ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 9 de 9 resultado(s)

Busca por : Andre Auersvald

Lipoaspiração Ultra-sônica - Análise de 348 Casos

Ruth Graf, André Auersvald, Rosana Cristina Costa Damasio, Luiz Roberto Reis de Araújo, Ronald Rippel, Lincoln Graça Neto, Luiz Henrique Camargo Bigarelli, Cláudio Luciano Franck
Rev. Bras. Cir. Plást. 2002;17(3):37-46 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Os autores mostram a experiência da utilização da lipoaspiração ultra-sônica em 348 pacientes no período de outubro de 1998 a julho de 2001. A aplicação do ultra-som trouxe benefícios adicionais aos resultados, como melhor acomodação da pele e tratamento de áreas difíceis, como ginecomastia, dorso e lipoaspiração secundária. A técnica utilizada em três estágios consistiu de infiltração super-úmida (1,35:1), seguida da lipoaspiração ultra-sônica e lipoaspiração convencional. O equipamento Lisonix 2000 foi utilizado numa amplitude de 5, ou seja, 50% da potência do aparelho, que demonstrou ser a que menor efeito secundário causa, como fibrose tecidual e seroma. São considerados no artigo o histórico da lipoaspiração ultra-sônica e um enfoque na física do ultra-som, com revisão da literatura relacionada à aplicação da técnica ultra-sônica.

Palavras-chave: Lipoaspiração; ultra-sônica; contorno corporal

 

ABSTRACT

The authors report their experience in using ultrasound-assisted liposuction in 348 patients in the period between October 1998 and July 2001. The application of ultrasound brought additional benefits to results, such as improved skin accommodation and the treatment of difficult cases, such as, gynecomasty, dorsum and secondary liposuction. The technique was performed in three stages: super-wet infiltration (l.35:1), followed by ultrasound-assisted liposuction and conventional liposuction. The equipment used was a Lisonix 2000 generator at the setting of 5, that is, 50% of the device's power; which proved to be the setting that causes the least secondary effects, such as tissue fibrosis and seroma. This study also considers the history of ultrasound assisted liposuction and focuses on the physical aspects of ultrasound, with a review on the literature on the use of the ultrasound technique.

Keywords: Liposuction; ultrasound; body contour

 

Perfil do cirurgião plástico paranaense

Luiz Roberto Reis de Araújo; André Auersvald; Marco Aurélio Gamborgi; Renato da Silva Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(1):10-19 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Esta pesquisa tem por objetivo traçar o perfil do cirurgião plástico do estado do Paraná. É um projeto inicial que não tem a pretensão de indicar respostas, mas sim de entender o que pensa, quais os anseios e objetivos na profissão e como atua o profissional dessa especialidade. MÉTODO: Foi idealizada uma pesquisa com 37 perguntas de múltipla escolha, em sua maioria com foco no mercado de trabalho. Ela foi enviada por e-mail aos 263 membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - Regional Paraná (SBCP-PR), sob forma de um link que dava acesso ao questionário. O link também estava disponível no website da SBCP-PR, com um banner em sua página inicial. O tempo médio para preenchimento do questionário variou de 3 minutos a 5 minutos. RESULTADOS: O índice de resposta foi de 40,5%. A maioria dos entrevistados atua apenas em uma cidade, e mais da metade atende apenas convênios e particulares. Metade dos participantes considera o mercado extremamente competitivo e procura várias alternativas para se manter, entre elas: aumentar parcelamento, baixar preços e atuar em outros locais. Uma parcela significativa acredita ter perdido mais de 30 pacientes por preço no último ano e faz, em média, 10 a 20 cirurgias mensais. A maioria dos participantes não opera com auxiliar cirurgião plástico, pois consideram que aumenta o custo ou que instrumentadoras podem fazer a mesma função. A maioria dos participantes acredita que o número de residentes formados no estado é excessivo. CONCLUSÕES: O cirurgião plástico no Paraná está muito preocupado com o mercado de trabalho e procura alternativas para se manter competitivo.

Palavras-chave: Mercado de trabalho. Cirurgia plástica. Prática profissional. Marketing de Serviços de Saúde.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: In the present study, we aimed to outline the overall practice profile of plastic surgeons in the state of Paraná. It represents an initial project that aimed not to provide generalizations but to understand how plastic surgeons think and their professional aspirations, goals, and performance. METHODS: A survey was conducted using a questionnaire consisting of 37 multiple-choice questions, mostly focusing on the current job market for plastic surgeons. The link to the online questionnaire was e-mailed to 263 members of the Brazilian Society of Plastic Surgery-Regional Paraná (SBCP-PR), which was also accessible via the SBCP-PR website, through a banner on its home page. The overall time to complete the questionnaire ranged from 3 to 5 minutes. RESULTS: The response rate was 40.5%. Most interviewees operated only in one city, and more than half provided services only through health-care insurance plans and private practice. Half of the participants considered the market as extremely competitive and searched for several alternatives for self-maintenance, including increasing installment payment terms, lowering prices, and working at other locations. A significant proportion of the respondents believed that they lost more than 30 patients owing to pricing in the previous year and performed 10-20 surgeries per month on average. Most of the surgeons did not operate with an auxiliary plastic surgeon because this would increase their operational cost or because technologists could perform this function. Most participants believe that the number of trained residents in the state of Paraná is excessive. CONCLUSIONS: In Paraná, plastic surgeons are concerned about the job market and therefore search for alternatives to remain competitive.

Keywords: Job market. Surgery, plastic. Professional practice. Marketing of Health Services.

 

Rede hemostática: uma alternativa para a prevenção de hematoma em ritidoplastia

André Auersvald; Luiz Augusto Auersvald; Maria de Lourdes Pessole Biondo-Simões
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(1):22-30 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Hematoma é a complicação pós-operatória mais frequente em ritidoplastia. Sua ocorrência aumenta a morbidade e prejudica a recuperação. Pontos de adesão internos para fechamento das áreas descoladas em abdominoplastias evitam o surgimento de seroma. Baseados neste princípio, e com o objetivo de reduzir o número de pacientes com hematomas em ritidoplastia, foi desenvolvida tática cirúrgica análoga em que se confecciona uma rede hemostática de pontos contínuos e transfixantes de náilon 4-0, englobando a pele e o SMAS-platisma. MÉTODO: Foram incluídos no estudo 366 pacientes consecutivos, submetidos a ritidoplastia de pelo menos o terço médio da face, entre julho de 2009 e setembro de 2011. O grupo A, incluindo os primeiros 120 pacientes avaliados retrospectivamente, foi considerado controle. O grupo B foi constituído pelos demais 246 pacientes, operados com a tática cirúrgica proposta e avaliados prospectivamente. Observaram-se as incidências de hematoma, isquemia e necrose nas primeiras 72 horas de pós-operatório. RESULTADOS: No grupo A, 17 (14,2%) pacientes apresentaram hematoma, enquanto no grupo B não houve nenhum caso. A tática cirúrgica não aumentou significativamente a ocorrência de isquemia: 11 (9,2%) pacientes no grupo A e 16 (6,5%) no grupo B tiveram essa complicação (P < 0,3964). Também não houve alteração significativa na incidência de necrose, complicação observada em 3 (2,5%) pacientes do grupo A e em 4 (1,6%) do grupo B (P < 0,4298). CONCLUSÕES: A rede hemostática é método eficaz na prevenção de hematomas precoces em ritidoplastias. Essa tática cirúrgica não levou a aumento significativo da incidência de isquemia e necrose.

Palavras-chave: Hematoma. Ritidoplastia. Face. Necrose. Isquemia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Hematoma is the most common postoperative complication of rhytidoplasty. Its occurrence increases morbidity and impairs recovery. Internal sutures to close detached areas are used in abdominoplasty to prevent seromas. Taking this into account and in order to reduce the number of patients with hematomas post rhytidoplasty, we have developed a similar surgical procedure in which a hemostatic net is made of continuous nylon 4-0 transfixing stitches to include the skin and the superficial musculoaponeurotic system-platysma. METHODS: A total of 366 patients who underwent rhytidoplasty of at least the middle third of the face between July 2009 and September 2011 were included in the study. Group A was identified as the control group; it included the first 120 patients assessed retrospectively. The remaining 246 patients, who underwent the surgical procedure here proposed and who were evaluated prospectively formed group B. We observed the incidence of hematoma, ischemia, and necrosis in the first 72 postoperative hours. RESULTS: In group A, 17 (14.2%) patients developed hematomas, whereas none occurred in group B. The surgical procedure did not significantly increase the occurrence of ischemia: 11 (9.2%) patients in group A and 16 (6.5%) in group B had this complication (P < 0.3964). There was also no significant increase in the incidence of necrosis, which was observed in 3 (2.5%) patients in group A and 4 (1.6%) in group B (P < 0.4298). CONCLUSIONS: The hemostatic net is an efficient method for the prevention of early hematomas following rhytidoplasty. This surgical procedure did not result in a significant increase in the incidence of ischemia and necrosis.

Keywords: Hematoma. Rhytidoplasty. Face. Necrosis. Ischemia.

 

Mamaplastia de Aumento Transaxilar Videoendoscópica Subfascial

Ruth Maria Graf, Afranio Bernardes, Andre Auersvald, Rosana Cristina Costa Damasio
Rev. Bras. Cir. Plást. 1999;14(2):45-54 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

No nosso serviço, a prática da cirurgia videoendoscópica começou em 1996, sendo utilizada para tratamento de hipoplasia mamária e de rugas frontais, que seriam as cirurgias videoendoscópicas mamária e facial. Na mamaplastia de aumento foi utilizada a via transaxilar com incisão em forma de "S" para introduzir o implante mamário na posição submuscular ou subglandular e, mais recentemente (outubro de 1998), na posição subfascial. Essa cirurgia foi realizada em 62 pacientes, no período de agosto de 1996 a janeiro de 1999, sendo introduzidas as próteses no espaço submuscular em 49 pacientes, subglandular em 5 pacientes e subfascial em 8 pacientes. O tipo de implante utilizado foi o modelo anatômico 410, biodimensional da McGhan®, com variação de 155 a 235 gramas. Ocorreram complicações em três pacientes, sendo que houve a rotação da prótese com assimetria em duas delas com necessidade de reoperação e, em uma paciente, formou-se um hematoma, que foi resolvido por punção. O grau de satisfação pessoal foi alto, sendo a maior vantagem dessa técnica a ausência de cicatriz nas mamas. Nenhum dos casos até o momento apresentou algum grau de contratura capsular.

Palavras-chave: Mastoplastia; endoscopia; cirurgia mamária.

 

ABSTRACT

Videoendoscopy for breast hypoplasia and glabelar frownlines has been used since 1996 in our private clinic. Breast augmentation with "S" shape incision for transaxillary acessis utilized to introduce the implant, in a submuscular or subglandular, and recently (since october 1998) in a subfascial location. From August 1998 through January 1999, 62 patients underwent endoscopics surgeries, forty nine were submuscular, five subglandular and eight subfascial. McGhan® 410, anatomical biodimentional, 155 grams through 235 grams were used. We observed three cases of complications, two of them malpositioning (rotation) needing reoperation and 1 hematoma treated with drainage. Patient satisfaction was high, especially regarding the axillary incision. There have been no capsular contractions to date.

Keywords: Mastoplasty; endoscopy; mammary surgery.

 

Influência do envelhecimento na qualidade da pele de mulheres brancas: o papel do colágeno, da densidade de material elástico e da vascularização

Morgana Cláudia Aparecida Bergamo Ortolan; Maria de Lourdes Pessole Biondo-simões; Eloína do Rocio Valenga Baroni; André Auersvald; Luiz Augusto Auersvald; Mário Rodrigues Montemor Netto; Rachel Biondo-Simões
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(1):41-48 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O objetivo deste estudo é avaliar a influência do envelhecimento na qualidade da pele de mulheres brancas, analisando o colágeno, as fibras elásticas e a vascularização. MÉTODO: Foi realizada análise histológica e morfométrica de 218 retalhos pré-auriculares de mulheres brancas, que se submeteram a cirurgia estética facial. Foram utilizados o imunomarcador AntiCD 34, que evidencia os vasos sanguíneos, a coloração de Weigert, para visibilização das fibras elásticas, e a coloração de Picrosirius Ultrared, para analisar e quantificar os colágenos I, III e total. Os dados foram analisados de acordo com a faixa etárias das doadoras: < 40 anos, 40 anos a 49 anos, 50 anos a 59 anos, 60 anos a 69 anos, e > 70 anos. RESULTADOS: Foi observada fragmentação e desorganização das fibras de colágeno, especialmente acima de 60 anos. Não houve diferenças significantes entre a idade e a espessura da derme e da epiderme, porém foi identificada relação com as porcentagens de colágeno I, III e total (P < 0,001). Houve aumento da densidade de fibras elásticas com a progressão da idade (P < 0,001). Comparando-se as peles das pacientes de faixas etárias vizinhas, com diferença de uma década entre elas, não houve diferença significativa na quantidade de material elástico dessas peles; porém, ao se comparar aquelas com diferença de 2 ou mais décadas nas faixas etárias, o aumento foi significante (P < 0,05). A diferença do número de vasos não foi significante (P = 0,112). CONCLUSÕES: O envelhecimento promoveu redução do colágeno, degradação e fragmentação das fibras, e aumento da densidade de material elástico desorganizado, e não influenciou no número de vasos sanguíneos da derme.

Palavras-chave: Pele. Colágeno. Envelhecimento da pele. Vasos sanguíneos. Tecido elástico.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: In the present study, we aimed to evaluate the influence of aging on the skin quality of white-skinned women by assessing collagen levels, elastic material density, and vascularization. METHODS: Histological and morphometric analyses were performed on 218 preauricular skin fragments from white-skinned women who underwent facial cosmetic surgery. Anti-CD34 was used to identify the blood vessels, Weigert's staining was used to visualize elastic fibers, and Picro-sirius Ultra Red staining was employed for analyzing and quantifying the expression of type I, III, and total collagen. Data were analyzed according to the following donor age groups: < 40, 40-49, 50-59, 60-69, and > 70 years. RESULTS: Fragmentation and disorganization of collagen fibers were observed in certain samples, particularly in samples from patients aged > 60 years. Significant differences between age and the thickness of the dermis and epidermis were not detected. However, a relationship was identified between age and the percentages of type I, III, and total collagen, and an increase of elastic fibers density was associated with age progression (P < 0.001). The comparison of the skin of patients with a decade difference in age did not reveal a significant difference in the elastic material quality; however, when the age difference was of 2 decades or more, there was a significant difference in elastic fibers (P < 0.05). The difference in the number of blood vessels between the groups was not significant (P = 0.112). CONCLUSIONS: Aging promoted collagen reduction, fiber degradation and fragmentation, and increased disorganized elastic material density; however, it did not affect the number of dermal blood vessels.

Keywords: Skin. Collagen. Skin aging. Blood vessels. Elastic tissue.

 

Perfil do cirurgião plástico paranaense

Luiz Roberto Reis de Araujo; André Auersvald; Marco Aurélio Gamborgi; Renato da Silva Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3 Suppl.1):12 - Geral

PDF Português

Influência do tabagismo na qualidade da pele de mulheres brancas

Maria de Lourdes Pessole Biondo-Simões; Eloina do Rocio Valenga Baroni; André Auersvald; Luiz Augusto Auersvald; Rachel Biondo-Simões; Mário Rodrigues Montemor Netto; Morgana Cláudia Aparecida Bergamo Ortolan
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(2):275-282 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Avaliar a influência do tabagismo na qualidade da pele de mulheres brancas analisando o colágeno, as fibras elásticas e a vascularização. MÉTODOS: Realizou-se análise histológica e morfométrica de 78 retalhos pré-auriculares de mulheres brancas que se submeteram à cirurgia estética facial. As pacientes foram pareadas conforme a idade, constituindo dois grupos (n=39), um de fumantes e um de não fumantes. Utilizaram-se a coloração de Picrosírius Ultra red para quantificar os colágenos I e III, a coloração de Weigert para a análise do material elástico e o imunomarcador anti CD34 para evidenciar os vasos sanguíneos. RESULTADOS: Foi possível verificar que em fumantes e não fumantes há diminuição da densidade de colágeno dérmico com o envelhecimento, tanto na fração I quanto na III. A diminuição da fração I é maior na derme de fumantes, na faixa etária de 50 a 59 anos (p=0,019). O material elástico aumenta na derme com o passar dos anos, tornando-se fragmentado, espessado e desorganizado, de modo mais acentuado na derme das fumantes, na mesma faixa etária (p=0,006) e, finalmente, existe um aumento gradativo do número de vasos na microcirculação, mais significativo nas fumantes (p=0,008). CONCLUSÃO: A pele de mulheres fumantes contém menos colágeno (especialmente do tipo I), mais material elástico degenerado, fragmentado e espessado e maior número de vasos sanguineos.

Palavras-chave: Pele; Mulheres; Colágeno; Tecido elástico; Microcirculação; Tabagismo.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: This study aimed to evaluate the influence of smoking on the skin quality of Caucasian women by analyzing collagen, elastic fibers, and vascularization. METHODS: Histological and morphometric analysis was carried out on the pre-auricular flaps of 78 women undergoing facial cosmetic surgery. The patients were paired (n = 39) based on age, to form a group of smokers and another of non-smokers. Collagen types I and III were quantified using Picrosirius Ultra red staining, Weigert staining was used to analyze elastic material, and anti-CD34 immunostaining highlighted blood vessels. RESULTS: Dermal density of both types of collagen decreased with age in both groups. The decrease in type I was higher in the dermis of smokers aged 50-59 years (p = 0.019). Elastic material increased in the dermis with age, becoming fragmented, thickened, and disorganized, particularly in 50-59-year-old smokers (p = 0.006). Moreover, in smokers, a gradual and significant increase in the number of microcirculatory vessels also observed (p = 0.008). CONCLUSION: The skin of women who smoke contains less collagen (type I in particular), more degenerated, fragmented and thickened elastic material, and a greater number of blood vessels.

Keywords: Skin; Women; Collagen; Elastic tissue; Microcirculation; Smoking.

 

Rede hemostática: uma alternativa para a prevenção de hematoma em ritidoplastia

Andre Auersvald
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3 Suppl.1):25 - Crânio, Face e Pescoço

PDF Português

Tratamento da glândula submandibular na cirurgia de contorno cervical

Andre Auersvald
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3 Suppl.1):32 - Crânio, Face e Pescoço

PDF Português

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons