ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 1 de 1 resultado(s)

Busca por : Daniel de Cazeto Lopes

Avaliação da técnica de Millard associada à zetaplastia no tratamento de portadores de fenda labial unilateral

Daniel de Cazeto Lopes; Andrés Fernando Cánchica Cano; Leonardo Gobetti; Marcos Ricardo Menegazzo; Osvaldo Saldanha
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(1):82-88 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As fendas labiais são deformidades congênitas muito comuns e acometem em grau variável as partes moles e estruturas ósseas do terço médio da face. O tratamento cirúrgico deve ser precoce e segue um protocolo que varia de acordo com o centro de referência. As técnicas cirúrgicas de queiloplastia são inúmeras e, dentre elas, uma das mais utilizadas é a de Millard. O objetivo é avaliar a técnica de Millard tipo I associada a uma zetaplastia da mucosa (técnica empregada pelo autor) como cirurgia de escolha na queiloplastia primária dos pacientes portadores de fenda labial unilateral, entendendo que a técnica é adequada se o número de cirurgias secundárias (reoperações) for baixo. MÉTODOS: Foram operados 65 pacientes por essa técnica no período de janeiro de 2007 a dezembro de 2012 em Santos. Todos acompanhados por no mínimo quatro anos. RESULTADOS: Dos 65 pacientes, 10 (15%) foram considerados "resultados insatisfatórios" e reoperados. CONCLUSÃO: Queiloplastia primária à Millard tipo I associada a zetaplastia é adequada, com um número de reoperações baixo e semelhantes aos da literatura atual.

Palavras-chave: Fenda labial; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Anomalias congênitas.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Cleft lips are very common congenital deformities that affect, in varying degrees, the soft tissues and bone structures of the middle third of the face. Surgical treatment should be performed early and a protocol must be followed, which varies according to the reference center. There are numerous surgical techniques for lip repair, and among them, the Millard technique is the most used. The objective is to evaluate the association of the Millard type I with zetaplasty mucosal technique (used by the author) as the surgery of choice for primary lip repair in patients with unilateral cleft lip, and to understand whether the techniques are appropriate when the number of second surgeries (reoperation) is low. METHODS: Sixty-five patients underwent operations by this technique from January 2007 to December 2012 in Santos, all of whom were followed for at least four years. RESULTS: Of the 65 patients, 10 (15%) were considered to present "unsatisfactory results" and underwent reoperation. CONCLUSION: Primary cheiloplasty with zetaplasty-associated Millard type I is appropriate when the number of reoperations is low, and our results agree with the current literature.

Keywords: Cleft lip; Reconstructive surgical procedures; Congenital abnormalities.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons