ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 10 de 10 resultado(s)

Busca por : Geraldo Magela Salomé

Depressão e bem-estar em individuo idoso com úlcera venosa

Rita de Cássia Pereira; Elizabete Ferreira dos Santos; Maria Aparecida Queiroz; Marcelo Renato Massahud Junior; Maiume Roana Ferreira de Carvalho; Geraldo Magela Salomé
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(4):567-574 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A úlcera venosa assume grande importância na vida dos pacientes, pois a ocorrência de deformidade causada por este tipo de ferida pode gerar consequência advensas as causais inclui distúrbios psicossocial. Avaliar bem-estar subjetivo e depressão em pessoas idosas com úlcera venosa. MÉTODOS: Estudo clínico, primário, descritivo, analítico e multicêntrico. Participaram 55 indivíduos idosos com úlcera venosa, atendidos no Núcleo de Assistência e Ensino em Enfermagem do Hospital das Clínicas Samuel Libânio, no Ambulatório São João da Universidade do Vale do Sapucaí e nas Unidades Básicas de Saúde da cidade de Pouso Alegre. Foram incluídos pacientes com idade acima de 60 anos, ambos os sexos, índice tornozelo/braço entre 0,8 e 1,0. Os dados foram coletados no período compreendido entre dezembro de 2012 a maio de 2013, após aprovação Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Ciências da Saúde Dr. José Antônio Garcia Coutinho sob parecer 3.090.46. Os instrumentos utilizados foram: dado sócio demográfico, Escala de Depressão Geriátrica em versão reduzida de Yesavage e Escala de Bem-estar Subjetivo. Para análise estatística foi realizado os testes: Qui-Quadrado, t de Student. RESULTADOS: A Maioria, dos indivíduos, era do sexo feminino, 22(40%) tinham entre 60 e 65 anos, 27(49,10%) entre 66 e 70 anos, tinham de 1 a 2 salários mínimos e viúvo. Foram identificados 23 (41,82%) idosos com úlcera venosa nível da depressão leve ou moderada, e 26(47,28%) depressão severa. Relacionado à Escala Bem-estar Subjetivo a maioria dos participantes do estudo apresentaram alteração nos domínios: 43(78,20%), satisfação com a vida, e 40 (72,70%). CONCLUSÃO: Através deste estudo concluímos que os indivíduos que participaram da pesquisa apresentam depressão entre leve a severa e queda na qualidade de vida. Sentem-se infelizes, e insatisfeitos com a vida.

Palavras-chave: Úlcera venosa; Úlcera de perna; Depressão; Qualidade de vida; Idoso.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Venous ulcers play an important role in patients' lives, as the deformities caused by this type of wound can lead to various adverse effects, including psychosocial disorders. OBJECTIVE: To evaluate subjective wellness and depression in elderly patients with venous ulcers. METHODS: This is a primary, descriptive, analytical, and multicenter clinical study involving 55 elderly patients with venous ulcers, undergoing treatment at the Nursing Assistance and Training Center of Clínicas Samuel Libânio Hospital, at the São João Outpatient Clinic of the University of Vale do Sapucaí and at the Primary Healthcare Units of Pouso Alegre city. The study included male and female patients, aged 360 years, and with an ankle-brachial index between 0.8 and 1.0. Data were collected between December 2012 and May 2013, after approval by the research ethics committee of the Faculty of Health Sciences Dr. José Antônio Garcia Coutinho, under recommendation 3.090.46. Sociodemographic data, Yesevage's reduced version of the Geriatric Depression Scale, and the Subjective Wellness Scale were used. Statistical analyses were carried out with the chi-square and Student's t tests. RESULTS: Most of the study participants were female; 22 (40%) of the patients were aged 60-65 years and 27 (49.10%) were aged 66-70 years. Their income ranged between 1 and 2 minimum wages, and most of them are widowers. Twenty-three (41.82%) elderly patients with venous ulcers had mild to moderate depression levels, and 26 (47.28%) showed severe depression. In the Subjective Wellness Scale, most study participants revealed changes in items 43 (satisfaction with life; 78.20%) and 40 (72.70%). CONCLUSION: This study revealed that study participants had mild to severe depression and decreased quality of life.

Keywords: Venous ulcer; Leg ulcer; Depression; Quality of life; Elderly.

 

Depressão em indivíduos com lesão traumática de medula espinhal com úlcera por pressão

Sergio Aguinaldo de Almeida; Patrícia Ferreira do Espírito Santo; Maiko Moura Silveira; Diego Guimarães Openheimer; Rosimar Aparecida Alves Dutra; Maria de Lourdes Guarnieri Barbosa Bueno; Geraldo Magela Salome; Maria Teresa de Jesus Pereira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(2):282-288 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O trauma raquimedular é um fator de risco para o desenvolvimento de úlcera por pressão, em decorrência das várias alterações sensitivas e motoras que o acompanham. O objetivo deste estudo foi avaliar o nível de depressão em indivíduos com lesões medulares portadores de úlcera por pressão. MÉTODO: Trata-se de estudo exploratório, descritivo e analítico, que incluiu 50 pacientes com lesão medular com úlcera por pressão. Os dados foram coletados no período compreendido entre fevereiro de 2010 e maio de 2011. Para avaliação do nível de depressão, foi utilizado o Inventário de Depressão de Beck. RESULTADOS: Trinta e dois (64%) pacientes tinham idade entre 21 anos e 30 anos, 34 (68%) não tinham ocupação, 29 (58%) eram casados ou em união estável e 31 (62%) não praticavam atividades desportivas. Dezoito (36%) pacientes foram vítimas de acidente de trânsito e 22 (44%), de arma de fogo. Com relação ao tempo de lesão medular, 10 (20%) pacientes sofreram a lesão havia 2 anos e 9 (18%), 5 anos. Quanto à categoria/estágio da úlcera por pressão, 23 (46%) pacientes eram da categoria/estágio III e 18 (36%), da categoria/estágio II. Trinta (60%) pacientes apresentavam úlceras por pressão com presença de exsudato e odor. No que se refere ao nível de depressão, 14 (28%) dos pacientes apresentaram depressão considerada leve a moderada, 8 (16%), depressão moderada a grave e 3 (6%), depressão grave. No que concerne aos sintomas de depressão, 48 (96%) pacientes apresentaram distorção da imagem corporal, 31 (62%), autodepreciação, 30 (60%), retração social e 48 (96%), distúrbio do sono. CONCLUSÕES: A maioria dos indivíduos com lesão medular com úlcera por pressão apresentou depressão, tendo como principais sintomas: distorção da imagem corporal, autodepreciação, retração social e ideia suicida.

Palavras-chave: Paraplegia. Traumatismos da medula espinal. Qualidade de vida. Depressão. Úlcera por pressão.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Spinal cord trauma is a risk factor for the development of pressure ulcers owing to various sensory and motor changes associated with this condition. This study aimed to assess the level of depression in patients with spinal cord injuries and pressure ulcers. METHODS: This was an exploratory, descriptive, and analytical study, which included 50 patients with spinal cord injuries and pressure ulcers. The data were collected between February 2010 and May 2011. In these individuals, the level of depression was assessed using the Beck Depression Inventory. RESULTS: Among the patients, 32 (64%) were aged between 21 and 30 years, 34 (68%) were unemployed, 29 (58%) were married or in stable relationship, and 31 (62%) did not practice sports activities. In all, 18 (36%) patients developed spinal injuries owing to traffic accidents and 22 (44%) developed these owing to firearms. In all, 10 (20%) patients had developed spinal cord injuries since 2 years and 9 (18%) patients since 5 years. Category/stage III pressure ulcers were detected in 23 (46%) patients, and category/stage II pressure ulcers were noted in 18 (36%). Further, in 30 (60%) patients, pressure ulcers were associated with the presence of exudate and odor. In all, 14 (28%) patients had mild-to-moderate depression, 8 (16%) had moderate-to-severe depression, and 3 (6%) patients had severe depression. Depressive symptoms were noted in 48 (96%) patients with body image issues, 31 (62%) with self-deprecation, 30 (60%) with social withdrawal, and 48 (96%) with sleep disorders. CONCLUSIONS: Most individuals with spinal cord injuries and pressure ulcers had depression, and their main symptoms included body image issues, self-deprecation, social withdrawal, and suicidal thoughts.

Keywords: Paraplegia. Spinal cord injuries. Quality of life. Depression. Pressure ulcer.

 

Pressure Ulcer Scale for Healing no acompanhamento da cicatrização em pacientes idosos com úlcera de perna

Sergio Aguinaldo de Almeida; Carmelita Naiara de Oliveira Moreira; Geraldo Magela Salome
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):120-127 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Este trabalho objetiva descrever a evolução da cicatrização e o tratamento realizado em pacientes com úlceras de perna no ambulatório de feridas, utilizando o instrumento Pressure Ulcer Scale for Healing - PUSH. MÉTODOS: Trata-se de pesquisa na modalidade estudo de caso, realizada com quatro pacientes. Os dados foram colhidos em um Hospital Estadual do interior de São Paulo, nos anos 2009 e 2010, por meio de fotografias digitais e da escala de evolução de feridas Pressure Ulcer Scale for Healing. Os itens avaliados são: área da ferida, quantidade de exsudato e aparência do leito da ferida. RESULTADOS: Na primeira avaliação, o primeiro caso apresentava escore total 16; o segundo e o terceiro casos, escore total 13; e o quarto caso, escore total 15. Na segunda avaliação, o primeiro caso apresentava escore total 13; o segundo, escore total 7; o terceiro, escore total 6; e o quarto, escore total 11. Na última avaliação, o primeiro caso apresentava escore total 4 e no segundo, terceiro e quarto casos, o escore total foi zero. A aplicação da Escala Pressure Ulcer Scale for Healing na avaliação dos 4 pacientes deste estudo possibilitou aos enfermeiros realizar a prescrição da cobertura ideal para o processo cicatricial da lesão. CONCLUSÃO: Concluiu-se que o referido instrumento facilita sobremaneira a atuação da enfermagem na avaliação e na escolha da cobertura ideal para a promoção da epitelização da lesão, uma vez que tem por base a avaliação de parâmetros importantes durante o processo dinâmico do cuidar de feridas.

Palavras-chave: Úlcera Venosa; Cicatrização de Feridas; Cuidados de Enfermagem.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: This work describes the evolution of wound healing and outpatient treatment of patients with leg ulcers using the Pressure Ulcer Scale for Healing (PUSH) tool. METHOD: This research was performed as a case study with four patients. The data were gathered at a State Hospital in the countryside of the State of São Paulo from 2009 to 2010 through digital photographs and the PUSH wound evolution scale. The wound area, amount of exudate and appearance of the wound bed were assessed. RESULTS: In the first assessment, the first case presented with a total score of 16; the second and third cases, 13; and the fourth case, 15. In the second assessment, the first case presented with a total score of 13; the second, 7; the third, 6; and the fourth, 11. In the last assessment, the first case presented a total score of 4, and the second, third and fourth cases, 0. The application of the PUSH to assess the four patients in this study allowed nurses to perform the optimal wound dressing prescribed for the healing process. CONCLUSION: It was concluded that the aforementioned tool greatly facilitates nursing performance in assessing and choosing the optimal dressing to promote the epithelialization of the wound, which is based on the assessment of important parameters during the dynamic process of wound care.

Keywords: Venous Ulcer; Wound Healing; Nursing Care.

 

Avaliação de sintomas depressivos em pessoas com úlcera venosa

Geraldo Magela Salomé; Leila Blanes; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(1):124-129 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A úlcera venosa assume grande importância na vida dos pacientes, pois a ocorrência de deformidades causadas por esse tipo de ferida pode gerar consequências adversas, as quais incluem distúrbios psicossociais. O objetivo deste estudo é avaliar o nível de ocorrência de sintomas depressivos apresentados pelos pacientes com úlcera venosa. MÉTODO: Estudo exploratório, descritivo, analítico e transversal, realizado no Ambulatório de Feridas de um Conjunto Hospitalar, localizado no interior do estado de São Paulo. Os dados foram coletados por meio de entrevistas, no período compreendido entre dezembro de 2008 e abril de 2009, após aprovação do projeto de investigação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de São Paulo (CEP-1611/08). Foi utilizado o Inventário de Avaliação de Depressão de Beck. RESULTADOS: Participaram da pesquisa 60 pacientes. A maioria (91,66%) apresentou algum nível de depressão. Houve maior frequência de sintomas no nível leve a moderado (n = 39; 65%). Todos os níveis apresentaram diferença estatística. Os cinco sintomas mais encontrados foram: tristeza, distorção da imagem corporal, autodepreciação, diminuição da libido e retração social. Os sintomas menos representados foram ideia suicida e perda do apetite, sendo referidos por um paciente em cada aspecto. Quanto à idade, 43 pacientes tinham mais de 61 anos, dos quais 38 (88,4%) apresentavam sintomas depressivos no nível leve a grave. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos por meio do Inventário de Avaliação de Depressão de Beck permitiram concluir que pacientes com úlcera venosa apresentam níveis diferentes de sintomas depressivos.

Palavras-chave: Depressão. Auto-imagem. Qualidade de vida. Úlcera varicosa.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Venous ulcers play an important role in patients' lives, as the incidence of deformities caused by this type of wound might produce adverse consequences, including psychosocial disorders. The objective of this study is to evaluate the occurrence of depressive symptoms presented by patients with venous ulcers. METHODS: An exploratory, descriptive, analytical, and cross-sectional study was conducted at the Outpatient Wound Clinic of the Hospital Set within the State of São Paulo. The data were collected by interviews between December 2008 and April 2009 after approval of the research project by the Research Ethics Committee of the Federal University of São Paulo (CEP-1611/08). The Beck Depression Inventory was the instrument of the study. RESULTS: Sixty patients participated in the survey. The majority (91.66%) showed some level of depression. There was a higher frequency of symptoms ranging from mild to moderate (n = 39; 65%). All levels of depression showed statistical differences. The five symptoms most commonly found were sadness, distorted body image, self-depreciation, decreased libido, and social withdrawal. Symptoms less represented were suicidal ideation and loss of appetite, each mentioned by only one patient. Forty-three patients were over 61 years old. Of these, 38 (88.4%) had depressive symptoms ranging from mild to severe. CONCLUSIONS: The data obtained and evaluated by the Beck Depression Inventory allow the conclusion that patients with venous ulcers present different levels of depressive symptoms.

Keywords: Depression. Self concept. Quality of life. Varicose ulcer.

 

Uso da ferramenta Pressure Ulcer Scale for Healing para avaliar a cicatrização de úlcera crónica de perna

Patrícia Ferreira do Espírito Santo; Sérgio Aguinaldo de Almeida; Maiko Moura Silveira; Geraldo Magela Salomé; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(1):133-141 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O objetivo deste estudo é descrever a evolução da cicatrização de úlcera crônica de perna, utilizando o instrumento Pressure Ulcer Scale for Healing (PUSH). MÉTODO: Os dados foram coletados no período de julho de 2010 a maio de 2011. A inclusão dos pacientes no estudo obedeceu à ordem de chegada. A lesão foi avaliada semanalmente, sendo aplicada a escala PUSH. RESULTADOS: Foram incluídos no estudo 15 (30%) pacientes diabéticos com pé ulcerado e 35 (70%) pacientes com úlcera venosa. No início da coleta dos dados, a média do comprimento e da largura foi de 9,26, caracterizando que a lesão mensurava de 12,1 cm2 a 24 cm2. Com 9 meses de tratamento, a úlcera apresentou média de comprimento e de largura de 2,04, caracterizando que a lesão mensurava de 0,3 cm2 a 0,6 cm2. Com relação à quantidade do exsudato, no início da coleta de dados a média foi de 1,71, caracterizando que a lesão apresentava quantidade moderada e, 9 meses após o início do tratamento, houve redução do exsudato, com média de 0,14, significando ausência de exsudato. Aos 9 meses de tratamento, 19 (38%) pacientes apresentavam úlcera fechada; 17 (34%), úlceras com tecido de granulação; e 14 (28%), tecido epitelizado. CONCLUSÕES: O instrumento PUSH possibilitou acompanhar o processo de cicatrização da lesão por meio da avaliação de comprimento versus largura, quantidade do exsudato e tipo de tecido existente na ferida, favorecendo, assim, a escolha da cobertura ideal para cada fase da cicatrização.

Palavras-chave: Úlcera da perna. Pé diabético. Úlcera varicosa. Cicatrização. Avaliação em enfermagem.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: In the present study, we aimed to describe the evolution of the healing of chronic leg ulcers using the Pressure Ulcer Scale for Healing (PUSH) tool. METHODS: The data were collected from July 2010 to May 2011. The inclusion of patients in the study followed the order of arrival. The lesion was evaluated weekly according to the PUSH tool. RESULTS: The study included 15 (30%) patients with diabetes and foot ulcers and 35 (70%) patients with venous ulcers. At the beginning of the data collection process, the average ulcer length and width were 9.26 cm2 (range, 12.1-24.0 cm2). At 9 months of treatment, the average ulcer length and width was 2.04 cm2 (range, 0.3-0.6 cm2). At the beginning of the study, the average amount of exudate was 1.71 (moderate amount), whereas at 9 months after the beginning of treatment, the average amount of exudate was 0.14 (absence of exudate). At 9 months of treatment, 19 (38%) patients had closed ulcers, 17 (34%) had ulcers with granulation tissue, and 14 (28%) had ulcers with epithelialized tissue. CONCLUSIONS: Use of the PUSH tool enabled monitoring of the ulcer healing process through the evaluation of length vs. width, exudate amount, and type of tissue present in the wound, thus favoring the selection of the correct dressing for each stage of wound healing.

Keywords: Leg ulcer. Diabetic foot. Varicose ulcer. Wound healing. Nursing assessment.

 

Qualidade de vida em pacientes com úlcera venosa em terapia compressiva por bota de Unna

Geraldo Magela Salomé; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3):466-471 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As úlceras vasculares vêm se constituindo um grande problema de saúde pública em todo o mundo, sendo responsáveis por considerável impacto econômico pela elevada incidência dessas lesões crônicas. Além de restringir as atividades da vida diária e o lazer, pode ter como consequência alteração na qualidade de vida e na autoestima, levando o paciente, até mesmo, à depressão. O objetivo deste estudo é avaliar a qualidade de vida em pacientes com úlcera venosa que estão sendo tratados com terapia compressiva por bota de Unna. MÉTODO: Foram selecionados 50 pacientes com úlcera venosa em tratamento no Ambulatório de Feridas do Conjunto Hospitalar de Sorocaba (Sorocaba, SP, Brasil). A coleta de dados foi realizada no momento da inclusão no estudo, sendo repetida aos 4 meses, 8 meses e 12 meses após a primeira coleta de dados, utilizando o questionário Short Form-36 (SF-36). RESULTADOS: Durante a inclusão do paciente no estudo, os escores médios do SF-36 foram baixos (15,10), caracterizando queda da qualidade de vida. Após 12 meses de terapia compressiva por bota de Unna, o escore médio foi de 95,38, caracterizando melhora da qualidade de vida dos pacientes analisados (P = 0,0001). CONCLUSÕES: Os pacientes com úlcera venosa, no início da coleta de dados, apresentaram qualidade de vida baixa, e após 8 meses de tratamento com bota de Unna foi observada melhora da qualidade de vida.

Palavras-chave: Úlcera da perna. Úlcera varicosa. Qualidade de vida. Dor. Auto-imagem. Cuidados de enfermagem.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Venous ulcers are a major public health problem worldwide and are responsible for considerable economic impact because of their high incidence. In addition to restricting daily living and leisure activities, they may result in changes in quality of life and self-esteem, and even lead to depression. The aim of this study is to evaluate the quality of life in patients with venous ulcers who are being treated with Unna's boot compression therapy. METHODS: Fifty patients with venous ulcers treated at the Conjunto Hospitalar de Sorocaba were enrolled. Data were collected using the Short Form-36 (SF-36) health survey upon inclusion in the study and after 4, 8, and 12 months of compression therapy. RESULTS: Initial mean SF-36 scores were low (15.10), indicating decreased quality of life. After 12 months of Unna's boot compression therapy, the mean SF-36 score was 95.38, indicating improved quality of life (P = 0.0001). CONCLUSIONS: Patients with venous ulcers at the beginning of data collection had lower quality of life but improved after 8 months of treatment with Unna's boot compression therapy.

Keywords: Leg ulcer. Varicose ulcer. Quality of life. Pain. Self concept. Nursing care.

 

Avaliação da qualidade de vida em pacientes com diabetes mellitus e pé ulcerado

Sérgio Aguinaldo de Almeida; Maiko Moura Silveira; Patrícia Ferreira do Espírito Santo; Rita de Cássia Pereira; Geraldo Magela Salomé
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(1):142-146 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O pé diabético é uma das mais devastadoras complicações crônicas do diabetes mellitus, em função do grande número de casos que evoluem para amputação. O objetivo deste estudo é avaliar a qualidade de vida de pessoas diabéticas com pé ulcerado comparativamente às pessoas diabéticas sem úlceras. MÉTODO: Realizado estudo analítico, transversal, controlado e comparativo, com pacientes atendidos em 2 centros de tratamento de feridas de São Paulo. Foram selecionadas 50 pessoas para compor o grupo controle, com diabetes mellitus sem pé ulcerado, e 50 para o grupo estudo, composto de pacientes diabéticos com pé ulcerado. O instrumento usado para avaliar a qualidade de vida foi o questionário Short Form-36 Health Survey (SF-36). A inclusão dos pacientes no estudo obedeceu à ordem de chegada. RESULTADOS: Na avaliação dos pacientes do grupo controle, o escore médio do SF-36 foi 69,38 ± 21,90 e do grupo estudo, 30,34 ± 14,45 (P < 0,001). A média dos escores em todos os domínios do SF-36 do grupo estudo foi mais baixa em relação ao grupo controle (P < 0,001). CONCLUSÕES: Os pacientes diabéticos com pé ulcerado apresentam alterações na qualidade de vida, repercutindo nos domínios físico, social e psicoemocional.

Palavras-chave: Qualidade de vida. Diabetes mellitus. Úlcera. Úlcera do pé.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Diabetic foot is considered as one of the most devastating chronic complications of diabetes mellitus due to the large number of cases that eventually require amputation. In the present study, we aimed to assess the quality of life of patients with diabetes and foot ulcers compared to that of patients with diabetes but without foot ulcers. METHODS: An analytical, cross-sectional, controlled, and comparative study of patients who visited 2 wound clinics in São Paulo was performed. Fifty patients with diabetes mellitus but without foot ulcers were selected as the control group and 50 patients with diabetes and foot ulcers were selected as the study group. The Short Form-36 Health Survey (SF-36) questionnaire was used to assess the quality of life. Patients were included consecutively in the same order that they visited the clinic. RESULTS: The mean SF-36 score was 69.38 ± 21.90 in the control group and 30.34 ± 14.45 in the study group (P < 0.001). Mean scores across all SF-36 domains were lower in the study group than in the control group (P < 0.001). CONCLUSIONS: Patients with diabetes and foot ulcers experience changes in the quality of life in the physical, social, and psychoemotional domains.

Keywords: Quality of life. Diabetes mellitus. Ulcer. Foot ulcer.

 

Avaliação do nível de depressão em indivíduos com feridas crônicas

Patrícia Ferreira do Espírito Santo; Sergio Aguinaldo de Almeida; Maria Teresa de Jesus Pereira; Geraldo Magela Salomé
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(4):665-671 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Avaliar a intensidade e osníveis de sintomas de depressão nos pacientes com feridas crônicas. MÉTODO: Estudo exploratório e analítico. Participaram do estudo 25 pacientes com úlceras venosas, 30 com úlceras por pressão e 18 diabéticos com pé ulcerado. Para mensurar a intensidade de sintomas e o nível de depressão foi utilizado o Inventário de Avaliação de Depressão de Beck. RESULTADOS: Dentre os pacientes com úlcera venosa, sete (28%) apresentaram depressão leve a moderada e três (12%) depressão moderada a grave. Dezesseis (53,3%) pacientes com úlceras por pressão manifestaram depressão leve a moderada, e cinco (16,7%), depressão de moderada a grave. Dez (55,6%) pacientes diabéticos com pé ulcerado apresentaram depressão leve a moderada e, quatro (22,20%)sem depressão ou depressão mínima. CONCLUSÃO: Os autores concluíram que os pacientes do estudo apresentaram entre depressão leve a moderada e grave.

Palavras-chave: Diabetes Mellitus. Qualidade de vida. Depressão. Pé diabético. Úlcera Por Pressão. Úlcera Venosa.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: The Hyperbaric Oxygen Therapy-HOT, is a non-invasive therapeutic method in which patient breaths 100% oxygen (pure oxygen) through masks, while remain in a pressurized chamber to a pressure higher than atmospheric. Its act as an accelerator of recovery process, by increasing the oxygen saturation in the body that allows to speed up cicatrization and engagement to infection. The aim of this study was to determine the epidemiological profile of hyperbaric oxygen therapy patient of Mato Grosso do Sul state. OBJECTIVE: To demonstrate the Epidemiological Profile of patients treated with the aid of hyperbaric oxygen in the State of Mato Grosso do Sul May 2007 to October 2012. METHODS: We conducted a restrospective study of HOT patients admitted to Santa Casa de Campo Grande Hospital from May 2007 to October 2012. RESULTS: Among 600 patients who underwent HOT, there was a predominance for males (71% - 425 patients); Plastic surgery is the medical speciality which most request HOT associated with conventional treatment for their patients (71% of the total patients), and most of these are due to burn injury (82%). Most of the patients were aged between 31 and 60 years old. (the range with highest prevalence were 31 to 60 years). The mean number of hyperbaric sessions among the burn patients was between 6 and 10 sessions (66.19% of burn patients). CONCLUSIONS: The majority of our service to patients requiring hyperbaric oxygen therapy was male because of moderate to severe burns, and the Plastic Surgery specialty that most used this tool as adjuvant treatment.

Keywords: Hyperbaric Oxigenation. Therapeutics. Wound Healing.

 

Associação dos fatores sociodemográficos e da lesão relacionados ao sentimento de impotência e esperança em indivíduos com úlcera venosa

Suellen Garcia Alves; Rodrigo Galvão Bueno Gardona; Beatriz Castro Reis; Lucia Helena Rocha Vilela; Geraldo Magela Salomé
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(4):672-680 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo avaliar o sentimento de impotência e esperança em pacientes com úlcera venosa e identificar características sociodemográficas nesta população. MÉTODO: Estudo clínico, descritivo, analítico, prospectivo. Participaram 40 pacientes com úlcera venosa. Foram utilizados três instrumentos: um questionário que avaliou dados demográficos e clínicos, o Instrumento de Medida dos Sentimentos de Impotência e a Escala de Esperança de Herth. RESULTADOS: Na Escala de Sentimentos de Impotência, os pacientes pontuaram escore médio de 34,3 e na Escala de Esperança de Herth 27,50, revelando sentimentos de impotência e pouca esperança de cicatrização. Os indivíduos entre 50 e 59 anos apresentaram a média total de 39,00, na Escala de Sentimentos de Impotência (p=0,120). Já na Escala de Esperança de Herth, a média foi de 14,20 (p=0,508). O gênero masculino, em ambas as escalas, apresentou média alterada, sendo 36,00 a média da Escala de Sentimentos de Impotência (p=0,068) e 26,70 a mediana na Escala de Esperança de Herth (p=0,332). Quanto ao tempo da lesão, o escore médio foi de 39,00 na Escala de Sentimentos de Impotência (p=0,251) e de 27,10 na Escala de Esperança de Herth, mostrando alteração em pacientes com mais de 1 até 2 anos com a lesão. Os pacientes que apresentaram odor pontuaram o escore médio alto (36,10/p=0,155) na Escala de Sentimentos de Impotência e escore médio baixo na Escala de Esperança de Herth (26,80). CONCLUSÃO: Os resultados permitem afirmar que os indivíduos com úlcera venosa avaliados sentem-se impotentes e sem esperança quanto à cicatrização da lesão.

Palavras-chave: Úlcera Varicosa. Emoções. Qualidade de Vida.

 

ABSTRACT

OBJECTIVE: This study's objective was to evaluate feelings of powerlessness and hope in patients with venous ulcers and identify sociodemographic characteristics in the studied population. METHODS: A clinical, descriptive, analytical and prospective study. 40 patients with venous ulcers participated. We used 3 instruments: a questionnaire that assessed demographic and clinical data, an Instrument for Measuring feelings of impotence and Herth Hope Index. RESULTS: At Feelings of Impotence Scale patients scored a mean of 34.3 and at Herth Hope Index 27.50, revealing that these individuals feel powerless and hopeless that the wound can heal. Individuals aged between 50 and 59 years had an average of 39.00 at Feelings of Powerlessness Scale (P 0.120). At Herth Hope Index the average was 14.20 (P=0.508). Male, in both scales, had mean changes, with average of 36.00 at Feelings of Powerlessness Scale (P=0.068) and 26.70 as median at Herth Hope Index (P=0.332). Regarding the time of the injury, the average score was 39.00 at Feelings of Impotence Scale (p = 0.251) and 27.10 in Herth Hope Index, showing changes in patients over 1 to 2 years with injury. Patients who presented odor scored a high mean (36.10 /P=0.155) at Feelings of Impotence Scale and low mean at Herth Hope Scale (26.80). CONCLUSION: Results have revealed that the subjects with venous ulcers in this study feel helpless and hopeless about the possibility of wound healing.

Keywords: Varicose Ulcers. Emotions. Quality of life.

 

Avaliação da qualidade dos registros dos curativos em prontuários realizados pela enfermagem

Rodrigo Galvão Bueno Gardona; Mirian Maira Ferracioli; Geraldo Magela Salomé; Maria Teresa De Jesus Pereira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(4):686-692 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar a qualidade dos registros dos curativos realizados pela enfermagem em prontuários. MÉTODO: Estudo descritivo, com análise documental retrospectiva. Este estudo foi realizado na Unidade de Terapia Intensiva adulto do Hospital das Clínicas Samuel Libânio. RESULTADOS: Sessenta e cinco (65%) das anotações não descreviam qual o tipo de tecido presente na lesão, 85 (85%) não apresentavam tipo de exsudato, 100 (100%) não indicavam mensuração da ferida, e em 80 (80%) o aspecto da margem e centro da lesão não foram registrados. Todas as (100%) anotações estavam com abreviatura, 59 (59%) das anotações não apresentavam clareza, 80 (80%) apresentavam erros gramaticais da linguagem e 80 (80%) continham terminologias técnicas erratas e incorretas. Setenta e cinco (75%) das prescrições de enfermagem não estavam checadas, e em 54 (54%) das anotações a letra não estava legível. CONCLUSÃO: Por meio deste estudo, os autores concluíram que a qualidade das anotações da assistência de enfermagem são limitadas e inadequadas.

Palavras-chave: Qualidade da assistência à saúde. Garantia da qualidade dos cuidados de saúde. Enfermagem. Curativos.

 

ABSTRACT

OBJECTIVE: To evaluate the quality of the records of healing performed by nursing records. METHOD: Descriptive study with retrospective documentary analysis. This study was conducted in adult Intensive Care Unit of the Hospital of Samuel Libanius. RESULTS: 65 (65%) of annotations not present in this type of tissue lesion, 85 (85%) had no type of exudate, 100 (100%) indicated no measurement of the wound and in 80 (80%), the appearance of margin and center of the lesion were not recorded. 100 (100%) of the notes were with abbreviation, 59 (59%) had no clarity of notes and 80 (80%) had grammatical errors and language of 80 (80%) contained incorrect errata and technical terminologies. 75 (75%) of nursing prescriptions were not checked and in 54 (54%) of the notes the letter was not legible. CONCLUSION: In this study the authors concluded that the quality of the ratings of nursing care are limited and inadequate.

Keywords: Quality of Health Care. Quality Assurance, Health Care. Nursing. Bandages.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons