ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 5 de 5 resultado(s)

Busca por : Paulo Gonçalves Júnior

Lipoabdominoplastia: redução das complicações em cirurgias abdominais

Osvaldo Ribeiro Saldanha; Daniel Melo de Azevedo; Sérgio Fernando Dantas de Azevedo; Débor ah Vazi Ribeiro; Elisa Nagassaki; Paulo Gonçalves Junior; Osvaldo Ribeiro Saldanha Filho; Cristianna Bonetto Saldanha
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(2):275-279 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: As deformidades estéticas e funcionais do abdome sempre representaram um grande desafio na Cirurgia Plástica. Em busca de soluções para estes problemas, foi desenvolvida a abdominoplastia, que ao longo dos anos vem apresentando modificações e aperfeiçoamentos, buscando melhores resultados estéticos e funcionais, com menores índices de complicações. A lipoabdominoplastia, desenvolvida em 2000 por Saldanha e publicada em 2001, quando esse termo foi utilizado pela primeira vez na literatura mundial, representa uma opção segura para a associação da lipoaspiração à abdominoplastia. A técnica é baseada na preservação dos vasos perfurantes abdominais, ramos das epigástricas profundas superiores e inferiores. Método: Foi comparada a incidência de complicações nas abdominoplastias clássicas e a lipoabdominoplastias realizadas no período de janeiro de 1979 a 30 de junho de 2010, na Clínica Saldanha, em Santos - SP. Discussão: O descolamento seletivo entre as bordas dos músculos reto abdominais, preconizado pela técnica, promove diminuição da área de descolamento do retalho e preserva os vasos perfurantes da parede abdominal, responsáveis por 80% do suprimento sanguíneo da região e, consequentemente, diminui o sangramento e os riscos de hematoma, de isquemia e necrose do retalho. Conclusão: Associando a abdominoplastia com a lipoaspiração e preconizando um descolamento seletivo com preservação dos vasos perfurantes, é possível obter melhores resultados estéticos favoráveis, além de menor morbidade pós-operatória e redução da taxa de revisões cirúrgicas.

Palavras-chave: Abdome/cirurgia. Lipectomia. Cirurgia plástica/métodos.

 

ABSTRACT

Introduction: The cosmetic and functional deformities of the abdomen always represented a great challenge for plastic surgery. In search of solutions to these problems, we developed the abdominoplasty, which over the years has had modifications and improvements, looking for better cosmetic and functional results, with lower complication rates. Lipoabdominoplasty was developed in 2000 by Saldanha and published in 2001, when that term was first used in the literature, and represents a safe option for the combination of liposuction and abdominoplasty. The technique is based on the preservation of abdominal perforating vessels, branches of the superior and inferior epigastric deep artery. Methods: We compared the incidence of complications between the classic abdominoplasty and lipoabdominoplasty carried out from January 1979 to June 30, 2010, at Saldanha's Clinic, in Santos - SP. Discussion: The selective displacement between the edges of the rectus abdominis muscles, as advocated by technique, promotes a decrease in the area of detachment of the flap and preserves the abdominal wall perforator vessels account for 80% of the blood supply to the region and, consequently, reduces bleeding and risk of hematoma, and ischemic necrosis of the flap. Conclusion: Associating abdominoplasty with liposuction and advocating a selective detachment with preservation of the perforating vessels, it is possible to achieve better cosmetic results and lower postoperative morbidity and reducing the rate of surgical revisions.

Keywords: Abdome/surgery. Lipectomy. Plastic surgery/methods.

 

Gluteoplastia de aumento: experiência do Serviço de Cirurgia Plástica Dr. Ewaldo Bolivar de Souza Pinto

Daniel Melo de Azevedo; Paulo Gonçalves Junior; Juliano Pereira; Tiago Boulhosa Amoedo; Fábio Massaru Kuroyanagi; Emm anuel Francis Mallol Cotes; Ewaldo Bolivar de Souza Pinto; Osvaldo Ribeiro Saldanha
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(1):87-92 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As nádegas são constituídas por músculos responsáveis pelos movimentos das pernas, assumindo o músculo glúteo máximo o volume principal. Possuem uma função secundária, de cunho sexual, como zona erógena, símbolo de fertilidade, cujo poder de atração é um forte apelo usado pela publicidade de artigos de consumo masculino. Mulheres com maior volume de nádegas despertam maior atração e desejo sexual, o que tem levado ao aumento da procura pela gluteoplastia de aumento com utilização de implantes de silicone. O objetivo deste trabalho é demonstrar a experiência dos autores com a técnica de gluteoplastia de aumento XYZ, comparando as taxas de complicação relacionadas ao procedimento entre dois grupos, gluteoplastia + lipoescultura de dorso e flancos vs. gluteoplastia isolada. MÉTODO: No total, 8 pacientes do sexo feminino foram submetidas a gluteoplastia de aumento pela técnica XYZ, no período entre julho e novembro de 2011. RESULTADOS: Foram utilizados 4 pares de implantes com volumes de 400 ml, 2 pares de 350 ml e 2 pares de 300 ml, todos do tipo Quartzo®. As pacientes foram divididas em dois grupos, com 4 integrantes cada. No grupo 1, a gluteoplastia foi associada a lipoaspiração de dorso e flancos; no grupo 2, não foi feita essa associação. A incidência total de seroma, necrose das bordas e deiscências das feridas foi de 50% (4 casos) cada. CONCLUSÕES: A gluteoplastia de aumento pela técnica XYZ com utilização de implantes de silicone tem produzido resultados naturais e de longa duração, com baixas taxas de complicação quando não se associa lipoaspiração.

Palavras-chave: Nádegas/cirurgia. Implante de prótese. Próteses e implantes.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: The buttocks are formed by muscles responsible for leg movement, the largest being the gluteus maximus. Moreover, the buttocks have secondary sexual function: they are an erogenous area and a symbol of fertility, and are employed in advertising for male-oriented consumer products. Women with bigger buttocks arouse greater attraction and sexual desire, which has driven the demand for augmentation gluteoplasty with silicone implants. This study analyzed the authors' experience with the XYZ augmentation gluteoplasty technique by comparing the rates of complications related to the procedure between gluteoplasty + back and flank liposuction, and gluteoplasty alone. METHODS: A total of 8 women were subjected to XYZ augmentation gluteoplasty between July and November 2011. The patients were divided into 2 groups with 4 members each. In groups 1 and 2, gluteoplasty with and without liposuction of the back and flanks was performed, respectively. RESULTS: Four, 2, and 2 pairs of 400-, 350-, and 300-mL Quartzo® implants were used, respectively. The total incidence of seroma, necrosis of the edges, and wound dehiscence was 50% (4 cases in total) in both groups. CONCLUSIONS: XYZ augmentation gluteoplasty with silicone implants produces natural and long-lasting results with low complication rates when not combined with liposuction.

Keywords: Buttocks/surgery. Prosthesis implantation. Prostheses and implants.

 

Lipoabdominoplastia: evolução da técnica nos últimos 12 anos. O que há de novo?

Juliano Pereira; Osvaldo Ribeiro Saldanha; Tiago Boulhosa Amoedo; Paulo Gonçalves Júnior; Matheus Monseff Borella; Fábio Massaru Kuroyanagi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3 Suppl.1):51 - Tórax e Tronco

PDF Português

Mamoplastia redutora com cicatriz vertical assistida por lipoaspiração

Daniel Melo Azevedo, Ewaldo Bolívar de Souza Pinto, Humberto Menon Romani, Paulo Gonçalves Júnior, Matheus Monseff Vieira Morela , Luís Humberto Uribe Morelli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(3 Suppl.1):58 - Tórax e Tronco

PDF Português

Lipomioescultura

Fabio Luiz Frade, Ewaldo Bolívar de Souza Pinto, Pablo Silva Frizzera Delboni, Paulo Gonçalves Júnior, Matheus Monseff Vieira Morela, Juliano Pereira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(3 Suppl.1):95 - Geral

PDF Português

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons