ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 2 de 2 resultado(s)

Busca por : Aulus de Mendonça Albano

Prevenção e tratamento da contratura capsular após implantação de prótese mamária

Marco Aurélio Guidugli dos Santos, Ricardo Frota Boggio, Adolfo Ribeiro Carlucci, Elisa Motoka, Aulus de Mendonça Albano
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):304-308 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: A contratura capsular é definida como uma cicatrização esférica com contração da cápsula que envolve a prótese mamária. A proposta desse trabalho foi elaborar um protocolo para prevenção e tratamento da contratura capsular. Método: Foram avaliadas 9 pacientes que desenvolveram contratura capsular, 3 foram classificadas como Baker II, 5 como Baker III e 1 como Baker IV. As pacientes com contratura capsular Baker II foram tratadas clinicamente, associando-se microcorrente (MENS), ultrassom (US) e drenagem linfática manual (DLM). Nos casos de contratura grau III e IV de Baker, substituiu-se a prótese mamária, reposicionando-a em plano submuscular, associando-se tratamento clínico (MENS/US/DLM) e zafirlucaste 20 mg, via oral, de 12/12 horas, por 90 dias. Resultados: Oito (89%) pacientes tiveram resolução completa da contratura, retornando a Baker I e uma (11%) apresentou redução da contratura de Baker III para Baker II, mesmo após substituição da prótese mamária. Clinicamente, nenhuma paciente apresentou efeitos colaterais. Conclusão: A associação MENS/US/DLM mostrou-se como uma importante ferramenta no tratamento das contraturas Baker II. Nos casos de contratura Baker III e IV, a associação MENS/US/DLM, reposicionamento da prótese no plano submuscular e utilização do zafirlucaste demonstrou bons resultados na resolução das contraturas. Os resultados obtidos encorajaram-nos a utilizar a associação MENS/US/DLM de maneira preventiva em todas pacientes submetidas ao implante de prótese de silicone.

Palavras-chave: Mamoplastia. Contratura capsular. Ultra-som. Drenagem linfática manual.

 

ABSTRACT

Introduction: Capsular contracture is defined as a spherical scar with contraction of the capsule involving the prosthesis. The proposal suggested by this study is to elaborate a protocol to treat and prevent capsular contracture. Methods: Nine patients were evaluated, who developed capsular contracture. Three patients were graded as Baker II, five as Baker III and one as Baker IV. The Baker II patients were clinically treated associating micro electro neuro stimulation (MENS), ultrasound (US) and manual lymphatic drainage (MLD). The Baker III and IV patients had the breast implant replaced, repositioning the implant in submuscular plane, associating the clinical treatment (MENS/US/MLD) and zafirlukaste 20mg oral intake twice daily for a period of 90 days. Results: There was complete resolution of the contracture, returning to Baker grade I in 8 patients (89%). There was reduction on Baker grade from III to II in one patient, even after breast implant replacement. Clinically, none patient presented side effects. Conclusion: The association of MENS/US/MLD demonstrated an important tool for the management of grade II contractures. The association of breast implant replacement and repositioning in submuscular plane, associated to the clinical treatment (MENS/US/MLD) and zafirlukaste demonstrated good results in capsular contracture resolution. These results encouraged us to use the MENS/US/MLD to prevent capsular contracture in all breast implant patients.

Keywords: Mammaplasty. Capsular contracture. Utrasound. Manual hand drainage.

 

Reconstrução da pálpebra superior com retalho médio-frontal em tempo único associado a tarsorrafia lateral permanente

Ana Paula Passini, Rodrigo Oliveira Agacy, Luiz Alexandre Lorico Tissiani, Aulus de Mendonça Albano
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(2):252-255 - Relatos de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A reconstrução palpebral tem como objetivos a proteção ocular, restauração da integridade palpebral, simetria facial e retorno à função normal da pálpebra. Retalhos da região frontal têm sido utilizados com este intuito, devido à versatilidade, relativa simplicidade técnica, além de oferecer um bom aspecto funcional e estético. Objetivo: Relatar o caso de um paciente que foi submetido a reconstrução de pálpebra superior com retalho médio-frontal em tempo único, tunelizado na região glabelar, associado a tarsorrafia lateral permanente visando à proteção corneana. Relato do caso: Paciente do sexo masculino, com história de trauma contuso sobre placa de acrílico colocada após trauma de face prévio na região fronto-orbital esquerda, evoluiu com processo inflamatório-infeccioso crônico e retração palpebral. Apresentava lagoftalmo cicatricial com exposição corneana prolongada, devido à perda funcional da pálpebra superior por destruição dos músculos orbicular e levantador da pálpebra superior, lesão da artéria temporal superficial ipsilateral, ausência de proteção óssea frontal e do teto da órbita esquerda. Foi submetido a reconstrução da pálpebra superior esquerda com retalho médio-frontal contralateral, em tempo único, tunelizado na região glabelar, associado s tarsorrafia lateral permanente. Evoluiu com resultado satisfatório no pós-operatório. Discussão: O pedículo dominante do retalho médio-frontal é a artéria supratroclear e veia concomitante, possuindo, em geral, uma origem constante. A tarsorrafia é um procedimento muito utilizado no tratamento de desordens da superfície ocular causadas pela exposição crônica. Conclusão: Concluímos que esta técnica cirúrgica foi adequada no tratamento deste paciente, já que teve como resultado a proteção corneana.

Palavras-chave: Pálpebras/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Oftalmopatias.

 

ABSTRACT

Background: The main goals in eyelid reconstruction are eye protection, reestablishment of eyelid integrity, facial symmetry and normal eyelid function. Frontal flaps have been used for this purpose due to their versatility, simplicity and because they offer a good aesthetic and functional outcome. Objective: To report a case of a patient who was submitted to reconstruction of the left upper eyelid with one stage forehead flap, tunelled in the glabellar region associated to a permanent lateral tarsorrhaphy aiming corneal protection. Case report: Male patient with blunt trauma to an acrylic plate, situated at the left fronto-orbital region after a previous surgery to treat a complex facial trauma. He's evolved with cronic inflammation and infecctious process which have resulted in severe eyelid retraction. Patient presented with cicatriccial lagophtalmus and prolonged corneal exposure, as a consequence of orbicularis oculi and eyelid levator muscles destruction; left superficial temporal artery injury and lack of protective frontal bone and roof of the left orbit. He was submitted to the left upper eyelid reconstruction with a right, one stage forehead flap, tunelled in the glabellar region associated to a permanent lateral tarsorrhaphy. Evolved with satisfactory result in an early postoperative period. Discussion: The dominant pedicle of the forehead flap is the supratroclear artery and vein, generally having a constant location. Tarsorrhaphy is a very usual procedure for the treatment of superficial ocular disorders caused by cronic corneal exposure. Conclusion: The emploied technique was suitable for the treatment of this pacient, as it has achieved corneal protection with a one stage procedure.

Keywords: Eyelids/surgery. Surgical flaps. Eye diseases.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons