ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 15 de 15 resultado(s)

Busca por : Marcus Vinicius Martins Collares

Comparação entre as complicações da lipoabdominoplastia sem preservação da fáscia de Scarpa com abdominoplastia clássica: um estudo prospectivo cego

JOÃO MAXIMILIANO; ANTONIO CARLOS OLIVEIRA; CIRO PAZ PORTINHO; MAURICIO FARENZENA; MATHEUS REIS; TULIO SERRANO; DIEGO DULLIUS; MARCUS VINICIUS MARTINS COLLARES
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):15-22 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Abdominoplastia é um dos procedimentos cirúrgicos estéticos mais realizados. Seroma é a complicação local mais comum associada com abdominoplastia, com uma incidência média de 10%. A maior incidência de seroma pós-operatório (PO) ocorre no décimo primeiro dia PO. Ecografia abdominal é o método de escolha para o diagnóstico de seroma após abdominoplastia. Novas técnicas surgiram ao longo dos anos na tentativa de trazer melhores resultados estéticos com menos complicações, como lipoabdominoplastia descrita por Saldanha. Porém, estudos anatômicos recentes questionam a necessidade da manutenção da fáscia de Scarpa descrita na técnica de lipoabdominoplastia, descrevendo que em torno de 90% do sistema linfático abdominal está no plano subdérmico e 10% em um sistema linfático profundo justa-aponeurose abdominal. O objetivo é comparar a incidência de seroma na lipoabdominoplastia sem preservação da fáscia de Scarpa com a abdominoplastia clássica.
Métodos: Coorte prospectiva, cega na qual serão analisados 40 pacientes consecutivos que realizaram abdominoplastia sem lipoaspiração associada (n = 20) ou lipoabdominoplastia (n = 20) no Hospital de Clínicas de Porto Alegre entre abril de 2016 e maio de 2017. Todos foram submetidos à ecografia de parede abdominal no 10o dia PO.
Resultados: A incidência de seroma foi de 5% (n = 1) no grupo de abdominoplastia clássica e de 10% (n = 2) no grupo de lipoabdominoplastia, sem diferença estatística.
Conclusão: Estes resultados, neste grupo de pacientes, mostram que não houve diferença estatística entre os dois grupos.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Seroma; Lipectomia; Lipodistrofia; Contorno corporal

 

ABSTRACT

Introduction: Abdominoplasty is among the most commonly performed surgical procedures. Seroma is the most common local complication associated with abdominoplasty, with an average incidence of 10%. The highest incidence of postoperative (PO) seroma occurs on the eleventh postoperative day (POD). Abdominal ultrasound is the method of choice for diagnosing seroma after abdominoplasty. New techniques have emerged aiming to improve aesthetic results with fewer complications, such as lipoabdominoplasty described by Saldanha. However, recent anatomical studies have questioned the need for Scarpa fascia preservation recommended in the lipoabdominoplasty technique, describing that around 90% of the abdominal lymphatic system is in the subdermal plane, while the other 10% is in a deep lymphatic system near the abdominal aponeurosis. The objective is to compare the incidence of seroma in lipoabdominoplasty without Scarpa fascia preservation to that in classic abdominoplasty.
Methods: Prospective blinded cohort in which 40 consecutive patients who underwent abdominoplasty without associated liposuction (n = 20) or lipoabdominoplasty (n = 20) at the Hospital de Clínicas of Porto Alegre between April 2016 and May 2017 were analyzed. All patients underwent abdominal wall ultrasonography on the tenth POD.
Results: The incidence of seroma was 5% (n = 1) in the classic abdominoplasty group and 10% (n = 2) in the lipoabdominoplasty group, with no statistical difference.
Conclusion: These results showed no statistically significant intergroup difference in seroma development.

Keywords: Abdominoplasty; Seroma; Lipectomy; Lipodystrophy; Body contouring.

 

Mamoplastia de aumento: correlação entre o planejamento cirúrgico e as taxas de complicações pós-operatórias

João Maximiliano; Antonio Carlos Pinto Oliveira; Emilaine Lorencetti; João Bombardelli; Ciro Paz Portinho; Daniel Deggerone; Jorge Hoyos; Marcus Vinicius Martins Collares
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(3):332-338 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os implantes mamários continuam sendo uma opção muito popular tanto para pacientes de cirurgia plástica estética quanto reconstrutora. Existem múltiplos fatores que podem afetar os resultados de cirurgias com implante mamário. Um adequado planejamento sobre o posicionamento da incisão, necessidade de associar mastopexia, plano de inserção e modelo do implante aumentam a probabilidade de resultados adequados e minimizam a necessidade de tratamento cirúrgico secundário. Estudo realizado para descrever a experiência do serviço de Cirurgia Plástica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre entre 2011 e 2016 correlacionando o planejamento cirúrgico realizado com as taxas de complicações e reintervenção cirúrgica. MÉTODOS: Coorte retrospectiva que analisou os pacientes submetidos a implantes mamários no Hospital de Clínicas de Porto Alegre entre 2011 e 2016, sendo incluídos somente casos de mamoplastia de aumento estética, associada ou não à mastopexia. Todos os pacientes tiveram seu prontuário analisado; posteriormente, realizou-se uma ligação telefônica para complementar as informações do questionário. Finalizou-se com uma consulta com um cirurgião plástico do serviço, que examinou a paciente e confirmou os dados coletados para o questionário, não sendo em nenhum caso o cirurgião assistente. RESULTADOS: Não há diferença significativa entre a variação no planejamento cirúrgico e a incidência de complicações. CONCLUSÃO: Ainda não há consenso quanto à melhor via de acesso e plano do implante mamário, sendo necessários estudos comparando as diferentes rotinas de cada serviço. No momento os melhores resultados ainda são baseados numa rotina sistematizada, dissecção cirúrgica precisa e contaminação mínima.

Palavras-chave: Mamoplastia; Complicações pós-operatórias; Implante mamário.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Breast implants remain a very popular option both for aesthetic and reconstructive plastic surgeries. A number of factors can affect the results of breast implant surgeries. The adequate planning on incision placement, need to associate mastopexy, insertion plane, and implant model increase the likelihood of adequate outcomes and reduce the need for secondary surgical treatment. This study describes the experience of a Plastic Surgery Service at the Hospital de Clínicas de Porto Alegre from 2011 to 2016 by correlating surgical planning with complication rates and surgical reintervention. METHODS: A retrospective cohort that analyzed patients who underwent breast implants at the Hospital de Clínicas de Porto Alegre between 2011 and 2016, and included only cases of aesthetic breast augmentation, associated or not with mastopexy. All patients had their records analyzed, and after that an interview by phone was conducted to complement the information of the questionnaire. The analyzed was concluded with an appointment with a plastic surgeon of the service who examined the patient and confirmed the data collected for the questionnaire. No patients was evaluated by the assistant surgeon in last examination. RESULTS: There was no significant difference between variation in surgical planning and incidence of complications. CONCLUSION: Still, no consensus exists regarding the best access route and plan for the breast implant. Further studies are necessary to compare the different routines of each service. Currently, best results are still based on routine systematization, precise surgical dissection and minimal contamination.

Keywords: Mammoplasty; Postoperative complications; Breast implantation.

 

Técnica de bipartição óssea para reconstrução de defeitos extensos da calota craniana - relato de caso

JORGE CARLOS LOPEZ MORAN; MARCUS VINICIUS MARTINS COLLARES
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):17-19 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

Introdução: As opções autólogas para reconstrução dos defeitos do crânio se destacam por sua melhor integração.
Método: Relato de caso. Extenso defeito craniano por trauma. Exemplificamos a eficácia da bipartição do osso parietal.
Resultados: Defeito com uma dimensão aproximada de 120 cm2 na região parietal direita. Craniotomia parietal contralateral foi realizada para a obtenção do osso doador mediante bipartição. Osteossíntese da área doadora e da receptora com sistema de miniplacas e parafusos de titânio de 1,2 mm. O procedimento foi realizado em um tempo aproximado de 3 horas, sem necessidade de hemotransfusão e com fechamento adequado do defeito craniano.
Conclusão: O sucesso da técnica utilizada se deve pela melhor estabilidade na fixação e ótima compatibilidade tecidual. A utilização de enxertos autólogos está associada com uma menor taxa de complicações. Os defeitos maiores de calota craniana não precisam ser tratados com próteses sintéticas, se contarmos com a possibilidade de reconstruir com enxertos autólogos.

Palavras-chave: Reconstrução; Craniotomia; Osso parietal; Traumatismos maxilofaciais; Crânio

 

ABSTRACT

Introduction: The autologous options for reconstruction of the skull defects stand out for their better integration.
Method: Case report. Extensive cranial defect due to trauma. We exemplify the effectiveness of parietal bone bipartition.
Result: Defect with an approximate size of 120 cm2 in the right parietal region. Contra-lateral parietal craniotomy was performed to obtain the donor bone by bipartition. Osteosynthesis of the donor and recipient area with 1.2 mm titanium miniplate and screw system. The procedure was performed in an approximate time of 3 hours, without need of blood transfusion and with adequate closure of the cranial defect.
Conclusion: The success of the technique used is due to the better stability in fixation and excellent tissue compatibility. The use of autologous grafts is associated with a lower rate of complications. The major defects of the skull do not need to be treated with synthetic prostheses if we can reconstruct with autologous grafts.

Keywords: Bone fractures; Parietal bone; Craniofacial abnormalities; Craniotomy; Nervous system trauma; Homologous transplantation

 

Reconstrução de Calota Craniana com Células-Tronco Mesenquimais Indiferenciadas: Estudo Experimental

Ciro Paz Portinho, Marcus Vinícius Martins Collares, Flávia Helena da Silva, Nance Beyer Nardi, Rinaldo de Angeli Pinto, Evandro Siqueira, Gustavo Morellato, Karin Sumino
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(3):161-165 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A cirurgia craniomaxilofacial utiliza enxertos freqüentemente para a reconstrução de perdas e deformidades esqueléticas. No entanto, essa rotina não é livre de problemas. Assim, técnicas novas vêm sendo estudadas. As células-tronco vêm ganhando notoriedade por sua capacidade potencial de regeneração. Dentro da cirurgia plástica e da engenharia de tecidos, elas poderão representar um arsenal importante para a reconstrução dos mais diversos tecidos, especialmente no caso das células-tronco mesenquimais (CTM). Objetivo: Comparar a reconstrução parcial da calota craniana de camundongos, com enxertos que contivessem ou não CTM indiferenciadas. Método: Foram utilizados camundongos isogênicos C57BL/6, fêmeas, adultas. Cada grupo foi composto inicialmente de 20 animais. Uma falha óssea de espessura total foi criada no osso parietal esquerdo do animal, medindo, aproximadamente, 5 x 3 mm. O grupo 1 (G1) foi reconstruído com osso liofilizado bovino (OL) e CTM; já o grupo 2 (G2) - controle da matriz -, apenas com OL. No caso do G1, o OL era deixado dentro da placa de cultivo por 24 horas antes do procedimento. Após quatro semanas, todos foram sacrificados em câmara de CO2. Para a avaliação histológica, foram utilizados os seguintes critérios histológicos: trabéculas ósseas neoformadas, atividade osteoblástica, absorção do transplante e viabilidade da medula óssea. Resultados: Foram analisadas 15 amostras no G1 e 19, no G2. A comparação estatística demonstrou diferença significativa entre o G1 e o G2 (p=0,002). A utilização de CTM determinou uma pontuação histológica maior nas amostras utilizadas. Discussão: A utilização de CTM indiferenciadas nos enxertos ósseos de OL pareceu melhorar a integração e a regeneração na área receptora. A escala histológica utilizada baseou-se em quatro critérios importantes, que demonstram a presença de uma atividade regenerativa após uma enxertia. As CTM podem ter um papel primário ou adjuvante na regeneração tecidual. Tal papel ainda está por ser determinado. Conclusão: Os enxertos contendo CTM indiferenciadas apresentaram resultados melhores, quando comparados àqueles sem combinação com células, do ponto de vista de regeneração histológica. O emprego de CTM pode significar uma melhoria na qualidade dos enxertos ósseos e uma otimização no tempo para a integração desses enxertos.

Palavras-chave: Transplante ósseo. Células-tronco. Liofilização

 

ABSTRACT

Introduction: Bone graft employment is frequent in craniomaxillofacial procedures. Nonetheless, such routine is not free of troubles. This way, new techniques have been researched. Stem cells are becoming notorious for its regeneration potentials. For plastic surgery and tissue engineering, they may become an important arsenal for several tissue reconstructions, especially in the case of mesenchymal stem cells (MSC). Purpose: The aim of this study was to compare murine partial cranial vault reconstruction, using grafts that contained undifferentiated MSC or not. Method: There were used adult female isogenetic mice C57Bl/6. Each group was initially composed of 20 animals. A whole thickness failure measuring 5 x 3 mm was performed in the left parietal bone. In group 1 (G1), reconstruction was made with bovine freeze-dried bone (FDB) and MSC. Group 2 (G2) - matrix-control group - received only FDB. For G1, FDB was left inside MSC culture plate for 24 hours before procedure. After four weeks, all the animals were sacrificed in CO2 chambers. For histological evaluation, the following criteria were analyzed: new bone trabecules, osteoblastic activity, graft absorption, and bone matrix viability. Results: Fifteen samples were analyzed in G1 and 19, in G2. Statistical comparison has demonstrated significant differences between G1 and G2 (p=0.002). MSC employment has determined a higher degree in histological scale. Discussion: MSC utilized in FDB grafts seemed to improve integration and regeneration in receptor area. Histological scale has been based on four important criteria, which have demonstrated the presence of regeneration activity after surgery. MSC may have a primary or adjuvant role in tissue regeneration. Such importance remains to be well established. Conclusion: Bone grafts containing undifferentiated MSC have better histological results, when compared to those without cells. MSC employment may represent an improvement in graft quality and optimization of the integration period.

Keywords: Bone transplantation. Stem cells. Freeze-drying

 

Ectrópio Progressivo por Ictiose Lamelar: Uma Proposta Terapêutica

Marcus Vinícius Martins Collares, Paula Mancopes, Márcio Hoffman Rigo, Roberto Corrêa Chem, Rinaldo De Angeli Pinto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2001;16(1):43-48 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Paciente masculino, 48 anos, portador de ictiose lamelar congênita, com ectrópio bilateral nas pálpebras inferiores, eritrodermia e descamação difusa por todo corpo. Ictiose lamelar congênita está associada com a presença de ectrópio e conseqüente ceratite de exposição. Enxertos com cartilagem conchal, mucosa oral e pele do prepúcio foram usados com sucesso para o reposicionamento das pálpebras e proteção do globo ocular.

Palavras-chave: Unitermos: Ictiose; ectrópio cicatricial; enxerto de pele

 

ABSTRACT

A 48-year-old male patient suffering congenital ichtbyosis, bilateral ectropion of the lower eyelids, erytbroderma, and diffuse desquamation. The congenital lamellar ichthyosis is associated with ectropion and exposure keratitis. Concha-cartilaqe, oral mucous membrane, and prepuce skin grafts were successfully used for eyelid repositioning and eyeball protection.

Keywords: Ichthyosis; cicatricial ectropion; skin graf

 

Fissura labiopalatina: avaliação do impacto psicológico utilizando a Escala de Autoestima de Rosenberg

Alesandra Glaeser; Sady Selaimen da Costa; Marcus Vinicius Martins Collares
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(2):187-195 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A fissura labiopalatina é a malformação mais frequente da região da cabeça e afeta mais de 10 milhões de pessoas no mundo. O objetivo do estudo foi avaliar a autoestima em pacientes portadores de fissura labiopalatina em acompanhamento no Serviço de Cirurgia Plástica Craniomaxilofacial do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, comparando-os com indivíduos não fissurados.
Métodos: Estudo transversal contemporâneo, com 160 participantes, sendo 80 pacientes com fissura labiopalatina já submetidos a procedimentos cirúrgicos relacionados à afecção e, como grupo controle, 80 alunos e funcionários da rede pública de ensino. Um questionário para caracterizar o grupo e a escala de autoestima de Rosenberg foram utilizados para a coleta de dados.
Resultados: Houve diferença significativa entre os grupos quanto ao estado civil, escolaridade e repetência escolar. Os pacientes com fissura labiopalatina apresentam níveis de autoestima menores em relação a indivíduos não afetados. Dentre eles, os subgrupos dos indivíduos com fissura bilateral, fissura completa, do gênero feminino, classe econômica D/E, baixa escolaridade, situação familiar reconstituída na infância e com resultados não satisfatórios em relação à comunicação, dentição e cicatriz de lábio também mostraram níveis de autoestima menores.
Conclusão: Houve relação significativa entre fissura labiopalatina e baixa autoestima.

Palavras-chave: Fenda labial; Saúde mental; Anormalidades congênitas; Autoimagem; Enfermagem

 

ABSTRACT

Introduction: Cleft lip and palate is the most frequent malformation of the head region and affects more than 10 million people worldwide. This study aims at evaluating the self-esteem in patients with cleft lip and palate and comparing that with the self-esteem of non-affected individuals during follow-up at the Department of Craniomaxillofacial Plastic Surgery of the Hospital de Clínicas of Porto Alegre.
Methods: This is a cross-sectional, contemporary study with 160 participants, comprising 80 patients with cleft lip and palate who have already undergone surgical procedures for correcting the condition and 80 non-affected students and employees of the public-school system as a control group. We used a questionnaire to characterize the group and the Rosenberg self-esteem scale for data collection.
Results: There was a significant difference between groups in terms of marital status, schooling, and school retention. Patients with a cleft lip and palate had lower levels of self-esteem than non-affected individuals. Among them, the individuals with bilateral clefts or complete clefts; female gender; economic strata of D/E; low level of schooling; families reconstituted during childhood; and with unsatisfactory results concerning communication, dentition, and lip scar also showed lower levels of self-esteem.
Conclusion: There was a significant relationship between cleft lip and palate and low self-esteem.

Keywords: Cleft lip; Mental health; Congenital abnormalities; Self-image; Nursing

 

Modificação na técnica de Webster para reconstrução total de lábio inferior, com uso da pele da região nasogeniana para aumentar o volume do vermelhão

Victor Vieira Orsi; Antônio Carlos Pinto Oliveira; Daniel Sperb; David Sena; Jefferson Braga Silva; Marcus Vinícius Martins Collares; Nilton Tabajara Herter
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):197-202 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A técnica de Bernard modificada por Webster é considerada por diversos autores a primeira escolha para reconstrução total de lábio inferior. Ela preserva as linhas e pontos de referência estética da face, e proporciona boa sensibilidade no lábio reconstruído, permitindo alcançar resultados estéticos e funcionais satisfatórios. Apesar de concordar com os princípios da técnica de Webster, uma modificação é proposta visando aperfeiçoar a reconstrução do vermelhão, usando retalhos nasogenianos bilaterais associados aos retalhos de avançamento originais. MÉTODOS: São apresentados cinco casos operados pelo autor no período de 2003 a 2008, e os resultados são discutidos. RESULTADOS: Demonstrou-se que a dissecção necessária para avançar os retalhos da bochecha na técnica de Bernard-Webster não inviabiliza os retalhos nasogenianos, e estes podem ser rotados adequadamente para acrescentar pele e volume ao vermelhão reconstruído. CONCLUSÃO: A modificação proposta não impõe risco aumentado ou prejuízo sobre a técnica original, e mantém ou aumenta a sua capacidade reconstrutiva.

Palavras-chave: Reconstrução de lábio inferior; Técnica de Webster; Retalhos nasogenianos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Many authors consider the Bernard technique modified by Webster the first choice for total lower lip reconstruction. This technique preserves skin folds and anatomical landmarks on the face, and interferes minimally with the tactile sensibility of the reconstructed lip, resulting in satisfying cosmetic and functional outcomes. Despite agreeing with the principles of the Webster technique, a modification is proposed to improve reconstruction of vermilion, by using bilateral nasolabial flaps associated with the original advancement flaps. METHODS: We report five surgical cases carried out between 2003 and 2008, and discussion of results. RESULTS: Dissection need to advance flaps in Bernard-Webster technique does not make nasolabial flaps unviable, and they can be rotated properly to add volume and skin to the reconstructed vermilion. CONCLUSION: Proposed modification of Bernard-Webster technique does not increase risk or damage compared with classic technique, and it maintains the same reconstructive capabilities or even enhances it.

Keywords: Lip/Surgery; Reconstructive surgical procedures; Surgical flaps.

 

Avaliação da modificação da técnica de reconstrução das cartilagens alares de Max Pereira no protocolo de reconstrução nasal total do Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Marcus Vinicius Martins Collares; João Maximiliano; Ciro Paz Portinho; Antonio Carlos Pinto Oliveira; Mariana Miguel Fraga; Daniela Elisa Miotto; Lucas Kreutz Rodrigues; Diego Dullius
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(2):204-210 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A reconstrução nasal é a mais antiga das cirurgias plásticas. A anatomia nasal é complexa e necessita de uma associação de técnicas para a restauração da função e estética nasal adequada. Pereira et al. descreveram uma técnica que possibilita a reconstrução nasal total da cartilagem alar, com o uso de um enxerto da cartilagem auricular, com mínima deformidade auricular secundária à retirada do enxerto. O objetivo deste trabalho é apresentar uma modificação da técnica acima descrita, que possibilita reconstruir mais uma região anatômica do nariz, sem aumentar a morbidade, realizada por Collares et al., e a sua inserção no protocolo de reconstrução nasal total do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.
Métodos: Foi realizado um estudo retrospectivo. Avaliou-se a inserção da modificação da técnica em 10 pacientes que realizaram reconstrução nasal total.
Resultados: Após a análise dos 10 casos, utilizando a modificação da técnica inserida no protocolo de reconstrução nasal total do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, encontramos uma melhoria da forma do nariz, a válvula nasal interna com preservação da função e sem sequelas secundárias à retirada do enxerto auricular.
Conclusão: Nesta série de casos, a modificação da técnica de Max Pereira resultou em tratamento estético-funcional adequado quando implementada no protocolo de reconstrução nasal total do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, sem aumentar a morbidade na área doadora.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cartilagens nasais; Procedimentos cirúrgicos nasais; Deformidades adquiridas nasais; Neoplasias nasais

 

ABSTRACT

Introduction: Nasal reconstruction is the oldest plastic surgery technique. The nasal anatomy is complex and requires an association of techniques for the restoration of function and adequate nasal esthetics. Pereira et al. described a technique that allows total nasal reconstruction of the alar cartilage through the use of an auricular cartilage graft, with minimal deformity secondary to the donor site. The objective of the present study is to present a modification, by Collares et al., of the technique described above, which allows the reconstruction of another anatomical region of the nose without increasing morbidity, and its insertion into the total nasal reconstruction protocol of Hospital de Clínicas of Porto Alegre.
Methods: A retrospective study was conducted. We evaluated technique modification in 10 patients who underwent total nasal reconstructions.
Results: After examining the 10 patients who were treated with the modified total nasal reconstruction protocol at the Hospital de Clínicas of Porto Alegre, we observed an improvement in the nose shape and internal nasal valve with preservation of function, without sequelae secondary to auricular graft removal.
Conclusion: In this case series, the modification of the Max Pereira technique resulted in adequate aesthetic-functional treatment when implemented in the total nasal reconstruction protocol of the Hospital de Clínicas of Porto Alegre, without increasing the morbidity in the donor area.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Nasal cartilages; Nasal surgical procedures; Nose deformities, acquired; Nose neoplasms

 

Planejamento e técnica cirúrgica para realização segura da mamoplastia de aumento composta

JOÃO MAXIMILIANO; ANTONIO CARLOS PINTO OLIVEIRA; MIRIAN PEDRON; RAFAEL NETTO; CIRO PAZ PORTINHO; MARCUS VINICIUS MARTINS COLLARES
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):27-29 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

A lipoenxertia mamária ganhou popularidade com a demonstração de sua segurança e eficácia. O aumento de mama composto atinge uma maior projeção mamária, associado ao enxerto de gordura, e resulta em uma forma anatômica mamária, mesmo com implantes redondos acima do músculo. O objetivo deste trabalho é descrever a sequência cirúrgica para minimizar complicações.
Metodologia: Uma coorte retrospectiva descrevendo a sequência cirúrgica de mamoplastia de aumento composta.
Resultados: Foram 38 mamas operadas. Não ocorreram complicações nos casos avaliados e resultado estético adequado.
Discussão: Atualmente, as pacientes buscam um resultado de aparência natural. Nossos resultados iniciais estão de acordo com os estudos publicados de mamoplastia de aumento composta, que evidenciaram polo superior e porção medial da mama com adequada cobertura, permitindo um resultado natural, sem a necessidade de utilizar plano submuscular ou implante anatômico.
Conclusão: Seguindo a técnica proposta, é possível realizar mamoplastia de aumento composta com baixa incidência de complicações.

Palavras-chave: Mamoplastia; Implante mamário; Lipectomia; Mama; Transplante autólogo

 

ABSTRACT

Breast lipofilling has gained popularity by demonstrating its safety and efficacy. The composite breast augmentation achieves a higher mammary projection, associated with fat grafting, and results in an anatomical mammary shape, even with round implants above the muscle. The aim of this study is to describe the surgical sequence to minimize complications.
Methodology: A retrospective cohort describing the surgical sequence of composite breast augmentation.
Results: There were 38 breasts operated. There were no complications in the evaluated cases and the aesthetic result was adequate.
Discussion: Patients are currently searching for a natural-looking result. Our initial results are in agreement with the published studies of composite breast augmentation, where the breast is adequately covered, allowing a natural result without the use of a submuscular plane or anatomical implant.
Conclusion: Following the proposed technique, it is possible to perform a composite breast augmentation with a low incidence of complications.

Keywords: Mammoplasty; Breast implantation; Lipectomy; Breast; Tissue transplantation

 

Tradução para o português da Patient and Observer Scar Assessment Scale (POSAS)

Carolina Barbi Linhares; Maurício Schneider Salomone Viaro; Marcus Vinicius Martins Collares
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(1):95-100 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A avaliação de cicatrizes é uma ferramenta útil na análise de intervenções cirúrgicas e outros tratamentos, ao documentar sua eficácia e possibilitar avanços. Não há registro de escala padrão em português para avaliação de cicatrizes, e a Patient and Observer Scar Assessment Scale (POSAS) foi escolhida para tradução e validação por ter recebido as melhores avaliações em revisões e por contemplar também a percepção do paciente. MÉTODOS: Foi realizada a tradução da escala POSAS do inglês para o português. A tradução foi baseada em orientações da Organização Mundial da Saúde com permissão do autor principal da escala original. Antes de realizar o pré-teste, a escala traduzida foi enviada aos autores da escala original para análise, e ajustes foram realizados. RESULTADOS: A versão para pré-teste foi aplicada por três examinadores em cinco pacientes cada (n = 15), e dificuldades foram relatadas aos autores. Nenhuma alteração foi necessária durante o pré-teste. CONCLUSÃO: Apresentamos neste artigo o processo de tradução da POSAS, e sua validação está em andamento.

Palavras-chave: Tradução; Cicatriz; Escalas; Avaliação de processos (Cuidados de Saúde); Avaliação de resultados (Cuidados de Saúde).

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The scar assessment is a useful tool in surgical intervention and other treatments by documenting efficacy and making possible to improve them. There is no record of a standard scale in Portuguese to scar evaluation, and the Patient and Observer Scar Assessment Scale (POSAS) was chosen to translation and validation for having received the best evaluations in reviews, and because it contemplates the patients' perception. METHODS:We translated the POSAS scale from English to Portuguese. The translation was based on orientations from the World Health Organization, with permission from the main author of the original scale. Before the pre-testing, the translated scale was sent to the authors of the original scale for analysis, and adjusts were made. RESULTS: The pre-testing version was applied by three examiners in five patients each (n = 15), and difficulties were reported to the authors. No alterations were necessary during the pre-test. CONCLUSION: In this manuscript, we present the translation process of POSAS, and its validation is now in progress.

Keywords: Translating; Scars; Scales; Processs assessment (Health Care); Outcome assessment (Health Care).

 

Corpo estranho intraorbital retido: a importância do exame de imagem na abordagem inicial do traumatismo de face - relato de caso e revisão de literatura

Antonio Kuplich Iglesias; Lucas Dal Pozzo Sartori; Marcus Vinícius Martins Collares; Luciana El Hallal Schuch
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3 Suppl.1):16 - Crânio, Face e Pescoço

PDF Português

Reconstrução microcirúrgica em cabeça e pescoço: análise retrospectiva de 60 retalhos livres

Ciro Paz Portinho; Juliano Carlos Sbalchiero; Marcelo Moreira Cardoso; Carlos Francisco Jungblut; Thiago Henrique Silva de Souza; Marcus Vinícius Martins Collares
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):434-443 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução microcirúrgica de cabeça e pescoço costuma ser a primeira indicação para grandes perdas teciduais. A equipe cirúrgica deve ter um arsenal de opções técnicas para qualquer dessas perdas. Além disso, é importante conhecer o manejo de cada complicação. O objetivo deste estudo é avaliar as condutas de reconstrução e as complicações de pacientes submetidos a reconstruções com retalhos livres. MÉTODO: Foi realizado estudo retrospectivo de pacientes com perda de substância em cabeça e pescoço, submetidos a reconstruções microcirúrgicas imediatas ou tardias, no período de março de 2010 a março de 2012. RESULTADOS: Foram analisados 60 pacientes que receberam retalhos livres, dos quais 31 (52,7%) eram mulheres e 39 (65%), caucasianos. As reconstruções foram imediatas em 65% dos casos. Os tumores malignos foram o diagnóstico mais comum, representando 86,7% dos casos. A frequência dos retalhos foi a seguinte: fíbula, em 36,7% dos casos; reto abdominal, em 23,3%; ântero-lateral da coxa, em 23,3%; antebraquial, em 11,7%; e grande dorsal, em 5%. O tempo cirúrgico médio foi de 8,6 ± 2,1 horas. O tempo de isquemia foi de 107,5 ± 27,6 minutos. Foram observadas complicações em 45% dos casos: deiscência em 18,3%, fístula salivar em 16,7%, infecção em 16,7%, óbito na primeira semana pós-operatória em 5%, e extrusão de material de síntese em 1,7%. Dos 60 retalhos, houve reintervenção em 20 (33,3%) e perda de 13 (21,7%) reconstruções. A trombose venosa foi a causa mais comum de reintervenção e de perda. Foram realizados 6 retalhos de resgate, 3 de peitoral pediculado e 3 de músculo grande dorsal, sendo 2 microcirúrgicos. CONCLUSÕES: Os retalhos microcirúrgicos têm grande importância em reconstrução de cabeça e pescoço, podem ser superiores aos pediculados na maioria das situações, e determinam, quando bem-sucedidos, diminuição da morbidade, aceleração da reabilitação e diminuição de custos.

Palavras-chave: Microcirurgia. Cabeça/cirurgia. Pescoço/cirurgia. Retalhos cirúrgicos.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: The microsurgical reconstruction of the head and neck usually is the first indication for high tissue losses. The surgical team should have a hand full of technical options for any such loss. In addition, knowing how to manage each complication is important. The aim of this study was to evaluate possibilities of reconstruction and complications in patients submitted to reconstruction using free flaps. METHODS: A retrospective study of patients with loss of tissue in the head and neck, and submitted to immediate or delayed microsurgical reconstruction was performed between March 2010 and March 2012. RESULTS: Sixty patients that received free flaps, submitted to surgery between March 2010 and March 2012, were analyzed. Of these, 31 (52.7%) patients were women and 39 (65.0%) Caucasians. Immediate reconstructions were performed in 65% of the cases. Malignant tumours were the most common diagnoses, representing 86.7% of the cases. The frequency of the flaps was as follows: fibula in 36.7% of the cases, rectus abdominis in 23.3%, anterolateral thigh in 23.3%, antebrachial in 11.7%, and latissimus dorsi in 5%. The average operative time was 8.6 ± 2.1 hours. The ischemia period was 107.5 ± 27.6 minutes. Complications were observed in 45% of the cases: dehiscence in 18.3%, salivary fistula in 16.7%, infection in 16.7%, death during the first week after surgery in 5%, and extrusion of the synthesized material in 1.7%. Among the 60 flaps, a reintervention was required in 20 (33.3%), and the loss of 13 (21.7%) reconstructions occurred. The venous thrombosis was the main cause of reintervention and loss. Six salvage flaps were performed, three of the pectoralis pedicle and three of the latissimus dorsi muscle; two of the latter were microsurgeries. CONCLUSIONS: Microsurgical flaps are important in head and neck reconstructions; these can be better than the pediculated ones in most of the situations; when well succeeded, they promote a decrease of morbidity, a promotion of rehabilitation, and a decrease in costs.

Keywords: Microsurgery. Head/surgery. Neck/surgery. Surgical flaps.

 

Manejo da deformidade auricular de Stahl: um relato de caso

João Maximiliano; Antônio Carlos Pinto Oliveira; Leonardo Milanesi Possamai; João Bombardelli; Marcus Vinicius Martins Collares
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):145-147 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Descrita no século XIX, a deformidade auricular de Stahl consiste em uma má formação auricular rara, caracterizada por hipoplasia da raiz da anti-hélice com o alargamento de sua base e uma terceira raiz da anti-hélice conectando-a à parte posterior da hélice, deformando a porção posterossuperior do pavilhão auditivo. A correção cirúrgica é o tratamento definitivo, porém, pela diversidade de apresentações clínicas, não há uma técnica padrão para todos os casos. O método descrito neste relato é mais uma opção de tratamento e consiste na ressecção da terceira cruz e confecção da raiz superior da anti-hélice.

Palavras-chave: Deformidades adquiridas da orelha; Orelha; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

Stahl's ear deformity was first described in the 19th century and it consists of a rare auricular deformity characterized by hypoplasia of the antihelix crus with enlargement of its base and a third crus of the antihelix connected to posterior portion of helix crus, which deforms the posterolateral wall of the external auditory canal. Reconstructive surgery is the definitive treatment, however, because of the diversity of clinical presentations, no standard technique exist for all cases. The method described in this report is another treatment option and entails the resection of the third crus and reconstruction of superior crus of the antihelix.

Keywords: Ear deformities acquired; Ear; Reconstructive surgical procedures.

 

Rinoplastias realizadas no Hospital de Clínicas de Porto Alegre de janeiro 2009 a dezembro de 2011: resultados e satisfação dos pacientes

Lívia Zart Bonilha; Eduardo Antônio Dalberto; Emerson Rogério Morello; Antônio Carlos Pinto Oliveira; Rinaldo de Angeli Pinto; Marcus Vinicius Martins Collares
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3 Suppl.1):39 - Crânio, Face e Pescoço

PDF Português

Síndrome de bandas aminióticas: relato de caso

Karols Tatiana Vila Claro; Ciro Paz Portinho; Jorge Luís Hoyos Ramirez; Juan Jose Cubilla; Marcus Vinicius Martins Collares; Rochele Bampi; Javier Zaiek Papaterra; Diego Paluszkiewicks Dullius
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):148-149 - Membro Superior e Inferior

PDF Português

RESUMO

A síndrome de bandas amnióticas é uma patologia congênita infrequente com variada forma de apresentação clínica. Sua incidência é estimada em cerca de 1:1.200 a 1:15.000 nascidos vivos. O acometimento das extremidades é o mais frequente. O tratamento para as apresentações sintomáticas é cirúrgico, com ressecção da banda e reconstrução da pele e subcutâneo, até amputações. Salvar os membros acometidos pelas constrições anulares e garantir a funcionalidade dos mesmos deve ser preocupação básica. O objetivo deste estudo foi relatar um caso de uma criança com síndrome de bandas amnióticas no membro inferior direito, sendo tratada num tempo cirúrgico. O paciente evoluiu de forma satisfatória com o tratamento instaurado.

Palavras-chave: Síndrome de bandas amnióticas; Anormalidades congênitas; Constrição patológica.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons