ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 5 de 5 resultado(s)

Busca por : Mariana Sisto Alessi

Análise do tratamento cirúrgico da macrotia congênita: experiência com oito casos

Mariana Sisto Alessi, Pedro Soler Coltro, Marcus Castro Ferreira, Julia Peres, Eduardo Kawata Sakae, Fábio Ezo Aki
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(3):269-273 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: A macrotia é uma rara deformidade congênita da orelha, caracterizada por aumento nas suas dimensões. Há pequeno número de publicações sobre o seu tratamento cirúrgico. Objetivo: Apresentar a experiência da Disciplina de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) na correção da macrotia. Método: No período de 10 anos, oito pacientes portadores de macrotia congênita bilateral foram submetidos a tratamento cirúrgico, utilizando os princípios descritos por Bauer. Resultados: Os resultados obtidos foram considerados satisfatórios, com redução média de 1,42 cm no comprimento das orelhas e de 0,49 cm em sua largura. Não foram observadas complicações. A técnica utilizada permite correção adequada tanto do comprimento quanto da largura da orelha, mantendo suas proporções. As cicatrizes resultantes posicionam-se em locais pouco aparentes, oferecendo resultado estético satisfatório. Conclusão: A técnica é de fácil reprodutibilidade e uma boa opção para o tratamento da macrotia.

Palavras-chave: Macrotia. Orelha/cirurgia. Deformidades adquiridas da orelha. Cirurgia plástica.

 

ABSTRACT

Introduction: Macrotia is a rare congenital ear deformity. Macrotic ears are out of proportion to the normal facial features. Few surgical techniques are described on the literature to treat this deformity. Objective: The experience of the Division of Plastic Surgery from University of São Paulo Faculty of Medicine on the correction of macrotia is presented. Methods: On a ten year period, eight patients with bilateral macrotic ears were treated. The technique used was that developed by Bauer. Results: Our results showed that an mean reduction of ear length in 1.37 cm and the width in 0.48 cm was achieved. There were no complications and the aesthetic results were satisfactory. The resection using natural ear creases has reduced both the length and width of the ear, preserving its proportions and positioning incisions and scars in a hidden location. Conclusion: This technique is easily reproducible and it is a good option for the treatment of macrotia.

Keywords: Macrotia. Ear/surgery. Ear deformities, acquired. Surgery, plastic.

 

Abordagem cirúrgica no tratamento da displasia fibrosa craniofacial - experiência de 14 anos

Nivaldo Alonso; Hamilton Matushita; Mariana Sisto Alessi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):66-70 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Dentre os tumores benignos do esqueleto craniofacial, a displasia fibrosa caracteriza-se pelo crescimento progressivo e acometimento de jovens, acarretando deformidade funcional e estética. Esse trabalho analisa aspectos clínicos e prognósticos de pacientes com essa patologia, submetidos a tratamento cirúrgico. MÉTODOS: Análise retrospectiva de 19 pacientes com displasia fibrosa craniofacial, acompanhados de janeiro de 1997 a dezembro de 2011, tratados com remodelamento ósseo e ressecção cirúrgica. Revisão da literatura sobre. RESULTADOS: A distribuição etária variou de 8 a 65 anos, com média de 21,75 anos. Dez pacientes (52,7%) eram do sexo feminino. A forma poliostótica predominou, com 15 casos (78,9%). Entre os ossos acometidos destacaram-se esfenóide, etmóide e frontal, nas formas poliostóticas; e maxila e zigoma, nas monostóticas. A principal queixa foi de assimetria da face. Um paciente evoluiu com diminuição de acuidade visual. O tratamento baseou-se na ressecção cirúrgica e reconstrução com enxerto, quando doença localizada, e no desgaste e remodelamento ósseo, em formas poliostóticas. Em apenas um caso (5,2%), com compressão de nervo óptico, foi necessário acesso intracraniano. Reabordagem cirúrgica, por crescimento tumoral, foi necessária em três pacientes. Como complicações, tivemos um caso de lagoftalmo e epicanto no pós-operatório de paciente tratado por cirurgia com acesso infraorbitário. Ausência de outras intercorrências no seguimento a curto e longo prazo. Os resultados de preservação de função e recuperação de contorno facial foram satisfatórios. CONCLUSÃO: Essa experiência, em concordância com a literatura, permite concluir que a cirurgia é eficaz na abordagem de casos selecionados de displasia fibrosa craniofacial.

Palavras-chave: Displasia Fibrosa; Craniofacial; Tratamento; Cirurgia; Reconstrução.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Fibrous dysplasia is benign tumor of the craniofacial skeleton that primarily affects young patients. It is characterized by the progressive growth of benign fibrous tumors with resulting functional and aesthetic deformities. This study assesses the clinical and prognostic features in patients with fibrous dysplasia who underwent surgical treatment at our institution. METHODS: Retrospective analysis of 19 patients with craniofacial fibrous dysplasia, treated between January 1997 and December 2011 with bone remodeling and surgical resection. We also review the literature regarding fibrous dysplasia. RESULTS: Patients ranged between 8-65 years old, with a mean age of 21.75 years. Ten patients (52.7%) were women. The polyostotic form was predominant and present in15 cases (78.9%). The sphenoid, ethmoid, and frontal bones were most commonly involved in the polyostotic form and the mandibular and zygomatic bones were most commonly involved in the monostotic form. The main complaint was asymmetry of the face. One patient developed decreased visual acuity. Treatment was based on surgical resection and graft reconstruction in the localized form of the disease, and bone abrasion and remodeling in the polyostotic form. Intracranial access was necessary in only one case (5.2%) where the optic nerve was compressed. Repeat surgical treatment due to recurrent tumor growth was necessary in three patients. The only complication occurred in a patient who developed lagophthalmos and epicanthus postoperatively after undergoing surgery using infraorbital access. No other complications occurred during short- and long-term follow-up. Functional preservation and facial contour recovery outcomes were satisfactory. CONCLUSION: Our experience, along with that of other investigators, demonstrates that surgery is effective in treating selected cases of craniofacial fibrous dysplasia.

Keywords: Fibrous Dysplasia; Craniofacial; Treatment; Surgery; Reconstruction.

 

Estudo comparativo entre filme transparente de poliuretano e curativo de rayon para cobertura de área doadora de enxertos de pele parcial

Jonas Eraldo de Lima Junior, Marcus Castro Ferreira, Mariana Sisto Alessi, Hugo Nakamoto, Paulo Tuma Junior
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(4):466-470 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Objetivo: Esse estudo teve como objetivo analisar comparativamente a cobertura com filme de poliuretano com o curativo de rayon, no cuidado à área doadora de enxertia de pele de espessura parcial. Método: Estudo comparativo prospectivo, em 40 pacientes com feridas complexas, seguidos durante três meses, que necessitavam de enxerto de pele parcial para resolução definitiva. Os pacientes foram divididos em dois grupos, sendo que no primeiro a cobertura utilizada para o cuidado com a área doadora foi o filme transparente; enquanto que no segundo grupo utilizou-se curativo tradicional com rayon. As trocas do filme transparente e avaliações foram realizadas no 3° e no 5° dia pós-operatório. Foram avaliados o tempo decorrido até a epitelização completa, a existência e o grau de dor referidos pelo paciente (escala numérica); além da facilidade e conforto do paciente na aplicação e remoção do filme. Resultados: O primeiro grupo apresentou total epitelização, em média, em 7,6 dias; enquanto que o segundo grupo apresentou como média 11,2 dias (p=0,0089). Conclusão: O emprego do filme transparente foi considerado boa opção, reduzindo o tempo para completa epitelização em comparação à cobertura com rayon, e proporcionando maior conforto para o paciente, com praticidade de aplicação.

Palavras-chave: Transplante de pele. Cicatrização de feridas. Assistência perioperatória. Curativos oclusivos.

 

ABSTRACT

Objective: This study had as objective to analyze, comparatively, the polyurethane film with the rayon dressing, in the care to the split-thickness skin graft donor site. Methods: Prospective comparative study, 40 patients with complex wounds had been followed during three months, that needed split-thickness skin graft for definitive resolution. The patients were divided into two groups, being that in the first we used the transparent film; whereas in the second group traditional dressing with rayon was used. The exchanges of the transparent film and evaluations had been carried through in 3rd and 5th postoperative day. They had been evaluated: the passed time until the complete epithelization; the existence and degree of pain related by the patient; and the easiness and comfort of the patient in the application and removal of the film. Results: The first group presented total epithelization, at an average, in 7.6 days; whereas the second group presented as average 11.2 days (p=0.0089). Conclusion: The use of the transparent film was considered good option, reducing the time for complete epithelization in comparison to the rayon dressing, and providing bigger comfort for the patient, with easiness of application.

Keywords: Skin transplantation. Wound healing. Perioperative care. Occlusive dressings.

 

Intercorrências anestésicas respiratórias em palatoplastia do paciente fissurado: relato de dois casos

MARIANGELA LATINI DE MIRANDA; CAMILA CARVALHO CAVAVANTE MARINHO; HUGO LEONARDO DE REZENDE RODRIGUES; KAYO VIEIRA THEODORAK PÊGO; MARIANA SISTO ALESSI; RENATO CORREIA LIMA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):45-47 - Suplemento Simpósio Mineiro de Intercorrências 13º SIMPÓSIO - 2019

PDF Português

RESUMO

A anestesia para procedimentos eletivos na cirurgia plástica é, geralmente, muito segura, porém, não está isenta de complicações. O conhecimento e o tratamento efetivo das intercorrências anestésicas são importantes para a segurança do paciente, pois, podem levar ao aumento da morbimortalidade. O paciente portador de fissura labiopalatina necessitará de vários procedimentos cirúrgicos para correções das deformidades e apresenta maior incidência de complicações anestésicas, principalmente respiratórias, comparadas ao paciente não fissurado. Este trabalho tem como finalidade relatar dois casos clínicos de intercorrências respiratórias associadas ao ato anestésico em pacientes fissurados e discutir sobre a importância de prever os riscos, e a necessidade do diagnóstico com tratamento imediato e eficaz.

Palavras-chave: Palatoplastia; Edema pulmonar; Broncoespasmo; Pneumomediastino

 

Poliotia: relato de caso

Rita Narikawa, Mariana Sisto Alessi; Daniela Tanikawa; Tatiana Moura; Dov Charles Goldenberg; Nivaldo Alonso
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3 Suppl.1):56 - Crânio, Face e Pescoço

PDF Português PDF Inglês

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons