ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 4 de 4 resultado(s)

Busca por : Nelson Gurgel Simas de Oliveira

Cantopexia lateral como procedimento primário em blefaroplastia inferior

José Everardo Macêdo, Salustiano Gomes de Pinho Pessoa, Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa, Glauco Soares Almeida, Nelson Gurgel Simas de Oliveira, Allysson Antonio Ribeiro Gomes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(1):30-35 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A retração cicatricial da pálpebra constitui complicação comum do pós-operatório de blefaroplastia inferior. Objetivo: Neste artigo, discute-se a importância de associar sistematicamente a cantopexia lateral à blefaroplastia inferior para reduzir sua incidência. Método: Estudo retrospectivo de 200 pacientes submetidos a blefaroplastia inferior transcutânea ou transconjuntival associada ou não à cantopexia lateral proposta por Lessa, com seguimento de 12 meses. Resultados: No grupo de pacientes submetidos a blefaroplastia inferior com cantopexia lateral observou-se índice de 1% de retração cicatricial, contrastando com 16% dessa complicação no grupo que realizou a blefaroplastia inferior isolada. Discussão: A indicação sistemática da cantopexia lateral associada à blefaroplastia inferior divide as opiniões de diversos autores. Por sua fácil execução, baixa morbidade e eficácia comprovada na prevenção da esclera aparente, do arredondamento do canto lateral do olho e do ectrópio pós-blefaroplastia inferior, os autores defendem a opinião de que a cantopexia lateral deve constituir procedimento primário em cirurgia de blefaroplastia inferior.

Palavras-chave: Blefaroplastia. Pálpebras/cirurgia. Ectrópio/prevenção & controle.

 

ABSTRACT

Introduction: The lid scar retraction constitutes usual complication of the postoperative lower lid blepharoplasty. Objective: This article discusses the importance of the systematic association of the lateral canthopexy in lower lid blepharoplasty to reduce its incidence. Method: In this retrospective study, 200 patients were assigned to the transcutaneous or transconjunctival lower lid blepharoplasty linked or not to the Lessa's lateral canthopexy, with a follow-up of 12 months. Results: The patients group submitted to lower lid blepharoplasty with lateral canthopexy had 1% of scar retraction against 16% in the isolated lower lid blepharoplasty group. Discussion: The systematic indication of the lateral canthopexy in association with lower lid blepharoplasty brings different opinions of many authors. For its easy execution, low morbidity and confirmed effectiveness in the prevention of the scleral show, rounding of the lateral canthus and ectropion post lower lid blepharoplasty, the authors conclude that the lateral canthopexy must constitute primary procedure in lower lid blepharoplasty surgery.

Keywords: Blepharoplasty. Eyelids/surgery. Ectropion prevention & control.

 

Reconstrução do terço médio nasal em rinoplastia primária

Glauco Soares de Almeida, Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa, Nelson Gurgel Simas de Oliveira, Allysson Antonio Ribeiro Gomes, Márcio Rocha Crisóstomo, Salustiano Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):124-127 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A rinoplastia é atualmente aceita como uma operação para remodelamento nasal, e não apenas um procedimento de redução nasal. Como resultado do trabalho pioneiro de Sheen, cada vez mais atenção tem sido dada à preservação da função da válvula nasal interna e à reconstrução do terço médio nasal. A redução da giba nasal pode levar a problemas funcionais e estéticos se realizada de forma inadequada. Possíveis seqüelas incluem o estreitamento da válvula nasal interna, o colapso do terço médio e a deformidade em "V" invertido. Seu tratamento clássico emprega enxertos expansores ("spreader graft"). Objetivos: Avaliar a qualidade da reconstrução do terço médio nasal com a utilização de um retalho de cartilagem lateral superior ("spreader flap") e comparar com o enxerto expansor ("spreader graft"). Método: No período de fevereiro de 2006 a novembro de 2007, 16 pacientes submetidas a rinoplastia primária foram divididas em dois grupos, com oito pacientes cada. No primeiro, foi realizada reconstrução do terço médio com retalho expansor e, no outro, com enxerto expansor. Resultados: Todos os pacientes evoluíram sem queixas funcionais e a inspeção da válvula nasal interna mostrava-se com angulação normal. O resultado estético foi avaliado como satisfatório pelos pacientes. Conclusão: O uso de retalho expansor para reconstrução do terço médio nasal é efetivo na prevenção da formação do "V" invertido e do colapso da válvula interna. Não se observaram diferenças de resultados, estéticos ou funcionais, entre as técnicas.

Palavras-chave: Rinoplastia/métodos. Nariz/cirurgia.

 

ABSTRACT

Introduction: Rhinoplasty is now accepted as a operation of reshaping the nose rather than just nasal reduction. As a result of the pioneering work of Sheen, even more attention have been paid to preserving function of the internal nasal valve and the reconstructing of the middle third of the nose. Dorsal hump reduction can create both functional and aesthetic problems if performed incorrectly. Possible sequelae include narrowing the internal valve, visible fall-in of the midvault, and the inverted "V" deformity. Objective: To evaluated the quality of the nasal middle vault reconstructing with the spreaders flaps and compare with spreaders grafts. Method: Sixteen patients were submitted to primary rhinoplasty with reconstruction of the middle vault were evaluated. Results: Both methods were effective for nasal middle vault reconstructing. Conclusion: In the present paper, the authors used the spreader graft and the spreader flap to reconstructing the middle third of the nose with good results.

Keywords: Rhinoplasty/methods. Nose/surgery.

 

Tratamento cirúrgico de hidradenite supurativa com retalho fasciocutâneo torácico lateral anterior e posterior

Valderi Vieira da Silva Júnior; Nelson Gurgel Simas de Oliveira; Francis Régis Soares de Sousa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(4):522-526 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A hidradenite supurativa (HS) é uma infecção bacteriana crônica, multifatorial e frequentemente recorrente na pele e nos tecidos subcutâneos. No entanto, a resolução completa pode ser conseguida por meio de cirurgia. É descrita uma série de pacientes com complicações de HS, sua evolução, as complicações após a ressecção cirúrgica completa axilar e a rotação de retalho fasciocutâneo torácico lateral, além da análise das áreas acometidas associadas. MÉTODOS: Entre 2009 e 2014, seis pacientes com idade entre 25,5 anos em média (intervalo: 15-35) foram submetidos à cirurgia para HS. Todos os pacientes apresentaram lesões de longa data axilares crônicas refratárias ao tratamento clínico. RESULTADOS: Seis pacientes com HS (dois homens e quatro mulheres) foram submetidos à cirurgia. O período de acompanhamento foi de 16 meses, em média (intervalo: 4 meses - 5 anos). A resolução completa foi alcançada e nenhuma recorrência foi observada. A ressecção foi bilateral em quatro casos e unilateral em dois. Cinco pacientes apresentaram lesão inguinal, das quais três foram operadas no mesmo tempo cirúrgico. Cinco pacientes apresentaram deiscência parcial e descarga serossanguinolenta, seguida de cura completa após cicatrização por segunda intenção. CONCLUSÃO: A cirurgia é frequentemente o tratamento definitivo mais adequado para a HS. A técnica de retalho fasciocutâneo torácico lateral está associada a altas taxas de sucesso nesta população de doentes.

Palavras-chave: Hidradenite supurativa; Retalhos cirúrgicos; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Hidradenitis suppurativa (HS) is a chronic, multifactorial, and often recurrent bacterial infection, affecting the skin and subcutaneous tissues. However, complete HS resolution can be achieved through surgical treatment. A series of patients with HS complications is described herein, along with their evolution and complications after complete axillary surgical resection and lateral thoracic fasciocutaneous flap rotation. The evaluation of associated affected areas is also reported. METHODS: Between 2009 and 2014, 6 patients with an average age of 25.5 years (range: 15 to 35 years) underwent surgery for the treatment of HS. All patients had long-standing, chronic axillary lesions that were refractory to non-surgical treatment. RESULTS: Six patients with HS (2 males and 4 females) underwent surgery. The average follow-up period was 16 months (range: 4 months to 5 years). Complete resolution was achieved and no HS recurrence was observed. Bilateral resection was performed in 4 cases, and unilateral resection in 2. Five patients also had inguinal involvement, and 3 had surgery concurrent with the axilla. Five patients had partial dehiscence and serosanguinous discharge, followed by complete scar formation by second intention healing. CONCLUSION: Surgery is often the most appropriate and definitive treatment for HS. The lateral thoracic fasciocutaneous flap technique is associated with high success rates in this patient population.

Keywords: Hidradenitis suppurativa; Surgical flaps; Reconstructive surgical procedures.

 

Ritidoplastia em face espástica: relato de caso

Allysson Antonio Ribeiro Gomes; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; Everardo Macedo; Nelson Gurgel Simas de Oliveira; Iana Silva Dias
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(2):366-369 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: O espasmo hemifacial (EH) é um distúrbio do movimento caracterizado por contrações involuntárias dos músculos inervados pelo nervo facial, a descompressão microvascular (DMV) é considerada tratamento definitivo, com baixas taxas de recidiva. Os casos refratários tornam-se um desafio para o cirurgião plástico. Relato do Caso: MSP, sexo feminino, 53 anos, portadora de EH, refratária à DMV, e com queixas de flacidez dos dois terços inferiores da face. Foi submetida à ritidoplastia, neurectomias e miectomias seletivas. Obteve-se ausência completa dos espasmos, manutenção da mímica facial e rejuvenescimento facial. A ritidoplastia cérvico-facial associada a neurectomias e miectomias mostrou-se eficaz no tratamento do EH.

Palavras-chave: Face/cirurgia. Espasmo hemifacial. Espasmo. Ritidoplastia.

 

ABSTRACT

Introduction: The peripheral facial palsy is a disease that can leave significant aesthetical and functional sequelae in patients. According to medical literature, Bell's palsy (BP) is the most common cause, representing from 50 to 80% of the cases. However, it must be considered as an exclusion diagnosis. A slightly higher prevalence is estimated in women and its incidence is bimodal with peaks in the third and eighth life decades. Most patients recover within weeks, though a worsening degree may be common in the first 48 hours.Treatment must be performed to prevent complications and the medical procedures are not universally accepted. The following have been mentioned as BP risk factors: arterial hypertension, mellitus diabetes, pregnancy, puerperium and infection caused by type I herpes virus. Although there are several BP associated risk factors, regarding face-lifting surgery there is only one reported case in medical literature. Case Report: In the present study, the authors describe the second case of Bell's palsy after face-lifting surgery.

Keywords: Face/surgery. Hemifacial spasm. Spasm. Rhytidoplasty.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons