ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 2 from 2 result(s)

Search for : Ricardo Cavalcanti Ribeiro

Does the Baroudi-Ferreira technique reduce seroma after abdominoplasty?

Rafael Garrido Souza Costa; Agostinho Manuel da Silva Ascenção; Rossano Kepler Alvim Fiorelli; Ricardo Cavalcanti Ribeiro
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(2):150-155 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Abdominoplasty has evolved over the years with improvement of techniques that initially had high complication rates. However, even with the evolution of operative techniques, seroma remains the most frequent early complication of this procedure. This study aims to compare the development of seroma after abdominoplasty with and without the use of quilting sutures.
Methods: Twenty patients undergoing abdominoplasty were evaluated and divided into two groups: Group A (abdominoplasty using quilting sutures - Baroudi-Ferreira technique) and Group B (abdominoplasty without the use of quilting sutures).
Results: Two patients in Group A (20%) had seroma, which was significantly lower (p = 0.05) than that in Group B, in which seven patients were diagnosed with seroma (70%). The mean volume observed in Group A was 26.5 mL, whereas in Group B, it was 146.5 mL. The highest volume aspirated in Group A was 130 mL, on the 15th postoperative day (POD), whereas in Group B it was 230 mL, on the 21st POD.
Conclusion: In this study, the development of seroma in abdominoplasty was significantly lower in the group in which the Baroudi-Ferreira technique was used.

Keywords: Seroma; Abdominoplasty; Suture techniques; Abdomen; Reconstructive surgical procedures

 

RESUMO

Introdução: A cirurgia plástica, em relação à abdominoplastia, evoluiu ao longo dos anos com o aprimoramento de técnicas que inicialmente apresentavam grandes índices de complicações. Porém, mesmo com a evolução das técnicas operatórias, a incidência de seroma pós-operatório se mantém como a complicação precoce mais frequente neste procedimento. O objetivo deste estudo é comparar a ocorrência de seroma em abdominoplastia com e sem a utilização de pontos de adesão.
Métodos: Foram avaliadas 20 pacientes submetidas à abdominoplastia sendo distribuídas em dois grupos: Grupo A (abdominoplastia com utilização de pontos de adesão - Técnica de Baroudi-Ferreira) e Grupo B (abdominoplastia sem utilização de pontos de adesão).
Resultados: No Grupo A houve seroma em 2 pacientes (20%), sendo significativamente menor (p = 0,05) do que no Grupo B, no qual foi diagnosticado em 7 pacientes (70%). A média de volume observada no Grupo A foi de 26,5 ml enquanto no Grupo B foi de 146,5 ml. O maior volume aspirado em pacientes do Grupo A foi 130 ml observado no 15º dia pós-operatório (DPO), ao passo que no Grupo B foi de 230 ml no 21º DPO.
Conclusão: A ocorrência de seroma em abdominoplastia neste estudo foi significativamente menor no grupo em que foi utilizada a Técnica de Baroudi-Ferreira.

Palavras-chave: Seroma; Abdominoplastia; Técnicas de sutura; Abdome; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

High-voltage electrical burns: five-year epidemiological analysis and updated surgical treatment

Thiago Henrique Tondineli; Juan Alfredo Sanabria Rios; Karem Candelario; Ricardo Cavalcanti Ribeiro; Luiz Maceira Junior; Maria Cristina do Valle Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(3):380-384 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Evaluation of a 5-year epidemiological analysis and updated surgical treatment of high-voltage electrical burns. METHODS: A descriptive, retrospective cross-sectional study was conducted in the Center of Burn Treatment Dr. Oscar Plaisant, Federal Hospital of Andaraí, Rio de Janeiro, Brazil, from January 2009 to December 2014. A form was applied to the medical records of 38 patients included in the study in order to assess the defined variables. RESULTS: In total, 38 patients with high-voltage burns were evaluated, 95% of whom were men aged between 21 and 42 years. The most frequent place of occurrence was the workplace in 55.3% of cases. The percentage of burned total body surface area ranged from 1% to 60%. The most affected part of the body was the left hand in 55.26% cases. Presurgical preparation for self-grafting was necessary in 34.21% subjects, and the mean time elapsed was 37.5 days. The type of surgical treatment was serial debridement under general anesthesia in 100% of the patients, self-grafting in 31.6%, amputation in 18.4%, and fasciotomy in 5.3%. The mortality rate was 0%. CONCLUSIONS: The study indicated that electrical burns occur most often in young adults in the workplace; therefore, policies should be developed to raise safety awareness in the workplace. Despite the severity of the injury, patients with adequate clinical support and early surgical evaluation are more likely to survive, even with high rates of amputation, confirming the need for more research on electroporation.

Keywords: Burns; Electrical burns; Work accidents; Epidemiology.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Avaliar cinco anos de análise epidemiológica e tratamento cirúrgico atualizado das queimaduras elétricas por alta voltagem. MÉTODOS: Foi realizado um estudo descritivo, retrospectivo de corte transversal, no Centro de Terapia de Queimados Dr. Oscar Plaisant, do Hospital Federal do Andaraí, Rio de Janeiro, Brasil, no período de janeiro de 2009 a dezembro de 2014. Foi aplicado um formulário nos prontuários dos 38 pacientes incluídos no estudo, a fim de avaliar as variáveis definidas. RESULTADOS: Foram analisados 38 pacientes por queimadura elétrica de alta voltagem, sendo 95% dos casos do sexo masculino, com faixa etária entre 21-42 anos. O local de ocorrência mais frequente foi o trabalho, em 55,3%. A porcentagem de SCQ variou de 1-60%. A parte do corpo mais acometida foi a mão esquerda, em 55,26%. O preparo pré-cirúgico para autoenxertia foi necessário em 34,21%, sendo a média de tempo transcorrido 37,5 dias, o tipo de tratamento cirúrgico foi desbridamento seriado sob anestesia geral em 100%, autoenxertia em 31,6%, amputação em 18,4% e fasciotomia em 5,3% dos pacientes. A taxa de óbito foi de 0%. CONCLUSÕES: O estudo observou que as queimaduras elétricas ocorrem mais frequentemente em adultos jovens no local de trabalho, portanto, é necessário desenvolver políticas de sensibilização para a segurança no local de trabalho. Apesar da gravidade da lesão, pacientes com suporte clínico adequado e avaliação cirúrgica precoce têm mais probabilidade de sobreviver, mesmo com altas taxas de amputação, confirmando a necessidade de mais pesquisas sobre a eletroporação.

Palavras-chave: Queimaduras; Queimaduras elétricas; Acidentes de trabalho; Epidemiologia.

 

Support

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license