ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 20 de 451 resultado(s)

Busca por : Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Deformidades adquiridas da orelha; Retalhos cirúrgicos; Neoplasias da orelha; Orelha externa

A Aponeurose Epicraniana no Segundo Tempo da Reconstrução de Orelha

Talita Franco, Diogo Franco, Pedro Faveret
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(1):1-7 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Os autores apresentam a sistematização adotada no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho da Universidade Federal do Rio de Janeiro na correção das microtias. Mostram a importância dos detalhes de posicionamento e modelagem da neo-orelha e a conveniência de se usar a aponeurose epicraniana (gálea), no segundo tempo da reconstrução, para proteger a cartilagem enxertada.

Palavras-chave: Orelha externa, anormalidades. Orelha externa, cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Cartilagem, transplante

 

ABSTRACT

The authors analyze the routine employed at the Hospital Clementino Fraga Filho of the Universidade Federal do Rio de Janeiro in the treatment of microtic ears, calling attention to details in the positioning and sculpturing of the new ear and recommending the use of the epicranial aponeurosis (galea) to protect the grafted cartilage, during the retroauricular sulcus construction.

Keywords: Ear external, abnormalities. Ear external, surgery. Surgical flaps. Cartilage, transplantation

 

Emprego dos pontos de adesão nas reconstruções mamárias com TRAM mais tela sintética

Rosely Moraes Gonçalves de Moura; Francisco José Fontenele Bezerra
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(3):153-157 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: O retalho miocutâneo transverso do reto abdominal (TRAM) constitui-se a opção cirúrgica de eleição nas reconstruções mamárias com tecidos autógenos, porém o seroma na área doadora do retalho ainda apresenta-se como uma complicação freqüente. Método: Neste estudo prospectivo de 20 pacientes com câncer de mama (T1 e T2) submetidas a reconstrução com TRAM mais tela cirúrgica sintética não-absorvível (polipropileno), os autores avaliaram a eficácia dos pontos de adesão na eliminação do seroma quando empregados no retalho cutâneo abdominal. Conclusão: Concluiu-se ser esse método uma maneira efetiva de eliminar a formação de seroma e excluir a necessidade de dreno de sucção abdominal.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos. Seroma. Mamoplastia. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

Introduction: The TRAM flap in breast reconstruction is the best surgery technique when using autogenous tissue although the seroma's formation at abdominal donor site area still remains a problem to be solved. Methods: In this prospective study, 20 patients with T1 to T2 breast cancer were submitted to immediate breast reconstruction with TRAM flap plus prolene mesh at abdominal donor site area. The authors had evaluated the quilting suture's efficiency to prevent seroma after breast reconstruction and the role of suction drainage when combined with quilting sutures to prevent seroma's formation at donor site area.

Keywords: Surgical flaps. Seroma. Mammaplasty. Reconstructive surgical procedures.

 

Aplicação de uma técnica para otoplastia realizada pelo Serviço de Cirurgia Plástica e Microcirurgia Reconstrutiva do Hospital Universitário Walter Cantídio

Rogerio De Oliveira Ribeiro; Salustiano Gomes De Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):07-11 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

Introdução: Orelha em abano é o mais comum de todos os defeitos congênitos da orelha. Pode ser notado ao nascimento da criança e geralmente torna-se pior com o passar do tempo. As orelhas em abano ocorrem por desenvolvimento insuficiente da dobra anti-hélice, a qual pode estar ausente ou insuficiente e ainda por crescimento excessivo da concha.
Objetivo: Demonstrar a abordagem cirúrgica, o grau de satisfação e os resultados obtidos da aplicação de uma técnica formada pela união de diversas técnicas cirúrgicas consagradas na história da cirurgia plástica para correção de orelhas em abano.
Método: Estudo de coorte transversal retrospectivo de pacientes que foram submetidos à correção de deformidade orelhas em abano, no período de 01/07/2014 a 01/07/2017, realizados no Serviço de Cirurgia Plástica e Microcirurgia Reconstrutiva do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) da Universidade Federal do Ceará (UFC).
Resultados: Um total de 38 pacientes portadores de orelhas em abano foram submetidos à otoplastia. A idade variou de 15 a 53 anos, com média de 27,2 anos, sendo 24 do sexo masculino e 14 do sexo feminino. Em relação à satisfação, apenas 1 (2,6%) paciente declarou regular resultado, 2 (5,3%) declararam bom resultado e 35 (92,1%) afirmaram ótimo resultado satisfatório. 16 pacientes eram portadores hipertrofia da concha, 9 apresentavam mal formação da anti-hélice e 13 possuíam ao mesmo tempo hipertrofia da concha e mal formação da anti-hélice.
Conclusão: A técnica apresentada fundamentada nos resultados encontrados e comparados com a literatura é recomendada para uso universal, fornecendo baixo número de complicações e ótima satisfação pela maioria dos pacientes.

Palavras-chave: Orelha; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Orelha externa; Anormalidades congênitas; Procedimentos cirúrgicos ambulatórios.

 

ABSTRACT

Introduction: Fanned ear is the most common of all congenital defects of the ear. As the ears in abyss occur because of lack of anti-helix safety, a woman may be absent or even by excessive excess of the concha.
Objective: To demonstrate a surgical approach, the degree of satisfaction and the results obtained in the application of a technique for the surgery of joints and lesions in the memory of the plastic surgery for correction of fanned ears.
Methods: Retrospective cross-sectional study of patients who underwent correction of deformity of ears in the period from 01/07/2014 to 07/01/2017, in the practice of Plastic Surgery and Reconstructive Microsurgery at Walter Cantídio University Hospital (HUWC). Federal University of Ceará (UFC).
Results: A total of 38 patients with ears in patients with otoplasty, ranging in age from 15 to 53 years, with a mean of 27.2 years, 24 males and 14 females. Regarding satisfaction, only 1 (2.6%) patient had a regular result, 2 (5.3%) reported a satisfactory result and 35 (92.1%) reported satisfactory results. 16 patients had concha hypertrophy, 9 had anti-helix malformation and 13 had concha hypertrophy and anti-helix malformation at the same time.
Conclusion: The technique based on results compared and compared with the literature is recommended for universal use, fewer complications and larger scale for most patients.

Keywords: Ear; Reconstructive surgical procedures; ar, external; Congenital abnormalities; Ambulatory surgical procedures.

 

Análise do tratamento cirúrgico da macrotia congênita: experiência com oito casos

Mariana Sisto Alessi, Pedro Soler Coltro, Marcus Castro Ferreira, Julia Peres, Eduardo Kawata Sakae, Fábio Ezo Aki
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(3):269-273 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: A macrotia é uma rara deformidade congênita da orelha, caracterizada por aumento nas suas dimensões. Há pequeno número de publicações sobre o seu tratamento cirúrgico. Objetivo: Apresentar a experiência da Disciplina de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) na correção da macrotia. Método: No período de 10 anos, oito pacientes portadores de macrotia congênita bilateral foram submetidos a tratamento cirúrgico, utilizando os princípios descritos por Bauer. Resultados: Os resultados obtidos foram considerados satisfatórios, com redução média de 1,42 cm no comprimento das orelhas e de 0,49 cm em sua largura. Não foram observadas complicações. A técnica utilizada permite correção adequada tanto do comprimento quanto da largura da orelha, mantendo suas proporções. As cicatrizes resultantes posicionam-se em locais pouco aparentes, oferecendo resultado estético satisfatório. Conclusão: A técnica é de fácil reprodutibilidade e uma boa opção para o tratamento da macrotia.

Palavras-chave: Macrotia. Orelha/cirurgia. Deformidades adquiridas da orelha. Cirurgia plástica.

 

ABSTRACT

Introduction: Macrotia is a rare congenital ear deformity. Macrotic ears are out of proportion to the normal facial features. Few surgical techniques are described on the literature to treat this deformity. Objective: The experience of the Division of Plastic Surgery from University of São Paulo Faculty of Medicine on the correction of macrotia is presented. Methods: On a ten year period, eight patients with bilateral macrotic ears were treated. The technique used was that developed by Bauer. Results: Our results showed that an mean reduction of ear length in 1.37 cm and the width in 0.48 cm was achieved. There were no complications and the aesthetic results were satisfactory. The resection using natural ear creases has reduced both the length and width of the ear, preserving its proportions and positioning incisions and scars in a hidden location. Conclusion: This technique is easily reproducible and it is a good option for the treatment of macrotia.

Keywords: Macrotia. Ear/surgery. Ear deformities, acquired. Surgery, plastic.

 

Classificação cirúrgica de Firmin para deformidades de orelha: análise crítica de série de casos operados no Brasil

Cesar Augusto Raposo-do-Amaral; Cassio Eduardo Raposodo-Amaral; Françoise Firmin
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(2):243-249 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: A reconstrução para corrigir as deformidades auriculares, congênitas ou adquiridas, é uma cirurgia desafiadora devido à grande variabilidade clínica e dos tipos de tratamento. Firmin descreveu uma classificação cirúrgica com a finalidade de auxiliar o cirurgião plástico na realização do tratamento. Objetivo: Demonstrar que não existe uma regra única entre os tipos clínicos e os possíveis tipos de incisão na pele e apresentar a melhor maneira de utilizar a classificação cirúrgica de Firmin. Método: Foram avaliados 12 pacientes, todos portadores de deformidades congênitas ou adquiridas. Os pacientes foram classificados clínica e cirurgicamente pela autora sênior. Foram excluídos do estudo os pacientes submetidos à reconstrução de orelha sem a necessidade de cartilagem costal, utilizando cartilagem conchal da orelha contralateral. Todos os pacientes foram submetidos à reconstrução de orelha e acompanhados por um ano. Foi avaliado também o índice de complicações. Resultados: As classificações cirúrgicas de incisão na pele foram: 3 pacientes tipo II, 2 pacientes tipo IIIa e 4 pacientes tipo IIIb. Os tipos de maquete foram: 5 pacientes tipo I e 4 pacientes tipo III. Não houve mudanças das indicações cirúrgicas. O índice de complicações foi considerado baixo. Conclusão: A classificação cirúrgica de Firmin para reconstrução auricular demonstrou ser uma excelente ferramenta para direcionar o cirurgião plástico no planejamento terapêutico. O tipo de incisão, proposto por Firmin, a ser utilizado na correção cirúrgica tem relação com o tamanho e a localidade do remanescente auricular ou com sua ausência, e é independente da classificação clínica.

Palavras-chave: Orelha/cirurgia. Orelha Externa /anormalidades. Deformidades Adquiridas da Orelha. Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos Microtia.

 

ABSTRACT

Introduction: The reconstruction to correct microtias and acquired ear deformities is a defying surgery due to clinical variations and many forms of treatment. Rogers and Tanzer described the clinical classification that is the most utilized in the literature and Firmin described a surgical classification to assist the plastic surgeon in the treatment. Objective: Demonstrate that there is no strict indications between the clinical types and types of skin incision and to present the best way to use Firmin's surgical classification. Methods: 12 patients with congenital (microtias) or acquired (burn sequela) ear deformities were evaluated. The patients were categorized clinically and surgically by the senior author. All patients underwent reconstructive surgery and were followed up for one year. It was also evaluated the complication index. Results: The clinical classification was: 3 patients as small anomaly, 4 as lobular type, 3 as conchal type and 2 patients with total defect / burn sequel. The surgical classification of skin incision was: 3 patients as type II, 2 as type IIIa and 4 as type IIIb. For the framework was: 5 patients type I and 4 patients type III. The complication index was low. Conclusion: The Firmin's surgical classification for ear reconstruction demonstrated to be an excellent tool to guide the plastic surgeon in the therapeutic treatment. The Firmin's types of incision utilized in the corrective surgery have a relationship with the size and location of the auricular remanent and are independent of the clinical classification.

Keywords: Ear/surgery. Ear, External/abnormalities. Reconstructive Surgical Procedures. Ear Deformities, Acquired Microtia.

 

Desenvolvimento e aplicação de um protocolo antropométrico para a avaliação de resultados de otoplastia

Davi Reis Calderoni; Marcos Matias Motta; Paulo Kharmandayan
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(1):66-73 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A proeminência dos pavilhões auriculares é a forma mais comum de deformidade desta estrutura, afetando em torno de 5% da população. A maioria dos trabalhos acerca da cirurgia de otoplastia apresenta avaliações subjetivas, não permitindo apreciar acuradamente os resultados no pós-operatório, bem como dificultando a comparação entre técnicas. Propõe-se o desenvolvimento e aplicação de protocolo específico para avaliação dos resultados. MÉTODO: Avaliação prospectiva pelo período de um ano de pacientes submetidos à otoplastia bilateral utilizando técnica baseada em modelagem cartilaginosa com suturas, utilizando medidas da distância hélice-mastoide em pontos padronizados. RESULTADOS: Foram operados 23 pacientes com idade média de 17,8 anos. A incidência de reoperação foi de 21,7% dos pacientes ou 10,7% das orelhas. Houve perda de cerca de 45% da correção obtida no ponto superior e 35% nos pontos médio e inferior nos pacientes não reoperados. CONCLUSÕES: O protocolo foi de fácil utilização e permitiu a avaliação objetiva tanto da deformidade no pré-operatório quanto dos resultados cirúrgicos. A técnica utilizada produziu resultados considerados adequados e comparáveis aos da literatura.

Palavras-chave: Cartilagem de orelha; Orelha; Orelha externa; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Prominence is the most common deformity of the ear, affecting about 5% of the population. Most reports on otoplasty describe subjective evaluations, and do not provide accurate postoperative assessment or a comparison between techniques. We propose the development and implementation of a specific protocol to evaluate results. METHOD: A prospective evaluation for a period of one year in patients who underwent bilateral otoplasty was performed, using a technique based on modeling of the cartilage with sutures, and helix-to-mastoid distance measurements at standardized points. RESULTS: A total of 23 patients with an average age of 17.8 years underwent surgery. Reoperation was performed in 21.7% of the patients or 10.7% of the ears. Nearly 45% of the correction obtained at the upper point and 35% at the middle and lower points were lost in patients who did not undergo reoperation. CONCLUSIONS: The protocol was easily used and allowed objective evaluation of the preoperative deformity and surgical results. This technique produced results considered adequate and comparable to the literature.

Keywords: Ear cartilage; Ear; External ear; Reconstructive surgical procedures.

 

Tratamento Cirúrgico de Orelhas Constrictas

Diogo Franco, João Medeiros, Denyse Andrade, Alessandro Grossi, Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(3):180-185 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: As orelhas constrictas apresentam-se sob formas variadas, tendo em comum o comprometimento predominante do terço superior. As deformidades podem ser de resolução técnica simples ou até necessitarem de reconstruções complexas de todo o segmento, com enxertia de cartilagem costal. Método: No período de 2000 a 2004, foram operados oito pacientes, totalizando 10 orelhas constrictas, com apresentações diferentes, no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Os pacientes foram acompanhados por um período que variou de 1 ano a 3 anos e 6 meses. Este trabalho tem como objetivo descrever as técnicas cirúrgicas utilizadas, de acordo com a gravidade da deformidade anatômica. Resultados: Os casos foram analisados de forma retrospectiva, evidenciando-se boa evolução, sem intercorrências ou recidivas. Conclusão: Concluímos que o tratamento das orelhas constritas necessita de um arsenal de técnicas adaptáveis às suas múltiplas formas. Cirurgias mal-sucedidas podem dificultar reconstruções futuras.

Palavras-chave: Orelha externa, anormalidades. Orelha externa, cirurgia. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos, métodos

 

ABSTRACT

Introduction: Constricted ears may present as different malformations that share the deformity upper part of ear. Deformity correction may range from a simple technique to a complex reconstruction of all segments, with costal cartilage grafts. Method: Eight patients were operated, with different deformity presentation, in a total of 10 constricted ears, between 2000 and 2004, in Plastic Surgery Division at University Hospital of Federal University of Rio de Janeiro. Patients had a follow-up range from 1 year to 3 years and 6 months. The aim of this study is to describe surgical techniques used according to auricular deformity severity. Results: Retrospective analysis has shown satisfactory results, without complication and relapse. Conclusion: The authors have concluded that surgical treatment of ear congenital malformation, as constricted ear, should be performed by surgeons experienced in several techniques adapting to the different auricular malformations.

Keywords: Ear, external, abnormalities. Ear, external, surgery. Reconstructive surgical procedures, methods

 

Tratamento da Orelha em Ponto de Interrogação

Oscar Porto, Gabriel Salum D´Alessandro, Denis Oksman, Tatiana Rego Nunes, Marcelo Wulkan, Paulo Miranda Godoy, Cleiber Augusto Pomarico Filho, Walter Soares Pinto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(1):48-52 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: As deformidades congênitas uni ou bilaterais da orelha externa com atrofia do segmento médio da concha e da escafa são coloquialmente chamadas de orelha em ponto de interrogação, devido ao hipodesenvolvimento deste segmento e pelo formato característico. Diversos autores publicaram suas experiências para a correção deste tipo de deformidade congênita. Nossa experiência baseia-se na reconstrução de três casos, mediante a combinação de retalho de deslizamento e da ressecção de um triângulo de compensação na concha, ambos do tipo condro-cutâneo, na tentativa de evitar ao máximo a redução do eixo maior da orelha e manter o seu contorno o mais natural possível. Método: Foram operadas três pacientes do sexo feminino, com 17, 19 e 20 anos, sendo que na paciente de menor idade a deformidade era unilateral e nas outras duas, bilateral. Os procedimentos cirúrgicos obedeceram a mesma sistematização. Em todos os casos, o maior eixo da orelha foi medido antes e após a cirurgia, assim como o tamanho do defeito a ser corrigido, para avaliações comparativas. Resultados: Os detalhes cirúrgicos descritos foram basicamente similares, porém as deformidades encontradas não apresentaram um padrão idêntico, mesmo numa mesma pessoa com problema bilateralmente. A extensão sendo variável determinou ressecções maiores ou menores, linhas de sutura diversas na posição e na extensão, tendo como parâmetro o retalho de deslizamento e a ressecção de um triângulo de compensação. Conclusões: Os procedimentos descritos são de fácil execução, sob anestesia local, condições ambulatoriais e realizados num único tempo operatório.

Palavras-chave: Orelha externa. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Retalhos cirúrgicos.

 

ABSTRACT

Introduction: The congenital external ear deformity with weakening of the medium segment of conch and of scapha is usually denominated question mark ear because of the called minor development of that segment and by its characteristic shape. Some authors have published their experiences to correct this kind of deformity. Our experience is based on three patients using a sliding flap and a compensatory triangle of the conch to balance the reduction of the major axis of the ear and support its shape as natural as possible. Method: Three female patients were submitted to a surgical procedure. They were 17, 19 and 20 years old; the youngest has a unilateral deformity and the others, bilateral. The procedures were systematically done. The major axis and the size of the defect were measured before and after the surgery to be compared. Results: The surgical procedures were almost similar, however the deformities were not. They were different even in the same patient. Although the same technical principle of sliding flap and compensatory triangle of the conch has been used, the extension of the defect determined minor or major resection and suture lines different in position and extension. Conclusions: The described procedure is not technically difficult. It can be performed under local anesthesia, ambulatory condition and in only one operating time.

Keywords: External ear. Reconstructive surgical procedures. Surgical flaps.

 

Avaliação dos resultados em reconstruções de orelha por defeito congênito ou trauma

Guilherme Abbud Franco Lapin
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(1):64-74 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: As deformidades auriculares congênitas e adquiridas apresentam um grande prejuízo funcional e, sobretudo, psicológico para o paciente. A Reconstrução de Orelha (RO) é um procedimento complexo que exige elevado detalhamento técnico, o que traz dificuldades para obtenção de bons resultados. Objetivo: Avaliar os resultados após RO em defeitos auriculares congênitos e adquiridos por trauma. Método: Foram selecionados 19 pacientes em dois grupos: Grupo Microtia (GM) com 10 casos e Grupo Trauma (GT) com nove casos. A avaliação dos resultados foi feita de três maneiras: (1) auto-avaliação do paciente com notas de 1 a 5 no pré e pós-operatório, (2) avaliação com notas de 1 a 5 por dois cirurgiões plásticos segundo seis critérios técnicos e (3) incidência de complicações. Resultados: A auto-avaliação de pré e pós-operatório apresentou no GM nota de 2,4 e 4,3, e no GT nota de 1,66 e 3,77, respectivamente. A avaliação dos especialistas teve nota média entre todos os quesitos técnicos de 3,86 no GM e de 3,71 no GT. Ocorreram três complicações no GM e duas complicações no GT, com um insucesso total em cada grupo. Conclusão: A RO apresenta complicações que podem ser tratadas efetivamente na sua maior parte. A RO é uma cirurgia complexa, mas com a aplicação rigorosa da técnica escolhida, pode oferecer bons resultados dentro de critérios técnicos, elevando a auto-estima do paciente e ajudando-o na sua reintegração social.

Palavras-chave: Deformidades adquiridas da orelha. Orelha externa/cirurgia. Pavilhão auricular.

 

ABSTRACT

Introduction: Congenital and acquired auricular deformities present considerable functional and psychological loss to the patient. The Auricular Reconstruction (AR) is a complex procedure that demands high technical skills and brings difficulties in order to obtain acceptable results. Objective: Evaluate the results after AR in congenital and trauma acquired auricular deformities. Method: It was considered 19 patients in two groups: Microtia Group (MG) with 10 cases and Trauma Group (TG) with nine cases. The results were evaluated by three methods: (1) patient self-evaluation graded from 1 to 5 in pre and post operative moments, (2) evaluation graded from 1 to 5 by two plastic surgeons following six technical aspects and (3) incidence of complications. Results: the self-evaluation in pre and post operative moments presented in MG grades 2.4 and 4.3, and in TG grades 1.66 and 3.77, respectively. The evaluation from specialists had a mean grade among all technical aspects of 3.86 in MG and 3.71 in TG. It happened three complications in MG and two complications in TG, with one total failure in each group. Conclusion: AR present complications that can be effectively treated in most occurrences. AR is a complex surgery, but throught rigorous execution of the chosen technique, can offer good technical results, bringing back the patient self-esteem and helping with his social reintegration.

Keywords: Acquired ear deformities. External ear/surgery. Ear auricle.

 

Complicações em Otoplastia

Felipe Vargas Borges; Celso Eduardo Jandre Boechat; Rodolfo Chedid; Rafael Ferreira Amaral; Ricardo Luis Vans
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):203-208 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Orelha em abano é caracterizada pelo pobre desenvolvimento da anti-hélice, hiperplasia da concha, ângulo céfalo-auricular anormal, lóbulo grande e proeminente ou qualquer combinação dos itens citados. MÉTODOS: Foi realizado um estudo prospectivo, em que foram acompanhados 60 pacientes submetidos à otoplastia, no período de janeiro de 2014 a janeiro de 2015, no Hospital Municipal Barata Ribeiro. RESULTADOS: Entre as complicações precoces, citamos infecção (0%), hematoma (1,6%) e necrose de pele (3,3%). Entre as complicações tardias: assimetria (10%), recidiva (3,3%), extrusão de pontos (10%), granuloma, cicatriz hipertrófica (0%) e queloide (0%). Quando os pacientes foram questionados quanto aos resultados obtidos com a otoplastia, 3,3% responderam que o resultado foi ruim, 3,3% regular, 3,3% bom, 3,3% ótimo e 86,8% excelente. CONCLUSÃO: As taxas de complicações precoces e tardias são semelhantes às descritas na literatura.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Complicações pós-operatórias; Orelha externa/anormalidades; Pavilhão auricular.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Protruding ears are caused by poor development of the antihelix, hyperplasia of the concha, abnormal cephaloauricular angle, a large and prominent lobule, or any combination of the above. METHODS: A prospective study was performed, in which 60 patients who underwent otoplasty were followed up from January 2014 to January 2015 at the Hospital Municipal Barata Ribeiro. RESULTS: Early complications included infection (0%), hematoma (1.6%), and skin necrosis (3.3%). Late complications included asymmetry (10%), recurrence (3.3%), extrusion of sutures (10%), granuloma formation (0%), hypertrophic scarring (0%), and keloid formation (0%). When patients were asked to rate the otoplasty, 3.3% stated that it was poor, 3.3% fair, 3.3% good, 3.3% very good, and 86.8% excellent. CONCLUSION: The rates of early and late complications are similar to those described in the literature.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Postoperative complications; External ear abnormalities; Auricle.

 

Uso do retalho miomucoso do vermelhão associado ou não ao retalho cutâneo mentolabial na reconstrução do lábio inferior

Milton Paulo de Oliveira; Pedro Djacir Escobar Martins; Guilherme Larsen da Cunha; Gustavo Steffen Alvarez; Anajara Gazzalle; Evandro José Siqueira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):433-438 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Várias técnicas têm sido descritas para a reconstrução do lábio inferior, muitas vezes produzindo microstomia, distorção da comissura, incapacitação funcional ou diminuição da sensibilidade. Neste trabalho, é relatada uma técnica com preservação de tecido neuromuscular para reconstrução labial em um único estágio, através do uso de retalho de avanço miomucoso do vermelhão, com ou sem retalho de pele mentolabial. Métodos: Foram analisados 17 pacientes do sexo masculino, portadores de carcinoma de células escamosas, com média de idade de 54,8 anos, com defeitos labiais pós-ressecção de 20% a 85%. Resultados: Durante um período de 3 meses de seguimento pós-operatório, nenhum paciente apresentou infecção, lesão nervosa ou necessitou de revisão cirúrgica. Três pacientes apresentaram microstomia, com alargamento discreto posterior do lábio. Todos os pacientes apresentaram boa sensibilidade e continência esfincteriana adequada. Conclusões: O uso do retalho miomucoso de vermelhão com ou sem retalho de pele mentolabial resultou em risco mínimo de microstomia ou incompetência funcional, sendo realizado em estágio cirúrgico único, além de demonstrar bons resultados estéticos e funcionais para a reconstrução de até 80% do lábio inferior.

Palavras-chave: Lábio/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

Background: Several techniques that have been described for reconstructing the lower lip often produce microstomia, commissure distortion, functional impairment, and decreased sensitivity. A technique for preserving neuromuscular tissue during a single-stage lip reconstruction is reported in this study. This technique involves the use of the vermilion myomucosal advancement flap with or without the mentolabial skin flap. Methods: This study analyzed 17 male patients with squamous cell carcinoma. The mean patient age was 54.8 years, and incidence of lip defects after resection ranged from 20% to 85%. Results: Infection, nerve damage, or the requirement for surgical revision was not observed in any patient during the follow-up period of three months. Three patients had microstomia with slight posterior enlargement of the lip. All patients had good sensitivity and adequate sphincter continence. Conclusions: The use of the vermilion myomucosal flap with or without the mentolabial skin flap resulted in a minimal risk of microstomia or functional incompetence. This procedure is performed in a single surgical stage and has good aesthetic and functional results for reconstruction of up to 80% of the lower lip.

Keywords: Lip/surgery. Surgical flaps. Reconstructive surgical procedures.

 

Eficácia do retalho adipofascial retroauricular em otoplastia

Luis Fernando Ungarelli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):249-259 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As técnicas de otoplastia que utilizam suturas permanentes para moldar as cartilagens apresentam elevada taxa (de até 22%) de incidência de problemas granulomatosos no pós-operatório. Para controlar essas complicações, Horlock et al., em 2001, desenvolveram o retalho adipofascial retroauricular. Neste trabalho, são comparados pacientes submetidos a otoplastia com e sem o uso desse retalho, com o objetivo de identificar a incidência de complicações com suturas, avaliar a eficácia do retalho adipofascial retroauricular na prevenção dos problemas com as suturas definitivas aplicadas na cartilagem auricular, e analisar se a confecção desse retalho envolveu aumento da taxa de outras complicações de otoplastia que não as relacionadas às suturas, especialmente deiscência de suturas ou má cicatrização no pós-operatório. MÉTODO: Foram revisados os prontuários de 24 pacientes submetidos a otoplastias realizadas no período de 2007 a 2009 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (Ribeirão Preto, SP, Brasil). Os pacientes foram divididos em 2 grupos, um deles compreendendo a técnica "clássica" (grupo clássico, n = 24 orelhas) e o outro, a técnica de "retalho" (grupo retalho, n = 24 orelhas), de forma retrospectiva e com tempo pós-operatório mínimo de 24 meses. RESULTADOS: A incidência total de complicações graves de suturas foi de zero no grupo retalho e de 20,8% no grupo clássico. Edema mais acentuado nos primeiros 14 dias de pós-operatório também foi identificado no grupo retalho em 41,6% dos pacientes vs. 12,5% dos pacientes do grupo clássico. O passo técnico de confecção do retalho adipofascial retroauricular não aumentou o tempo cirúrgico. É plausível que a cobertura tecidual retroauricular mais robusta sobre as suturas e o fato de que o tecido em contato com essas suturas seja subcutâneo íntegro sejam os possíveis fatores responsáveis pela queda da incidência de problemas granulomatosos significativos nas otoplastias em que se utilizou o retalho. CONCLUSÕES: Após a introdução do retalho adipofascial retroauricular, a incidência de complicações relacionadas a granulomas caiu para zero, demonstrando a eficácia do retalho na prevenção dessas complicações. Esse benefício foi obtido sem que houvesse aumento da incidência de outras complicações ou do tempo cirúrgico. Este estudo sugere que o retalho adipofascial retroauricular pode ser uma importante adição ao armamentário técnico dispensado à otoplastia.

Palavras-chave: Orelha externa/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Procedimentos cirúrgicos otológicos.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Otoplasty techniques using permanent sutures to mold cartilage have high rates of incidence of granulomatous issues (up to 22%) during the postoperative period. In order to control these complications, Horlock et al. developed the adipofascial retroauricular flap in 2001. In the present study, we compared patients who underwent otoplasty with or without the use of this flap. We aimed to quantify the incidence of complications affecting the sutures, evaluate the efficacy of the retroauricular adipofascial flap in the prevention of problems associated with the permanent sutures applied to the auricular cartilage, and analyze if the preparation of this flap increased the rates of other types of complications not related to the sutures, particularly suture dehiscence or defective wound healing during the postoperative period. METHODS: We consulted the medical records of 24 patients who underwent otoplasties from 2007 to 2009 at the Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (Clinics Hospital of Ribeirão Preto, Faculty of Medicine of the University of São Paulo). The patients were divided into 2 groups, one where a "classic" technique was used (n = 24 ears) and another where the "flap" technique was used (n = 24 ears). Patients were reviewed in a retrospective manner and had a minimal postoperative period of 24 months. RESULTS: The total incidence of important complications related to the sutures was zero in the "flap" group and 20.8% in the "classic" group. Edema was more pronounced in the first 14 postoperative days, and was identified in 41.6% of patients in the flap group versus 12.5% of the patients in the classic group. The technical steps involved in preparing the adipofascial retroauricular flap did not increase surgical time. It is possible that the retroauricular tissue covering the sutures (which is stronger) and the tissue connecting these sutures (preserved subcutaneous tissues) were the main factors responsible for the significant decrease in granulomatous complications after otoplasties in which the flap was used. CONCLUSIONS: After the retroauricular adipofascial flap was introduced, the incidence of complications was reduced to zero, demonstrating the efficacy of this flap in the prevention of complications related to granulomas. This benefit was obtained without an increase in the incidence of other complications or surgical time. This study suggests that the retroauricular adipofascial flap may be an important addendum to the technical tools used during otoplasty.

Keywords: Ear, external/surgery. Otologic surgical procedures/methods. Surgical flaps.

 

Otoplastia Combinada

Osvaldo Ribeiro Saldanha; Osvaldo Ribeiro Saldanha; Cristianna Bonneto Saldanha; Paulo Rodamilans Sanjuan; Sabina Aparecida Alvarez de Paiva; Bernardo Fernandes de Souza Fontes; Flávio Francescheli; Naby Gebrim; Francisco Felipe Góis de Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(2):236-241 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Orelha em abano é a deformidade congênita mais comum de cabeça e pescoço, cuja transmissão se dá por herança autossômica dominante, sem predileção por gênero. A orelha proeminente ou "em abano" ocorre quando há um excesso ou hipertrofia da concha auricular, apagamento da antélice, um ângulo escafoconchal maior que 90º ou uma combinação destes, ocorrendo uni ou bilateralmente. O objetivo é apresentar uma abordagem conservadora para correção de orelha em abano, com a associação de técnicas.
Métodos: Foi utilizada uma variação cirúrgica para realização de otoplastia com o auxílio de uma abordagem anterior para ressecção da concha auricular associada ao enfraquecimento da antélice com incisões parciais na cartilagem também por via anterior e a realização de pontos de Mustardé por via posterior para melhor definição da antélice, sem a fixação da concha à mastoide. Foram operados 200 pacientes com idade média de 17 anos, entre janeiro de 1987 e janeiro de 2015, sendo 60% do gênero feminino.
Resultados: Dos 200 pacientes, apenas 24 necessitaram revisões cirúrgicas discretas.
Conclusão: O procedimento cirúrgico é simples, facilmente reprodutível, proporcionando bons resultados, com alto grau de satisfação e baixo índice de complicações/morbidade.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Orelha externa; Pavilhão auricular/anormalidades; Hipertrofia

 

ABSTRACT

Introduction: Protruding ear is the most common congenital deformity of the head and neck, with an autosomal dominant inheritance and no predilection for sex. Protruding ear or prominent ear occurs when there is concha excess or hypertrophy, erasure of the antihelix, a scapho-conchal angle greater than 90º, or a combination of these factors, occurring uni- or bilaterally. The objective is to present a conservative approach to correct protruding ear, with a combination of techniques.
Methods: The otoplasty surgical technique involved an anterior approach for resection of the auricular concha, which was associated with weakening of the antihelix, and partial incisions of the cartilage were performed through anterior access and of Mustardé sutures, through posterior access for better definition of the antihelix without fixation of the concha to the mastoid. Two hundred patients with a mean age of 17 years underwent operations between January 1987 and January 2015, 60% of whom were female.
Results: Of the 200 patients, only 24 patients needed discrete surgical revisions.
Conclusion: The surgical procedure is simple, easily reproducible, provides good results, and is associated with a high degree of satisfaction and a low rate of complications/morbidities.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; External ear; Pinna/abnormalities; Hypertrophy

 

Retalho retroauricular ilhado para reconstrução parcial de orelha: relato de casos

LAURO ARNOLDO FERREIRA KOEHLER; VERENA BENEDICK COIMBRA; MARCUS VINICIUS CUNHA; CRISTIANE CAMARGO FERREIRA; GUILHERME VASCONCELOS SILVEIRA; CAMILA GARCIA SOMMER; JOÃO GUILHERME CAVALCANTI KRIEGER; ANTONIO ROBERTO BOZOLA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(2):283-286 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Defeitos parciais de orelha podem ser tratados de diversas formas, dentre elas o fechamento primário, cicatrização por segunda intenção ou retalhos. Diversas opções técnicas foram descritas para a sua reconstrução de modo a manter o contorno natural da orelha, sem sacrificar tecido sadio ou alterar sua estética e função. Apresentamos neste artigo dois casos atendidos no Instituto do Câncer do Hospital de Base de São José do Rio Preto de reconstrução de defeitos condrocutâneos de orelha após ressecção de carcinoma basocelular em região central da orelha, com a confecção de retalho retroauricular ilhado transposto através de uma janela cartilaginosa e com o pedículo desepidermizado. Área doadora com fechamento primário. Tal procedimento constitui técnica segura, pois a região retroauricular é ricamente vascularizada, é de fácil execução, em único estágio e com resultado estético e funcional satisfatório.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Deformidades adquiridas da orelha; Retalhos cirúrgicos; Neoplasias da orelha; Orelha externa

 

ABSTRACT

Partial ear defects can be treated in several ways, including primary closure, healing by secondary intention, or flaps. Several surgical options have been described for reconstruction in order to maintain the natural contour of the ear, without sacrificing healthy tissues or changing the aesthetics and function. In this article, we present two cases of reconstruction of chondrocutaneous defects of the ear after resection of basal cell carcinoma in the central region of the ear, with the production of a retroauricular island flap transposed through a cartilaginous window with the de-epidermized pedicle. The donor area healed following a primary closure. This procedure can be performed in a single stage, yields satisfactory aesthetic and functional results, and is safe because the retroauricular region is richly vascularized.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Acquired deformities of the ear; Surgical flaps; Neoplasms of the ear; External ear

 

Reconstrução de lóbulo de orelha com enxerto cartilaginoso transversal

Teófilo Braz Taranto Goulart; Amaury Cançado Travaglia, Lílian Cappelli Coutinho, Marcelo Ourives, Luiz Gustavo Leite Oliveira, Marianna Meirelles Teixeira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(1):114-116 - Relatos de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Devido ao conceito estético relacionado com tamanho, forma e posição, a reconstrução dos defeitos da orelha é uma consideração importante no momento do planejamento cirúrgico. A maioria das técnicas exige mais de um tempo e pode deixar cicatrizes nas bochechas, pescoço ou região auricular posterior. Os autores apresentam relato de caso de paciente com hipodesenvolvimento congênito do lóbulo da orelha, bilateralmente, onde a reconstrução realizada foi feita em único tempo. Relato de caso: Paciente do sexo feminino, 16 anos, apresentando orelha em abano associada a defeito congênito de lóbulo de orelha bilateralmente. Os autores realizaram o tratamento da orelha em abano pela técnica de Converse e, ao abordar a deformidade congênita apresentada, aproveitaram estruturas que seriam desprezadas para a reconstrução do defeito lobular. A correção da deformidade ocorreu em tempo único, utilizando enxerto cartilaginoso e cobertura cutânea da região auricular posterior, com ótimo resultado estético. Conclusão: A técnica apresentada foi considerada de fácil execução; com correção de duas deformidades em tempo único e com ótimo resultado estético.

Palavras-chave: Orelha/anormalidades. Orelha/cirurgia. Orelha externa/cirurgia. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos/métodos.

 

ABSTRACT

Background: Due to the aesthetic concept of size, form and position of the ear, one of the most important point is the artistic reconstruction when we plan the surgery. Most of techniques demands more than one surgery time and can left scars in cheeks, neck or the posterior auricular region. The authors present a case of proeminent ear and anesthetic lobe that was treated in one stage. The lobe deformity is considered a rare congenital case of microtia. Case report: Female patient, 16 years old, that presented proeminent ear associated with a congenital defect of the lobe. The authors performed the correction of the proeminent ear with Converse technique and used structures that would be thrown away to rebuild the ear lobe. The reconstruction occurred in one time, using a cartilage graft and an auricular posterior cutanous covering with a great aesthetic result. Conclusion: The technique was considered easy, with excellent aestethic results and a great pacient satisfaction.

Keywords: Ear/abnormalities. Ear/surgery. Ear, external/surgery. Reconstructive surgical procedures/methods.

 

Manejo da deformidade auricular de Stahl: um relato de caso

João Maximiliano; Antônio Carlos Pinto Oliveira; Leonardo Milanesi Possamai; João Bombardelli; Marcus Vinicius Martins Collares
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):145-147 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Descrita no século XIX, a deformidade auricular de Stahl consiste em uma má formação auricular rara, caracterizada por hipoplasia da raiz da anti-hélice com o alargamento de sua base e uma terceira raiz da anti-hélice conectando-a à parte posterior da hélice, deformando a porção posterossuperior do pavilhão auditivo. A correção cirúrgica é o tratamento definitivo, porém, pela diversidade de apresentações clínicas, não há uma técnica padrão para todos os casos. O método descrito neste relato é mais uma opção de tratamento e consiste na ressecção da terceira cruz e confecção da raiz superior da anti-hélice.

Palavras-chave: Deformidades adquiridas da orelha; Orelha; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

Stahl's ear deformity was first described in the 19th century and it consists of a rare auricular deformity characterized by hypoplasia of the antihelix crus with enlargement of its base and a third crus of the antihelix connected to posterior portion of helix crus, which deforms the posterolateral wall of the external auditory canal. Reconstructive surgery is the definitive treatment, however, because of the diversity of clinical presentations, no standard technique exist for all cases. The method described in this report is another treatment option and entails the resection of the third crus and reconstruction of superior crus of the antihelix.

Keywords: Ear deformities acquired; Ear; Reconstructive surgical procedures.

 

Retalho pré-auricular tunelizado insular de base superior para reconstrução de defeitos auriculares

DÉLCIO APARECIDO DURSO; WILLIAN SEGALIN; PAOLLA RIBEIRO GONÇALVES; MARCELLA FERREIRA CARVALHO; SÉRGIO DOMINGO BOCARDO; FLÁVIA FREIRE DANTAS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(4):586-589 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

O complexo auricular representa sede frequente de lesões, especialmente de origem tumoral ou resultante de eventos traumáticos. Diversas são as opções cirúrgicas para restaurar a integridade anatômica da orelha. Relatamos o caso de um paciente que apresentou lesões tumorais em mais de uma ocasião na face anterior da orelha esquerda e que precisou de intervenção cirúrgica para a correção do defeito gerado pela excisão tumoral. Como procedimento proposto, planejamos e executamos um retalho insular de base superior, que por meio de um túnel criado na projeção da fossa triangular foi rodado para a fossa escafoide, reparando-a em um único tempo cirúrgico, apresentando resultados estético e funcional satisfatórios ao paciente.

Palavras-chave: Orelha; Neoplasias da orelha; Retalhos cirúrgicos; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

ABSTRACT

The auricular complex is commonly affected by tumors or traumatic events. Several surgical options are available for restoration of ear anatomy. We report the case of a patient who presented with tumor lesions on more than one occasion in the anterior left ear and required surgical intervention to correct the defect generated by excision. As a proposed procedure, we designed and executed a superiorly-based insular flap that was rotated to the scaphoid fossa through a tunnel created in the projection of the triangular fossa; this was performed in a single stage, and the patient was satisfied with the aesthetic and functional results.

Keywords: Ear; Ear neoplasms; Surgical flaps; Reconstructive surgical procedures

 

Reconstrução de concha auricular anterior com retalho auricular posterior ilhado: relato de caso

SUELEN RIOS DE MELO; MARCUS VINICIUS PONTE DE SOUZA; FERNANDO GOMES BEZERRA RIBEIRO; KARINE LORENA SOUSA QUEIROZ
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):58-60 - Artigos

PDF Português

RESUMO

Aproximadamente 5-8% dos tumores cutâneos malignos da cabeça e pescoço localizam-se no pavilhão auricular, sendo a maioria classificados como carcinomas basocelulares (75%), seguidos dos carcinomas espinocelulares (25%). Diversas são as opções cirúrgicas para restaurar a integridade anatômica da orelha. Relatamos um caso de um paciente que apresentou carcinoma basocelular, localizado na concha do pavilhão auricular esquerdo e parte do conduto auditivo externo, de aproximadamente 3cm de diâmetro, que foi submetido à reconstrução imediata, em tempo único, através do uso do retalho auricular posterior ilhado, classicamente conhecido como Retalho de Masson, apresentando resultado funcional e estético satisfatório ao paciente.

Palavras-chave: Neoplasias da orelha; Orelha; Retalhos cirúrgicos; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Orelha externa

 

Reparo de fissura de lóbulo auricular usando cola cirúrgica de menor custo

Sandro Cilindro de Souza; Carlos Henrique Briglia
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(4):715-718 - Relatos de Caso

PDF Português

RESUMO

Introdução: As vantagens dos cianoacrilatos em síntese cutânea têm sido sobejamente demonstradas na literatura. Entretanto, estes produtos têm sido subutilizados no Brasil devido aos elevados custos do 2-octilcianoacrilato. Ademais, a forma mais economicamente acessível, o 2-etilcianoacrilato (ECA), tem sido pouco estudada como adesivo cutâneo. Relato do Caso: No caso descrito, os autores relatam a eficiência e as vantagens do fechamento de uma laceração de lóbulo auricular de uma criança usando o ECA de menor custo como alternativa à sutura.

Palavras-chave: Adesivos teciduais. Cianoacrilatos. Deformidades adquiridas da orelha. Orelha externa/lesões.

 

ABSTRACT

Background: The advantages of the cyanoacrylates in cutaneous synthesis have been frequently shown in the literature. However, these products have not been very used in Brazil due to the high costs of the 2-octilcyanoacrylate. Besides, the form more economically accessible, the 2-etilcyanoacrylate (ECA) has not been much studied as cutaneous adhesive. Case Report: The authors describe the efficiency and the advantages of a laceration closing of a child's earlobe using the low cost ECA as alternative to the suture.

Keywords: Tissue adhesives. Cyanoacrylates. Ear deformities, acquired. Ear, external/injuries.

 

Enxerto composto auricular na reconstrução da asa nasal

Tiago Alves Ceratti; Amilton Sevilhano Casado Neto; Aneliza Vittorazzi; Mario Eduardo P. M. Barros ; Jayme Adriano Farina Junior
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(4):640-643 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

O nariz ocupa o centro da face, o que torna pequenas assimetrias e imperfeições evidentes. Uma de suas subunidades é a asa nasal, região que exige não apenas resultados estéticos, mas também funcionais, em sua reconstrução, tornando-se um desafio ao cirurgião plástico. Neste artigo são descritos 3 casos em que foi utilizado enxerto composto auricular para reconstrução da asa nasal. Os enxertos apresentaram integração total, com resultados estéticos e funcionais adequados. Segundo revisão da literatura, não há diferença nos índices de complicação comparando-se os enxertos com os retalhos locais e, a longo prazo, a cartilagem auricular tende a manter-se no formato moldado, sofrendo raras distorções e mínima ou nenhuma absorção, diferentemente das cartilagens costais e dos enxertos ósseos. O enxerto composto auricular é uma técnica versátil e segura, com excelentes resultados na reconstrução da asa nasal e com baixa morbidade das áreas doadoras, cumprindo com eficiência seu objetivo reparador.

Palavras-chave: Nariz/cirurgia. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Orelha externa/transplante.

 

ABSTRACT

Since the nose is located in the center of the face, small asymmetries and imperfections are easily recognized. One subunit of the nose is the nasal ala, a region that, when reconstructed, requires the achievement of esthetic and functional results. This poses a challenge to the plastic surgeon. In this article, we describe 3 cases of composite auricular grafts used for nasal alar reconstruction. The grafts presented total integration and provided satisfactory esthetic and functional results. A literature review revealed no differences in the complication rates between grafts and local flaps. Moreover, the shape of the auricular cartilage was maintained over time, showing rare distortions and no or minimal absorption, contrary to costal cartilage and bone grafts. The use of composite auricular grafts is versatile and safe. This procedure ensures excellent results in nasal alar reconstruction and guarantees low morbidity within the donor areas. Therefore, the use of this technique efficiently enables the repair of nasal defects.

Keywords: Nose/surgery. Reconstructive surgical procedures. Ear, external/transplantation.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons