ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 14 from 14 result(s)

Search for : Rhytidoplasty; Facial Surgery; Hematoma

Perioperative systematization for the prevention of hematomas following face-lift procedures: a personal approach based on 1,138 surgical cases

TICIANO CESAR TEIXEIRA CLÓ; WALTER FERRAZ FLÁVIO; CARLOS EDUARDO GUIMARÃES LEÃO; FELIPE XAVIER CLÓ; LEONARDO MOURÃO LACERDA; LUIZA RAMOS LEÃO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):02-09 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Hematoma, the most frequent complication of face-lift procedures, may require a second surgical approach, which delays patient recovery. In the literature, its incidence ranges from 0.2% to 8%, and further studies are essential to standardize preventive measures. The objective is to present a proposal of perioperative systematization for effectively prevention of hematoma formation after rhytidectomies.
Methods: We analyzed the medical records of 594 patients who underwent operation by the author between 2011 and 2018 to compare the incidence of hematomas before and after the systematization implemented in 2015.
Results: From July 2011 to December 2014, before the adoption of the systematization, the incidence of hematomas was 3.43% in 233 cases. After its adoption, the incidence decreased to 1.66% in 361 cases. The last 177 consecutive cases did not have this complication.
Conclusion: We observed a significant reduction in the incidence of hematomas following rhytidectomy after the use of the proposed standardization. None of the measures would be effective alone; thus, their combined adoption is essential in preventing this serious complication.

Keywords: Keywords: Rhytidectomy; Hematoma; Protocols; Postoperative complications.

 

RESUMO

Introdução: O hematoma, complicação mais frequente do face-lift, pode exigir reabordagem cirúrgica e atrasar a recuperação do paciente. Na literatura, sua incidência varia entre 0,2 e 8%, sendo fundamentais novos estudos para padronização das medidas de prevenção. O objetivo é apresentar uma proposta de sistematização perioperatória que previna eficientemente a formação de hematomas em ritidoplastias.
Métodos: Foram analisados 594 prontuários de pacientes operados pelo autor entre os anos de 2011 a 2018 a fim de se comparar as incidências de hematomas anteriores e posteriores à sistematização implementada no ano de 2015.
Resultados: De julho de 2011 a dezembro de 2014, antes da adoção da sistematização, houve uma incidência de hematomas de 3,43% em 233 casos. Após sua adoção, houve uma queda para 1,66% em 361 casos realizados. Os últimos 177 casos consecutivos não apresentaram a complicação.
Conclusão: Observamos redução expressiva da incidência de hematomas pósritidoplastias após o uso da padronização proposta. Nenhuma das medidas adotadas seria eficiente isoladamente, sendo o conjunto essencial na prevenção desta grave complicação.

Palavras-chave: Ritidoplastia; Hematoma; Protocolos; Complicações pós-operatórias

 

Diagnóstico de hematoma após nove anos de reconstrução mamária com imagem sugestiva de linfoma anaplásico de grandes células: relato de caso

CAMILA CAMARGOS BIZZOTTO AMORIM; MARCELO VERSIANI TAVARES
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):07-09 - Supplement Symposium Miner of Intercurrences 13th SYMPOSIUM - 2019

PDF Portuguese

RESUMO

Relato de caso da paciente G.P.N., 80 anos, submetida a mastectomia em mama direita com reconstrução mamária com prótese texturizada há nove anos. Após oito anos do procedimento cirúrgico evoluiu com crescimento da mama direita, sem queixas de dor ou relato de trauma local. Realizada ressonância nuclear magnética (RNM), que evidenciou sinais sugestivos de linfoma anaplásico de grandes células (ALCL). Submetida a procedimento cirúrgico no dia 31/08/2018 que evidenciou hematoma tardio em mama direita.

Palavras-chave: Reconstrução de mama; Complicações; Hematoma; Linfoma anaplásico de grandes células; Câncer de mama

 

Ronaldo Pontes block abdominoplasty technique

Leonardo Xavier Braga; Arthur Casolari Araújo Mansur David; Ricardo Ariel Kam; Rafael De Olivera Lopes; Gisela Hobson Pontes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(4):452-457 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Abdominoplasty involves not only aesthetic characteristics but abdominal wall structural reconstruction. This study aimed to illustrate the authors' experience with abdominoplasty, focusing on the scar's aesthetic results and the evolution of application of the block resection technique of Professor Ronaldo Pontes (RP).
Methods: The study included a series of retrospective cases of 124 patients treated between March 2014 and March 2017 who underwent RP block abdominoplasty.
Results: In our studies, a minimal incidence of complications and a small number of healing alterations were noted with the RP block technique compared to those found in the literature.
Conclusion: A técnica descrita e suas variantes atendem a necessidade de diversos tipos de casos e garantem cirurgias seguras e eficazes, com resultados muito satisfatórios, sendo uma técnica reprodutível.

Keywords: Abdominoplasty; Seroma; Hematoma; Hypertrophic scar; Keloid.

 

RESUMO

Introdução: Abdominoplastia é um procedimento não apenas com características estéticas, mas também de reconstrução estrutural da parede abdominal. O objetivo do trabalho é mostrar a experiência dos autores em abdominoplastias, enfocando nos resultados estéticos da cicatriz e a evolução destes pacientes, aplicando as técnicas de ressecção em bloco do Professor Ronaldo Pontes (RP).
Métodos: O estudo foi uma série retrospectiva de casos de 124 pacientes, entre março de 2014 a março de 2017, submetidos à abdominoplastia em bloco pela técnica RP.
Resultados: Na nossa casuística, demonstrou-se uma mínima incidência de complicações encontradas com a técnica em Bloco RP, em comparação às encontradas na literatura, e, também, demonstrou um número pífio de casos de alterações na cicatrização.
Conclusão: A técnica descrita e suas variantes atendem a necessidade de diversos tipos de casos e garantem cirurgias seguras e eficazes, com resultados muito satisfatórios, sendo uma técnica reprodutível.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Seroma; Hematoma; Cicatriz hipertrófica; Queloide

 

Hemostatic net: an alternative for the prevention of hematoma in rhytidoplasty

André Auersvald; Luiz Augusto Auersvald; Maria de Lourdes Pessole Biondo-Simões
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(1):22-30 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Hematoma is the most common postoperative complication of rhytidoplasty. Its occurrence increases morbidity and impairs recovery. Internal sutures to close detached areas are used in abdominoplasty to prevent seromas. Taking this into account and in order to reduce the number of patients with hematomas post rhytidoplasty, we have developed a similar surgical procedure in which a hemostatic net is made of continuous nylon 4-0 transfixing stitches to include the skin and the superficial musculoaponeurotic system-platysma. METHODS: A total of 366 patients who underwent rhytidoplasty of at least the middle third of the face between July 2009 and September 2011 were included in the study. Group A was identified as the control group; it included the first 120 patients assessed retrospectively. The remaining 246 patients, who underwent the surgical procedure here proposed and who were evaluated prospectively formed group B. We observed the incidence of hematoma, ischemia, and necrosis in the first 72 postoperative hours. RESULTS: In group A, 17 (14.2%) patients developed hematomas, whereas none occurred in group B. The surgical procedure did not significantly increase the occurrence of ischemia: 11 (9.2%) patients in group A and 16 (6.5%) in group B had this complication (P < 0.3964). There was also no significant increase in the incidence of necrosis, which was observed in 3 (2.5%) patients in group A and 4 (1.6%) in group B (P < 0.4298). CONCLUSIONS: The hemostatic net is an efficient method for the prevention of early hematomas following rhytidoplasty. This surgical procedure did not result in a significant increase in the incidence of ischemia and necrosis.

Keywords: Hematoma. Rhytidoplasty. Face. Necrosis. Ischemia.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Hematoma é a complicação pós-operatória mais frequente em ritidoplastia. Sua ocorrência aumenta a morbidade e prejudica a recuperação. Pontos de adesão internos para fechamento das áreas descoladas em abdominoplastias evitam o surgimento de seroma. Baseados neste princípio, e com o objetivo de reduzir o número de pacientes com hematomas em ritidoplastia, foi desenvolvida tática cirúrgica análoga em que se confecciona uma rede hemostática de pontos contínuos e transfixantes de náilon 4-0, englobando a pele e o SMAS-platisma. MÉTODO: Foram incluídos no estudo 366 pacientes consecutivos, submetidos a ritidoplastia de pelo menos o terço médio da face, entre julho de 2009 e setembro de 2011. O grupo A, incluindo os primeiros 120 pacientes avaliados retrospectivamente, foi considerado controle. O grupo B foi constituído pelos demais 246 pacientes, operados com a tática cirúrgica proposta e avaliados prospectivamente. Observaram-se as incidências de hematoma, isquemia e necrose nas primeiras 72 horas de pós-operatório. RESULTADOS: No grupo A, 17 (14,2%) pacientes apresentaram hematoma, enquanto no grupo B não houve nenhum caso. A tática cirúrgica não aumentou significativamente a ocorrência de isquemia: 11 (9,2%) pacientes no grupo A e 16 (6,5%) no grupo B tiveram essa complicação (P < 0,3964). Também não houve alteração significativa na incidência de necrose, complicação observada em 3 (2,5%) pacientes do grupo A e em 4 (1,6%) do grupo B (P < 0,4298). CONCLUSÕES: A rede hemostática é método eficaz na prevenção de hematomas precoces em ritidoplastias. Essa tática cirúrgica não levou a aumento significativo da incidência de isquemia e necrose.

Palavras-chave: Hematoma. Ritidoplastia. Face. Necrose. Isquemia.

 

Endoscopically assisted rhytidoplasty of the lower third of the face: the videoendoscopic corset

Ronaldo Righesso; Eduardo Mainieri Chem; Rafael Netto; Anna Luiza Melo Martins; Niandra Sartori
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(3):328-336 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: In contemporary facial surgery, the focus of controversy has shifted from superficial muscular aponeurotic system approaches, to methods by which to improve the neck contour. Larger detachments, such as those resulting from the use of submental access, can provide better outcomes. However, the associated potential for increased complication rates, particularly hematomas, discourages the practice of such detachments. In order to minimize these risks, we propose the use of videoendoscopic assistance during cervicoplasty procedures, such as Feldman's method. The adjustments required to carry out this procedure are described in this study. METHOD: This retrospective study included 16 patients, who were sequentially submitted to a surgical procedure in the preceding 12 months, using the technique described above. The results were scored by the main author (RR) and 3 independent plastics surgeons (EC, RN, AM), who were unaware of the details of the technique used. Preoperative and 6-month postoperative photographs were evaluated and scored according to the parameters defined by Ellenbogen and Karlin, with values ranging from 0-10 subsequently applied to the grading system of Labbé. RESULTS: The group average postoperative score was 8.29, the optimal grade according to the scale of Labbé. An optimal outcome (8-10 points) was reached in 10 cases (62.5%); a good outcome (6-7 points) was reached in 5 cases (31.25%); a score below 6, rated as average, occurred in only one case (6.25%). There was no occurrence of hematomas, skin adhesions or recurrent platysmal bands. CONCLUSION: The proposed technique appears to provide satisfactory results without increasing the rate of complications. Moreover, use of the technique was associated with less extended submental scar, in addition to improving the direct view of the structures manipulated for all members of the surgical team.

Keywords: Rhytidoplasty/Methods; Face/Surgery; Hematoma/Prevention and Control.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Após um período em que a controvérsia em cirurgias faciais teve como foco a abordagem ao SMAS, atualmente se persegue a melhora do contorno cervical. Descolamentos maiores, como os praticados pelo acesso submentoniano, podem aprimorar os resultados, entretanto acarretam aumento das complicações, sobretudo de hematomas, desencorajando seu emprego. No intuito de minimizar estes riscos, propõe-se o uso adjuvante do videoendoscópio durante a realização de cervicoplastias, segundo a Técnica de Feldman. As adaptações necessárias para a realização do procedimento são detalhadas. MÉTODO: Estudo retrospectivo de 16 pacientes submetidos a procedimento cirúrgico nos últimos 12 meses, sequencialmente, de acordo com a técnica apresentada. Os resultados foram graduados pelo autor principal (RR) e por três cirurgiões plásticos independentes (EC, RN, AM), sem que estes conhecessem detalhes da técnica empregada. Os fotogramas pré e pós-operatórios de seis meses foram avaliados e pontuados conforme os parâmetros definidos por Ellenbogen & Karlin, gerando notas 'de 0 a 10', que foram aplicadas à Grade de Labbé. RESULTADOS: A média geral do grupo foi 8,29, escore ótimo, segundo a Escala de Labbé. Em dez casos (62,5%), atingiu-se resultado ótimo (8-10 pontos); cinco casos (31,25%), bom (6-7 pontos), e apenas um caso (6,25%), escore abaixo de 6 pontos, classificado como mediano. Não houve ocorrência de hematomas, aderências cutâneas ou recidiva das bandas platismais. CONCLUSÃO: A técnica apresentada parece propiciar resultados adequados, sem aumento das complicações. Adicionalmente, possibilita uma cicatriz submentoniana de menor extensão, além da visualização magnificada e direta de todas as estruturas abordadas, por todos os membros da equipe.

Palavras-chave: Ritidoplastia/métodos; Face/cirurgia; Hematoma/prevenção & controle.

 

Late hematoma after breast reconstruction with a silicone prosthesis

Diogo Franco, João Medeiros, Valéria Destefani, Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(4):227-230 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The case of a patient who underwent subcutaneous mastectomy followed by implantation of silicone prosthesis and developed a large intracapsular hematoma, 10 years later, requiring surgery is reported. Additional findings and surgical approach are discussed and compared to those described in the literature. The conclusions are that this is a rare condition and etiological factors are yet to be determined. However, proper diagnosis and treatment can prevent major sequelae.

Keywords: Breast implantation, adverse effects. Hematoma, surgery. Breast, surgery. Mammaplasty

 

RESUMO

Relato de caso de paciente submetida a mastectomia subcutânea, seguida de reconstrução com prótese de silicone que, 10 anos após, apresentou volumoso hematoma intracapsular, necessitando intervenção cirúrgica. Os achados complementares e a cirurgia são discutidos e comparados aos descritos na literatura. Conclui-se que se trata de situação rara e que ainda não há definição quanto aos fatores etiológicos. Contudo, com adequado diagnóstico e tratamento, não determina seqüelas importantes.

Palavras-chave: Implante mamário, efeitos adversos. Hematoma, cirurgia. Mama, cirurgia. Mamoplastia

 

Incidence of Hematoma and Seroma in Abdominoplasty with and without the Use of Drains

Márcio Vinicius Nurkim, Letícia B. de Mendonça, Pedro Alexandre da Motta Martins, Jefferson Luis Braga da Silva, Pedro D. E. Martins
Rev. Bras. Cir. Plást. 2002;17(1):69-74 - Articles

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Based on the experience with 69 patients submitted to abdominoplasty, the authors compare the use of capillary tubes, suction drains and not using drains in the postoperative period as to the effictiveness in preventing hematomas and seromas under the abdominal flap. They also study the association of these fluid collections with known risk factors. They describe the indications and surgical technique employed in their cases and compare results obtained with data available in literature.

Keywords: Abdominoplasty; dermolipectomy; hematoma; seroma; drains

 

RESUMO

Os autores, baseados na experiência de 69 pacientes submetidos a abdominoplastia, comparam a utilização de dreno de capilaridade, de sucção e a não utilização de drenos no pós-operatório quanto à eficácia na prevenção da formação de hematomas e seromas sob o retalho abdominal, bem como estudam a associação dessas coleções com fatores de risco conhecidos. Descrevem as indicações e técnica cirúrgica empregadas em sua casuística e comparam seus resultados com dados presentes na literatura.

Palavras-chave: Abdominoplastia; dermolipectomia; hematoma; seroma; drenos

 

Temporary hemostatic traction (THT) in rhytidoplasty

João Francisco do Valle Pereira; Conrado Luiz Pais D'Avila; Felipe Nascimento Mateus
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(2):216-220 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: To slow the aging process, facial contouring surgery was developed as a rejuvenating technique, and is constantly improving, as are the results. However, as with any surgical procedure, complications are possible, the main one being hematoma. Dissatisfied with the prospect of hematoma and the use of drains, and with a goal of lower costs, the authors felt the need to develop a new surgical procedure, temporary hemostatic traction (THT). METHODS: Sixty-four rhytidoplasties, all performed at the Valle Pereira Clinic (Florianópolis, SC, Brazil) from May 2012 to January 2013, were included in this study. All patients underwent the new THT procedure. RESULTS: Only two patients developed epidermolysis with optimal evolution following THT, and one developed generalized facial edema. There were no instances of hematoma at any of the postoperative stages. CONCLUSIONS: This new surgical technique avoids the use of drains and decreases dead space, thereby improving flap adhesion, and decreases hematoma, seroma, and postoperative edema; it also decreases tension on the incision, hence improving the results of rhytidoplasty.

Keywords: Rhytidoplasty; Facial Surgery; Hematoma.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Na tentativa de desacelerar o processo de envelhecimento, as cirurgias de contorno facial foram estabelecendo-se como técnicas rejuvenescedoras, sendo constantemente aprimoradas, assim como os resultados. Porém, como qualquer procedimento cirúrgico, há a possibilidade de intercorrências e a principal complicação delas é o hematoma. Descontentes com a presença desta complicação, com o uso de drenos e visando menor custo, os autores viram a necessidade de desenvolver uma nova tática cirúrgica chamada tração hemostática temporária - THT. MÉTODOS: Foram incluídas neste estudo todas as ritidoplastias realizadas na Clínica Valle Pereira (Florianópolis, SC), no período compreendido entre maio de 2012 e janeiro de 2013, totalizando 64 pacientes. Todos foram submetidos à nova tática cirúrgica chamada tração hemostatica temporária. RESULTADOS: Apenas 2 pacientes apresentaram epidermólise com ótima evolução sob a THT, e 1 caso de edema facial generalizado. Não houve caso com hematoma, em qualquer período pós-operatório. CONCLUSÕES: esta nova tática cirúrgica evita o uso de drenos, diminui o espaço morto aumentando a adesão do retalho descolado e, consequentemente, diminui a presença de hematoma, seroma e edema pós-operatório, assim como diminui a tensão cicatricial na incisão da pele, visando aprimorar os resultados das ritidoplastias.

Palavras-chave: Ritidoplastia; Face/Cirurgia; Hematoma.

 

Treatment of Abdominal Deformity Nahas Type II Through the Inframammary Incision Associated with the Flap Fixation Through the Auesrvald Net

PAULO EDUARDO MACEDO CARUSO; MIGUEL ENRIQUE RIVERA GOMEZ; JOSÉ HENRIQUE GUIMARÃES FLORIANI; MARCELO LOPES DIAS KOLLING; ADRIANA ELNECAVE HERSCOVITZ; MARCOS RICARDO DE OLIVEIRA JAEGER
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):24-26 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Diastasis of the rectus muscles is a major complaint. In abdomens with smaller flaccidity the infraumbilical approach may even become unnecessary. We demonstrate the use of the hemostatic net of Auersvald for fixation cutaneous flap in the reverse approach for the correction of diastasis of the rectus muscles.
Case: ANF, 34 years old, without comorbidities, BMI 20.7, two pregnancies, complaining of bulging of the supraumbilical region and ptosis of the breasts. The proposed surgery was mastopexy with placement of the implants in the partial submuscular plane, associated with diastasis correction by reverse approach. We perform continuous suture with 3-0 transdermal Mononylon thread throughout the detachable flap extension. The transfixing suture was removed 48 hours after the procedure.
Discussion: We proposed a variation of the reverse approach and use of the transcutaneous fixation suture that allowed the fixation of the cutaneous flap to the region where the diastasis of the rectus muscles was corrected.

Keywords: Abdominoplasty; Breast implants; Seroma; Hematoma; Rectus abdominis

 

RESUMO

Introdução: A diástase dos músculos retos abdominais é motivo de grande queixa. Em abdomes com flacidez menor, a abordagem infraumbilical pode mesmo tornar-se desnecessária. Demonstramos a utilização da rede hemostática de Auersvald para fixação do retalho cutâneo na abordagem reversa para a correção da diástase dos retos abdominais.
Caso: ANF, 34 anos, sem comorbidades, IMC 20,7, duas gestações prévias, com queixa de abaulamento da região supraumbilical e ptose das mamas. A cirurgia proposta foi a mastopexia com colocação dos implantes no plano submuscular parcial, associada à correção da diástase dos músculos retos abdominais por abordagem reversa. Realizamos sutura contínua com fio Mononylon 3-0 transdérmico em toda a extensão descolada do retalho. A sutura transfixante foi removida 48 horas após o procedimento.
Discussão: Propusemos uma variação da abordagem reversa e utilização da sutura de fixação transcutânea que permitiu a fixação do retalho cutâneo à região da correção da diástase dos músculos retos.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Mamoplastia; Seroma; Hematoma; Implante mamário; Parede abdominal

 

Adhesion stitches in rhytidoplasty: a comparative study

Marco Willians Baena Destro; Cristina Destro; Ricardo Baroudi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(1):55-58 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Hematomas are one of the most frequent complications in the immediate postoperative period following rhytidoplasty. In the present study, we aimed to assess the efficacy of using adhesion stitches to prevent the development of hematomas following rhytidoplasty. METHODS: We performed a retrospective assessment of 2 groups of 88 patients who underwent rhytidoplasty. Adhesion stitches were applied to all patients in group 2, but not to those in group 1. RESULTS: Five patients (5.7%) in group 1 developed massive hematomas that were treated surgically and 12 patients (13.6%) developed small hematomas that were resolved by local puncture. The patients in group 2 did not develop any hematoma that required surgical evacuation. Five patients (5.68%) developed small hematomas that were resolved by local puncture and 4 patients (4.54%) developed seromas. CONCLUSIONS: During rhytidoplasty, the bilateral application of 12-15 adhesion stitches in the dissected areas prevented the development of hematomas that required surgical evacuation, thus improving postoperative recovery.

Keywords: Rhytidoplasty/methods. Face/surgery. Hematoma/prevention & control.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os hematomas constituem uma das complicações mais frequentes no pós-operatório imediato de ritidoplastias. O objetivo deste estudo é avaliar a eficácia do emprego de pontos de adesão na prevenção de hematomas em ritidoplastias. MÉTODO: Foram avaliados, retrospectivamente, 2 grupos constituídos por 88 pacientes submetidos a ritidoplastia. Os pacientes do grupo 1 não receberam pontos de adesão, que foram aplicados em todos os pacientes do grupo 2. RESULTADOS: No grupo 1, foram observados 5 (5,7%) hematomas extensos, que foram tratados cirurgicamente, e 12 (13,6%) hematomas de pequeno porte, solucionados com punção local. No grupo 2, não foi verificado nenhum hematoma que necessitasse limpeza cirúrgica. Foram observados 5 (5,68%) casos com pequenas coleções hemáticas, solucionados com punção local, e 4 (4,54%) seromas. CONCLUSÕES: Durante ritidoplastias, a aplicação de 12 a 15 pontos de adesão nas áreas dissecadas, bilateralmente, proporcionou melhor recuperação no período pós-operatório, com ausência de hematomas que exigissem limpeza cirúrgica.

Palavras-chave: Ritidoplastia/métodos. Face/cirurgia. Hematoma/prevenção & controle.

 

Hematoma expansivo tardio após ritidoplastia

ANDREIA SOUTO DA MOTTA; CAMILA MATOS VERSIANI; LILIANE CARVALHO JAMIL; PAULA PIMENTEL LEITE ROCHA; HENRIQUE BELETABLE FONSECA; AUGUSTO CÉSAR DE MELO ALMEIDA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):73-74 - Supplement Symposium Miner of Intercurrences 12th SYMPOSIUM - 2018

PDF Portuguese

RESUMO

A ritidoplastia, ou cirurgia do rejuvenescimento facial, tem se tornado uma das cirurgias plásticas estéticas mais procuradas em todo o mundo e, como qualquer outra cirurgia, apresenta riscos de complicações. O hematoma pós-operatorio, a complicação mais comum, tende a se apresentar precocemente, mas em alguns casos ocorrem dias após o procedimento. Podem ocorrer de forma leve, com pequenas coleções, ou podem se desenvolver com sangramentos ativos volumosos, classificados como hematomas expansivos. Apresentamos o caso de uma paciente submetida à ritidoplastia completa, evoluindo tardiamente com hematoma cervicofacial levando a instabilidade hemodinâmica e comprometimento de via aérea.

Palavras-chave: Ritidoplastia; Hematoma; Facelift; Sangramento; Complicação

 

Hematoma after augmentation mammaplasty in a patient with von Willebrand's disease

Marco Willians Baena Destro; Áurea Regina Rodrigues; João Lúcio Rodrigues de Castro; Cristina Destro; Luiz Gustavo Capochin Romagnolo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):538-541 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

We present the case of a patient submitted to augmentation mammaplasty who developed 2 hematoma episodes as a result of von Willebrand's disease, which was not previously diagnosed. As a routine part of preoperative evaluation, the patient should always be tested for von Willebrand's disease. This disease affects 1-3% of the population and occurs twice as often as hemophilia. In our case, the patient recovered quite satisfactorily. Preventive and therapeutic approaches are discussed in this paper.

Keywords: von Willebrand diseases. Hematoma. Mammaplasty. Blood coagulation disorders. Coagulation protein disorders.

 

RESUMO

Os autores relatam o caso de uma paciente submetida a mamaplastia de aumento, não diagnosticada previamente como portadora de doença de von Willebrand, que teve dois episódios de hematoma no pós-operatório. Entre os distúrbios de coagulação, a doença de von Willebrand deve ser considerada na avaliação pré-operatória, pois afeta cerca de 1% a 3% da população, não é diagnosticada na maioria das pessoas, além de ser duas vezes mais frequente que a hemofilia. A paciente evoluiu bem no pós-operatório e medidas preventivas e terapêuticas são discutidas neste artigo.

Palavras-chave: Doenças de von Willebrand. Hematoma. Mamoplastia. Transtornos da coagulação sanguínea. Transtornos de proteínas de coagulação.

 

Postoperative Hematoma of Bichectomy: Case Report, Literature Review

LEANDRO RAFAEL SANTIAGO CEPEDA; CELTO PEDRO DALLA VECCHIA; DIEGO HUMBERTO MAURICIO OVALLE; CAIO PUNDEK GARCIA; FELIPE OLIVEIRA DUARTE; JORGE BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):93-95 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

The Bichat fat pad is an adipose structure that plays an important role in the facial aesthetics of people of all ages, from neonates to adults. In 1801, Bichat was the first to describe it as consisting of fat, but without realizing its function. Surgical removal of Bichat's fat pad has gained recent popularity, although it is considered a controversial procedure and the technique has not yet been standardized. A systematic review of the Online System of Search and Analysis of Medical Literature, via PubMed, Elsevier (via SCO-PUS) and Cochrane Library databases, with 490 related articles, was performed. After screening and manual review, the sample was reduced to 15 articles. Inclusion criteria were articles reporting anatomy and surgical removal. The treatment of hematoma in bichectomy can be conservative in most cases, except in the expansive hematoma.

Keywords: Bichat; Hematoma

 

RESUMO

A bola de Bichat é uma estrutura adiposa que desempenha um papel importante na estética facial de pessoas de todas as idades, desde neonatos até adultos. A remoção da bola de Bichat é uma cirurgia que tem ganhado recente popularidade, mesmo sendo considerado um procedimento controversial e cuja técnica ainda não tem sido padronizada. Relato de caso baseado na experiência da residencia médica. Realizada revisão sistemática na base de dados Análise da Literatura Médica e Sistema de Correção Online, via PubMed, Elsevier (via SCO-PUS) e Biblioteca Cochrane; encontrando 490 artigos relacionados. Quanto a triagem e revisão manual, a amostra foi reduzida a 15 artigos. Os critérios de inclusão foram artigos que relatavam a anatomia e remoção cirúrgica. Além disso, o relato de caso é baseado na revisão do prontuário e registros fotográficos. O tratamento do hematoma na cirurgia de bichectomia pode ser tratado conservadoramente na maioria dos casos, com exceção no hematoma expansivo.

Palavras-chave: Bochecha; Hematoma

 

Necrose extensa em face pós-ritidoplastia: relato de caso

TICIANO CÉSAR TEIXEIRA CLÓ; WALTER FERRAZ FLÁVIO; FELIPE XAVIER CLÓ
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):90-93 - Supplement Symposium Miner of Intercurrences 12th SYMPOSIUM - 2018

PDF Portuguese

RESUMO

Introdução: Necrose do retalho cutâneo representa uma importante complicação cirúrgica pós-ritidoplastia, de difícil tratamento e com possibilidade de graves deformidades.
Métodos: Por meio do relato de caso de ritidoplastia que evoluiu com grande necrose bilateral, objetiva-se discutir os diversos aspectos desta complicação pós-operatória.
Resultados: Homem de 62 anos, submetido a ritidoplastia, que apresentou grande hematoma expansivo bilateral tratado com drenagem cirúrgica. Evoluiu rapidamente com necrose bilateral pré-auricular do retalho cutâneo. Após tratamento conservador, houve completa retração e epitelização da ferida, seguido de correção cirúrgica das cicatrizes com ótimo resultado. Quando a necrose se instala rapidamente inviabilizando tentativas de melhora da perfusão local, as opções de tratamento tornam-se limitadas: desbridamentos que devem ser tardios e conservadores, cicatrização por segunda intenção e curativos diversos.
Conclusão: Mesmo em grandes necroses de face, é possível se obter ótimos resultados finais através de tratamento conservador e pouco intervencionista.

Palavras-chave: Face; Ritidoplastia; Hematoma; Necrose; Isquemia; Cirurgia plástica

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license