who underwent multiple treatments for components of the syndrome. More recently, the patient underwent decompression followed by cystic enucleation of two KOTs in the jaw, oral rehabilitation with removable prosthodontics, cardiological evaluation, and attempted clinical control of endocrine and cardiac problems.

Keywords: Basal cell nevus syndrome; Hypertelorism; Macrocephaly; Buccal pathology; Hypertrophic cardiomyopathy.

 

RESUMO

A síndrome de Gorlin-Goltz (SGG) é uma condição hereditária, autossômica dominante, com alta penetrância e expressividade variável, decorrente de mutações nos genes PTCH1, PTCH2 ou SUFU. O diagnóstico é baseado na presença de dois critérios maiores ou um critério maior associado a dois critérios menores, dentre eles múltiplos carcinomas basocelulares, tumor odontogênico ceratocístico (TOC) e costela bífida. Outras alterações endócrinas, neurológicas, oftalmológicas, genitais, respiratórias e cardiovasculares são encontradas na literatura, porém com manifestações variáveis. O objetivo deste trabalho é relatar um caso clínico de uma paciente sistematicamente diagnosticada com SGG associada à insuficiência cardíaca congestiva diastólica e diabetes mellitus 2 submetida a tratamentos seriados das respectivas manifestações sindrômicas. Mais recentemente, à descompressão cística seguida da enucleação de dois TOC em mandíbula, reabilitação oral com prótese total removível, avaliação cardiológica e tentativa de controle clínico das alterações endócrinas e cardíacas.

Palavras-chave: Síndrome do nevo basocelular; Hipertelorismo; Macrocefalia; Patologia bucal; Cardiomiopatia hipertrófica.

 

Multiple symmetric lipomatosis

Emmanuel Conrado Sousa; Fernanda Rodrigues Fernandes; Rafael Rechtman
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(2):324-327 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Multiple symmetric lipomatosis, also called Madelung's syndrome, is a rare disease characterized by the accumulation of rapidly growing benign fat tissue, particularly in the cervical region, back, and more rarely in the extremities and face. It is generally associated with chronic alcoholism. Surgical treatment is palliative, and relapse is common. This paper reports the case of a patient with multiple symmetric lipomatosis followed by a review of the literature addressing the diagnosis and treatment of this condition.

Keywords: Multiple symmetrical lipomatosis. Lipomatosis. Adipose tissue/pathology.

 

RESUMO

A lipomatose simétrica múltipla ou síndrome de Madelung é uma doença rara, caracterizada por depósitos de tecido adiposo de caráter benigno, de rápido crescimento, principalmente em região cervical, dorso e, mais raramente, membros e face, em geral relacionados ao alcoolismo crônico. O tratamento cirúrgico é paliativo e a recidiva é comum. Neste trabalho é relatado um caso de paciente portador de lipomatose simétrica múltipla, seguido de revisão de literatura enfocando diagnóstico e tratamento dessa afecção.

Palavras-chave: Lipomatose simétrica múltipla. Lipomatose. Tecido adiposo/patologia.

 

Removal of injectable silicone in male breasts: surgical approach

Eduardo Monteiro, Cleber de Oliveira Stuque, Renato José de Freitas, Antonio Roberto Bozola
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):404-407 - Case Reports

PDF Portuguese

ABSTRACT

The silicon liquid, even forbidden, it has still been used in the design of the corporal outline. When precocious complications don't happen, the material is infiltrated in the adjacent tissues and it causes typical reaction of strange body with hard fibrosis and sometimes in long-term, calcification, in such a way that if there is need of his removal presents great difficulties and consequent scars.This work has the purpose of telling a case of a patient that nine years ago submitted himself to the injection of liquid silicon in the breasts, the surgical approach for his removal and the evolution.

Keywords: Silicones/adverse effects. Injections. Foreign-body reaction/pathology. Breast. Male.

 

RESUMO

O silicone líquido, mesmo proibido, ainda tem sido usado no delineamento do contorno corporal. Quando não ocorrem complicações precoces, o material infiltra-se nos tecidos adjacentes e causa reação típica de corpo estranho, com fibrose dura e, às vezes, a longo prazo, calcificação, de tal forma que, se houver necessidade, há grande dificuldade para sua remoção, com cicatrizes consequentes. Este trabalho tem finalidade de relatar um caso de paciente que há nove anos se submeteu à injeção de silicone líquido nas mamas, a abordagem cirúrgica para sua remoção e a evolução.

Palavras-chave: Silicones/efeitos adversos. Injeções. Reação a corpo estranho/patologia. Mama. Masculino.

 

Treatment of umbilical stenosis in a vertical dermolipectomy patient

André Luis Rosenhaim Monte
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(1):167-170 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Unaesthetic revision of the umbilical scar in vertical abdominoplasty is a common reason for patient dissatisfaction. Case Report: We propose the use of the opposite triangular-flap technique, an omphaloplasty technique that we developed, to treat and prevent recurrence of stenosis by insertion of two triangular flaps on the umbilical stump. After describing our initial use of this technique to treat a case of umbilical stenosis after vertical dermolipectomy, we explain why the positive outcomes that we observed in this case motivate us to recommend further use of this technique, primarily in vertical abdominoplasty.

Keywords: Constriction, Pathologic. Umbilicus/surgery. Reconstructive Surgical Procedures/methods. Cicatrix/pathology/surgery.

 

RESUMO

Introdução: As alterações inestéticas da cicatriz umbilical em abdominoplastias verticais são frequentes fatores de insatisfação com os resultados. Relato de Caso: Apresentamos neste artigo um caso de estenose umbilical em paciente com dermolipectomia vertical prévia, no qual utilizamos dois retalhos laterais interpolados ao coto umbilical, para o tratamento e a prevenção da recidiva, os quais designamos técnicas dos retalhos triangulares opostos. O resultado estético obtido nos incentivou a indicá-la como técnica primária de onfaloplastia nestes casos.

Palavras-chave: Constrição Patológica. Umbigo/cirurgia. Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos/métodos. Cicatriz/patologia/cirurgia.

 

Reação tecidual como causa do linfoma mamário

MARCELO LOPES DIAS KOLLING; PAULA GIRELLI; ROLANDO MENDOZA ROMERO; GABRIELA DIESEL SILVEIRA; PAULO EDUARDO MACEDO CARUSO; MARCOS RICARDO DE OLIVEIRA JAEGER
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):92-95 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

O linfoma primário de mama se insere como uma entidade rara que representa a minoria tanto dos linfomas não-Hodgkin (menos de 1%), quanto das neoplasias de mama (entre 0,7 e 0,04% da totalidade)1,2,3,4. Destes, 90% são linfomas de celularidade B e, apenas 10% de T, dentre os quais encontra-se o linfoma anaplásico de grandes células (LAGC)1,5. Apesar da crescente relevância desta neoplasia, em raros países os cirurgiões plásticos a incluem como uma possível complicação em seus termos de consentimento pré-operatório6.

Palavras-chave: Implante mamário; Linfoma anaplásico de células grandes; Próteses e implantes; Seroma; Patologia

 

Abordagem vertical para mastopexia e redução mamária: sistematização da técnica e análise de resultados

THIAGO MELO DE SOUZA; CAROLINE BATTISTI; NÍVEO STEFFEN; PEDRO BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):104-105 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

Introdução: Ao longo da história da cirurgia plástica, várias técnicas de mamoplastia redutora e mastopexia foram descritas, sobre a mastopexia/mamoplastia redutora com abordagem vertical, o conceito de ressecção de pele e de tecido mamário pode ser considerado tridimensional: unidimensional se referindo à remoção de pele periareolar; bidimensional incluindo os componentes periareolar e vertical; ou tridimensional ao incluir os componentes periareolar, vertical e horizontal (cicatriz em T, J, L ou T longa).
Método: Pesquisa nas bases de dados Pubmed, Bireme, Scielo.
Conclusão: A técnica de mamoplastia redutora com abordagem vertical apresenta boa aplicabilidade, tanto em mamas de volume expressivo, bem como para correção de mamas com volumes menores. O presente estudo ressalta a importância do diagnóstico pré-operatório para a adequada indicação e abordagem cirúrgica. A manutenção do preenchimento do colo mamário por mais tempo pode ser atribuído à utilização do pedículo inferior (pedículo de Liacyr tipo I).

Palavras-chave: Mamoplastia; Mama

 

Exame anatomopatológico de rotina em mamoplastia redutora: análise de resultados

Luciane Biancon Gemelli; Juliana Rufini Isolani; Vanessa Gaissler
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):167-170 - Tronco I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mamoplastia redutora é uma das cirurgias mais realizadas em Cirurgia Plástica. A análise anatomopatológica rotineira dos espécimes resultantes é objeto de frequente debate quanto à incidência de achados e ao seu custo-benefício. Objetivou-se nesse estudo determinar a incidência dos achados anatomopatológicos correlacionando-os com faixa etária e peso dos espécimes. MÉTODOS: Análise retrospectiva de prontuários de 47 pacientes operadas em um centro único no período de 2 anos. RESULTADOS: 29,28% das pacientes apresentaram alterações mamárias não proliferativas, 14,9% alterações proliferativas sem atipia, 4,3% alterações proliferativas com atipia e uma apresentou carcinoma (2,1%). Foi encontrada tendência de elevação dos achados com aumento da idade e peso dos espécimes. CONCLUSÕES: Foi possível encontrar alta frequência de alterações nos exames, evidenciando a relevância de ampliar o estudo para futuras correlações e categorização das pacientes em grupos de risco.

Palavras-chave: Neoplasias da mama; Patologia cirúrgica; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Mamoplastia.

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license