ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 1 de 1 resultado(s)

Busca por : Neoplasias cutâneas Biópsia Secções congeladas Sensibilidade e especificidade

Acurácia da biópsia de congelação no câncer de pele não-melanoma

Karina Mezzarana Kiyan; Júlia Broetto; Rinaldo Fischler; Aymar Edison Sperli; José Octávio Gonçalves de Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3):472-474 - Artigo de Revisão

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Os carcinomas basocelular e espinocelular juntos respondem por mais da metade dos casos novos de câncer. A biópsia de congelação é frequentemente usada em áreas como cabeça e pescoço, nas quais uma margem ampla poderia ocasionar cicatrizes desfigurantes ou dificuldades de reconstrução, porém o resultado da biópsia de congelação nem sempre corresponde ao da parafina. O presente trabalho tem como objetivo fazer uma revisão bibliográfica sobre a correlação do resultado da biópsia de congelação intraoperatória e o resultado final do exame anatomopatológico da peça cirúrgica (exame de parafina), pela sua importância na ressecção curativa e na reconstrução do local acometido. Foi realizado levantamento bibliográfico, tendo como base artigos científicos publicados a respeito da acurácia da biópsia de congelação nos últimos 10 anos. A biópsia de congelação é um método eficiente e confiável, que deve ser aplicado em áreas em que a ressecção deve ser a mais econômica possível. Em áreas com tumor pequeno e sobra de pele a biópsia de congelação é pobre, dispensável e não altera resultados. A biópsia de congelação se mostrou um método eficiente, de custo acessível e de boa reprodutibilidade quando realizada por profissionais experientes e em casos bem indicados.

Palavras-chave: Neoplasias cutâneas. Biópsia. Secções congeladas. Sensibilidade e especificidade.

 

ABSTRACT

Together, basal cell and squamous carcinomas account for more than 50% of all new cases of cancer. Frozen section biopsy is often used in areas such as the head and neck, in which a wide margin could cause disfiguring scars or difficulties with reconstruction, but the results of frozen biopsy do not always correspond to the results of paraffin sections. This paper aims to review existing literature on the correlation between the results of intraoperative frozen biopsy and final pathological examination of surgical specimens (examination of paraffin sections), because of the importance of frozen biopsy in curative resection and reconstruction of affected sites. A literature review was conducted, based on scientific articles published over the previous 10 years about the accuracy of intraoperative frozen sections. Frozen section biopsy is an efficient and reliable method that should be applied in areas where resection should be as economical as possible. However, in cases with small tumors and excess skin, the results of frozen biopsy are poor, dispensable, and not meaningful. Frozen biopsy is an efficient, affordable, and reproducible method when performed by experienced staff in well-selected cases.

Keywords: Skin neoplasms. Biopsy. Frozen sections. Sensitivity and specificity.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons