ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 2 de 2 resultado(s)

Busca por : Glauco Soares de Almeida

Reconstrução do terço médio nasal em rinoplastia primária

Glauco Soares de Almeida, Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa, Nelson Gurgel Simas de Oliveira, Allysson Antonio Ribeiro Gomes, Márcio Rocha Crisóstomo, Salustiano Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):124-127 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A rinoplastia é atualmente aceita como uma operação para remodelamento nasal, e não apenas um procedimento de redução nasal. Como resultado do trabalho pioneiro de Sheen, cada vez mais atenção tem sido dada à preservação da função da válvula nasal interna e à reconstrução do terço médio nasal. A redução da giba nasal pode levar a problemas funcionais e estéticos se realizada de forma inadequada. Possíveis seqüelas incluem o estreitamento da válvula nasal interna, o colapso do terço médio e a deformidade em "V" invertido. Seu tratamento clássico emprega enxertos expansores ("spreader graft"). Objetivos: Avaliar a qualidade da reconstrução do terço médio nasal com a utilização de um retalho de cartilagem lateral superior ("spreader flap") e comparar com o enxerto expansor ("spreader graft"). Método: No período de fevereiro de 2006 a novembro de 2007, 16 pacientes submetidas a rinoplastia primária foram divididas em dois grupos, com oito pacientes cada. No primeiro, foi realizada reconstrução do terço médio com retalho expansor e, no outro, com enxerto expansor. Resultados: Todos os pacientes evoluíram sem queixas funcionais e a inspeção da válvula nasal interna mostrava-se com angulação normal. O resultado estético foi avaliado como satisfatório pelos pacientes. Conclusão: O uso de retalho expansor para reconstrução do terço médio nasal é efetivo na prevenção da formação do "V" invertido e do colapso da válvula interna. Não se observaram diferenças de resultados, estéticos ou funcionais, entre as técnicas.

Palavras-chave: Rinoplastia/métodos. Nariz/cirurgia.

 

ABSTRACT

Introduction: Rhinoplasty is now accepted as a operation of reshaping the nose rather than just nasal reduction. As a result of the pioneering work of Sheen, even more attention have been paid to preserving function of the internal nasal valve and the reconstructing of the middle third of the nose. Dorsal hump reduction can create both functional and aesthetic problems if performed incorrectly. Possible sequelae include narrowing the internal valve, visible fall-in of the midvault, and the inverted "V" deformity. Objective: To evaluated the quality of the nasal middle vault reconstructing with the spreaders flaps and compare with spreaders grafts. Method: Sixteen patients were submitted to primary rhinoplasty with reconstruction of the middle vault were evaluated. Results: Both methods were effective for nasal middle vault reconstructing. Conclusion: In the present paper, the authors used the spreader graft and the spreader flap to reconstructing the middle third of the nose with good results.

Keywords: Rhinoplasty/methods. Nose/surgery.

 

Tratamento das válvulas nasais em rinoplastia secundária

Glauco Soares de Almeida
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):422-427 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A rinoplastia é atualmente aceita como uma operação para remodelamento nasal, e não simplesmente um procedimento de redução do nariz. Cada vez mais atenção tem sido dispensada à preservação e à reparação da função das válvulas nasais. O comprometimento da válvula nasal é uma causa distinta de obstrução nasal sintomática, embora discordâncias existam com relação às formas de tratamento. MÉTODO: No período de junho de 2009 a janeiro de 2011, 26 pacientes foram submetidos a rinoplastia secundária para correção de insuficiência de válvulas nasais internas pós-rinoplastia. Cartilagens autólogas de septo nasal, concha auricular e costela foram utilizadas para o tratamento. RESULTADOS: Houve efetividade na resolução da obstrução nasal em 96,2% dos casos operados com cartilagens autólogas. CONCLUSÕES: O uso de enxertos expansores de terço médio nasal e de enxertos de suporte das cruras laterais alares com cartilagens autólogas se mostrou efetivo no tratamento do comprometimento valvular pós-rinoplastia, proporcionando adequado suporte às válvulas nasais e resolução dos quadros de obstrução nasal.

Palavras-chave: Rinoplastia. Cartilagem. Nariz/cirurgia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Rhinoplasty is currently accepted as an operation for nasal remodeling, and not simply as a nose reduction procedure. Increasing attention has been given to preservation and repair of the function of nasal valves. The impairment of nasal valves is a distinct cause of symptomatic nasal obstruction; however there are disagreements regarding the forms of treatment. METHOD: In the period between June of 2009 and January of 2011, 26 patients underwent secondary rhinoplasty to correct post-rhinoplasty insufficient function of internal nasal valves. Nasal septum autologous cartilage and auricular concha and rib cartilages were used for the treatments. RESULTS: The treatments were effective in resolving nasal obstruction in 96.2% of the cases operated with autologous cartilage. CONCLUSIONS: The use of expanding grafts from the nasal middle third and supporting grafts from lateral crura alar autologous cartilages proved to be effective in the treatment of post-rhinoplasty valvular impairment providing appropriate support to the nasal valves and resolution of clinical cases of nasal obstruction.

Keywords: Rhinoplasty. Cartilage. Nose/surgery.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons