ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

EDITORIAIS

Editorial

Claudio Cardoso de Castro
Rev. Bras. Cir. Plást. 2003;18(2):

PDF Português Texto em Português Texto em Inglês

ARTIGOS

Caso Clínico: Reconstrução da Região Pilosa Temporal após Ressecção de Neoplasia

Henrique N. Radwanski, Carlos Alberto Jaimovich
Rev. Bras. Cir. Plást. 2003;18(2):13-16

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Os autores apresentam um caso clínico de reconstrução da região pilosa temporal e da linha pilosa temporal anterior (i.e., costeleta) após a ressecção de neoplasia cutânea. A exerese tumoral resultou num grande defeito de superfície, que foi tratado com um enxerto de pele total da região inguinal. Esta reconstrução ocasionou a amputação parcial da área pilosa temporal, com acentuado defeito estético. Duas sessões de microenxertia foram realizadas, com um transplante de aproximadamente 360 unidades foliculares sobre o enxerto de pele. Obteve-se como resultado final uma área pilosa e uma linha de implantação de boa densidade, com as mesmas características da região temporal contralateral. Os autores concluem que o transplante de cabelo é um método eficaz de reconstrução de áreas glabras em couro cabeludo.

Palavras-chave: Transplante de cabelo; alopécia; reconstrução de couro cabeludo

 

ABSTRACT

The authors present a clinical case of sideburn reconstruction following the removal of a skin tumor. Resection of the tumor resulted in a large, superficial surgical wound. A full-thickness glabrous skin graft was placed over the temporal region, with a partial amputation of the sideburn. Two sessions of hair transplantation, using follicular units, were performed, transplanting hair grafts to the skin graft, thus reconstructing a temporal hairline with the same characteristics as the opposite side burn. Hair transplantation remains an interesting and relatively simple method to reconstruct atypical cases of alopecia.

Keywords: Hair transplantation; alopecia; reconstruction of hairline

 

Fraturas Zigomáticas e Orbitozigomáticas

Luiz Carlos Manganello-Souza, Alexandre Augusto Ferreira Silva, Domingos Flávio Saldanha Pacheco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2003;18(2):24-30

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

As fraturas do zigoma podem produzir grandes transtornos para o paciente do ponto de vista funcional e estético. As fraturas denominadas orbitozigomáticas caracterizam-se pelo envolvimento primordial da órbita, sendo comum apresentar alguma disfunção ocular. Já as fraturas zigomáticas correspondem ao comprometimento principal do zigoma com o envolvimento anatômico da órbita. Com o objetivo de racionalizar o tratamento das fraturas de zigoma, este trabalho propõe uma classificação baseada na experiência de 148 casos tratados e preservados por um período mínimo de 3 meses no Instituto da Face, em São Paulo - Brasil. Foram levados em consideração a etiologia do trauma, o sexo, a faixa etária, a direção do vetor de força, o tempo decorrido após a fratura e a presença de alguma alteração funcional. As fraturas foram classificadas como tipo I (51 casos ou 34%), tipo II (59 casos ou 40%) e tipo III (38 casos ou 26%). As do tipo I foram tratadas através de uma redução transcutânea, sendo que em 48 casos (94%) evoluíram com boa projeção do zigoma. As dos tipos II e III tiveram redução direta com visualização dos traços de fratura e evoluíram, respectivamente, com 55 casos (92%) e 34 casos (89,5%) com uma boa projeção do zigoma.

Palavras-chave: Fraturas do zigoma; fraturas da órbita

 

ABSTRACT

Zygomatic fractures may cause major inconveniences for patients both functionally and esthetically Orbitozygomatic fractures are characterized chiefly by involvement of the orbit and they often lead to some ocular dysfunction. Zygotnatic fractures, on the other hand, correspond chiefly to damage to the zygoma with anatomic involvement of the orbit. With the objective of rationalizing the treatment of zygomatic fractures, this paper suggests a classification based on the experience of treating and following-up 148 cases for at least three months in the Instituto da Face, in São Paulo, Brazil. Etiology of the trauma,gender, age, direction of theforce vector, time after the fracture and the presence of functional changes were taken into consideration. Fractures were classified as type I (51 cases or 34%) type II (59 cases or 40%) and type III (38 cases or 26%). Type I fractures were treated with transcutaneous reduction, and 48 cases (94%) evolved with good projection of the zygoma. Fractures types II and III underwent direct reduction with visualization of the fracture line, and 55 cases (92%) and 34 cases (89.5%) evolved, respectively, with good projection of the zygoma.

Keywords: Zygomatic fractures; orbital fractures

 

Implante de Resina Poliuretana Vegetal em Cranioplastia - Estudo Experimental em Coelhos

Luiz Fernando Frascino, Domingo Marcolino Braile
Rev. Bras. Cir. Plást. 2003;18(2):41-50

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

Foi adotado um modelo experimental para avaliar o emprego de um novo biomaterial - uma resina poliuretana vegetal, extraída do óleo de mamona - na reparação de perdas ósseas da calota craniana. Em 31 coelhos adultos, foram criadas duas falhas ósseas cranianas de 15x10 mm de diâmetro, de espessura total e livres de periósteo, em ambos os lados na região parietal. As falhas foram deixadas sem reparação em 13 animais, correspondendo ao grupo controle, e 18 animais tiveram os defeitos reparados com implante de resina poliuretana vegetal. Avaliações macroscópicas, radiológicas e histológicas foram realizadas nos pós-operatórios de 2,6,12,18 e 24 semanas. O grupo controle, por todos os métodos de avaliação, não mostrou reparação dos defeitos por neoformação óssea, com as falhas ósseas ocupadas por tecido cicatricial. No grupo implantado, a partir de 6 semanas, observou-se reparação dos defeitos por neo-osso em suas porções periféricas, evoluindo progressivamente de maneira favorável nas amostras tardias (18 e 24 semanas), podendo-se observar a ocorrência de osteogênese, osteocondução e osteopromoção. As análises estatísticas confirmam que a cicatrização óssea nos defeitos implantados foi mais efetiva de forma significante (p< 0,05). Não foram observados fenômenos tóxicos ou reacionais secundários à presença dos implantes, que não sofreram incorporação no período observado. Não foram evidenciadas propriedades osteoindutivas nos implantes.

Palavras-chave: Cranioplastia; poliuretana vegetal; osteocondução; osteopromoção

 

ABSTRACT

An experimental model was used to evaluate a new biomaterial - a vegetable polyurethane resin, extracted from castor plant oil- for repairing cranial vault bone loss. Two cranial, 15 x 10 mm in total width diameter and periosteum-free, bone failures were performed in 31 adult rabbits on both sides of the parietal region. Failures were not repaired in the 13 animals that comprised the control group and 18 animals had deficts repaired using a vegetable polyurethane resin implant. Macroscopic, radiological and histological assessments were peiformed at 2, 6, 12, 18 and 24 post-operative weeks. Regardless of the method of evaluation, no tissue repair by bone neo-formation could be observed in the control group in which bone failures were replaced by scar tissue. In the group with implants, as of 6 weeks, repair of deficts by bone neogenesis in peripheral areas was observed with a progressive favorable development in late samples (18 and 24 weeks) along with osteogenesis, osteoconduction and osteopromotion. Statistical analyses confirmed that bone healing in the implanted deficts was more significantly effictive (p< 0.05). No toxic or reactional phenomena secondary to the presence of the implants that were not incorporated in the observational period were detected. No osteoinductive proprieties of implants became evident.

Keywords: Cranioplasty; vegetable polyurethane; osteoconduction; osteopromotion

 

Padronização da Ficha Clínica em Cirurgia Plástica

Lydia Masako Ferreira, Bernardo Hochman
Rev. Bras. Cir. Plást. 2003;18(2):56-60

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

O objetivo deste trabalho é propor uma padronização de ficha clínica para ser utilizada na especialidade de Cirurgia Plástica. O modelo de ficha proposto atenderia a maioria dos cirurgiões plásticos, podendo ser preenchida pelo médico de forma dirigida e automatizada e apresentando a possibilidade de adaptações pessoais conforme a necessidade. Os dados de Identificação, Queixa e Duração, História Pregressa da Moléstia Atual, Interrogatório Sobre os Diversos Aparelhos, Antecedentes Pessoais e Antecedentes Familiares podem também ser preenchidos alternativamente pelo próprio paciente, com a utilização de linguagem e expressões acessíveis ao público leigo, respaldando de forma mais eficaz o médico em eventuais ações legais. Apresenta uma visualização rápida e objetiva pelo uso de figuras e esquemas. Contém um simples sistema de catalogação e arquivamento de documentação fotográfica e os dados registrados são numerados para serem passíveis de informatização, com a finalidade de facilitar pesquisas científicas e minimizar erros na coleta de informações. Esse modelo de ficha pode ser utilizado em hospitais, ambulatórios e consultórios. Também são abordadas as resoluções das entidades médicas que legislam sobre a utilização do Registro Clínico ou Prontuário Médico.

Palavras-chave: Ficha clínica; registros médicos; sistemas automatizados de registros médicos; legislação médica; consentimento esclarecido

 

ABSTRACT

The objective of the present study is to propose a standardization of the medical record for Plastic Surqery. The record model proposed would work for most plastic surgeons, and could befilled out in an automated and oriented manner by the physician and also allow adaptations according to individual needs. Data on Identification, Chief Complaints, History of Present Illness, Systems Investiqation, Personal Background and Family Background could also befilled out alternatively by the patient him/herself by using language and expressions accessible to the lay public, and in order to support the physician more effictively in the case of legal disputes. The record can be viewed quickly and objectively due to the use of figures and diagrams. It has a simple cataloguing and filing system for photographic documents and registered data are numbered in orden so that they may be computcrized, making scientific research easier and minimizing data collecting errors. The record model may be used in hospitais, outpatient clinics and individual medical offices. The resolutions of the medical entities that regulate the utilization of Medical Records or Medical Files are also discussed.

Keywords: Medical record; medical files; automated medical recording systems; medical legislation; informed consent

 

O Uso do Sulfato de Bleomicina no Tratamento de Cicatrizes Queloidianas

Nícia Rodrigues dos Santos Colucci, Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2003;18(2):68-74

PDF Português PDF Inglês Texto em Português Texto em Inglês

RESUMO

As cicatrizes queloidianas podem ser tratadas clínica e/ou cirurgicamente, mas nem o uso de fármacos nem os procedimentos cirúrgicos, até então, as previnem ou curam. A autora usou injeções intralesionais de bleomicina como uma nova forma de tratamento. A análise histopatológica anterior e posterior às infiltrações demonstra o efeito benéfico do uso da bleomicina, confirmado através da evolução clínica das lesões. A pesquisa foi realizada em 15 pacientes tratados no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho - Universidade Federal do Rio de Janeiro, entre fevereiro de 1998 e março de 2000.

Palavras-chave: Quelóides; bleomicina; cicatrização

 

ABSTRACT

Keloidal scars may be clinically and/or surgically treated; howeven drugs or surqical procedures do not prevent or cure these scars. The author used intralesional injections of bleomycin as a new treatment. The histopathological examination peiformed before and after infiltrations demonstrates the beneficial effect of bleomycin, confirmed by the clinical progression of the lesions. The study was carried out with 15 patients treated at the Plastic Surgery Service of Clementino Fraga Filho Teaching Hospital - Universidade Federal do Rio de Janeiro, from February 1998 to March 2000.

Keywords: Keloids; bleomycin; healing

 

Patrocinadores

Indexadores