ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 4 de 4 resultado(s)

Busca por : Nuberto Teixeira Neto

Substitutos cutâneos: apresentação e aplicabilidade

Nuberto Teixeira Neto; Andre Oliveira Paggiaro; Cesar Isaac; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3 Suppl.1):8 - Geral

PDF Português PDF Inglês

Infecções graves de partes moles: relato de caso de fasciíte necrotizante de face utilizando curativo a vácuo e revisão da literatura

Nuberto Teixeira Neto; Enio Giacchetto; Fabio Kamamoto; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(2):353-359 - Relatos de Caso

PDF Português

RESUMO

Introdução: Fasciíte necrotizante da face é uma doença muito rara. Este artigo descreve, pela primeira vez, um caso clínico de um paciente com fasciíte necrotizante de face tratada com o curativo a vácuo desenvolvido na Universidade de São Paulo. Relato do Caso: A infecção do paciente iniciou-se na glândula parótida progredindo para os planos profundos na face, gerando repercussão sistêmica. O tratamento foi baseado em desbridamento cirúrgico seriado e colocação de curativo a vácuo. Após a preparação do leito com este curativo, um retalho de couro cabeludo foi realizado. Este estudo confirma a raridade do caso e expõe as peculiaridades do tratamento, enfatizando a importância do diagnóstico precoce e da abordagem cirúrgica, tanto imediata quanto agressiva para este tipo de infecção grave de partes moles. O paciente foi a óbito em decorrência de choque séptico e falência de múltiplos órgãos, embora a infecção da região cefálica tenha sido controlada e a ferida reduzida. Conclusão: O tratamento com curativo a vácuo pode ser implementado em fasciítes necrotizantes de face com benefícios. O vácuo USP [Universidade de São Paulo] mostrou-se efetivo em seu funcionamento, com menor custo. Contudo, maior número de casos deverá ser tratado com o vácuo USP para sua validação científica comparando-o com o produto importado disponível no mercado.

Palavras-chave: Fasciíte necrosante. Face. Vácuo. Desbridamento. Infecções dos Tecidos Moles.

 

ABSTRACT

Background: Necrotizing fasciitis of the face is a very rare disease. This article describes for the first time a case report of a patient with an aggressive necrotizing fasciitis of the face treated with the vacuum dressing developed at the University of São Paulo. Case Report: The patient suffered an infection which began on parotid gland progressing to the deep planes in face causing systemic repercussion. The treatment was based on serial surgical debridement and placement of the vacuum dressing. After bed preparation with this dressing, a scalp flap was performed. This study confirms the rarity of the case and elucidates the peculiarities of the treatment, emphasizing the importance of the surgical debridement with early diagnosis and immediate and aggressive approach to this type of severe soft tissue infection. The patient evolved to death by septic shock and multiple organ failure although the infection of cephalic region had been controlled and the wound had been reduced. Conclusions: The treatment with vacuum dressing can be implemented for Necrotizing Fasciitis of the face with benefits. The vacuum USP [University of São Paulo] was effective in its performance, with low cost, but a greater number of cases should be treated with the vacuum USP for its scientific validation comparing with the imp orted product available.

Keywords: Necrotizing fasciitis. Face. Vacuum. Debridement. Soft Tissue Infections.

 

Substitutos cutâneos: conceitos atuais e proposta de classificação

Marcus Castro Ferreira; Andre Oliveira Paggiaro; Cesar Isaac; Nuberto Teixeira Neto; Gustavo Bastos dos Santos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(4):696-702 - Artigo Especial

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Feridas complexas podem resultar na perda completa do revestimento cutâneo. A solução consagrada pela cirurgia plástica é a enxertia de pele autógena, porém há casos em que ocorre escassez de área doadora cutânea, um problema ainda não totalmente solucionado. Assim, atualmente há muito interesse por materiais sintéticos ou biológicos que possam ser utilizados como substitutos cutâneos. O objetivo deste estudo foi introduzir uma forma mais didática de agrupar diferentes tipos de substitutos cutâneos. Acreditamos que esses produtos podem ser classificados de forma mais abrangente se forem divididos segundo três critérios: camada substituída da pele, subdivididos em epidérmicos (E), dérmicos (D) e compostos dermoepidérmicos (C); duração no leito da ferida, subdivididos em temporários (T) e permanentes (P); e origem do material constituinte, subdivididos em biológicos (b), biossintéticos (bs) e sintéticos (s).

Palavras-chave: Engenharia tecidual. Células cultivadas. Pele artificial.

 

ABSTRACT

Complex wounds are characterized by complete loss of cutaneous cover. The most common plastic surgery technique is the autogenous skin graft; however, the amount of material available from donor areas is often limited. The development of synthetic or biological products as skin substitutes is therefore an area of interest. The present study aimed to classify the different types of skin substitutes available based on three criteria: the skin layer to be replaced, which can be categorized into epidermal (E), dermal (D), and dermal-epidermal composites (C); the durability in the wound bed, which can be temporary (T) or permanent (P); and the origin of the material, subdivided into biological (b), biosynthetic (bs), and synthetic (s).

Keywords: Tissue engineering. Cells, cultured. Skin, artificial.

 

Relato de caso e revisão da literatura: duas crianças com fasciíte necrosante de face e pescoço tratadas com curativo a vácuo

Alexandre Jin Bok Audi Chang; Fabio Kamamoto, Nuberto Teixeira Neto; Ana Carolina Makino Antunes; José Pinhata Otoch; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3 Suppl.1):53 - Crânio, Face e Pescoço

PDF Português PDF Inglês

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons