ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 1 de 1 resultado(s)

Busca por : Carlos Briglia

Uso de espumas em áreas doadoras de enxertos

Sandro Cilindro de Souza; Carlos Briglia; Myrna Mendonça
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):136-141 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O sucesso de um enxerto de pele é avaliado não apenas pela integração do enxerto em si, mas também pela qualidade da recuperação da área doadora. A despeito de as áreas doadoras de enxertos representarem o melhor local para estudo de cicatrização de feridas, regimes de tratamento, de áreas doadoras, tem sido incompletamente estudados. OBJETIVO: Avaliação da eficácia de espumas de poliuretano como curativo de áreas doadoras de enxertos. MÉTODO: Estudo prospectivo no qual áreas doadoras de enxertos foram tratadas com espumas de poliuretano como alternativa a filmes de acetato de celulose. RESULTADOS: Foram tratados 11 pacientes e catorze áreas doadoras de enxerto. Aderência prolongada (73%) e odor desagradável (45%) foram os problemas encontrados. Os resultados foram considerados insatisfatórios na grande maioria dos casos (73%). CONCLUSÕES: O uso de espumas de poliuretano mostrou-se ineficaz, nesse grupo de pacientes, devido à ocorrência de alto índice de complicações.

Palavras-chave: Bandagens, Materiais de curativos, Cicatrização, Enxertos de pele, Área doadora, Epitelização

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The success of a skin graft is evaluated by not only the integration of the graft itself, but also the quality of the recovery of the donor site. Despite the fact that graft donor sites represent the best place to study wound healing, treatment regimens for donor sites have not been studied extensively. METHOD: To evaluate the efficiency of polyurethane foam as a dressing for graft donor sites. Methods: We conducted a prospective study in which graft donor sites were treated with polyurethane foam dressing, as an alternative to a cellulose acetate film. RESULTS: We treated 11 patients and 14 donor graft sites. Problems associated with the use of polyurethane foam included prolonged adherence (73%) and an unpleasant odor (45%). The majority of patients reported that they found the dressing to be unsatisfactory (73%). CONCLUSIONS: The use of a polyurethane foam was shown to be ineffective as a graft donor site dressing, due to the high rate of associated complications.

Keywords: Bandages; Dressing materials; Skin healing; Skin grafts; Donor site; Epithelialization

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons