ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 412 result(s)

Search for : Cartilagem articular; Cirurgia plástica; Orelha externa; Pavilhão auricular; Otopatias

Plastic Surgical vs. Prosthetic Reconstruction after Total Loss of the Orbital Contents and the Auricle

Adorján Ferenc Kovács
Rev. Bras. Cir. Plást. 2001;16(2):13-26 - Articles

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

In the reconstruction of facial defects, there are two competing approaches: transplantation of body tissue and the use of foreign material. Most clinics prefer either the one or the other technique, which makes comparison difficult. At the Frankfurt University Medical School since 1992, cases of plastic surgical and prosthetic reconstruction of particularly difficult regions after orbital exenteration (n = 13) and total auricular loss (n=5) were examined in relation to the medical literature, in order to enable a critical evaluation. Today, facial prostheses still are esthetically superior to plastic surgical reconstructions and need much less time and interventions. Age and general condition of a patient are important for the decision. In the case ofthe auricle, autologous reconstruction is preferred whenever possible. While facial prostheses are seen today in many cases as a practical means of rehabilitation which can help the heavily disfigured patient at short notice, the future, however, lies with autologous replacement despite the larger amount of work required.

Keywords: Auricle reconstruction; orbital reconstruction; facial prosthesis

 

RESUMO

Na reconstrução de defeitos faciais, duas opiniões rivalizam entre si: o auto-enxerto e o uso de material aloplástico. A maioria das clínicas opta entre uma ou outra técnica, o que torna difícil a comparação entre elas. A fim de chegar a uma avaliação crítica, apresentamos os prós e os contras da cirurgia plástica e da reconstrução protética de regiões particularmente difíceis, depois de exenteração orbitária (n=13) e perda total do pavilhão auricular (n=5), entre a população de pacientes da Faculdade de Medicina da Universidade de Frankfurt a partir de 1992, com base em exemplos típicos e na literatura. Atualmente, as próteses faciais ainda são esteticamente superiores às reconstruções cirúrgicas e requerem muito menos tempo e intervenções. A idade do paciente e seu estado geral são levados em consideração para decisão. No caso do pavilhão auricular, sempre que possível, deve-se optar pela reconstrução autóloga. Embora atualmente as próteses faciais possam ser vistas, em muitos casos, como uma forma possível de reabilitação imediata que pode auxiliar o paciente excessivamente desfigurado, o futuro, entretanto, pode estar na reconstrução autóloga, apesar de ser uma solução muito mais trabalhosa.

Palavras-chave: Reconstrução do pavilhão auricular; reconstrução orbitária; prótese facial

 

Refinement of the Mustardé technique for the treatment of prominent ears

Rodrigo Gouvea Rosique; Marina Junqueira Ferreira Rosique
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(4):490-496 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Traditionally, multiple abnormalities can cause prominent ears, and specific techniques have been developed for the treatment of each abnormality. In this study, we tested a single approach aimed at achieving satisfactory outcomes. METHOD: Patients submitted to bilateral otoplasty, between June 2010 and December 2012, were retrospectively evaluated and divided into two groups: group 1 - patients submitted to the conventional Mustardé technique and group 2 - those who underwent the modified Mustardé technique. For comparison, we collected data relating to early and late complications, requirement for a new surgery, and degree of patient satisfaction. Statistical analysis was performed with Fisher's exact test. RESULTS: Group 1 included nine patients treated with the conventional Mustardé technique. A case of suture extrusion (11.11%) was observed. Seven patients reported to be very satisfied, one satisfied, and one dissatisfied because of insufficient correction and a subsequent need for a second surgery. Group 2 included 19 patients submitted to the modified Mustardé technique, which involved three sutures in the middle third of the ear and the posterior rotation of the vertex of the antihelix. One case of bilateral infection (5.26%) was observed. Seventeen patients reported to be very satisfied, one satisfied, and another dissatisfied because of insufficient correction, thus needing to undergo a second surgery. No statistical difference was observed between the two groups. CONCLUSION: The identification of the basic abnormality associated with prominent ears allows performing a single approach that is easy to learn and implement, in addition to providing good outcome (i.e., natural appearance) and a high degree of patient satisfaction.

Keywords: External ear/abnormalities; Plastic surgery; Results evaluation; Postoperative complications.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Tradicionalmente, múltiplas anomalias podem causar as orelhas proeminentes e foram desenvolvidas técnicas específicas para o tratamento de cada deformidade. Neste trabalho, testou-se uma abordagem única para alcançar resultados favoráveis. MÉTODO: Foram avaliados, retrospectivamente, os pacientes submetidos a otoplastia bilateral entre junho de 2010 e Dezembro de 2012, divididos em dois grupos: Grupo 1 - técnica convencional de Mustardé e Grupo 2 - Refinamento da técnica de Mustardé. Para comparação foram coletados os dados referentes às complicações precoces, tardias, à necessidade de reoperação e ao grau de satisfação do paciente. A análise estatística foi realizada através do teste exato de Fisher. RESULTADOS: No Grupo 1 foram incluídos 9 pacientes tratados com a técnica tradicional de Mustardé. Houve um caso de extrusão de pontos (11,11%). Sete pacientes ficaram muito satisfeitos, um satisfeito e um insatisfeito por correção insuficiente, sendo reoperado. No Grupo 2 foram incluídos 19 pacientes submetidos a uma variação da técnica de Mustardé com 3 suturas no terço médio da orelha, rotacionando posteriormente o vértice da antélice. Houve um caso de infecção bilateral (5,26%). Dezessete pacientes ficaram muito satisfeitos, um satisfeito e outro insatisfeito por correção insuficiente, sendo reoperado. Não houve diferença estatística entre os grupos. CONCLUSÃO: A identificação da alteração básica relacionada com orelhas proeminentes permite uma abordagem única, de fácil aprendizado e execução, com resultados de aparência natural e elevado grau de satisfação do paciente.

Palavras-chave: Orelha Externa / Anormalidades; Cirurgia Plástica; Avaliação resultados; Complicações pós-operatórias.

 

Comparison of surgical techniques for prominent ear correction: Mustardé versus Converse

Marcel Fernando Miranda Batista Lima; Pablo Maricevich; Kelson Kawamura; Priscila Da Silva Lopes; Amanda Lucas Freire; Rafael Anlicoara
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(2):154-160 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: prominent ears, popularly called "flappy ears," represent the most common congenital deformity of the external ear, affecting approximately 5% of the population.
Methods: Primary, prospective and intervention study comparing the results of patients undergoing the surgical procedure to correct prominent ears using the Converse and the Mustardé techniques, performed at the Plastic Surgery Service of the Hospital das Clínicas, Federal University of Pernambuco (HC) -UFPE).
Results: Twenty patients were evaluated, 10 with the Converse technique, and 10 with the Mustardé technique, from June 2016 to December 2017. Both groups showed a decrease in auricular mastoid distances at the end of the observation period, ranging from 6.67 to 14.6 mm, depending on the surgical technique and the evaluation point, but without statistical significance. Regarding the average auricular mastoid distances at the end of the observation period, a difference of a maximum of 6.3 mm was observed between the evaluated groups, but without statistical significance. Regarding the symmetry of the ears within the same group, the maximum mean level of asymmetry in the Mustardé and Converse groups was 0.9 mm and 0.5 mm, respectively. However, the percentage of loss of correction of the measures obtained surgically during the observation period in both groups ranged between 15 and 19%, without statistical significance. Regarding complications, there was 1 (10%) case of hematoma in the Mustardé group.
Conclusion: Converse and Mustardé techniques did not show statistical differences in the results.

Keywords: Auricular Cartilage; Plastic surgery; Auricle; Outer ear; Otopathies.

 

RESUMO

Introdução: As orelhas proeminentes, popularmente chamadas de "orelhas em abano", representam a deformidade congênita mais comum da orelha externa, atingindo cerca de 5% da população.
Métodos: Estudo primário, prospectivo e de intervenção comparando os resultados de pacientes submetidos ao procedimento cirúrgico de correção de orelhas proeminentes por meio da técnica de Converse e de Mustardé, realizado no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE).
Resultados: Foram avaliados 20 pacientes, 10 por meio da técnica de Converse e 10 por meio de Mustardé, no período de junho de 2016 a dezembro de 2017. Ambos os grupos mostraram diminuição das distâncias mastoideas auriculares ao final do período de observação, variando de 6.67 a 14.6 mm, a depender da técnica cirúrgica e do ponto de avaliação, mas sem significância estatística. Quanto às distâncias mastoideas auriculares médias ao final do período de observação, observou-se diferença de no máximo 6.3mm entre os grupos avaliados, mas sem significância estatística. Em relação a simetria das orelhas dentro do mesmo grupo, o nível máximo de assimetria média nos grupos Mustardé e Converse foi de respectivamente 0.9mm e 0.5mm. A porcentagem da perda de correção das medidas obtidas cirurgicamente ao longo do período de observação em ambos os grupos variaram de 15-19%, no entanto, sem significância estatística. No que se refere as complicações, houve 1 (10%) caso de hematoma no grupo Mustardé.
Conclusão: As técnicas de Converse e Mustardé demostraram não ter diferença estatística nos resultados.

Palavras-chave: Cartilagem articular; Cirurgia plástica; Orelha externa; Pavilhão auricular; Otopatias

 

Total ear reconstruction on Clinical Hospital of the Federal University of Goiás

José da Conceição Carvalho, José da Conceição Carvalho Júnior, Andyara Cecilio Brandão, Pedro Henrique Teles de Oliveira, Hígor Chagas Cardoso, Rafael de Faria Carmo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):244-250 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Repair or rebuild partially or completely an ear is a challenge in medicine and requires technical ingenuity and surgical skill. The use of autogenous material (costal cartilage) is still considered the best surgical option. The success of the reconstruction of the ear depends crucially on the development of the cartilaginous framework. Methods: This is a cross-sectional study. We analyzed the records of 39 patients admitted to the clinic of the Plastic Surgery of the Hospital of the Federal University of Goiás, during the period from 1997 to 2007. All patients underwent total ear reconstruction by the same surgeon, using autologous costal cartilage. The reconstruction was performed in two surgical times. About the patients, was observed the predominance of children and adolescents (6 to 14 years), male and from capital cities (Goiânia). There was no predominance of right or left microtia. The average time of the first surgical time was 140 minutes and the second 120 minutes. Resuts: The pain at the site of costal cartilage removal was the main complication. There were no cases of extrusion of the cartilaginous framework, infection and perforation of the pleura. The findings are for a better understanding and characterization of patients. Conclusion: The standardization of the technique, in this case using costal cartilage to build the framework headset, along with experience of the surgeon can bring great benefits to patients, especially regarding to minimize the complications of surgeries performed.

Keywords: Ear/surgery. Ear, external/surgery. Cartilage/transplantation. Plastic surgery/methods.

 

RESUMO

Introdução: Reparar ou reconstruir parcial ou totalmente uma orelha constitui-se um desafio na Medicina e requer engenhosidade técnica e habilidade cirúrgica. A utilização de material autógeno (cartilagem costal) ainda é considerada a melhor opção cirúrgica. O sucesso da reconstrução da orelha depende sobremaneira da elaboração do arcabouço cartilaginoso. Método: O estudo é do tipo transversal, retrospectivo. Foram avaliados prontuários de 39 pacientes admitidos no ambulatório de Cirurgia Plástica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás, durante o período compreendido entre 1997 a 2007. Todos foram submetidos à reconstrução total de orelha pelo mesmo cirurgião, sendo utilizada a cartilagem costal autóloga e realizada a reconstrução em dois tempos cirúrgicos. Observou-se predomínio de crianças e adolescentes (6 a 14 anos), sexo masculino e procedência da capital (Goiânia). Não houve predominância entre microtia direita e esquerda. O tempo médio do primeiro tempo cirúrgico foi de 140 minutos e, do segundo, 120 minutos. Resultados: A dor no local da retirada da cartilagem costal foi a principal complicação. Não houve nenhum caso de extrusão do arcabouço cartilaginoso, infecção e perfuração da pleura. Os resultados desse trabalho são válidos para um melhor conhecimento e caracterização dos pacientes. Conclusão: A padronização da técnica, nesse caso utilizando cartilagem costal para a construção do arcabouço auricular, aliada à experiência do cirurgião, pode trazer grandes benefícios aos pacientes, especialmente no que diz respeito à minimização das complicações advindas das cirurgias realizadas.

Palavras-chave: Orelha/cirurgia. Orelha externa/cirurgia. Cartilagem/transplante. Cirurgia plástica/métodos.

 

Otoplasty using cartilage abrasion and perichondrioplasty and conchamastoide suture

Silvio Frizzo Ognibene, Aymar E. Sperli, José Octavio G. de Freitas, Silvio de Freitas Ognibene
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):271-277 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Prominent ear has been treated with many different methods. The surgical correction of the conchoscaphal angle and of the distance between the antihelix rim and temporal scalp has been performed both by Brazilian and foreign surgeons. Methods: This paper describes our experience with the combination of different surgical techniques in the correction of prominent ears of 80 patients. The method includes the abrasion of the antihelix, so as to weaken it, and then its reshaping with perichondrioplasty. Concha was attached to the mastoid after removal of the posterior auricular muscle. Results: All patients were operated in the morning, with local anesthesia and sedation, and were discharged in the same day. The result shows a very natural look due to the weakening of the cartilage by abrasion, not breakage, and its reshaping with adequate sutures.

Keywords: External ear. Plastic surgery. Ear diseases/surgery.

 

RESUMO

Introdução: A deformidade congênita conhecida como orelha proeminente já foi tratada com diferentes técnicas. Diversos métodos utilizados para a correção do ângulo céfalo-auricular e escafo-conchal são utilizados tanto por autores estrangeiros como brasileiros. Método: Este trabalho foi realizado com 80 pacientes, visando demonstrar a experiência do autor sênior na combinação de diversas técnicas. O tratamento da anti-hélix foi feito por meio da raspagem da cartilagem, buscando seu enfraquecimento, e posterior modelação, com a pericondrioplastia, enquanto o tratamento da concha foi feito pela sua fixação na mastóide após esvaziamento. Todos os pacientes foram operados no período da manhã sob anestesia local e sedação, com alta no mesmo dia. Resultados: A técnica resulta em aspecto visual bastante natural, evitando assim o "estigma de orelha operada", já que a cartilagem não é quebrada, sendo somente enfraquecida e posteriormente remodelada com pontos.

Palavras-chave: Orelha externa. Cirurgia plástica. Otopatias/cirurgia.

 

Ear shut and Dentistry: ethical and legal approach

Paulo Henrique Viana Pinto; Juliane Bustamante Sá dos Santos; Antônio Castelo-Branco; Cindy maki Sato; Marconi Delmiro Neves da Silva; Ricardo Henrique Alves da Silva
Rev. Bras. Cir. Plást. 2023;38(1):1-7 - Special Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: As a health science, dentistry seeks to raise self-esteem and improve patients' quality of life. However, the emergence of the aesthetic procedure "ear shut," which proposes correcting protruding ears without surgery, has raised ethical and legal doubts in the dental profession, especially concerning the limits of professional activity.
Objective: To conduct a survey of the laws, norms, and resolutions on the area of performance of dental surgeons, as well as to discuss the limits and consequences of their extrapolation from the perspective of the procedure propagated as "ear shut."
Method: A search was carried out for administrative norms on the Federal Council of Dentistry (CFO) websites and the Federal Council of Medicine and legal provisions on the Portal da Legislação website.
Results: In the civil sphere, the disclosure of procedures such as the "ear shut" can characterize a promise of result and lead to judicial accountability. Exceeding professional boundaries constitutes an illegal exercise and a crime under the Brazilian Penal Code. In addition to not covering the area of clinical practice of dentists, at the administrative level, CFO Resolutions No. 198/2019 and No. 230/2020 emphasize that ear procedures are not part of the scope of procedures relevant to Dentistry and may lead to ethical infractions and consequent administrative proceedings.
Conclusion: At present, based on the skills, prohibitions, rights, and duties of dentists, it can be stated that performing the "ear shut" by these professionals confronts civil, criminal, and administrative obligations.

Keywords: Ear; Ear, external; Surgery, plastic; Dentistry; Reconstructive surgical procedures; Ethics, dental; Forensic dentistry; Legislation, dental

 

RESUMO

Introdução: Como ciência da saúde, a Odontologia busca elevar a autoestima e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Entretanto, o surgimento do procedimento estético "ear shut", que propõe a correção da orelha em abano sem cirurgia, gerou dúvidas de ordem ética e legal na classe odontológica, sobretudo no que diz respeito aos limites de atuação profissional.
Objetivo: Realizar o levantamento das leis, normativas e resoluções sobre a área de atuação dos cirurgiões-dentistas, bem como discutir os limites e as consequências de sua extrapolação sob a perspectiva do procedimento propagado como "ear shut".
Método: Foi realizada uma busca de normas administrativas nos sites do Conselho Federal de Odontologia (CFO) e do Conselho Federal de Medicina, bem como de dispositivos legais no site Portal da Legislação.
Resultados: Em âmbito cível, a divulgação de procedimentos como o "ear shut" pode caracterizar promessa de resultado e levar à responsabilização judicial. Ultrapassar os limites profissionais constitui exercício ilícito e constitui crime segundo o Código Penal Brasileiro. Além de não abranger a área de atuação clínica dos cirurgiões-dentistas, no âmbito administrativo, as Resoluções do CFO N° 198/2019 e N° 230/2020 enfatizam que procedimentos na orelha não compõem o escopo de procedimentos pertinentes à Odontologia, podendo levar a infrações éticas e consequente processo administrativo.
Conclusão: No momento atual, com base nas competências, vedações, direitos e deveres dos cirurgiões-dentistas, pode-se afirmar que a realização do "ear shut" por estes profissionais confronta obrigações de ordem cível, penal e administrativa.

Palavras-chave: Orelha; Orelha externa; Cirurgia plástica; Odontologia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Ética odontológica; Odontologia legal; Legislação odontológica

 

Assessment of the degree of correction of prominent ears using a standardized treatment algorithm

Leonardo Gabeira Secco; Dacio Yoshikasu Ogata; Bruno Henrique Pagnoncelli; Raidel Deucher Ribeiro; Rafael Camargo Paccanaro; Ricardo Eustachio De Miranda; Roberto Luiz Sodré; Alfredo Gragnani; Marcos Eduardo Bercial; José Augusto Calil
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(4):571-577 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: The goal of aesthetic otoplasty is the correction of ear deformities by creating harmonious and symmetrical external ears, without visible scars. Otoplasty techniques based on the excision of postauricular skin are associated with high recurrence rates. Modern otoplasty is based on cartilage-cutting and cartilage-sparing techniques, alone or in combination, which lead to lower recurrence rates. OBJECTIVE: We evaluated the efficacy of otoplasty combined with other techniques in the correction of ear deformities, based on a modified version of the "algorithm for otoplasty at the Craniofacial Center at Texas Children's Hospital". METHODS: Forty patients, who underwent otoplasty for prominent ears in our institution between March and September of 2009, were prospectively assessed. The mastoid-helix distance was measured preoperatively (baseline) and at 1, 3, and 6 months postoperatively. RESULTS: The most common deformities were scaphoconchal angle greater than 90º (51.3%, 41/80 ears) and conchal hypertrophy > 2.5 cm (46.3%, 37/80 ears). Recurrence occurred in 2 (5%) patients and partial stenosis of the ear canal in 1 (2.5%). Significant reductions in the mastoid-helix distance were observed at the three time points compared with baseline (P<0.001); a significant reduction was present in the immediate postoperative period (P<0.001), followed by a small increase 3 months postoperatively (P<0.005), which appeared to stabilize between 3-6 months postoperatively (P=0.520). CONCLUSION: Otoplasty performed according to the modified algorithm resulted in a significant reduction of the mastoid-helix distance, which slightly increased in the early postoperative period, and re-mained unchanged 6 months postoperatively.

Keywords: Otologic surgical procedures. Ear, External. Deformities.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O objetivo da otoplastia estética é a correção de deformidades da orelha, criando orelhas externas harmoniosas e simétricas. As técnicas de otoplastia, baseadas na excisão da pele pós-auricular, estão associados com a recorrência elevada. A otoplastia moderna é baseada nas técnicas de ressecção e/ou modelagem da cartilagem, que levam a menores taxas de recorrência. OBJETIVO Foi avaliada a eficácia da otoplastia com técnica combinada na correção de deformidades da orelha, baseado numa versão modificada do "algoritmo para otoplastia", no Centro Craniofacial do Hospital Infantil do Texas". MÉTODO: Quarenta pacientes submetidos à otoplastia por orelhas proeminentes, entre março e setembro de 2009, foram avaliados prospectivamente. A distância mastoide-hélice foi medida no pré-operatório e após 1, 3 e 6 meses após a cirurgia. RESULTADOS: As deformidades mais comuns foram ângulo escafo-conchal maior que 90º (51,3%, 41/80 orelhas) e hipertrofia de concha> 2,5 cm (46,3%, 37/80 orelhas). Reduções significativas na distância mastoide-hélice foram observadas nos três períodos em comparação com os valores basais (P<0,001). Houve uma redução desta medida no período pós-operatório imediato (P<0,001), seguido por um pequeno aumento após três meses da cirurgia (P<0,005) e subsequente tendência de estabilização entre 3-6 meses após a cirurgia (P=0,520). CONCLUSÃO: Otoplastia, realizada de acordo com o algoritmo citado, resultou em redução significativa da distância mastoide-hélice, com ligeira perda desta redução no início do período pós-operatório, e com tendência a manter-se inalterado após 6 meses de pós-operatório.

Palavras-chave: Orelha externa. Otoplastia. Deformidades.

 

Results evaluation of congenital and trauma acquired auricular deformities reconstructions

Guilherme Abbud Franco Lapin
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(1):64-74 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Congenital and acquired auricular deformities present considerable functional and psychological loss to the patient. The Auricular Reconstruction (AR) is a complex procedure that demands high technical skills and brings difficulties in order to obtain acceptable results. Objective: Evaluate the results after AR in congenital and trauma acquired auricular deformities. Method: It was considered 19 patients in two groups: Microtia Group (MG) with 10 cases and Trauma Group (TG) with nine cases. The results were evaluated by three methods: (1) patient self-evaluation graded from 1 to 5 in pre and post operative moments, (2) evaluation graded from 1 to 5 by two plastic surgeons following six technical aspects and (3) incidence of complications. Results: the self-evaluation in pre and post operative moments presented in MG grades 2.4 and 4.3, and in TG grades 1.66 and 3.77, respectively. The evaluation from specialists had a mean grade among all technical aspects of 3.86 in MG and 3.71 in TG. It happened three complications in MG and two complications in TG, with one total failure in each group. Conclusion: AR present complications that can be effectively treated in most occurrences. AR is a complex surgery, but throught rigorous execution of the chosen technique, can offer good technical results, bringing back the patient self-esteem and helping with his social reintegration.

Keywords: Acquired ear deformities. External ear/surgery. Ear auricle.

 

RESUMO

Introdução: As deformidades auriculares congênitas e adquiridas apresentam um grande prejuízo funcional e, sobretudo, psicológico para o paciente. A Reconstrução de Orelha (RO) é um procedimento complexo que exige elevado detalhamento técnico, o que traz dificuldades para obtenção de bons resultados. Objetivo: Avaliar os resultados após RO em defeitos auriculares congênitos e adquiridos por trauma. Método: Foram selecionados 19 pacientes em dois grupos: Grupo Microtia (GM) com 10 casos e Grupo Trauma (GT) com nove casos. A avaliação dos resultados foi feita de três maneiras: (1) auto-avaliação do paciente com notas de 1 a 5 no pré e pós-operatório, (2) avaliação com notas de 1 a 5 por dois cirurgiões plásticos segundo seis critérios técnicos e (3) incidência de complicações. Resultados: A auto-avaliação de pré e pós-operatório apresentou no GM nota de 2,4 e 4,3, e no GT nota de 1,66 e 3,77, respectivamente. A avaliação dos especialistas teve nota média entre todos os quesitos técnicos de 3,86 no GM e de 3,71 no GT. Ocorreram três complicações no GM e duas complicações no GT, com um insucesso total em cada grupo. Conclusão: A RO apresenta complicações que podem ser tratadas efetivamente na sua maior parte. A RO é uma cirurgia complexa, mas com a aplicação rigorosa da técnica escolhida, pode oferecer bons resultados dentro de critérios técnicos, elevando a auto-estima do paciente e ajudando-o na sua reintegração social.

Palavras-chave: Deformidades adquiridas da orelha. Orelha externa/cirurgia. Pavilhão auricular.

 

Complications of otoplasty surgeries

Felipe Vargas Borges; Celso Eduardo Jandre Boechat; Rodolfo Chedid; Rafael Ferreira Amaral; Ricardo Luis Vans
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):203-208 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Protruding ears are caused by poor development of the antihelix, hyperplasia of the concha, abnormal cephaloauricular angle, a large and prominent lobule, or any combination of the above. METHODS: A prospective study was performed, in which 60 patients who underwent otoplasty were followed up from January 2014 to January 2015 at the Hospital Municipal Barata Ribeiro. RESULTS: Early complications included infection (0%), hematoma (1.6%), and skin necrosis (3.3%). Late complications included asymmetry (10%), recurrence (3.3%), extrusion of sutures (10%), granuloma formation (0%), hypertrophic scarring (0%), and keloid formation (0%). When patients were asked to rate the otoplasty, 3.3% stated that it was poor, 3.3% fair, 3.3% good, 3.3% very good, and 86.8% excellent. CONCLUSION: The rates of early and late complications are similar to those described in the literature.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Postoperative complications; External ear abnormalities; Auricle.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Orelha em abano é caracterizada pelo pobre desenvolvimento da anti-hélice, hiperplasia da concha, ângulo céfalo-auricular anormal, lóbulo grande e proeminente ou qualquer combinação dos itens citados. MÉTODOS: Foi realizado um estudo prospectivo, em que foram acompanhados 60 pacientes submetidos à otoplastia, no período de janeiro de 2014 a janeiro de 2015, no Hospital Municipal Barata Ribeiro. RESULTADOS: Entre as complicações precoces, citamos infecção (0%), hematoma (1,6%) e necrose de pele (3,3%). Entre as complicações tardias: assimetria (10%), recidiva (3,3%), extrusão de pontos (10%), granuloma, cicatriz hipertrófica (0%) e queloide (0%). Quando os pacientes foram questionados quanto aos resultados obtidos com a otoplastia, 3,3% responderam que o resultado foi ruim, 3,3% regular, 3,3% bom, 3,3% ótimo e 86,8% excelente. CONCLUSÃO: As taxas de complicações precoces e tardias são semelhantes às descritas na literatura.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Complicações pós-operatórias; Orelha externa/anormalidades; Pavilhão auricular.

 

Correction of prominent ears by the cartilaginous incision technique, definition of the antihelix with Mustardé sutures, and fixation of the ear cartilage at the mastoid

Francisco de Oliveira Goulart; Danilo Santos Vidal de Arruda; Bruno Menezes Karner; Pedro Lopes Gomes; Sérgio Carreirão
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(4):602-607 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Prominent ear is the most common congenital defect of the ear, with an incidence of 5% in Caucasians. Surgical treatment should correct the auriculocephalic and conchoscaphal angles as well as protrusion of the lobe when present. This paper aims to report the experience of our service in the treatment of prominent ears with a combination of several available techniques. METHODS: Forty-seven patients operated with a combination of previously described techniques were evaluated, and cartilaginous incision, Mustardé sutures for antihelix definition, and concha-mastoid fixation were performed. Patients less than 15 years of age were operated under general and local anesthesia, while the remaining patients underwent only local anesthesia. All patients were reassessed on the first postoperative day. RESULTS: The postoperative results were considered satisfactory by both patients and surgical staff, with no stigma development in the operated ear. CONCLUSIONS: The best treatment of prominent ears is achieved by a combination of techniques. The approach used on the studied patients has produced natural-looking results with low complication rates, satisfying the surgical staff and, most importantly, the patients.

Keywords: External ear/surgery. Plastic surgery/methods. Ear diseases/surgery.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A orelha de abano é o mais comum de todos os defeitos congênitos da orelha, com incidência de 5% em caucasianos. O tratamento cirúrgico deve corrigir os ângulos auriculocefálico e escafoconchal, bem como a protrusão do lóbulo, quando presente. O objetivo deste trabalho é demonstrar a experiência de nosso serviço no tratamento da orelha de abano com a combinação de diversas técnicas disponíveis. MÉTODO: Foram avaliados 47 pacientes, operados com a associação de técnicas já descritas anteriormente, sendo utilizados incisão cartilaginosa, pontos de Mustardé para definição de antélice e fixação da concha na mastoide. Os pacientes com menos de 15 anos de idade foram operados sob anestesias geral e local, e os demais foram submetidos somente a anestesia local. Todos os pacientes foram reavaliados no primeiro dia de pós-operatório. RESULTADOS: Os resultados pós-operatórios foram considerados satisfatórios pelos pacientes e pela equipe cirúrgica, sem o aparecimento do estigma de orelha operada. CONCLUSÕES: O melhor tratamento de orelhas proeminentes é obtido com a associação de diversas técnicas. A abordagem empregada nos pacientes avaliados tem apresentado resultados naturais e com baixos índices de complicação, satisfazendo a equipe cirúrgica e, principalmente, os pacientes.

Palavras-chave: Orelha externa/cirurgia. Cirurgia plástica/métodos. Otopatias/cirurgia.

 

Lobuloplasty Torn earlobe repair

Sandro Cilindro de Souza
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(3):362-367 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The use of ear ornaments is a multicultural practice. The lack of objective evaluations published in the national and international literature is surprising considering the high incidence of torn earlobe (TEL) worldwide. OBJECTIVE: Evaluation of the results of torn earlobe repair with simple marginal excision and closure using a tissue adhesive. METHODS: This was a prospective study in which TELs (36) were treated by simple excision of epithelialized edges and closure using cyanoacrylate as tissue adhesive. RESULTS: TELs caused by earrings (91.7%) and trauma (8.3%) were treated. The following issues were found: flatness (14.8%), unsightly scar (13.9%), notching (11.1%), stretched earlobe (7.4%), and dehiscence (5.6%). No cases of necrosis or keloid scars occurred. CONCLUSIONS: The proposed treatment proved safe and had satisfactory cosmetic results in 92.6% of patients.

Keywords: Pinna; Pinna/abnormalities; Reconstructive surgical procedures; Adhesives; Cyanoacrylates.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O uso de ornamentos auriculares é uma prática multicultural. Considerando a grande incidência de fissuras de lóbulo de orelha (FLOs) no mundo inteiro, é surpreendente a escassez de avaliações objetivas na literatura nacional e internacional. OBJETIVO: Avaliação dos resultados do fechamento de FLO's por meio de simples remoção de suas bordas e fechamento usando adesivo tissular. MÉTODOS: Estudo prospectivo no qual FLOs (36) foram tratadas por simples excisão de suas bordas epitelizadas e fechamento usando cianoacrilato como adesivo tissular. RESULTADOS: Foram tratadas FLOs causadas por brincos (91,7%) e por trauma (8,3%). Achatamento (14,8%), cicatriz inestética (13,9%), entalhe (11,1%), alongamento lobular (7,4%) e deiscência (5,6%) foram os problemas encontrados. Não houve casos de necrose ou queloides. CONCLUSÕES: O tratamento proposto mostrou-se seguro e com resultados cosméticos satisfatórios em 92,6% das pacientes.

Palavras-chave: Pavilhão auricular; Pavilhão auricular/anormalidades; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Adesivos; Cianoacrilatos.

 

Surgical rejuvenating for the aged earlobe: a technical innovation

Miguel Marques de Oliveira; Gustavo de Sousa Marques de Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2022;37(1):71-75 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The authors present a new surgical approach to the aging earlobe. The technique is based on the classic marginal reduction technique of the earlobe contour that has been improved. In essence, it seeks to preserve the subdermal fat layer of the distal flap created for the purpose of raising the earlobe while being shortened, thickened and smooth, in a hidden scar. It is a tripartite resolution to this problem never seen in the relevant literature. Four 68-yearold women were treated: the first with the classic manner in 2009 and the others with this modification to improve the earlobe withered appearance in 2017-2019. The study shows a rejuvenating eutrophic reduction technique.

Keywords: Surgery, plastic; Ear; Ear, external; Reconstructive surgical procedures; Rejuvenation.

 

RESUMO

Os autores apresentam técnica corretiva conservadora para o lóbulo senil. A literatura pertinente é rica em técnicas redutoras de lóbulos longilíneos ou rasgados. Os autores creem que a cirurgia para os lóbulos deve poupar tecidos in situ, a despeito de usuais técnicas de preenchimento com material orgânico e biocompatíveis. A presente técnica se baseia na clássica redução lobular periférica da borda livre, que agrega ao componente do face lifting para reduzir o lóbulo e ao mesmo tempo poupar tecidos e encorpá-lo na cicatriz oculta retrolobular. Resolução tripartite até hoje não apresentada na literatura. Com oito casos operados: seis tipo pec-man no passado; um na forma clássica marginal e três recentes com esta modificação técnica.

Palavras-chave: Cirurgia plástica; Orelha; Orelha externa; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Rejuvenescimento

 

Eyelid repair using an autologous conchal cartilage graft

José Carlos Ribeiro Resende Alves; Rebeca Paohwa Liu; Aloísio Ferreira da Silva Filho; Nárlei Amarante Pereira; Eduardo Eustáquio Salera de Carvalho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):243-248 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: In this study, we evaluated the results obtained with Matsuo's technique for eyelid reconstruction at the Clínica de Cirurgia Plástica do Hospital Felício Rocho (Plastic Surgery Clinic of the Hospital Felício Rocho) from December 1992 to May 2011. Furthermore, we performed a nonsystematic review of published articles reporting eyelid repair using conchal cartilage graft from the ear. METHODS: We studied 13 patients who were subjected to eyelid reconstructions after resection of neoplasias. RESULTS: We observed satisfactory results in all patients, with spontaneous epithelialization of the conchal cartilage. In the nonsystematic literature review, we found 10 articles, covering 111 patients, that reported the use of ear cartilage for eyelid repair with good results. CONCLUSIONS: Thus, the Matsuo technique appears to be a good option for eyelid repair.

Keywords: Eyelids/surgery. Eyelid neoplasms. Transplantation, autologous. Ear auricle.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Neste estudo, foram avaliados os resultados alcançados com a técnica de Matsuo para reconstrução palpebral na Clínica de Cirurgia Plástica do Hospital Felício Rocho, entre dezembro de 1992 e maio de 2011. Além disso, foi realizada revisão não-sistemática de artigos publicados sobre reconstrução palpebral com cartilagem de concha de orelha. MÉTODO: Foram estudados 13 pacientes submetidos a reconstrução palpebral após ressecção de neoplasias. RESULTADOS: Em todos os pacientes, os resultados observados foram satisfatórios, com epitelização espontânea da cartilagem de concha de orelha. Na revisão não-sistemática da literatura foram encontrados 10 trabalhos, totalizando 111 pacientes, que utilizaram cartilagem da orelha para reconstrução, com bons resultados. CONCLUSÕES: A técnica de Matsuo mostra-se uma boa opção para a reconstrução palpebral.

Palavras-chave: Pálpebras/cirurgia. Neoplasias palpebrais. Transplante autólogo. Pavilhão auricular.

 

Otoplasty using combined techniques: analysis of results and changes in patient quality of life

Alexander Hornos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):406-415 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Prominent ears are relatively frequent and are the most common congenital ear deformity. Numerous otoplasty procedures are described in the literature, including some that recommend the use of combined techniques. Outstanding ears cause considerable aesthetic alteration of the facial symmetry and are associated with psychological and behavioral problems. Thus, it is important to assess the improvement in patient quality of life that this surgical procedure provides. This study aimed to analyze the results of otoplasty procedures using combined techniques and assess the improvement in patient quality of life after the procedure. METHOD: A retrospective analysis of the results of otoplasty procedures conducted between February 2010 and June 2012 using combined Stenstroem, Mustardé, and Furnas techniques was performed. Epidemiological data and incidence of complications were analyzed, and improvement of quality of life was assessed using the Glasgow benefit inventory questionnaire. RESULTS: Forty patients were included in the study, corresponding to a sample of 77 ears subjected to surgery. The patients' mean age was 24.4 years. Of the patients, 80% were women. Seven complications (9%) were observed in 7 patients who underwent surgery. The Glasgow benefit inventory questionnaire was answered by 26 patients. The mean score for overall benefit was 62.45 points (range, 30.5-97.2 points). CONCLUSIONS: The use of the combined techniques in otoplasty showed low incidence of complications and yielded results similar to those described in the literature. Moreover, this study demonstrated that this procedure has the potential to improve the quality of life of patients with prominent ears.

Keywords: Ear, external/surgery. Surgery, plastic/methods. Ear diseases/surgery. Ear cartilage.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Orelhas proeminentes são relativamente frequentes, sendo a alteração congênita mais comum da orelha. Inúmeros procedimentos de otoplastia são descritos na literatura, dentre eles alguns que preconizam a utilização de técnicas combinadas. A orelha de abano, além de proporcionar considerável prejuízo estético para a harmonia facial, está relacionada a problemas psicológicos e de comportamento. Assim, torna-se importante a mensuração da melhora da qualidade de vida proporcionada por esse procedimento cirúrgico. Este estudo teve por objetivo analisar os resultados das otoplastias utilizando técnica combinada e avaliar a melhora na qualidade de vida advinda após esse procedimento. MÉTODO: Análise retrospectiva dos resultados das otoplastias realizadas no período de fevereiro de 2010 a junho de 2012, com técnica combinada de Stenstroem, Mustardé e Furnas. Foram analisados dados epidemiológicos e incidência de complicações, bem como foi avaliada a melhora da qualidade de vida pelo questionário Glasgow Benefit Inventory. RESULTADOS: Quarenta pacientes foram incluídos no estudo, correspondendo a uma amostra de 77 orelhas operadas. A média de idade dos pacientes foi de 24,4 anos, sendo 80% do sexo feminino. Ocorreram 7 complicações na amostra (9%) em 7 pacientes operados. O questionário Glasgow Benefit Inventory foi respondido por 26 pacientes. A pontuação de benefício geral revelou uma média de 62,45 pontos (30,5 pontos a 97,2 pontos). CONCLUSÕES: A utilização de técnicas combinadas na correção da orelha de abano revelou baixa incidência de complicações, com resultados comparáveis aos da literatura. Este estudo demonstrou ainda que a realização desse procedimento apresenta a possibilidade de modificar positivamente a qualidade de vida dos pacientes operados.

Palavras-chave: Orelha externa/cirurgia. Cirurgia plástica/métodos. Otopatias/cirurgia. Cartilagem da orelha.

 

Combined Otoplasty

Osvaldo Ribeiro Saldanha; Osvaldo Ribeiro Saldanha; Cristianna Bonneto Saldanha; Paulo Rodamilans Sanjuan; Sabina Aparecida Alvarez de Paiva; Bernardo Fernandes de Souza Fontes; Flávio Francescheli; Naby Gebrim; Francisco Felipe Góis de Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(2):236-241 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Protruding ear is the most common congenital deformity of the head and neck, with an autosomal dominant inheritance and no predilection for sex. Protruding ear or prominent ear occurs when there is concha excess or hypertrophy, erasure of the antihelix, a scapho-conchal angle greater than 90º, or a combination of these factors, occurring uni- or bilaterally. The objective is to present a conservative approach to correct protruding ear, with a combination of techniques.
Methods: The otoplasty surgical technique involved an anterior approach for resection of the auricular concha, which was associated with weakening of the antihelix, and partial incisions of the cartilage were performed through anterior access and of Mustardé sutures, through posterior access for better definition of the antihelix without fixation of the concha to the mastoid. Two hundred patients with a mean age of 17 years underwent operations between January 1987 and January 2015, 60% of whom were female.
Results: Of the 200 patients, only 24 patients needed discrete surgical revisions.
Conclusion: The surgical procedure is simple, easily reproducible, provides good results, and is associated with a high degree of satisfaction and a low rate of complications/morbidities.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; External ear; Pinna/abnormalities; Hypertrophy

 

RESUMO

Introdução: Orelha em abano é a deformidade congênita mais comum de cabeça e pescoço, cuja transmissão se dá por herança autossômica dominante, sem predileção por gênero. A orelha proeminente ou "em abano" ocorre quando há um excesso ou hipertrofia da concha auricular, apagamento da antélice, um ângulo escafoconchal maior que 90º ou uma combinação destes, ocorrendo uni ou bilateralmente. O objetivo é apresentar uma abordagem conservadora para correção de orelha em abano, com a associação de técnicas.
Métodos: Foi utilizada uma variação cirúrgica para realização de otoplastia com o auxílio de uma abordagem anterior para ressecção da concha auricular associada ao enfraquecimento da antélice com incisões parciais na cartilagem também por via anterior e a realização de pontos de Mustardé por via posterior para melhor definição da antélice, sem a fixação da concha à mastoide. Foram operados 200 pacientes com idade média de 17 anos, entre janeiro de 1987 e janeiro de 2015, sendo 60% do gênero feminino.
Resultados: Dos 200 pacientes, apenas 24 necessitaram revisões cirúrgicas discretas.
Conclusão: O procedimento cirúrgico é simples, facilmente reprodutível, proporcionando bons resultados, com alto grau de satisfação e baixo índice de complicações/morbidade.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Orelha externa; Pavilhão auricular/anormalidades; Hipertrofia

 

Management of constricted ear: plastic surgery service approach at the Hospital of Clinics in Porto Alegre, Brazil

EDUARDO MADALOSSO ZANIN; ISABEL CRISTINA STENSMANN; LUCAS VARGAS DALBOSCO; DIEGO DULLIUS; CIRO PAZ PORTINHO; ANTONIO CARLOS PINTO OLIVEIRA; MARCUS VINICIUS MARTINS COLLARES
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(4):479-482 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The prevalence of ear malformations reaches 5% when considering the entire world population. Primarily presented in 1975, the constricted ear represents a group of deformities of the upper third of the auricular cartilage with common features. The aesthetic impact and social stigma of these deformities can cause psychological harm to the patient when not corrected.
Methods: We describe below the technique used in the plastic surgery department of the Hospital de Clínicas de Porto Alegre.
Results: Result can be evidenced with 30 days postoperatively.
Conclusion: The described method, cartilage resettlement, is an option for treatment of this deformity with adequate aesthetic result.

Keywords: Multiple trauma; Wounds and injuries; Plastic surgery; Wound closure techniques; Autologous transplantation.

 

RESUMO

Introdução: A prevalência de malformações da orelha chega a 5% quando considerada toda a população mundial. Primariamente descrita em 1975 a orelha constricta representa um grupo de deformidades envolvendo o terço superior da cartilagem auricular com características em comum. O impacto estético e o estigma social dessas deformidades podem levar a danos psicológicos ao paciente quando não corrigidos.
Métodos: Descrevemos a seguir a técnica utilizada no serviço de cirurgia plástica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.
Resultados: O resultado pode ser evidenciado com 30 dias de pós-operatório.
Conclusão: O método descrito, de reacomodação da cartilagem, é uma opção para o tratamento dessa deformidade com adequado resultado estético.

Palavras-chave: Deformidades adquiridas da orelha; Orelha; Cartilagem da orelha; Orelha externa; Otopatias

 

Treatment of Auricular Deformity

Luiz Charles-De-Sá; Natale Gontijo-De-Amorim; Alexandre Wagner Silva Dantas; José Horácio Aboudib
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):141-144 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

In this paper, we present a case of auricular deformity whose surgical correction is difficult, involving scapha-helical unit associated with prominent ear in a 25-year-old female patient. This is an uncommon congenital malformation of the ear, resulting in a flattened, straightened and folded helical rim over the scapha, compromising the helical appearance. The proposed surgical treatment involved posterior approach and conchal cartilage graft to the restoration of the helical rim contour in a single procedure. This new approach provides a fine result to the ear, particularly because it restores the scapha-helical unit with no scar on the surface of the anterior ear and also effectively treats the prominent ear.

Keywords: Ear; Ear auricle; Ear cartilage; Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

Neste artigo, apresentamos um caso de uma deformidade auricular de difícil correção cirúrgica, envolvendo unidade escafo-helicoidal associada com a orelha proeminente em uma paciente de 25 anos de idade. Esta é uma malformação congênita incomum da orelha, o que resulta em uma borda helicoidal achatada, não curvilínea e dobrada sobre a escafa, comprometendo a aparência helicoidal. Foi proposto um tratamento cirúrgico com abordagem posterior e enxerto de cartilagem conchal à restauração do contorno borda helicoidal em um procedimento único. Esta nova abordagem proporciona um resultado agradável para o ouvido, principalmente por restaurar uma nova unidade escafo-helicoidal sem cicatriz na superfície orelha anterior e tratamento da orelha proeminente.

Palavras-chave: Orelha; Pavilhão auricular; Cartilagem da orelha; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Aesthetic otoplasty using a crochet needle

Miguel Marques Oliveira; Daniel de Sousa Marques Oliveira; Gustavo de Sousa Marques Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(2):294-296 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

In aesthetic otoplasty, it is widely known that only techniques that disassemble the resilient cartilaginous architecture in cases of protruding ears coupled with anchoring sutures can achieve good and stable results. All surgical otoplasty procedures aim to achieve a new, shapely, and aesthetic antihelix fold that shapes and beautifies the outer ear. In this article, we describe our 10-year experience with the use of a new instrument for auricular cartilage striation - the traditional crochet needle. Moreover, we describe the manner in which the new instrument can be prepared in order to have a lower bevel cutting edge as well as the technical management of this instrument in small buttonholes in the auricular helix. After molding the antihelix complex, the new form is fixed with absorbable and non-absorbable sutures. With this technique, there is a low complication rate due to narrow cutaneous detachment tunnels in the anterior surface of the ear. In the article, we also describe the successful clinical use of the new instrument.

Keywords: External ear/surgery. Needles. Plastic surgery/methods.

 

RESUMO

Um consenso atual em otoplastia estética apregoa que somente as técnicas que desmontem a resiliente arquitetura cartilaginosa das orelhas protrusas, aliadas à fixação da nova forma com suturas, podem alcançar resultados bons e estáveis. O alvo cirúrgico de toda otoplastia é a nova dobra da antélice torneada e estética: uma roliça dobra afunilada que dá forma e beleza à orelha externa. Neste artigo é descrita a experiência de 10 anos com o uso de um novo instrumental no estriamento da cartilagem auricular: as tradicionais agulhas de crochê. Além disso, são demonstrados o modo de aparelhar o novo dispositivo, para ter uma borda inferior em bisel cortante, e a técnica de manejo desse dispositivo por pequenas botoeiras sob a hélice auricular. Após a moldagem do complexo antelical, é assegurada a nova forma com suturas, absorvível e não-absorvível. Com essa técnica, é observado baixo índice de complicações, em decorrência de estreitos túneis de descolamento cutâneo da face anterior do pavilhão auricular. No artigo, é também apresentado um caso clínico bem-sucedido com o uso do novo instrumental.

Palavras-chave: Orelha externa/cirurgia. Agulhas. Cirurgia plástica/métodos.

 

Sundfeld-Reis suture for the correction of auricular axis and ear upper pole using otoplasty: preliminary note

Daniel Sundfeld Spiga Real; Rodrigo Pacheco Reis; Mário Guilherm e Cesca Rocha; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):493-498 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Prominent ears are among the most frequent anomalies that affect the head and neck regions and present with conchal disproportionality and/or the lack of an antihelix curvature. A wide spectrum of techniques for the correction of these deformities has been published; the most commonly cited are the techniques from Pitanguy, Converse, Stenvers, Stenstroem, Mustardé, Furnas, and Horlock. All of these techniques seek to restore facial harmony with proportional scaling of the pinna, a suitable cephaloauricular angle, and natural curvature of the antihelix. After reviewing the literature, the present study aims to describe a new technique for correcting the auricular axis and ear upper pole with a suture in the portion of the helical crus known as the Sundfeld-Reis technique. According to Adamson et al., this technique provides better positioning of the ear's upper pole in relation to the temporal pole without the need for suturing the triangular fossa region in the periosteum of the temporal bone. Therefore, using the Sundfeld-Reis technique, the pinna is placed parallel to the nasal dorsum, providing a natural result after otoplasty. The proposed technique is the latest possibility in the world of otoplasty that attains more natural results with fewer surgical interventions.

Keywords: External ear/surgery. Plastic surgery/methods. Otologic surgical procedures.

 

RESUMO

Dentre as diferentes anomalias que acometem as regiões de cabeça e pescoço, as orelhas em abano se encontram entre as mais frequentes, apresentando desproporcionalidade conchal e/ou falta de curvatura da antélice. Existe na literatura um grande espectro de técnicas para a correção dessas deformidades, citando-se como as mais consagradas as técnicas de Pitanguy, Converse, Stenvers, Stenstroem, Mustardé, Furnas e Horlock. Todas essas técnicas buscam restaurar a harmonia da face com proporcional dimensionamento do pavilhão auricular, ângulo aurículo-cefálico adequado e curvatura de antélice natural. Após revisão da literatura, o presente estudo pretende descrever uma nova técnica para correção do eixo auricular e o polo superior da orelha com uma sutura na porção do ramo da hélice, descrita como técnica de Sundfeld-Reis. Tal técnica proporciona melhor posicionamento do polo superior da orelha em relação ao temporal, sem a necessidade da sutura realizada na região da fossa triangular no periósteo do osso temporal, como orientado por Adamson et al. Outrossim, com o ponto de Sundfeld-Reis há posicionamento do pavilhão auricular paralelo ao dorso nasal, proporcionando um resultado natural da otoplastia. A proposta técnica se fulgura como mais uma possibilidade arregimentada no universo da otoplastia, vislumbrando resultados mais naturais, com menores intervenções cirúrgicas.

Palavras-chave: Orelha externa/cirurgia. Cirurgia plástica/métodos. Procedimentos cirúrgicos otológicos.

 

Reconstrução de orelha pós-amputação traumática: relato de caso

Juliane Ribeiro Mialski; Marcelus Vinicius de Araujo Santos Nigro; Larissa Dalla Costa Kusano; Guilherme Werle Ribeiro; Isabella Mauad Patruni; Ana Paula Trotta
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):93-94 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

A amputação traumática do pavilhão auricular, seja total ou subtotal, acarreta sérios problemas estético-funcionais, de difícil manejo para o cirurgião plástico, e apresenta elevada incidência na última década. Relatamos um caso em que, após sofrer traumatismo com amputação por mordedura humana, é realizada reconstrução total do polo superior da orelha, com enxerto de cartilagem costal, em 3 tempos. Paciente evoluiu bem, com enxerto apresentando completa viabilidade no pós-operatório.

Palavras-chave: Reabilitação; Cartilagem da orelha; Pavilhão auricular.

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license