ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 3 de 3 resultado(s)

Busca por : Marcelo Castro Marcal Pessoa

Mastopexia com implantes: uso sistemático dos retalhos de base inferior de Ribeiro

Marcelo Castro Marçal Pessoa; Affonso Junqueira Accorsi Jr.; Liacyr Ribeiro; Luis Fernando Moreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):333-342 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mastopexia tem sido muito discutida entre os especialistas nas últimas décadas. Mastopexia associada a implantes possibilita melhorar a projeção mamária e a correção da ptose. Vários autores relatam grande incidência de complicações, sendo a mais temida a extrusão dos implantes. O uso dos retalhos de base inferior de Ribeiro pode ser uma boa alternativa para aumentar a segurança do procedimento. MÉTODO: Foram analisados 25 casos consecutivos de mastopexia com implantes em T-invertido e uso de retalhos de base inferior de Ribeiro dos tipos I e III, operados entre 2008 e 2011. Os casos foram avaliados quanto a idade das pacientes, tipo de cirurgia, motivação, procedimento simples ou associado, tempo de seguimento, posição dos implantes, tipo de implante, tipo de retalho, e índice de complicações e de reoperações. RESULTADOS: A média de idade das pacientes foi de 39,5 anos, 92% das cirurgias foram por motivação estética, 72% das cirurgias foram primárias e 80%, associadas. Em 24% dos casos, as pacientes apresentavam ptose grau II e em 76%, grau III. O período de seguimento variou de 3 meses a 48 meses. Duas (8%) pacientes apresentaram pequenos sofrimentos na junção do T-invertido, tratados de maneira conservadora. Não foram obervadas complicações como seromas, hematomas, necroses do complexo areolopapilar, infecções, perda dos implantes, tampouco foram necessárias reoperações por resultados insatisfatórios. CONCLUSÕES: O uso sistemático dos retalhos de base inferior de Ribeiro pode auxiliar a aumentar a segurança do procedimento, permitindo a obtenção de bons resultados.

Palavras-chave: Mamoplastia. Implante mamário. Retalhos cirúrgicos. Mamoplastia/métodos. Mama/cirurgia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: In the last few decades, mastopexy has been a much discussed topic among plastic surgery specialists. Mastopexy associated with augmentation improves breast projection and ptosis correction. However, several authors have reported a high incidence of complications; the most feared being the extrusion of the implants. The use of Ribeiro's inferiorly-based flaps can be a good alternative to increase the safety of the procedure. METHODS: Twenty-five consecutive patients who underwent augmentation-associated mastopexy using the inverted-T technique and Ribeiro's type I and type III inferiorly-based flaps between 2008 and 2011 were analyzed. The cases were assessed with regard to patients' age, type of surgery, purpose of the surgery, simple or associated procedure, follow-up period, positioning of the implants, type of implants, type of flaps, rate of complications and rate of revision surgeries. RESULTS: The mean age of the patients was 39.5 years; 92% of the surgeries were performed for cosmetic reasons; 72% of the surgeries were primary procedures and 80% were associated procedures. In 24% of the cases, the patients exhibited grade II ptosis and 76% exhibited grade III ptosis. The follow-up period ranged from 3 months to 48 months. Two patients (8%) exhibited slight distress at the junction of the inverted-T, which was resolved with conservative treatment. No complications, such as seroma, hematoma, necrosis of the nipple-areola complex, infection, or implant loss, were observed. Moreover, no revision surgeries due to unsatisfactory results were necessary. CONCLUSION: The systematic use of Ribeiro's inferiorly-based flaps can help increase the safety of the procedure and yield good results.

Keywords: Mammaplasty. Breast implantation. Surgical flaps. Mammaplasty/methods. Breast/surgery.

 

Autonomização da cicatriz umbilical: técnica segura para abdominoplastias secundárias

Liacyr Ribeiro; Marcelo Castro Marcal Pessoa; Roberto Braga Rocha
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):488-495 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Nos procedimentos de lipominiabdominoplastia e midiabdominoplastia, usualmente, o umbigo é destacado de sua fixação aponeurótica, o que modifica o padrão vascular do umbigo. Em pacientes submetidos a esses procedimentos e candidatos a abdominoplastia clássica secundária, podem ocorrer alterações tróficas da cicatriz umbilical e, até mesmo, necroses. Utilizou-se a manobra de autonomização da cicatriz umbilical para evitar complicações tróficas do neoumbigo. Métodos: Foram submetidas ao processo de autonomização da cicatriz umbilical 3 pacientes candidatas a abdominoplastia clássica secundária, na clínica privada do autor principal. A técnica compreende uma incisão a 1 cm da cicatriz umbilical, desde a pele até o plano aponeurótico, de cada lado, com intervalo de 15 dias entre cada etapa, no total de dois tempos cirúrgicos. O processo como um todo leva 30 dias, antes da abdominoplastia clássica. Resultados: Não foram observadas alterações tróficas ou necroses da cicatriz umbilical nos casos submetidos ao processo de autonomização. Conclusões: Os resultados estéticos foram satisfatórios, o que atestou a efetividade do método.

Palavras-chave: Umbigo/cirurgia. Abdome/cirurgia. Necrose/cirurgia. Cirurgia plástica/métodos.

 

ABSTRACT

Background: In lipominiabdominoplasty and mid-abdominoplasty procedures, the umbilicus is usually undermined from its aponeurotic fixation; this modifies its normal vascular pattern. In patients undergoing these procedures and candidates for a secondary classic abdominoplasty, trophic changes, including necrosis, may occur in the umbilical scar. To avoid trophic complications in the neo-umbilicus, autonomization of the umbilical scar was carried out. Methods: Three candidates for a secondary classic abdominoplasty underwent the umbilicus autonomization process in the private clinic of the corresponding author. One incision, 1 cm from the umbilical scar, was performed from the skin to the aponeurotic plane on each side, with an interval of 15 days between the two surgical incisions. After the second incision, the patient waited for a further 15 days. Thus, the whole process took 30 days before classic abdominoplasty was performed. Results: No trophic alterations or necrosis in the umbilical scar were observed in these cases. Conclusions: The aesthetic results were satisfactory, indicating the effectiveness of this method.

Keywords: Umbilicus/surgery. Abdomen/surgery. Necrosis/surgery. Plastic surgery/methods.

 

Tratamento estético da columela nasal: columela oculta e columela pendente

Liacyr Ribeiro; Marcelo Castro Marçal pessoa; Renato Monteiro de Andrade
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):159-164 - Artigo Especial

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Os autores revelam, no presente trabalho, suas abordagens frente às alterações estéticas da columela nasal, mais observadas em sua prática clínica, a columela oculta e a columela pendente. Para a columela oculta os autores descrevem o uso de um retalho condro-mucopericondral do septo nasal como escolha preferencial. Para o tratamento da columela pendente os autores utilizam as abordagens, direta e indireta, descritas por Randall, nos casos leves a moderados, e para os casos mais acentuados utilizam uma associação de táticas além de uma modificação do que é descrito por Armstrong e Joseph. Suas opções de tratamento são confrontadas com o que há descrito na literatura da especialidade e seus resultados comparativos são apresentados.

Palavras-chave: Nariz Cirurgia; Rinoplastia Métodos; Columela Estética.

 

ABSTRACT

This study discusses approaches for aesthetic correction of nasal columellas, i.e. retracted and hanging columellas, most commonly observed in clinical practice. We describe a chondral-mucoperichondrial nasal septal flap and direct or indirect approaches described by Randall as our preferred procedures to correct retracted and mild to moderate hanging columella, respectively. A combination of procedures is used in more severe cases, in addition to modified Armstrong and Joseph's approaches. These treatment options are compared to other literature reports on this specialty.

Keywords: Nose Surgery; Rhinoplaty Methods; Columella Aesthetics.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons