ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Artigo Anterior Próximo Artigo

Tórax e Tronco - Ano 2010 - Volume 25 - (3 Suppl.1)

INTRODUÇÃO

A gigantomastia é caracterizada pelo desenvolvimento anormal e rápido da glândula mamária em grandes proporções. Tradicionalmente apresenta duas formas: gravídica - manifesta-se na primeira gravidez ou após gestações normais; e virginal ou puberal - iniciase na puberdade e continua na vida adulta. Poucos trabalhos na literatura avaliam de forma objetiva os resultados estéticos em mamoplastia redutora. A ausência de critérios bem definidos para avaliação dos resultados atingidos dificulta significativamente a comparação de diferentes técnicas e grau de satisfação do paciente e cirurgião.


OBJETIVO

O presente estudo tem como objetivo avaliar, retrospectivamente, os resultados estéticos, em pacientes com gigantomastia, obtidos com a técnica de pedículo medial proposta por Silveira Neto submetidas à ressecção de tecido mamário acima de 1500g.


MATERIAL E MÉTODOS

No período entre 4 meses a 2 anos de pós-operatório, 25 pacientes submetidas à mamoplastia redutora de grandes volumes foram avaliadas retrospectivamente, por meio de documentação fotográfica, por três cirurgiões plásticos independentes. Os resultados estéticos foram analisados por meio de cinco critérios visuais proposto por Ferreira: aréola, volume, formato, simetria e cicatrizes. participaram da avaliação. Cada critério foi avaliado com nota de 0 a 2 pontos e a somatória dos pontos forneceu o resultado final: 0 a 4 insatisfatório, 5 a 6 parcialmente satisfatório e 7 a 10 satisfatório.


RESULTADOS

Nas avaliações realizadas pelos cirurgiões independentes, os itens volume e formato foram conceituados mais positivamente e os itens aréola e cicatriz mais negativamente, de acordo com a avaliação do índice Kappa. A média das notas atribuídas pelo cirurgião um foi 8,17, pelo cirurgião dois 7,35 e pelo cirurgião três 7,88. Houve correlação significativa entre as notas atribuídas pelos três cirurgiões de acordo com o coeficiente de correlação intraclasses e o índice Kappa. Pela avaliação de Ferreira não tivemos casos com resultados insatisfatórios. Em 15 avaliações, o resultado foi considerado parcialmente satisfatório e, em 60 avaliações, satisfatório. As complicações principais foram necrose parcial de aréola, hipopigmentação da aréola, cicatriz hipertrófica e assimetria.


CONCLUSÃO

A técnica do pedículo medial para tratamento de gigantomastia mostrou-se segura, reprodutível, com baixo índice de complicações e sem a ocorrência de resultados estéticos insatisfatórios na avaliação de três cirurgiões plásticos independentes com os critérios propostos por Ferreira em nosso meio.


Figura 1 - Pré e pós-operatório.

 

Artigo Anterior Voltar ao Topo Próximo Artigo

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons