ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Artigo Anterior Próximo Artigo

33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica - Ano 2018 - Volume 33 - (Suppl.2)

http://www.dx.doi.org/10.5935/2177-1235.2018RBCP0109

RESUMO

Introdução: Ao longo da evolução dos implantes, fabricantes de implantes mamários lançaram diferentes formatos dos mesmos, o que trouxe uma divergência de opinião sobre suas indicações entre os cirurgiões plásticos.
Objetivo: Comparar o resultado estético entre a inclusão de implantes de formato "Silimed natural®" (base redonda e frente anatômica) ou redondo em mamoplastias de aumento.
Método: Estudo retrospectivo duplo cego, o qual avaliou 14 pacientes submetidas à mamoplastia de aumento entre 2011 e 2016. As pacientes selecionadas têm idades entre 20 a 40 anos, Índice de Massa Corporal de 18 a 23 e mamas classificadas como hipomastia moderada ou severa.
Resultados: A taxa de concordância entre cirurgiões plásticos na avaliação de implantes Silimed natural® foi de 76,2% (77 de 101) e para implantes redondos foi de 64,8% (116 de 179) (p<0,047).
Conclusão: A utilização de implantes anatômicos (Silimed natural®) pode conferir um formato mais natural quando indicados a pacientes com hipomastia moderada a severa e se utilizado o plano subglandular.

Palavras-chave: Mamoplastia; Implantes de mama; Mama; Estética.

ABSTRACT

Introduction: Throughout implants evolution, breast implants manufacturers have launched different formats of implants, which has led to a divergence of opinion among plastic surgeons about their indications.
Objective: To compare the aesthetic result between the inclusion of "Silimed natural®" (round base and anatomical front) or round implants in breast augmentation mammoplasty.
Methods: Double blind retrospective study, which evaluated 14 patients undergoing breast augmentation between 2011 and 2016. Patients selected were between 20 and 40 years of age, BMI 18 to 23 and breasts classified as moderate or severe hypomastia.
Results: Agreement rate among plastic surgeons on Silimed natural® implants evaluation was 76.2% (77 of 101) and for round implants it was 64.8% (116 of 179) (p<0.047).
Conclusion: The use of anatomical implants (Silimed natural®) can give a more natural shape when indicated to patients with moderate to severe hypomastia and if used in the subglandular plane.

Keywords: Mammaplasty; Breast implants; Breast; Esthetics.


INTRODUÇÃO

Ao longo da evolução dos implantes, fabricantes de implantes mamários lançaram diferentes formatos dos mesmos, o que trouxe uma divergência de opinião e dúvidas sobre suas indicações, entre os cirurgiões plásticos. O ponto mais crítico deu-se entre os redondos e anatômicos (entenda-se por anatômico o formato “Natural Silimed®” - base redonda e frente anatômica) na busca de um resultado próximo à mama natural.

Atualmente, existe uma divergência entre os cirurgiões plásticos sobre o resultado que se obteria com implantes anatômicos, se produzem ou não resultados mais naturais ou se, por outro lado, os implantes redondos se comportariam de forma a deixar a mama com formato de “bola”.

OBJETIVO

Comparar o resultado estético entre a inclusão de implantes de formato anatômico “Natural” (redondo atrás e anatômico na frente) (Figura 1) e implante redondo (Figura 2) em mamoplastias de aumento.

Figura 1 - Paciente de 24 anos, realizada inclusão de implante redondo de 300cc.

Figura 2 - Paciente de 25 anos, realizada inclusão de implante anatômico de 300cc.

MÉTODO

Estudo retrospectivo duplo cego, o qual avaliou 14 pacientes submetidas à mamoplastia de aumento entre 2011 e 2016. As pacientes selecionadas têm idade entre 20 a 40 anos, Índice de Massa Corporal de 18 a 23 e mamas classificadas como hipomastia moderada ou severa. Os procedimentos cirúrgicos foram realizados pela mesma cirurgiã, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e a via de acesso foi realizada pelo sulco inframamário, com confecção de loja no plano subglandular.

Os implantes redondos utilizados foram Silimed Maximum® com perfil super alto de gel coesivo1, com volume variando de 300 cc a 325cc. Os implantes anatômicos utilizados foram da marca Silimed Natural® de gel coesivo2, com altura média e projeção alta, com volume variando de 300 a 325cc. As pacientes do estudo foram avaliadas por 20 cirurgiões plásticos e 20 leigos por meio da projeção de fotos do pré-operatório e pós-operatório de um ano ou mais, na incidência frontal, perfil e oblíquas.

RESULTADOS

No total de 560 avaliações, observou-se uma taxa de concordância global de 64,1% (359 de 560). A taxa de concordância observada para implantes redondos foi de 74,6% (IC 95%, 45,03 a 51,65); enquanto que, para implantes de forma anatômica, foi de 53,5% (150 de 280) (IC 95%, 49,01 a 55,65). A diferença de proporção de classificações corretas entre implantes redondos e anatômicos é de 21,1% (Figura 3).

Figura 3 - Percentual de respostas corretas entre implantes anatômicos e redondos, respostas dos cirurgiões, leigos e total.

O índice geral de concordância para cirurgiões plásticos foi de 68,9% (193 de 280); para leigos foi 59,2% (166 de 280). A diferença da porcentagem de correlação correto entre cirurgiões e enfermeiros foi de 9,7%.

Já a taxa de concordância entre cirurgiões os plásticos na avaliação de implantes anatômicos foi de 76,2% (77 de 101) (IC 95% de 59,9 a 68,8) e para implantes redondos foi de 64,8% (116 de 179) (IC 95% de 84,3 a 86,9) (p<0,047).

A correta correlação entre os leigos para implantes anatômicos foi de 62,3% (73 de 117) e para implantes redondos de 60,7% (93 de 153) (p>0,05).

Na opinião dos cirurgiões plásticos, 63,6% (89 de 140) das avaliações sobre o aspecto dos implantes “Natural®” foram naturais (p>0,05). Já entre os leigos somente em 37,8% (57 de 140) acharam naturais.

DISCUSSÃO

Neste estudo, observamos duas situações. Na primeira análise: para implantes de menor volume e tecido mamário prévio considerado de 200 ml ou mais, o formato do implante não demostrou ter alteração significativa na forma final da mama, pois o tecido glandular encobrindo o implante redondo mimetiza um implante “anatômico”, evitando assim um polo superior marcado pelo contorno do implante redondo.

Outra análise observada foi que para mamas de tecido mamário reduzido, hipotrofia mamária, ou volume mamário até aproximadamente 200 ml ou uso de implantes de maior volume, o formato do implante trouxe uma mama com aspecto natural, evitando assim o polo superior marcado pelo contorno do implante.

CONCLUSÃO

A utilização de implantes “Natural Silimed®” (base redonda e frente anatômica) pôde conferir um formato mais “natural” quando indicados a pacientes com hipomastia moderada a severa e se utilizado o plano subglandular. Já para pacientes com mamas pequenas mas com tecido glandular superior a 200ml, o formato do implante até 325cc torna um aspecto “natural” das mamas mesmo com o implante redondo.

REFERÊNCIAS

1. Bronz G. A comparison of naturally shaped and round implants. Aesthet Surg J. 2002;22(3):238-46. DOI: http://dx.doi.org/10.1067/maj.2002.124759

2. Niechajev I. Mammary augmentation by cohesive silicone gel implants with anatomic shape: technical considerations. Aesthetic Plast Surg. 2001;25(6):397-403. DOI: http://dx.doi.org/10.1007/s00266-001-0012-3











1. Hospital Stella Maris, Serviço de Cirurgia Plástica Prof. Dr. Oswaldo de Castro, Guarulhos, SP, Brasil.

Endereço Autor: Cleber Antônio Nogueira Santos Junior
Praça Santa Terezinha, nº 20 - Vila Azevedo
São Paulo, SP, Brasil CEP 03070-000
E-mail: clebers_jr@hotmail.com

 

Artigo Anterior Voltar ao Topo Próximo Artigo

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons