ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 2 de 2 resultado(s)

Busca por : Ricardo Frota Boggio

Prevenção e tratamento da contratura capsular após implantação de prótese mamária

Marco Aurélio Guidugli dos Santos, Ricardo Frota Boggio, Adolfo Ribeiro Carlucci, Elisa Motoka, Aulus de Mendonça Albano
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):304-308 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: A contratura capsular é definida como uma cicatrização esférica com contração da cápsula que envolve a prótese mamária. A proposta desse trabalho foi elaborar um protocolo para prevenção e tratamento da contratura capsular. Método: Foram avaliadas 9 pacientes que desenvolveram contratura capsular, 3 foram classificadas como Baker II, 5 como Baker III e 1 como Baker IV. As pacientes com contratura capsular Baker II foram tratadas clinicamente, associando-se microcorrente (MENS), ultrassom (US) e drenagem linfática manual (DLM). Nos casos de contratura grau III e IV de Baker, substituiu-se a prótese mamária, reposicionando-a em plano submuscular, associando-se tratamento clínico (MENS/US/DLM) e zafirlucaste 20 mg, via oral, de 12/12 horas, por 90 dias. Resultados: Oito (89%) pacientes tiveram resolução completa da contratura, retornando a Baker I e uma (11%) apresentou redução da contratura de Baker III para Baker II, mesmo após substituição da prótese mamária. Clinicamente, nenhuma paciente apresentou efeitos colaterais. Conclusão: A associação MENS/US/DLM mostrou-se como uma importante ferramenta no tratamento das contraturas Baker II. Nos casos de contratura Baker III e IV, a associação MENS/US/DLM, reposicionamento da prótese no plano submuscular e utilização do zafirlucaste demonstrou bons resultados na resolução das contraturas. Os resultados obtidos encorajaram-nos a utilizar a associação MENS/US/DLM de maneira preventiva em todas pacientes submetidas ao implante de prótese de silicone.

Palavras-chave: Mamoplastia. Contratura capsular. Ultra-som. Drenagem linfática manual.

 

ABSTRACT

Introduction: Capsular contracture is defined as a spherical scar with contraction of the capsule involving the prosthesis. The proposal suggested by this study is to elaborate a protocol to treat and prevent capsular contracture. Methods: Nine patients were evaluated, who developed capsular contracture. Three patients were graded as Baker II, five as Baker III and one as Baker IV. The Baker II patients were clinically treated associating micro electro neuro stimulation (MENS), ultrasound (US) and manual lymphatic drainage (MLD). The Baker III and IV patients had the breast implant replaced, repositioning the implant in submuscular plane, associating the clinical treatment (MENS/US/MLD) and zafirlukaste 20mg oral intake twice daily for a period of 90 days. Results: There was complete resolution of the contracture, returning to Baker grade I in 8 patients (89%). There was reduction on Baker grade from III to II in one patient, even after breast implant replacement. Clinically, none patient presented side effects. Conclusion: The association of MENS/US/MLD demonstrated an important tool for the management of grade II contractures. The association of breast implant replacement and repositioning in submuscular plane, associated to the clinical treatment (MENS/US/MLD) and zafirlukaste demonstrated good results in capsular contracture resolution. These results encouraged us to use the MENS/US/MLD to prevent capsular contracture in all breast implant patients.

Keywords: Mammaplasty. Capsular contracture. Utrasound. Manual hand drainage.

 

Pontos de adesão na cirurgia do contorno corporal

Ricardo Frota Boggio; Fábio Rosa de Almeida; Ricardo Baroudi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(1):121-126 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Seromas, hematomas e alterações cicatriciais são complicações potenciais no pós-operatório das abdominoplastias. Drenagem aspirativa e pontos de adesão são estratégias utilizadas na prevenção destas complicações. A proposta deste estudo é avaliar a eficácia dos pontos de adesão na prevenção ou redução da formação de seroma, hematoma e de complicações cicatriciais em pacientes submetidos a cirurgia plástica do contorno corporal. Método: Cento e quinze pacientes (grupo 2: janeiro de 2006 - junho de 2010) submetidos a cirurgia plástica do contorno corporal com o uso dos pontos de adesão foram comparados, retrospectivamente, com um grupo de 39 pacientes (grupo 1: janeiro de 2004 - dezembro de 2005) submetidos a mesma cirurgia com o uso de drenagem aspirativa. Avaliação clínica dos pacientes foi realizada com 7 dias, 2 semanas, um, dois, três e seis meses de pós-operatório. Resultados: No grupo 1, houve 9 (23%) casos de seroma, 1 (2,5%) de hematoma e 20 (55%) de complicações cicatriciais, enquanto que, no grupo 2, nenhum caso de seroma ou hematoma foi reportado. A avaliação clínica revelou diferenças estatísticas entre o uso dos pontos de adesão e a drenagem aspirativa, no que se refere à incidência de seroma e de complicações cicatriciais. Conclusão: O uso dos pontos de adesão é um método eficiente na prevenção de seromas, hematomas e complicações cicatriciais nas cirurgias do contorno corporal.

Palavras-chave: Abdome. Seroma/prevenção & controle. Cirurgia plástica/métodos.

 

ABSTRACT

Introduction: Seroma, hematoma, and scars are potential postoperative complications of abdominoplasty. Aspiration drainage and use of adhesion sutures are strategies for preventing such complications. The aim of this study was to assess the effectiveness of adhesion sutures for preventing or reducing the formation of seroma, hematoma, and scars after body- contouring surgery. Methods: One hundred and fifteen patients (group 2, January 2006- June 2010) who underwent body-contouring surgery with the use of adhesion sutures were retrospectively compared with 39 patients (group 1, January 2004-December 2005) who underwent the same surgery with aspiration drainage. The patients were clinically assessed at 7 days; 2 weeks; and 1, 2, 3, and 6 months postoperatively. Results: Group 1 had 9 (23%) cases of seroma formation, 1 (2.5%) case of hematoma formation, and 20 (55%) cases of scarring, whereas no complications were reported in group 2. The clinical assessment revealed statistical differences in the incidences of seroma formation and scarring between the groups. Conclusion: The use of adhesion sutures is an efficient method for preventing complications such as seroma, hematoma, and scar formation after body-contouring surgery.

Keywords: Abdomen. Seroma/prevention & control. Plastic surgery/methods.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons