ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 2 de 2 resultado(s)

Busca por : HENRIQUE BELETÁBLE FONSECA

Síndrome de Eagle: relato de caso

HENRIQUE BELETÁBLE FONSECA; SÉRGIO MOREIRA DA COSTA; LILIANE CARVALHO JAMIL
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(2):287-290 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

A síndrome de Eagle é uma condição rara e com etiologia ainda não bem estabelecida, a qual se deve ter bastante suspeição para seu correto tratamento. Seu tratamento deve ser definido em conjunto com o paciente, seja ele conservador ou cirúrgico, sempre levando em consideração as expectativas do paciente, além da maior expertise do profissional na modalidade escolhida para o tratamento. Neste artigo, apresentamos uma paciente de 35 anos atendida no Hospital Felício Rocho, discutindo os diversos aspectos da doença, inclusive a modalidade de tratamento escolhida para o caso.

Palavras-chave: Cervicalgia; Dor facial; Ligamentos; Relatos de casos; Procedimentos cirúrgicos operatórios

 

ABSTRACT

Eagle syndrome is a rare condition, and its etiology has not yet been well established and its correct treatment is uncertain. Its treatment must be defined together with the patient, be it conservative or surgical, always taking into consideration the patient's expectations, in addition to a solid professional expertise in the modality chosen for the treatment. In this article, we present the case of a 35-year-old patient who was admitted to the Felício Rocho Hospital and discuss the various aspects of the disease, including the treatment modality chosen for the case.

Keywords: Cervicalgia; Facial pain; Ligament; Case report; Operative surgical procedure

 

Hematoma expansivo tardio após ritidoplastia

ANDREIA SOUTO DA MOTTA; CAMILA MATOS VERSIANI; LILIANE CARVALHO JAMIL; PAULA PIMENTEL LEITE ROCHA; HENRIQUE BELETABLE FONSECA; AUGUSTO CÉSAR DE MELO ALMEIDA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):73-74 - Suplemento Simpósio Mineiro de Intercorrências 12º SIMPÓSIO - 2018

PDF Português

RESUMO

A ritidoplastia, ou cirurgia do rejuvenescimento facial, tem se tornado uma das cirurgias plásticas estéticas mais procuradas em todo o mundo e, como qualquer outra cirurgia, apresenta riscos de complicações. O hematoma pós-operatorio, a complicação mais comum, tende a se apresentar precocemente, mas em alguns casos ocorrem dias após o procedimento. Podem ocorrer de forma leve, com pequenas coleções, ou podem se desenvolver com sangramentos ativos volumosos, classificados como hematomas expansivos. Apresentamos o caso de uma paciente submetida à ritidoplastia completa, evoluindo tardiamente com hematoma cervicofacial levando a instabilidade hemodinâmica e comprometimento de via aérea.

Palavras-chave: Ritidoplastia; Hematoma; Facelift; Sangramento; Complicação

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons