ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 3 de 3 resultado(s)

Busca por : Elmiro Heli Martins

Ensino da cosmiatria nas residências de cirurgia plástica do Nordeste brasileiro

FLÁVIUS VINÍCIUS CABRAL SOARES; FRANCISCO DE ASSIS MONTENEGRO CARVALHO; ELMIRO HELI MARTINS; TONNY WYSLLEN MOURA DE AQUINO; GUILHERME FERREIRA SEDÍCIAS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):36-38 - Artigos

PDF Português

RESUMO

Introdução: O número de procedimentos de cosmiatria aumentou bastante nos consultórios de cirurgia plástica. É competência dos serviços de residência capacitar seus residentes para atuarem em todas as áreas.
Objetivos: Avaliar como se dá o ensino de cosmiatria nas residências de cirurgia plástica na região Nordeste do Brasil e como os residentes tem avaliado seus conhecimentos nessa área.
Método: Trata-se de um estudo descritivo de pesquisa quantitativa e qualitativa, transversal com questionário aplicado aos residentes em treinamento. Resultados: 97,8% dos participantes classificaram com notas acima de 7 a importância do ensino na cosmiatria, mas apenas 17% afirmaram haver seu ensino durante a residência, sendo a autoavaliação sobre seu conhecimento de 68,1%, com nota 5 ou inferior.
Discussão: O ensino da cosmiatria nas residências nordestinas encontra-se em caráter inexistente ou inicial.
Conclusão: Os residentes se autoavaliaram com conhecimentos insuficientes e referiram ser possível melhorar o ensino de cosmiatria.

Palavras-chave: Internato e residência; Hospitais de ensino; Cirurgia plástica; Toxinas botulínicas tipo A; Ácido hialurônico; Abrasão química

 

Técnica intramuscular na gluteoplastia de aumento

Francisco de Assis Montenegro Cido Carvalho; Fernando Soares de Alcântara; Elmiro Heli Martins; Ricardo Lapa Kruse; Régis Pinheiro Nogueira; Nidall de Sousa Raad
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3):457-460 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Região glútea harmoniosa é considerada elemento essencial na composição da beleza corporal e expressão maior de feminilidade, suscitando o crescente interesse de homens e mulheres na melhoria estética dessa região. O objetivo deste estudo é demonstrar uma alternativa às técnicas já publicadas acerca da gluteoplastia de aumento, baseada na colocação da prótese intramuscular, utilizando de forma simplificada os limites da dissecção, tendo como referência as estruturas anatômicas fixas (ósseas) da região glútea na confecção da loja do implante, assim como demonstrar sua viabilidade como técnica segura e reprodutível. MÉTODO: No período de 2001 a 2011, foram operados 18 pacientes, com idade variando de 25 anos a 50 anos, sendo usados implantes específicos para a área glútea, com o volume variando de 250 ml a 800 ml (média de 367 ml). RESULTADOS: Foi obtido aumento significativo do volume glúteo dos pacientes, acompanhado de contornos naturais e harmoniosos, havendo satisfação imediata e a longo prazo com os resultados estéticos obtidos em 100% dos pacientes. CONCLUSÕES: O uso da prótese glútea intramuscular demonstrou ser uma alternativa segura e facilmente reprodutível na gluteoplastia de aumento, com bons resultados e baixo índice de complicações. A determinação dos limites do descolamento utilizando estruturas ósseas fixas proporcionou simplicidade na execução, permitindo o uso de implantes ainda maiores aos relatados na literatura.

Palavras-chave: Nádegas. Próteses e implantes. Cirurgia plástica/métodos.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: A harmonious gluteal region is considered an essential element in the composition of body beauty and expression of femininity. Therefore, there is growing interest, from both men and women, in the aesthetical improvement of this region. The aim of this study is to present an alternative to the published augmented gluteoplasty techniques, as well as to demonstrate the viability of this alternative as a safe and reproducible technique. Based on intramuscular placement of the prosthesis, the technique uses simplified limits of dissection with reference to the fixed anatomical structures (bones) of the gluteal region in order to construct the implant pocket. METHODS: From 2001 to 2011, 18 patients with ages ranging from 25 years to 50 years underwent augmentation gluteoplasty. Specific implants were used for the gluteal area, with implant volume ranging from 250 mL to 800 mL (mean, 367 mL). RESULTS: There was a significant increase in the gluteal volume of patients along with achievement of natural and harmonious contours. Immediate and long-term satisfaction with the cosmetic results was obtained in 100% of patients. CONCLUSIONS: The use of intramuscular gluteal prostheses is a safe and easily reproducible method of augmentation gluteoplasty with good results and a low complication rate. Determination of the limits of detachment using fixed bone structures simplifies the implementation of this technique, allowing the use of even larger implants than those reported in the literature.

Keywords: Buttocks. Prostheses and implants. Plastic surgery/methods.

 

Mastopexia de aumento: a técnica da cortina

Fernando Soares de Alcântara; Elmiro Heli Martins; Francisco de Assis Cido Carvalho; Ricardo Lapa Kruse; Régis Pinheiro Nogueira; Nidall de Souza Raad
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3 Suppl.1):64 - Tórax e Tronco

PDF Português

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons