ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 2 de 2 resultado(s)

Busca por : ANDREA FERNANDES DE OLIVEIRA

Procedimentos no atendimento para queimaduras nas mãos na fase aguda

Andrea Fernandes de Oliveira; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(2):245-251 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mão representa 3% da superfície corporal total, porém seu envolvimento em trauma grave, como uma queimadura, pode levar a sequelas funcionais graves. O presente estudo descreve os procedimentos no atendimento de pacientes na fase aguda com queimaduras envolvendo as mãos. MÉTODOS: 122 pacientes com queimaduras térmicas envolvendo uma ou ambas as mãos foram incluídos no estudo, entre agosto de 2011 a julho de 2014. No exame físico inicial, determinou-se a extensão e a profundidade da lesão; as queimaduras profundas e circulares, com sinais e sintomas de perfusão inadequada, tiveram escarotomias realizadas para evitar perda de extremidade. As queimaduras de espessura parcial profunda ou de espessura total no dorso das mãos foram submetidas à excisão tangencial até 5 dias após o trauma; e o enxerto de pele parcial foi realizado em todos os pacientes antes do 15º dia do trauma. RESULTADOS: Os homens representaram a maioria (58% da casuística). Em relação ao agente das queimaduras, os líquidos inflamáveis corresponderam a 46,7% das internações. Em 50,8% dos casos, as queimaduras eram de espessura parcial profunda ou de espessura total e necessitaram de procedimento operatório. Não foi identificada perda de enxerto no grupo. As escarotomias foram realizadas em 12,3% dos pacientes. CONCLUSÃO: A mão queimada necessita de atenção e cuidados locais adequados, juntamente com excisão precoce e enxertia de pele.

Palavras-chave: Mãos; Queimaduras; Lesões; Transplante de pele; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The hand represents 3% of total body surface, but its involvement in severe trauma, such as burns, can lead to serious functional sequelae. The present study describes procedures in the care of patients in the acute phase with burns involving the hands. METHODS: 122 patients with thermal burns involving one or both hands were included in the study between August 2011 and July 2014. On initial physical examination, the extent and depth of the lesions were determined; deep and circular burns, with signs and symptoms of inadequate perfusion, had escharotomies performed to avoid the loss of extremity. Burns of partial deep thickness or full thickness on the back of the hands received tangential excision within 5 days after the trauma; partial skin grafting was performed on all patients before the 15th day of the trauma. RESULTS: Men represented the majority of cases (58%). In relation to the burn agent, flammable liquids caused 46.7% of admissions. In 50.8% of the cases, the burns were of partial deep thickness or of total thickness and required an operative procedure. No graft loss was identified in the group. Escharotomies were performed in 12.3% of the patients. CONCLUSION: The burned hand needs proper local attention and care, along with early excision and skin grafting.

Keywords: Hands; Burns; Injuries; Skin transplantation; Reconstructive surgical procedures.

 

Gestação e queimadura: experiência de unidade de queimaduras em Hospital Universitário

JOSÉ RENATO NAHLOUS FERREIRA LEITE; ERIKA LOPES FERNANDES; GUILHERME FERREIRA TAKASSI; ANDREA FERNANDES DE OLIVEIRA; LYDIA MASAKO FERREIRA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):423-427 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A incidência de queimaduras em gestantes não é bem estabelecida na literatura mundial, mas estima-se que varie entre 3% e 7%. Os cuidados da gestante queimada representam um grande desafio com impacto significante nos resultados e prognóstico materno-fetais.
Relato de Caso: No presente estudo relatamos dois casos de gestantes vítimas de queimaduras que foram tratadas na unidade de tratamento de queimaduras na Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/UNIFESP), uma no primeiro trimestre e a outra no terceiro trimestre.
Conclusão: Em ambos os casos, as gestantes receberam tratamento especializado para queimaduras em conjunto com acompanhamento clínico da equipe da obstetrícia, com boa evolução materno-fetal.

Palavras-chave: Queimaduras; Unidades de queimados; Gravidez; Gravidez de alto risco

 

ABSTRACT

Introduction: The incidence of burns involving pregnant women is not well established in the literature, but is estimated to be between 3% and 7%. The management of burns in pregnancy represents a great challenge with significant impact on outcomes and maternal-fetal prognosis.
Case Report: In the present study, we report two cases of pregnant burn victims who were treated in the burn unit in the Paulista School of Medicine, Federal University of São Paulo (EPM/UNIFESP). One patient was treated in the first trimester and the other in the third trimester.
Conclusion: In both cases, the pregnant women received specialized treatment for burns in conjunction with clinical follow-up by the obstetrics team, with good maternal-fetal outcomes.

Keywords: Burns; Burns unit; Pregnancy; High-risk pregnancy

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons