ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 1 from 1 result(s)

Search for : Luciano Gomes de Moura

The use of adhesion sutures to minimize the formation of seroma following mastectomy with immediate breast reconstruction

Marcela Caetano Cammarota; Ismar Ribeiro Junior; Rafael Quaresma de Lima; Conrado Miranda de Almeida; Luciano Gomes de Moura; Leonardo Martins Costa Daher; Daniel Augusto dos Santos Soares; Milena Carvalho Almeida Galdino; José Carlos Daher; Fabrício Tavares Mendonça
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):158-165 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Breast cancer is the most common cancer among women in Brazil. With the advent of immediate breast reconstruction, several techniques with many benefits for patients were introduced, including the use of alloplastic materials. A seroma is a frequent complication in all surgical procedures, and several methods have been developed to prevent it, which include the use of vacuum suction drains and adhesion sutures, as proposed by Baroudi. This study aims to demonstrate the advantages of the use of adhesion sutures between subcutaneous tissue and the muscle flap in breast reconstruction using implants or expanders after mastectomy. METHODS: Patients who underwent breast reconstruction using implants or expanders after mastectomy were followed up for 5 months . Patients were divided into a control group treated without adhesion sutures, and a Baroudi group treated with adhesion sutures. RESULTS: A statistically significant difference was observed with the use of adhesion sutures, with a lower incidence of seroma, reduced drain permanence, less need to return to the clinic, and faster recovery. There was no increase in surgical complications. CONCLUSION: The use of adhesion sutures in breast reconstruction is an effective option that reduces the occurrence of seroma and associated complications, resulting in faster recovery and return to normal activities.

Keywords: Mastectomy; Seroma; Postoperative complications; Drainage; Prostheses and implants.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O câncer de mama é o tipo mais frequente de câncer entre as mulheres no Brasil. Com o advento das reconstruções mamárias imediatas, várias técnicas começaram a ser utilizadas. O uso de materiais aloplásticos é uma delas e, quando bem indicados, trazem inúmeros benefícios às pacientes. O seroma é uma complicação cirúrgica frequente e comum em todos procedimentos cirúrgicos, e, para preveni-lo, várias opções são conhecidas, como o uso de drenos de sucção a vácuo e os pontos de adesão propostos por Baroudi. Visamos demonstrar o benefício dos pontos de adesão entre o tecido subcutâneo resultante da mastectomia e o retalho muscular nas reconstruções mamárias com uso de próteses ou expansores. MÉTODOS: Foram selecionadas pacientes submetidas à reconstrução mamária após mastectomia, com uso de próteses ou expansores num período de 5 meses. Foram formados dois grupos, sendo o grupo controle as pacientes em que não foram utilizados os pontos de adesão, e o grupo Baroudi composto pelas pacientes em que os pontos de adesão foram utilizados. RESULTADOS: Encontramos um resultado estatisticamente significante no uso dos pontos de adesão, levando a menor ocorrência de seroma e tempo de permanência do dreno menor, bem como menor necessidade de retornos ao consultório e recuperação mais rápida. Não houve aumento das complicações cirúrgicas. CONCLUSÃO: O uso dos pontos de adesão para reconstrução de mama é uma opção eficaz que reduz a ocorrência de seroma e as complicações associadas a ele, proporcionando uma retomada mais rápida às atividades habituais das pacientes.

Palavras-chave: Mastectomia; Seroma; Complicações pós-operatórias; Drenagem; Próteses e implantes.

 

Support

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license