ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 8 from 8 result(s)

Search for : Guilherme Berto Roça

Enxertia óssea alveolar: uma conduta para todas as fissuras alveolares

Guilherme Berto Roça, Renato da Silva Freitas, Luciana Koene Rodrigues, Luciano Sampaio Busato, Lady Canan
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(3 Suppl.1):11 - Skull, Face and Neck

PDF Portuguese

Rivaroxaban for venous thromboembolism prophylaxis in abdominoplasty after massive weight loss: 396 cases

GUILHERME BERTO ROÇA; BRUNA FERREIRA BERNERT; RENATO SILVA FREITAS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(2):268-273 - Review Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Abdominoplasty is one of the most popular aesthetic procedures performed in Brazil. Postbariatric patients present a challenge to the plastic surgeon as not only do they have complex reconstructive challenges but also they have residual medical comorbidities and nutritional deficiencies. A serious and potentially fatal complication of abdominoplasty is venous thromboembolism (VTE). Despite the frequency of this serious complication, the accepted standard methods to prevent VTE in abdominoplasty patients, including chemoprophylaxis, remain controversy.
Objective: To evaluate the author experience with rivaroxaban, for VTE prophylaxis in abdominoplasty patients after massive weight loss.
Methods: A retrospective 396 cases series were conducted. All patients who underwent abdominoplasty after bariatric surgery and received rivaroxaban were included. The prophylactic dose was 10 mg daily for 30 days, beginning 24 hours postoperatively. Patient demographics, comorbidities, type of surgery and complications were recorded.
Results: From July 2015 until July 2018, 396 post bariatric patients (356 women and 40 men) underwent abdominoplasty and received rivaroxaban postoperatively. The mean body mass index prior to their weight loss procedure was 43.8kg/m2 (range, 37.3- 61.9kg/m2) and mean BMI was 27.2kg/m² at the time of the abdominoplasty. Mean patient age was 39.1 years. Only one patient had a symptomatic PTE event. Thirteen patients had a hematoma requiring operative evacuation, and all went on to heal without sequel.
Conclusions: Routine chemoprophylaxis with rivaroxaban for abdominoplasty patients after massive weight loss has a low rate of VTE events. This oral medication is well tolerated and has an acceptable complication profile.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Venous thrombosis; Abdominoplasty; Anticoagulants; Bariatric surgery

 

RESUMO

Introdução: Abdominoplastia consiste em um dos procedimentos estéticos mais populares realizados no Brasil. Pacientes pósbariátricos representam um desafio peculiar ao cirurgião plástico, uma vez que não só requerem reconstruções complexas, mas também apresentam comorbidades residuais e deficiências nutricionais. O tromboembolismo venoso (TEV) constitui uma complicação grave e potencialmente fatal da abdominoplastia. Apesar da pequena frequência desta complicação, os métodos aceitos como padrões para prevenção de TEV em pacientes após abdominoplastia, incluindo quimioprofilaxia, permanecem controversos.
Objetivo: Avaliar a experiência do autor com rivaroxabana para profilaxia de TEV em pacientes submetidos a abdominoplastia após grande perda ponderal.
Métodos: Uma série de 396 casos foi conduzida retrospectivamente. Todos os pacientes submetidos à abdominoplastia após cirurgia bariátrica que receberam rivaroxabana foram incluídos. A dose profilática foi de 10mg por dia. Dados demográficos, comorbidades, tipo de cirurgia e complicações foram registrados.
Resultados: 396 casos de pacientes pós-bariátricos (356 mulheres e 40 homens) foram submetidos à abdominoplastia e receberam rivaroxabana no pós-operatório, de julho de 2015 a julho de 2018. A média de idade dos pacientes foi de 39,1 anos. O índice de massa corporal médio no momento da abdominoplastia foi de 27,2kg/m². Houve apenas um caso de tromboembolismo venoso (0,25%). Treze pacientes apresentaram hematoma com necessidade de drenagem.
Conclusões: A quimioprofilaxia de rotina com rivaroxabana para pacientes submetidos à abdominoplastia após grande perda ponderal revela uma baixa incidência de TEV. Esta medicação oral é bem tolerada e apresenta um perfil de complicação aceitável.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Trombose venosa; Abdominoplastia; Anticoagulantes; Cirurgia bariátrica

 

Gestational gigantomastia: how to address this clinical situation

Ivan Maluf Junior; Renato da Silva Freitas; Vinicius Milani Budel; Luciana Chamone Amaro; Isis Scomação; Guilherme Berto Roca; Dirlene Thaisa Berry
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(1):134-137 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Gestational gigantomastia is a rare disorder characterized by an excessive and rapid enlargement of the breasts, resulting in edema and venous congestion of breast tissue. It is a painful condition that causes skin ulceration and local infection. In some cases, these complications lead to an emergency mastectomy or induced abortion. The most probable etiology is an abnormal stimulation of breast tissue that is probably triggered by an abnormally elevated level of hormones or by the hypersensitivity of breast tissue to normal hormone levels. Although the breast volume decreases after pregnancy, it rarely returns to its original state; therefore, breast reduction through mastectomy or mammaplasty is usually necessary. Moreover, there is a high likelihood of recurrence in subsequent pregnancies. The authors report a case of gigantomastia in a primigravida that required pregnancy termination, because of the risk of maternal death, and a subsequent breast reduction surgery.

Keywords: Pregnancy; Breast; Gigantomastia; Mammaplasty; Mastectomy.

 

RESUMO

A gigantomastia gestacional é uma desordem rara, na qual ocorre o crescimento excessivo e rápido das mamas, culminando com edema e congestão venosa das mesmas, além de ocasionar dor, ulceração da pele e infecção local. Estas complicações, em alguns casos, levam à necessidade de mastectomia de emergência ou abortamento induzido. A hipótese etiológica mais aceita é a de que exista uma estimulação anormal do tecido mamário, que pode ser desencadeada por níveis excessivos de hormônios ou por uma hipersensibilidade deste tecido a níveis hormonais normais. Apesar de a mama regredir após a gestação, raramente volta ao estado original; portanto, a redução da mama através de mastectomia ou mamoplastia geralmente é necessária. Além disso, é grande o risco de recorrências em gestações futuras. Os autores relatam o caso de gigantomastia em uma primigesta, com necessidade de interrupção da gravidez, devido ao risco de morte materna, e posterior intervenção cirúrgica com mamoplastia redutora.

Palavras-chave: Gravidez; Mama; Gigantomastia; Mamoplastia; Mastectomia.

 

Giant plexiform neurofibroma of the back: case report

Gerson de M. Ritz Filho, Humberto T. Bez Batti, Naira Cristina Vigeti, Guilherme Berto Roça, Guilherme Pintarelli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(3):381-384 - Case Reports

PDF Portuguese

ABSTRACT

Plexiform neurofibroma is one of the major presentations of neurofibromatosis, with a higher incidence in cephalic segment and less common in the trunk. It´s resection becomes a challenge due to its rich vascularization and infiltration to deep plans. We present the case of a giant neurofibroma embodying the whole back of a young patient, with progressive growth associated with "café-au-lait" spots and cognitive deficit. Clinical and radiologic inquiry indicated type 1 neurofibromatosis. Surgical resection was achieved in two steps, covering the naked area with split-thickness skin grafts.

Keywords: Neurofibromatoses. Neurofibromatosis 1. Neurodegenerative diseases.

 

RESUMO

O neurofibroma plexiforme é uma das principais apresentações da neurofibromatose, com incidência maior no segmento cefálico e menos frequente no tronco. A sua ressecção torna-se um desafio em decorrência da rica vascularização e da infiltração aos planos profundos. Descrevemos o caso de um neurofibroma gigante acometendo todo o dorso de uma paciente jovem, com crescimento progressivo, associado a manchas "café com leite" e déficit cognitivo. A investigação clínico-radiológica mostrou se tratar de neurofibromatose tipo I e a abordagem cirúrgica foi realizada em dois tempos, por meio de enxertia de pele parcial em toda a área ressecada.

Palavras-chave: Neurofibromatoses. Neurofibromatose 1. Doenças neurodegenerativas.

 

Técnica da iguana para estabilização de cânula endotraqueal ou nasotraqueal para trauma facial

Adriana Sayuri Kurogi; Gilvani Azor de Oliveira e Cruz; Ivan Maluf Junior; Guilherme Berto Roca; Isis Scomação; Dirlene Taysa Berri
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3 Suppl.1):27 - Skull, Face and Neck

PDF Portuguese PDF English

Fissura facial número 4 de Tessier: expansão tecidual não deve ser a primeira opção

Adriana Sayuri Kurogi; Renato da Silva Freitas; Isis Scomação; Guilherme Berto Roca; Dirlene Taysa Berri; Gilvani Azor de Oliveira e Cruz
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3 Suppl.1):51 - Skull, Face and Neck

PDF Portuguese PDF English

Gigantomastia gestacional: como abordar esta tragédia

Ivan Maluf Junior; Guilherme Berto Roça; Isis Scomação; Dirlene Taysa Berri; Renato da Silva Freitas; Vinicius Milani Budel
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3 Suppl.1):86 - Body and Chest

PDF Portuguese PDF English

Retalho ântero-lateral de coxa cross leg microcirúrgico: relato de caso

Guilherme Berto Roça; Guataçara Salles Junior; Renato da Silva Freitas; Isis Raulino Scomaçã; Dirlene Taisa Berri; Adriana Sayuri
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3 Suppl.1):102 - Extremities

PDF Portuguese PDF English

Support

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license