ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 5 de 5 resultado(s)

Busca por : Daniela Francescato Veiga

Sexualidade após mamoplastia de aumento

Paulo Afonso Monteiro Pacheco Guimarães; Miguel Sabino Neto; Luiz Eduardo Felipe Abla; Daniela Francescato Veiga; Fabiana Claudino Lage; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):552-559 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mama é símbolo de feminilidade, maternidade e sexualidade. Mamoplastia de aumento é a segunda cirurgia estética mais realizada no Brasil, e está relacionada à melhora da imagem corporal, autoestima e qualidade de vida. Sexualidade é importante componente da qualidade de vida. O quociente sexual feminino (QS-F) é questionário desenvolvido e validado que avalia sexualidade, aplicado para avaliar o impacto do tratamento na saúde sexual. Consiste em 10 questões, que avaliam quatro domínios: desejo, excitação, conforto e satisfação sexual. O objetivo é avaliar a sexualidade após mamoplastia de aumento. MÉTODOS: 47 candidatas a aumento das mamas foram selecionadas, tratadas cirurgicamente, e responderam ao questionário QS-F no pré e no pós-operatório de 2, 4 e 18 meses. A técnica adotada foi semelhante para todas pacientes: incisão no sulco mamário, loja subglandular, implante redondo entre 260 e 325 mL. Foram formados os grupos: com ou sem relacionamento estável; e com ou sem estrias. RESULTADOS: 45 pacientes concluíram o estudo, com idade média de 26 anos. As complicações observadas foram: simastia (1), galactorreia (1), e estrias (10). Houve melhora significante entre o escore total do QS-F no pré e no pós-operatório de 4 (p = 0,001) e 18 meses (p = 0,001), relacionado ao significante aumento da pontuação dos domínios excitação (p < 0,001) e satisfação sexual (p = 0,001). Nas pacientes que apresentaram estrias não houve melhora significante da sexualidade (p = 0,627), ao contrário das que não apresentaram (p < 0,001). Não houve diferença significante na sexualidade entre o grupo com ou sem relacionamento estável. CONCLUSÃO: A sexualidade aumentou significantemente após mamoplastia de aumento.

Palavras-chave: Sexualidade; Mama; Mamoplastia; Qualidade de vida.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The breasts are symbol of femininity, motherhood and sexuality. Breast augmentation is the second most performed cosmetic surgery in Brazil, and it is related to improvement of body image, self-esteem and quality of life. Sexuality is a significant component of quality of life. The female sexual quotient questionnaire (FS-Q) was validated as an evaluation tool for sexuality, and it is used to evaluate the impact of many treatments for sexual health. The questionnaire entails 10 questions, which assess four domains of sexuality: sexual desire, sexual arousal, comfort and sexual satisfaction. To evaluate sexuality after breast augmentation. METHODS: We selected 47 patients with interest in breast enlargement. During treatment patients completed the FSQ questionnaire before and after 2, 4 and 18 months of the surgery. The surgical technique used was the same for all patients: inframammary incision, subglandular pocket, round implant, volume 260 to 325 mL. There were four groups: with or without stable relationship, and with or without striae. RESULTS: A total of 45 patients were considered for the study. Patients' mean age was 26 years. Complications observed were: symmastia (1), galactorrhea (1), and striae distensae(10). Significant improvement was observed between the total FSQ score at preoperative, 4 months (p = 0.001), and postoperative, 18 months (p = 0.001), and also related with the significant increase in arousal scores (p < 0.001), and sexual satisfaction (p = 0.001). Patients with striae did not show significant improvement in sexuality (p = 0.627), differently of patients without striae (p < 0.001). No significant difference in sexuality was seen between the group with or without stable relationship. CONCLUSION: Sexuality increases significantly after breast augmentation.

Keywords: Sexuality; Breast; Mammaplasty; Quality of life.

 

Qualidade de vida em pacientes submetidas à reconstrução de mama com retalho miocutâneo transverso do reto abdominal

João Carlos Rondelo; Marcello Di Martino; Tommy Mermerian; Daniela Francescato Veiga; Luiz Eduardo Felipe Abla; Luiz Henrique Gebrin; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):79-83 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução de mama visa melhorar a qualidade de vida das pacientes que se submeteram à mastectomia, e o uso do retalho miocutâneo transverso do abdome (TRAM) é uma opção valiosa. OBJETIVO: Avaliar a influência da reconstrução mamária tardia com o retalho TRAM na qualidade de vida das pacientes. MÉTODO: 30 pacientes com câncer de mama, mastectomizadas foram incluídas neste estudo transversal. 15 delas (Grupo Estudo - GE) foram submetidas à reconstrução mamária com retalho TRAM seis meses antes, e as outras 15 (Grupo Controle - GC) foram programadas para a operação. Para avaliar a qualidade de vida, foi utilizado a versão brasileira do Medical Outcomes Study 36-item Short-form Health SurveyQuestionnaire (SF-36). Os dados foram comparados estatisticamente. RESULTADOS: Em comparação com o GC, as pacientes do GE apresentaram melhores escores do SF-36 nos domínios: aspecto social (p<0.001), saúde mental (p=0.002) e estado geral de saúde (p=0.008). Nenhuma significância estatística foi alcançada para os outros domínios do SF-36. CONCLUSÃO: A reconstrução mamária tardia com retalho TRAM tem influência positiva na qualidade de vida das pacientes.

Palavras-chave: Qualidade de Vida; Retalhos Cirúrgicos; Mastectomia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Breast reconstruction is intended to improve the quality of life of patients who underwent mastectomy, and the use of the Transverse Rectus Abdominis Myocutaneous (TRAM) flap is a valuable option. OBJECTIVE: To assess the influence of delayed TRAM flap breast reconstruction on patient's quality of life. METHODS: 30 breast cancer patients who had undergone mastectomy were enrolled in this cross-sectional study. Fifty of them (Study Group - SG) had undergone delayed TRAM flap breast reconstruction six months before, and the other 15 (Control Group) were scheduled for the operation. To assess quality of life, the Brazilian version of the Medical Outcomes Study 36-item Short-form Health Survey (SF-36) was used. Data were statistically compared. RESULTS: Compared to CG, patients in SG had better quality of life scores for the SF-36 domains social aspect (p<0.001), mental health (p=0.002) and general health (p=0.008). No statistical significances were reached for the other SF-36 domains. CONCLUSION: The delayed TRAM flap breast reconstruction had a positive influence on patient's quality of life.

Keywords: Quality of Life; Surgical Flap; Mastectomy.

 

Qualidade dos ensaios clínicos aleatórios publicados por cirurgiões plásticos: seguimento de longo prazo

THIAGO BEZERRA MORAIS; DANIELA FRANCESCATO VEIGA; MIGUEL SABINO; LYDIA MASAKO FERREIRA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):86-93 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Em dois estudos prévios, avaliou-se a qualidade dos ensaios clínicos aleatórios (ECAs) com a participação de pelo menos um cirurgião plástico, em dois períodos: 1966 a 2003 e 2004 a 2008. O objetivo é avaliar a evolução da qualidade das publicações de ECAs por cirurgiões plásticos no período subsequente de cinco anos, de 2009 a 2013.
Métodos: ECAs publicados de 2009 a 2013, em língua inglesa, com a participação de pelo menos um cirurgião plástico, foram identificados por busca eletrônica e classificados quanto ao sigilo de alocação, por dois avaliadores independentes. Os estudos com sigilo de alocação adequado tiveram a qualidade avaliada por dois avaliadores, utilizando-se a Lista de Delphi e a Escala de Qualidade de Jadad.
Resultados: Dos 6.997 estudos identificados, 261 foram classificados quanto ao sigilo de alocação. Destes, 43 (16,47%) tinham sigilo de alocação adequado. Segundo a avaliação pela Lista de Delphi, houve melhora, em relação a 1966-2003, nos itens "características mais importantes do prognóstico" (p < 0,001), "uso de avaliador independente" (p = 0,0029) e "medidas de variabilidade e estimativa de pontos para a variável primária" (p = 0,0057); não houve diferença em relação a 2004-2008. Quanto à Escala de Qualidade de Jadad, houve um aumento dos escores em relação a 1996-2003 (p < 0,0004), mas também sem diferença significante em relação ao período 2004-2008.
Conclusão: Não houve diferença na qualidade das publicações de ECAs por cirurgiões plásticos no período de 2009 a 2013, em relação aos cinco anos anteriores (2004 a 2008). Entretanto, ambos os períodos apresentaram maior qualidade quando comparados ao período de 1966 a 2003.

Palavras-chave: Ensaios clínicos controlados aleatórios como assunto; Medicina baseada em evidências; Análise estatística; Distribuição aleatória; Cirurgia plástica

 

ABSTRACT

Introduction: In two previous studies, the quality of randomized clinical trials (RCTs) with the participation of at least one plastic surgeon was assessed in two periods: from 1966 to 2003 and from 2004 to 2008. The objective is to evaluate the evolution of the quality of RCTs published by plastic surgeons in the subsequent five-year period, from 2009 to 2013.
Methods: RCTs published from 2009 to 2013, in English, with the participation of at least one plastic surgeon, were identified by an electronic search and classified according to allocation concealment by two independent evaluators. The quality of the studies with adequate allocation concealment was evaluated by two evaluators using the Delphi List and the Jadad Scale.
Results: Of the 6,997 identified studies, 261 were classified according to allocation concealment. Of these, 43 (16.47%) had adequate allocation concealment. According to an assessment conducted using the Delphi List, there was an improvement in the items "most important characteristics of the prognosis" (p < 0.001), "use of an independent evaluator" (p = 0.0029), and "measures of variability and estimation of points for the primary variable" (p = 0.0057) compared to the 1966-2003 assessment ; there was no difference in the assessment of the same items from 2004-2008. Regarding the Jadad Scale, there was an increase in the scores from 2009 to 2013 compared to the 1996-2003 period (p < 0.0004); however, there was no significant difference in the 2004-2008 period.
Conclusion: There was no difference in the quality of the RCTs published by plastic surgeons in the 2009-2013 period compared to the previous five-year period (2004 to 2008). However, both periods indicated higher quality compared to the 1966-2003 period.

Keywords: Randomized controlled trials as a subject; Evidencebased medicine; Statistical analysis; Random distribution; Plastic surgery

 

Impacto da mamoplastia redutora na sexualidade feminina

Mayara Mytzi de Aquino Silva; Vanessa Contato Lopes Resende; Daniela Francescato Veiga; Maria José Brito; Miguel Sabino Neto; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3 Suppl.1):52 - Tórax e Tronco

PDF Português

Função sexual e depressão em mulheres submetidas à reconstrução mamária imediata após tratamento cirúrgico conservador do câncer mamário

Camila Sayuri Hayashi; Mauricéia Costa Lins de Medeiros; Daniela Francescato Veiga; Luiz Eduardo Abla, Miguel Sabino Neto; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3 Suppl.1):52 - Tórax e Tronco

PDF Português

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons