ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 20 de 104 resultado(s)

Busca por : Lipectomia; Segurança do paciente; Complicações intraoperatórias; Complicações pós-operatórias

Sistematização perioperatória para prevenção de hematomas em face-lifts: abordagem pessoal após 1.138 casos operados

TICIANO CESAR TEIXEIRA CLÓ; WALTER FERRAZ FLÁVIO; CARLOS EDUARDO GUIMARÃES LEÃO; FELIPE XAVIER CLÓ; LEONARDO MOURÃO LACERDA; LUIZA RAMOS LEÃO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):02-09 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: O hematoma, complicação mais frequente do face-lift, pode exigir reabordagem cirúrgica e atrasar a recuperação do paciente. Na literatura, sua incidência varia entre 0,2 e 8%, sendo fundamentais novos estudos para padronização das medidas de prevenção. O objetivo é apresentar uma proposta de sistematização perioperatória que previna eficientemente a formação de hematomas em ritidoplastias.
Métodos: Foram analisados 594 prontuários de pacientes operados pelo autor entre os anos de 2011 a 2018 a fim de se comparar as incidências de hematomas anteriores e posteriores à sistematização implementada no ano de 2015.
Resultados: De julho de 2011 a dezembro de 2014, antes da adoção da sistematização, houve uma incidência de hematomas de 3,43% em 233 casos. Após sua adoção, houve uma queda para 1,66% em 361 casos realizados. Os últimos 177 casos consecutivos não apresentaram a complicação.
Conclusão: Observamos redução expressiva da incidência de hematomas pósritidoplastias após o uso da padronização proposta. Nenhuma das medidas adotadas seria eficiente isoladamente, sendo o conjunto essencial na prevenção desta grave complicação.

Palavras-chave: Ritidoplastia; Hematoma; Protocolos; Complicações pós-operatórias

 

ABSTRACT

Introduction: Hematoma, the most frequent complication of face-lift procedures, may require a second surgical approach, which delays patient recovery. In the literature, its incidence ranges from 0.2% to 8%, and further studies are essential to standardize preventive measures. The objective is to present a proposal of perioperative systematization for effectively prevention of hematoma formation after rhytidectomies.
Methods: We analyzed the medical records of 594 patients who underwent operation by the author between 2011 and 2018 to compare the incidence of hematomas before and after the systematization implemented in 2015.
Results: From July 2011 to December 2014, before the adoption of the systematization, the incidence of hematomas was 3.43% in 233 cases. After its adoption, the incidence decreased to 1.66% in 361 cases. The last 177 consecutive cases did not have this complication.
Conclusion: We observed a significant reduction in the incidence of hematomas following rhytidectomy after the use of the proposed standardization. None of the measures would be effective alone; thus, their combined adoption is essential in preventing this serious complication.

Keywords: Keywords: Rhytidectomy; Hematoma; Protocols; Postoperative complications.

 

Complicações em Otoplastia: Revisão de 508 Casos

Fábio Aki, Eduardo Sakae, Diana Pinheiro Cruz, Luiz Kamakura, Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(3):140-144 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Assim como todas as cirurgias, a otoplastia para correção de orelhas proeminentes não é isenta de complicações. Várias técnicas de otoplastia são descritas na literatura, mas há poucos estudos a respeito das complicações e seus tratamentos. Objetivos: Análise da taxa de complicações decorrentes de otoplastia, identificação e prevenção de suas causas. Método: Análise retrospectiva de 508 casos de otoplastia, realizadas entre 1992-2002, com avaliação pós-operatória imediata e tardia das complicações. Entre os 508 casos, 243 (47,8%) eram do sexo feminino e 265 (52,2%) do sexo masculino, com idades variando de quatro a 54 anos (média 18,2). Resultados: As complicações pós-operatórias mais comuns foram infecção (5,1%), hematoma (4,1%) e necrose da pele (2,6%). A avaliação tardia (do sétimo dia a seis meses após a cirurgia) mostrou mau posicionamento (11%), complicações relacionadas à sutura (6,1%) e cicatriz hipertrófica/quelóide (3,3%). Uma segunda cirurgia foi realizada em 3,1% dos casos por recidiva. Não houve novas recidivas após essa reabordagem. Conclusões: É importante que o cirurgião conheça os sinais e sintomas das complicações relacionadas à otoplastia, para que haja diagnóstico precoce e seja iniciado o tratamento adequado. A prevenção de complicações deve ser o principal objetivo do cirurgião, utilizando a técnica cirúrgica adequada e havendo orientação de profissionais mais experientes nos procedimentos realizados por residentes.

Palavras-chave: Cartilagens da orelha, cirurgia. Orelha externa, cirurgia. Complicações pós-operatórias

 

ABSTRACT

Introduction: Just as in all surgeries, otoplasty for correction of prominent ears is not without complications. The literature describes various otoplasty techniques, but there are few studies about complications and their treatment. Objectives: Analysis of rate of complications resulting from otoplasty and their management. Method: Retrospective analysis of 508 cases of otoplasty realized from 1992-2002, with immediate and late postoperative evaluation of complications. Among the 508 cases, 243 (47.8%) were female and 265 (52.2%) male, with ages ranging from four to 54 years (mean 18.2). Results: The most common immediate postoperative complications were infection (5.1%), hematoma (4.1%) and skin necrosis (2.6%). Late evaluation (from seventh postoperative day until six months after surgery) showed residual deformity (11%), suture complications (6.1%) and hypertrophic/ keloid scar (3.3%). Reoperation was performed in 3.1% of cases due to recurrence. There was no recurrence after reoperation. Conclusions: The surgeon should know the signs and symptoms of complications related to otoplasty for early diagnosis and to begin adequate treatment. Prevention of complications should be the surgeon's main objective, utilizing the proper surgical technique and the guidelines of a more experienced professional while he is in training.

Keywords: Ear cartilages, surgery. Ear, external, surgery

 

Estudo comparativo de abdominoplastias com drenagem a vácuo e sem drenagem, mas com pontos de adesão

Antonio Juliano Trufino
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):522-532 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A abdominoplastia é um dos procedimentos mais comumente realizados por cirurgiões plásticos. O objetivo do estudo foi avaliar a evolução e a ocorrência de complicações em pacientes submetidos à abdominoplastia pela técnica de ressecção em bloco, e observar se existe alguma diferença na evolução com a utilização de dreno ou de pontos de adesão. MÉTODOS: Foi realizado um estudo prospectivo de 34 pacientes do sexo feminino, submetidas à abdominoplastia. Foram divididas em dois grupos alternadamente; em um deles foi utilizado dreno de aspiração a vácuo e no outro não, mas estes últimos receberam pontos de adesão. RESULTADOS: Do total operado, houve algum grau de alargamento da cicatriz em 14,7% dos casos. Quando avaliado separadamente por grupo, aqueles que foram drenados tiveram incidência maior (23,53%) em comparação com os que receberam pontos de adesão (5,88%). Ocorreu um caso de trombose de veias superficiais de membros inferiores, com boa evolução. Foram diagnosticados três casos de seroma, todos no grupo com dreno. Eles representaram 8,82% do total estudado e 17,64% dos casos deste grupo. O resultado estético foi considerado muito bom por 94,12% das pacientes estudadas. CONCLUSÕES: A técnica de ressecção em bloco se mostrou segura, de fácil execução, com bons resultados estéticos e índices de complicações semelhantes às outras técnicas descritas na literatura. Os pontos de adesão foram eficazes na prevenção de complicações neste estudo.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Complicações pós-operatórias; Seroma; Cicatriz.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Abdominoplasty is one of the most common procedures performed by plastic surgeons. The goal of this study is to evaluate the outcome and the occurrence of complications in patients undergoing abdominoplasty using the en bloc resection technique, and to look for differences in evolution when a drain is used or is replaced with adhesion stitches. METHODS: A prospective study was conducted on 34 female patients undergoing abdominoplasty. These were alternately placed into 2 groups: in one group suction drains were used, and in the other these were replaced with adhesion stitches. RESULTS: Among all the cases, there was some degree of scar widening in 14.7% of patients. When analyzed by group, those who received drains had a higher incidence (23.53%) comparing to those who received adhesion stitches (5.88%). One patient had superficial vein thrombosis of the lower limbs with a good outcome. Three cases of seroma were diagnosed, all of them in the group using drains. These represent 8.82% of the entire study and 17.64% of the specific group. The aesthetic result was considered good by 94.12% of all patients. CONCLUSIONS: The en bloc resection abdominoplasty technique proved to be safe, easy to perform, assured good aesthetical results and had similar complication rates when compared to other techniques. The adhesion stitches were effective for preventing complications in this study.

Keywords: Abdominoplasty; Postoperative Complications; Seroma; Scars.

 

Mamoplastia de aumento: correlação entre o planejamento cirúrgico e as taxas de complicações pós-operatórias

João Maximiliano; Antonio Carlos Pinto Oliveira; Emilaine Lorencetti; João Bombardelli; Ciro Paz Portinho; Daniel Deggerone; Jorge Hoyos; Marcus Vinicius Martins Collares
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(3):332-338 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os implantes mamários continuam sendo uma opção muito popular tanto para pacientes de cirurgia plástica estética quanto reconstrutora. Existem múltiplos fatores que podem afetar os resultados de cirurgias com implante mamário. Um adequado planejamento sobre o posicionamento da incisão, necessidade de associar mastopexia, plano de inserção e modelo do implante aumentam a probabilidade de resultados adequados e minimizam a necessidade de tratamento cirúrgico secundário. Estudo realizado para descrever a experiência do serviço de Cirurgia Plástica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre entre 2011 e 2016 correlacionando o planejamento cirúrgico realizado com as taxas de complicações e reintervenção cirúrgica. MÉTODOS: Coorte retrospectiva que analisou os pacientes submetidos a implantes mamários no Hospital de Clínicas de Porto Alegre entre 2011 e 2016, sendo incluídos somente casos de mamoplastia de aumento estética, associada ou não à mastopexia. Todos os pacientes tiveram seu prontuário analisado; posteriormente, realizou-se uma ligação telefônica para complementar as informações do questionário. Finalizou-se com uma consulta com um cirurgião plástico do serviço, que examinou a paciente e confirmou os dados coletados para o questionário, não sendo em nenhum caso o cirurgião assistente. RESULTADOS: Não há diferença significativa entre a variação no planejamento cirúrgico e a incidência de complicações. CONCLUSÃO: Ainda não há consenso quanto à melhor via de acesso e plano do implante mamário, sendo necessários estudos comparando as diferentes rotinas de cada serviço. No momento os melhores resultados ainda são baseados numa rotina sistematizada, dissecção cirúrgica precisa e contaminação mínima.

Palavras-chave: Mamoplastia; Complicações pós-operatórias; Implante mamário.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Breast implants remain a very popular option both for aesthetic and reconstructive plastic surgeries. A number of factors can affect the results of breast implant surgeries. The adequate planning on incision placement, need to associate mastopexy, insertion plane, and implant model increase the likelihood of adequate outcomes and reduce the need for secondary surgical treatment. This study describes the experience of a Plastic Surgery Service at the Hospital de Clínicas de Porto Alegre from 2011 to 2016 by correlating surgical planning with complication rates and surgical reintervention. METHODS: A retrospective cohort that analyzed patients who underwent breast implants at the Hospital de Clínicas de Porto Alegre between 2011 and 2016, and included only cases of aesthetic breast augmentation, associated or not with mastopexy. All patients had their records analyzed, and after that an interview by phone was conducted to complement the information of the questionnaire. The analyzed was concluded with an appointment with a plastic surgeon of the service who examined the patient and confirmed the data collected for the questionnaire. No patients was evaluated by the assistant surgeon in last examination. RESULTS: There was no significant difference between variation in surgical planning and incidence of complications. CONCLUSION: Still, no consensus exists regarding the best access route and plan for the breast implant. Further studies are necessary to compare the different routines of each service. Currently, best results are still based on routine systematization, precise surgical dissection and minimal contamination.

Keywords: Mammoplasty; Postoperative complications; Breast implantation.

 

Deformidade das cartilagens alares em forma de parênteses: tratamento pela rotação caudal das crura laterais, experiência de 49 casos

Rodrigo Mangaravite; Ali BOUCHAMA; Ramil Sinder
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):50-56 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Sheen descreveu pela primeira vez uma má posição cefálica das cartilagens alares como a «deformidade em forma de parênteses». O objetivo deste trabalho foi analisar os resultados do tratamento desta deformidade pela rotação caudal da cruz lateral. MÉTODO: Foi realizado estudo retrospectivo, com 49 casos, operados entre Julho 2011 e Janeiro 2013 na 2ª Enfermaria da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro e em uma clínica particular. RESULTADOS: A maioria dos pacientes (76% dos casos) tinha a forma severa desta deformidade, os outros apresentavam uma forma moderada (24% dos casos). Cinquenta e sete por cento dos pacientes tinham um "boxy tip" e um piçamento alar inicial, 61% apresentavam uma retração alar e 8% um colapso da válvula externa. O «boxy tip" foi corrigido em 100% dos casos, a retração alar inicial foi corrigida em 97% dos casos, o pinçamento alar em 96% e o colapso da válvula externa foi tratado em 100% dos casos. Os 3 casos de recidiva unilateral foram corrigidos pela mesma técnica durante uma segunda rinoplastia. CONCLUSÕES: Este trabalho mostra que a rotação caudal da cruz lateral permite tratar a deformidade descrita por Sheen com poucas recidivas e sem complicações graves.

Palavras-chave: Cirurgia Plástica; Rinoplastia; Cartilagens Nasais; Colapso Estrutural; Complicações Pós-Operatórias.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Alar cartilage cephalic malposition was first described as a parenthesis-shaped deformity by Sheen. The aim of this study was to analyze the results of treatment by caudal rotation of the lateral crus for this deformity. METHOD: A retrospective study was conducted with 49 cases, operated on between July 2011 and January 2013 at the 2nd Infirmary of the Santa Casa da Misericórdia in Rio de Janeiro and at a private clinic. RESULTS: Most of the patients (76% of cases) had a severe form of this deformity. All others presented with a moderate form (24% of cases). Fifty seven percent of the patients (57%) had a "boxy tip" and an initial alar pinching, 61% showed alar retraction and 8%, external valve collapse. The "boxy tip" was corrected in 100% of cases; initial alar retraction, 97%; alar pinching, 96%; and external valve collapse, 100%. The 3 cases of unilateral relapse were corrected by the same technique during a second rhinoplasty. CONCLUSIONS: This study shows that caudal rotation of the lateral crus can treat the deformity described by Sheen with a small number of relapses and without serious complications.

Keywords: Plastic Surgery; Rhinoplasty; Nasal Cartilages; Structural Collapse; Postoperative Complications.

 

Vibrolipoaspiração de Grandes Volumes, ou Áreas?

Antonio Roberto Bozola, Alexandre Caroni Bozola
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(2):112-116 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Os autores apresentam metodologia de avaliação para as grandes lipoaspirações, estabelecendo paralelo com queimaduras. Utilizam-se da tabela de Lund e Browder como parâmetro. Determinam área máxima de tratamento, discutem a técnica, as medicações e controles utilizados para prevenir complicações graves. Apresentam os resultados obtidos em 487 cirurgias com vibrolipoaspiração realizadas em áreas corporais que variam de 20 a 30%, no período de janeiro de 1998 a julho de 2004.

Palavras-chave: Lipectomia, métodos. Lipodistrofia, cirurgia. Complicações pós-operatórias

 

ABSTRACT

The authors present a method of evaluation of large scale liposuction, establishing a parallel to burn evaluation. The table of Lund and Browder was utilized as a parameter. The authors determined a maximum area to be treated, discuss the technique, medications and controls utilized to prevent severe complications. They also present results obtained from 487 surgeries, during the period of January 1998 and July 2004, with vibroliposuction performed in body areas which varied from 20 to 30%.

Keywords: Lipectomy, methods. Lipodistrophy, surgery. Complications, post-operative

 

Tratamento cirúrgico de úlceras por pressão: experiência de dois anos

Ricardo Goes Figueiras
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):418-427 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Úlceras por pressão são definidas como lesões cutâneas ou de partes moles de etiologia isquêmica, secundárias ao aumento da pressão externa, predominando sobre proeminência óssea. A classificação em estágios é importante na elaboração de estratégias terapêuticas. Os princípios fundamentais no tratamento cirúrgico são: debridamento e exérese de bursa subjacente e tecido ósseo envolvido, seguida de cobertura tecidual. Este estudo teve por objetivo relatar a experiência em reparação de úlceras por pressão, analisando características dos pacientes, resultados e complicações. Métodos: Em 17 pacientes, foram tratadas 33 úlceras por pressão, sendo a localização sacral a mais prevalente. O desenvolvimento de úlceras por pressão no ambiente hospitalar correspondeu a 82% dos casos. As opções de tratamento foram: debridamento, síntese primária, retalhos cutâneos ao acaso, retalho cutâneo romboide, retalhos miocutâneos de glúteo máximo em V-Y, retalhos fasciocutâneos de fascia lata clássicos, retalho fasciocutâneo de fascia lata em V-Y, e retalhos fasciocutâneos posteriores da coxa em V-Y. Resultados: Complicações ocorreram em 39% dos casos. A anemia pré-operatória foi associada a complicações. Conclusões: O conhecimento da patogênese da úlcera por pressão e o correto manejo do paciente de risco podem evitá-la na maioria dos casos. É indispensável a participação multiprofissional e dos familiares para o tratamento do paciente portador de úlcera por pressão, pois complicações, recidivas e incidência de novas úlceras são comuns. Fatores de risco para complicações, como anemia, devem ser evitados, para obtenção de melhor prognóstico e fechamento adequado da úlcera.

Palavras-chave: Úlcera por pressão. Retalhos cirúrgicos. Complicações pós-operatórias.

 

ABSTRACT

Background: Pressure ulcers are defined as lesions of ischemic etiology in the skin or soft tissue. These lesions are secondary to increased external pressure and usually occur over bony prominences. Classification of various stages of pressure ulcers is important for the development of therapeutic strategies. The fundamental surgical treatments are debridement and excision of underlying bursa and involved bone tissue, followed by tissue coverage. This study reports our experience in repairing pressure ulcers and analyzes patient characteristics, outcomes, and complications. Methods: A total of 33 pressure ulcers were treated in 17 patients, the most prevalent of which was sacral ulcer. The development of pressure ulcers in hospitals accounted for 82% of the cases. Treatment options included debridement, primary synthesis, random skin flaps, rhomboid skin flap, myocutaneous flaps of the gluteus maximus in V-Y, classic fasciocutaneous flaps of fascia lata, fasciocutaneous flap of fascia lata in V-Y, and posterior fasciocutaneous flaps of the thigh in V-Y. Results: Complications occurred in 39% of cases. Preoperative anemia was associated with complications. Conclusions: Pressure ulcers can be avoided in most cases, given sufficient knowledge of their pathogenesis and correct management of patients at risk. Multi-professional and family participation is essential for the treatment of patients with pressure ulcers since complications, recurrence, and the incidence of new ulcers are common. Complication risk factors such as anemia should be avoided in order to provide a better prognosis and proper closure of the ulcer.

Keywords: Pressure ulcer. Surgical flaps. Postoperative complications.

 

Prevenção e tratamento de equimose, edema e fibrose no pré, trans e pós-operatório de cirurgias plásticas

ANNY CHI; ANGELA LANGE; MARCUS VINICIUS THOMÉ NÓRA GUIMARÃES; CELSO BILYNKIEVYCZ DOS SANTOS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):343-354 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A fibrose, o edema intenso e a equimose são as intercorrências que representam um grande desafio ao fisioterapeuta dermatofuncional no pós-operatório de cirurgia plástica de lipoaspiração e abdominoplastia. O objetivo é propor uma abordagem inédita desde o pré, trans e pós-operatório para prevenir e minimizar as fibroses, edema intenso e equimoses, acelerando a recuperação do paciente e reduzindo o número de sessões.
Método: Ensaio clínico controlado, composto por 20 pacientes do sexo feminino, com idade entre 18 e 56 anos, divididos em dois grupos: 10 no grupo controle (GC) e 10 no grupo experimental (GE), que apresentavam indicação cirúrgica de abdominoplastia ou lipoaspiração abdominal, associadas ou não, e que se encontravam com no mínimo 7 dias de pré-operatório. Os dois grupos foram avaliados no pré-operatório. O GC recebeu atendimento somente a partir do 4º dia de pós-operatório, enquanto que o grupo GE recebeu atendimento durante o pré, trans e pós-operatório.
Resultados: O grupo experimental apresentou uma média menor do número de sessões (p = 0,0032), perimetria menor no 4º dia de pós-operatório (p < 0,05) nos pontos antômicos: sulco inframamário e crista ilíaca, média menor na resolução da fibrose (p = 0,0058) e média menor na resolução da equimose (p = 0,0002) em relação ao grupo controle.
Conclusão: Pode-se concluir com este estudo inédito que o tratamento no pré, trans e pós-operatório reduz o edema, a formação de equimose e principalmente a formação de fibrose no pós-operatório. Também diminui o número de sessões fisioterapêuticas e acelera o restabelecimento do paciente no pós-operatório das cirurgias abdominais.

Palavras-chave: Complicações pós-operatórias; Lipectomia; Modalidades de fisioterapia; Fibrose; Equimose; Edema

 

ABSTRACT

Introduction: Fibrosis, intense edema, and ecchymosis are complications that represent a great challenge to dermatofunctional physiotherapists in the postoperative period of liposuction and abdominoplasty. Here we aimed to propose a new approach in the pre-, trans-, and postoperative periods to prevent and minimize fibrosis, intense edema, and ecchymosis, thereby expediting the patient's recovery and reducing the number of required physiotherapy sessions.
Method: This controlled clinical trial included 20 female patients aged 18-56 years who were divided into the control group (CG; n = 10) and experimental group (EG; n = 10). All were scheduled to undergo abdominoplasty or abdominal liposuction at least 7 days after enrollment. The two groups were evaluated preoperatively. The CG received care only from the 4th postoperative day, while the EG received care during the pre-, trans-, and postoperative periods.
Results: The EG required fewer mean physiotherapy sessions (p = 0.0032) and had lower perimetry values on the 4th postoperative day (p ≤ 0.05) in the inframammary groove and iliac crest, lower mean resolution of fibrosis (p = 0.0058), and lower mean resolution of ecchymosis (p = 0.0002) compared to the CG.
Conclusion: The findings of this unprecedented study indicate that treatment in the pre-, trans-, and postoperative periods reduces edema, ecchymosis, and fibrosis formation in the postoperative period. It also decreases the number of required physiotherapy sessions and accelerates patient recovery from abdominal plastic surgery.

Keywords: Postoperative complications; Lipectomy; Physical therapy modalities; Fibrosis; Ecchymosis; Edema

 

Pioderma Gangrenoso: Grave e Mal Conhecida Complicação da Cicatrização

Tufi Neder Meyer
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(2):120-124 - Artigo Especial

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

O Pioderma Gangrenoso, doença inflamatória da pele, é incomum e pouco conhecido. Surge em associação com outras doenças ou isoladamente. Também pode ser importante complicação de operações, causando perdas cutâneas devastadoras durante o período pós-operatório. Neste trabalho, faz-se uma breve revisão sobre este distúrbio, com foco nas repercussões sobre a Cirurgia Plástica. Apresenta-se, também, um caso de pioderma gangrenoso pós-operatório com três anos de evolução.

Palavras-chave: Pioderma gangrenoso. Complicações pós-operatórias. Ulcera cutânea

 

ABSTRACT

Pyoderma gangrenosum is an uncommon, ill-known, inflammatory skin disease. It appears in association with other maladies or by itself. It can also be an important complication of operations, giving rise to devastating post-operative skin losses. In this work, a brief revision on this disease is made, focusing on its aspects pertaining to plastic surgery. A case of postoperative pyoderma gangrenosum, with a 3-years follow-up, is also reported.

Keywords: Pyoderma gangrenosum. Postoperative complications. Skin ulcer

 

Complicações em reconstrução mamária total em pacientes mastectomizadas por câncer de mama: análise comparativa de longo prazo quanto a influência de técnica, tempo de cirurgia, momento da reconstrução e tratamento adjuvante

Francisco Claro Jr.; Daniela Vieira da Costa; Adivânia de Souza Pinheiro; Aarão Mendes Pinto-Neto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(1):85-91 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Algumas técnicas de reconstrução total de mama, independentemente de sua complexidade, apresentam complicações específicas, com diferentes graus de morbidade. Com base nessas informações, o objetivo deste estudo foi identificar as complicações mais frequentes apresentadas pelas principais técnicas de reconstrução mamária e compará-las a relevantes variáveis independentes. MÉTODO: Estudo observacional tipo coorte transversal, realizado por meio de revisão de prontuários médicos de pacientes que tiveram suas mamas totalmente reconstruídas após mastectomia por câncer de mama, no período de janeiro de 2007 a dezembro de 2009, com tempo mínimo de seguimento pós-operatório de 3 anos. Os dados coletados, como momento da intervenção, técnicas de reconstrução, tempo de cirurgia e tratamento adjuvante, foram estatisticamente relacionados à presença de complicações. RESULTADOS: Das 48 reconstruções mamárias totais analisadas, a técnica com expansor seguido pela troca por implante mamário foi a que apresentou menor prevalência de complicação em relação às outras técnicas (16,7%; P < 0,000). Algumas técnicas apresentaram complicações específicas. O tempo cirúrgico do retalho transverso do músculo reto abdominal (TRAM; 363,57 ± 59,91 minutos) foi significativamente maior que das técnicas com materiais aloplásticos (155,71 ± 38,02 minutos; P = 0,01), mas semelhante ao do grande dorsal (309,69 ± 77,66 minutos). O tempo de cirurgia, o momento da intervenção cirúrgica e o tipo de tratamento adjuvante não apresentaram relação com a incidência de complicações. CONCLUSÕES: Cada técnica empregada tem sua indicação, contraindicação e complicação e a aplicação de cada técnica deve ser individualizada, baseando-se em características individuais da paciente, a fim de se obter um melhor resultado, evitando complicações a curto e longo prazos.

Palavras-chave: Mama/cirurgia. Implante mamário. Mamoplastia/complicações. Complicações pós-operatórias.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Some techniques for total reconstruction of the breast, regardless of complexity, present specific complications, with varying degrees of morbidity. Therefore, the aim of this study was to identify the most frequent complications of the main techniques used for breast reconstruction, and to compare these complications to the relevant independent variables. METHODS: This cross-sectional observational study was conducted by reviewing the medical records of patients who had their breasts completely rebuilt after a mastectomy due to breast cancer from January 2007 to December 2009, with a minimum postoperative follow-up of 3 years. The data collected, such as the timing of the intervention, reconstruction techniques, operative time, and adjuvant treatment, were statistically related to the presence of complications. RESULTS: Of the 48 total breast reconstructions analyzed, the technique in which expanders were used followed by replacement with implants showed the lowest prevalence of complications (16.7%, P < 0.000). Some techniques showed specific complications. The operative time for transplantation of transverse rectus abdominis musculocutaneous flap (363.57 ± 59.91 min) was significantly higher than that required for techniques using alloplastic materials (155.71 ± 38.02 min, P = 0.01), but similar to that for the latissimus dorsi flap (309.69 ± 77.66 min). The operative time, timing of surgical intervention, and type of adjuvant treatment did not correlate with the incidence of complications. CONCLUSIONS: Each technique has its indications, contraindications, and complications. The application of each technique should be individualized on the basis of the individual characteristics of the patient to obtain better results, avoiding short- and long-term complications.

Keywords: Breast/surgery. Breast implantation. Mammaplasty/complications. Postoperative complications.

 

Ritidoplastia com descolamento composto

Osvaldo Ribeiro Saldanha, Sérgio Fernando Dantas de Azevedo, Osvaldo Ribeiro Saldanha Filho, Cristianna Bonetto Saldanha, Luciano Ornelas Chaves
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(1):135-140 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: Baseado na lipoabdominoplastia, intensificados pelos novos conceitos da subunidade anatômica do tecido adiposo subcutâneo na face, é proposto um descolamento composto do retalho com divulsor, sem ruptura vásculo-nervosa, promovendo ampla mobilidade do retalho e diminuição efetiva do sangramento e do sofrimento da pele. Método: Neste estudo, a ritidoplastia com descolamento composto foi executada em 34 pacientes, sendo 3 homens e 31 mulheres, no período de novembro de 2008 a outubro de 2009. Oito pacientes eram fumantes. Resultados: Pacientes submetidos à ritidoplastia com descolamento composto apresentaram recuperação melhor que os submetidos à ritidoplastia tradicional. Não houve nenhum caso de hematoma importante, epiteliólise, necrose ou outras complicações. Conclusões: A técnica de ritidoplastia proposta usa conceitos conservadores e conduz a uma diminuição na incidência de complicações.

Palavras-chave: Ritidoplastia. Traumatismos faciais. Complicações pós-operatórias.

 

ABSTRACT

Introduction: Based on lipoabdominoplasty and intensified by the new concepts of anatomical unit of the subcutaneous fat tissue in the face, this approach proposes a composite undermining by the divulsor of the flap without vasculonervous rupture, promoting a enough mobility of the flap, an effective decrease of bleeding and skin suffering. Methods: The technique was performed on 34 patients, 3 males and 31 females, from November 2008 to October 2009 and eight of them were smokers. Results: Patients who undergo face lift with composite undermining present a better recovery than who undergo the traditional face lift. It had no case of important hematoma, epitheliolysis, necrosis or other complications. Conclusions: The introduction of a new approach using conservative concepts, leads to a decrease in the statistics of complications.

Keywords: Rhytidoplasty. Facial injuries. Postoperative complications.

 

Mastopexia após perda ponderal maciça: suspensão dérmica, remodelação do parênquima e aumento com tecido autógeno

Alberto Okada; Fabio Lopes Saito; Patricia Yuko Hiraki; Simone Orpheu; Hugo Nakamoto; Rolf Gemperli; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):283-289 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Pacientes com perda ponderal significativa podem apresentar mamas com ptose acentuada, perda de projeção do polo superior e excesso de tecido na porção toracolateral. Rubin & Khachi descreveram técnica de mastopexia com suspensão dérmica e remodelação do parênquima associada a aumento com tecido autógeno, tratando a deformidade mamária e o excesso toracolateral em um só estágio. Neste trabalho, é ilustrada essa técnica cirúrgica e demonstradas sua reprodutibilidade e suas complicações. MÉTODO: Foram operadas 14 pacientes com deformidade graus 2 e 3 pela Escala de Pittsburgh, no Hospital Estadual de Sapopemba (São Paulo, SP, Brasil), no período de dezembro de 2008 a dezembro de 2009, utilizando a técnica referida. Foram analisados os seguintes dados: tipos de deformidade das mamas, translocação do complexo areolopapilar (CAP), dimensões dos retalhos, tempo cirúrgico, tempo de permanência do dreno e incidência de complicações. RESULTADOS: A média de idade das pacientes foi de 41,21 ± 7,67 anos e o índice de massa corporal médio foi de 29,30 ± 2,77. O tempo de seguimento das pacientes variou de 3 meses a 18 meses, com média de 8 meses. Dentre as 14 pacientes operadas, 4 (28,6%) apresentavam deformidade grau 3 e 10 (71,4%), grau 2. A média de translocação do CAP foi de 6,38 cm. As dimensões médias do retalho foram de 25,21 cm x 6,92 cm. O tempo cirúrgico médio foi de 188,57 minutos. Os drenos permaneceram, em média, por 6,21 dias. Foram observadas as seguintes complicações: epiteliose de CAP, deiscência na junção do T, hematoma pequeno e linfedema toracolateral. CONCLUSÕES: A mastopexia com suspensão dérmica, remodelação do parênquima e aumento com tecido autólogo é uma técnica reprodutível, rápida e com baixo índice de complicações.

Palavras-chave: Mamoplastia. Perda de peso. Complicações pós-operatórias. Mama/cirurgia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Patients who experience major weight loss may have pronounced breast ptosis, loss of projection of the higher pole, and excessive tissue in the lateral thorax. Rubin & Khachi described a mastopexy technique with dermal suspension and parenchymal remodeling associated with augmentation with autologous tissue. This technique treats the mammary deformity and the excessive tissue in the lateral thorax in a single surgery. In this study, we describe this surgical technique and demonstrate its reproducibility and the possible complications. METHODS: From December 2008 to December 2009, surgery was performed using the technique described above on 14 patients with grade 2 and 3 deformities according to the Pittsburgh scale. The following data were analyzed: type of breast deformity, translocation of the papillary-areolar complex (PAC), dimension of the flaps used, surgical time, permanence time of the drain, and the incidence of complications. RESULTS: The mean age of the patients was 41.21 ± 7.67 years and the mean body mass index was 29.30 ± 2.77. The follow-up period ranged from 3 months to 18 months, with a mean of 8 months. Among the 14 patients that underwent surgery, 4 patients (28.6%) had grade 3 deformities and 10 patients (71.4%), had grade 2 deformities. The mean translocation of the PAC was 6.38 cm, the mean dimensions of the flap were 25.21 cm × 6.92 cm, and the mean surgical time was 188.57 minutes. The drains remained for an average of 6.21 days. The following complications were observed: PAC epitheliosis, dehiscence of the T-junction, a small hematoma, and lateral thoracic lymphedema. CONCLUSIONS: Mastopexy with dermal suspension, parenchyma remodeling, and augmentation with autologous tissue is a reproducible technique that can be performed quickly and has a low complication rate.

Keywords: Mammaplasty. Weight loss. Postoperative complications. Breast/surgery.

 

Lavagem e desbridamento do retalho e da parede abdominal com compressas como prevenção de seromas e hematomas em abdominoplastia

Eduardo Sucupira; Renato Franz Matta Ramos; Patrícia Zuker; Jorge Matta; Carlos Oscar Uebel
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(4):561-564 - Ideias e Inovações

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

A formação de seroma após uma abdominoplastia continua sendo uma complicação frequente. O uso de dreno, os pontos de fixação do retalho e o uso da cola de fibrina foram descritos com a finalidade de diminuir a sua incidência. Os autores apresentam uma técnica de fácil reprodução para reduzir o risco de sangramento, bem como para eliminar o tecido desvitalizado decorrente do descolamento. A tática proposta constitui-se de lavagem e desbridamento por meio da fricção mecânica com compressas umedecidas do retalho e da parede abdominal.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Complicações pós-operatórias; Seroma.

 

ABSTRACT

Seroma formation remains a common complication of abdominoplasty. The use of drain, flap fixation points, and fibrin glue has been described to reduce the incidence of seroma formation. The authors present herein an easy-to-reproduce technique to decrease the risk of bleeding and eliminate the devitalized tissue caused by the detachment. The proposed strategy consists of washing and debridement, which was conducted with mechanical friction using moist flap and abdominal wall dressings.

Keywords: Abdominoplasty; Postoperative complications; Seroma.

 

Análise anatômica da abdominoplastia

Filipe Vidica Teodoro Barcelos; Luiz Eduardo Toledo Avelar; Leonardo Santos Bordoni; Raul Vidica Teodoro Barcelos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(2):272-281 - Artigo de Revisão

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

A abdominoplastia está entre os procedimentos cirúrgicos mais realizados na cirurgia plástica, de forma que muitas variações técnicas têm sido criadas com o objetivo de se reduzirem as complicações e para se obter melhores resultados no contorno abdominal. Nesse contexto, a anatomia da parede abdominal ganha papel de destaque, uma vez que as justificavas em defesa de técnicas, como a abdominoplastia clássica e lipoabdominoplastia, estão atreladas a princípios anatômicos. Isso evidencia a necessidade do domínio da anatomia da região pelo cirurgião plástico, pois, além de entender os motivos de se adotar determinados procedimentos cirúrgicos, o torna mais capacitado de adaptá-los às características anatômicas de cada paciente, além de compreender as alterações morfofuncionais provocadas pela cirurgia. Diante disso, esse trabalho teve o objetivo de buscar na literatura estudos que enfocassem a descrição anatômica da abdominoplastia, tanto clássica quanto de outras variantes, como a lipoabdominoplastia, bem como as explicações anatomofisiopatológicas das principais complicações operatórias inerentes.

Palavras-chave: Anatomia; Abdominoplastia; Lipectomia; Complicações pós-operatórias.

 

ABSTRACT

Abdominoplasty is a common surgical procedure in plastic surgery. Consequently, several technical variations have been created with the aim of reducing complications and obtaining better results in the abdominal contour. The anatomy of the abdominal region plays an important role in this procedure, since arguments in favor of techniques, such as classic abdominoplasty and lipoabdominoplasty are linked to anatomical principles. This highlights the plastic surgeon's need to have a good knowledge of the anatomy of this region. Not only will this knowledge enable plastic surgeons to understand the reasons for adopting certain surgical procedures, but it will also enable them adapt these procedures to the anatomical characteristics of each patient. In addition, this knowledge will help determine the morphological changes caused by surgery. Therefore, this study aimed to identify studies in the literature focusing on the anatomical description of both classical abdominoplasty and other variants, such as lipoabdominoplasty. It also aimed to discover the anatomical and physiopathological explanations for the major inherent surgical complications.

Keywords: Anatomy; Abdominoplasty; Lipectomy; Postoperative complications.

 

Complicações em lipoaspiração clássica para fins estéticos

Fernando Fabrício Franco; Rafael de Campos Ferreira Basso; Alfio José Tincani; Paulo Kharmandayan
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(1):135-140 - Artigo de Revisão

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

A lipoaspiração realizada para procedimentos estéticos tem como objetivo a retirada de gordura em pacientes saudáveis e redução do acúmulo de gordura localizada, a chamada lipodistrofia, levando à melhora no contorno corporal. Nas últimas três décadas, a lipoaspiração vem sendo aperfeiçoada; porém, como qualquer outro procedimento cirúrgico, não é isenta de complicações. O objetivo deste estudo é realizar revisão da bibliografia, por meio do PubMed, identificando as complicações após lipoaspiração clássica, incluindo apenas aquelas realizadas com finalidade estética. Foram encontrados 210 artigos empregando a expressão "complication in liposuction", 86 artigos com "complication after liposuction", 27 artigos com "fat embolism after liposuction", 7 artigos com "fat embolism following liposuction" e 16 artigos com "deaths related to liposuction". Dentre esses artigos, apenas 84 foram considerados relacionados ao assunto, sendo encontrados casos de embolia gordurosa após lipoaspiração, perfuração visceral, lesão vascular, cegueira e infecção por herpes zoster, entre outros relatos. Com base nos artigos analisados foi possível concluir que a lipoaspiração é um procedimento altamente eficaz quando bem indicado e bem realizado, porém existem riscos inerentes ao ato cirúrgico. Este levantamento constatou que existem muitos artigos abordando complicações após lipoaspiração para fins estéticos, e a embolia gordurosa pulmonar apresenta alta incidência.

Palavras-chave: Lipectomia. Complicações pós-operatórias. Embolia gordurosa.

 

ABSTRACT

Liposuction for esthetic purposes aims to remove fat in healthy patients and reduce localized fat accumulation, called lipodystrophy, in order to improve body contour. In the last 3 decades, the liposuction technique has improved dramatically. However, like any other surgical procedure, it is not without complications. Here, we reviewed the literature on PubMed to identify complications after classic liposuction performed solely for esthetic purposes. In total, 210 articles were found using the term "complication in liposuction," 86 with "complication after liposuction," 27 with "fat embolism after liposuction," 7 with "fat embolism following liposuction," and 16 with "deaths related to liposuction." Among these articles, only 84 including cases of fat embolism after liposuction, visceral perforation, vascular injury, blindness, and herpes zoster infection among others were considered to be related to the subject. Based on the analyzed articles, we can conclude that liposuction is a highly effective procedure when well indicated and performed accurately. Despite this, there are inherent risks. This review found many articles addressing complications, predominantly pulmonary fat embolism, after liposuction for esthetic purposes.

Keywords: Lipectomy. Postoperative complications. Fat embolism.

 

Critérios práticos para uma lipoaspiração mais segura: uma visão multidisciplinar

Julio Wilson Fernandes; Arnaldo Miró; Andréa Amorim de Séllos Rocha; Célio Teixeira Mendonça; Claudio Luciano Franck; William Massami Itikawa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(3):454-466 - Artigo Especial

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

O Capítulo de Cirurgia do Contorno Corporal da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica realizou em 2012 um amplo estudo dos parâmetros de segurança para a realização de uma lipoaspiração, antecedendo ao curso do Capítulo, realizado em 2013, no Rio de Janeiro, durante o 50º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, com a presença do ilustre Dr. Yves Gérard Illouz e grande número de participantes. Os autores realizaram uma revisão e atualização destes parâmetros, incorporando recentes avanços e sistematizando de forma prática as informações relevantes para a realização de uma lipoaspiração mais segura. Com a colaboração de anestesiologista, intensivista e cirurgião vascular, experientes no suporte ao procedimento, são apresentadas novas orientações práticas para o pré-operatório, trans e pós-operatório de uma lipoaspiração mais segura.

Palavras-chave: Lipectomia; Segurança do paciente; Complicações intraoperatórias; Complicações pós-operatórias.

 

ABSTRACT

In 2012, the Research Group on Body Contouring Surgery of the Brazilian Society of Plastic Surgery conducted an extensive study on the safety of liposuction before the initiation of the course of the Group, held in 2013 in Rio de Janeiro during the 50th Brazilian Congress of Plastic Surgery, with the presence of the illustrious Dr. Yves Gérard Illouz and a large number of participants. The authors performed a review and update of the safety parameters, incorporating recent advances and systematizing relevant information for the execution of a safer liposuction. With the collaboration of anesthesiologist, intensive care physician, and vascular surgeon, all with extensive experience in supporting the procedure, new practical guidelines were presented for a safer liposuction on the preoperative, transoperative, and postoperative periods.

Keywords: Lipectomy; Patient safety; Intraoperative complications; Postoperative complications

 

Apendicite como complicação em pós-operatório de lipoaspiração

João Márcio Prazeres dos Santos; Natália Júlia da Costa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(2):299-302 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A demanda por cirurgia plástica estética tem aumentado progressivamente, devido principalmente às novas técnicas cirúrgicas e maior aceitação social. Dentre os procedimentos mais frequentemente realizados estão: cirurgias de mamas (aumento ou redução), lipoaspiração, abdominoplastia e cirurgias faciais. A apendicite aguda é a causa mais comum de abdome agudo e a apendicectomia é uma das cirurgias mais realizadas em todo o mundo. Sua maior incidência ocorre em adultos jovens, no sexo masculino e em indivíduos da raça branca. O objetivo do presente estudo é relatar um caso de apendicite aguda como complicação em pós-operatório de lipoaspiração, ressaltando sua correlação com o procedimento cirúrgico. MÉTODO: Foi realizada pesquisa na base de dados do Medline/PubMed, no período de junho a dezembro de 2015, avaliando todos os artigos publicados que referissem complicações em lipoaspiração, principalmente aqueles casos associados à apendicite. CONCLUSÕES: As complicações pós-cirúrgicas são aflitivas tanto para o paciente quanto para o médico e, devido ao crescimento contínuo do número de cirurgias plásticas, são cada vez mais frequentes, merecendo um estudo mais detalhado e de aplicação prática. A elaboração de um escore preditivo de complicações da cirurgia plástica auxiliaria o cirurgião a definir condutas preventivas, permitindo melhores escolhas e melhor discussão de riscos com o paciente já no pré-operatório.

Palavras-chave: Lipectomia; Complicações pós-operatórias; Apendicite; Apendicectomia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The demand for aesthetic plastic surgery has increased steadily mainly for the appearance of new surgical techniques and these procedures greater social acceptance. Most frequent procedures are: breast surgery (augmentation or reduction), liposuction, tummy tuck surgery and facial surgery. Acute appendicitis is the most common cause of acute abdomen. The appendectomy constitutes one of the most common surgery performed worldwide. Appendicitis has a high incidence among young white adult men. We report a case of acute appendicitis as a complication after liposuction, emphasizing such complication correlation with the surgical procedure. METHODS: We searched scientific data from June to December 2015 indexed in Medline/PubMed database related to complications in liposuction, especially cases associated with appendicitis. CONCLUSION: Postoperative complications are distressing for both patient and physician. The number of plastic surgeries is still rising and procedures are becoming more frequent, therefore, procedure-related facts should be further study. The development of predictive score of complications in plastic surgery would help surgeons to define preventive measures, take best choices and perform better discussion related to risks of the patient already in the postoperative period.

Keywords: Lipectomy; Postoperative complications; Appendicitis; Appendectomy; Reconstructive surgical procedures.

 

Pneumomediastino e edema agudo de pulmão pós tratamento cirúrgico de ginecomastia

Carlos Eduardo Guimaraes Leão; Paulo César de Abreu Sales; Dreyfus Silva Fabrini; Giselle Lelis Burgarelli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):169-171 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O edema pulmonar secundário à obstrução das vias aéreas é uma condição incomum. Apesar da fisiopatologia do edema ser ainda obscura, é provável que o mecanismo predominante seja a inspiração forçada contra a glote fechada, gerando um gradiente intrapulmonar e transpleural negativos, o que favorece a transudação de fluidos dos capilares pulmonares para o interstício. RELATO DE CASO: Os autores relatam um caso de barotrauma e edema agudo de pulmão em um paciente jovem após ter sido submetido a tratamento cirúrgico de ginecomastia, sob anestesia geral.

Palavras-chave: Edema agudo de pulmão; Ginecomastia; Laringoespasmo; Complicações pós-operatórias.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Secondary pulmonary edema causing airway obstruction is an uncommon condition. Although the physiopathology of edema is still unclear, the predominant mechanism is likely forced inspiration against a closed glottis, generating a negative intrapulmonary and transpleural gradient, which favors fluid transudation from the pulmonary capillaries into the interstitium. CASE REPORT: We report a case of barotrauma and acute pulmonary edema in a young patient after undergoing surgical treatment for gynecomastia under general anesthesia.

Keywords: Acute pulmonary edema; Gynecomastia; Laryngospasm; Postoperative complications.

 

Revisão de dismorfia mamária com implantes pós-mastectomia subcutânea bilateral: relato de caso

Luciano Alves da Silva; João Ricardo de Barros Dias
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(4):723-724 - Relatos de Caso

PDF Português

RESUMO

Introdução: Mamas com implantes submetidas a adenomastectomia apresentam com frequência dismorfias estéticas secundárias, que exigem revisões cirúrgicas. Os autores enfatizam a importância do planejamento cirúrgico pré-operatório, para reduzir ou mesmo evitar comprometimento estético a médio e longo prazo. Objetivo: Relatar a conduta utilizada em um caso de adenomastectomia bilateral com implantes de silicone, seguida de alterações secundárias de forma, volume e simetria.

Palavras-chave: Mastectomia. Implante mamário. Complicações pós-operatórias.

 

ABSTRACT

Background: Breasts with silicone implants after subcutaneous mastectomy frequently present secondary aesthetic dysmorphies that request surgical revision. Purpose: The authors report and register the importance of a correct pre-operative surgical program to reduce and even avoid secondary aesthetic problems in mediate and long term postoperative period.

Keywords: Mastectomy. Breast implantation. Postoperative complications.

 

Deiscência do complexo areolomamilar pós-mamoplastia redutora - quando e como abordar essa complicação

Caroline Battisti; Felipe Fasolin; Bruno Gasperin; Leonardo Possamai; Ronaldo Scholze Webster; Pedro Bins Ely
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):162-163 - Tronco I

PDF Português

RESUMO

INTRODUÇÃO: Necrose do complexo areolomamilar (CAM) tem sido relatada em 2% dos casos das mamoplastias redutoras e em 1% dos casos de mastopexia. Relato de um caso de reconstrução de CAM pós-deiscência de mamoplastia redutora e, com isso, revisar a literatura e discutir as causas dessa complicação e maneiras de solucioná-la. RESULTADOS: paciente foi submetida e evoluiu com deiscência importante em mama esquerda e necrose do CAM. Optou-se por reconstrução com enxerto de pele total proveniente da virilha para reconstrução da aréola e enxerto de mamilo contralateral. DISCUSSÃO: O leito receptor sadio, com uma boa circulação arterial e drenagem venosa, é essencial para o sucesso da reconstrução do CAM. CONCLUSÃO: A prevenção da necrose do CAM deve ser parte da rotina cirurgia, estando atento para sinais de isquemia ou congestão venosa o mais precoce possível, a fim de tomar as medidas necessárias para evitar essa complicação indesejada.

Palavras-chave: Complicações pós-operatórias; Mamilos; Mamoplastia; Necrose.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons