ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 301 result(s)

Search for : Ectrópio; Carcinoma; Recidiva; Neoplasias palpebrais; Retalhos cirúrgicos

Reconstruction of nasal defects using the Rieger flap

Filipe Lopes Decusati; Antônio Egidio Rinaldi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(2):149-153 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: the reconstruction of skin defects in the distal part of the nose is always a challenge. The dorsal nasal flap, initially described by Gillies, was unveiled when Rieger, in 1967, described the use of a modified rotation flap that used the redundant skin of the glabella to repair full-thickness defects of the lower half of the nose of equal or greater size of 2 cm, allowing reconstruction in a single surgical time.
Methods: A retrospective study was carried out, selecting patients who had basal cell carcinoma, in the middle and/or lower third of the nose, who were treated at the Plastic Surgery outpatient clinic of the Plastic Surgery Service Prof. Dr. Oswaldo de Castro, in the period from 2017 to 2019.
Results: The total number of patients was six, with ages ranging from 64 to 95 years, with an average of 80.67 years. Five of these patients were male, with only one female. There were no complications during or after the procedures. Also, there were no cases of infection, bleeding, hematoma, dehiscence, or necrosis of the flap.
Conclusion: the Rieger flap is a good option for cases of reconstruction of defects located in the lower half of the nose; it is performed in a single moment, is easy to perform, and has a high level of patient satisfaction. It provides an adequate result aesthetics of the reconstructed area, in texture and color, through the use of specific tissues for the nasal covering.

Keywords: Surgical flaps; Nose; Reconstructive surgical procedures; Nose neoplasms; Carcinoma, Basal cell.

 

RESUMO

Introdução: A reconstrução de defeitos cutâneos na porção distal do nariz sempre é um desafio. O retalho de dorso nasal, originalmente descrito por Gillies, ficou conhecido quando Rieger, em 1967, descreveu o uso de um retalho de rotação modificado que utilizava a pele redundante da glabela para reparar defeitos de espessura total da metade inferior do nariz com tamanho igual ou menor a 2cm, permitindo a reconstrução em somente um tempo cirúrgico.
Métodos: Um estudo retrospectivo foi realizado, selecionando pacientes que foram atendidos no ambulatório de Cirurgia Plástica do Serviço de Cirurgia Plástica Prof. Dr. Oswaldo de Castro, no período de 2017 a 2019, que apresentavam carcinoma basocelular, em região de terço médio e/ou inferior do nariz.
Resultados: O número total de pacientes foi de seis, com idade variando entre 64 a 95 anos, com média de 80,67 anos. Cinco destes pacientes eram do sexo masculino, sendo somente uma do sexo feminino. Não houve intercorrências durante ou após os procedimentos. Ainda, não ocorreram casos de infecção, sangramento, hematoma, deiscência ou necrose do retalho.
Conclusão: O retalho de Rieger é uma boa opção para casos de reconstrução de defeitos localizados em metade inferior do nariz, sendo realizado em tempo único, de fácil execução e com alto nível de satisfação dos pacientes, fornecendo um adequado resultado estético da área reconstruída, em textura e cor, por utilizar tecidos próprios da cobertura nasal.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos; Nariz; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Neoplasias nasais; Carcinoma basocelular

 

Long-term follow-up of incomplete resection of basal cellular carcinomas

Telma Carolina Ritter de Gregorio, Juliano Carlos Sbalchiero, Paulo Roberto de Albuquerque Leal
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(1):8-11 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Cutaneous cancer is the most frequent malignancy with increasing rate seen over the last decades. Incomplete initial resection seen in histopathologic specimens is not uncommon and the appropriate approach to these cases is still very controversial. This study identified and analyzed cases of incomplete resection in the Instituto Nacional de Câncer in 1997, aiming at evaluating the conduct adopted and the percentage of relapse over a 5-year follow-up period. In the service, 853 patients with basal cellular carcinoma were surgically treated and 87 cases of incomplete resection (10.2%) were identified. The main adopted conduct was clinical follow-up in 87% of the cases. The index of recurrence was 36%, mainly affecting patients with tumors of greater than 2 cm in size and of the sclerodermiform histologic subtype. The mean follow-up time was 43 months. This work suggests that clinical follow-up is an adequate conduct in duly selected cases, as reoccurrence also occurs in up to 1/3 of the cases in the national population and that long-term followup is possible even in public institutions, as was seen in this series.

Keywords: Carcinoma, basal cell, recurrence. Skin neoplasms. Reconstructive surgical procedures. Surgery, plastic

 

RESUMO

O câncer cutâneo é a malignidade mais freqüente, com incidência crescente nas últimas décadas. O achado de margens positivas após a ressecção inicial não é incomum, e seu manejo adequado ainda é bastante controverso. Procurou-se identificar e analisar os casos com ressecções incompletas no Instituto Nacional de Câncer, no ano de 1997, de forma a avaliar a conduta adotada e o porcentual de recidiva em um seguimento de cinco anos. Foram operados no serviço 853 casos de carcinoma basocelular, com 87 (10,2%) pacientes com margens comprometidas. A principal conduta adotada foi o acompanhamento clínico em 87% dos casos. O índice de recidiva foi de 36%, sobretudo em pacientes com tumores maiores de 2cm e do subtipo histológico esclerodermiforme. O tempo médio de seguimento foi de 43 meses. Este trabalho reforça que o acompanhamento clínico é uma conduta adequada em casos devidamente selecionados, na medida em que estabelece que recidivas ocorrem em até 1/3 dos casos também na população nacional, e que é possível o acompanhamento a longo prazo em uma instituição pública, como observado nesta série.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular, recidiva. Neoplasias cutâneas. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Cirurgia plástica

 

Reconstruction of eyelid zones II and III: case series

Délcio Aparecido Durso; Sérgio Domingos Bocardo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(3):288-293 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The eyelids represent anatomical structures of high complexity, requiring the plastic surgeon's technical skills and experience to their reconstruction. Defects in these areas happen mainly after tumor resection, with the lower eyelids being a frequent site of lesions of this nature. The options for reconstruction vary according to some criteria, including the size of the resulting defect, location, and depth. The result of the reconstruction is mainly aimed at restoring the proper functioning of this delicate structure.
Methods: This work presents a series of seven cases of patients of different complexity, attended, and treated by the Plastic Surgery Service of the Federal Hospital of Ipanema. We show the versatility of local flaps to restore the proper anatomy and function of the lower eyelid. We also try to highlight different types of tumor pathologies that occur in this region.
Results: No patient evolved with ectropion or anatomical distortion, ultimately obtaining a good cosmetic and functional result.
Discussion: The medial region of the eyelids represents a significant challenge for its reconstruction since, in this topography, there are delicate structures such as the lacrimal canaliculus and the medial canthal ligament. Several local flaps can be used depending on the extent and depth of the defect generated after trauma or tumor excision. Having mastery over the periorbital anatomy and surgical options is essential for successful treatment.

Keywords: Carcinoma, Basal cell; Eyelid neoplasms; Surgical flaps; Face; Anatomy.

 

RESUMO

Introdução: As pálpebras representam estruturas anatômicas de grande complexidade, exigindo habilidades técnicas e experiência por parte do cirurgião plástico para a sua reconstrução. Defeitos nessas áreas são produzidos, principalmente, após ressecção tumoral, sendo as pálpebras inferiores sede frequente de lesões dessa natureza. As opções para reconstrução variam de acordo com alguns critérios, entre eles: tamanho do defeito resultante, localização e profundidade. O resultado da reconstrução visa sobretudo reestabelecer o funcionamento adequando dessa nobre estrutura.
Métodos: Este trabalho apresenta uma série de sete casos, de diferentes complexidades, de pacientes atendidos e tratados pelo Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Federal de Ipanema. Mostramos a versatilidade dos retalhos locais para restaurar a anatomia e função adequadas da pálpebra inferior, bem como ressaltar diferentes tipos de patologias tumorais incidentes nessa região.
Resultados: Nenhum paciente evoluiu com ectrópio ou distorção da anatomia, obtendo ao final bom resultado cosmético e funcional.
Discussão: A região medial das pálpebras representa uma área de grande desafio para reconstrução, uma vez que nessa topografa se localizam estruturas nobres, como o canalículo lacrimal e o ligamento cantal medial. A depender da extensão e profundidade do defeito gerado, após trauma ou exérese tumoral, vários são os retalhos locais que podem ser utilizados. Ter domínio sobre a anatomia periorbital e das opções cirúrgicas é fundamental para o sucesso no tratamento.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular; Neoplasias palpebrais; Retalhos cirúrgicos; Face; Anatomia

 

Using the tensor fascia lata flap to closure a large wound in buttock and thigh after Marjolin's ulcer resection

Francisco José Fontenele Bezerra, Rosely Moraes Gonçalves de Moura
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(1):49-52 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The authors describe a case of a 66-year-old man, who presented with a longstanding history of chronic perianal pyoderma (on the right buttock and posterior thigh), who developed a large squamous cell carcinoma (Marjolin's ulcer), that required an extensive local resection and two-stage reconstruction. A pedicled tensor fasciae latae musculo-cutaneous flap had been used for the first-stage reconstruction of the right buttock area, after the tumor's resection, and an autogenous skin graft had been employed for the second-stage reconstruction of superior thigh. The author's recommended this pedicled musculo-cutaneous flap for immediate reconstruction after oncologic resections in posterior pelvic area as alternative to reconstructive microsurgery techniques (free flaps).

Keywords: Carcinoma, squamous cell. Hidradenitis suppurativa. Skin ulcer. Surgical flaps

 

RESUMO

Os autores relatam caso de um homem de 66 anos de idade, que apresentou um extenso carcinoma espino-celular desenvolvido sobre uma região de inflamação crônica (úlcera de Marjolin), na região pélvica posterior (nádega e face posterior da coxa direita), tratado com ressecção alargada e reconstrução em dois tempos cirúrgicos. O retalho músculo-cutâneo do tensor da fáscia lata foi utilizado na reparação imediata da unidade anatômica da nádega direita, após ressecção do tumor maligno cutâneo. Um enxerto de pele (em segundo tempo cirúrgico) foi utilizado na reparação de unidade anatômica da face posterior da coxa direita (1/2 superior). Os autores recomendam a utilização deste retalho músculo-cutâneo convencional na reparação de grandes defeitos pélvicos posteriores, após ressecção oncológica, como alternativa cirúrgica a retalhos microcirúrgicos.

Palavras-chave: Carcinoma de células escamosas. Hidradenite supurativa. Úlcera cutânea. Retalhos cirúrgicos

 

Reconstruction of the lower eyelid using a full-thickness upper eyelid transposition flap

JASON CÉSAR ABRANTES DE FIGUEIREDO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(2):260-263 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The best method to reconstruct an anatomical unit is to replace the injured area with the same tissues.
Methods: Three patients with basal cell carcinoma in the lower eyelid underwent full-thickness lower eyelid excision, followed by immediate reconstruction with a single-stage fullthickness transposition of the upper eyelid tissue.
Results: The patients had almost no complications, and the functions of total closure and protection of the eyeballs of the eyelids were maintained.
Conclusion: The flap proved to be feasible and is an alternative choice for reconstruction of the lower eyelid.

Keywords: Palpebral neoplasm; Surgical flap; Reconstructive surgical procedure; Basal cell carcinoma

 

RESUMO

Introdução: O melhor método para reconstruir uma unidade anatômica é substituir a área lesada pelos mesmos tecidos.
Métodos: Três pacientes que apresentavam carcinomas basocelulares na pálpebra inferior foram submetidos à excisão, seguida de reconstrução imediata com a transposição em espessura total de tecido da pálpebra superior em um só tempo.
Resultados: Os pacientes evoluíram quase sem complicações, as pálpebras mantiveram suas funções de fechamento total e proteção do globo ocular.
Conclusão: O retalho se mostrou factível e é mais uma alternativa para reconstruir a pálpebra inferior.

Palavras-chave: Neoplasias palpebrais; Retalhos cirúrgicos; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Carcinoma basocelular

 

Total lower eyelid reconstruction with the combined use of the Hughes and Destro flaps

DIOGO ALMEIDA LIMA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):364-373 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Lower eyelid cancers are common. Basal cell carcinoma, squamous cell carcinoma, and melanoma are responsible for 5 to 10% of all skin cancers. Complete reconstruction after excision of a tumor that creates a defect involving more than 50% of the eyelid is a challenge. Reports vary regarding the best method of reconstruction, and most available literature is in the form of case reports, leading to inconsistency in the evidence presented.
Methods: This retrospective study examined the medical records to evaluate the functional results achieved by the author in patients who underwent total lower eyelid reconstruction after cancer resection between May 2012 and May 2016. The Hughes myotarsoconjunctival flap was used for reconstruction of the internal lamella, and the Destro VY skin advancement flap was used for the external lamella.
Results: Of 13 patients with a mean age of 72.61 years, basal cell carcinoma accounted for 11 cases. No comorbidity was observed in the flap donor areas. Contralateral symmetry and palpebral closure were achieved in 12 cases; 1 case of ectropion was successfully treated, but no other functional problems were identified.
Conclusion: The combined use of the Hughes flap and Destro flap is a valuable alternative for total reconstruction of the lower eyelid and can achieve favorable functional and aesthetic outcomes with donor tissue, similar to that of resected tissue.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Eyelids; Surgical flaps; Eyelid neoplasms

 

RESUMO

Introdução: A neoplasia de pálpebra inferior é uma doença frequente. O carcinoma basocelular, o espinocelular e o melanoma são responsáveis por 5 a 10% de todos os cânceres de pele. A reconstrução total da pálpebra inferior após exérese de neoplasia cujo defeito envolva mais que 50% da pálpebra é um desafio. A literatura mostra alternativas discordantes quanto ao melhor método de reconstrução nessas situações, sendo a maioria dos trabalhos composta por relatos de casos, levando à inconsistência nas evidências apresentadas.
Método: Avaliar retrospectivamente, por meio da coleta de dados em prontuários, os resultados funcionais alcançados pelo autor nos pacientes submetidos à reconstrução total de pálpebra inferior após ressecção de neoplasia entre maio de 2012 e maio de 2016, na Santa Casa de Passos, com a associação do retalho miotarsoconjuntival de Hughes para reconstrução da lamela interna e do retalho de avanço de pele VY de Destro para reconstituir a lamela externa.
Resultados: Foram operados 13 pacientes, com média de idade de 72,61 anos. O carcinoma basocelular foi responsável pela maioria das lesões com 11 casos. Nenhum paciente apresentou comorbidade nas áreas doadoras dos retalhos. A simetria contralateral e o fechamento palpebral foram observados em 12 casos, sendo um caso de ectrópio tratado com sucesso, não sendo identificados outros problemas funcionais.
Conclusão: A associação do retalho miotarsoconjuntival de Hughes e retalho de Destro é uma alternativa valiosa para a reconstrução total da pálpebra inferior, visto conseguirmos um resultado funcional e estético favorável com tecidos doadores semelhantes aos ressecados.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Pálpebras; Retalhos cirúrgicos; Neoplasias palpebrais

 

Prognostic factors for recurrence in basal cell carcinoma of the face

FELIPE FERREIRA LARANJEIRA; ANA GABRIELA PERICOLO NUNES; HENRIQUE MONTEIRO DE OLIVEIRA; GERALDO MACHADO; LUIS FERNANDO MOREIRA; OLY CAMPOS CORLETA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):37-39 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Basal cell carcinomas are very prevalent; although indolent, these tumors have a significant potential for local invasion. The aim of this study was to determine the risk factors of these tumors according to recurrence risk areas on the face. All consecutive cases of primary surgical resections between Jan. 2013 and Jan. 2014 at Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) were reviewed. Method of reconstruction, graft or flap, the low or high-risk areas of the face and histological proof of basal cell carcinomas were considered. Of the 539 cases analyzed, 19 (3,5%) recurred within the first 30 months. Lateral or deep surgical compromised margins showed a significantly increased risk (RR 3.0) to relapse and decrease recurrence free period. Greater attention to excision margins and at least 36 months, is considered appropriate as follow-up of these cases in a University Attached Hospital such as HCPA.

Keywords: Basal cell carcinoma; Face; Local neoplasm recurrence; Risk factors; Minor surgical procedures

 

RESUMO

Carcinomas basocelulares (CBCs) são muito prevalentes; embora indolentes, esses tumores possuem um potencial significativo de invasão local. O objetivo deste trabalho foi determinar os fatores de risco desses tumores de acordo com as áreas de risco para recidiva na face. Foram revisados os prontuários de pacientes que foram submetidos a exérese primária entre 2013 e 2014 no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), na face, que tivessem exame anatomopatológico com diagnóstico estabelecido de CBCs. Dos 539 casos analisados, 19 (3,5%) apresentaram recidiva dentro dos primeiros 30 meses. Margens cirúrgicas radiais ou profundas comprometidas apresentaram risco significativamente aumentado (RR 3.0) para recidiva e diminuição do tempo livre de recidiva. Maior atenção às margens de excisão e pelo menos 36 meses, são considerados follow-up adequado para controle desses casos em Hospital-escola e terciário como o HCPA.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular; Face; Recidiva; Fatores de risco; Procedimentos cirúrgicos menores

 

Lower eyelid reconstruction with front-temporal island flap

José Renato Barbieri Gallo, Bruno Victório Perini Baldi, Fernando Hiromitsu Suguita, Marcel Antônio Cammarosano, Antônio Roberto Bozola
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):135-137 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Lower eyelid reconstruction is a very important chapter in Plastic Surgery. With increasing numbers of patients suffering from skin pathologies on this area, mainly in neoplasm cases, it is fundamental to the plastic surgeon to have knowledge and domain of an increasing range of techniques, which can offer to the patient the recovery, with the necessary functionality good aesthetic result. In the present case, the authors show a technique - the front-temporal island flap - which is efficient on the lower eyelid reconstruction, in spite of being not very used, and is presenting an appropriate functional result with an acceptable preservation of the facial aesthetics.

Keywords: Carcinoma, basal cell/surgery. Eyelid diseases/surgery. Eyelid neoplasms/surgery. Surgical flaps/methods. Temporal arteries/surgery.

 

RESUMO

A reconstrução da pálpebra inferior é um capítulo importante da Cirurgia Plástica. Com o número crescente de pacientes acometidos por doenças na pele desta região, principalmente nos casos de neoplasias, é fundamental que o cirurgião plástico tenha conhecimento e domínio de um conjunto cada vez maior de técnicas que ofereçam ao paciente a reparação, com a funcionalidade necessária, sem afastar-se demais da estética desejada. No presente relato de caso, os autores demonstram uma técnica pouco utilizada - o retalho em ilha têmporo-frontal - eficiente na reconstrução da pálpebra inferior, apresentando resultado funcional adequado, com preservação aceitável da estética facial.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular/cirurgia. Doenças palpebrais/cirurgia. Neoplasias palpebrais/cirurgia. Retalhos cirúrgicos/métodos. Artérias temporais/cirurgia.

 

Reconstrução de lesões extensas de pálpebras com retalhos de face após excisão de neoplasias palpebrais

Rodolfo Luis Korte; Chrystiano Campos Ferreira; Ana Elisa Kadri Castilho; Laryssa Fernanda Feitosa; Sarah Amanda Kuster Schereder
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):37-39 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

Por apresentar uma pele fina e sensível, a pálpebra pode ser acometida por diferentes tipos de tumores de pele, sendo esses benignos ou malignos. Dependendo do tamanho da lesão, das camadas de pele afetadas e da extensão da área de excisão, são necessários retalhos cutâneos para reconstruí-la. A extensão dos tumores determinará qual a melhor forma de reconstrução. Esses devem ser eficientes em devolver a funcionalidade do tecido lesionado, bem como sua estética. No presente trabalho, quatro reconstruções são demonstradas em relação à eficiência na recuperação funcional e estética das pálpebras em ressecções extensas, identificadas pelo retalho médio-frontal, retalho V-Y e retalho de região temporal.

Palavras-chave: Neoplasias palpebrais; Reconstrução; Retalhos cirúrgicos.

 

Reconstrução total de pálpebra inferior em hospital universitário: série de casos

LUCAS MACHADO GOMES DE PINHO PESSOA; SALUSTIANO GOMES DE PINHO PESSOA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):45-46 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

As pálpebras atuam na proteção dos olhos, hidratação da córnea e na manutenção de uma visão adequada. Entretanto, diversos fatores podem contribuir com perda da função protetora das pálpebras, por exemplo, o processo natural de envelhecimento, os traumas ou as neoplasias. Quando em estágios avançados, o câncer pode acometer todas as lamelas da pálpebra, sendo a reconstrução adequada da pálpebra uma prioridade a fim de evitar complicações visuais. O objetivo deste trabalho é apresentar opções cirúrgicas de reconstrução total de pálpebra inferior realizadas em serviço terciário no segundo semestre de 2018. Trata-se de estudo retrospectivo observacional descritivo do tipo série de casos. A reconstrução de todo um segmento anatômico especializado e complexo como as pálpebras é desafiador. O reparo dos planos anatômicos mimetizando as lamelas com estruturação cartilaginosa e dos planos cutâneo e mucoso é essencial para restaurar a função palpebral perdida.

Palavras-chave: Neoplasias cutâneas; Retalhos cirúrgicos; Transplante autólogo; Cirurgia plástica; Carcinoma basocelular

 

Tensioned reverse abdominoplasty for reconstruction of large post-mastectomy defects

Bishara Atiyeh; Saad Dibo; Jaber Abbas; Nazareth Papazian
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):252-256 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Reconstructive options for anterior chest wall defects can be challenging especially when the defect is large and has been subject for preoperative radiotherapy. We report a case of a patient with a neglected large invasive ductal carcinoma of the breast who had received incomplete preoperative radiotherapy and chemotherapy. The pathology examination revealed an 11.5 cm invasive ductal carcinoma, grade III, with lymphovascular invasion and positive axillary lymph nodes (20/20). The post mastectomy large defect following wide skin excision measured 25 x 20 cm and it was immediately covered with a tensioned reverse abdominoplasty flap. To our knowledge, this is the first case reported of a wide skin excision mastectomy reconstructed solely with a reverse abdominoplasty advancement flap and progressive high-tension with quilting sutures demonstrating that, in the selected patients, abdominal skin can be safely and easily advanced superiorly to reach the upper chest area and cover an area of significant defect.

Keywords: Abdominoplasty; Carcinoma ductal; Mastectomy; Thoracic wall; Surgical flaps.

 

RESUMO

As opções reconstrutivas para defeitos da parede anterior do tórax podem ser desafiadoras especialmente quando o defeito é extenso e sujeito a radioterapia pré-operatória. Apresenta-se caso de paciente com carcinoma ductal invasivo de mama não tratado que realizou radioterapia e quimioterapia incompleta no pré-operatória. O exame patológico revelou carcinoma ductal invasivo de 11,5 cm, grau III, com invasão linfovascular e linfonodos axilares positivos (20/20). Após a mastectomia, defeitos estendidos seguido de longa excisão de pele mediram 25 x 20 cm, sendo esses cobertos imediatamente com retalhos em abdominoplastia reversa tensionada. Trata-se do primeiro caso relatado de excisão larga de mastectomia reconstruída exclusivamente com retalhos avançados em abdominoplastia reversa e alta tensão progressiva de pontos de adesão demostrando que nos pacientes selecionados, a pele abdominal pode ser avançada superiormente com segurança e facilidade para atingir a área superior do tórax e cobrir a área com defeito significante.

Palavras-chave: Abdominoplasti; Carcinoma ductal; Mastectomia; Parede torácica; Retalhos cirúrgicos.

 

Orbit exenteration in patients with basal cell carcinoma of the eyelids: Clinical cases

MELIZZA COLELLO GOMEZ; NATALIA CORTABARRIA; NICOLAS URROZ; TANIA LENA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):51-53 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Basal cell carcinoma (CBC) is the most frequent tumor of the eyelid of cutaneous origin, characterized by slow growth, local invasion and low percentage of metastasis. In advanced stages with deep invasion, surgical oncological treatment may require orbital exenteration. The objective is to describe the diagnostic and therapeutic process in cases of CBC in which orbital exenteration was performed.
Method: We present two clinical cases of patients from the University Hospital, with locally advanced CBC, whose oncological surgical treatment required orbital exenteration.
Results: In both cases the diagnosis was CBC stage IV, indicating orbital excision. In one case, it was reconstructed with a temporary muscle flap and, in the other, a frontal dermal-fat flap was also performed.
Conclusions: CBC is the most frequent tumor in the eyelid, topography in which surgical treatment may require orbital exenteration in locally advanced cases.

Keywords: Reconstruction; Basal cell carcinoma; Eyelid neoplasms; Eye evisceration; Risk factors

 

RESUMO

Introdução: O carcinoma basocelular (CBC) é o tumor mais frequente da pálpebra de origem cutânea, caracterizado por crescimento lento, invasão local e baixo percentual de metástase. Em estágios avançados com invasão profunda, o tratamento cirúrgico oncológico pode exigir exenteração orbital. O objetivo é descrever o processo diagnóstico e terapêutico nos casos de hemograma em que foi realizada a exenteração orbital.
Método: Apresentamos dois casos clínicos de pacientes do Hospital Universitário, com hemograma completo localmente, cujo tratamento cirúrgico oncológico exigiu exenteração orbital.
Resultados: Em ambos os casos, o diagnóstico foi de CBC estágio IV, indicando excisão orbitária. Em um caso, foi reconstruído com retalho muscular temporário e, no outro, também foi realizado retalho dermograsal frontal.
Conclusão: A CBC é o tumor mais frequente na pálpebra, topografia em que o tratamento cirúrgico pode exigir exenteração orbitária em casos localmente avançados.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular; Neoplasias palpebrais; Evisceração do olho; Reconstrução; Fatores de risco

 

Correcting historical errors in lower eyelid reconstruction

Alexei Almeida Andrade; Renato da Silva Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):594-598 - Reviw Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The history of plastic surgery is very rich, with the description of various types of flaps and other surgical techniques over the centuries. Many authors in the nineteenth and early twentieth centuries proposed the development of surgical flaps for the reconstruction of the periorbital region, which allowed the repair of eyelid deformities at the time and still remain of great clinical applicability to date. Owing to the presence of myriads of techniques and eponyms, often describing identical or very similar techniques, a plastic surgeon often feels confused while reading the description of a technique that was learned under another name during training. Sometimes, even in academic applications and evaluations, these techniques may be presented with unusual nomenclatures, alluding to the diffuser rather than to the creator of the technique, leading to misunderstandings and errors. This review aims to correct some historical errors, assisting new surgeons who wish to work in this area.

Keywords: Eyelids; Surgical flaps; History of medicine; Plastic surgery; Eyelid Neoplasias; Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

A história da cirurgia plástica é muito rica, com a descrição de diversos tipos de retalhos e outras técnicas cirúrgicas ao longo dos séculos. Muitos autores, no século XIX e início do século XX, propuseram a confecção de retalhos cirúrgicos para reconstrução da região periorbital, que possibilitaram a reparação de deformidades palpebrais naquele momento e ainda hoje têm uma grande aplicabilidade clínica. Em meio a uma miríade de técnicas e epônimos, que muitas vezes descrevem técnicas idênticas ou muito semelhantes, o cirurgião plástico sente-se confuso ao ler a descrição de uma técnica que durante a sua formação aprendeu com outro nome. Por vezes, mesmo em concursos ou avaliações, essas técnicas podem se apresentar com nomenclatura pouco usual, fazendo alusão ao difusor ao invés do criador da técnica, levando a equívocos e erros. Este artigo de revisão tem o objetivo de corrigir alguns erros históricos, e servir de apoio aos novos cirurgiões que desejam trabalhar nesta área.

Palavras-chave: Pálpebras; Retalhos cirúrgicos; História da medicina; Cirurgia plástica; Neoplasias palpebrais; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Use of septal flap and mucoperichondrial flap for alar and lateral nasal reconstruction: case report

Nelson Gurgel Simas, Salustiano Gomes de Pinho Pessoa, Márcio Rocha Crisóstomo, Glauco Soares Almeida, Allysson Antonio Ribeiro Gomes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(4):556-558 - Case Reports

PDF Portuguese

ABSTRACT

The authors report a case of a female 64 years old patient with nasal alar and left wall defects secondary to two basal cell carcinoma resections and adjuvant radiotherapy. The patient was submitted to reconstruction with local flaps of septal cartilage and nasal mucosa, conchal cartilage graft and forehead flap. This report shows the importance of septal flaps in external valve reconstruction. The patient evolved with good graft development and viability of the flaps. Displaying restoration of nasal function and satisfactory cosmetic results.

Keywords: Nose/surgery. Nose neoplasms. Carcinoma, basal cell. Surgical flaps.

 

RESUMO

Os autores relatam o caso de uma paciente do sexo feminino, de 64 anos, com defeito nasal de asa e parede lateral esquerda secundário a duas ressecções de carcinoma basocelular e radioterapia adjuvante. A paciente foi submetida à reconstrução com retalhos locais de cartilagem septal e pericondro mucoso nasal, enxerto de cartilagem auricular conchal e retalho médio-frontal. O relato ressalta a importância dos retalhos de mucosa e septo nasal como opção nas reconstruções de válvula nasal externa. A paciente evoluiu com boa integração do enxerto e viabilidade dos retalhos, apresentando restauração da função nasal e resultado estético satisfatório.

Palavras-chave: Nariz/cirurgia. Neoplasias nasais. Carcinoma basocelular. Retalhos cirúrgicos.

 

Retalho músculo cutâneo de pálpebra superior para inferior com pedículo medial para correção de ectrópio

Dayane Raquel de Paula; Maria Cecília Closs Ono; Anne Karoline Groth; Alfredo Benjamim Duarte da Silva; Fabíola Grigoletto Lupion; Renato da Silva Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):101-103 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: O ectrópio se caracteriza por uma eversão da margem palpebral, e é mais comum na pálpebra inferior. O processo de exposição ocular associado a esse quadro pode levar a sequelas graves, como a perda ocular. Muitos retalhos foram propostos para tratar esse quadro. Contudo, a taxa de recorrência pode ser alta, e quando o defeito se localiza na porção medial da pálpebra, ele se torna muito mais desafiador. Por isso, é fundamental que o cirurgião disponha de uma variedade de estratégias cirúrgicas para tratar adequadamente esses casos, definindo, em cada circunstância, qual a melhor técnica a ser adotada, entre as possibilidades disponíveis. O objetivo é apresentar o emprego do retalho miocutâneo de pálpebra superior para inferior, pediculado medialmente, como alternativa no tratamento de três casos de ectrópio MÉTODOS: Tratamento de pálpebra inferior com retalho miocutâneo de pálpebra superior para inferior, pediculado medialmente. Três casos pós-ressecção de lesão oncológica que evoluíram com ectrópio de pálpebra inferior (um deles já recidivado) e que foram trados com retalho miocutâneo de pálpebra superior para inferior, pediculado medialmente; nenhum dos 3 casos apresentou recidiva após essa abordagem proposta. CONCLUSÃO: O retalho miocutâneo de pálpebra superior para inferior com pedículo medial demonstrou-se uma opção viável, com resultado funcional e estético satisfatório, sem trazer grande prejuízo à área doadora e apresentando pele de cor, espessura e textura adequada à reconstrução da pálpebra inferior.

Palavras-chave: Ectrópio; Retalhos cirúrgicos; Pálpebras; Carcinoma; Reabilitação.

 

Total Eyelid Reconstruction with Myocutaneous Temporofrontalis Flap

GUILHERME LUIZ PACHER SCHMITZ; CAIO PUNDEK GARCIA; LEANDRO SOARES GRANGEIRO; DANIEL ONGARATTO BARAZZETTI; PEDRO HENRIQUE ONGARATTO BARAZZETTI; JORGE BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):123-125 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Basal cell carcinoma (BCC) is the type of cancer most frequently found in humans. It is a malignant epidermal tumor, with slow growth and local invasiveness, which affects more frequently Caucasians. In our patient, the BCC invaded the eyelid and underlying skeletal muscle tissue, and the margins were free of malignancy. We report an exuberant and atypical clinical case that resulted from an extensive and delicate resection of the lesion and, after palpebral reconstruction with temporofrontal flap, resulted in the maintenance of aesthetics and motor function.

Keywords: Reconstruction; Eyelid neoplasms; Surgical flaps

 

RESUMO

O carcinoma basocelular (CBC) é o câncer mais frequentemente encontrado em humanos. É um tumor maligno epidérmico, de crescimento lento e invasividade local, que afeta mais frequentemente os caucasianos. Em nosso paciente, o CBC invadia a pálpebra e o tecido muscular esquelético subjacente, sendo as margens livres de malignidade. Relatamos um caso clínico exuberante e atípico que foi resultado de uma ressecção extensa e delicada de lesão e, após reconstrução palpebral com retalho temporofrontal, resultou na manutenção da estética e função motora.

Palavras-chave: Reconstrução; Neoplasias palpebrais; Retalhos cirúrgicos

 

Perfil dos casos de ectrópio em um centro de referência de tratamento oncológico

Dayane Raquel de Paula; Maria Cecília Closs Ono; Anne Karoline Groth; Alfredo Benjamim Duarte da Silva; William Itikawa; Renato da Silva Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):122-124 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: O ectrópio é a alteração de mal posicionamento da pálpebra mais comum. A pálpebra e a região periocular são as áreas mais comumente afetadas pelos cânceres de pele - entre 5 e 10% dos cânceres de pele ocorrem nessa topografia. O ectrópio ocorre em 2,5 a 7% dos casos de remoção de lesões da pálpebra. Frequentemente, o tratamento do ectrópio vai requerer uma intervenção cirúrgica, e, infelizmente, a taxa de recorrência pode ser alta. Objetivo: Relatar a experiência de um centro de referência no atendimento de pacientes oncológicos no tratamento de casos de ectrópio. MATERIAIS E MÉTODO: Avaliação retrospectiva dos casos de ectrópio atendidos no nosso Serviço de Cirurgia Plástica e Reparadora do Hospital Erasto Gaertner, no período entre junho de 2012 e dezembro de 2017. RESULTADOS: Quarenta e sete casos de ectrópios foram levantados nessa pesquisa. A idade média dos pacientes foi de 67,65 anos. Vinte e oito pacientes do sexo feminino e 19 do sexo masculino. O tempo médio transcorrido entre a ressecção inicial e a cirurgia de correção do ectrópio foi de 27 meses. Sobre as neoplasias, 24 casos eram carcinoma basocelular, 16 casos de carcinoma espinocelular, 4 casos de melanoma e 1 caso de carcinoma de células de Merckel. Em 14 casos, houve necessidade de radioterapia adjuvante para o tratamento da neoplasia. Houve recidiva do ectrópio em 11 casos, sendo que em 4 deles havia história de radioterapia prévia. Entre estes mesmos 11 casos de recidiva, a reconstrução imediata foi feita pela própria equipe da Oncologia Cirúrgica em 8. CONCLUSÃO: A avaliação dos casos de ectrópio em centros de tratamento oncológico tem elementos muito relevantes que devem ser levados em consideração, como a equipe que realizará a reconstrução imediata e os casos em que será necessário complementar o tratamento com radioterapia. Esses dois elementos parecem, numa primeira análise, relacionados com aumento das taxas de recidiva.

Palavras-chave: Ectrópio; Carcinoma; Recidiva; Neoplasias palpebrais; Retalhos cirúrgicos.

 

Management of squamous cell carcinoma in a renal transplant patient with a fascial-cutaneous flap based on posterior tibial artery and use of total skin graft: case report

GUILHERME LUIZ PACHER SCHMITZ; LEANDRO RAFAEL SANTIAGO CEPEDA; CELTO PEDRO DALLA VECCHIA; CAIO PUNDEK GARCIA; LUIS GUSTAVO FERREIRA DA SILVA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):153-155 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: The squamous cell carcinoma (SCC) is a common malignant cutaneous neoplasia that frequently appears as a hardened and elevated lesion with varying degrees of ulceration and crust. These types of lesions present as characteristic an unpleasant odor caused by the macerated keratin and by necrotic tissues with bacterial infection. The general recommendation is surgical management, but there are also protocols that use radiotherapy.
Method: This is a case report based on review of medical and photographic records, besides bibliographic review.
Conclusions: A fasciocutaneuos flap based on tibial posterior artery associated with skin graft is a good option for reconstruction of the upper leg after tumor resections.

Keywords: Carcinoma; Surgical flaps; Tibial arteries

 

RESUMO

Introdução: O carcinoma de células escamosas (CEC) é uma neoplasia cutânea maligna comum que frequentemente se apresenta como uma lesão endurecida, elevada, com graus variados de ulceração e crosta. Esses tipos de lesões apresentam como caraterística um odor desagradável causado pela queratina macerada e por tecidos necróticos com infecção bacteriana. A recomendação geral é o manejo cirúrgico, mas também existem protocolos de manejo que utilizam radioterapia, de acordo com o caso.
Método: Relato de caso baseado na revisão do prontuário e registros fotográficos, além de revisão bibliográfica.
Conclusão: retalho fáscio-cutâneo baseado na artéria tibial posterior associado com enxerto de pele total é uma boa opção para reconstrução da região superior da perna após ressecções tumorais.

Palavras-chave: Carcinoma; Retalhos cirúrgicos; Artérias da tíbia

 

Versatility of tarsal strip for correction of different types of ectropion

NATALIA BIANCHA RENDON; CAIO PUNDEK GARCIA; CARLO MOGNON MATTIELLO; JULIAN ANDRES ZUÑIGA RESTREPO; LUIS GUSTAVO FERREIRA DA SILVA; JORGE BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):165-168 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: The ectropion is the eyelid malposition characterized by eversion of ciliary margin and exposure of conjunctiva and cornea. In case of lower ectropion, reconstruction can be fulfilled by a variety of already standardized techniques such as the widely used tarsal strip.
Method: Review of three cases of ectropion of different causes corrected with the tarsal strip technique.
Results: This procedure is effective, shortening the lower eyelid and resulting in a discreet scar and relatively easy execution.
Conclusions: Although this technique presents satisfactory results, the choice of technique should consider the extent of the eversion, local and general conditions of the patient.

Keywords: Blepharoplasty; Ectropion; Surgical flaps

 

RESUMO

Introdução: O ectrópio é o mal posicionamento da pálpebra caracterizado pela eversão da ciliar e a exposição da conjuntiva e da córnea. No caso do ectrópio inferior, reconstrução pode ser realizada por meio de uma variedade de técnicas já padronizadas como a amplamente utilizada técnica de tarsal strip.
Método: Revisão de três casos de ectrópio de diferentes causas corrigidos com a técnica de tarsal strip.
Resultados: É um procedimento eficaz, que encurta a pálpebra inferior, resultando em cicatriz discreta e de execução relativamente fácil.
Conclusão: Embora essa técnica apresente resultados satisfatórios, a escolha da técnica para correção do ectrópio deve levar em conta a extensão da eversão, condições locais e gerais do paciente.

Palavras-chave: Blefaroplastia; Ectrópio; Retalhos cirúrgicos

 

The use of the Bernard-Webster flap as an option for lower lip reconstruction

THIAGO MELO DE SOUZA; FLAVIO MACIEL DE FREITAS; LEONARDO MILANESI POSSAMAI; CAROLINE BATTISTI; ELISETE PEREIRA DE SOUZA; PEDRO BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):169-171 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Squamous cell carcinoma is the most frequent malignant neoplasm of the lips, especially the lower one. The first-line treatment is surgical excision, with free margin, using wedge excision and direct closure. After excision, for defects greater than 50% of the labial length, the most used techniques are the Karapandzic and Bernard-Webster flaps. Objectives: To demonstrate a clinical case of squamous carcinoma, reconstructed with Bernard-Webster's flap.
Method: Literature review in PubMed and Scielo, with the keywords: "Bernard-Webster flap", "squamous cell carcinoma" and "lower lip".
Results: after 2 months there was adequate oral mobility, sensitivity without alterations, healing in good condition and without alterations for oral continence.
Conclusions: Bernard-Webster's flap represents an excellent alternative for the reconstruction of defects of total thickness, since it can be performed in a single time and uses similar neighboring tissues.

Keywords: Surgery flaps; Lip neoplasms; Carcinoma of squamous cells

 

RESUMO

Introdução: Carcinoma de células escamosas é a neoplasia maligna mais frequente dos lábios, principalmente o inferior. O tratamento de primeira linha é a excisão cirúrgica, com margem livre, utilizando excisão em cunha e fechamento direto. Após a excisão, para defeitos superiores a 50% do comprimento labial, as técnicas mais utilizadas são os retalhos de Karapandzic e de Bernard-Webster. Objetivos: Demonstrar um caso clínico de carcinoma escamoso, reconstruído com retalho de Bernard-Webster.
Método: Revisão da literatura no PubMed e Scielo, com as palavras-chave: "retalho de Bernard-Webster", "carcinoma epidermoide" e "lábio inferior".
Resultados: após 2 meses houve adequada mobilidade oral, sensibilidade sem alterações, cicatrização em bom estado e sem alterações para continência bucal.
Conclusão: o retalho de Bernard-Webster representa uma excelente alternativa para a reconstrução de defeitos de espessura total, pois pode ser realizado em tempo único e utiliza tecidos vizinhos semelhantes.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos; Neoplasias labiais; Carcinoma de células escamosas

 

Support

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license