ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 1 de 1 resultado(s)

Busca por : Síndromes de Compressão Nervosa Síndrome do Túnel Ulnar Nervo Ulnar

Resultados da descompressão e anteriorização do nervo ulnar no cotovelo

Kátia Torres Batista; Hugo José de Araújo; Aloysio Campos da Paz Júnior
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(1):134-139 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A compressão do nervo ulnar no cotovelo é a segunda causa mais frequente de neuropatia compressiva no membro superior. Na maioria dos casos, a compressão ocorre no canal cubital, vulnerável à compressão extrínseca, intrínseca ou idiopática. O tratamento cirúrgico é controverso. Método: Os autores descrevem os resultados da descompressão e transposição anterior do nervo ulnar realizadas em 58 pacientes. Resultados: Identificou-se como causa principal a fratura de cotovelo e a hanseníase. Na Rede Sarah, entretanto, têm sido frequente (15%) também as indicações por compressão causada por ossificação heterotópica em casos de lesados medulares e/ou cerebrais. Realizamos 57% de procedimentos associados à retinaculotomia dos flexores, descompressão no canal de Guyon e transferência tendínea para músculos intrínsecos. Obteve-se 80% de bons e excelentes resultados, 20% de complicações, dor neuropática, distrofia simpática reflexa e manutenção dos sintomas, observadas em pacientes diabéticos e portadores de hanseníase.

Palavras-chave: Síndromes de Compressão Nervosa. Síndrome do Túnel Ulnar. Nervo Ulnar.

 

ABSTRACT

Introduction: Ulnar nerve compression is the second most frequent compressive neuropathy. It mostly occurs in the cubital tunnel at the elbow, and its surgical treatment is controversial. Here, we aim to describe the results of subcutaneous decompression and anterior transposition of the ulnar nerve performed by the Plastic Surgery Team of the Sarah Brasilia Hospital over a 6-year period. Methods: We assessed the results of decompression and anterior transposition of the ulnar nerve performed in 58 patients between 2001 and 2007 according to the modified McGowan classification. Results: Elbow fracture and leprosy were the most frequent causes of ulnar nerve compression, followed by heterotopic ossification due to spinal cord and/or brain injury. Flexor muscle retinaculotomy, Guyon's canal decompression, and tendon transfer for intrinsic muscles were performed in 57% of the patients. Overall, 80% of the patients demonstrated good or excellent results; the remaining 20%, especially those with diabetes or leprosy, exhibited complications such as neuropathic pain, complex regional pain, and persistence of symptoms. Conclusion: Decompression and anterior transposition of the ulnar nerve at the elbow reduces tension and neuritis. Moreover, it is possible to obtain 80% good or excellent results in patients with Grade II and Grade III compression.

Keywords: Nerve Compression Syndromes. Cubital Tunnel Syndrome. Ulnar Nerve.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons