ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 1 de 1 resultado(s)

Busca por : David Souza Gomes

Infecções de corrente sanguínea por bactérias multirresistentes em UTI de tratamento de queimados: experiência de 4 anos

Lincoln Saito Millan; Carlos Eduardo Marins de Benedette; Luiza Zonzini Maximo; Paulo Cezar Cavalcante de Almeida; David Souza Gomes; Rolf Gemperli; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3):374-378 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O conhecimento do perfil de resistência aos antibióticos das bactérias de um nosocômio é essencial para orientar tratamento adequado dos pacientes. Isso é especialmente importante para os pacientes mais graves, já que o tratamento deve ser instituído antes do resultado das culturas. O objetivo deste estudo foi analisar o perfil das bactérias multirresistentes encontradas nas hemoculturas de pacientes admitidos na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da Unidade de Queimados do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. MÉTODO: Foram analisados 178 pacientes internados na UTI para tratamento de queimados, no período de 2009 a 2011, sendo 131 do sexo masculino, com média de idade de 29,2 anos. RESULTADOS: Entre os pacientes analisados, 80 (44,9%) apresentaram hemocultura periférica positiva, sendo 66 (82,5%) casos com bactérias multirresistentes. Em 48 pacientes, foram isoladas Staphylococcus sp., que se apresentaram resistentes à oxacilina em 33 deles. Em 11 pacientes, foram isoladas Acinetobacter baumanii, que se apresentaram resistentes a imipenem em 8 casos. Em 19 pacientes, foram isoladas Pseudomonas sp., resistentes a imipenem em 16 casos. Em 10 pacientes foram isoladas Enterobacter sp., resistentes a amicacina e ciprofloxacina em 2 casos. A presença de bactérias multirresistentes não foi associada a maior ocorrência de óbitos, porém foi verificado maior tempo de internação (52,6 dias vs. 36,3 dias para os grupos com e sem bactérias multirresistentes, respectivamente; P = 0,0306). Não foi encontrada interação significante entre superfície corpórea queimada e presença de bactérias MR. CONCLUSÕES: A presença de bactérias multirresistentes é um problema grave, tanto pela prevalência como pela morbidade e mortalidade associadas.

Palavras-chave: Unidades de queimados. Terapia intensiva. Farmacorresistência bacteriana.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Knowledge of the profile of antibiotic resistance in bacteria in a hospital is essential for guiding appropriate patient treatment. This is especially important for the severely ill patients, because treatment must be initiated before the results of cultures can be obtained. In this study, we aimed to analyze the profile of multidrug-resistant bacteria (MR) found in blood cultures from patients admitted to the intensive care unit (ICU) of the Burns Unit of the Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. METHODS: We evaluated 178 patients (131 men) admitted to the ICU for the treatment of burns from 2009 to 2011, with a mean age of 29.2 years. RESULTS: Eighty (44.9%) patients indicated positive results in peripheral blood cultures, and there were 66 (82.5%) cases with MR bacteria. Staphylococcus sp. was isolated in 48 cases, of which 33 cases showed resistance to oxacillin. Acinetobacter baumannii was isolated in 11 cases, and 8 of these cases were resistant to imipenem. Pseudomonas sp. was isolated in 19 cases, and 16 of these cases were resistant to imipenem. Enterobacter sp. was isolated in 10 cases, and 2 of these cases were resistant to ciprofloxacin and amikacin. The presence of MR bacteria was not associated with a higher incidence of deaths but was associated with longer hospital stay (52.6 vs. 36.3 days for those with and without MR bacteria, respectively, P = 0.0306). There was no significant association between burned body surface and the presence of MR bacteria. CONCLUSIONS: The presence of MR bacteria is an important problem, because of the prevalence and associated morbidity and mortality.

Keywords: Burn units. Intensive care. Drug resistance, bacterial.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons