ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 2 de 2 resultado(s)

Busca por : Luís Ricardo Martinhão Souto

Avaliação do ensino e aprendizagem de noções básicas de tratamento de queimados entre alunos do curso de medicina

Geiza Máximo; Aline Ferrari Martins; Luís Ricardo Martinhão Souto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):541-549 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Agravo de grande importância biopsicossocial, queimadura é um tema crucial na formação médica, uma vez que recém-formados se deparam com pacientes que sofreram queimaduras nos mais variados cenários profissionais. MÉTODOS: Este estudo avaliou o ensino e a aprendizagem do tema queimaduras em alunos do curso de Medicina de uma faculdade pública do Estado de São Paulo; foi aplicado um questionário específico para avaliar o conhecimento sobre o atendimento inicial ao paciente queimado na primeira série (grupo 1 - 54 estudantes), e na sexta série (grupo 2 - 60 estudantes). RESULTADOS: Observou-se, no grupo 1, grande desconhecimento sobre o tema, com média geral de desconhecimento ("erros") de 70,98% e de acertos de 29,02%; no grupo 2, essas taxas foram de 36,66 % e 63,34 %, respectivamente. Somente 63,34% dos alunos do sexto ano conseguiriam conduzir adequadamente o tratamento de um paciente queimado e, consequentemente, oferecer a este paciente um melhor prognóstico. CONCLUSÕES: Os dados são preocupantes, uma vez que não se verificou conhecimento nem preparo adequados dos formandos para atendimento de pacientes queimados, e que queimaduras são situações de emergência que exigem intervenção médica rápida, adequada e eficiente, a fim de reduzir a morbimortalidade das vítimas.

Palavras-chave: Curva de aprendizado; Educação médica; Queimaduras; Serviços Médicos de emergência; Testes de aptidão.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Burns, an injury of high biopsychosocial importance, are a crucial issue in medical training, and newly graduated students face burn patients in a variety of professional settings. METHODS: This study assessed the teaching and learning of burns among medical students at a public facility in the State of São Paulo; a specific questionnaire was applied to evaluate first year (Group 1: 54 students) and sixth year (Group 2: 60 students) medical students' knowledge about the initial care of burn patients. RESULTS: In Group 1, there was a substantial lack of knowledge about the subject, with a general average incorrect answer rate ("errors") of 70.98% and a correct answer rate of 29.02%; in Group 2, these rates were 36.66% and 63.34%, respectively. Only 63.34% of the sixth-year students would be able to adequately conduct the treatment of a burn patient, gauged by their ability to offer a patient a better prognosis. CONCLUSIONS: The data are disturbing, since adequate knowledge and preparation of the trainees for the care of burn patients has not been verified, and burns are emergency situations that require prompt, adequate, and efficient medical intervention to reduce patients' morbidity and mortality.

Keywords: Learning curve; Medical education; Burns; Emergency medical services; Aptitude tests.

 

Avaliação objetiva do treinamento cirúrgico microvascular baseado em simulação

Rafael Denadai; Luís Ricardo Martinhão Souto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):179-180 - Cartas ao Editor

PDF Português PDF Inglês

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons