ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 2 de 2 resultado(s)

Busca por : Leonardo Santos de Barros Spencer

Tratamento primário da deformidade labial e nasal nas fissuras labiais e labiopalatinas unilaterais

Leonardo Santos de Barros Spencer; Celso Luiz Buzzo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):37-45 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A fissura labiopalatina é a deformidade congênita mais frequente dentre as malformações craniofaciais, afetando principalmente o lábio superior, nariz e palato. A realização da queiloplastia associada à rinoplastia primária em tempo único é uma tendência. Avaliamos a correlação entre a gravidade da fissura, a idade cirúrgica e a qualidade estética do resultado pós-operatório. MÉTODOS: Foram avaliados 26 pacientes com fissuras labiais ou labiopalatinas unilaterais, com idades entre 3 e 12 meses, operados pela técnica de queilorrinoplastia de Göteborg/McComb. Foi feita uma avaliação fotográfica do pré e pós-operatório por cinco cirurgiões plásticos separadamente e os dados analisados. RESULTADOS: A idade média de realização do procedimento foi de 6,5 ± 3,15 meses, sendo que somente sete pacientes (26,9%) foram operados na idade de 3 meses preconizada pelo protocolo. Foi encontrada correlação entre a gravidade da fissura e a qualidade dos resultados, ao mesmo tempo em que não foi encontrada associação entre a idade da cirurgia e os resultados. Todos os casos do estudo foram considerados ótimos ou satisfatórios. CONCLUSÕES: A utilização de uma técnica de queiloplastia que seja de fácil reprodutibilidade, com bons resultados estéticos, e que possa ser utilizada em conjunto com outras técnicas de tratamento primário do nariz é uma boa opção a ser adotada por centros de tratamentos deste tipo de paciente. A gravidade da fissura é um fator importante na qualidade dos resultados. Quanto mais grave a fissura os resultados tendem ser piores. A idade da cirurgia, neste estudo, não teve correlação com a qualidade nos resultados.

Palavras-chave: Fenda labial; Lábio/cirurgia; Anormalidades da boca; Nariz/anormalidades; Nariz/cirurgia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Cleft lip and palate, the most frequent congenital craniofacial deformity, mainly affects the upper lip, nose, and palate. One possible treatment is single-stage lip repair with primary rhinoplasty. Here we assessed the correlations among cleft severity, surgical age, and aesthetic results. METHODS: A total of 26 patients with unilateral cleft lip or cleft lip and palate aged 3-12 months underwent surgical lip repair associated with the Göteborg/McComb rhinoplasty technique. Steps before and after surgery were separately evaluated by five plastic surgeons using pictures and the data were analyzed. RESULTS: The average patient age at surgery was 6.5 ± 3.15 months, and only seven patients (26.9%) underwent surgery at 3 months of age as recommended by the protocol. Cleft severity and results quality were associated, whereas surgical age and aesthetic results were not correlated. Results in all cases were considered optimal or satisfactory. CONCLUSIONS: The lip repair technique, which presents good reproducibility and aesthetic results and can be used with other primary treatment techniques for the nose, should be adopted by treatment centers managing cleft lip and palate. Cleft severity is an important factor in results quality; the greater the severity, the worse the results. In the present study, surgical age was not correlated with results quality.

Keywords: Cleft lip; Lip/surgery; Mouth abnormalities; Nose/abnormalities; Nose/surgery.

 

Síndrome do pterígio poplíteo: relato de caso e revisão da literatura

Leonardo Santos de Barros Spencer; Dikson Dibe Gondim; Rommell Vieira Alves; Renato Brito Holder da Câmara Silva; Victor Dantas Ferreira Lopes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3):482-486 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

A síndrome do pterígio poplíteo é uma condição congênita rara, que envolve anomalias craniofaciais, geniturinárias e de extremidades. As características mais marcantes dessa síndrome são o pterígio poplíteo e uma dobra de pele triangular sobre a unha do hálux. Neste trabalho, é apresentado o caso de um paciente do sexo masculino, com um mês de idade, apresentando fendas labiais superiores e inferiores, fenda palatal, bolsa escrotal bífida, sindactilia de pododáctilos, pterígio poplíteo e dobra de pele sobre a unha do hálux. O paciente foi submetido a diversas intervenções cirúrgicas, visando à correção das anomalias. Dentre as malformações, a mais difícil de ser corrigida é a relacionada aos membros inferiores, sendo necessária abordagem conjunta com a equipe de ortopedia, na tentativa de evitar enxertos nervosos e déficits funcionais. A síndrome do pterígio poplíteo, quando tratada no momento apropriado e por equipe multidisciplinar, apresenta bom prognóstico.

Palavras-chave: Pterígio. Fenda labial. Fissura palatina.

 

ABSTRACT

Popliteal pterygium syndrome is a rare congenital condition involving craniofacial and genitourinary anomalies as well as malformation of the extremities. The most obvious characteristics of this syndrome are popliteal pterygium and a triangular crease of skin over the hallux. In this study, we present the case of a 1-month-old male patient with cleft upper and lower lips, cleft palate, bifid scrotum, syndactyly, popliteal pterygium, and a crease of skin over the hallux nail. The patient underwent several surgical interventions aimed at correcting these anomalies. Malformation of the lower limbs was the most difficult anomaly to correct; correction of this anomaly required further combined effort with an orthopedics team in order to avoid nerve grafts and functional deficits. When popliteal pterygium syndrome is treated in a timely and appropriate manner by a multidisciplinary team, a good prognosis is observed.

Keywords: Pterygim. Cleft lip. Cleft palate.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons