ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 1 de 1 resultado(s)

Busca por : Janaína de Almeida Franco

Estudo anatômico de bolsões adiposos na região hipogástrica

Renato Sivieri de Souza; Abadio Gonçalves Caetano; Ewaldo Bolivar de Souza Pinto; Osvaldo Ribeiro Saldanha; Janaína de Almeida Franco; Débora Moura Miranda Goulart; Luciana Garcia Pereira Castro
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3):364-368 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Nas lipodistrofias da parede abdominal anterior, fatores genéticos, aumento de peso, idade e lasseamento da musculatura, de forma isolada ou associada, determinam alterações estéticas generalizadas ou localizadas no epigástrio, no hipogástrio ou, mesmo, em ambas as regiões. O objetivo deste estudo é descrever os limites, a disposição, as relações anatômicas das bolsas adiposas no hipogástrio com as estruturas vizinhas e suas dimensões. MÉTODO: Foram dissecadas 57 peças anatômicas de pacientes submetidas a abdominoplastia, em que o hipogástrio foi ressecado em monobloco. Além disso, foi realizada dissecção da parede abdominal anterior em 8 cadáveres. Em todas as peças, a camada lamelar foi ressecada, mantendo-se a derme-epiderme, a camada areolar e a fáscia superficial íntegras. RESULTADOS: Em todas as peças, foram observados dois cúmulos adiposos na camada areolar bilateralmente, simétricos, em forma de bolsa e de coloração peculiar. Essas bolsas foram também analisadas em relação aos tecidos cutâneos vizinhos: pele, fáscia superficial, camada profunda de gordura. CONCLUSÕES: A camada lamelar foi considerada estrutural como base da pele, pela sua fina espessura, e a camada areolar apresentou acúmulos e volumes variáveis de tecido adiposo nas diversas regiões do corpo, sem limites precisos, particularmente observados nas dissecções da parede abdominal inferior, pela sua elasticidade, pelo volume e pela coloração.

Palavras-chave: Abdome. Tecido adiposo. Lipectomia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: In lipodystrophies of the anterior abdominal wall, variables such as genetic factors, weight gain, age, and loss of muscle tone, either alone or in combination, determine generalized aesthetic changes or changes localized in the epigastrium, hypogastrium, or both. The aim of this study was to describe the limits, distribution, and dimensions of fat bags in the hypogastrium, as well as their anatomic relationships with the neighboring structures. METHODS: Fifty-seven anatomical specimens were dissected from patients undergoing abdominoplasty, during which the hypogastrium was resected en bloc. Moreover, the anterior abdominal wall was also dissected in 8 cadavers. In all samples, the lamellar layer was resected, keeping the dermis-epidermis, areolar layer, and superficial fascia intact. RESULTS: In all specimens, 2 symmetrical adipose clusters were observed bilaterally in the areolar layer, which were in the shape of a bag and had peculiar coloration. These bags were analyzed in relation to their neighboring tissues: the skin, superficial fascia, and deep fat layer. CONCLUSIONS: The lamellar layer was considered as a structural base of the skin, owing to its thinness. The areolar layer showed accumulations and varying amounts of fat in the various body regions without precise limits, which were particularly observed in dissections of the lower abdominal wall and identified by their elasticity, volume, and coloration.

Keywords: Abdomen. Adipose tissue. Lipectomy.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons