ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Próximo Artigo

Editorial - Ano 2018 - Volume 33 - Número 4

http://www.dx.doi.org/10.5935/2177-1235.2018RBCP0162

O mundo da editoração acadêmica discute atualmente se o periódico de acesso aberto será o modelo definitivo e inevitável para a publicação científica em um futuro próximo. Há ainda muita controvérsia, partindo de diversas vertentes, incluindo os editores e sociedades responsáveis pelas publicações e a indústria editorial1-3.

A rápida migração ocorrida nas últimas décadas em direção à informação por meios eletrônicos tem motivado as partes interessadas em acelerar a adequação às novas possibilidades revolucionárias oferecidas pela web e ao valor do artigo original online para comunicação acadêmica. A velocidade da informação e das novas tecnologias tem impulsionado uma busca pelo acesso rápido à informação e não resta dúvida de que a oferta de novidades e os benefícios da pesquisa são derivados principalmente do acesso eficiente de seus resultados.

Assim, o acesso amplificado à informação tem seguido fortalecido, corroborado pelos inúmeros jornais que têm lançado versões abertas de suas publicações.

Obviamente, há um custo financeiro para esta mudança de paradigma e que deve ser considerado. Se, no passado, o leitor pagava para ter acesso por meio de uma assinatura ou por acesso individual a artigos, o custeio passa a ter nova origem, quer seja esta um fomento estatal, societário ou o pagamento para a publicação pela parte que publica (no caso os autores dos trabalhos).

O pagamento pela publicação por parte dos autores poderia criar conflitos de interesse e ter um impacto negativo sobre a neutralidade percebida da revisão por pares, pois haveria um incentivo financeiro para os periódicos publicarem mais artigos. Portanto, as regras de compliance e ética em pesquisa e publicações precisam ser reforçadas e respeitadas de forma transparente. Neste sentido, a importância do papel da revisão por pares não diminui em um modelo de Acesso Aberto, ao contrário, aumenta. As estruturas editoriais precisam ser reforçadas e garantir que os revisores não sejam indevidamente influenciados pelas necessidades de seus editores.

DOV GOLDENBERG
Editor Chefe da RBCP

REFERÊNCIAS

1. Baker EF, Iserson KV, Aswegan AL, Larkin GL, Derse AR, Kraus CK; American College of Emergency Physicians Ethics Committee. Open Access Medical Journals: Promise, Perils, and Pitfalls. Acad Med. 2018 Dec 18. DOI: 10.1097/ACM.0000000000002563. [Epub ahead of print]

2. Fiala C, Diamandis EP. The democratization of scientific publishing. BMC Med. 2019;17(1):12. DOI: 10.1186/s12916-019-1249-1

3. Wang JZ, Pourang A, Burrall B. Open access medical journals: Benefits and challenges. Clin Dermatol. 2019;37(1):52-55. DOI: 10.1016/j.clindermatol.2018.09.010











 

Voltar ao Topo Próximo Artigo

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons