ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 7 de 7 resultado(s)

Busca por : Allysson Antonio Ribeiro Gomes

Cantopexia lateral como procedimento primário em blefaroplastia inferior

José Everardo Macêdo, Salustiano Gomes de Pinho Pessoa, Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa, Glauco Soares Almeida, Nelson Gurgel Simas de Oliveira, Allysson Antonio Ribeiro Gomes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(1):30-35 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A retração cicatricial da pálpebra constitui complicação comum do pós-operatório de blefaroplastia inferior. Objetivo: Neste artigo, discute-se a importância de associar sistematicamente a cantopexia lateral à blefaroplastia inferior para reduzir sua incidência. Método: Estudo retrospectivo de 200 pacientes submetidos a blefaroplastia inferior transcutânea ou transconjuntival associada ou não à cantopexia lateral proposta por Lessa, com seguimento de 12 meses. Resultados: No grupo de pacientes submetidos a blefaroplastia inferior com cantopexia lateral observou-se índice de 1% de retração cicatricial, contrastando com 16% dessa complicação no grupo que realizou a blefaroplastia inferior isolada. Discussão: A indicação sistemática da cantopexia lateral associada à blefaroplastia inferior divide as opiniões de diversos autores. Por sua fácil execução, baixa morbidade e eficácia comprovada na prevenção da esclera aparente, do arredondamento do canto lateral do olho e do ectrópio pós-blefaroplastia inferior, os autores defendem a opinião de que a cantopexia lateral deve constituir procedimento primário em cirurgia de blefaroplastia inferior.

Palavras-chave: Blefaroplastia. Pálpebras/cirurgia. Ectrópio/prevenção & controle.

 

ABSTRACT

Introduction: The lid scar retraction constitutes usual complication of the postoperative lower lid blepharoplasty. Objective: This article discusses the importance of the systematic association of the lateral canthopexy in lower lid blepharoplasty to reduce its incidence. Method: In this retrospective study, 200 patients were assigned to the transcutaneous or transconjunctival lower lid blepharoplasty linked or not to the Lessa's lateral canthopexy, with a follow-up of 12 months. Results: The patients group submitted to lower lid blepharoplasty with lateral canthopexy had 1% of scar retraction against 16% in the isolated lower lid blepharoplasty group. Discussion: The systematic indication of the lateral canthopexy in association with lower lid blepharoplasty brings different opinions of many authors. For its easy execution, low morbidity and confirmed effectiveness in the prevention of the scleral show, rounding of the lateral canthus and ectropion post lower lid blepharoplasty, the authors conclude that the lateral canthopexy must constitute primary procedure in lower lid blepharoplasty surgery.

Keywords: Blepharoplasty. Eyelids/surgery. Ectropion prevention & control.

 

Reconstrução do terço médio nasal em rinoplastia primária

Glauco Soares de Almeida, Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa, Nelson Gurgel Simas de Oliveira, Allysson Antonio Ribeiro Gomes, Márcio Rocha Crisóstomo, Salustiano Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):124-127 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A rinoplastia é atualmente aceita como uma operação para remodelamento nasal, e não apenas um procedimento de redução nasal. Como resultado do trabalho pioneiro de Sheen, cada vez mais atenção tem sido dada à preservação da função da válvula nasal interna e à reconstrução do terço médio nasal. A redução da giba nasal pode levar a problemas funcionais e estéticos se realizada de forma inadequada. Possíveis seqüelas incluem o estreitamento da válvula nasal interna, o colapso do terço médio e a deformidade em "V" invertido. Seu tratamento clássico emprega enxertos expansores ("spreader graft"). Objetivos: Avaliar a qualidade da reconstrução do terço médio nasal com a utilização de um retalho de cartilagem lateral superior ("spreader flap") e comparar com o enxerto expansor ("spreader graft"). Método: No período de fevereiro de 2006 a novembro de 2007, 16 pacientes submetidas a rinoplastia primária foram divididas em dois grupos, com oito pacientes cada. No primeiro, foi realizada reconstrução do terço médio com retalho expansor e, no outro, com enxerto expansor. Resultados: Todos os pacientes evoluíram sem queixas funcionais e a inspeção da válvula nasal interna mostrava-se com angulação normal. O resultado estético foi avaliado como satisfatório pelos pacientes. Conclusão: O uso de retalho expansor para reconstrução do terço médio nasal é efetivo na prevenção da formação do "V" invertido e do colapso da válvula interna. Não se observaram diferenças de resultados, estéticos ou funcionais, entre as técnicas.

Palavras-chave: Rinoplastia/métodos. Nariz/cirurgia.

 

ABSTRACT

Introduction: Rhinoplasty is now accepted as a operation of reshaping the nose rather than just nasal reduction. As a result of the pioneering work of Sheen, even more attention have been paid to preserving function of the internal nasal valve and the reconstructing of the middle third of the nose. Dorsal hump reduction can create both functional and aesthetic problems if performed incorrectly. Possible sequelae include narrowing the internal valve, visible fall-in of the midvault, and the inverted "V" deformity. Objective: To evaluated the quality of the nasal middle vault reconstructing with the spreaders flaps and compare with spreaders grafts. Method: Sixteen patients were submitted to primary rhinoplasty with reconstruction of the middle vault were evaluated. Results: Both methods were effective for nasal middle vault reconstructing. Conclusion: In the present paper, the authors used the spreader graft and the spreader flap to reconstructing the middle third of the nose with good results.

Keywords: Rhinoplasty/methods. Nose/surgery.

 

Retalho TRAM com dissecção mínima para reconstrução mamária

Allysson Antonio Ribeiro Gomes; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(4):652-656 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: Após sua publicação, o uso do retalho miocutâneo transverso do reto-abdominal para reconstrução de mama (TRAM) tem sido o procedimento com tecido autólogo mais popular para reconstrução mamária, porém não livre de complicações da área doadora. Método: Foram avaliados onze pacientes submetidas à mastectomia e à reconstrução mamária imediata com retalho TRAM e dissecção mínima da área doadora, utilizando-se pontos de adesão e drenagem a vácuo. Os autores avaliaram as complicações pós-operatórias da área doadora. Resultados: Nenhum caso de seroma, hematoma, infecção, abaulamento de abdome ou hérnia foi identificado, houve uma deiscência de ferida operatória e um relato de desconforto. Conclusão: Concluiu-se que os pontos de adesão e o sistema de drenagem diminuem as complicações da área doadora do retalho TRAM.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Mamoplastia. Mama/cirurgia.

 

ABSTRACT

Background: After the TRAM flap for breast reconstruction have been published, become the most popular autologous breast reconstructive procedure, although not free of donor site complications. Methods: Eleven patients underwent to immediately postmastectomy breast reconstruction with TRAM flap and minimal dissection on donor site using quilting suture's and closed suction drainage were analyzed. The authors had evaluated prospectively the abdominal complications of the donor site. Results: None of the patients developed seroma, hematoma, wound infection, abdominal bulge or hernia. One patient developed partial skin loss, and one patient developed discomfort. Conclusion: The quilting suture's plus closed suction drainage decrease the complications outcomes at TRAM donor site.

Keywords: Reconstructive surgical procedures. Mammaplasty. Breast/surgery.

 

Reconstrução do complexo aréolo-papilar: modelo de treinamento em zona IV do retalho TRAM

Allysson Antonio Ribeiro Gomes, Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa, Salustiano Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):379-380 - Ideias e Inovações

PDF Português

RESUMO

Introdução: A reconstrução mamária está completa quando é realizada a reconstrução do complexo aréolo-papilar (CAP). Modelos de treinamento têm agregado benefícios, sendo exercícios de simulação. Apresenta-se um modelo para treinamento em reconstrução do CAP. Método: Selecionou-se dez pacientes, nos quais a zona IV do retalho miocutâneo transverso do músculo reto abdominal (TRAM) foi utilizada para instrução em duas técnicas de retalhos para confecção do CAP. Resultados: O modelo de treinamento foi aplicado em todos os casos, tendo os residentes adquirido habilidades e domínio da técnica, demonstrando segurança na reconstrução dos casos clínicos. Conclusão: A reconstrução do CAP com zona IV do retalho TRAM é um modelo de treinamento útil.

Palavras-chave: Mamilos/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Capacitação. Cirurgia plástica/educação.

 

ABSTRACT

Background: Breast reconstruction is complete when the nipple-areola complex (NAC) is reconstructed. Models can be used to train young surgeons, it been a simulator exercise. A model of NAC reconstruction training is the purpose of the this paper. Methods: Ten zone IV TRAM flaps were utilized to the purpose of the study. First, the trainee executes the NAC reconstruction using the flaps techniques supervised by a teacher. Afterwards, the technique skills are used on real situation in the operation room. Results: The model was used by all trainees who acquire technique skills, which was used on real situation. Conclusion: The NAC reconstruction in zone IV TRAM flap is feasible.

Keywords: Nipples/surgery. Surgical flaps. Training. Surgery, plastic/education.

 

Uso de retalho septal e pericondro mucoso para reconstrução de asa nasal e parede lateral: relato de caso

Nelson Gurgel Simas, Salustiano Gomes de Pinho Pessoa, Márcio Rocha Crisóstomo, Glauco Soares Almeida, Allysson Antonio Ribeiro Gomes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(4):556-558 - Relatos de Caso

PDF Português

RESUMO

Os autores relatam o caso de uma paciente do sexo feminino, de 64 anos, com defeito nasal de asa e parede lateral esquerda secundário a duas ressecções de carcinoma basocelular e radioterapia adjuvante. A paciente foi submetida à reconstrução com retalhos locais de cartilagem septal e pericondro mucoso nasal, enxerto de cartilagem auricular conchal e retalho médio-frontal. O relato ressalta a importância dos retalhos de mucosa e septo nasal como opção nas reconstruções de válvula nasal externa. A paciente evoluiu com boa integração do enxerto e viabilidade dos retalhos, apresentando restauração da função nasal e resultado estético satisfatório.

Palavras-chave: Nariz/cirurgia. Neoplasias nasais. Carcinoma basocelular. Retalhos cirúrgicos.

 

ABSTRACT

The authors report a case of a female 64 years old patient with nasal alar and left wall defects secondary to two basal cell carcinoma resections and adjuvant radiotherapy. The patient was submitted to reconstruction with local flaps of septal cartilage and nasal mucosa, conchal cartilage graft and forehead flap. This report shows the importance of septal flaps in external valve reconstruction. The patient evolved with good graft development and viability of the flaps. Displaying restoration of nasal function and satisfactory cosmetic results.

Keywords: Nose/surgery. Nose neoplasms. Carcinoma, basal cell. Surgical flaps.

 

Modelo de treinamento em palatoplastia

Allysson Antonio Ribeiro Gomes; Flavius Vinícius Cabral Soares; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(4):691-695 - Artigo Especial

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

A fissura labiopalatina é o defeito facial mais facilmente encontrado e implica diversos problemas estéticos e funcionais. O uso de modelos de treinamento é uma opção recomendável no treinamento de jovens cirurgiões, principalmente em cirurgias da cavidade oral, em que o acesso cirúrgico e o manejo dos instrumentos são dificultados. O objetivo deste artigo é descrever um modelo reprodutível de treinamento em fechamento de fendas palatinas, desenvolvendo segurança e habilidade técnica nos jovens cirurgiões para realização da palatoplastia. O modelo de treinamento é constituído de cinco etapas, incluindo aulas teóricas, vivência do ato operatório e confecção do modelo de treinamento. O modelo de treinamento proposto neste artigo permite que o cirurgião se familiarize com o trabalho em cavidade pequena e profunda, aprenda a utilizar lentes de aumento e/ou microscópio, e treine incisões, dissecção e sutura em profundidade, podendo ser confeccionado manualmente e com baixo custo. O simulador proposto permite treinamento realístico em palatoplastia, podendo ser usado para o ensino da técnica cirúrgica, sendo facilmente reprodutível.

Palavras-chave: Palato/cirurgia. Capacitação. Simulação.

 

ABSTRACT

Cleft lip and palate is the most common facial defect and causes several aesthetic and functional problems. The use of training models is recommended for training new surgeons, especially for surgeries in the oral cavity where surgical access and instrument handling are difficult. This paper describes a replicable training model of cleft palate closure that helps new surgeons acquire the technical skills required to carry out safe palatoplasty surgeries. The training model is composed of 5 steps, including theoretical classes, monitoring of real surgery procedures, and the preparation of the training model. The training model proposed here allows the surgeon to become familiar with surgery in the small and deep oral cavity; to learn how to use magnifying glasses and/or microscopes; and to perform incisions, dissection, and suturing at a depth. The model can be made manually and inexpensively, and is easy to replicate. The proposed simulator provides realistic training in palatoplasty and can be used to teach surgical techniques.

Keywords: Palate/surgery. Training. Simulation.

 

Ritidoplastia em face espástica: relato de caso

Allysson Antonio Ribeiro Gomes; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; Everardo Macedo; Nelson Gurgel Simas de Oliveira; Iana Silva Dias
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(2):366-369 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: O espasmo hemifacial (EH) é um distúrbio do movimento caracterizado por contrações involuntárias dos músculos inervados pelo nervo facial, a descompressão microvascular (DMV) é considerada tratamento definitivo, com baixas taxas de recidiva. Os casos refratários tornam-se um desafio para o cirurgião plástico. Relato do Caso: MSP, sexo feminino, 53 anos, portadora de EH, refratária à DMV, e com queixas de flacidez dos dois terços inferiores da face. Foi submetida à ritidoplastia, neurectomias e miectomias seletivas. Obteve-se ausência completa dos espasmos, manutenção da mímica facial e rejuvenescimento facial. A ritidoplastia cérvico-facial associada a neurectomias e miectomias mostrou-se eficaz no tratamento do EH.

Palavras-chave: Face/cirurgia. Espasmo hemifacial. Espasmo. Ritidoplastia.

 

ABSTRACT

Introduction: The peripheral facial palsy is a disease that can leave significant aesthetical and functional sequelae in patients. According to medical literature, Bell's palsy (BP) is the most common cause, representing from 50 to 80% of the cases. However, it must be considered as an exclusion diagnosis. A slightly higher prevalence is estimated in women and its incidence is bimodal with peaks in the third and eighth life decades. Most patients recover within weeks, though a worsening degree may be common in the first 48 hours.Treatment must be performed to prevent complications and the medical procedures are not universally accepted. The following have been mentioned as BP risk factors: arterial hypertension, mellitus diabetes, pregnancy, puerperium and infection caused by type I herpes virus. Although there are several BP associated risk factors, regarding face-lifting surgery there is only one reported case in medical literature. Case Report: In the present study, the authors describe the second case of Bell's palsy after face-lifting surgery.

Keywords: Face/surgery. Hemifacial spasm. Spasm. Rhytidoplasty.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons