ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 4 de 4 resultado(s)

Busca por : RONAN CAPUTI SILVA DIAS

Bichectomia e sua contribuição para harmonia facial

CESAR AUGUSTO DAHER CEVA FARIA; RONAN CAPUTI SILVA DIAS; AMANDA COSTA CAMPOS; JOSÉ CARLOS DAHER; RAFAEL SABINO CAETANO COSTA; LEONARDO DAVID PIRES BARCELOS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(4):446-452 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: O tecido gorduroso bucal foi descrito pela primeira vez em 1732, por Heister. Em 1802, Bichat diagnosticou sua natureza adiposa. Há uma estreita relação entre a gordura bucal e músculos da mastigação, auxiliando os lactentes na sucção do leite por atuar com um tecido de deslizamento. Sua projeção diminui com o aumento da idade, tanto pela redução discreta de seu volume quanto pelo crescimento facial. A bichectomia ou bichatectomia é o procedimento cirúrgico que visa remover a "bola gordurosa de Bichat", com fins estéticos e/ ou funcionais. O objetivo é demonstrar que a bichectomia é um procedimento de baixo risco cirúrgico e com bons resultados, desde que seja bem indicada e siga os padrões técnicos, respeitando a anatomia das estruturas faciais.
Métodos: Estudo prospectivo de coorte, realizado entre janeiro de 2016 e abril de 2018, totalizando 59 pacientes, com média de idade de 31 anos. O tempo de seguimento foi de 12 a 26 meses.
Resultados: Foram avaliados 59 pacientes, com média de idade de 31 anos, sendo 46 do sexo feminino e 13 do sexo masculino. Todos os pacientes receberam alta no mesmo dia. Em média, foram retirados 3,2ml de volume da gordura de Bichat.
Conclusão: A retirada de porções das gorduras de Bichat é segura, desde que sejam observados os detalhes anatômicos. Pode oferecer maior harmonia entre os três terços da face. O sucesso dos resultados depende de uma indicação precisa para o procedimento.

Palavras-chave: Cirurgia bucal; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Boca; Gorduras; Assimetria facial

 

ABSTRACT

Introduction: Buccal fat removal was described for the first time by Heister in 1732. In 1802, Bichat identified the adipose nature of this tissue. There is a close association between buccal fat and masticatory muscles, which helps infants suck owing to the sliding motion of the tissues. Its prominence diminishes with age, both through modest reduction in volume and facial growth. Bichectomy or bichatectomy is a surgical procedure that involves extraction of Bichat's fat pad for aesthetic and/or functional purposes. This study aimed to show that bichectomy is a low-risk surgical procedure with good results, provided it is appropriately indicated and is performed following technical standards according to the anatomy of the facial structures.
Methods: This prospective cohort study was conducted between January 2016 and April 2018 and included 59 patients with a mean age of 31 years. The follow-up time was 12-26 months.
Results: Of 59 patients, 46 were female, and 13 were male. All patients underwent same-day surgery. On average, 3.2 mL of fat was removed.
Conclusion: Removal of Bichat's fat according to anatomical principles is safe. This technique can improve facial harmony. Success depends on application of appropriate techniques.

Keywords: Mouth surgery; Reconstructive surgical procedures; Mouth; Fats; Facial asymmetry

 

Reconstrução mamária com o retalho miocutâneo do grande dorsal e implantes: avaliação de estratégias adotadas para melhoria dos resultados e avaliação de satisfação pelo Breast-Q

LEONARDO DAVID PIRES BARCELOS; JEFFERSON DI LAMARTINE GALDINO AMARAL; JOSE CARLOS DAHER; LEONARDO MARTINS COSTA DAHER; JULDASIO GALDINO DE OLIVEIRA; GABRIEL CAMPELO DOS SANTOS; AMANDA COSTA CAMPOS; RONAN CAPUTI SILVA DIAS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(4):453-462 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: O trabalho descreve 14 anos em reconstrução mamária com o retalho miocutâneo do grande dorsal (RGD) e implantes mamários. O objetivo é delinear experiência com o RGD e implantes mamários, programações das ilhas de pele e detalhes da dissecção, transposição de retalho e colocação do implante sob dupla camada muscular, estratégias para minimizar os danos na área doadora, estratégias de simetrização mamária e reconstrução do complexo areolopapilar, associado a avaliação do questionário Breast-Q.
Métodos: Foi realizada revisão de prontuários entre abril de 2003 a junho de 2017.
Resultados: No período 76 pacientes foram reconstruídas com o RGD, com idade média de 50,09 anos, sendo 11 bilaterais, 34 mama direita e 31 mama esquerda. 41 imediatas, 22 tardias e 13 de resgate. A média de satisfação foi 72,36% por meio do Breast-Q.
Conclusão: Concluímos e comprovamos com o questionário do Breast-Q que a indicação precisa aliada a técnica de reconstrução proposta com plano duplo subpeitoral associada a cobertura do RDG, propicia uma loja mais segura, diminuído o índice de rippling.

Palavras-chave: Neoplasias da mama; Inquéritos e questionários; Retalho miocutâneo; Resultado do tratamento; Implantes de mamas

 

ABSTRACT

Introduction: The paper describes a 14-year experience with breast reconstruction using a latissimus dorsi myocutaneous flap (LDMF) and breast implants. The objective was to delineate the experience with LDMF and breast implants, skin island schedules and dissection details, flap transposition and placement of the implant under a double layer, strategies to minimize damage in the donor area, and strategies of breast symmetry and reconstruction of the nipple-areola complex, in association with evaluation using the Breast-Q questionnaire.
Methods: A review of medical records was performed between April 2003 and June 2017.
Results: In the period, 76 patients with a mean age of 50.09 years underwent reconstruction with a LDMF, which was bilateral in 11, for the right breast in 34, for the left breast in 31, immediate in 41, late in 22, and for rescue in 13.
Conclusion: We conclude and verified with the Breast-Q questionnaire that with a precise indication, the proposed reconstruction technique with a double subpectoral plane and coverage with a LDMF is safer with a lower complication rate.

Keywords: Breast neoplasms; Surveys and questionnaires; Myocutaneous flap; Treatment outcome; Breast implants

 

Avaliação prospectiva das repercussões no perfil lipídico das cirurgias que envolvem lipoaspiração e dermolipectomias

LEONARDO DAVID PIRES BARCELOS; JEFFERSON DI LAMARTINE GALDINO AMARAL; MARINA BORGATTO; GABRIEL CAMPELO DOS-SANTOS; AMANDA COSTA CAMPOS; RONAN CAPUTI SILVA DIAS; JULDASIO GALDINO DE OLIVEIRA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):31-37 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Lipoaspiração associada a dermolipectomias é o procedimento cirúrgico mais comumente realizado em cirurgia plástica. Apesar de ser considerada uma cirurgia extremamente segura, algumas considerações devem ser levantadas a respeito dos possíveis efeitos metabólicos que essas cirurgias possam causar. O desenvolvimento da técnica tumescente de lipoaspiração permitiu a remoção de grande quantidade de gordura de modo mais seguro. O objetivo é comparar as variações do perfil lipídico em pós-operatório precoce e tardio de pacientes submetidos à lipoaspiração e dermolipectomias.
Métodos: Entre outubro de 2006 e junho de 2012, 40 pacientes do sexo feminino candidatas a cirurgias que envolviam lipoaspiração e dermolipectomias foram acompanhadas prospectivamente e o perfil lipídico foi analisado por meio de exames no pré-operatório e no pós-operatório. As cirurgias realizadas foram: mamoplastia + lipoaspiração, abdominoplastia + lipoaspiração e lipoabdominoplastia + mamoplastia.
Resultados: Das 40 pacientes que foram acompanhadas no estudo, 20 pacientes do sexo feminino foram selecionadas (após a aplicação dos critérios de exclusão). Em consonância com nosso estudo, Cazes, em 1996, demonstrou que após 12 meses de pós-operatório de lipoabdominoplastia não houve alteração do perfil lipídico das pacientes.
Conclusão: Após análise pré- e pós-operatória de 20 pacientes, observamos que não há alterações estatísticas significantes em relação ao perfil lipídico com tendência de equilíbrio das aferições em um ano em patamares próximos aos observados no pré-operatório.

Palavras-chave: Transtornos do metabolismo dos lipídeos; Lipídeo A; Abdominoplastia; Lipectomia; Triglicerídeos

 

ABSTRACT

Introduction: Liposuction associated with dermolipectomies is the most commonly performed surgical procedure in plastic surgery. Although regarded as an extremely safe surgery, some considerations must be taken on the possible metabolic effects of these surgeries. The development of the tumescent technique in liposuction allowed the safer removal of large amounts of fat. The objective is to compare lipid profile variations in the early and late postoperative period in patients undergoing liposuction and dermolipectomies.
Methods: Between October 2006 and June 2012, 40 female patients who were candidates for surgeries involving liposuction and dermolipectomies were prospectively followed, and the lipid profile was analyzed through preoperative and postoperative examinations. The surgeries performed were mammoplasty + liposuction, abdominoplasty + liposuction, and lipoabdominoplasty + mammoplasty.
Results: Of the 40 female patients who were followed, 20 were selected (after applying the exclusion criteria). In agreement with our study, in 1996, Cazes showed that there were no changes in the lipid profile of patients 12 months after lipoabdominoplasty.
Conclusion: After a preoperative and postoperative analysis of 20 patients, it was observed that there were no statistically significant changes in the lipid profile and that the measurements after 1 year were close to those obtained in the preoperative period.

Keywords: Lipid metabolism disorders; Lipid A; Abdominoplasty; Lipectomy; Triglycerides

 

Qualidade de vida e resultado estético após mastectomia e reconstrução mamária

MARCELA CAETANO CAMMAROTA; AMANDA COSTA CAMPOS; CESAR AUGUSTO DAHER CEVA FARIA; GABRIEL CAMPELO DOS-SANTOS; LEONARDO DAVID PIRES BARCELOS; RONAN CAPUTI SILVA DIAS; FABRÍCIO TAVARES MENDONÇA; JOSE CARLOS DAHER
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):45-57 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Em decorrência do aumento na incidência de câncer de mama, a procura pela reconstrução mamária vem crescendo, juntamente com a preocupação em relação à satisfação e à qualidade de vida das pacientes. Mastectomia pode ser vivenciada de modo traumático, sendo considerada mutilação, afetando autoestima e estabilidade emocional. O questionário BREAST-Q® foi validado internacionalmente e formulado para avaliação pré e pós-operatória da qualidade de vida relacionada à reconstrução mamária. O objetivo do estudo é avaliar a qualidade de vida e satisfação com o resultado estético das pacientes submetidas à reconstrução mamária com implantes, comparando o período anterior com o período posterior à reconstrução mamária.
Métodos: Realizado estudo observacional longitudinal retrospectivo por meio da revisão de prontuários de pacientes submetidas à reconstrução mamária com uso de implantes de silicone ou de expansor de tecido no período de janeiro de 2014 a dezembro de 2016, associado a estudo transversal por meio da aplicação do questionário Breast-Q® e avaliação do resultado estético após análise fotográfica pré e pós-operatória.
Resultados: Foram selecionadas 74 pacientes que foram submetidas à reconstrução mamária com implantes (79,7% com prótese de silicone e 20,3% com expansor); 95,94% das reconstruções foram imediatas e não houve predomínio quanto à lateralidade. Obtivemos significância estatística tanto no domínio satisfação com a mama quanto no domínio bem-estar físico. A maioria dos casos foram considerados satisfatórios pelo avaliador externo.
Conclusão: A qualidade de vida das pacientes no período posterior à reconstrução mamária com implantes mamários é superior em relação ao período anterior ao procedimento cirúrgico.

Palavras-chave: Neoplasias da mama; Implante de prótese; Qualidade de vida; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Mastectomia

 

ABSTRACT

Introduction: Due to the increased incidence of breast cancer, the demand for breast reconstruction has been increasing, along with concerns regarding the satisfaction and quality of life of the patients. Mastectomy can be a traumatic experience, especially when it is perceived as a mutilation, which can impact self-esteem and emotional stability. The BREAST-Q® questionnaire was internationally validated and formulated for the pre- and postoperative assessment of quality of life related to breast reconstruction. This study aimed to evaluate quality of life and aesthetic result satisfaction in patients who underwent breast reconstruction with implants by comparing the period after breast reconstruction with the period before.
Method: A retrospective longitudinal observational study was carried out by reviewing the charts of patients who underwent breast reconstruction using silicone or tissue expander implants from January 2014 to December 2016, in association with a cross-sectional study of the Breast-Q® questionnaire and an evaluation of aesthetic results based on photographic analysis before and after surgery.
Results: We selected 74 patients who underwent breast reconstruction with implants (79.7% with silicone prostheses and 20.3% with expanders); 95.94% of the reconstructions were immediate, and no particular laterality predominated. We obtained statistical significance in the domains of both breast satisfaction and physical well-being. Most cases were considered satisfactory by the external evaluator.
Conclusion: The patients' quality of life in the period after breast reconstruction with breast implants was superior to that in the period prior to the procedure.

Keywords: Breast neoplasms; Prostheses and implants; Quality of life; Surgery, Plastic; Mastectomy

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons