ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 20 de 23 resultado(s)

Busca por : Hugo Alberto Nakamoto

O aprendizado (e o ensino) da Cirurgia Plástica no século 21

Hugo Alberto Nakamoto; Dov Goldenberg
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):141-142 - Editorial

PDF Português PDF Inglês

#CirurgiaPlástica #MídiasSociais #ÉticaMédica

Hugo Alberto Nakamoto; Dov Goldenberg
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):1-2 - Editorial

PDF Português PDF Inglês

Precisamos falar sobre a Lipoenxertia de Glúteos

HUGO ALBERTO NAKAMOTO; DOV GOLDENBERG
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):270-271 - Editorial

PDF Português PDF Inglês

Modelo experimental de desenluvamento cutâneo em membro inferior de rato: efeito do alopurinol e da pentoxifilina na melhora da viabilidade de retalhos avulsionados

Dimas Andre Milcheski; Hugo Alberto Nakamoto; Paulo Tuma Jr.; Lucas Nóbrega; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3 Suppl.1):4 - Experimental

PDF Português PDF Inglês

Atuação da Cirurgia Plástica no tratamento de feridas complexas em crianças

Thadeu Rezende Rangel Fernandes, Dimas André Milcheski, Hugo Alberto Nakamoto, Pedro Soler Coltro, Bernardo PinHeiro de Senna Nogueira Batista, Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3 Suppl.1):5 - Geral

PDF Português

Oclusão Venosa Em Reimplante de Membro: Um Novo Modelo Experimental Em Ratos - Prêmio Sirlei Rinaldi 2002

Marcelo Sacramento Cunha, Jose Carlos Faes da Silva, Hugo Alberto Nakamoto, Klaus Werner Fels, Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(3):155-159 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: A oclusão venosa pode levar a efeitos na microcirculação com comprometimento da viabilidade de retalhos e membros reimplantados. Foi testado um novo modelo experimental de oclusão venosa após reimplante de membro. Método: Amputações com preservação dos vasos e nervos do membro posterior direito foram realizadas em 100 ratos. Os grupos experimentais foram submetidos a tempos de oclusão venosa de 0, 1, 2, 3 e 4 horas. Os resultados foram analisados estatisticamente pelo teste do Qui-quadrado (p < 0,05). Resultados: As taxas de mortalidade transoperatórias dos grupos modelos foram 0, 10, 15, 30 e 60%, respectivamente. As taxas de mortalidade pós-operatórias foram 5; 11,1; 11,7; 14,2 e 100%, respectivamente. As taxas de viabilidade dos membros isquêmicos após 7 dias de avaliação foram 100%, 87,5%, 80% e 66,67%. As taxas de mortalidade transoperatórias foram diferentes estatisticamente com exceção de G2 e G3. As taxas de mortalidade pós-operatórias não foram diferentes com exceção de G4 e G5. As taxas de viabilidade dos grupos G1, G2, G3, G4 e G5 foram diferentes entre si, exceto os grupos G2 e G3. Conclusão: Observa-se uma curva tempo-resposta na mortalidade transoperatória e viabilidade dos membros no modelo testado.

Palavras-chave: Isquemia, fisiopatologia. Sobrevivência do enxerto. Veias

 

ABSTRACT

Background: Venous occlusion may have pronounced circulatory effects leading to decreased viability of flaps and limb replantations. It was tested a new venous occlusion model in rats. Method: Amputation with preservation of vessels and nerves of the right hind limb was proceeded in 100 rats. The model groups were submitted to 0, 1, 2, 3 and 4 hours of venous occlusion. The limbs were observed for 7 days and the survival limb rates. Results: Trans-operatory mortality rates in model groups were 0, 10, 15, 30 e 60% respectively and the post-operatory mortality rates were 5; 11,1; 11,7; 14,2 e 100% respectively. The survival limb rates were 100%, 87,5%, 80% e 66,67% respectively. Model groups were statistically different except for G2 and G3 in transoperatory mortality rates. There were no statistical difference between model groups except for G4 and G5. Model groups groups were statistically different except for G2 and G3 in survival limb rates. Conclusions: The model tested showed time-response curves in trans-operatory mortality and viability limb rates.

Keywords: Ischemia, physiopathology. Graft survival. Veins

 

Desenvolvimento de modelo experimental de avulsão de retalhos em membros inferiores de ratos

Dimas André Milcheski; Marcus Castro Ferreira; Hugo Alberto Nakamoto; Paulo Tuma Jr
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(4):514-517 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os ferimentos descolantes de membros inferiores geralmente se caracterizam como lesões graves e apresentam dificuldades na decisão quanto ao tratamento cirúrgico mais adequado a ser instituído, se reposicionamento do retalho avulsionado ao leito da ferida ou ressecção do retalho, seguido de seu adelgaçamento e enxertia de pele. O propósito deste estudo foi desenvolver um modelo experimental de avulsão de retalhos cutâneos em membros inferiores de ratos e observar a viabilidade do retalho após seu reposicionamento ao leito de origem, com a finalidade de melhor estudar as alterações relacionadas ao ferimento e de testar modalidades terapêuticas em retalhos avulsionados. MÉTODO: Foram utilizados 90 ratos Wistar machos, subdivididos em 4 grupos experimentais. Foi delineado um modelo de avulsão de retalhos no membro inferior do rato, baseado em 4 pedículos diferentes: pedículo de fluxo proximal (G1), pedículo de fluxo distal (G2), pedículo de fluxo lateral (G3) e pedículo de fluxo medial (G4). RESULTADOS: A comparação entre as médias de área de necrose do retalho desenluvado evidenciou diferença estatística significativa entre os 4 grupos estudados (P < 0,0001). CONCLUSÕES: O grupo com pedículo de fluxo distal (G2) apresentou maior área de necrose em relação à área total do retalho, sendo o mais adequado para testar agentes terapêuticos no retalho avulsionado.

Palavras-chave: Ferimentos e lesões. Extremidade inferior. Pele/lesões. Necrose/etiologia. Modelos animais.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: The purpose of this study was to develop an experimental model for degloving injuries of the hind limbs of rats and observe flap viability after its relocation to the wound bed to better study the changes related to the injury and to test the therapeutic modalities in avulsed flaps. METHODS: Ninety male Wistar rats were divided into 4 experimental groups. A flap avulsion model on the lower limb of a rats was established, using 4 different pedicles: proximal flow pedicled flap (G1), distal flow pedicled flap (G2), lateral flow pedicled flap (G3), and medial flow pedicled flap (G4). RESULTS: Comparison between the mean necrotic area of the degloved flap showed statistically significant differences among the 4 groups (P < 0.0001). CONCLUSIONS: The group with the distal flow pedicled flap (G2) showed a higher necrotic area relative to the total flap area and it is the most suitable group for testing therapeutic agents in avulsed flaps.

Keywords: Wounds and injuries. Lower extremity. Skin/injuries. Necrosis/etiology. Animal models.

 

Centro de tratamento de feridas: uma mudança de conceitos

Pedro Soler Coltro; Tha deu Rezende Rangel Fernandes; Hugo Alberto Nakamoto; Dimas André Milcheski; Paulo Tuma Júnior; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3 Suppl.1):7 - Geral

PDF Português

Feridas complexas: análise de 2.456 pacientes

Luciana Borsoi Moraes; Pedro Soler Coltro; Bernardo Pinheiro de Senna Nogueira Batista; Hugo Alberto Nakamoto; Dimas André Milcheski; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3 Suppl.1):7 - Geral

PDF Português

Uso da terapia por pressão negativa em feridas traumáticas agudas

Diego Daniel Pereira; Dimas André Milcheski; Hugo Alberto Nakamoto; Bernardo Nogueira Batista; Paulo Tuma Junior; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3 Suppl.1):15 - Geral

PDF Português

Toxina botulínica para tratamento de síndrome do Choro Assimétrico: relato de caso

Luiz Guilherme de Moraes Prado Mazuca; Hugo Alberto Nakamoto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(2):258-261 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Síndrome do choro assimétrico é uma condição congênita secundária à hipoplasia ou ausência do músculo depressor do ângulo da boca. Trata-se de uma condição não tão incomum que pode cursar com assimetria facial ao chorar e sorrir, além de poder estar associadas a outras malformações congênitas. Crianças com essa deformidade podem sofrer dificuldades psicossociais e introversão. O arsenal terapêutico dessa condição já foi estudado e discutido na literatura com ênfase em abordagens cirúrgicas e invasivas. Relatamos aqui um caso de uma criança de 9 anos com essa síndrome, tratada, de forma menos invasiva, com toxina botulínica, com um bom resultado e satisfação.

Palavras-chave: Toxinas botulínicas tipo A; Assimetria facial; Paralisia facial; Anormalidades da boca; Anormalidades congênitas

 

ABSTRACT

Asymmetric crying face syndrome is a congenital condition secondary to hypoplasia or absence of the depressor muscle at the mouth angle. It is a common condition that presents with facial asymmetry while crying and smiling and may be associated with other congenital malformations. Children with this deformity may experience psychosocial difficulties and introversion. The therapeutic arsenal of this condition has already been studied and discussed in the literature with an emphasis on surgical and invasive approaches. We report here a case of a 9-year-old child with this syndrome, treated less invasively with botulinum toxin, with good result and satisfaction.

Keywords: Botulinum toxin type A; Facial asymmetry; Facial paralysis; Abnormalities of the mouth; Congenital abnormalities

 

Retalho interósseo posterior reverso do antebraço para o tratamento cirúrgico do trauma elétrico da mão: relato de caso

RODOLFO COSTA LOBATO; WELLINGTON MENEZES MOTA; PAULO TUMA JUNIOR; DIMAS ANDRÉ MILCHESKI; HUGO ALBERTO NAKAMOTO; ROLF GEMPERLI
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(3):423-427 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

Avaliação da sensibilidade cutânea em pacientes com lesões agudas de nervos periféricos em membros superiores

Nelio Watanabe Aguilera; Marcus Castro Ferreira; Paulo Tuma Jr.; Hugo Alberto Nakamoto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):467-475 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A injúria de nervos periféricos em membros superiores é uma condição com repercussões funcionais e sociais graves. O objetivo deste estudo é descrever a utilização do Pressure Specified Sensory Device (PSSD) como método de mensuração da recuperação da sensibilidade cutânea em pacientes com reconstruções microcirúrgicas de lesões traumáticas de nervos periféricos em membros superiores. MÉTODO: O estudo incluiu 25 pacientes com diagnóstico de lesões agudas de nervos periféricos em membros superiores (nervos mediano e/ou ulnar), nos quais o PSSD foi utilizado para mensuração de sensibilidade. Os pacientes foram divididos em três grupos, de acordo com a localização da lesão: grupo 1, antebraço; grupo 2, punho; e grupo 3, dedos. O teste estatístico utilizado para análise das comparações foi a Análise de Variância (ANOVA) com Medidas Repetidas. RESULTADOS: Foram encontrados efeitos de interação com diferença estatística (P < 0,05) para os parâmetros considerados à medida que se aumenta o tempo de avaliação. CONCLUSÕES: O PSSD se mostrou um método capaz de determinar os limiares cutâneos de pressão nos territórios dos nervos mediano e ulnar nos pacientes com lesões agudas desses nervos em antebraço, punho e dígitos, demonstrando que houve melhora progressiva dos limiares de pressão ao longo do tempo.

Palavras-chave: Nervo mediano. Nervo ulnar. Traumatismos dos nervos periféricos. Pele. Diagnóstico. Prognóstico.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Peripheral nerve injury in the upper limbs has serious functional and social repercussions. The aim of this study was to describe the use of the Pressure-specified Sensory Device (PSSD) to measure recovery of cutaneous sensitivity in patients who undergo microsurgery reconstruction for traumatic injury of upper limb peripheral nerves. METHOD: The study included 25 patients with acute injury on the upper limb peripheral (ulnar and/or median) nerves in which the PSSD was used to measure sensitivity. Patients were divided into three groups according to injury location: group 1, forearm; group 2, wrist; and group 3, fingers. Analysis of variance with repeated measurements was used for comparisons. RESULTS: Interaction effects showed statistical differences (P < 0.05) in the considered parameters as the time of assessment increased. CONCLUSIONS: The PSSD was an adequate method for determining cutaneous pressure thresholds in the ulnar and median muscles in patients presenting with acute nerves injuries in the forearm, wrist, and fingers and showed a progressive improvement in pressure thresholds over time.

Keywords: Median nerve. Ulnar nerve. Peripheral nerve injuries. Skin. Diagnosis. Prognosis.

 

Modelo experimental para estudo de desenluvamento cutâneo no membro inferior

Dimas Andre Milcheski; Marcus Castro Ferreira; Paulo Tuma Jr.; Hugo Alberto Nakamoto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(2):328-331 - Ideias e Inovações

PDF Português

RESUMO

Os desenluvamentos cutâneos são lesões graves e frequentemente há dificuldade para o cirurgião decidir qual o tratamento mais adequado a ser instituído, o reposicionamento e a sutura do retalho ou o desengorduramento do retalho e a enxertia da pele avulsionada. A conduta cirúrgica de reposicionamento e sutura do retalho é mais rápida e simples de ser realizada, mantém as características anatômicas e fisiológicas locais, mas frequentemente evolui com perda parcial ou total do retalho avulsionado. O tratamento cirúrgico de adelgaçamento do retalho desenluvado e enxertia da pele obtida tem a desvantagem de resultar em aspecto estético e protetivo inferiores, mas é o tratamento mais utilizado, devido à maior taxa de integração do enxerto. Medicações com propriedades de aumentar a perfusão do retalho desenluvado podem permitir a conduta cirúrgica de reposicionamento e sutura do retalho ao seu leito original, mantendo as vantagens da cobertura cutânea original e preservando total ou parcialmente a viabilidade do retalho. Para tanto, há necessidade de se desenvolver um modelo experimental para testar medicações com propriedades vasculares. O presente estudo apresenta um modelo animal de desenluvamento cutâneo em membros inferiores de ratos. Os animais foram submetidos ao modelo proposto de desenluvamento de todo membro inferior, resultando em um retalho de fluxo distal, que foi reposicionado ao leito e suturado.

Palavras-chave: Ferimentos e lesões. Extremidade inferior. Pele/lesões. Necrose/etiologia. Modelos animais.

 

ABSTRACT

Degloving injuries may be a challenge when it comes to deciding the surgical approach to be used. Repositioning of the flap and suturing is faster and more straightforward, but often leads to total or partial loss of the avulsed flap. Skin flap deffating and grafting of the detached flap have the disadvantages of resulting in poor aesthetic appearance and being less protective, but they have been the most widely used due to the higher rate of graft take. Pharmacological agents with vascular properties that enhance the viability of the reattached flap could be beneficial to patients with degloving injuries. In a way to test drugs with vascular properties is necessary to develop an experimental model. This paper presents an animal model of degloving injury in the hind limb of rats. Rats were subjected to the proposed degloving model of hind limb, resulting in a reverse flow flap. The flap was then repositioned and sutured.

Keywords: Wounds and injuries. Lower extremity. Skin/injuries. Necrosis/etiology. Animal models.

 

Versatilidade do transplante microcirúrgico do retalho lateral do braço estendido

Bruno Onishi Mizusaki; Hugo Alberto Nakamoto; Paulo Tuma Junior; Dimas Milcheski; Carlos Henrique Chirnev Felício; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3 Suppl.1):32 - Crânio, Face e Pescoço

PDF Português PDF Inglês

Ferimentos descolantes de membros inferiores: conduta terapêutica inicial nos casos graves

Carlos Andres Hebbia Lobo, Daniel Petkevicius Luz, Dimas André Milcheski, Hugo Alberto Nakamoto, Paulo Tuma Jr., Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(3 Suppl.1):76 - Extremidades

PDF Português

Tratamento cirúrgico da ferida complexa traumática perineal: experiência da Cirurgia Plástica do Hospital das Clínicas da FMUSP

Felipe Muniz de Castro Zampieri; Marcus Castro Ferreira; Bernardo Pinheiro de Senna Nogueira Batista; Dimas André Milcheski; Hugo Alberto Nakamoto; Paulo Tuma Júnior
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3 Suppl.1):78 - Tórax e Tronco

PDF Português

Avaliação da sensibilidade cutânea da mão de pacientes com diabetes melitus

Bruno Onishi Mizusaki; Hugo Alberto Nakamoto; Paulo Tuma Junior; Dimas Milcheski; Carlos Henrique Chirnev Felício; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3 Suppl.1):93 - Extremidades

PDF Português PDF Inglês

Salvamento de extremidades com uso de matriz dérmica

Dimas Andre Milcheski; Alexandre Jin Bok Audi Chang; Rodolfo Costa Lobato; Hugo Alberto Nakamoto; Paulo Tuma Jr.; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3 Suppl.1):98 - Extremidades

PDF Português

Tratamento dos defeitos congênitos das mãos em pacientes com síndrome de Apert

Hugo Alberto Nakamoto; Thadeu Rangel Fernandes; Dimas Andre Milcheski; Paulo Tuma Junior; Luiza Zonzini; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3 Suppl.1):101 - Extremidades

PDF Português

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons