ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 2 from 2 result(s)

Search for : Esther Mihwa Oh Choi

Detection of venous thrombosis in free flaps by measurement of capillary blood glucose

Lincoln Saito Millan; Luiz Carlos Ishida; Esther Mihwa Oh Choi; Enio Cesar Giacchetto Junior; Teng Hsiang Wei; Rames Mattar Júnior; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(4):823-526 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Monitoring of free flaps after surgery is vitally important, especially in the first few hours because the timing of reoperation can determine flap salvage or loss. To date, no study has examined the decision to reoperate on a flap based on the objective measure of glycemia or a comparison between flaps that showed good outcomes and those that showed vascular damage. The objective of this study was to evaluate the validity of blood glucose measurements within the flap as a method for monitoring free flaps and to compare the efficacy of this method with that of clinical assessments. METHODS: The study was prospective, included 16 patients with free flaps, and was conducted from May 2012 to July 2012. A team of professionals not involved in the surgery evaluated capillary glycemia. Flaps were clinically evaluated during the immediate postoperative period, on ICU admission, at every 3 hours, and as needed. RESULTS: Of the 16 patients, 5 (31.3%) had venous thrombosis in the first 24 hours. Statistically significant differences were noted in capillary glycemia in patients with or without venous thrombosis in measurements obtained 6, 9, and 12 hours after surgery (P < 0.05). CONCLUSIONS: The measurement of capillary glycemia was not superior to clinical evaluation by an experienced professional for the detection of venous thrombosis within free flaps.

Keywords: Microsurgery. Surgical flaps. Venous thrombosis.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A monitorização do retalho livre após a cirurgia é de vital importância, especialmente nas primeiras horas de pós-operatório, pois o momento de reabordagem pode ser o definidor entre o salvamento ou a perda do retalho. Até o momento, não existe trabalho na literatura estudando a decisão de abordagem do retalho baseada em medidas objetivas ou a comparação da glicemia entre retalhos que evoluíram bem com os que sofreram sofrimento vascular. O objetivo deste estudo é avaliar a validade da medida da glicemia capilar do retalho como método de monitorização de retalhos microcirúrgicos comparando com a avaliação clínica. MÉTODO: Foram estudados prospectivamente 16 pacientes portadores de retalhos livres, realizados de maio de 2012 a julho de 2012. A glicemia capilar foi avaliada por equipe formada por profissionais não envolvidos com a cirurgia realizada. A avaliação clínica do retalho foi realizada no pós-operatório imediato, na chegada à UTI, a cada 3 horas e sempre que necessário. RESULTADOS: Dos 16 pacientes, 5 (31,3%) apresentaram complicações nas primeiras 24 horas. Todas as complicações observadas foram trombose venosa. Foi observada diferença estatisticamente significante na glicemia capilar de portadores de retalhos que apresentaram trombose venosa em comparação àqueles que não tiveram a complicação, nas medidas realizadas 6 horas, 9 horas e 12 horas após a operação (P < 0,05). CONCLUSÕES: A medida da glicemia capilar não foi superior à avaliação clínica por profissional experiente na detecção de trombose venosa de retalhos livres.

Palavras-chave: Microcirurgia. Retalhos cirúrgicos. Trombose venosa.

 

Use of three rhomboid flaps for scalp defect coverage

Lincoln Saito Millan; Pedro Soler Coltro; Felipe Rodrigues Máximo; Esther Mihwa Oh Choi; Fabio de Freitas Busnardo; Marcus Castro Ferreira; Leão Faiwichow
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):490-492 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Full-thickness scalp defects exposing the skull can be challenging for plastic surgeons. Scalp skin has low elasticity, so a large flap is necessary to cover even a small defect. This article presents 9 cases in which 3 rhomboid flaps were used for the closure of scalp defects. One patient experienced flap necrosis and required reoperation. Two other patients had minor complications treated with dressing. The method presented herein allows the harvest of 3 small flaps that collectively cover the defect as well as the primary closure of the donor area. This technique does not require the creation of a large flap or skin graft from the donor. Thus, the technique described herein is suitable for medium-thickness scalp defects and is a good alternative to large rotation flaps and skin grafts.

Keywords: Scalp/surgery. Scalp/injuries. Surgical flaps.

 

RESUMO

Defeitos no couro cabeludo podem ser um desafio para os cirurgiões plásticos quando afetam sua espessura total e deixam o crânio exposto. O couro cabeludo tem pouca elasticidade, assim um grande retalho é necessário para cobrir um defeito pequeno. O objetivo deste artigo é apresentar 9 casos em que 3 retalhos romboides foram utilizados para o fechamento de defeitos no couro cabeludo. Um paciente apresentou necrose do retalho e foi necessária reoperação. Dois outros pacientes tiveram complicações menores, que foram tratadas com curativos. O método apresentado permite a confecção de 3 pequenos retalhos que em conjunto cobrem o defeito, e as áreas doadoras são fechadas primariamente. Com a utilização da técnica descrita, a confecção de um retalho grande e a enxertia de pele da área doadora não são necessárias. Neste artigo é descrita uma técnica para fechamento de defeitos de tamanho moderado no couro cabeludo, que é uma boa alternativa a grandes retalhos de rotação ou enxerto de pele.

Palavras-chave: Couro cabeludo/cirurgia. Couro cabeludo/lesões. Retalhos cirúrgicos.

 

Support

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license