ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 7 de 7 resultado(s)

Busca por : Cristina Destro

Influência do buflomedil e do sildenafil na sobrevivência de retalhos randomizados em ratos: estudo experimental

Jason C. Abrantes Figueiredo; Antonio Gustavo Zampar; Cristina Destro; Victor Eduardo A. Arias; Rebeca Morro; Adivânia de Souza Pinheiro; José Marcos de Andrade Mélega
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):390-393 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A insuficiência no aporte sanguíneo e a consequente disfunção gerada no fluxo da microcirculação são consideradas causas dominantes de sofrimento de um retalho cirúrgico.Várias drogas vasoativas têm sido testadas para o tratamento farmacológico da isquemia tecidual, porém com graus variáveis de sucesso. Este estudo teve como objetivo avaliar a influência do buflomedil e do sildenafil na viabilidade de retalhos cutâneos ao acaso, em ratos. Métodos: Foram confeccionados retalhos cutâneos no dorso de ratos, com dimensões de 10 x 3 cm e base caudal. Foram utilizados 30 ratos, divididos em três grupos de 10 ratos cada: um grupo que recebeu apenas o veículo da solução (grupo controle); um grupo que recebeu buflomedil (grupo buflomedil); e um terceiro grupo que recebeu sildenafil (grupo sildenafil). A via de administração foi a oral e a dose foi de 10 mg/kg/dia para cada droga, durante sete dias. Ao final desse período, os animais foram sacrificados, sendo realizada a determinação das áreas viáveis dos retalhos. Resultados: A média das áreas viáveis dos retalhos foi de 16,2 ± 3,56 cm2 para o grupo controle, de 17,69 ± 2,54 cm2 para o grupo buflomedil, e de 18,28 ± 3,74 cm2 para o grupo sildenafil. A análise dos dados pelo teste de Kruskal-Wallis não demonstrou significância estatística entre os três grupos. Conclusões: A utilização do buflomedil e do sildenafil demonstrou não diminuir a área de necrose de retalhos randomizados em ratos.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos. Piperazinas. Pirrolidinas. Necrose/prevenção & controle. Ratos.

 

ABSTRACT

Background: Microcirculation dysfunction, as a consequence of localized vascular insufficiency, is considered to be one of the dominant causes of surgical flap necrosis. Several vasoactive drugs have been tested for the pharmacological treatment of tissue ischemia, with varying degrees of success. This study aimed to assess the impact of buflomedil and sildenafil on the viability of random skin flaps in rats. Methods: Caudally pedicled skin flaps (10 x 3 cm) were created on the backs of rats. The animals were randomly assigned, in groups of 10, to three treatment groups: one group served as the vehicle control group, one group received buflomedil (10 mg/kg/d, orally), and a third group received the same dosage of sildenafil. Following seven days of dosing, the animals were sacrificed, and the viable flap area was determined. Results: The average viable flap area for each group was: 16.2 ± 3.56 cm2 (control group), 17.69 ± 2.54 cm2 (buflomedil group), and 18.28 ± 3.74 cm2 (sildenafil group). Data analysis by the Kruskal-Wallis test failed to show a statistically significant difference between the three groups. Conclusions: Neither buflomedil nor sildenafil showed a reduction in the necrotic area of random skin flaps in rats.

Keywords: Surgical flaps. Piperazines. Pyrrolidines. Necrosis/prevention & control. Rats.

 

Morfologia e variações anatômicas dos ventres frontais do músculo occipitofrontal: estudo anatômico e classificação

Norton Glattstein; Elódia Avila; Santiago Sosa Henriquez; Cristina Destro
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(3):443-449 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: Com o desenvolvimento dos retalhos musculares, miocutâneos, osteomiocutâneos, microcirúrgicos e os novos procedimentos estéticos sobre o músculo occipitofrontal, tornou-se essencial o conhecimento anatômico desta região. Estudamos neste trabalho a morfologia detalhada dos ventres frontais e suas variações anatômicas, para que possam servir como pontos de referência úteis em cirurgias reparadoras e estéticas. Método: Foram estudados 56 cadáveres não fixados, 35 homens e 21 mulheres, 37 de raça branca e 19 nãobranca, com idade variando de 19 a 85 anos. Neste material foram dissecados 112 ventres musculares. Resultados: Os dados obtidos foram colocados em tabelas, seguindo-se os parâmetros de sexo, idade, raça, distâncias interventrais, larguras, alturas e espessuras dos ventres frontais bilateralmente. As larguras, espessuras e distâncias interventrais foram medidas a 1,5, 3,0 e 4,5 cm da glabela, em ambos os ventres. Os ventres frontais apresentaram- se de maneiras diferentes, principalmente quanto à disposição das fibras mediais, sendo agrupados em 4 tipos. Conclusões: O amplo conhecimento anatômico nos permite um planejamento pré-operatório mais seguro.

Palavras-chave: Face/anatomia & histologia. Músculos faciais. Cirurgia Plástica/métodos.

 

ABSTRACT

Introduction: The development of muscles, myocutaneous, osteomiocutaneous, and the variety of microsurgical flaps, added to the new aesthetic procedures on frontal bellies, became essential the well knowledge of this region. The studied in this paper covered the detailed morphology of the frontal and their anatomical variations, that can serve as useful reference points in reparative and cosmetic surgery. Methods: We studied 56 non-fixed cadavers, 35 men and 21 women, 37 white and 19 non-white, with age ranging from 19 to 85 years old. In this material, 112 muscles were dissected. Results: Data were available in tables followed by the parameters of sex, age, race, interventricular distances, heights and widths of the frontal bilaterally. The widths, thickness and interventricular distances were measured at 1.5, 3.0 and 4.5 cm from the glabella in both wombs. The frontal were presented in different ways, especially regarding the disposition of the medial and were grouped into four types. Conclusion: The extensive anatomical knowledge allows us to a preoperative planning safer

Keywords: Face/anatomy & histology. Facial muscles. Plastic Surgery/methods.

 

VOLVO DE CECO NO PÓS-OPERATÓRIO RECENTE DE ABDOMINOPLASTIA

Marco Willians Baena Destro, Cristina Destro, Valdemir José Alegre Salles, Antônio Baptista Cauduro, Roosevelt de Sá Kalume
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(3):176-179 - Relatos de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A primeira referência sobre abdominoplastia foi feita em 1880; com o aprimoramento e a realização de um número cada vez maior deste tipo de operação, vieram também as complicações. Relato do caso: Paciente do sexo feminino, 38 anos, submetida a abdominoplastia devido a abdome flácido e globoso. A cirurgia transcorreu sem intercorrências. No 21º pós-operatório, a paciente retornou referindo parada de eliminação de gases e fezes, vômitos e distensão abdominal. Aos exames laboratoriais, evidenciou-se leucocitose, e à radiografia de abdome, obstrução intestinal completa de intestino delgado. Foi realizada laparotomia exploradora pela mesma incisão da abdominoplastia, que revelou distensão acentuada do intestino delgado em iminência de ruptura, causada por uma torção do ceco. Foi desfeita a torção e fixado o ceco, na goteira parietocólica direita, com pontos de fio inabsorvível, com posterior fechamento da parede abdominal. A paciente apresentou boa evolução, tendo recebido alta hospitalar no segundo dia de pós-operatório. Conclusão: Diante do caso e da revisão da literatura, os autores concluíram: 1. A deambulação precoce é muito importante para prevenção de complicações no pós-operatório; 2. O cirurgião não deve descartar outras complicações independentes da abdominoplastia, como a descrita, e intervir rapidamente; 3. A incisão clássica da abdominoplastia é suficiente para a abordagem do abdome e deve ser escolhida como opção inicial na eventualidade de uma complicação.

Palavras-chave: Doenças do ceco, cirurgia. Obstrução intestinal, cirurgia. Abdome, cirurgia. Complicações pós-operatórias

 

ABSTRACT

Background: Abdominoplasty was first referred to in 1880. Its refinement and the realization of the growing numbers of this surgery, also brought on complications. Case report: The authors report the case of a 38 years old female patient who underwent abdominoplasty due to a flaccid and globose abdomen. The surgery proceeded without complications. The patient returned on the 21st postoperative day, complaining of cessation of elimination of gases and feces, vomiting and abdominal distention. The laboratory examinations confirmed leucocytosis and the abdominal X-ray displayed complete obstruction of the small bowel. The patient was submitted to an exploratory laparotomy through the same abdominoplasty incision, which showed a marked distension of the small bowel, ready to rupture due to torsion of the cecum. The torsion was undone and the cecum fixed in the right parietocolic goteira with nonabsorbable sutures, followed by closure of the abdominal wall. The patient's progress was good, and she was discharged on the second postoperative day. Conclusion: Based on the case and a review of the literature, the authors conclude that: 1. Early walking is very important for preventing postoperative complications; 2. The surgeon should not reject others complications not restricted to the abdominoplasty, and act promptly; 3. The classical abdominoplasty incision is adequate for an abdominal approach and should be chosen as the initial option for an eventual complication.

Keywords: Cecal diseases, surgery. Intestinal obstruction, surgery. Abdomen, surgery. Postoperative complications

 

Pontos de adesão nas ritidoplastias: estudo comparativo

Marco Willians Baena Destro; Cristina Destro; Ricardo Baroudi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(1):55-58 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os hematomas constituem uma das complicações mais frequentes no pós-operatório imediato de ritidoplastias. O objetivo deste estudo é avaliar a eficácia do emprego de pontos de adesão na prevenção de hematomas em ritidoplastias. MÉTODO: Foram avaliados, retrospectivamente, 2 grupos constituídos por 88 pacientes submetidos a ritidoplastia. Os pacientes do grupo 1 não receberam pontos de adesão, que foram aplicados em todos os pacientes do grupo 2. RESULTADOS: No grupo 1, foram observados 5 (5,7%) hematomas extensos, que foram tratados cirurgicamente, e 12 (13,6%) hematomas de pequeno porte, solucionados com punção local. No grupo 2, não foi verificado nenhum hematoma que necessitasse limpeza cirúrgica. Foram observados 5 (5,68%) casos com pequenas coleções hemáticas, solucionados com punção local, e 4 (4,54%) seromas. CONCLUSÕES: Durante ritidoplastias, a aplicação de 12 a 15 pontos de adesão nas áreas dissecadas, bilateralmente, proporcionou melhor recuperação no período pós-operatório, com ausência de hematomas que exigissem limpeza cirúrgica.

Palavras-chave: Ritidoplastia/métodos. Face/cirurgia. Hematoma/prevenção & controle.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Hematomas are one of the most frequent complications in the immediate postoperative period following rhytidoplasty. In the present study, we aimed to assess the efficacy of using adhesion stitches to prevent the development of hematomas following rhytidoplasty. METHODS: We performed a retrospective assessment of 2 groups of 88 patients who underwent rhytidoplasty. Adhesion stitches were applied to all patients in group 2, but not to those in group 1. RESULTS: Five patients (5.7%) in group 1 developed massive hematomas that were treated surgically and 12 patients (13.6%) developed small hematomas that were resolved by local puncture. The patients in group 2 did not develop any hematoma that required surgical evacuation. Five patients (5.68%) developed small hematomas that were resolved by local puncture and 4 patients (4.54%) developed seromas. CONCLUSIONS: During rhytidoplasty, the bilateral application of 12-15 adhesion stitches in the dissected areas prevented the development of hematomas that required surgical evacuation, thus improving postoperative recovery.

Keywords: Rhytidoplasty/methods. Face/surgery. Hematoma/prevention & control.

 

Técnica cirúrgica alternativa no tratamento do blefaroespasmo essencial

Carlos Henrique Fröner Souza Góes, Marina Junqueira Ferreira Rosique, Cristina Destro, Rodrigo Gouvêa Rosique
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(1):205-207 - Relatos de Caso

PDF Português

RESUMO

Introdução: Blefaroespasmo essencial é bilateral, progressivo e pode levar a cegueira funcional. Predomina em pacientes do sexo feminino e sua causa é desconhecida. Relato do Caso: Paciente de 52 anos, com espasmos palpebrais progressivos em dois anos de evolução, recebeu cinco aplicações de toxina botulínica, com resposta apenas após as primeiras infiltrações. Na avaliação inicial, apresentava fenda palpebral com abertura voluntária máxima de 2 mm. Foi submetida à ressecção de um fuso de pele da pálpebra superior contendo o músculo orbicular e, pela mesma via de acesso, foram ressecados os músculos corrugadores, com preservação dos nervos supra-orbitários e supratrocleares. No pós-operatório, evoluiu com abertura voluntária máxima da fenda palpebral de 12 mm. Com cinco meses de pós-operatório, houve recidiva parcial, com fenda palpebral de 8 mm. Submetida a tratamento com toxina botulínica, em menor dose, apresentou abertura de 10 mm. Conclusão: Esta técnica cirúrgica alternativa para o tratamento do blefaroespasmo demonstrou resultado semelhante às técnicas descritas na literatura, porém ressecando os músculos orbiculares apenas superiormente e os corrugadores pela mesma via de acesso palpebral, preservando a inervação da região frontal.

Palavras-chave: Blefarospasmo/cirurgia. Doenças palpebrais/cirurgia. Pálpebras/cirurgia.

 

ABSTRACT

Background: Essential blepharospasm is bilateral, progressive and can lead to functional blindness. It predominates in female patients and its cause is unknown. Case report: A 52-year patient, with progressive eyelid spasms along two years of evolution, received five applications of botulinum toxin, responding only to the first ones. In the initial evaluation she showed a palpebral fissure of 2 mm with maximum voluntary opening. She was submitted to resection of an ellipse of skin of upper eyelid along with the orbicular muscle and, by the same surgical access, the corrugators muscles were resected, with preservation of the supra-orbital and supra-trochlear nerves. In the postoperative period, she evolved with maximum voluntary opening of the palpebral fissure of 12 mm. With five months postoperatively, there was partial recurrence, with palpebral fissure of 8 mm. Receiving botulinum toxin on lower dose, she presented opening of 10 mm. Conclusion: This alternative surgical technique for treatment of blepharospasm showed a similar result to the techniques described in the literature, however resecting the orbicularis muscle only superiorly and the corrugators by the same surgical approach, preserving the innervations of the frontal region.

Keywords: Blepharospasm/surgery. Eyelid diseases/cirurgia. Eyelids/surgery.

 

Hematoma após mamaplastia de aumento em paciente portadora de doença de von Willebrand

Marco Willians Baena Destro; Áurea Regina Rodrigues; João Lúcio Rodrigues de Castro; Cristina Destro; Luiz Gustavo Capochin Romagnolo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):538-541 - Relatos de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Os autores relatam o caso de uma paciente submetida a mamaplastia de aumento, não diagnosticada previamente como portadora de doença de von Willebrand, que teve dois episódios de hematoma no pós-operatório. Entre os distúrbios de coagulação, a doença de von Willebrand deve ser considerada na avaliação pré-operatória, pois afeta cerca de 1% a 3% da população, não é diagnosticada na maioria das pessoas, além de ser duas vezes mais frequente que a hemofilia. A paciente evoluiu bem no pós-operatório e medidas preventivas e terapêuticas são discutidas neste artigo.

Palavras-chave: Doenças de von Willebrand. Hematoma. Mamoplastia. Transtornos da coagulação sanguínea. Transtornos de proteínas de coagulação.

 

ABSTRACT

We present the case of a patient submitted to augmentation mammaplasty who developed 2 hematoma episodes as a result of von Willebrand's disease, which was not previously diagnosed. As a routine part of preoperative evaluation, the patient should always be tested for von Willebrand's disease. This disease affects 1-3% of the population and occurs twice as often as hemophilia. In our case, the patient recovered quite satisfactorily. Preventive and therapeutic approaches are discussed in this paper.

Keywords: von Willebrand diseases. Hematoma. Mammaplasty. Blood coagulation disorders. Coagulation protein disorders.

 

Comparação entre a utilização da tela de Marlex em um e dois planos para a reconstrução da parede abdominal pós-TRAM

Francisco Claro Oliveira Junior, José Marcos Melega , Adivania de Souza Pinheiro, Cristina Destro, Patrícia Jackeline Maciel
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(3 Suppl.1):49 - Tórax e Tronco

PDF Português

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons