ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 20 de 97 resultado(s)

Busca por : Periareolar; Mastopexia; Ptose; Implante; Cônico; Poliuretano

Rotação de trás para frente de implante anatômico após 31 meses da mamoplastia de aumento: relato de caso

André Toshiaki Toda Nishimura; Paulo Toyosi Nishimura; Eduardo Toshiro Toda Nishimura; Nelio Watanabe Aguilera; Carmem Aparecida Tomé
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(2):183-186 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mamoplastia de aumento está entre os procedimentos mais realizados por cirurgiões plásticos. A rotação de trás para frente de implante após mamoplastia de aumento é uma complicação rara, que acontece entre 0 e 5% dos casos. RELATO DE CASO: Os autores relatam um caso de uma paciente que apresentou rotação de trás para frente de implante anatômico após 31 meses da mamoplastia de aumento.

Palavras-chave: Implante Mamário; Rotação; Mamoplastia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Augmentation mammoplasty is one of the most commonly performed surgical procedures by plastic surgeons. Back-to-front flipping of an implant after augmentation mammoplasty is a rare complication, occurring in 0-5% of cases. CASE REPORT: The authors report a patient who presented with back-to-front flipping of an anatomical implant 31 months after augmentation mammoplasty.

Keywords: Breast implant; Flipping; Mammoplasty.

 

Conceituação sobre as Mamaplastias e Mastopexias

Claudio Cardoso de Castro, José Horácio Aboudib, Reinaldo Fernandes Salema Coelho, Maria Gatorno
Rev. Bras. Cir. Plást. 2002;17(3):19-26 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Muitas técnicas têm sido descritas para a mamaplastia redutora e para a mastopexia. As técnicas para a mamaplastia redutora e para a mastopexia combinam a ressecção de pele e tecido mamário. A avaliação do excesso de pele e da quantidade de tecido a ser removido é elemento decisivo nas mamaplastias. O formato da pele difere de paciente para paciente, dependendo da qualidade da pele e da relação desta com o tecido glandular. Os princípios descritos neste trabalho foram utilizados em mais de 4.000 pacientes. A evolução a longo prazo mostrou resultados satisfatórios. A cicatriz é um problema que incomoda mais ao cirurgião que às pacientes. Conclui-se que a paciente ao submeter-se à mamaplastia sabe que portará cicatriz após a operação. Contudo, a aparência da cicatriz é mais importante que seu comprimento.

Palavras-chave: Mamaplastia; redução mamária; mastopexia; cirurgia plástica das mamas

 

ABSTRACT

Many techniques have been described for reduction mammaplasty and mastopexy. The techniques for reduction mammaplasty and mastopexy combine the resection of skin and breast tissue. The assessment of excess skin and quantity of tissue to be removed is a key element in mammaplasties. The format of the skin differs from patient to patient, depending on the quality of the skin and its relation with the glandular tissue. The principies described in this paper have been used in more than 4,000 patients. Long-term course has shown satisfactory results. Scars are a problem that seems to concern surgeons more than patients themselves. It is concluded that patients who undergo mammaplasty are aware that there will be a scar after the surgery. However, how the scar looks is more important than how long it is.

Keywords: Mammaplasty; breast reduction; mastopexy; breast plastic surgery

 

Avaliação Tardia dos Resultados das Mamoplastias por Via Periareolar

José Horácio Aboudib
Rev. Bras. Cir. Plást. 2004;19(3):21-30 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

São estudadas 25 pacientes submetidas a mamoplastia periareolar com retalho glandular inferior, todas com mais de 10 anos de pós-operatório. Foram levantados dados como tipo e quantidade de ressecção do parênquima mamário; quantidade de pele ressecada; idade na época da cirurgia; avaliação do paciente referente à simetria, volume final, forma/ptose, forma do complexo aréolo-mamilar (CAM) e das cicatrizes; complicações e graus de satisfação das pacientes.

Palavras-chave: Mama periareolar; retalho glandular inferior; cirurgia plástica de mama; mamoplastia

 

ABSTRACT

The authors studied twenty-five patients submitted to periareolar mammaplasty with a lower glandular fiap and with more than 10 postoperative years. Data studied included type and amount of breast parenchyma resection; amount of skin resection; age at the time of surgery; patient's assessment of symmetry, final volume, shape/ptosis, shape of the areolar-nipple complex (ANC) and of scars; complications and level of patient satisfaction.

Keywords: Periareolar breast; lower glandular fiap; breast plastic surgery; mammaplasty

 

Implante Suspensor Palpebral de Silicone para Correção da Blefaroptose Severa

Henri Friedhofer, Cristina Pires Camargo, Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 1999;14(3):7-20 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Pacientes com ptose palpebral severa e ação fraca do músculo elevador habitualmente são beneficiados com o método da suspensão frontal utilizando-se materiais orgânicos ou inorgânicos. Na literatura, são conhecidos estudos com esclera homóloga, dura mater, fáscia lata homóloga e autóloga, fio de seda, supramid, goretex, tela de mersilene, prolene, dentre outros. Nos casos em que existam alterações que impeçam a boa proteção ocular, como paralisia do III par, oftalmoplegia crônica progressiva, ceratite neuroparalítica, miastenia gravis, síndrome da fibrose orbitária, ceratoconjuntivite seca ou paresia do VII par com ptose, têm sido utilizadas tiras de silicone, entretanto com índices significativos de recorrência da ptose a médio e longo prazos. Para diminuir essa ocorrência, desenvolveu-se um suspensor palpebral pré-moldado de silicone com reforço de Dacron utilizado em 45 pacientes com ptose severa, num total de 58 pálpebras. Neste trabalho discutem-se os resultados obtidos e chega-se à conclusão de que o procedimento é de fácil execução, que oferece resultados efetivos e duradouros, com possibilidade de fácil ajuste pós-operatório, caso seja necessário. A disponibilidade da peça estéril e pronta para o uso facilita o procedimento. A indicação do método ampliou-se para todos os casos de ptose severa e não apenas para aqueles que apresentem alterações que não permitam proteção adequada ao olho.

Palavras-chave: Ptose palpebral; suspensão frontal; tiras de silicone

 

ABSTRACT

Patients with severe palpebral ptosis and poor suspensory muscle action often benefit from the frontal suspensory method using organic or inorganic material. Studies are known in literature using homologous sclera, dura mater homologous and autologous fascia lata, surgical silk, supramid, goretex, mersilene mesh, prolene, among others. In cases where changes exist that prevent a good eye protection, such as in pair III palsy, progressive chronic ophthalmoplegia, neuroparalysis keratitis, myasthenia gravis, orbital fibrosis syndrome, dry keratoconjunctivitis arpair VII paresis with ptosis, silicon strips have been used although with significant rates of recurrent ptosis in the medium and long term. In order to decrease this occurrence, a Dacron-reinforced premolded silicon palpebral suspensory was developed and used in 45 patients with severe ptosis, in a total of 58 eyelids. This paper discusses the results obtained and arrives to the conclusion that the procedure is easily carried out, offers effective and longlasting results, with the possibility of easy postoperative adjustment, if required. The availability of the sterile and ready-to-use piece facilitates the procedure. Indication to the method extended to all severe ptosis cases and not only to those that presented changes allowing no adequate eye protection.

Keywords: Palpebral ptosis; frontal suspensory; silicon strips

 

Mastopexia Associada à Inclusão de Prótese Mamária

Fábio Rosa Carramaschi, Maria Paula Tanaka
Rev. Bras. Cir. Plást. 2003;18(1):26-36 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Os autores descrevem a associação de mastopexia e inclusão de prótese de silicone em 17 pacientes. A principal indicação reside nas hipomastias com ptoses pequenas ou moderadas, com pele de boa textura. Descreveram a técnica cirúrgica dando ênfase às vias de acesso. Fizeram uma revisão sobre as vantagens e desvantagens dessa associação e concluíram que, apesar da possibilidade de retoque na cicatriz da mastopexia periareolar, os resultados em geral são muito gratificantes.

Palavras-chave: Hipomastia; ptose mamária; prótese mamária; mastopexia periareolar

 

ABSTRACT

The authors describe the association of mastopexy and inclusion of silicone implants in 17 patients. The major indication is for hypoplastic breasts with slight or moderate ptoses, and adequate skin texture. The authors describe the surgical technique emphasizing access routes. They review the advantages and disadvantages of the association and conclude that although periareolar mastopexy scar retouching may be necessary, results are generally gratifying.

Keywords: Hypoplastic breasts; breast ptosis; breast implants; periareolar mastopexy

 

Síndrome da Fissura Orbitária Superior por Trauma de Face sem Fratura de Terço Médio - Relato de Caso

Antônio Albuquerque Brito, Rodolfo Valdemarin, Renato Tatagiba Garcia, Carlos Eduardo Guimarães Leão
Rev. Bras. Cir. Plást. 2000;15(2):27-34 - Relatos de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

O objetivo do presente trabalho é apresentar um caso clínico de síndrome da fissura orbitária superior numa paciente com trauma de face sem fraturas do terço médio e estabelecer uma correlação dessa injúria com o acometimento orbitário, sugerindo que sua etiologia seja a transmissão da força do impacto através dos pilares do esqueleto reticular da face, até a órbita. Enfatizamos a necessidade do conhecimento desse mecanismo etiopatológico e discutimos aspectos diagnósticos e terapêuticos da referida síndrome.

Palavras-chave: Síndrome da fissura orbital superior; oftalmoplegia; trauma facial; ptose palpebral; midríase

 

ABSTRACT

The aim of this work is to present a clinical case of the Superior Orbitary Fissure Syndrome in a patient with face trauma without medial third fracture and to establish a correlation of this injury with the orbitary commitment, suggesting that its ethiology is due to the impact force transmission throughout the pillars of the face's reticulated sheleton up to the orbit. The necessity of the knowledge of this ethiopathological mechanism is stressed and the diagnostic and therapeutical of this syndrome are the discussed aspects.

Keywords: Superior orbital fissure syndrome; ophthalmoplegia; facial trauma; palpebral ptosis; mydriasis

 

Utilização da técnica do capeta em paciente com implante mamário

Geraldo Machado Filho; Mariana Angélica Berardi Cioffi; Miguel Enrique Rivera Gómez; Rolando Mendoza Romero; Milton Paulo de Oliveira; Marcos Ricardo de Oliveira Jaeger
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):10-12 - Contorno Corporal

PDF Português

RESUMO

A redução mamária é um procedimento com elevado índice de satisfação, independemente da técnica utilizada. A técnica do "capeta" ("Devil's Incision Mammaplasty"), descrita em 1983, apresenta uma opção de mamoplastia redutora. A técnica empregada — mastopexia pela técnica do Capeta adaptada à colocação de implantes em duplo-plano — corrigiu a flacidez mamária enquanto permitia maior projeção do cone mamário. Não se observou alargamento da cicatriz ou presença de seroma ou infecção. Na comparação fotográfica, a paciente demonstrou satisfação com o resultado obtido, mesmo na presença de cicatriz vertical visível após os três meses. A principal vantagem deste tipo de abordagem consiste na ausência de cicatriz na região areolar superior, área de fácil visualização pela própria paciente, que pode gerar estigmas e desconforto psicológico. Entretanto, este tipo de procedimento não deve ser aplicado a mastopexias em pacientes com graus elevados de flacidez. Ao ressecar os prolongamentos ao redor da aréola, a técnica permite acomodar a cicatriz vertical, reduzindo sua extensão ou mesmo eliminando a cicatriz horizontal, além de dispensar cicatriz na parte superior da aréola.

Palavras-chave: Implante Mamário; Mamoplastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Implante de prótese.

 

Síndrome de Marcus Gunn

Josias Pires Ferreira, João Marcos Boechat C. Rocha, Luiz Carlos Avelino Jr., Otávio Augusto Vilhena Atallah
Rev. Bras. Cir. Plást. 2003;18(3):43-46 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

É apresentado um caso da síndrome de Marcus Gunn, cuja principal característica é o movimento sincinético entre a musculatura mastigatória e a pálpebra superior, presente em cinco por cento dos casos de blefaroptose congênita. No caso apresentado, a sincinesia foi observada entre a ação do pterigóideo lateral esquerdo e a pálpebra superior direita. A etiologia do fenômeno de Marcus Gunn é desconhecida, e o tratamento direciona-se principalmente para a ptose palpebral, quando severa, com ressecção ou transposição do músculo elevador palpebral e correção de outras lesões extra-oculares, como estrabismo, ambliopia, anisometropia e outras, detectadas pelo exame especializado. O diagnóstico em geral é feito precocemente, pelos pais ou responsáveis pela criança, que observam o movimento sincinético durante a amamentação ou alimentação do infante, cabendo ao médico assistente, ou especialista, orientar o tratamento, principalmente no que diz respeito à sua indicação ou oportunidade da correção das lesões principais. É importante notar que a correção da ptose palpebral deve sempre que possível ser acompanhada por cirurgia do elevador palpebral, a fim de evitar a permanência ainda mais exagerada da sincinesia palpebral.

Palavras-chave: Síndrome de Marcus Gunn; ptose palpebral congênita; blefaroptose

 

ABSTRACT

The authors present a case of Marcus Gunn Syndrome, whose major feature is the synkinetic movement between mastication muscles and the upper eyelid, present in five per cent of the cases of congenital blepharoptosis. In the case presented, the synkinesia was observed between the left lateral ptreygoid and the upper right eyelid. The etiology of the Marcus Gunn phenomenon is not known and treatment is mainly aimed at the palpebral ptosis, when it is severe, by resecting or transposing the levator muscle and correcting other extra-ocular lesions, such as strabismus, amblyopia, anisometropia and other conditions detected by specialized examination. The diagnosis is generally made early by the child's parents or guardians who observe the synkinetic movement while nursing or fieding the infant. The assisting physician, or specialist, guides the treatment, mainly in relation to the indication or occasion for correcting major lesions. It is noteworthy to point out that the correction of the palpebral ptosis should, whenever possible, be accompanied by surgery of the palpebral levator in order to avoid the even more exaggerated permanence of the palpebral synkinesia.

Keywords: Marcus Gunn Syndrome; congenital palpebral ptosis; blepharoptosis

 

Estudo Retrospectivo de 730 Pacientes Submetidas a Mamaplastia Redutora

Rodrigo Corteletti Ronconi, Frederico Augusto Vieira, Celso Eduardo Jandre Boechat, Patrícia Silvia Moutinho Ribeiro Nunes, José Horácio Costa Aboudib, Claudio Cardoso Castro
Rev. Bras. Cir. Plást. 2004;19(2):58-62 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Os autores apresentam os estudos e resultados obtidos após a avaliação de 730 casos operados de hipertrofia mamária, no período de janeiro de 1995 a dezembro de 2001, no Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE). As pacientes e a técnica cirúrgica são analisadas em seus mais importantes detalhes, ressaltando os cuidados necessários na avaliação clínica pré-operatória, ato cirúrgico e pós-operatório bem conduzidos, para que os resultados sejam satisfatórios, obtendo mamas de formato natural, manutenção da função de lactação e sensibilidade areolomamilar, obtenção de cicatrizes discretas ou imperceptíveis.

Palavras-chave: Hipertrofia mamária; ptose mamária; tratamento; mamaplastia redutora; satisfação da paciente

 

ABSTRACT

The authors present the studies and results obtained after the assessment of 730 cases operated on for breast hypertrophy, from January 1995 to December 2001, at Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE). The patients and the surgical technique are analyzed in their most significant details, stressing the care necessary in well conducted preoperative clinical evaluatum, surgery and postoperative care, to attain satisfactory results and natural shaped breasts, maintenance of lactation function and areolomamillary sensitivity, with subtle or non-apparent scars.

Keywords: Breast hypertrophy; breast ptosis; treatment; reduction mammaplasty; patient satisfaction

 

Plicatura e reinserção da aponeurose do músculo levantador da pálpebra superior com sutura contínua na correção cirúrgica da ptose palpebral leve e moderada-experiência pessoal

Dayana Garcia Alves
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):39-43 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A blefaroptose ou ptose palpebral caracteriza-se pelo posicionamento anômalo da pálpebra superior em relação à sua posição normal, que é de 1 a 2 mm abaixo do limbo superior da íris; pode variar, apresentando desde uma queda discreta, até a oclusão total da fenda palpebral. Em geral, trata-se de deficiência muscular ou nervosa, de etiologia congênita ou adquirida, que resulta na impossibilidade de elevação completa da pálpebra superior, podendo também ocorrer por desinserção aponeurótica. Apresenta-se neste trabalho a tática da sutura contínua da aponeurose do músculo levantador ao tarso, ou mesmo na sua plicatura, para o tratamento da ptose leve ou moderada. MÉTODOS: No período de 2006 a 2012, foram realizadas 26 cirurgias, abordando a aponeurose do músculo levantador com encurtamento na relação 4:1, usando sutura contínua em duplo sentido, finalizando-a com ponto em formato de oito. RESULTADOS: Em 88,32% dos casos, os resultados foram bons e, em 11,68%, regulares. Apenas um caso evoluiu com retração na pálpebra superior, elevando o sulco palpebral. Observou-se correção incompleta, com ptose residual de 2 a 4 mm em 2 casos, os quais foram submetidos a revisão cirúrgica após 6 meses.

Palavras-chave: Blefaroplastia; Blefaroptose; Ptose congênita; Tipo de sutura contínua.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Blefaroptose or eyelid ptosis is characterized by the anomalous positioning of the upper eyelid in relation to its normal position, which is 1 to 2 mm below the upper margin of the iris. It can vary from a slight descent to a total occlusion of the eyelid slit. In general, whether caused by a muscular or nerve deficiency, congenital or acquired, it results in the impossibility to use the muscle to raise the eyelid. It can also occur due to the detachment of the aponeurosis. Presented in this study is the tactic of continuous suture of the aponeurosis of the lifting muscle at the tarsus or at its foldings, for the treatment of light or moderate ptosis. METHODS: In the period from 2006 to 2012, we analyzed 26 eyelids submitted to surgical treatment. 24 were operated upon, addressing the aponeurosis of the raising muscle with a shortening in the relation of 4:1 and, in 2 cases, with the reinsertion of the aponeurosis in the raising muscle of the eyelid, using continuous two-way suture completing the same with a stitch in a figure eight. RESULTS: In 88.32% of the cases, the results were considered good, and in 11.68% satisfactory.

Keywords: Blepharoplasty; Eyelid ptosis; Congenital ptosis; Type suture continues.

 

Mastoplastia redutora associada a implante de silicone: quando indico?

Osvaldo Ribeiro Saldanha; Alessandra Grassi Salles; Marcus Castro Ferreira; Francis Llaverias; Luis Humberto Uribe Morelli; Osvaldo Ribeiro Saldanha Filho; Cristianna Bonetto Saldanha
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(4):511-516 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Insatisfação dos pacientes com resultado de mamoplastia redutora pode ser identificado em alguns casos, especialmente quando apresentam ptose acompanhada de flacidez excessive, estrias, e ainda, componente mamário mais gorduroso que glandular. Nesses tipos de pacientes, é muito difícil conseguir bons resultados por longo período. Implantes mamários de pequeno volume, podem ser colocados no mesmo tempo da mamoplastia redutora com o objetivo de se obter melhor forma, contorno e projeção das mamas, com maior satisfação a longo prazo. MÉTODO: No período de 1997 a 2012, duzentos e sessenta e quatro pacientes com idade entre 27e 55 anos (idade média de 38), foram submetidas à mamoplastia redutora com imediata colocação de implante mamário. RESULTADOS: Foram obtidos resultados satisfatórios, com adequado preenchimento do pólo superior, mamas firmes e reduzida estatística de ptose pós-operatória. Foram identificados dois casos de carcinoma in sito, como achados no anátomo-patológico. CONCLUSÃO: Mastoplastia redutora associada a implantes de silicone é um procedimento seguro para casos selecionados.

Palavras-chave: Mamoplastia redutora; Hipertrofia mamária; Implantes de silicone; Carcinoma in situ; Ptose de mamas.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Patient dissatisfaction with reduction mammoplasty outcomes can occur, especially in cases of ptosis accompanied by excessive flaccidity, striations, and a higher fat than glandular content. In such cases, achieving long-lasting results is very difficult. Small-volume breast implants can be placed during the reduction mammoplasty with the purpose of obtaining better breast shape, contour, and projection as well as greater long-term satisfaction. METHOD: Between 1997 and 2012, 264 patients aged 27-55 years (mean, 38) underwent reduction mammoplasty with immediate placement of breast implants. RESULTS: Satisfactory results were obtained, with adequate filling of the upper pole, increased breast firmness, and statistical reduction in postoperative ptosis. Two cases of carcinoma in situ were identified in the pathological exam. CONCLUSION: Reduction mastoplasty associated with silicone implants is safe for selected cases.

Keywords: Reduction mammoplasty; Breast hypertrophy; Silicone Implants; Carcinoma in situ; Breast ptosis.

 

Próteses mamárias revestidas com poliuretano: avaliação de 14 anos de experiência

Arnaldo Lobo Miró
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(3):296-303 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: As cirurgias para aumento das mamas com uso de implantes de silicone ocupam posição de destaque nas estatísticas mundiais. O advento das próteses mamárias recobertas com poliuretano trouxe um grande avanço médico nestes procedimentos, já que sua principal característica é o baixo índice de contratura capsular, proporcionando, assim, resultados mais estáveis e duradouros. Objetivo: O propósito deste estudo é demonstrar a experiência do autor com este tipo de implante nos últimos 14 anos. As vantagens e desvantagens de seu uso são analisadas, assim como as complicações, intercorrências e resultados. Alguns detalhes táticos da técnica cirúrgica, como escolha do volume e demarcação prévia da extensão da loja receptora, também são apresentados. Método: Um levantamento retrospectivo de 350 casos, divididos em três grupos de tempo pós-operatório, demonstra a evolução das pacientes com relação a estas intercorrências e complicações imediatas e tardias. Resultados: Os resultados pós-operatórios, tanto precoces como a longo prazo, são altamente satisfatórios, de rápida recuperação e baixo índice de complicações. Conclusão: O uso de próteses mamárias preenchidas com silicone coesivo e revestidas com película de poliuretano, apesar da maior dificuldade de manipulação, tem se mostrado uma excelente indicação para uso em aumento mamário, reconstruções, mastopexias e cirurgias secundárias, com contraturas capsulares graves.

Palavras-chave: Mama/cirurgia. Implante mamário. Implante de prótese.

 

ABSTRACT

Introduction: The breast augmentation surgeries using silicone implants have an important position in the global statistics about aesthetic and reconstructive procedures. The use of poliurethane covered breast implants represents a medical advance, since its use presents very low rates of capsular contracture and provides more satisfactory long lasting outcomes. Objective: The purpose of this study is to demonstrate the author's experience in the last 14 years. The study of the advantages and disadvantages of using this kind of prothesis are analysed as well as its complications and results. Some surgical details like volume choice and size pocket previous demarcation are both commented. Method: This paper is a retrospective analysis of 350 cases divided in three groups in various post operative fases showing the evolution of these patients and their relation regarding to complications. Results: The immediate and long lasting outcomes are highly satisfactory with fast recovery and low incidence of complications. Conclusion: The use of poliurethane coated silicone implants despite of a more laborious manipulation is an excellent indication for primary breast augmentation, mastopexies, reconstructions and secondary cases in patients with severe capsular contractions.

Keywords: Breast/surgery. Breast implantation. Prosthesis implantation.

 

Necrose de pele após abdominoplastia e mastopexia: relato de caso e revisão da Literatura

FELIPE GUSTAVO GOMES; RICARDO ABREU VILELA; VINÍCIUS NOBRE FLÁVIO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):23-24 - Suplemento Simpósio Mineiro de Intercorrências 13º SIMPÓSIO - 2019

PDF Português

RESUMO

Introdução: A abdominoplastia é a sexta cirurgia estética mais realizada no mundo, sendo frequentemente associada a outros procedimentos, como mastopexia e lipoaspiração, no intuito de alcançar melhores resultados. Apesar do desenvolvimento de novas técnicas, ainda existem raras e catastróficas complicações, cujo entendimento é fundamental para o correto manejo clínico.
Objetivo e metodologia: Por meio da apresentação de um caso clínico de necrose após abdominoplastia com mastopexia, este trabalho visa discutir sobre complicações cirúrgicas, especialmente as necróticas, detalhando sua evolução e esclarecendo a melhor condução em situações semelhantes.
Discussão e conclusão: A necrose pós-operatória é uma complicação rara e temida, tanto devido à obscura definição etiológica, nem sempre alcançada, quanto à repercussão clínicoestética imediata e tardia. O correto manejo reduz danos, evita recidivas e, sobretudo, pode fortalecer ou resgatar a relação médico-paciente.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Mastopexia; Complicações pósoperatórias; Necrose; Pioderma gangrenoso

 

Mamoplastia/mastopexia com implante: técnica Lockpocket

César Augusto Daher Ceva Faria; Luciano Gomes Moura; Conrado Miranda de Almeida; Milena Carvalho Almeida Galdino; Gabriel Campelo dos Santos; Diogo Borges Pedroso; Fabrício Tavares Mendonça; José Carlos Daher
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(2):218-224 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mamoplastia foi o procedimento em cirurgia plástica mais realizado no Brasil, ficando em segundo lugar no mundo, logo atrás dos Estados Unidos. Existem diversas técnicas para correção de ptose das mamas associado a aumento do volume com implantes mamários. O objetivo é descrever uma variação técnica de mamoplastia com prótese, isolando o implante em um bolsão fechado de tecido fascioglandular (Lockpocket). MÉTODOS: Realizado um estudo prospectivo entre junho de 2013 e junho de 2016 totalizando 43 pacientes que foram submetidos à mamoplastia de aumento com prótese de silicone, isolado do meio externo por um bolsão fechado de tecido fascioglandular, e ressecção de tecido dermoglandular excedente para correção de ptose mamária, sendo realizada análise estatística. RESULTADOS: Das 43 pacientes, a maioria (22 pacientes) apresentaram ptose grau II, segundo a classificação de Regnault. Os volumes de tecido glandular retirado e volume das prótese introduzidos foram semelhantes, sendo observado um total de sete complicações: deiscência parcial (n = 4), assimetria discreta (n = 2) e ptose residual em um caso. CONCLUSÃO: A mamoplastia de aumento com correção de ptose mamária - técnica Lockpocket - é uma boa opção, permitindo a escolha prévia do volume do implante utilizado, isolando-o em uma loja totalmente fechada de tecido fascioglandular, e exérese exata de tecido mamário.

Palavras-chave: Mamoplastia; Implante mamário; Mama.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Mammoplasty is the most commonly performed plastic surgery procedure in Brazil, which is second only to the United States in terms of the number of mammoplasties performed. Several techniques based on increasing volume using breast implants are used to correct breast ptosis. We aimed to describe a technical variation of implant mammoplasty: isolation of the implant in a closed pocket of fascioglandular tissue (Lockpocket). METHODS: This prospective study was carried out between June 2013 and June 2016. Forty-three patients underwent (1) augmentation mammoplasty using a silicone implant that was isolated from the external environment by a closed pocket of fascioglandular tissue, and (2) resection of excess dermoglandular tissue to correct mammary ptosis. Were subsequently analyzed statistically. RESULTS: Of the 43 patients, the majority (22 patients) presented grade II ptosis according to the Regnault classification. The volume of glandular tissue removed was similar to the volume of the prosthesis introduced. A total of seven complications were observed: partial dehiscence (n = 4), discrete asymmetry (n = 2), and residual ptosis (n = 1). CONCLUSION: Augmentation mammoplasty with correction of mammary ptosis (the Lockpocket technique) is a good option because it allows the surgeon to choose in advance the volume of the implant to be used. The method also isolates the implant in a totally closed plane of fascioglandular tissue, and involves the precise removal of breast tissue.

Keywords: Mammoplasty; Breast implant; Breast.

 

Mastopexia periareolar (circum-areolar) com implante mamário cônico: tratamento de ptose, hipomastia e alterações de posição e tamanho do complexo aréolo-papilar

Igor Felix Cardoso; João Batista Cardoso; Gustavo Felix Cardoso
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(3):368-374 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A cirurgia de mastopexia associada ao aumento mamário vem sendo cada vez mais solicitada. Ao mesmo tempo, pacientes com graus menores de ptose aceitam menos as correções por meio de cicatrizes verticais. Nesse contexto, a mastopexia periareolar (circum-areolar) com implante cônico é uma opção que resulta em cicatriz limitada ao perímetro areolar e possibilita o tratamento das alterações de posição e tamanho do complexo aréolo-papilar. MÉTODO: Foram avaliadas 22 pacientes, submetidas à mastopexia periareolar com utilização de próteses cônicas, revestidas com poliuretano, colocadas em posição subglandular e operadas pelo mesmo cirurgião. RESULTADOS: Dados observados: 45% das pacientes apresentavam ptose grau I; 32%, grau II, e 23%, grau III; 86% das pacientes apresentavam assimetria do complexo aréolo-papilar; 27%, lateralização, e 18%, aréolas grandes, havendo associações na mesma paciente. O volume das próteses variou de 215 mL a 380 mL. Houve dois casos de alargamento da cicatriz, mas não houve casos de alargamento de aréola ou cicatriz hipertrófica. Não houve, no período pesquisado, complicações relacionadas à colocação do implante. No questionário de satisfação, a maioria das pacientes considerou o aspecto da mama natural, conferindo boas notas aos aspectos: formato, simetria e altura das mamas, qualidade da cicatriz e posição, formato e tamanho das aréolas. CONCLUSÕES: A técnica permite resultados satisfatórios nos casos indicados, como ptoses leves a moderadas, aréolas grandes, lateralização e assimetria do complexo aréolo-papilar. São aspectos técnicos importantes: a retirada conservadora de pele periareolar, o uso de implantes de tamanhos moderados e a confecção da sutura de contenção em round-block.

Palavras-chave: Periareolar; Mastopexia; Ptose; Implante; Cônico; Poliuretano.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Mastopexy surgery associated with breast augmentation is increasingly being requested. At the same time, patients with lower degrees of ptosis are less receptive to any correction through vertical scars. In this context, periareolar (circumareolar) mastopexy with a conical implant is an option that results in a scar that is limited to the areolar perimeter, and enables the treatment of changes in the position and size of the nipple-areola complex. METHOD: We evaluated 22 patients submitted to periareolar mastopexy with use of conical prostheses coated with polyurethane and placed in a subglandular position. All patients were operated on by the same surgeon. RESULTS: Among the patients, 45% presented with grade I ptosis, 32% grade II, and 23% grade III, and 86% exhibited asymmetry of the nipple-areola complex, 27% lateralization, and 18% large areolas, with some combination in the same patient. The volume of the prostheses ranged from 215 to 380 mL. There were two cases of scar enlargement; however, there were no cases of enlargement of the areola or hypertrophic scar. During the period studied, there were no complications related to the placement of the implant. In the satisfaction questionnaire, most of the patients considered the aspect of the breast to be natural in appearance, giving good grades to the size, symmetry, and height of the breasts; the quality of the scar; and the position, shape, and size of the areolas. CONCLUSIONS: This technique produces satisfactory results in cases of mild to moderate ptoses, large areolas, lateralization, and asymmetry of the nipple-areola complex. Important technical aspects include the conservative removal of periareolar skin, use of implants of moderate sizes, and the use of the round-block containment suture.

Keywords: Periareolar; Mastopexy; Ptosis; Implants; Conical; Polyurethane.

 

Mamoplastias redutoras e mastopexias realizadas no HC-UNICAMP: análise comparativa entre duas técnicas

Ivana Leme de Calaes; Marco Antonio de Camargo Bueno; Paulo Kharmandayan; Bruna Borghese Augustini; Herberti Rosique Aguiar; Luis Fernando Deo Trevisolli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(1):64-75 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Diferentes técnicas para mamoplastia redutora e mastopexia são descritas na literatura, visando a resultados que reconstituam o polo superior, ofereçam melhor projeção e proporcionem tratamento adequado para a ptose mamária. No entanto, devemos nos atentar para a segurança da técnica, com manutenção da vascularização, inervação dos tecidos e possibilidade de amamentação. Análise comparativa com pacientes operadas pela técnica com retalho de pedículo inferior e pacientes operadas pela técnica com sutura circular em bolsa. MÉTODOS: Análise de 85 pacientes submetidas à mamoplastia redutora ou mastopexia sem implantes, entre janeiro de 2011 e dezembro de 2012, no Hospital de Clínicas da Unicamp. Foram excluídos 31 pacientes, as quais foram submetidas apenas à mamoplastia redutora pela técnica de Pitanguy (sem utilização de retalhos ou sutura circular). Dentre as 54 pacientes restantes, cinco foram posteriormente excluídas devido ao não comparecimento à consulta ou à não realização da ultrassonografia pós-operatória. Foram agrupadas 16 pacientes submetidas à sutura circular contínua e 33 pacientes operadas pela técnica de pedículo inferior. RESULTADOS: Dados demográficos foram semelhantes nos dois grupos. Maior número de pequenas complicações e resultados insatisfatórios foi observado no grupo submetido à técnica de pedículo inferior, bem como maior índice de achados ultrassonográficos relevantes no pós-operatório. CONCLUSÃO: A técnica de sutura circular contínua apresentou elevado índice de satisfação, menor número de complicações e resultados mais duradouros quando comparados com a técnica de pedículo inferior, durante o período analisado.

Palavras-chave: Mamoplastia redutora; Mastopexia, Redução de mamas; Retalho de pedículo inferior; Sutura circular contínua; Cirurgia estética.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Several reduction mammoplasty and mastopexy techniques are described in the literature, with the aim of reconstituting the upper pole, offering better projection, and providing adequate treatment for breast ptosis. However, particular attention should be devoted to the safety of the technique, with maintenance of vascularization, tissue innervation, and the capability of breastfeeding. Female patients operated on with the inferior pedicle flap technique were compared with those operated on with purse-string circular suturing. METHODS: Eighty-five patients who had undergone reduction mammoplasty or mastopexy without implants, between January 2011 and December 2012 at Unicamp's Clinical Hospital, were evaluated. Thirty-one patients who only underwent reduction mammoplasty by Pitanguy's technique (without the use of flaps or circular sutures) were excluded. Of the remaining 54 patients, five were subsequently excluded for not attending medical appointments or failure to have postoperative ultrasonography. A group of 16 patients who had undergone circular suturing and a group of 33 operated on by the inferior pedicle technique were considered. RESULTS: Demographic data were similar for both groups. A higher number of minor complications and unsatisfactory results were observed in the group that underwent the inferior pedicle technique, who also had a higher rate of relevant post-operative ultrasonography events. CONCLUSION: The circular suturing technique resulted in a high satisfaction rate, lower number of complications, and longer lasting results than the inferior pedicle technique, during the period analyzed in this study.

Keywords: Reduction mammoplasty; Mastopexy; Breast reduction, Inferior pedicle flap; Continuous circular suture; Cosmetic surgery.

 

Mamoplastia ligamentar

João Evaristo Puzzi Bono
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(3):192-199 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Este trabalho apresenta a possibilidade de tratamento cirúrgico das alterações de posicionamento mamário nos sentidos ântero-posterior, crânio-caudal e látero-medial. Método: A técnica utilizada baseia-se na correção das estruturas ligamentares que são a base da fixação, sustentação e estática de todo o conjunto mamário, ou seja, a cápsula mamária (ligamento de Giraldés) e seus prolongamentos (ligamentos de Cooper). Para o tratamento das estruturas ligamentares e aréolas é realizado primariamente a ressecção do excesso de pele areolar, peri-areolar e infra-areolar, nas porções epidérmicas e parcialmente dérmicas, baseado no excedente de pele preexistente nestas regiões, associado ao excedente provocado após o reposicionamento adequado das estruturas ligamentares. Conclusão: Esta técnica é pouco traumática aos tecidos mamários glandulares e gordurosos, não acarreta alterações funcionais e/ou sensitivas, tem baixa complexidade, facilidade e rapidez na execução, podendo ser realizada ambulatorialmente, com anestesia local associada à sedação, aliada a resultados estéticos satisfatórios.

Palavras-chave: Mama/cirurgia. Mamoplastia. Mastopexia. Cirurgia plástica/métodos.

 

ABSTRACT

Introduction: The purpose of this paper is to present a technique for the surgical treatment of the changes in breast positioning, either in the anteroposterior, cephalocaudal or mediolateral directions. Methods: This surgical technique mainly consists of strengthening the ligaments, including the breast capsule (Giraldés's ligament) and its attachments (Cooper's ligaments), which are responsible for supporting and suspending the breast. For that purpose, it is necessary to resect the excess areolar, periareolar and infraerolar skin, both on epidermic and partially dermic levels, as observed before surgery. After the proper repositioning of the ligaments, we then proceed to the resection of the remaining measured excess of skin in these areas. Conclusion: This technique is less traumatic to the mammary gland and the fat tissue, and produces good aesthetic results with no functional or sensibility changes. It can be easily and quickly performed, even in ambulatory surgery, using local anesthesia and sedation.

Keywords: Breast/surgery. Mammaplasty. Mastopexy. Surgery, plastic/methods.

 

Mamoplastia após grande perda ponderal

Marina Junqueira Ferreira Rosique; Rodrigo Gouvêa Rosique
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(3):375-383 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Após perda ponderal maciça, as pacientes apresentam alterações mamárias, como flacidez, ptose em graus variados e polo superior vazio. Diferentes técnicas de mamoplastia são empregadas para dar forma ao cone mamário e reposicionar o complexo aréolo-papilar (CAP). Neste trabalho, avaliamos diferentes abordagens cirúrgicas preenchendo as necessidades de cada caso. MÉTODO: Vinte e cinco pacientes submetidas à gastroplastia antes da mamoplastia foram analisadas. As técnicas utilizadas foram (1) mastopexia sem prótese e retalho inferior; (2) mastopexia sem prótese e pedículo areolado inferior; (3) mastopexia com prótese com cobertura pelo retalho inferior; (4) mastopexia com prótese com plicatura de retalhos cruzados (jaquetão). RESULTADOS: A média do IMC antes da mamoplastia foi de 26,6 (variando de 21,6 a 31,2). Todas as pacientes submetidas à cirurgia consideraram o resultado bom ou ótimo. Em avaliação por observador cego às técnicas empregadas, os resultados foram considerados bons com relação à forma da mama, correção da ptose e preenchimento do polo superior. Uma paciente submetida à mastopexia com prótese com retalhos cruzados apresentou seroma e contratura capsular subsequente, necessitando capsulectomia. Oito pacientes apresentaram deiscências: sete, na junção dos retalhos cutâneos no sulco inframamário, e uma na vertical, unilateralmente, resolvidas por cicatrização por segunda intenção. Não houve caso de necrose ou epiteliólise do CAP. CONCLUSÃO: Empregando-se diferentes técnicas de mamoplastia, individualizadas caso a caso, foram obtidos resultados agradáveis, alcançando satisfação das pacientes. Fatores, como distância fúrcula-papila, necessidade de elevação do CAP, volume mamário pré-mamoplastia e desejo de aumento de volume pela paciente, influenciam a escolha da técnica cirúrgica.

Palavras-chave: Contorno corporal; Perda ponderal maciça; Mastopexia; Mamoplastia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: After massive weight loss, patients present with various mammary changes, such as sagging, different grades of ptosis, and empty upper pole. Different mammoplasty techniques are used to shape the mammary cone and to reposition the nipple-areolar complex (NAC). In this study, we evaluate how different surgical approaches can satisfy the requirements of each patient. METHOD: Twenty-five patients who underwent mammoplasty following gastroplasty were analyzed. The mammoplasty techniques used were (1) mastopexy without implant with inferior flap; (2) mastopexy without implant with inferior areolar pedicle; (3) mastopexy with implant and coverage by inferior flap; (4) mastopexy with implant and plication of cross flaps (jacket procedure). RESULTS: The average body mass index (BMI) before mammoplasty was 26.6 (ranging from 21.6 to 31.2). All patients who underwent this surgery rated the outcome obtained as good or great. In an evaluation carried out by an observer unaware of the techniques employed, the results obtained were considered to be satisfactory for breast shape, correction of breast ptosis, and filling of the upper pole. One patient who underwent mastopexy with implants and cross flaps developed seroma and subsequent capsular contracture, which required capsulectomy. Eight patients developed unilateral dehiscence: seven at the junction of skin flap in the inframammary fold, and one vertically, which were resolved with healing by secondary intention. No cases of necrosis or NAC epitheliosis were observed. CONCLUSION: Using different mammoplasty techniques, which were personalized and analyzed on a case-by-case basis, good outcomes and a high level of patient satisfaction were achieved. Various factors, such as the furcula-papilla distance, the need to lift the NAC, pre-mammoplasty breast volume and the patient's desire to increase breast volume, influence the choice of the surgical technique.

Keywords: Body contour; Massive weight loss; Mastopexy; Mamomplasty.

 

Escolha da técnica de mastoplastia de aumento: uma ferramenta na prevenção de litígio médico

Claudio Roncatti; Katia Torres Batista; Claudio Roncatti Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(2):253-259 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A cirurgia plástica é uma das especialidades médicas expostas ao risco de reivindicações abusivas. A maioria das queixas em cirurgia plástica não decorre de falhas técnicas, mas de inadequados critérios de seleção de pacientes, falha na indicação cirúrgica e falta de comunicação adequada entre o paciente e o cirurgião. O treinamento, a utilização cuidadosa de técnicas, a adoção de precauções, o cumprimento de normas de segurança e o formulário de consentimento informado são princípios fundamentais na prática da medicina defensiva. Ademais, ter nos registros dos pacientes informações objetivas sobre a cirurgia realizada avaliza o trabalho do cirurgião plástico, tornando os procedimentos profícuos e técnicos. O objetivo deste estudo é descrever uma ferramenta de prevenção de litígios médicos na mastoplastia de aumento baseada em dados de escala em graus I a IV. MÉTODO: Foram avaliadas 40 pacientes com indicação de mastoplastia de aumento. Todas as pacientes foram submetidas a mensurações anatômicas, documentação fotográfica e registro de doenças hereditárias e congênitas encontradas nas pacientes candidatas a aumento mamário. Além disso, todas as pacientes receberam explicação da indicação e do procedimento cirúrgico a ser realizado.As pacientes concordaram com a indicação cirúrgica e assinaram o termo de consentimento. RESULTADOS: O tempo de seguimento das pacientes foi de 6 meses. Todas as pacientes apresentaram alto grau de satisfação com o resultado obtido após o procedimento e não houve caso de queixa ou litígio. CONCLUSÕES: Os autores propõem o uso regular de tabelas e classificações para escolha prévia dos implantes, com o objetivo de tornar a indicação cirúrgica objetiva, facilitar o entendimento da paciente e prevenir o litígio.

Palavras-chave: Implante mamário. Mamoplastia. Jurisprudência.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Plastic surgery is a medical specialty that is particularly at risk of unwarranted claims. Most complaints regarding plastic surgery are not a consequence of technical failures but rather of inadequate criteria of patient selection, failure in surgical indication, and lack of effective communication between the patient and the surgeon. Training, careful use of techniques, adopting precautions, compliance with safety regulations, and the informed consent document are fundamental principles of defensive medical practice. Moreover, documenting objective information about the surgery in the medical records validates the work of the plastic surgeon and ensures that procedures are productive and technical. The aim of this study was to develop a tool for preventing medical litigations in augmentation mammaplasty based on data expressed on the scale from I to IV. METHODS: Forty patients with an indication for augmentation mammaplasty were evaluated. All the patients were subjected to anatomical measurements, which were photographically documented, and the hereditary and congenital diseases of the patients presenting for breast augmentation were recorded. In addition, all the patients were informed about the indication and surgical procedure to be performed. They agreed with the surgical indication and provided informed consent. RESULTS: The follow-up period was 6 months. All the patients expressed a high degree of satisfaction with the results obtained after the procedure, and no cases of complaints or disputes were encountered. CONCLUSIONS: The authors propose the regular use of tables and classifications for the selection of implants, with the aim of establishing surgical indication as an objective parameter, facilitating patients' understanding of the procedure, and preventing litigation.

Keywords: Breast implantation. Mammaplasty. Jurisprudence.

 

Fenômeno de Marcus Gunn recidivado: relato de caso e revisão bibliográfica

José Daniel de Albuquerque Lins Rolim; Diego Antonio Rovaris; Chang Yung Chia
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(4):578-581 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O fenômeno de Marcus Gunn é uma ptose congênita rara e pouco conhecida, de origem neurogênica, de fisiopatogenia ainda não esclarecida. Os autores relatam um caso de ptose acentuada e recidivada após quatro correções cirúrgicas, e fazem uma breve revisão bibliográfica. RELATO DE CASO: Adulto jovem de 19 anos, sexo masculino, foi submetido a quatro tentativas de correção de ptose palpebral a direita em outros serviços, sem diagnóstico da origem da ptose congênita. O paciente apresentava abertura palpebral do olho direito ao abrir a boca, ao lateralizar o olhar para o lado ipse-lateral, e ao fechamento do olho contra-lateral. A última cirurgia foi realizada 2 anos antes, com posicionamento e fixação de fitas de silicone. O paciente não apresentava nenhum déficit neurológico ou visual. Foi submetido à cirurgia para remoção das fitas de silicone anteriormente posicionadas, confecção de enxertos em fita de técido fibroconectivo da fáscia lata do membro inferior direito, miectomia do musculo elevador da pálpebra ptosada, fixação dos enxertos da fáscia lata na borda superior do tarso com tração e fixação ao musculo frontal ipsilateral. Evoluiu com movimentos sincrônicos das pálpebras bilateralmente, e sem recidiva do ptose até o presente momento.

Palavras-chave: Marcus-Gunn; Ptose palpebral; Fixação frontal.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Marcus Gunn syndrome is a rare and little known congenital ptosis of neurogenic origin. Its physiopathological mechanism has not been clarified. The authors report a case of pronounced ptosis that relapsed after four surgical corrections, along with a brief literature review. CASE REPORT: A 19-year-old young adult underwent four surgical corrections of the right palpebral ptosis in other services, without a definite diagnosis of the origin of the congenital ptosis. The patient showed eyelid opening in the right eye on opening the mouth, when the eye is lateralized to the ipsilateral side, and with contralateral eye closure. The last surgery was performed 2 years prior, during which silicone bands were placed and fixated. The patient did not present any visual or neurological deficit. He underwent surgery in order to remove the silicone bands that were previously placed, to prepare the strip grafts made of fibrous connective tissue from the fascia lata of the right inferior limb, and to perform myectomy of the levator muscle of the palpebral ptosis, fixation of the fascia lata grafts at the upper edge of the tarsus with traction and fixation to the ipsilateral frontal muscle. The patient progressed with synchronic movements of the eyelids bilaterally, and without relapse of the ptosis until the present date.

Keywords: Marcus-Gunn; Palpebral ptosis; Frontal fixation.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons