ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 5 de 5 resultado(s)

Busca por : Kelson Kawamura

Avaliação da sensibilidade do complexo areolopapilar após mamoplastia redutora com liberação dérmica versus volume ressecado de tecido mamário

JAIRO ZACCHÊ DE-SÁ; KELSON KAWAMURA; RAFAEL HENRIQUE COUTINHO BARRETO; ANDERSON DA SILVA RAMOS; AMANDA TORRES CAMPOS; ANTÔNIO CARLOS CORTE REAL BRAGA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(4):478-483 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: O complexo areolopapilar (CAP) desempenha grande importância tanto na amamentação quanto na vida sexual das pacientes, consequentemente, devemos ressaltar que uma complicação potencial da mamoplastia redutora é a alteração ou até a perda da sensibilidade do CAP.
Método: Estudo prospectivo, randomizado, controlado e duplo-cego para avaliar a relação entre a sensibilidade do complexo areolopapilar após mamoplastia redutora com liberação dérmica e o volume ressecado de tecido mamário. O estudo ocorreu no período de agosto de 2013 a agosto de 2015, no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE).
Resultados: O estudo totalizou 39 pacientes. A média de idade da amostra foi de 31,7 anos, índice de massa corporal (IMC) médio de kg/m2 e nenhuma das pacientes era tabagista. A taxa de comorbidade foi de 5,1% da amostra. O índice de complicações foi de 41%, composto de 7 casos de cicatriz inestética, 6 de hematoma e 4 de deiscência. Não houve caso de sofrimento ou necrose do CAP e todas as pacientes se mostraram satisfeitas com o resultado cirúrgico final. Não houve diferenças estatisticamente significantes em nenhuma das ocasiões entre os pacientes do grupo experimento e controle, tanto no grupo de ressecção de até 300 gramas quanto acima de 300gramas.
Conclusões: A manobra de liberação dérmica não provocou diferença na sensibilidade do complexo areolopapilar, independentemente da quantidade de tecido mamário ressecado.

Palavras-chave: Mamoplastia; Mama/inervação; Mama; Derme; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

ABSTRACT

Introduction: The nipple-areola complex (NAC) plays an important role both in breastfeeding and sexual lives of the patients. Because of this, we must mention possible complications of reduction mammoplasty, such change or even loss of sensitivity of the NAC.
Method: This was a prospective, randomized, controlled, double-blind study to evaluate the relationship between the sensitivity of the NAC after reduction mammoplasty with dermal release and the resected volume of breast tissue. This study was conducted between August 2013 and August 2015 at the Hospital das Clínicas of the Federal University of Pernambuco (HC-UFPE), in Recife City, Brazil.
Results: The study involved 39 patients. The mean age and body mass index (BMI) of the patients were 31.7 years and 25.5 kg/m2, respectively. None of the patients was a smoker. The complication rate was 41%, including 7 cases of non-aesthetic scars, 6 cases of hematoma (bruises), and 4 cases of dehiscence. No patient had pain or NAC necrosis, and all the patients expressed being satisfied with the final surgical result. No statistically significant differences were found between the patients of the experimental and control groups, both in the group with resection of up to 300 g and those with resection >300 g.
Conclusions: The maneuver of dermic release did not result in any differences in the sensitivity of the NAC, regardless of the quantity of resected breast tissue.

Keywords: Mammoplasty. Breast/innervation; Nipple; Dermis; Reconstructive surgical procedures

 

Reconstrução de parede abdominal: série de casos

Kelson Kawamura; Igor Chaves Gomes Luna; Rafael Anlicoara; Priscila da Silva Lopes; Marcel Fernando Miranda Batista Lima
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(1):56-63 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os pacientes com defeitos de parede abdominal chegam ao consultório do cirurgião plástico em situações muitas vezes complexas, necessitando de abordagem cirúrgica avançada. MÉTODOS: Estudo primário, retrospectivo e descritivo de pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos de reconstrução de parede abdominal pelo Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE). RESULTADOS: Foram revisados e incluídos os prontuários de 18 pacientes, 15 (83,3%) do sexo feminino e 3 (16,7%) do masculino, com idade variando de 16 a 79 anos (média de 41 anos). Dezessete pacientes possuíam histórico de cirurgia prévia (94,4%), sendo a cesárea presente em 8 dos casos (44,4%), seguida de cirurgia oncológica com 6 (33,3%), cirurgia do trauma com 2 (11,1%) e bariátrica com 2 (11,1%). Em relação à etiologia do defeito, 8 (44,4%) eram decorrentes de fasciite necrosante, 4 (22,2%) de hérnia incisional, 2 (11,1%) por trauma, 2 (11,1%) por infecção de ferida operatória e 2 (11,1%) por neoplasia de parede abdominal, sendo somente um (5,5%) paciente com defeito de espessura total. A técnica cirúrgica de separação dos componentes foi realizada em 7 dos casos (38,9%), seguida de retalho de avanço simples em 6 (33,3%), fechamento com tela associado à abdominoplastia em 3 (16,7%), e expansor tecidual em 2 (11,1%). Quanto às complicações, houve 4 casos (22,2%). CONCLUSÕES: Defeitos de parede abdominal são casos desafiadores para o cirurgião plástico, seu tratamento se mostra árduo, porém com resultados satisfatórios mesmo nos casos mais severos.

Palavras-chave: Parede abdominal; Reconstrução; Fasciite necrosante; Hérnia abdominal; Hérnia ventral.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Patients with abdominal wall defects present challenging complications that require the use of advanced surgical approaches. METHODS: This primary, retrospective, and descriptive study evaluated patients who underwent abdominal wall reconstruction at the Plastic Surgery Service of the Clinics Hospital of the Federal University of Pernambuco. RESULTS: The medical records of 18 patients were reviewed, including 15 women (83.3%) and 3 men (16.7%), with a mean age of 41 years (range, 16-79 years). Seventeen patients (94.4%) had a history of previous surgery. The causes of abdominal injury were cesarean section in eight cases (44.4%), oncologic surgery in six (33.3%), trauma surgery in two (11.1%), and bariatric surgery in two (11.1%). The etiology of the defect was necrotizing fasciitis in eight cases (44.4%), incisional hernia in four (22.2%), trauma in two (11.1%), surgical wound dehiscence in two (11.1%), abdominal wall neoplasia in two (11.1%), and total thickness defect in one (5.5%). The surgical interventions included the component separation technique in seven cases (38.9%), simple VY advancement flap in six (33.3%), closure with abdominoplasty in three (16.7%), and tissue expander in two (11.1%). Four patients (22.2%) presented complications. CONCLUSIONS: Abdominal wall defects are challenging cases for plastic surgeons, as their treatment is difficult, but the results are satisfactory even in the most severe cases.

Keywords: Abdominal wall; Reconstruction; Necrotizing fasciitis; Abdominal hernia; Ventral hernia.

 

Neo-onfaloplastia com enxerto cutâneo

Pedro Celso de Castro Pita; Rafael Anlicoara; Juan Pablo Maricevich; Kelson Kawamura; Priscila da Silva Lopes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(2):237-240 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A cicatriz umbilical é decorrente da queda do coto umbilical, que ocorre alguns dias após o nascimento. Sua presença, formato e localização na parede abdominal fornecem ao indivíduo uma conotação estética e sensual. MÉTODOS: Estudo primário, prospectivo, de intervenção. A casuística foi de conveniência, no período de fevereiro de 2006 a junho de 2016, incluindo pacientes de ambos os gêneros, alocados do ambulatório do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE) e clínica privada. Os critérios de inclusão foram pacientes com indicação de abdominoplastia e que apresentavam um comprometimento da irrigação da pele da região umbilical e periumbilical devido a defeitos herniários da região. O estudo seguiu os critérios de Helsinki e os pacientes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. RESULTADOS: Foram operados 28 pacientes, sendo observada uma boa integração da pele enxertada, resultando em uma cicatriz umbilical de aparência natural e sem complicações. CONCLUSÕES: A neo-onfaloplastia com enxerto cutâneo é de fácil execução e que, a longo prazo, tem demonstrado um bom resultado estético, principalmente nos retalhos abdominais espessos, demonstrando ser mais uma opção técnica na realização de neo-onfaloplastias.

Palavras-chave: Umbigo; Abdominoplastia; Hérnia umbilical; Abdome; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The umbilical scar is due to the fall of the umbilical stump that occurs a few days after birth. Its presence, shape, and location on the abdominal wall provide the individual with an aesthetic and sensual connotation. METHODS: A primary prospective interventional study. The sample was of convenience, from February 2006 to June 2016, and included patients of both sexes attending the outpatient clinic of the Hospital das Clínicas of the Federal University of Pernambuco (HC-UFPE), a private clinic . The inclusion criteria were patients with abdominoplasty indications presenting with compromised circulation to the skin of the umbilical and periumbilical region caused by hernia defects in this area. The study followed the criteria of Helsinki and the patients signed an Informed Consent Form. RESULTS: Twenty-eight patients underwent surgery and good integration of the grafted skin was observed. This resulted in an umbilical scar with a natural appearance and without complications. CONCLUSIONS: Neoomphaloplasty with a cutaneous graft is easy to perform and, in the long term, has shown to provide good aesthetic results, especially in thick abdominal flaps, thus proving to be an additional technical option for neoomphaloplasty procedures.

Keywords: Navel; Abdominoplasty; Umbilical hernia; Abdomen; Reconstructive surgical procedures.

 

Reconstrução primária da papila mamária

Pedro Celso de Castro Pita; Kelson Kawamura; Priscila da Silva Lopes; Marcel Fernando Miranda Batista Lima; Eduarda Augusta de Lucena Caldas; Marcella Ferreira Barros
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):67-70 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

Introdução: A reconstrução do complexo areolopapilar (CAP) é uma etapa complementar nas reconstruções mamárias. Ela poderá ser realizada em primeiro ou em segundo tempo, a depender do caso e do cirurgião. As técnicas e táticas procuram aproximar o resultado à aparência do CAP original da mama oposta, principalmente com relação a projeção da papila e a coloração da aréola. Baseado nas técnicas já descritas, surgiu a ideia de utilizar, quando possível, a pele e gordura do retalho triangular de pedículo superior, compreendido entre os pontos "B, A e C" na marcação pela técnica de Ariê-Pitanguy, para a confecção do cone papilar. Esta técnica de fácil execução, utiliza a pele e a gordura excedentes, o que facilitou a confecção do cone da neopapila.
Método: Estudo primário, prospectivo, descritivo de intervenção. A casuística foi de conveniência, os pacientes foram alocados no ambulatório de cirurgia plástica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e clínica privada do autor. Foram operadas 68 pacientes no período de março de 2012 a junho de 2018, todas do gênero feminino, sendo 22 casos de adenomastectomia unilateral, devido à presença de lesão, maligna ou não; e 46 casos de gigantomastias bilaterais, operadas pela técnica de Torek modificada, em que foi confeccionado um retalho de pedículo superior para a reconstrução da papila.
Resultados: Das 114 mamas operadas, 106 mantiveram o volume e a projeção do cone papilar e apenas 8 perderam 80% da projeção da papila.
Conclusão: A reconstrução primária da papila mamária com um retalho dermo adiposo de pedículo superior é de fácil execução, mantendo a projeção do cone papilar a longo prazo. Como desvantagem, há a manutenção da coloração esbranquiçada.

Palavras-chave: Mama; Mamilos; Mamoplastia; Retalhos cirúrgicos.

 

ABSTRACT

Introduction: Reconstruction of the areolopapillary complex (CAP) is a complementary step in breast reconstruction. It can be done first or second, depending on the case and the surgeon. Techniques and tactics seek to approximate the result to the appearance of the original CAP of the opposite breast, mainly in relation to the projection of the papilla and the coloration of the areola. Based on the techniques already described, the idea was to use, where possible, the skin and fat of the triangular flap of the upper pedicle, comprised between the points "B, A and C" in the Ariê-Pitanguy technique, to make the papillary cone. This easy-to-use technique uses excess skin and fat which facilitates the creation of the neopapila cone.
Methods: Primary, prospective, descriptive study of intervention. The casuistry was of convenience, the patients were allocated in the ambulatory of plastic surgery of the Hospital das Clínicas of the Federal University of Pernambuco (UFPE) and private clinic of the author. Sixty-eight patients were operated from March 2012 to June 2018, all of them female, with 22 cases of unilateral adenomastectomy due to the presence of a malignant or non-malignant lesion; and 46 cases of bilateral giganomas, operated by the modified Torek technique.
Results: Of the 114 operated breasts, 8 cases lost 80% of the papilla projection that we judged to have been due to thin skin, little adipose tissue associated with technical deficiency. The rest of the 106 cases maintained the volume and projection of the papillary cone.
Conclusion: The primary reconstruction of the mammary papilla with an adipose dermis of the upper pedicle is easy to perform, maintaining the projection of the papillary cone in the long term. A disadvantage is the maintenance of the whitish coloring.

Keywords: Breast; Nipples; Mammaplasty; Surgical flaps.

 

Tratamento cirúrgico das grandes ptoses mamárias masculinas

Pedro Celso de Castro Pita; Danilo Belém Rodrigues de Holanda; Kelson Kawamura; Priscila da Silva Lopes; Eduarda Augusta de Lucena Caldas; Marcella Ferreira Barros
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):79-81 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

Introdução: As alterações anatômicas nas mamas masculinas, causadas após grandes perdas ponderais, seja por dietas ou pós-cirurgia bariátrica, têm predisposto alterações psicológicas, principalmente a baixa autoestima. Esse quadro tem levado a um aumento da procura do tratamento cirúrgico desta região por homens. A grande flacidez da pele e do conteúdo mamário leva à queda do complexo areolopapilar (CAP) sobre os rebordos costais, causando uma aparência antiestética. Várias técnicas cirúrgicas foram descritas para o tratamento dos diversos graus de ginecomastias e de ptoses mamárias masculinas. Rezende et al. publicaram, em 2007, uma técnica que corrigia grandes ptoses mamárias masculinas. Baseado nas técnicas já descritas para o tratamento das grandes ginecomastias e das grandes ptoses mamárias masculinas, surgiu a ideia de usar um retalho de pedículo inferior composto pelo CAP. Esse retalho facilitaria as correções destas alterações anatômicas através de uma única incisão arqueada, além de reposicionar o CAP, com facilidade, de volta para o seu local de origem.
Método: Estudo primário, prospectivo, descritivo de intervenção. A casuística foi de conveniência, os pacientes foram alocados no ambulatório do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco e clínica privada do autor. Foram operados 36 pacientes do sexo masculino no período de 2005 a 2018, que apresentavam ptose das mamas e grande distância do CAP da sua localização original. É confeccionado um retalho de pedículo inferior com a aréola.
Resultados: Os 36 pacientes operados apresentaram a correção da flacidez e da ptose do CAP, porém dois tiveram hipertrofia cicatricial, e três, cicatrizes alargadas.
Conclusão: A utilização do retalho único com pedículo inferior contendo o CAP é de fácil execução para a correção das grandes ptoses mamárias masculinas, corrigindo o volume, a flacidez e reposicionando o CAP para o seu local de origem, mantendo o resultado a longo prazo.

Palavras-chave: Mamoplastia; Ginecomastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Retalhos cirúrgicos; Mamilos.

 

ABSTRACT

Introduction: The anatomical alterations in the male breasts, caused after heavy weight loss, either by diet or after bariatric surgery, have predisposed psychological changes, mainly low self-esteem. This situation has led to an increase in the demand for surgical treatment of this region by men. The great flaccidity of the skin and breast content leads to the fall of the areolopapillary complex (CAP) on the costal edges, causing an unsightly appearance. Several surgical techniques have been described for the treatment of various degrees of gynecomastia and male breast ptosis. Rezende et al. published in 2007 a technique that corrected large male breast ptosis. Based on the techniques already described for the treatment of large gynaecomastia and large male breast ptosis, the idea of using a lower pedicle flap composed of CAP was developed. This flap would facilitate corrections of these anatomical changes through a single arcuate incision, as well as easily reposition the CAP back to its original location.
Methods: Primary, prospective, descriptive study of intervention. The casuistry was of convenience, the patients were allocated in the ambulatory of the Service of Plastic Surgery of the Hospital das Clínicas of Universidade Federal de Pernambuco and private clinic of the author. Thirty-six male patients were operated from 2005 to 2018, who presented ptosis of the breasts and great distance from the CAP of their original location. A flap of inferior pedicle with the areola is made.
Results: The 36 operated patients presented the correction of sagging and CAP ptosis, but two showed scarring hypertrophy, and three, enlarged scars.
Conclusion: The use of the single flap with the inferior pedicle containing the CAP is easy to perform for the correction of the large male breast ptosis, correcting the volume of sagging and repositioning the CAP to its place of origin, maintaining the long term result.

Keywords: Mammaplasty; Gynecomastia; Reconstructive surgical procedures; Surgical flaps; Nipples.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons