ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 2 de 2 resultado(s)

Busca por : Ernando Luiz Ferraz Cavalcanti

Reconstrução nasal complexa: opções cirúrgicas numa série de casos

Rodrigo Campos Soares Quintas; Gerson Parisio Araújo; José Helder Gomes de Matos Medeiros Junior; Lóren Faae Feitosa Moreira Quintas; Marco Antônio Pinto Kitamura; Ernando Luiz Ferraz Cavalcanti; Camila Maria Nascimento Firme; Romero Antônio de Oliveira Glasner
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(2):218-222 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As reconstruções nasais complexas têm alcançado alto nível de sofisticação, enfatizando-se a necessidade de substituir os tecidos nasais por outros similares. O objetivo deste estudo é descrever uma série de casos de pacientes submetidos a reconstrução nasal complexa secundária a ressecções oncológicas ou trauma. MÉTODO: Foi considerado defeito nasal complexo, e, consequentemente, sua reconstrução, aquele que acometia mucosa, suporte cartilaginoso e pele nasal, simultaneamente. O tipo de reconstrução foi definido de acordo com a localização e o tamanho do defeito, mas sempre incluiu reconstrução da mucosa, suporte cartilaginoso e pele nasal simultaneamente. RESULTADOS: Dez pacientes foram submetidos a reconstrução complexa do nariz, sendo 8 do sexo masculino, com média de idade de 53 anos. A reconstrução da mucosa foi feita com retalho septal condromucoso contralateral, mucoso ipsilateral ou retalho cutâneo malar em cambalhota. O suporte cartilaginoso foi realizado com enxerto de cartilagem septal e conchal e a cobertura cutânea, com retalho paramediano frontal. Não foi observado nenhum caso de hematoma, necrose ou infecção. Os pacientes que tiveram a reconstrução da mucosa realizada com retalhos mucosos referiam que respiravam normalmente, ao contrário dos pacientes submetidos a reconstrução com retalho dermogorduroso em cambalhota, que referiam obstrução ao fluxo aéreo. CONCLUSÕES: A reconstrução de defeitos nasais complexos se constitui num desafio para o cirurgião plástico. A substituição dos tecidos nasais por outros similares promove melhor resultado tanto estético como funcional possível e está associado a baixa incidência de complicações.

Palavras-chave: Neoplasias cutâneas. Nariz/cirurgia. Retalhos cirúrgicos.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Complex nasal reconstruction has reached a high level of sophistication, emphasizing the need to replace nasal tissues with other similar tissues. We aimed to describe a series of patients who underwent complex nasal reconstruction secondary to oncologic resection or trauma. METHODS: Patients simultaneously presenting with mucosa, cartilaginous support, and nasal skin defects were considered to have complex nasal defects and were eligible for reconstruction. The type of reconstruction was established according to the location and size of the defect; however, the procedure always included simultaneous reconstruction of the mucosa, cartilaginous support, and nasal skin. RESULTS: Ten patients underwent complex reconstruction of the nose, including 8 men with a mean age of 53 years. Mucosal reconstruction was performed using a contralateral chondromucosal septal flap, ipsilateral mucosa, or cutaneous malar somersault flap. Cartilaginous support was performed with septal and conchal cartilage grafts and cutaneous coverage with a frontal paramedian flap. There were no cases of hematoma, necrosis, or infection. Patients who underwent mucosa reconstruction with mucosal flaps reported normal breathing, unlike those who underwent reconstruction with a dermal-fat somersault flap and reported air flow obstruction. CONCLUSIONS: Reconstruction of complex nasal defects is challenging for plastic surgeons. Replacing the nasal tissue with similar tissue promotes the best possible aesthetic and functional results and is associated with a low incidence of complications.

Keywords: Skin neoplasms. Nose/surgery. Surgical flaps.

 

Neoumbilicoplastia como opção de reconstrução umbilical nas dermolipectomias abdominais em âncora pós-gastroplastia

Ernando Luiz Ferraz Cavalcanti
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(3):509-518 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: A abdominoplastia em âncora após grande perda ponderal secundária à cirurgia bariátrica está cada vez mais sendo realizada em nossa especialidade. Ao mesmo tempo, o surgimento de novas técnicas de reconstrução umbilical, bem como a evolução das já existentes, vem sempre acrescentar ao arsenal cirúrgico da especialidade, no intuito de promover melhores índices de satisfação e menores complicações. Método: O trabalho do tipo série de casos tem como objetivo principal descrever os resultados obtidos com as umbilicoplastias realizadas nas abdominoplastias em âncora em 31 pacientes, no perído de janeiro de 2008 a julho de 2009, apresentando detalhamento técnico de neoumbilicoplastia. Como objetivos secundários são descritas as características gerais e transoperatórias da população estudada. As variáveis idade, sexo, IMC, incidência de hérnias, peso da peça, tempo cirúrgico e complicações foram analisadas. Resultados: Os resultados demonstram que as características gerais, dados transoperatórios e complicações são compatíveis com outros trabalhos publicados na literatura. Conclusão: A técnica de neoumbilicoplastia descrita se mostrou um método de reconstrução umbilical de fácil realização e com melhores resultados estéticos que a tática de umbilicoplastia por transposição, com menor incidência de complicações, importante satisfação do autor e dos pacientes. Entretanto, um estudo analítico em longo prazo seria necessário para que esses resultados possam ser extrapolados para o universo dos pacientes ex-obesos.

Palavras-chave: Abdome/cirurgia. Umbigo/cirurgia. Gastroplastia. Perda de peso.

 

ABSTRACT

Introduction: Anchor-line abdominoplasty after massive weight loss secondary to bariatric surgeries are increasingly being performed in our specialty. At the same time, the emergence of new techniques for umbilical reconstruction, as well as the evolution of existing ones has always add to the armamentarium of surgical specialty, in order to promote best levels of satisfaction and fewer complications. Methods: This work of series of cases aims to describe the main results of the umbilicoplasty held at anchor-line abdominoplasty in 31 patients from January 2008 until July 2009, presenting technical details of neo-umbilicoplasty. As a secondary objective, describes the general characteristics and trans-operative population. Variables analised: age, sex, BMI, incidence of hernias, part weight, duration of surgery and complications. Results: The results show that the general characteristics, trans-operative data and complications are consistent with other published studies in the literature. Conclusions: The technique of neo-umbilicoplasty proved to be an easy method of umbilical reconstruction with better cosmetic results than the tactic of umbilicoplasty for transposition, with fewer complications, a great satisfaction of the author and the patients. However, an analytical study on long-term would be necessary for these results can be extrapolated to the universe of ex-obese patients.

Keywords: Abdomen/surgery. Umbilicus/surgery. Gastroplasty. Weight loss.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons