ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 12 de 12 resultado(s)

Busca por : João Medeiros Tavares-Filho

Avaliação histológica e de espessura das cápsulas orgânicas formadas ao redor de expansores de tecidos de superfície lisa ou texturizada em humanos

João Medeiros Tavares Filho; Tulia Cuzzi; Diogo Franco; Ivan Demolirani; Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):179-184 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A busca por um produto que realize expansão tecidual com dano mínimo aos tecidos envolvidos, retalhos mais distensíveis e de menor espessura, e menos sintomas clínicos durante o processo de expansão tem levado as empresas a fabricar expansores com diferentes superfícies (lisa ou texturizada). A literatura é bastante controversa em relação às vantagens da utilização de um ou outro tipo. Esses aspectos motivaram os autores a pesquisar eventuais diferenças capsulares que pudessem justificar a escolha clínica. MÉTODO: Foi realizado um estudo cego, prospectivo, sem critérios de exclusão, em 38 pacientes submetidos a expansão tecidual no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, RJ, Brasil). Ao final do processo de expansão, foram coletados fragmentos da periferia, da base e da cúpula das cápsulas de 28 expansores de superfície lisa e de 14 de superfície texturizada, para estudo da espessura e de possíveis diferenças histológicas. RESULTADOS: Não houve diferenças entre os dois tipos de expansor quanto aos aspectos clínicos, ao tempo efetivo de expansão e aos planos de inclusão. Na avaliação dos parâmetros histológicos, não foram observados valores significativamente diferentes segundo a superfície do expansor. Não houve correlação entre espessura e tempo de permanência, e a diferença entre as espessuras máxima e mínima foi considerada igual para os dois tipos de superfície. CONCLUSÕES: Não há diferenças significativas do ponto de vista histológico, nem razões clínicas, que indiquem vantagens de um ou outro tipo de expansor no processo de expansão tecidual.

Palavras-chave: Expansão de tecido/métodos. Expansão de tecido/instrumentação. Dispositivos para expansão de tecidos.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: The search for an expander that can achieve tissue expansion, with minimum tissue damage, more distensible and thinner flaps, and fewer clinical side effects during the expansion process, has led to the testing of expanders with different surfaces textures (e.g., smooth vs. textured). The individual advantages of smooth and rough expanders are currently not known. This question has motivated research on capsules to determine which type of expander is best. METHODS: We conducted a double-blind, prospective study with no exclusion criteria on 38 patients already undergoing tissue expansion at Plastic Surgery Department at the Universidade Federal do Rio de Janeiro (University Hospital of the Federal University of Rio de Janeiro). At the end of the expansion process, samples were collected from the edge, base, and dome of capsules formed around 28 smooth and 14 textured expanders. Differences in capsule wall thickness and histology were examined. RESULTS: There was no difference in the clinical appearance, expansion time, or insertion planes between the two types of expanders. Additionally, no significant differences in histological characteristics were observed between the types of expander surfaces. In statistical analyses, no correlation between capsule wall thickness and expansion time or between the maximum and minimum wall thickness were observed. CONCLUSIONS: Therefore, we conclude that the two types of tissue expander surfaces are equivalent.

Keywords: Tissue expansion/methods. Tissue expansion/instrumentation. Tissue expansion devices.

 

Abdominoplastia Associada à Cirurgia Ginecológica Cavitária

João Medeiros Tavares Filho, Sérgio Maciel, Manoel Belerique
Rev. Bras. Cir. Plást. 2004;19(2):47-52 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Este trabalho descreve a associação de abdominoplastia com cirurgia ginecológica cavitária, em 51 pacientes, sem descolamento prévio do retalho abdominal. O ginecologista inicia o procedimento através de incisão mediana infra-umbilical, a qual lhe propicia adequada exposição da cavidade, além de evitar o contato do material cavitário e trauma com os retalhos que permanecerão. O descolamento do retalho na abdominoplastia poderá ser realizado por ressecção em bloco ou por descolamento infra ou supra-umbilical.

Palavras-chave: Abdominoplastia; abdominoplastia associada a cirurgia cavitária; abdominoplastia associada a cirurgia ginecológica; cirurgias associadas

 

ABSTRACT

This paper desenhes the association of abdominoplasty and intra-abdominal gynecologie surgery in 51 patients, with no previous abdominal fiap undermining. The gynecologist starts the procedure with a midline infraumbilieal incision, which appropriately exposes the abdomen, and avoids trauma and contact of intra-abdominal material with the fiaps to be preserved. The fiap may be undermined in abdominoplasty by block resection or infra- or supraumbilieal undermining.

Keywords: Abdominoplasty; abdominoplasty combined with intra-abdominal surgery; abdominoplasty combined with gynecologic surgery; combined surgeries

 

Retalhos Glúteos em V-Y para Reparação de Úlceras Sacras, Isquiáticas e Trocantéricas, sem Secção ou Sacrifício do Músculo Glúteo Máximo

Sérgio Cardoso Maciel, João Medeiros Tavares Filho, Manoel Belerique
Rev. Bras. Cir. Plást. 1999;14(2):55-64 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

O trabalho objetivou apresentar o emprego de retalhos glúteos em V-Y, sem desinserção ou secção muscular, para cobertura de úlceras sacras, isquiáticas e trocantéricas. Após excisão das úlceras, os retalhos eram planejados e dissecados com incisões que abrangiam pele, panículo adiposo e fáscia, sem atingir o músculo glúteo máximo (MGM), constituindo um bloco fasciocutâneo. Os retalhos tiveram suas extremidades mais próximas às lesões descoladas no plano entre a fáscia e o músculo para facilitar o posterior avançamento e fechamento da área cruenta. Foram operados 22 pacientes, num total de 24 úlceras, das quais 12 eram sacras, 7 isquiáticas e 5 trocantéricas; sendo empregados 26 retalhos, com todos mostrando-se viáveis, sem qualquer sofrimento ou complicação significativa. Menor tempo cirúrgico, menor sangramento, manutenção da integridade do MGM, permitindo sua utilização em eventual reintervenção, assim como a permanência de sua função, o que representa enorme benefício quando imaginamos seu emprego em pacientes sem lesão neurológica permanente, demonstraram ser o método uma vantajosa alternativa na reparação de ferimentos complexos nas regiões mencionadas.

Palavras-chave: Retalhos glúteos; retalhos em V-Y; úlceras de pressão.

 

ABSTRACT

The work aimed at presenting the employment of V-Y gluteal flaps without muscle de-insertion or transection to cover sacral, ischial and trochanteric ulcers. After ulcer excision, flaps were planned and dissected with incisions that comprehended skin, adipose layer, and fascia without reaching gluteus maximus muscle (GMM), and forming a fasciocutaneous block. Flaps had their nearest ends to the lesions detached at the plane between fascia and muscle in order to facilitate later advance and closing of bloody area. Twenty-two patients were operated, totalizing 24 ulcers, from which 12 were sacral, 7 ischial and 5 trochanteric; 26 flaps were employed, all of them showing to be feasible with no suffiring or significant complication. Lower surgical time, less bleeding, maintenance of GMM integrity so that it can be used for an eventual reintervention, as well as its function maintenance, which represents a great benefit as to its employment in patients without permanent neurological lesion, showed that the method is a advantageous alternative to complex injury restorations at the sites mentioned.

Keywords: Gluteal flaps; V-Y flaps; stress ulcers.

 

Uso exclusivo de fios absorvíveis em fendas labiopalatais

Diogo Franco; Paola Cardoso; João Medeiros Tavares-Filho; Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):192-196 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O tratamento de fendas labiopalatais tem etapas que podem trazer traumas psicológicos consideráveis aos pacientes e familiares. O uso de fios absorvíveis pode eliminar um destes momentos desconfortáveis. Contudo, a utilização exclusiva deste tipo de material de síntese ainda não é a preferência de todos os cirurgiões, principalmente em planos musculares. MÉTODOS: Levantados os dados dos pacientes operados no Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro, submetidos à correção de fendas labiais ou palatais, nas quais foram utilizados somente fios absorvíveis (poliglecaprona 25 - Monocryl® ou poliglactina 910 - Vicryl Rapide®) em todos os panos de sutura (mucosa, músculo, pele). O período avaliado foi de 2007 a 2014. RESULTADOS: Encontramos 360 pacientes que se enquadraram no estudo. Não observamos diferenças quanto ao aspecto local das feridas durante o processo de absorção dos fios. A incidência de deiscências ou fístulas se manteve abaixo de 1% e não houve complicações relacionadas ao objetivo do estudo. As cicatrizes não se mostraram, a longo prazo, diferentes das obtidas com o uso de fios inabsorvíveis, utilizados em outros tipos de cirurgias. CONCLUSÕES: O uso exclusivo destes fios absorvíveis se mostrou uma opção eficaz e segura. Proporcionou cicatrizes de boa qualidade, força tênsil adequada (mesmo em planos musculares) e não observamos complicações relacionadas ao processo de absorção dos materiais empregados.

Palavras-chave: Cicatrização; Suturas; Fenda labial/cirurgia; Fenda palatina/cirurgia; Estresse psicológico.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The treatment of orofacial clefts comprises steps that may result in considerable psychological trauma for patients and their caregivers. The use of absorbable sutures may help to eliminate these uncomfortable situations. However, the exclusive use of this synthetic material is still not preferred by surgeons, particularly in the muscle planes. METHODS: Data from patients who underwent surgery at the University Hospital of the Federal University of Rio de Janeiro from 2007 to 2014 were used. The patients underwent correction of cleft lip or palate, using only absorbable sutures (poliglecaprone 25 - Monocryl® or polyglactin 910 - Vicryl Rapide®) in all suture planes (mucosa, muscle, skin). RESULTS: We found 360 patients who met the inclusion criteria for this study. We did not observe differences in terms of the local appearance of the wounds during the suture absorption process. The incidence of dehiscence or fistula cases was below 1%, and there were no complications regarding the objectives of the study. In the long term, the scars did not differ from those obtained with non-absorbable sutures used in other types of surgeries. CONCLUSIONS: The exclusive use of absorbable sutures was shown to be an efficient and safe option. These resulted in good quality scars and adequate tensile strength (even in muscle planes), and we did not observe complications related to the absorption process of the material used.

Keywords: Healing; Suture threads; Cleft lip surgery; Cleft palate surgery; Psychological stress.

 

Implante mamário redondo versus anatômico: algoritmo para escolha da forma adequada

João Medeiros Tavares-Filho; Diogo Franco; Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):413-422 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Vários cirurgiões têm suas próprias fórmulas ou protocolos para selecionar os volumes e formato de implantes mamários. Para determinar a escolha do formato, medimos as distâncias entre a borda superior da mama e a papila (A) e entre a papila e sulco submamário (B). Baseados nestas medidas, propomos um algoritmo para selecionar próteses redondas ou anatômicas. MÉTODOS: As avaliações pré-operatórias foram realizadas com a paciente em posição ortostática considerando-se as medidas: 1) da fúrcula esternal à papila, para avaliar a necessidade de retirada de pele supra-areolar; 2) da base da mama, para avaliar o volume do implante; 3) das distâncias A e B, para avaliar a forma do implante. Este algoritmo foi aplicado a 59 pacientes submetidas à mamoplastia de aumento. RESULTADOS: Utilizamos implantes redondos em 27 pacientes; nove tinham distância a = b, e 18 B > A. Empregamos implantes anatômicos em 32 pacientes. Os volumes dos implantes redondos variaram entre 195 cc e 425 cc, enquanto os implantes anatômicos ficaram entre 185 cc e 315 cc. Com relação às medidas pós-operatórias das pacientes que utilizaram implantes redondos, 26 (96,3%) mantiveram a proporção desejada com B > A ou A = B. Entre as pacientes com implantes anatômicos, as medidas de 25 delas (78,1%) mostraram alteração das proporções, de A > B para A = B ou B > A. CONCLUSÕES: Quando a distância A é igual ou menor que a distância B, recomendamos implantes redondos. Quando B < A, recomendamos implantes anatômicos.

Palavras-chave: Mamoplastia; Implantes de mama; Implantes mamários/tendências; Algoritmos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Several surgeons have their own formulas or protocols to select the volume and shape of breast implants. To determine the shape, we measured the distances between the upper edge of the breast and the papilla (A), and between the papilla and the inframammary fold (B). Based on these measurements, we propose an algorithm to select round or anatomical implants. METHODS: Preoperative assessment was performed with the patients in the orthostatic position. The following distances were considered: 1) from the sternal notch to the papilla, to assess the need for supra-areolar skin excision; 2) breast base, to assess the volume of the implant; 3) distances A and B, to evaluate the shape of the implant. This algorithm was applied to 59 patients undergoing augmentation mammoplasty. RESULTS: We used round implants in 27 patients; nine had a distance A = B, and 18 had B > A. We utilized anatomical implants in 32 patients. The volume of round implants ranged from 195 to 425 cc, whereas that of anatomical implants ranged from 185 and 315 cc. Regarding postoperative measurements of the patients who used round implants, 26 (96.3%) maintained the desired ratio with B > A or A = B. Among the patients with anatomical implants, 25 (78.1 %) showed proportional changes from A > B to A = B or B > A. CONCLUSIONS: When the distance A is equal to or smaller than the distance B, we recommend round implants. When B < A, we recommend anatomical implants.

Keywords: Mammoplasty; Breast implants; Breast Implants/trends; Algorithms

 

Utilização do retalho miocutâneo de grande dorsal, com extensão adiposa, nas reconstruções mamárias: uma opção para preenchimento do polo superior

João Medeiros Tavares-Filho; Diogo Franco; Laércio Moreto; Carlos Porchat; Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):423-428 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As sequelas de mastectomia se apresentam de formas variadas exigindo, do cirurgião, experiência e criatividade para obter o melhor resultado na reconstrução de uma nova mama. Dentre as dificuldades para que este objetivo seja alcançado, está o desafio de um melhor preenchimento do polo superior da mama. O objetivo deste trabalho é apresentar uma opção terapêutica alternativa para correção do polo superior dentre as técnicas já existentes com este propósito. MÉTODO: A técnica cirúrgica utilizou o retalho de músculo grande dorsal com extensão gordurosa para preenchimento do polo superior da neomama durante sua reconstrução. A técnica descrita foi utilizada em 8 pacientes durante a reconstrução mamária tardia, com idades variando entre 39 e 70 anos. O tamanho desta extensão gordurosa variou entre 4,0 × 10,0 e 7,0 × 13,0 cm. O componente gorduroso do retalho foi avaliado após 3 meses através de ressonância magnética. RESULTADOS: Foram usados implantes mamários que variavam entre 270 e 435 ml. O acompanhamento pós operatório variou entre 3 meses a 1 ano. Ocorreram 2 casos de epidermólise (28%) na junção do retalho cutâneo com a área receptora. Não houve perda ou sofrimento do retalho. Os resultados demonstram clinicamente ou visualmente que a correção da depressão do polo superior da neomama foi alcançada adequadamente, bem como a viabilidade do retalho gorduroso, observada nos exames de imagem (ressonância magnética). CONCLUSÃO: A técnica proposta é uma alternativa adequada para o tratamento da maioria dos casos de reconstrução mamária em que se busca o preenchimento da depressão existente no polo superior da mama.

Palavras-chave: Reconstrução da mama; Retalho miocutâneo; Mastectomia; Músculos superficiais do dorso.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The sequelae of mastectomy presents in numerous ways, requiring the experience and creativity of the surgeon to achieve the best result in the reconstruction of a new breast. One of the difficulties in achieving this objective is the challenge of adequately filling the upper pole of the breast. The objective of this work was to present an alternative therapeutic option for correction of the upper pole of the neobreast. METHODS: In our surgical technique, a latissimus dorsi muscle flap with fat extension is used for filling the upper pole of the neobreast during its reconstruction. The described technique was used in 8 patients during late breast reconstruction. The patients' ages ranged from 39 and 70 years. The size of the fat extension ranged from 4.0 × 10.0 cm to 7.0 × 13.0 cm. The fat component of the flap was evaluated after 3 months by using magnetic resonance imaging (MRI). RESULTS: Breast implants that varied in volume between 270 and 435 mL were used. The follow-up period after surgery ranged from 3 months to 1 year. Two patients had epidermolysis (28%) at the junction of the cutaneous flap and the receiver area. No graft loss or other complications occurred. Our results demonstrate clinically or visually that correction of the depression in the upper pole of the neobreast was satisfactorily achieved. The viability of the fat flap, as observed on MRI, was adequate. CONCLUSION: The proposed technique is a suitable alternative method for filling the depression in the upper pole of the neobreast in most cases of breast reconstruction.

Keywords: Breast reconstruction; Myocutaneous flap; Mastectomy; Superficial muscles of the back.

 

Sutura elástica como alternativa para o primeiro atendimento de ferida na urgência

Antonio Petraglia Neto; João Medeiros Tavares Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(1):118-122 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Relato do caso de um paciente do sexo masculino, 44 anos, que deu entrada pelo Serviço de Emergência, no dia 17 de novembro de 2013, vítima de acidente com disco de Makita, apresentando ferida extensa em toda face dorsal do primeiro quirodáctilo esquerdo e exposição tendínea. Demonstra a utilização de sutura elástica, em atendimento inicial na urgência, e a possibilidade de tratamento de ferida traumática com perda de substância, com resolução satisfatória em único tempo cirúrgico. A opção cirúrgica apresentou resultado funcional adequado e preservação estética.

Palavras-chave: Suturas; Assistência ambulatorial; Ferimentos e lesões; Urgência.

 

ABSTRACT

This is a case report of a 44-year-old male patient who was admitted to the emergency room on November 17, 2013, after an accident with a Makita Disc. The patient presented with an extensive wound throughout the dorsal surface of the left thumb, with tendon exposure. The use of elastic suture is demonstrated as the initial care in the emergency department. We present satisfactory resolution in a single surgical procedure of traumatic wounds in a patient presenting with loss of tissue. The chosen surgical approach presented adequate aesthetic result and functional preservation.

Keywords: Sutures; Ambulatory care; Wounds and injuries; Emergency.

 

Reconstrução do escroto após fascite necrosante

Diogo Franco, Cláudio Rodrigues, João Medeiros Tavares Filho, Flávia Imoto, Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):349-354 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: Fascite necrosante está entre as mais graves infecções. Apresentamos análise do tratamento de pacientes vítimas de fascite necrosante da região perineal, submetidos à reconstrução do escroto com retalhos de pele e músculo remanescentes e retalho súpero-medial da coxa. Método: Foram analisados, de forma retrospectiva, 11 pacientes submetidos à cobertura das áreas cruentas com retalhos miocutâneos locais ou retalho súpero-medial da coxa. Resultados: Os pacientes apresentaram boa evolução com resolução da área cruenta, resultados duradouros e reproduzíveis. Conclusões: Observamos que, com dissecção ampla e cuidadosa da pele remanescente do escroto, podemos cobrir extensas áreas cruentas, proporcionando proteção adequada aos testículos. Como alternativa para a cobertura de lesões maiores, o retalho súpero-medial da coxa demonstrou boa aplicabilidade e simplicidade na sua execução.

Palavras-chave: Gangrena de Fournier/reabilitação. Gangrena de Fournier/cirurgia. Escroto/cirurgia. Escroto/patologia.

 

ABSTRACT

Background: Necrotizing fasciitis of the perineal region is one of the most serious infections. We present analysis of the treatment of patient victims of necrotizing fasciitis submitted to reconstruction of scrotum with remnants of skin and muscle. Methods: Eleven patients were submitted to the covering of the raw areas with local mio-cutaneous flaps and superomedial thigh flap. Results: The patients presented good evolution with resolution of the raw surfaces and long lasting results. Conclusions: We observe that, with an ample and careful dissection of remaining skin of the scrotum, we can cover extensive areas, providing adequate protection of the testicules. In largest areas the superomedial thigh flap comes as an excellent alternative of simple execution and good aesthetic and functional outcomes.

Keywords: Fournier gangrene/rehabilitation. Fournier gangrene/surgery. Scrotum/surgery. Scrotum/pathology.

 

Implantes complementares na reconstrução mamária

João Medeiros Tavares Filho; Manoel Belerique; Diogo Franco; Guilherme Arbex; Marcio Arnaut Junior; Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):290-293 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A depressão na parede anterior da axila pós-mastectomia gera insatisfação das pacientes ao vestirem roupas mais decotadas; além disso, pode haver dificuldade na elevação do braço quando há aderências e retrações nessa região. Nessas pacientes, utilizamos implantes complementares, que reconstituem a anatomia local de forma satisfatória, oferecendo benefícios funcionais ao remover bridas cicatriciais. Esses implantes estão disponíveis em variados tamanhos e volumes, podendo ser empregada mais de uma prótese no mesmo local, se necessário. O objetivo deste estudo é demonstrar a experiência da Disciplina de Cirurgia Plástica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, RJ, Brasil) com o emprego de implantes complementares na reconstrução mamária pós-mastectomia, buscando melhorar os aspectos estético e funcional da região axilar. MÉTODO: A inclusão de implantes de silicone complementares para reconstrução mamária pós-mastectomia foi realizada em 6 pacientes do sexo feminino, com idade entre 34 anos e 75 anos. O volume dos implantes variou de 20 ml a 120 ml. Largura, comprimento e profundidade da área da axila a ser preenchida foram mensurados, para definir volume, dimensões e número de implantes que seriam utilizados. A via de acesso utilizada para inserção dos implantes foi a cicatriz da reconstrução mamária. RESULTADOS: O seguimento pós-operatório variou de 6 meses a 8 anos, não sendo observada contratura capsular em nenhum caso. Todas as pacientes referiram melhora funcional na movimentação do braço, bem como satisfação com o resultado estético pela possibilidade de uso de roupas mais decotadas. CONCLUSÕES: A inclusão de implantes de silicone de formato semilunar no refinamento da reconstrução mamária é um método simples e de fácil realização, com resultados bastante previsíveis, necessitando apenas de uma cirurgia. Os implantes podem ser substituídos, aumentados ou removidos, se necessário.

Palavras-chave: Implante mamário. Implantes de mama. Próteses e implantes. Mamoplastia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Depression in the anterior wall of the axilla following mastectomy is distressing to patients when they wear summer clothing and may also cause difficulty in raising the arm if there are adhesions and retractions in the region. In these patients, we use supplementary implants that reconstitute the local anatomy in a satisfactory manner and which offer functional benefits by removing cicatricial adhesions. These implants are available in several sizes and volumes, and it is possible to use more than one prosthesis in the same location, if needed. The aim of this study is to report the experience of the Plastic Surgery Unit of the Federal University of Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, RJ, Brazil) with the use of supplementary implants in breast reconstruction after mastectomy to improve the aesthetic appearance and function of the axillary region. METHODS: Supplementary silicone implants were inserted for breast reconstruction following mastectomy in 6 female patients, aged 34 to 75 years. The volume of the implants ranged from 20 mL to 120 mL. The width, length, and depth of the axillary region were measured to define the volume and dimensions, as well as the number of implants to be used. The implants were inserted through the scar from the prior breast reconstruction. RESULTS: The follow-up period ranged from 6 months to 8 years, and no capsular contracture was observed. All patients reported functional improvement in arm movement, as well as satisfaction with the aesthetic result, which allowed them to wear more revealing clothing. CONCLUSIONS: The inclusion of semilunar silicone implants as a refinement in breast reconstruction is easy to perform, has predictable results, and requires only one surgical procedure. The implants may be replaced, augmented, or removed, as required.

Keywords: Breast implantation. Breast implants. Prostheses and implants. Mammaplasty.

 

Reparação de lesões no couro cabeludo com expansão tecidual

Moises de Melo, Denise Vilas Boas de Campos Lima, João Medeiros Tavares Filho, Carlos Alberto Porchat, Nícia Rodrigues dos Santos Colucci, Guilherme Leonel Arbex
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(3 Suppl.1):29 - Crânio, Face e Pescoço

PDF Português

Retalho de músculo grande dorsal com extensão adiposa para preenchimento do polo superior da mama reconstruída

João Medeiros Tavares Filho; Diogo Franco; Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3 Suppl.1):68 - Tórax e Tronco

PDF Português

Reconstrução do escroto após fascite necrosante

Cláudio Maurício Muniz Rodrigues, Diogo Franco, João Medeiros Tavares Filho, Talita Franco, Carlos Alberto Porchat, Flávia Keiko Imoto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(3 Suppl.1):83 - Extremidades

PDF Português

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons