ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 2 from 2 result(s)

Search for : Nilton Mazzer

Free tissue transfers in the management of burns: experience with 58 flaps in 46 patients

Daniel Alvaro Alvarez Lazo, Salomão Chade Assan Zatiti, Olimpio Colicchio, Frederico Roncaglia, Daniel Mamere Alvarez, Isabela Mamere Alvarez, Nilton Mazzer
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(2):138-144 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Tangential excision is the debridement of necrotic tissue until viable tissue is reached. The second phase of surgical treatment is wound closure. The gold standard of wound coverage is autologus skin grafting. However, results can be disappointing in severe burns that involve the upper extremity and the neck. Fifty-eight free flaps for 46 patients with deep burns were reviewed retrospectively to determine indication, methods and outcomes.

Keywords: Burns. Microsurgery. Surgical flaps.

 

RESUMO

A grande maioria das queimaduras de terceiro grau é tratada com a excisão tangencial, seguida da enxertia de pele. No entanto, as deformidades secundárias são frequentes, principalmente nos membros superiores e na cabeça e pescoço. As contraturas causadas pelas queimaduras graves podem ser tratadas das formas mais diversas. Aquelas limitadas às pequenas áreas podem ser tratadas com zetaplastias, enxertos ou retalhos locais; mas quando a contratura é extensa é difícil atingir bons resultados com os métodos convencionais. Os autores descrevem a sistematização e a estratégia na reconstrução primária ou secundária em pacientes queimados com o emprego de 58 retalhos livres, em 44 pacientes.

Palavras-chave: Queimaduras. Microcirurgia. Retalhos cirúrgicos.

 

Reconstruction of the limbs with microvascular free flaps in emergency: a 10 years experience with 154 consecutive cases

Daniel A. A. Lazo, Salomão Chade Assan Zatiti, Olímpio Colicchio, Marcelo Tadashi Nishimura, Nilton Mazzer, Cláudio Henrique Barbieri
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(2):88-94 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The authors presents the results of the early microsurgical reconstruction of complex trauma of the limbs. The patients aged ranged from 3 to 72 years, with the average 28.4 years. The wound size ranged from 12 to 840 cm2, with the average of 170 cm2. The treatment of the severely injured extremity upon admission to the trauma center is divided into three separate stages: debridement and stabilization; re-exploration of the wound and debridement within 48 hours; soft tissue coverage with free flaps is provided within one week. The numbers and kind of the free flaps are as follows: 2 plantar flaps, 8 gracilis muscle, 9 temporalis fascia, 15 latissimus dorsi, 16 lateral arm flaps, 24 rectus abdominis, 32 radial forearm flaps and 48 perforator free flaps. This study analyses the results obtained with the different flaps, their advantages, and try to find which factors influenced the survival rate. The statistical analysis showed that the magnitude of traumatic insult was the most significant factor associated with failure. Satisfactory results were achieved in 93% of the patients. Free flaps complications were low. The authors concluded that massive injuries to the extremities, regardless of the extent, should be managed by early aggressive debridement and early definitive reconstruction.

Keywords: Microsurgery, methods. Surgical flaps. Reconstructive surgical procedures, methods. Extremities

 

RESUMO

Os autores analisam a casuística de 154 pacientes portadores de traumatismos complexos dos membros. A idade dos pacientes variou de 3 a 72 anos, com média de 28 anos e 4 meses. O tamanho da perda cutânea variou de 12 a 840 cm2, com média de 170 cm2. O tratamento das lesões complexas dos membros iniciou-se pelo desbridamento radical, seguido pela irrigação abundante. A seguir, a estabilização esquelética foi realizada, quando necessária. Após 48 horas, foi realizado novo desbridamento e programada a cobertura precoce e definitiva do trauma (até a primeira semana) com retalhos livres. Os retalhos empregados foram: plantar (2), grácil (8), fáscia temporal (9), latíssimo do dorso (15), lateral do braço (16), reto do abdome (24), radial antebraquial (32) e retalhos perfurantes (48). Os autores discutem as indicações dos retalhos livres na urgência, os fatores que influenciaram o índice do sucesso, assim como o planejamento de cada retalho. Fez parte deste estudo a análise dos fatores que poderiam influenciar os resultados. Dentre eles, foram considerados a perda (criada pelo trauma de alta energia entre um objeto e o membro), a idade, o sexo e o número de anastomoses venosas realizadas para cada retalho. A análise estatística pelo teste não paramétrico de Mann-Whitney demonstrou que as grandes perdas cutâneas interferiram no índice de sucesso dos retalhos. O índice das complicações foi baixo, os resultados definitivos foram bons em 93% dos pacientes operados. Baseados, nestes resultados, os autores concluem que o tamanho da perda cutânea tem influência no índice de sucesso dos retalhos e que o emprego dos retalhos livres na urgência é um método eficiente e seguro no tratamento das lesões complexas dos membros.

Palavras-chave: Microcirurgia, métodos. Retalhos cirúrgicos. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos, métodos. Extremidades

 

Support

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license